• The Contribution of Family Medicine and Family Medicine Leaders to Primary Health Care Development in Americas - from Alma-Ata to Astana and beyond Article

    Ponka, David; Arya, Neil; Malboeuf, Valérie; Leung, Christine; Wilson, Carolyn Ruth; Israel, Kerling; Jantsch, Adelson Guaraci; Cuba-Fuentes, Maria Sofia; Michaelides, Ophelia; Rouleau, Katherine

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Desde 2012, o Centro Besrour de Medicina Global de Família, na Faculdade de Medicina de Família do Canadá, reúne seus parceiros das Américas anualmente para refletir sobre a evolução da Medicina de Família no continente desde Alma-Ata e para os desafios futuros. Os médicos de família são apenas um elemento de um forte sistema de saúde. A Medicina de Família fornece ingredientes-chave para responder às necessidades de saúde da população, especialmente à medida em que os países passam pela transição epidemiológica para enfrentar um fardo maior de doenças crônicas e de multimorbidade. Neste artigo, fornecemos uma visão geral de alto nível do estado da Medicina de Família no continente. Em seguida, analisamos as tendências na educação dos médicos de família para enfrentar esse cenário em mudança, incluindo a ênfase no papel de líder dos futuros médicos de família. Os programas de pós-graduação em Medicina de Família nas Américas estão enfatizando cada vez mais o ensino do cuidado colaborativo, a fim de criar equipes de saúde verdadeiramente interdisciplinares para o benefício dos pacientes.

    Abstract in English:

    Abstract Since 2012, the Besrour Centre for Global Family Medicine at the College of Family Physician of Canada has brought together its partners from the Americas annually, to reflect on the evolution of Family Medicine on the continent since Alma-Ata, and to look forward to future challenges. Family doctors are but one element of a strong health system. Family Medicine provides key ingredients to respond to population health needs especially as countries move through the epidemiological transition to face larger burdens of chronic disease and multimorbidity. In this paper, we provide a high-level overview of the state of Family Medicine on the continent. We then analyze trends in the education of family physicians to face this changing landscape, including the emphasis on the leader role of future family physicians. Postgraduate programs in Family Medicine in the Americas are placing increasing emphasis on teaching collaborative care in view of creating truly interdisciplinary health teams for the benefit of patients.
  • Comparative research aspects on hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions: the case of Brazil and Portugal Article

    Rocha, João Victor Muniz; Sarmento, João; Moita, Bruno; Marques, Ana Patrícia; Santana, Rui

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As internações por condições sensíveis à atenção primária têm sido usadas para medir o acesso, a qualidade e o desempenho da atenção primária à saúde, uma vez que o atendimento oportuno e adequado poderia evitar a necessidade de internação. A pesquisa comparativa oferece oportunidade para o processo de aprendizagem entre países. Brasil e Portugal reformaram seus serviços de atenção primária à saúde nos últimos anos, com características organizacionais semelhantes. Utilizamos dados de internação do Brasil e de Portugal para o ano de 2015 para comparar internações por condições sensíveis à atenção primária entre os dois países, e discutimos aspectos conceituais e metodológicos a serem considerados na abordagem comparativa. Brasil e Portugal apresentaram semelhanças nas causas e taxas padronizadas de internações por condições sensíveis à atenção primária. Houve grande sensibilidade nas taxas de acordo com a metodologia empregada para definir as condições. Internações por condições sensíveis à atenção primária são importantes fontes de pressão tanto para o Brasil quanto para Portugal, e há aspectos conceituais e metodológicos que são fundamentais para tornar a abordagem comparativa entre países útil.

    Abstract in English:

    Abstract Hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions have been used to measure access, quality and performance of the primary health care delivery system, as timely and adequate care could potentially avoid the need of hospitalization. Comparative research provides the opportunity for cross-country learning process. Brazil and Portugal have reformed their primary health care services in the last years, with similar organizational characteristics. We used hospitalization data of Brazil and Portugal for the year 2015 to compare hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions between the two countries, and discussed conceptual and methodological aspects to be taken into consideration in the comparative approach. Brazil and Portugal presented similarities in causes and standardized rates of hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions. There was great sensitivity on rates according to the methodology employed to define conditions. Hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions are important sources of pressure for both Brazil and Portugal, and there are conceptual and methodological aspects that are critical to render the country-comparison approach useful.
  • Electronic Medical Records in the American Health System: challenges and lessons learned Article

    Janett, Robert S.; Yeracaris, Peter Pano

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os registros médicos eletrônicos (RME) têm sido apontados como uma solução para muitas das deficiências dos sistemas de saúde. O objetivo deste ensaio é revisar a literatura pertinente e apresentar exemplos e recomendações de várias décadas de experiência no uso de registros médicos na atenção primária à saúde, de maneira a ajudá-los na organização de seus processos de trabalho para melhorar o atendimento ao paciente. Observou-se que problemas consideráveis resultam da falta de interoperabilidade e padronização de interfaces entre esses sistemas, prejudicando a colaboração efetiva e a troca de informações no atendimento a pacientes complexos. É extremamente importante que políticas regionais e nacionais de saúde sejam estabelecidas para garantir a padronização e interoperabilidade dos sistemas. A falta de interoperabilidade contribui para a fragmentação do ambiente de informações. O prontuário eletrônico (RME) é uma tecnologia disruptiva que pode revolucionar a maneira como cuidamos dos pacientes. Foi demonstrado que o RME melhora a qualidade e a confiabilidade na prestação de serviços de saúde quando implementada adequadamente. Uma atenção cuidadosa ao impacto do RME nos fluxos de trabalho clínicos, a fim de aproveitar ao máximo o potencial do RME para melhorar o atendimento ao paciente, é a principal lição de nossa experiência na implantação e uso desses sistemas.

    Abstract in English:

    Abstract Electronic medical records have been touted as a solution to many of the shortcomings of health care systems. The aim of this essay is to review pertinent literature and present examples and recommendations from several decades of experience in the use of medical records in primary health care, in ways that can help primary care doctors to organize their work processes to improve patient care. Considerable problems have been noted to result from a lack of interoperability and standardization of interfaces among these systems, impairing the effective collaboration and information exchange in the care of complex patients. It is extremely important that regional and national health policies be established to assure standardization and interoperability of systems. Lack of interoperability contributes to the fragmentation of the information environment. The electronic medical record (EMR) is a disruptive technology that can revolutionize the way we care for patients. The EMR has been shown to improve quality and reliability in the delivery of healthcare services when appropriately implemented. Careful attention to the impact of the EMR on clinical workflows, in order to take full advantage of the potential of the EMR to improve patient care, is the key lesson from our experience in the deployment and use of these systems.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br