• Characterization of the self-perception of oral health in the Brazilian adult population Free Themes

    Bordin, Danielle; Fadel, Cristina Berger; Moimaz, Suzely Adas Saliba; Santos, Celso Bilynkievycz dos; Garbin, Cléa Adas Saliba; Saliba, Nemre Adas

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é realizar uma análise dos fatores que determinam a autopercepção de saúde bucal dos brasileiros sob base metodológica multidimensional. Estudo transversal, com dados provenientes de inquérito em âmbito nacional. Foi realizada entrevista domiciliar com uma amostra de 60.202 adultos. Considerou-se a autopercepção de saúde bucal como variável desfecho e características sociodemográficas, de autocuidado e condição de saúde bucal, de utilização de serviços odontológicos, de condição de saúde geral e de trabalho como variáveis independentes. Empregou-se o teste de redução de dimensionalidade e as variáveis que apresentaram relação passaram pelo teste de regressão logística. A autopercepção negativa de saúde bucal apresentou-se relacionada à dificuldade para se alimentar, avaliação negativa do atendimento recebido durante a última consulta odontológica, autopercepção ruim da condição de saúde geral, não utilização de fio dental, perda dental superior e motivo da última consulta com o cirurgião dentista. A utilização de base metodológica multidimensional foi capaz de (re)desenhar modelos explicativos para a condição percebida de saúde bucal de adultos brasileiros, devendo, os seus resultados serem considerados na implementação, avaliação e qualificação da rede de saúde bucal.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to perform an analysis of the factors that determine the self-perception of oral health of Brazilians, based on a multidimensional methodology basis. This is a cross-sectional study with data from a national survey. A household interview was conducted with a sample of 60,202 adults. Self-perception of oral health was considered the outcome variable and sociodemographic characteristics, self-care and oral health condition, use of dental services, general health and work condition as independent variables. The dimensionality reduction test was used and the variables that showed a relationship were submitted to logistic regression. The negative oral health condition was related to difficulty feeding, negative evaluation of the last dental appointment, negative self-perception of general health condition, not flossing, upper dental loss, and reason for the last dental appointment. The use of a multidimensional methodological basis was able to design explanatory models for the self-perception of oral health of Brazilian adults, and these results should be considered in the implementation, evaluation, and qualification of the oral health network.
  • A Framework for Equity Access to Primary Dental Care Free Themes

    Antunes, Denise Silveira; Naidoo, Sudeshni; Myburgh, Neil; Hilgert, Juliana Balbinot; Fisher, Paul Douglas; Hugo, Fernando Neves

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo do estudo foi demonstrar validade de face com uma nova matriz destinada a maximizar a equidade nos sistemas de agendamento odontológico. O estudo foi realizado em 2014, no qual participaram 11 dentistas com experiência de trabalho na rede básica de saúde da região sul do Brasil, utilizando a técnica de grupo de consenso em três rodadas de discussão. Primeiro, os participantes chegaram ao consenso quanto aos itens que deveriam estar presentes em uma escala de classificação diagnóstica de 5 níveis. Identificaram 21 condições clínicas de saúde bucal e as categorizaram conforme a intervenção necessária. A seguir, os participantes descreveram as cargas de trabalho e os padrões de atividade recomendados para a equipe odontológica realizar promoção da saúde, prevenção de doenças bucais, tratamento odontológico, reabilitação dentária, e atendimento odontológico de urgência. Por último, os dentistas chegaram ao consenso sobre tempos máximos de espera para atendimento odontológico na rede básica, estabelecendo prazos de 2 até 365 dias conforme a classificação diagnóstica atribuída. Este estudo demonstrou o potencial da matriz de alocação de recursos para promover acesso mais equitativo aos serviços odontológicos da rede básica, uma vez que classificações diagnósticas iguais compartilham os mesmos prazos de espera para o atendimento odontológico requerido.

    Abstract in English:

    Abstract The objective of this study was to demonstrate face validity with a novel resource allocation framework designed to maximize equity into dental booking systems. The study was carried out in 2014. Eleven experts in primary dental care practice in Southern Brazil participated, using a three-round consensus group technique. First, the experts reached consensus on the items to be included in a 5-level diagnostic scale. They identified 21 clinical conditions and categorized them according to the oral health intervention required. Then, they described workload and activity standards for dental staff to carry out health promotion, oral disease prevention, dental treatment, dental rehabilitation, and urgent dental care. Finally, they agreed upon a set of wait times for primary dental care, establishing maximum waits from 2 to 365 days, according to the diagnostic classification. The framework demonstrated potential ability to promote more equitable access to primary dental services, since equal diagnostic classifications share the same waiting times for the dental care they require.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br