Ciência & Saúde Coletiva, Volume: 25 Supplement 2, Published: 2020
  • Contributions to address violence against older adults during the Covid-19 pandemic in Brazil Artigo

    Moraes, Claudia Leite de; Marques, Emanuele Souza; Ribeiro, Adalgisa Peixoto; Souza, Edinilsa Ramos de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O distanciamento social tem sido usado pela maioria dos governos estaduais e municipais do Brasil como principal estratégia para a redução da velocidade de transmissão do novo coronavírus (SARS-CoV-2), agente etiológico da COVID-19. Entretanto, esse isolamento social tem tido várias repercussões negativas, dentre elas o aumento da violência intrafamiliar contra crianças, adolescentes e mulheres. Recentemente, a violência contra a pessoa idosa (VCPI) durante a pandemia também vem entrando na pauta das preocupações, embora a discussão sobre as possíveis estratégias de enfrentamento da VCPI durante a COVID-19 ainda seja inexpressiva em todo o mundo. Visando ampliar o debate sobre o tema no Brasil, este artigo pretende oferecer elementos teóricos e evidências de estudos anteriores para uma maior compreensão da situação de vulnerabilidade do idoso às situações de violência, das possíveis motivações para o aumento do número de casos de VCPI durante a COVID-19, bem como sugerir possíveis estratégias para o enfrentamento do problema.

    Abstract in English:

    Abstract Most Brazilian state and municipal governments have used social distancing as the primary strategy for reducing the transmission speed of the new Coronavirus (SARS-CoV-2), which causes COVID-19. However, this social isolation has had several adverse repercussions, including increased intrafamily violence against children, adolescents, and women. Recently, violence against older adults (VAOA) during the pandemic has also been on the agenda of concerns, although discussing possible strategies for coping with VAOA during COVID-19 is still unimpressive worldwide. Aiming to broaden the debate on the theme in Brazil, this paper aims to offer theoretical elements and evidence from previous studies for a greater understanding of the situation of vulnerability of older adults to situations of violence, of the possible motivations for the increased number of cases of VAOA during the COVID-19 pandemic, and possible strategies to address the problem.
  • Where does patient autonomy live, in times of crisis in Portugal? Artigo

    Fontes, Ana Filipa; Barbosa, Rita Ribeiro; Brito, Dinis

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A pandemia de COVID-19 fez-nos questionar práticas diárias até então instituídas, como o simples aperto de mão. Levantou também outras questões, algumas de índole ético-legal. Estarão a ser cumpridos os princípios éticos que devem orientar a prestação de cuidados individualizados? Conseguiremos nós, profissionais de saúde, fornecer instrumentos aos doentes para que possam usufruir plenamente do seu direito de autonomia? A garantia de soluções de segurança necessárias, para diminuir o risco de contágio na prestação de cuidados, salvaguarda o princípio da não maleficiência. Todavia, o risco de contágio é impossível de eliminar na totalidade, existindo um residual associado à utilização das instalações físicas dos serviços de saúde. Mas, não deverá a decisão de assumir esse risco ser alvo do arbítrio livre, informado e esclarecido do doente? A diminuição da atividade assistencial presencial motivou a incorporação de outras ferramentas de comunicação como telefone, correio eletrónico e videochamada. Poderá o paciente realmente decidir sobre a forma como prefere ser consultado, ou estaremos nós a impor o modelo de consulta? Nos últimos meses ocorreram mudanças profundas na forma de trabalho em Saúde, que permanecerão. Não existirão, contudo, princípios éticos da biomedicina, que deverão sempre prevalecer?

    Abstract in English:

    Abstract Coronavirus disease 2019 made us question daily practices, such as the simple handshake. It also raised some ethical and legal issues. Are the ethical principles, that should guide the provision of individualized care, being fulfilled? Will we, as health professionals, be able to provide patients with instruments so that they can fully exercise their autonomy? The guarantee of necessary security solutions, to reduce the risk of contagion in the provision of care, safeguards the principle of non-maleficence. However, the risk of contagion is impossible to completely eliminate, and there is a residual risk associated with the use of physical facilities in healthcare services. But, shouldn’t the decision to take that risk be the subject of the patient’s free and informed will? The incorporation of telemedicine platforms is ideal for managing several challenges posed by COVID-19, such as the decrease in face-to-face health care assistance. Can the patient really decide how he prefers to be consulted, or are we imposing the consultation model? There have been profound changes in healthcare systems. However, one must remember that there are ethical principles of biomedicine, that should always prevail?
  • Depending on the income of older adults and the coronavirus: orphans or newly poor? Artigo

    Camarano, Ana Amélia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste trabalho é mostrar o impacto da morte precoce de idosos, em especial dos que são responsáveis financeiros da família, na renda desta. Considera-se como precoce, porque o óbito ocorre a uma idade onde a expectativa de vida é positiva e diferente de zero. A preocupação surge da constatação de que 74,7% das mortes registradas por Covid-19 até 13/08/2020 ocorreram em Indivíduos com 60 anos ou mais, dos quais 56,4% eram homens. Por exemplo, aos 60 anos um Indivíduo do sexo masculino ainda poderia esperar viver mais 18,1 anos, dadas as condições de saúde vigentes em 2018.

    Abstract in English:

    Abstract The objective of this study is to show the impact of the early death of the elderly, especially those who are financially responsible for families, on the income of other family members. It is considered to be premature, because death occurs at an age where life expectancy is positive and different from zero. The concern arises from the finding that 74.7% of the deaths recorded by Covid-19 until 8/13/2020 occurred in individuals aged 60 years or older, of which 56.4% were men. For example, at age 60 a male individual could still expect to live another 18.1 years, given the health conditions prevailing in 2018.
  • Factors associated with Severe Acute Respiratory Syndrome in a Brazilian central region Artigo

    Araujo, Kamilla Lelis Rodrigues de; Aquino, Érika Carvalho de; Silva, Lara Lívia Santos da; Ternes, Yves Mauro Fernandes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) deve ser notificada e investigada. O objetivo do estudo foi analisar o perfil epidemiológico e fatores associados à internação e óbitos por SRAG notificados em Goiás. Estudo de coorte retrospectiva, com dados das fichas de investigação do Sistema de Informação de Agravos de Notificação Influenza Web. Métodos de análise multivariada foram realizados para verificar a associação entre variáveis de exposição com os desfechos internação em UTI e óbito. Entre 2013 e 2018 foram notificados 4.832 casos de SRAG em Goiás. O principal diagnóstico etiológico foi influenza A (22,3%) com o subtipo A (H1N1pdm09) predominante, seguido pelo Vírus Sincicial Respiratório. 34,6% dos pacientes necessitaram de internação em UTI e 19% evoluíram para o óbito. Maior tempo de início do tratamento com antiviral foi associado à maior chance de internação em UTI, enquanto a não vacinação prévia contra a influenza, maior tempo para início do antiviral e idade mais avançada foram associados à maior chance de óbito. O estudo mostrou uma elevada frequência de doenças respiratórias provocadas pelo vírus Influenza no estado de Goiás e que a gravidade da síndrome, caracterizada pela internação em UTI e óbitos, está associada com o tempo de início do tratamento com o antiviral, o status vacinal e a idade do paciente.

    Abstract in English:

    Abstract Severe Acute Respiratory Infection (SARI) is a notifiable syndrome that must be investigated. This study aimed to analyze the epidemiological profile and factors associated with SARI-related hospitalization and deaths reported in Goiás. Retrospective cohort study, with data from the investigation files of the Notifiable Diseases Information System’s Influenza Web. Multivariate analysis methods were employed to verify the association between exposure variables with the outcomes of ICU admission and death. A total of 4,832 SARI cases were reported in Goiás from 2013 to 2018. The primary etiological diagnosis was Influenza A (22.3%) with the predominant subtype A (H1N1pdm09), followed by the Respiratory Syncytial Virus. A total of 34.6% of the patients required ICU admission, and 19% died. A longer time to start treatment with antivirals was associated with a higher likelihood to have an ICU admission, while a previous non-vaccination against Influenza, longer time to start treatment, and older age were associated with a higher likelihood to suffer death. The study showed a high frequency of respiratory diseases caused by the Influenza virus in Goiás and that the severity of the syndrome, characterized by ICU admission and deaths, is associated with the start of antiviral treatment vaccine status, and patient’s age.
  • COVID-19 in Northeast Brazil: achievements and limitations in the responses of the state governments Artigo

    Kerr, Ligia; Kendall, Carl; Silva, Antônio Augusto Moura da; Aquino, Estela Maria L; Pescarini, Julia M; Almeida, Rosa Lívia Freitas de; Ichihara, Maria Yury; Oliveira, Juliane F; Araújo, Thália Velho Barreto de; Santos, Carlos Teles; Jorge, Daniel Cardoso Pereira; Miranda Filho, Demócrito de Barros; Santana, Guilherme; Gabrielli, Ligia; Albuquerque, Maria de Fatima Pessoa Militão de; Almeida-Filho, Naomar; Silva, Natanael de Jesus; Souza, Rafael; Ximenes, Ricardo Arraes de Alencar; Martelli, Celina Maria Turchi; Brandão Filho, Sinval Pinto; Souza, Wayner Vieira de; Barreto, Maurício Lima

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No Brasil, a pandemia da COVID-19 tem sido severa nos estados das regiões mais pobres, como o Nordeste. A falta de políticas nacionais para controle da pandemia levou as autoridades estaduais e municipais a implementarem medidas de saúde pública. O objetivo deste estudo é mostrar o efeito dessas medidas na epidemia. A maior incidência da COVID-19 entre os nove estados do Nordeste foi registrada em Sergipe, Paraíba e Ceará. O Piauí, a Paraíba e Ceará foram os que mais testaram. Muitos estados apresentavam alta proporção de pessoas em trabalho informal. Estados com aeroportos internacionais tiveram importante papel na entrada e disseminação inicial do vírus, em especial o Ceará. Todos os estados aplicaram medidas de distanciamento social, proibição de eventos públicos e fechamento de unidades de ensino. As respostas foram o aumento significativo de distanciamento social, em especial Ceará e Pernambuco, a queda do número de reprodução (Rt) e a separação da curva dos casos observados da curva dos casos esperados sem as intervenções não medicamentosas em todos os estados. A pobreza, a desigualdade e as altas taxas de trabalho informal fornecem pistas do porquê da intensidade da COVID-19 na região. Por outro lado, as medidas de mitigação tomadas precocemente pelos governantes amenizaram os efeitos da pandemia.

    Abstract in English:

    Abstract The COVID-19 pandemic has been most severe in the poorest regions of Brazil, such as the states of the Northeast Region. The lack of national policies for pandemic control forced state and municipal authorities to implement public health measures. The aim of this study is to show the effect of these measures on the epidemic. The highest incidence of COVID-19 among the nine states in the Northeast was recorded in Sergipe, Paraíba and Ceará. Piauí, Paraíba and Ceará were the states that most tested. Factors associated with transmission included the high proportion of people in informal work. States with international airports played an important role in the entry of the virus and the initial spread, especially Ceará. All states applied social distancing measures, banned public events and closed schools. The response was a significant increase in social distancing, especially in Ceará and Pernambuco, a decline in the reproduction rate (Rt), and a separation of the curve of observed cases versus expected cases if the non-pharmacological interventions had not been implemented in all states. Poverty, inequality, and the high rates of informal work provide clues to the intensity of COVID-19 in the region. On the other hand, the measures taken early by the governments mitigated the effects of the pandemic.
  • Fact or Fake? An analysis of disinformation regarding the Covid-19 pandemic in Brazil Artigo

    Galhardi, Cláudia Pereira; Freire, Neyson Pinheiro; Minayo, Maria Cecília de Souza; Fagundes, Maria Clara Marques

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre as notícias falsas a respeito do novo coronavírus (Sars-CoV-2) mais disseminadas nas redes sociais e mostrar como podem causar prejuízos à saúde pública. Trata-se de um estudo empírico quantitativo, realizado a partir das notificações recebidas pelo aplicativo brasileiro Eu Fiscalizo. Os resultados da pesquisa mostram que o WhatsApp é o principal canal de compartilhamento de fake news, seguido do Instagram e do Facebook. Conclui-se que a disseminação de conteúdos falsos relacionados a Covid-19 contribui para o descrédito da ciência e das instituições globais de saúde. E que a solução para esse problema passa por aumentar o nível de informações adequadas para a sociedade brasileira.

    Abstract in English:

    Abstract This paper aims to present an analysis of the most widespread fake news about the New Coronavirus (Sars-CoV-2) on social networks and how it can harm public health. This is a quantitative empirical study, based on the notifications received by the Eu Fiscalizo Brazilian application. The conclusions show that WhatsApp is the primary channel for sharing fake news, followed by Instagram and Facebook. We can conclude that the dissemination of malicious content related to Covid-19 contributes to the discrediting of science and global health institutions, and the solution to this problem is to increase the level of adequate information for Brazilian society.
  • Community health workers: reflections on the health work process in Covid-19 pandemic times Artigo

    Maciel, Fernanda Beatriz Melo; Santos, Hebert Luan Pereira Campos dos; Carneiro, Raquel Araújo da Silva; Souza, Eliana Amorim de; Prado, Nília Maria de Brito Lima; Teixeira, Carmen Fontes de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste estudo é discutir a reorganização do processo de trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS) em decorrência da pandemia da Covid-19, considerando sua importância enquanto um elo de articulação entre a comunidade e os serviços de saúde. Foi realizada uma revisão de literatura nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Electronic Library Online e Portal Brasileiro de Publicações Científicas em acesso aberto e revisão documental de notas técnicas e normativas das secretarias estaduais de saúde do Brasil. A análise baseou-se nas premissas da Atenção Primária à Saúde e nos eixos do trabalho do ACS, especialmente a competência cultural e a orientação comunitária, buscando discutir as mudanças introduzidas neste trabalho no que diz respeito aos seguintes aspectos: apoio às equipes de saúde, utilização da telessaúde e educação em saúde. Concluiu-se que a pandemia de Covid-19 demandou reorganização do processo de trabalho e dos fluxos assistenciais, e para que o ACS continue desenvolvendo suas atividades deve-se garantir condições dignas de trabalho, capacitação e educação permanente, evidenciando-se inclusive, a preocupação quanto à possível descontinuidade de outros cuidados necessários para garantir a atenção à saúde da população no território.

    Abstract in English:

    Abstract Abstract This study discusses the reorganization of the Community Health Workers (CHWs) work process as a result of the Covid-19 pandemic, considering its importance as a link between the community and the health services in the field of basic care. The literature review comes from the following databases: Virtual Health Library, Scientific Electronic Library Online, and the Brazilian Scientific Publications Portal databases in open access and document review of technical and normative notes from the Municipal Health Secretariats in Brazil. The analysis was based on the premises of Primary Health Care and on the axes of the CHW work, especially cultural competence and community orientation, aiming to discuss the changes introduced in this work regarding the following aspects: 1) health teams support, 2) use of telehealth, and 3) health education. This study concluded that the Covid-19 pandemic demanded reorganization of the work process and assistance flows in the field of basic care. In order for the CHW to continue developing their activities it is necessary to guarantee decent working conditions, training and continuing education, including the concern about the possible discontinuity of other care needed to ensure the population health care in the territory.
  • Necropolitics and the impact of COVID-19 on the Black community in Brazil: a literature review and a document analysis Artigo

    Santos, Hebert Luan Pereira Campos dos; Maciel, Fernanda Beatriz Melo; Santos, Kênia Rocha; Conceição, Cídia Dayara Vieira Silva da; Oliveira, Rian Silva de; Silva, Natiene Ramos Ferreira da; Prado, Nília Maria de Brito Lima

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Com o objetivo de discutir em que medida a inclusão ou não da variável raça/cor nas análises epidemiológicas da pandemia da COVID-19 manifesta-se como mecanismo de efetivação da necropolítica e como produtor de iniquidades (injustas e evitáveis) em saúde foi realizada uma revisão bibliográfica a partir da revisão da literatura científica nas bases de dados Scientific Eletronic Library, PubMed e Biblioteca Virtual de Saúde incluindo 09 artigos e análise documental de 27 boletins epidemiológicos de todos os estados brasileiros e Distrito Federal. Observou-se incipiência de dados relacionados a raça/cor, o que pode revelar a pretensão de invisibilizar quem são os mais atingidos pela epidemia. A negação dos direitos básicos e fundamentais caracteriza a estrutura racista que tem operado a política de enfrentamento da COVID-19 no país.

    Abstract in English:

    Abstract This study discusses to what extent the inclusion, or not, of the race/color variable in epidemiological analysis of the COVID-19 pandemic can work as an external manifestation of necropolitics and as a producer of health inequities. We conducted a literature review on 09 articles, and on Scientific Electronic Library, PubMed and Virtual Health Library databases. We also conducted a documental analysis on 27 epidemiological reports from all the federal states and the Federal District of Brazil. We did not see much information regarding race/color, which can be interpreted as an intentional omission in order to hide those who the epidemics affects the most. The denial of basic and fundamental rights is the element that characterizes the larger racist structure of Brazil’s COVID-19 policies.
  • Severe Acute Respiratory Syndrome in Pernambuco: comparison of patterns before and during the COVID-19 pandemic Artigo

    Silva, Amanda Priscila de Santana Cabral; Maia, Lívia Teixeira de Souza; Souza, Wayner Vieira de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Foi analisado o padrão da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em Pernambuco antes e durante período pandêmico da COVID-19. Estudo ecológico, de janeiro a junho de 2015 a 2019 (período pré-pandemia) e 01 de janeiro a 15 de junho de 2020, período que contempla parte inicial da pandemia. Taxas de detecção por município e Regional de Saúde de residência foram calculadas e, por meio da razão de risco, a dinâmica espacial da SRAG foi estimada. Na pré-pandemia ocorreram 5.617 casos de SRAG, 187 casos/mês e 23,8 casos/100 mil hab. e, na pandemia, 15.100 casos, 2.516 casos/mês e 320,3 casos/100 mil hab., um aumento da detecção mensal em 13 vezes. Foi ampliada (p < 0,001) a ocorrência em idosos (de 7,7% para 48,3%), a coleta de amostras (de 60,9% para 96,5%) e a identificação do agente etiológico causador da SRAG, com predomínio da SRAG por COVID-19 (66,0%). Regiões do interior do estado tiveram razão de detecção de SRAG 20 vezes superior à esperada, sendo o excesso de risco associado a menor IDHM, a condição do município ser sede de Regional de Saúde e a presença de rodovia federal no território municipal. Conhecer a mudança do padrão da ocorrência da SRAG, aliada a análise espacial poderão contribuir para o planejamento de ações a curto e médio prazo nos diferentes níveis de gestão.

    Abstract in English:

    Abstract The aim of this study was to analyze the Severe Acute Respiratory Syndrome (SARS) pattern in Pernambuco before and during a COVID-19 pandemic. Ecological study conducted from January to June, 2015 to 2019 and from January 1 to June 15, 2020. The detection rates by municipality and by Regional Health of residence were calculated. The spatial area of SARS was estimated through the risk ratio. Before the pandemic, there were 5,617 cases of SARS, 187 cases/month and 23.8 cases/100 thousand inhabitants, while during the pandemic there were 15,100 cases, 2,516 cases/month and 320.3 cases/100 thousand inhabitants, which represents a 13-fold increase in detection. The following expanded (p < 0,001): the occurrence in elderly people, the collection of samples and the identification of SARS etiological agent with predominance of SARS by COVID-19. Most municipalities experienced a 20-fold higher detection than expected, suggesting a process of virus spread to the hinterlands. The excess risk associate with lower IDHM, the condition of the municipality being the headquarters of the Regional Health and the presence of a highway in the municipality. The change in the pattern of occurrence of SRAG, combined with Spatial analysis may contribute to action planning at different levels of management.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br