EDITORIAL

 

A re-visita de artigo sobre Seguridade Social publicado no primeiro número de Saúde e Sociedade marca dois momentos reveladores da preocupação de nossa revista em trazer para discussão abordagem de temas atuais e suas controvérsias, como bem descreve o Editorial Especial do Prof Carvalheiro. Uma discussão marcadamente filosófica sobre a dimensão ética na educação em saúde; a relação das empresas com a população e o papel, nesta relação, da certificação ambiental empresarial; a necessidade de capacitar conselheiros para que possam influenciar as decisões políticas com implicações na saúde, como revela pesquisa realizada em Bertioga; os limites de um processo de capacitação gerencial, como atesta investigação conduzida com gerentes de Curso de Especialização  em Gerencia de Unidades Básicas de Saúde do SUS; a menopausa como construção sócio cultural e a necessidade imperiosa da integração entre  o Setor Saúde e a Segurança Pública para que vítimas de violência sexual recebam  atendimento de saúde mais precoce possível, tudo isso é indicador da riqueza temática que a Saúde Coletiva enseja.

Nossa Saúde e Sociedade caminha celeremente para um "upgrade" da sua qualificação como veículo de um tipo próprio de produção na área da saúde coletiva. 

O presente número é um passo a mais nessa direção.

 

A Comissão Editorial

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br