Epidemiologia e Serviços de Saúde: revista do Sistema Único de Saúde inicia a celebração dos seus 30 anos

Epidemiología y Servicios de Salud: diario del Sistema Único de Salud inicia la celebración de sus 30 años

Fatima Sonally Sousa Gondim Lucia Rolim Santana de Freitas Isis Polianna Silva Ferreira de Carvalho Cynthia Braga Sobre os autores

Neste ano de 2022, a Epidemiologia e Serviços de Saúde: revista do SUS (RESS) alcança 30 anos de existência. Instituída em 1992 comoInforme Epidemiológico do SUS(IESUS), em 2003, com a criação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), passou a adotar a denominação e o caráter científico que possui atualmente.11. Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: história, conquistas e futuro. Epidemiol Serv Saude. 2017;26(4):683-4. doi: 10.5123/S1679-49742017000400001
https://doi.org/10.5123/S1679-4974201700...

A história da RESS caminha com o processo de criação e estruturação do Sistema Único de Saúde (SUS) e de consolidação da vigilância em saúde no Brasil, nessas últimas décadas (Figura 1). Durante esse período, o compromisso e os esforços empreendidos pelo corpo editorial da revista, e a valiosa participação de autores e revisores, contribuíram para que a RESS progressivamente aperfeiçoasse suas práticas editoriais e passasse a constituir um importante veículo de difusão do conhecimento epidemiológico visando ao aprimoramento do SUS.11. Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: história, conquistas e futuro. Epidemiol Serv Saude. 2017;26(4):683-4. doi: 10.5123/S1679-49742017000400001
https://doi.org/10.5123/S1679-4974201700...
),(22. Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: a trajetória da revista do Sistema Único de Saúde do Brasil. Cien Saude Colet. 2015;20(1):2081-90. doi: 10.1590/1413-81232015207.06122015
https://doi.org/10.1590/1413-81232015207...

Uma série de iniciativas foram decisivas para a consolidação e prestígio da RESS no campo técnico-científico. A entrada para as coleções SciELO Brasil (2014) e Scielo Saúde Pública (2015)22. Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: a trajetória da revista do Sistema Único de Saúde do Brasil. Cien Saude Colet. 2015;20(1):2081-90. doi: 10.1590/1413-81232015207.06122015
https://doi.org/10.1590/1413-81232015207...
e as novas indexações, a partir do ano seguinte, resultaram em marcado incremento na sua visibilidade e no seu impacto (Figura 1). Como consequência, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) elevou a classificação da RESS no Qualis Periódicos na área de Saúde Coletiva para o nível B2, que agrega periódicos de relevância nacional e internacional.

Figura 1
- Linha do tempo de marcos da revista Epidemiologia e Serviços de Saúde e do Sistema Único de Saúde (1988-2022)

Em 2021, foram publicados quatro números regulares e um número especial sobre infecções sexualmente transmissíveis,33. Epidemiologia e Serviços de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2021. Vol. 30, No.esp1, Fev 2021. em parceria com a Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (RSBMT), com um total de 121 artigos publicados, acompanhando a tendência de crescimento do periódico. Ressaltem-se, igualmente, algumas iniciativas exitosas, nesse ano, como a oferta de cursos de redação - em parceria com a Revista Brasileira de Epidemiologia (RBE) - e de revisão de artigos científicos, organizados pela RESS.

Os sólidos alicerces construídos permitem que a celebração dos 30 anos da RESS se dê com o olhar para o futuro. Ainda em 2021, foram implementadas ações importantes, que incluíram a reformulação e ampliação do corpo de editores associados e da equipe de colaboradores; a afiliação à Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC),44. Associação Brasileira de Editores Científicos [Internet]. Botucatu: Associação Brasileira de Editores Científicos; 2022 [citado 2022 fev 01]. Disponível em: Disponível em: https://www.abecbrasil.org.br/novo/
https://www.abecbrasil.org.br/novo/...
instituição nacional que busca qualificar os periódicos brasileiros; e a atualização da Política Editorial e das Instruções aos autores.

A nova Política Editorial da RESS mantém as recomendações do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE),55. Angelis C, Drazan JM, Frizelle FA, Haug C, Hoey J, Horton R, et al. Clinical trial registration: a statement from the International Committee of Medical Journal Editors. CMAJ. 2004;171(6):606-7. doi: 10.1503/cmaj.1041281
https://doi.org/10.1503/cmaj.1041281...
para elaboração, redação, edição e publicação de trabalhos acadêmicos em periódicos médicos, e os princípios éticos do código de conduta do Committee on Publication Ethics (COPE),66. Committee on Publication Ethics. Creating a culture of publication integrity together [Internet]. Eastleigh: Committee on Publication Ethics; 2022[citado 2022 fev 01]. Avaliable from: Avaliable from: https://publicationethics.org/
https://publicationethics.org/...
visando à integridade científica de suas publicações. Nesta atualização, as recomendações da RESS relacionadas aos princípios da ciência aberta foram mais detalhadas - especialmente quanto ao compartilhamento de dados das pesquisas -, bem como as orientações quanto à declaração de potenciais conflitos de interesse de todos os envolvidos no processo editorial. A partir de 2022, todo o conteúdo da RESS está sob a licença Creative Commons do tipo atribuição (CC-BY).

Nesse sentido, o Plano de Desenvolvimento Editorial da RESS, para o triênio 2022-2024, tem como metas o estabelecimento de novas diretrizes relativas à ciência aberta; a redução do tempo de processamento, revisão e produção editorial; o fortalecimento de cooperações técnicas com outros periódicos; e a implementação de estratégias para internacionalização da revista. Com o alcance destas metas, espera-se ampliar a difusão do conhecimento epidemiológico aplicável às ações de vigilância, de prevenção e de controle de doenças e agravos de interesse da Saúde Pública, com consequente aumento do impacto do periódico nos próximos anos.

Em alusão a este ano especial, a RESS também apresenta à comunidade científica e aos profissionais dos serviços de saúde do SUS sua nova identidade visual. Assumindo a forma como é popularmente conhecida, a nova marca traz o título “Epidemiologia e Serviços de Saúde: revista do SUS”. A cor azul da capa da revista, do mesmo modo, reforça essa ligação com o SUS. Nessa atualização, as barras, que por muitos anos acompanharam as capas da RESS, se transformaram em linhas mais suaves. O site da revista foi igualmente reestruturado, e, além da adequação à nova identidade, novos recursos e conteúdos serão disponibilizados, visando à ampliação da divulgação do seu conteúdo.

Assim, a SVS/MS, sua instituição mantenedora - juntamente com todos os que compõem a RESS -, orgulhosamente celebra os 30 anos de história e agradece a todos os que contribuíram ou que vêm contribuindo com a revista (editores, Comitê Editorial, revisores ad hoc, produção editorial, Secretaria Executiva e autores). Ao mesmo tempo, reafirma o compromisso de zelar pela independência do processo editorial da RESS e de garantir os recursos necessários a sua produção e fortalecimento.

REFERÊNCIAS

  • 1
    Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: história, conquistas e futuro. Epidemiol Serv Saude. 2017;26(4):683-4. doi: 10.5123/S1679-49742017000400001
    » https://doi.org/10.5123/S1679-49742017000400001
  • 2
    Garcia LP, Duarte E. Epidemiologia e Serviços de Saúde: a trajetória da revista do Sistema Único de Saúde do Brasil. Cien Saude Colet. 2015;20(1):2081-90. doi: 10.1590/1413-81232015207.06122015
    » https://doi.org/10.1590/1413-81232015207.06122015
  • 3
    Epidemiologia e Serviços de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2021. Vol. 30, No.esp1, Fev 2021.
  • 4
    Associação Brasileira de Editores Científicos [Internet]. Botucatu: Associação Brasileira de Editores Científicos; 2022 [citado 2022 fev 01]. Disponível em: Disponível em: https://www.abecbrasil.org.br/novo/
    » https://www.abecbrasil.org.br/novo/
  • 5
    Angelis C, Drazan JM, Frizelle FA, Haug C, Hoey J, Horton R, et al. Clinical trial registration: a statement from the International Committee of Medical Journal Editors. CMAJ. 2004;171(6):606-7. doi: 10.1503/cmaj.1041281
    » https://doi.org/10.1503/cmaj.1041281
  • 6
    Committee on Publication Ethics. Creating a culture of publication integrity together [Internet]. Eastleigh: Committee on Publication Ethics; 2022[citado 2022 fev 01]. Avaliable from: Avaliable from: https://publicationethics.org/
    » https://publicationethics.org/

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    06 Maio 2022
  • Data do Fascículo
    2022
Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil Brasília - Distrito Federal - Brazil
E-mail: leilapgarcia@gmail.com