• Steier G. Advancing Food Integrity: GMO Regulation, Agroecology, and Urban Agriculture. New York: CRC Press Inc. Tayloy & Francis Group; 2018. Resenhas

    Andrade Júnior, Hermes de
  • Primary care experiences in 25 years of Journal Ciência & Saúde Coletiva: a review of the scientific literature Resenhas

    Pinto, Luiz Felipe; Hartz, Zulmira Maria de Araújo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O termo “atenção básica” tem seu uso restrito a poucos países como o Brasil. No mundo, desde a Conferência de Alma-Ata de 1978, o termo “atenção primária à saúde” (APS) é utilizado para designar o cuidado no primeiro nível de atenção. O artigo sintetiza as experiências de avaliação em atenção primária à saúde, a partir da revisão do conjunto de manuscritos publicados pela Revista Ciência & Saúde Coletiva. Fez-se busca bibliográfica na base de dados SciELO desse periódico, no período 1996-2020. Selecionaram-se diversos descritores no espectro da avaliação e atenção básica/atenção primária. Os estudos revisados sugerem a existência de dois períodos analíticos ao longo dos 25 anos da Revista. O primeiro, caracterizado pelos estudos de 1996-2010, teve como teoria predominante, os estudos de avaliação de estrutura/processo e resultados a partir de Donabedian. O segundo, de 2011-2020, as teorias de Billings sobre condições sensíveis à APS e de atributos da APS de Starfield. As principais dimensões apresentadas nos estudos referem-se a avaliações com abordagem quantitativa e induzidas pelas políticas e consultas públicas do Ministério da Saúde, além de instrumentos referendados por esse.

    Abstract in English:

    Abstract The term “basic care” is restricted to a few countries like Brazil. Since the 1978 Alma-Ata Conference, “primary health care” (PHC) has been used to designate care at the first level. The paper summarizes the experiences of evaluation in primary health care, based on the review of the set of manuscripts published by Journal Ciência & Saúde Coletiva. A bibliographic search was made in the SciELO database in the 1996-2020 period. Several descriptors were selected in the spectrum of evaluation and basic care/primary care. The reviewed studies suggest the existence of two analytical periods over the 25 years of the Journal. The first, characterized by the 1996-2010 studies, had the studies of structure/process/results by Donabedian as its predominant theory. The second, from 2011-2020, was Billings’ theories on Ambulatory Care Sensitive Conditions (ACSC) and Starfield’s PHC attributes. The main dimensions presented in the studies refer to evaluations with a quantitative approach and are induced by the policies and public consultations of the Ministry of Health, and instruments referenced by it.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br