• Challenges and proposals for scaling up COVID-19 testing and diagnosis in Brazil Artigos

    Magno, Laio; Rossi, Thais Aranha; Mendonça-Lima, Fernanda Washington de; Santos, Carina Carvalho dos; Campos, Guilherme Barreto; Marques, Lucas Miranda; Pereira, Marcos; Prado, Nilia Maria de Brito Lima; Dourado, Inês

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O contexto brasileiro de desigualdades sociais e barreiras no acesso aos serviços de saúde pode agravar a situação da pandemia de COVID-19, que já afeta todos os estados da federação, com a curva crescente de aumento de casos confirmados e mortes. O governo dos países e os agentes do campo científico têm buscado evidências para as melhores práticas de prevenção e controle da transmissão, e cuidado da infecção e doença, incluindo medidas de diagnóstico, tratamento e de atenção à saúde. A estratégia de testagem em larga escala, visando o diagnóstico precoce, quarentena dos casos leves identificados, bem como dos contactantes, e cuidado adequado dos casos graves, tem sido revisada e indicada como uma das medidas eficientes para o controle da pandemia em vários países do mundo. O artigo tem como objetivo discutir os desafios da testagem e do diagnóstico de COVID-19 no Brasil.

    Abstract in English:

    Abstract The Brazilian context of social inequalities and barriers in accessing health services may deteriorate the situation of the COVID-19 pandemic, which already affects all Brazilian federative states, with the growing curve of increasing confirmed cases and deaths. National governments and scientific field agents have been looking for evidence for the best practices of prevention and control of transmission, and care of infection and disease, including diagnosis, treatment, and health care measures. The large-scale testing strategy, aimed at early diagnosis, quarantine of the mild cases identified, as well as those of the contacts, and adequate care of severe cases, has been revised and indicated as one of the efficient pandemic control measures in several countries in the world. This paper aims to discuss the challenges of COVID-19 testing and diagnosis in Brazil.
  • Effectiveness of the use of non-woven face mask to prevent coronavirus infections in the general population: a rapid systematic review Artigos

    Camargo, Maria Cristina de; Martinez-Silveira, Martha Sílvia; Lima, Adeânio Almeida; Bastos, Bruno Pires; Santos, Diana Lima dos; Mota, Sara Emanuela de Carvalho; Silva, Roberta Borges; Toledo, Isabela Porto de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a eficácia das máscaras faciais padrão tecido não tecido (TNT) para a prevenção de doenças respiratórias (MERS CoV, SARS-CoV e SARS-CoV-2) na população. Foi realizada busca nas bases de dados Medline, Embase, Cinahl, The Cochrane Library, Trip. Também busca complementar no Google Acadêmico, Rayyan e medRxiv. Não foram aplicados filtros relacionados a data, idioma ou status de publicação. Títulos e resumos foram rastreados e, posteriormente, textos completos foram avaliados. Foram incluídos três estudos: um ensaio clínico randomizado tipo cluster e duas revisões sistemáticas. O ensaio clínico indica benefício potencial de máscaras médicas para controle da fonte de infecção, para a doença respiratória clínica. Em uma das revisões sistemáticas, não foi possível estabelecer relação conclusiva entre uso da máscara e proteção contra infecção respiratória. Por fim, outra revisão sistemática demonstrou que máscaras são eficazes na prevenção da propagação de vírus respiratórios. As evidências apontam para benefício potencial das máscaras faciais padrão TNT. Para o cenário atual de pandemia por COVID 19, recomenda-se educação sobre uso adequado de máscaras, associado a medidas individuais de proteção.

    Abstract in English:

    Abstract Objectives: to evaluate the effectiveness of non-woven face masks for the prevention of respiratory infections (MERS CoV, SARS-CoV, and SARS-CoV-2) in the population. Methods: search in Medline, Embase, Cinahl, The Cochrane Library, Trip databases. Google Scholar, Rayyan and medRxiv were also consulted for complementary results. No filters related to date, language or publication status were applied. Titles and abstracts were screened, and later, full texts were evaluated. Results: three studies were included: a randomized cluster clinical trial and two systematic reviews. The clinical trial indicates a potential benefit of medical masks to control the source of clinical respiratory disease infection. In one of the systematic reviews, it was not possible to establish a conclusive relationship between the use of the mask and protection against respiratory infection. Finally, another systematic review indicated that masks are effective in preventing the spread of respiratory viruses. Conclusion: Evidence points to the potential benefit of standard non-woven face masks. For the current pandemic scenario of COVID-19, education on the appropriate use of masks associated with individual protection measures is recommended.
  • The health of healthcare professionals coping with the Covid-19 pandemic Artigos

    Teixeira, Carmen Fontes de Souza; Soares, Catharina Matos; Souza, Ednir Assis; Lisboa, Erick Soares; Pinto, Isabela Cardoso de Matos; Andrade, Laíse Rezende de; Espiridião, Monique Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este trabalho tem como objetivo sistematizar um conjunto de evidências científicas apresentadas em artigos internacionais que identificam os principais problemas que estão afetando os profissionais de saúde envolvidos diretamente no enfrentamento da pandemia de COVID-19 e apontam ações e estratégias para a proteção e a assistência à saúde desses profissionais. O principal problema é o risco de contaminação que tem gerado afastamento do trabalho, doença e morte, além de intenso sofrimento psíquico, que se expressa em transtorno de ansiedade generalizada, distúrbios do sono, medo de adoecer e de contaminar colegas e familiares. Situando esta problemática na realidade brasileira, este artigo resgata a análise dos problemas crônicos que afetam os trabalhadores de saúde, decorrentes do sub-financiamento do SUS, do congelamentos dos gastos no setor, da deterioração dos serviços e da precarização da força de trabalho e aponta os desafios agudos que se apresentam à gestão do trabalho e capacitação de pessoal, diante da expansão da infraestrutura de leitos hospitalares e da reorganização do processo de trabalho na atenção básica para o enfrentamento da pandemia, enfatizando as medidas necessárias para a proteção e a promoção da saúde física e mental dos profissionais e trabalhadores da saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This work aims to systematize a set of scientific evidence presented in international papers that identify the main problems affecting health professionals directly involved in coping with the COVID-19 pandemic and point out actions and strategies for the protection and healthcare of these professionals. The risk of infection is the main issue and has led to absence from work, illness, death, and intense psychological distress, expressed in generalized anxiety and sleep disorders, fear of becoming ill and infecting colleagues and relatives. In the Brazilian reality, this work revives the analysis of the chronic problems affecting health workers, resulting from the underfinancing of the Brazilian Unified Health System (SUS), the sector’s spending freeze, the deterioration of services and workforce’s insecurity, and points out the acute challenges of work management and staff training, given the expanded hospital bed infrastructure and reorganization of the work process in primary care to face the pandemic, emphasizing the necessary measures for the protection and promotion of the physical and mental health of health professionals and workers.
  • Covid-19 and the impacts on mental health: a sample from Rio Grande do Sul, Brazil Artigos

    Duarte, Michael de Quadros; Santo, Manuela Almeida da Silva; Lima, Carolina Palmeiro; Giordani, Jaqueline Portella; Trentini, Clarissa Marceli

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As pandemias, como a da COVID-19, afetam uma quantidade relativamente grande de pessoas e impõem novas regras e hábitos sociais para a população mundial. As informações sobre a pandemia são constantes na mídia. Além disso, o distanciamento social foi adotado no Brasil como medida de prevenção da disseminação da COVID-19, o que pode ter consequências econômicas e psicossociais. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi verificar os fatores associados a indicadores de sintomas de transtornos mentais em residentes do Rio Grande do Sul, durante o período inicial da política de distanciamento social decorrente da pandemia da COVID-19. O estudo foi aprovado pelo CONEP. Participaram 799 pessoas, com idades entre 18 e 75 anos (M = 36,56; DP = 12,88), 82,7% mulheres, que responderam um questionário sociodemográfico, de distanciamento social e ao Self-Report Questionnaire (SRQ-20). Os resultados indicaram que ter renda diminuída no período, fazer parte do grupo de risco e estar mais exposto a informações sobre mortos e infectados, são fatores que podem provocar maior prejuízo na saúde mental nesse período pandemia. Investigar determinantes sociais que contribuem para maior vulnerabilidade ao adoecimento mental da população é importante no campo da saúde coletiva para o planejamento de ações e políticas públicas.

    Abstract in English:

    Abstract Pandemics such as that of COVID-19 affect a relatively large number of people and impose new rules and social habits on the world population. Information about the pandemic is constant in the media. Moreover, social distancing has been adopted in Brazil to prevent the spread of COVID-19, which may have economic and psychosocial consequences. This study aimed to verify the factors associated with indicators of mental disorders symptoms in residents of Rio Grande do Sul during the initial period of the social distancing policy. The study was approved by CONEP. There were 799 participants, aged between 18 and 75 years (M = 36.56; SD = 12.88); 82.7% were women, who answered a sociodemographic questionnaire of social distancing and the Self-Report Questionnaire (SRQ-20). The results indicated that having decreased income in the period, being part of the risk group and being more exposed to information about deaths and infected, are factors that can significantly harm mental health in this pandemic period. Investigating social determinants that contribute to greater vulnerability to the mental illness of the population is vital in the field of collective health for the planning of public actions and policies.
  • Covid-19 Pandemic: reflecting vulnerabilities in the light of gender, race and class Artigos

    Estrela, Fernanda Matheus; Soares, Caroline Fernandes Soares e; Cruz, Moniky Araújo da; Silva, Andrey Ferreira da; Santos, Jemima Raquel Lopes; Moreira, Tânia Maria de Oliveira; Lima, Adriana Braitt; Silva, Márcia Gomes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste estudo é refletir os impactos da COVID 19, considerando marcadores de gênero, raça e classe. Trata-se de um estudo exploratório, com ênfase na análise de publicações selecionados, a partir de procura sistematizada em sites oficiais, bem como na plataforma PubCovid-19 que apresenta os artigos publicados sobre COVID-19, os quais estão indexados nas Pubmed e EMBASE. O trabalho foi pautado nos referidos documentos e construído com reflexões dos autores a partir das perspectivas dos marcadores sociais relacionados à gênero, raça e classe, os quais contribuem para o prognóstico da doença. A reflexão realizada com base na literatura analisada revelou que os marcadores de gênero, classe e raça se apresentam enquanto condição vulnerabilizadora à exposição da COVID-19 nos mais diversos cenários mundiais. Esse contexto descortina a necessidade histórica da implantação de estratégias de melhoria de vida dessa população não só durante a pandemia, como também após sua passagem. Para tanto, necessário se faz a adoção de políticas socioeconômicas de maior impacto na vida dessas pessoas e com maior abrangência, ampliando o acesso a melhores condições de saúde, educação, moradia e renda.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to reflect the impact of COVID 19, considering gender, race, and class markers. This is an exploratory study, with an emphasis on the analysis of selected publications, based on a systematized search on official websites, and on the PubCovid-19 platform that includes papers published on COVID-19, which are indexed in PubMed and EMBASE. This work was based on these documents and built with reflections from the authors from the perspectives of social markers related to gender, race, and class, which contribute to the prognosis of the disease. The reflection carried out from the analyzed literature revealed that the markers of gender, class, and race emerge as a vulnerable condition to the exposure of COVID-19 in the most diverse world scenarios. This context reveals the historical need to implement strategies to improve the lives of this population, not only during the pandemic but also after their passing. Therefore, it is necessary to adopt socioeconomic policies with a more significant impact on the lives of these people and with greater coverage, expanding access to better health, education, housing, and income.
  • Estimates of the impact of COVID-19 on mortality of institutionalized elderly in Brazil Artigos

    Machado, Carla Jorge; Pereira, Claudia Cristina de Aguiar; Viana, Bernardo de Mattos; Oliveira, Graziella Lage; Melo, Daniel Carvalho; Carvalho, Jáder Freitas Maciel Garcia de; Moraes, Flávia Lanna de; Moraes, Edgar Nunes de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo estimar o impacto da COVID-19 na mortalidade de idosos institucionalizados no Brasil. Foram estimados números de óbitos pela doença para o País, Unidades da Federação e Regiões, com base nas estimativas calculadas e efetuadas neste trabalho do percentual de óbitos de idosos que ocorreriam em instituições de longa permanência de acordo com os totais. Essa estimativa foi baseada em informações disponíveis para uma série de países. O percentual ponderado foi de 44,7%. Estimaram-se 107.538 óbitos de idosos nestas instituições no Brasil em 2020, por COVID-19. São previstos maiores números de óbitos na Região Sudeste (48.779 óbitos), seguida da Região Nordeste (28.451 óbitos); São Paulo é a Unidade da Federação que na estimativa será mais afetada (24.500 óbitos). Fica claro o forte impacto da COVID-19 na população idosa residente em instituições de longa permanência para idosos. As estimativas ultrapassam para o país 100 mil idosos, potencialmente os mais frágeis e vulneráveis, e são baseadas em número de óbitos totais conservador, tendo em vista outras estimativas e a situação alarmante de crescimento dos números de óbitos no Brasil.

    Abstract in English:

    Abstract The COVID-19 pandemic poses difficulties for long-term care institutions for the elderly, with increased mortality rates for the residents. This study aims to estimate the impact of COVID-19 on mortality of institutionalized elderly in Brazil. Estimates of the percentage of elderly deaths occurring in care homes were calculated for Brazil, States and Regions using estimates for the total number of deaths. The estimation was based upon information available for other countries. The weighted percentage was 44.7% and 107,538 COVID-19 deaths were estimated for the elderly in these institutions in Brazil in 2020. Higher numbers of deaths were expected in the Southeast Region (48,779 deaths), followed by the Northeast Region (28,451 deaths); São Paulo was the most affected State (24,500 deaths). The strong impact of COVID-19 on the elderly population living in long-term care facilities is clear. Estimates for the country exceeded 100,000 elderly people, potentially the most fragile and vulnerable, and are based upon a conservative number of total deaths, in view of other estimates and the alarming situation of death growth in Brazil from COVID-19.
  • Marital violence precipitating/intensifying elements during the Covid-19 pandemic Artigos

    Silva, Andrey Ferreira da; Estrela, Fernanda Matheus; Soares, Caroline Fernandes Soares e; Magalhães, Júlia Renata Fernandes de; Lima, Nayara Silva; Morais, Ariane Cedraz; Gomes, Nadirlene Pereira; Lima, Vera Lúcia de Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O estudo tem por objetivo identificar elementos precipitadores/intensificadores da violência conjugal em tempos de pandemia da Covid-19. Trata-se de uma revisão narrativa da literatura, tendo a busca sido realizada no mês de maio de 2020. Utilizou-se a plataforma PubCovid-19, a qual está indexada na Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos (PubMed) e no Banco de dados Excerpta Medica (EMBASE). Para a realização da busca foram utilizados os seguintes descritores em inglês: “Domestic violente”; “Covid-19” e “Intimate Partner Violence”. Foram selecionados nove artigos para leitura na íntegra. A partir da exploração do material selecionado, foram elaboradas três categorias empíricas a saber: Instabilidade econômica, Uso/abuso de álcool e outras drogas e Enfraquecimento da rede de apoio da mulher. É importante que nesse contexto de pandemia, sejam ampliadas as redes de apoio à mulher em situação de violência conjugal, com destaque para o uso de tecnologias digitais como possíveis ferramentas para a triagem de casos de violência em tempos de pandemia.

    Abstract in English:

    Abstract The study aims to identify marital violence precipitating/intensifying elements during the COVID-19 pandemic. This is a narrative review of the literature, and the search was carried out in May 2020. We employed the PubCovid-19 platform, which is indexed in the United States National Library of Medicine (PubMed) and the Excerpta Medica (EMBASE) database. English descriptors “Domestic violence”, “COVID-19”, and “Intimate Partner Violence” were used in the search, and nine papers were selected for full-text reading. Three empirical categories were elaborated from the exploration of the selected material: Economic instability, Alcohol and other drugs use/abuse, and Weaker women’s support network. Support networks for women in situations of marital violence should be expanded in this pandemic context, with emphasis on the use of digital technologies as possible tools for screening pandemic-related violence cases.
  • The urgency of Public Health in Physical Education training: lessons from COVID-19 Artigos

    Loch, Mathias Roberto; Rech, Cassiano Ricardo; Costa, Filipe Ferreira da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A pandemia de COVID-19 gerou diversas polêmicas na área da saúde, particularmente sobre as medidas de isolamento social, entendida como uma das estratégias mais eficazes para reduzir a propagação do vírus. A área da Educação Física (EF) se envolveu nessas discussões, por meio de posicionamentos contraditórios de profissionais, sociedades científicas e entidades de classe a respeito da reabertura das academias de ginástica em plena pandemia. Entendemos que alguns destes discursos revelaram importantes fragilidades com relação à aproximação aos conhecimentos básicos de saúde, como aqueles relativos à epidemiologia e medidas sanitárias. Buscamos neste ensaio, sem a intenção de esgotar o assunto ou realizar receituário acadêmico, sustentar nossa posição a respeito da urgência da aproximação da formação em EF com o campo da Saúde Coletiva, bem como apresentar algumas proposições para que ela, de fato, aconteça. Defendemos assim uma formação que favoreça uma visão mais ampliada da saúde, que possibilite que profissionais e professores compreendam a relação potencial entre a EF e a saúde, mas que ao mesmo tempo reconheçam que a atividade física não é uma panaceia e que a saúde humana tem muitos outros determinantes e condicionantes.

    Abstract in English:

    Abstract The COVID-19 pandemic has generated several controversies in the health area, particularly regarding social isolation measures, widely perceived as being one of the most effective strategies to reduce the spread of the virus. The Physical Education (PE) area became involved in these discussions, through contradictory positions of professionals, scientific societies and class entities regarding the reopening of fitness centers during the pandemic. We understand that some of these discussions revealed important weaknesses in relation to the approach to basic health knowledge, such as those related to epidemiology and public health measures. We seek in this essay, without the intention of exhausting the subject or performing an academic prescription, to support our position regarding the urgency of the approach of PE training within the field of Public Health, as well as presenting some proposals for this approach to effectively occur. We advocate training that favors a broader view of health, that enables professionals in the field to understand the potential relationship between PE and health, but at the same time recognize that physical activity is not a panacea and that human health has many others determinants and conditions.
  • Excess mortality in Brazil in times of Covid-19 Artigos

    Silva, Gulnar Azevedo e; Jardim, Beatriz Cordeiro; Santos, Cleber Vinicius Brito dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Tendo em vista o crescente número de óbitos pela pandemia de COVID-19 no país, o presente trabalho apresenta análise descritiva inicial e exploratória sobre o excesso de mortalidade observado nos meses de março a maio de 2020 nas capitais e nos demais municípios do país. A fonte de dados utilizada foi o registro de óbitos pelos Cartórios de Registro Civil. Os dados foram desagregados por capitais e demais municípios das 26 unidades federativas e do Distrito Federal segundo sexo. A razão de mortalidade ajustada para o ano de 2020 foi calculada tendo como padrão os coeficientes de mortalidade do ano de 2019. Os resultados indicaram excesso de 39.146 óbitos para o período estudado, sendo maior entre homens do que nas mulheres. Esse aumento foi maior nas capitais das regiões Norte, Nordeste e Sudeste. Nos demais municípios dessas regiões o incremento foi observado em maio, indicando possível interiorização da transmissão da COVID-19. Evidencia-se a necessidade de se aprimorar a detecção e o registro de casos para viabilizar o monitoramento eficiente da pandemia.

    Abstract in English:

    Abstract Given the growing number of deaths due to the COVID-19 pandemic in Brazil, this study presents an initial and exploratory descriptive analysis of the excess mortality observed from March to May 2020 in capitals and other municipalities. The data source was the death registers from the Civil Registry Offices. The data were disaggregated by gender and capitals and other municipalities of the 26 federative units and the Federal District. The standardized mortality ratio for 2020 was calculated with the 2019 mortality coefficients as standards. The results showed 39,146 excess deaths for the period studied and is higher among men. This increase was more significant among the capitals of the North, Northeast, and Southeast regions. In the other municipalities in these regions, the increase was observed in May, indicating a possible inland-bound COVID-19 transmission. The need to improve the detection and registration of cases is highlighted to enable the efficient monitoring of the pandemic.
  • Covid-19 pandemic implications for food and nutrition security in Brazil Artigos

    Ribeiro-Silva, Rita de Cássia; Pereira, Marcos; Campello, Tereza; Aragão, Érica; Guimarães, Jane Mary de Medeiros; Ferreira, Andréa JF; Barreto, Maurício Lima; Santos, Sandra Maria Chaves dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O surgimento da COVID-19 no Brasil explicitou ainda mais a enorme discrepância entre diferentes realidades sociais que coexistem no país, reacendendo as discussões acerca da segurança alimentar e nutricional, à semelhança do que vem acontecendo em outros países que enfrentam a mesma situação de pandemia. Argumenta-se neste trabalho que os riscos para a Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e a fome dos brasileiros já vinham se apresentando desde 2016, sendo agora aprofundados pela emergência da epidemia da COVID-19, passando a exigir compreensão da extensão e da magnitude dos problemas e articulação de medidas governamentais nas três esferas de gestão (federal, municipal e estadual), que possam assegurar o acesso à alimentação adequada e saudável, com vistas a reduzir os impactos negativos da doença na condição de alimentação, saúde e nutrição dos mais vulneráveis. Assim, este texto pretende contribuir para o debate sobre as medidas a serem adotadas pelos governos e sociedade para promover e garantir a SAN e impedir que a insegurança e a expansão da fome avancem durante e após a crise social e sanitária gerada pela pandemia.

    Abstract in English:

    Abstract The emergence of COVID-19 in Brazil further explained the massive discrepancy between different social realities coexisting in the country, rekindling the discussions about food and nutrition security, similarly to what has been happening in other countries facing the same pandemic situation. In this paper, we argue that the risks to hunger and food security in Brazil have been present since 2016 and are now being exacerbated due to the emergence of the COVID-19 epidemic. This situation requires knowing the extent and magnitude of the issue and articulation of measures in the three governmental spheres(federal, municipal and state) to ensure access to adequate and healthy food and reduce the disease’s adverse effectson the diet, health, and nutrition among the most vulnerable people. Thus, this work aims to contribute to the debate on the measures to be adopted by governments and society to promote and ensure food and nutrition security and prevent insecurity and the expansion of hunger during and after the social and health crisis created by the pandemic.
  • The pandemic in prison: interventions and overisolation Artigos

    Carvalho, Sérgio Garófalo de; Santos, Andreia Beatriz Silva dos; Santos, Ivete Maria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Saúde prisional é, em sua essência, saúde pública. A pandemia de COVID-19 representa uma grande ameaça para o mundo e tem demonstrado que prevenir a escalada da doença em prisões faz parte do combate ao novo coronavírus na sociedade em geral. Sabe-se, até o momento, que a mais efetiva medida de contenção ao avanço da doença é o isolamento social. No entanto, em instituições penais, muitas vezes superlotadas, tal medida torna-se de difícil implementação e, quando acontece, leva a população privada de liberdade a um superisolamento, tendo consequências em sua saúde mental. Além disso, indivíduos presos sofrem com ambientes sem ventilação, falta de materiais de higiene pessoal, condições sanitárias básicas precárias e dificuldade de acesso a serviços de saúde. O presente artigo objetiva ser uma revisão narrativa sobre os efeitos da pandemia em presídios e como governos e sociedade civil têm se organizado a fim de reduzir as consequências sobre esses locais. A publicação foi dividida em três seções: na primeira, há uma revisão da literatura em saúde sobre a temática; na segunda, é tratado o modo como diferentes países estão lidando com a situação carcerária no contexto da pandemia; na terceira e última parte, é abordado o modo como o Sistema Penal brasileiro tem reagido à nova doença.

    Abstract in English:

    Abstract Prisional health is, in its essence, public health. The COVID-19 pandemic poses a great threat to the world and has shown that preventing the disease escalation in prisons integrates the novel corona virus clash in society in general. Up to this moment, the most effective known measure to curb the disease spread is social isolation. Nevertheless, in penal institutions, often overcrowded, social isolation becomes difficult to carry out and, when it happens, it takes the enclosed population to overisolation, with consequences to their mental health. Besides, prisoners suffer with clogged up environment, lack of materials for personal hygiene, poor basic sanitary conditions and difficulties in accessing health services. This paper deals with a narrative review on the pandemic effects in prisons and how government and civil society have organized themselves in order to reduce the disease consequences at those places. The text has been divided into three sections: the first with literature review on the current health theme; the second discusses how different countries have been dealing with the prison situation in the pandemic context, and, the last part focuses on how the Brazilian Penal System has reacted to the new disease.
  • Social distancing and living conditions in the pandemic COVID-19 in Salvador-Bahia, Brazil Artigos

    Natividade, Marcio dos Santos; Bernardes, Kionna; Pereira, Marcos; Miranda, Samilly Silva; Bertoldo, Juracy; Teixeira, Maria da Glória; Livramento, Humberto Lago; Aragão, Erika

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Na pandemia COVID-19, estados e municípios brasileiros adotaram medidas de distanciamento social como estratégia para reduzir o número de casos e o controle da doença. Estas medidas atingem de forma diferenciada estratos populacionais e território. O objetivo deste estudo foi analisar a evolução do distanciamento social adotadas para o controle da pandemia COVID-19 e sua relação com as condições de vida da população do município de Salvador, Bahia. Foi conduzido um estudo ecológico utilizando agregados espaciais. Calculou-se o Índice de Isolamento Social do município e o Índice de Condição de Vida. O Índice de Moran Global e Local foram usados para avaliar o grau de dependência e autocorrelação espacial. Observou-se oscilações nos índices de isolamento social durante o período analisado, com maiores percentuais de isolamento nos bairros com condições de vida mais favoráveis. A análise e a interpretação das medidas de contenção da Covid-19, a exemplo do distanciamento social, deve considerar o perfil de vulnerabilidade de cada território visando a monitorar o correto dimensionamento das estratégias de mitigação da pandemia, na perspectiva de desenvolver ações sociais capazes de possibilitar maior adesão das populações mais desfavorecidas.

    Abstract in English:

    Abstract In the current scenario of the COVID-19 pandemic, Brazilian states and municipalities have adopted social distancing measures as a strategy to reduce the number of cases and control the disease. These measures affect populations and territories differently. This study aims to analyze the trend of social distancing in this pandemic and its relationship with the context of living conditions in Salvador, Bahia, Brazil. An ecological study with spatial distribution was conducted. The municipality’s Social Distancing Index and the Living Conditions Index were calculated. Global and Local Moran Indices were employed to assess the degree of spatial dependence and autocorrelation. Fluctuations were observed in the social distancing levels during the analyzed period, with higher distancing percentages in neighborhoods with more favorable living conditions. The analysis and interpretation of COVID-19 containment measures, such as social distancing, should consider the profile of local vulnerability of each territory for the correct dimensioning of pandemic mitigation strategies from the perspective of developing social actions enabling greater adherence of the most impoverished populations.
  • Men’s feelings and emotions in the Covid-19 framing Artigos

    Sousa, Anderson Reis de; Carvalho, Evanilda Souza de Santana; Santana, Thiago da Silva; Sousa, Álvaro Francisco Lopes; Figueiredo, Thiago Fonseca Geanizelle; Escobar, Oscar Javier Vergara; Mota, Tilson Nunes; Pereira, Álvaro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é compreender como os sentimentos e as emoções de homens contribuem para o enquadramento da doença Covid-19 no Brasil. Estudo sócio-histórico, qualitativo, realizado com 200 homens residentes no Brasil, mediante pesquisa online em plataforma digital. Os dados apreendidos foram analisados pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo à luz do referencial de doença epidêmica proposto por Charles Rosemberg. Prevaleceram sentimentos negativos e ansiedade como consequência do conhecimento acerca do crescente número de hospitalizados e mortos pela pandemia veiculada nos noticiários. Para os homens, o otimismo é necessário para encorajar atitudes com responsabilidade e confiar de que a crise será superada. Na sequência os homens apresentam um conjunto de atitudes e comportamentos para o enfrentamento da pandemia. E, a aceitação sinaliza a emergência do quarto ato dramatúrgico do enquadramento da Covid-19. Os sentimentos e as emoções de homens, no presente contexto histórico, atravessam três dos quatro atos de enquadramento da Covid-19 no Brasil.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to understand how men’s feelings and emotions contribute to the Covid-19 framing in Brazil. Method: Asocial-historical, qualitative study, carried out with 200 men resident in Brazil, through online search on digital platform.The grasped data were analyzed by the Collective Subject Discourse method in the light of the reference of epidemic disease proposed by Charles Rosemberg. Results: Negative feelings and anxiety prevailed due to the knowledge about the growing number of hospitalized patients and deaths from the pandemic conveyed in the news. For men, the optimism is necessary to encourage attitudes with responsibility and trust that the crisis will be overcome.Subsequently, men present a set of attitudes and behaviors for coping with the pandemic.Moreover,the acceptance signals the emergence of the fourth dramaturgical act of the Covid-19framing. Conclusion: Men’s feelings and emotions, in this historic context, pervade three of the four acts of the Covid-19 framingin Brazil.
  • COVID-19 in long-term care facilities for the elderly: laboratory screening and disease dissemination prevention strategies Artigos

    Moraes, Edgar Nunes de; Viana, Luciana de Gouvêa; Resende, Letícia Maria Henriques; Vasconcellos, Leonardo de Souza; Moura, Alexandre Sampaio; Menezes, André; Mansano, Nereu Henrique; Rabelo, Rogério

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A pandemia da “novel coronavirus disease” 2019 (COVID-19), infecção causada pelo coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2), tem descortinado uma realidade até então oculta: a vulnerabilidade da população residente em instituições de longa permanência para idosos (ILPI). Diversas publicações científicas têm revelado a concentração de até 60% dos óbitos atribuídos à COVID-19 em tais instituições. A maioria dos residentes em ILPI reúnem os principais fatores de risco para morbimortalidade pela COVID-19, o que torna imprescindível a definição de ações voltadas à prevenção da transmissibilidade do SARS-CoV-2 neste ambiente, além das medidas usuais de distanciamento social e isolamento dos portadores da doença. Propõem-se, no presente artigo, estratégias de rastreamento da infecção em residentes e trabalhadores de ILPI por meio de testes laboratoriais disponíveis no Brasil. A identificação precoce de indivíduos portadores do SARS-CoV-2 com possibilidades de transmissão ativa e continuada do vírus permite a adoção de medidas que interrompam o ciclo de transmissão local da infecção.

    Abstract in English:

    Abstract An infection caused by severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2), the 2019 Novel Coronavirus Disease (COVID-19) pandemic has unveiled a hitherto hidden reality: the vulnerability of the population living in long-term care facilities for the elderly (LTCF). To date, several scientific publications have revealed a concentration of up to 60% of deaths attributed to COVID-19 in such institutions. Most LTFC residents share the primary risk factors currently associated with increased morbimortality due to the COVID-19 infection. It is crucial to define actions to prevent SARS-CoV-2 spread in this environment, besides the usual measures of social distancing and isolation of the carriers of this disease. This paper proposes strategies for the investigation of this infection in LTCF residents and workers using laboratory tests available in Brazil. The early identification of individuals with SARS-CoV-2, who may actively and continuously spread the virus, allows adopting measures aimed at interrupting the local transmission cycle of this infection.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br