Ciência & Saúde Coletiva entra em seu 24º ano de existência

Maria Cecília de Souza Minayo Romeu Gomes Antônio Augusto Moura da Silva Sobre os autores

Este editorial tem o objetivo de prestar contas aos leitores, colaboradores e a todos os responsáveis pela Ciência & Saúde Coletiva (editores executivos, associados, conselho editorial e conselho de política editorial) sobre o desempenho da Revista em 2018. Com todas as edições em dia e uma delas com 50 artigos, cumpriu-se a rotina de periodicidade e realizaram-se os objetivos e metas propostos para o ano.

Há duas formas de apresentar os resultados do trabalho: o mais importante é falar da relevância dos temas tratados pela Revista que, em cada edição e mensalmente, divulga 30 artigos. Citam-se aqui dois números que se destacam pela sua transcendência histórica: o 23.611. Paim JS, Temporão JG, Penna GO, Santos NR, Pinto LF. Sistema Único de Saúde: 30 anos de luta! Cien Saude Colet 2018; 23(6):1704. que tratou dos 30 anos do SUS. Com 40 artigos, todos traduzidos para o inglês, em que se uniram pessoas que acompanharam a trajetória de implantação do Sistema Único, com jovens pesquisadores que vêm estudando essa saga. Todos os artigos trazem um olhar ao mesmo tempo construtivo e crítico do processo de construção do SUS. O segundo é o 23.722. Machado CV, Conill EM, Lobato LVC. Contexto internacional e políticas nacionais: desafios dos sistemas de proteção social e de saúde em um mundo em transformação. Cien Saude Colet 2018; 23(7):2078. que tem entre seus 30 artigos, 23 traduzidos para o inglês e faz um contraponto com a edição anterior. Apresenta um trabalho comparativo do SUS com vários outros sistemas públicos de saúde do mundo, juntando estudiosos brasileiros e de vários outros países. As duas edições se complementam e são um material precioso e indispensável para a formação dos profissionais e de consulta para os pesquisadores.

A segunda forma de avaliar a Revista é olhar os indicadores de seu desempenho. Foram recebidos 3.516 originais através do site da Revista em 2018. Desses, 439 foram aprovados (12,5%). Foram publicados 383 artigos no ano, 278 dos quais, traduzidos para o inglês (72,25%). Somando-os com os textos divulgados em espanhol, foram divulgados 78,32% dos trabalhos em língua estrangeira. No entanto, 1631 (média mensal de 149), ou seja, (92%) dos autores que publicaram na Ciência & Saúde Coletiva em 2018 são brasileiros. Apenas 8% (149 autores) provinham de outros países. Este é um dos pontos mais fracos da Revista que pretende intensificar seu processo de internacionalização.

Nos rankings internacionais que medem o fator de impacto, Ciência & Saúde Coletiva está com 0,9397 no SciELO; No Scimago, ocupa o 2º quartil junto com Cadernos de Saúde Pública e Revista de Saúde Pública (SJR 0,57). Porém, mantém o primeiro lugar no ranking de citações no Google Scholar, em relação às revistas de todas as áreas no Brasil, com o índice H5 46 e a mediana H5 58.

Esses indicadores são importantes porque assinalam o que foi possível alcançar e o que precisa melhorar (e muito!). Dada à imensa demanda, a revista apresenta outro ponto problemático: o nível de represamento dos trabalhos aceitos para publicação. Embora se busque contornar a questão com um esforço descomunal para publicar 30 artigos a cada mês e manter no seu site uma página de artigos ahead of print que permite a leitura e a citação antecipada dos textos.

Os editores são gratos a todos os colaboradores, pois Ciência & Saúde Coletiva é uma obra construída a mil mãos. No entanto, cabe mencionar a mais profunda gratidão a algumas pessoas especiais, que vestem a camisa e garantem a qualidade do trabalho: à equipe da editoria executiva, ao revisor de português, aos tradutores de inglês, à diagramadora, à gestora da gráfica sempre parceira, aos profissionais da empresa Cabo Verde. E particularmente à equipe SciELO que, ao exigir qualidade e mudança, arremete o corpo editorial sempre para um patamar acima, aprimorando a comunicação científica dentro do país e no exterior.

É um prazer mostrar-lhes o feito e o por fazer. Os mais sinceros agradecimentos a todos e a cada um pelo empenho em aprimorar a Revista Ciência & Saúde Coletiva que, na próxima virada celebrará seus 25 anos de existência!!! Coletivamente já estamos em festa!

Referências

  • 1
    Paim JS, Temporão JG, Penna GO, Santos NR, Pinto LF. Sistema Único de Saúde: 30 anos de luta! Cien Saude Colet 2018; 23(6):1704.
  • 2
    Machado CV, Conill EM, Lobato LVC. Contexto internacional e políticas nacionais: desafios dos sistemas de proteção social e de saúde em um mundo em transformação. Cien Saude Colet 2018; 23(7):2078.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br