• Impacts of organizational restructuring on the health of ambulance drivers from a university hospital Artigo

    Maciel, Daniele Pimentel; Giannini, Ruri; Sá, Eduardo Costa; Sznelwar, Laerte Idal

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O transporte de pacientes por ambulância é parte dos serviços oferecidos pelo hospital e sua importância está na facilitação da conexão entre os institutos envolvidos no cuidado do paciente. No entanto, quantidade significativa de reclamações a respeito da irritabilidade e agressividade dos motoristas foi registrada após reestruturação organizacional que afetou diretamente este grupo de profissionais. O objetivo deste estudo foi fazer um levantamento das questões de saúde dos motoristas de ambulância deste hospital, a partir da reorganização do trabalho, por meio de uma análise ergonômica do trabalho. Os dados foram obtidos por meio de observação da situação de trabalho e entrevistas com gerentes, líderes e motoristas do setor de transporte do hospital. Os principais resultados foram: 1) o principal indicador de desempenho é o tempo,que desconsidera as imprevisibilidades que ocorrem nos trajetos; 2) o trabalho prescrito dos motoristas só considera a tarefa de dirigir a ambulância, mas o trabalho real engloba o cuidado e atenção às necessidades do paciente e de outros profissionais; 3) com a reestruturação e centralização do setor, os motoristas deixaram de se sentir parte do time de profissionais de saúde e passaram a se sentir como um “serviço compartilhado”.

    Abstract in English:

    Abstract The transport of patients by ambulance is part of the services offered by a Hospital and its importance lies in facilitating the connection between the institutes involved in patient care. However, a significant amount of complaints about irritability and aggressiveness of drivers was registered after a strategic change in the organizational structure that directly affected these professionals. This study aimed to survey the health issues of ambulance drivers at this hospital, from the reorganization of work, through an ergonomic analysis of work. The data were obtained through observation and interviews with managers, leaders, and drivers of the transport sector of the hospital. The main results found were: 1) the key performance measurement is time, which is a measure that does not consider all variabilities that occur during transport, 2) prescribed work of drivers only considers the task of driving an ambulance, while their real work includes taking care and paying attention to the needs of the patient and other professionals, 3) after the restructuring and centralization of the transport sector, drivers stopped feeling as part of the team of health professionals and started to feel like a “shared service”.
  • Factors associated with prehypertension and hypertension among healthcare workers working in high-complexity services Artigo

    Pereira, Sabrina Gonçalves Silva; Silva Junior, Rene Ferreira da; Ribeiro, Claudia Danyella Alves Leão; Barbosa, Henrique Andrade; Torres, Jaqueline D’ Paula Ribeiro Vieira; Silva, Carla Silvana de Oliveira e

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivou-se estimar a prevalência e fatores associados à pré-hipertensão e hipertensão arterial entre trabalhadores de saúde que atuam em setores de alta complexidade para pacientes críticos e crônicos. Foi realizado um estudo epidemiológico, transversal com 490 trabalhadores de saúde da macrorregional do norte de Minas Gerais, Brasil. A variável dependente pressão arterial foi categorizada em normal, pré-hipertensão e hipertensão. Para análise múltipla, foi utilizada a Regressão Logística Multinomial. A prevalência da hipertensão arterial foi de 21,8% e da pré-hipertensão foi de 25,9%. As chances de se desenvolver a hipertensão arterial e a pré hipertensão foram maiores nos profissionais do sexo masculino, com idade ≥40 anos, em trabalhadores com vínculo empregatício concursado e naqueles obesos ou com sobrepeso. O uso de medicamento contínuo e o trabalho no turno noturno estiveram associados à hipertensão e pré-hipertensão, respectivamente. A prevalência de hipertensão arterial no grupo de trabalhadores foi menor do que a da população brasileira. São necessários estudos com trabalhadores desse grupo e investimentos em medidas preventivas e que incentivem a mudança para um estilo de vida saudável.

    Abstract in English:

    Abstract The objective was to estimate the prevalence and factors associated with prehypertension and hypertension among health workers who work in high-complexity services for critically-ill and chronic patients. An epidemiological, cross-sectional study was carried out with 490 health workers in the macroregional region of Northern Minas Gerais, Brazil. The dependent variable blood pressure (BP) was categorized as normal BP, prehypertension and hypertension. Multinomial Logistic Regression was used for the multiple analysis. The prevalence of arterial hypertension was 21.8% and that of prehypertension was 25.9%. The chances of developing arterial hypertension and prehypertension were higher in male professionals, aged ≥40 years, in civil servant workers and those who were obese or overweight. The use of continuous medication and night shift work were associated with hypertension and prehypertension, respectively. The prevalence of arterial hypertension in the group of workers was lower than that of the Brazilian population. It is necessary to carry out studies with workers from this group and investments are required in preventive measures that encourage a change to a healthy lifestyle.
  • Sociodemographic and occupational factors associated with anxiety symptoms in Community Health Agents Artigo

    Barbosa, Mariane Silveira; Freitas, Johne Filipe Oliveira de; Praes Filho, Fábio Antônio; Pinho, Lucinéia de; Brito, Maria Fernanda Santos Figueiredo; Rossi-Barbosa, Luiza Augusta Rosa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os Agentes Comunitários de Saúde possuem papel fundamental para o atendimento à população. Devido à complexidade de funções e situações que são expostos podem apresentar problemas emocionais. O objetivo deste artigo foi verificar a prevalência dos sintomas de ansiedade e a associação com os fatores sociodemográficos e ocupacionais entre agentes comunitários de saúde. Estudo transversal, populacional, no qual utilizou-se o Inventário de Ansiedade Traço Estado (IDATE- Traço e IDATE-Estado) e um questionário sobre as condições sociodemográficas e ocupacionais. Realizou-se análises descritivas e de regressão múltipla de Poisson com variância robusta, considerando um nível de significância de 5% (p<0,05) para o modelo final. Foram avaliados 673 agentes comunitários de saúde, a prevalência dos sintomas de ansiedade no IDATE-estado foi de 47,4% e no IDATE-traço, 42,4%. O tempo de trabalho acima de cinco anos esteve associado ao IDATE-estado (p<0,001) e ao IDATE-traço (p=0,018), o sexo feminino ficou associado ao IDATE-traço (p=0,011). Verificou-se alta prevalência de sintomas de ansiedade entre os agentes comunitários da saúde. Há necessidade de estratégias que visem a promoção, proteção, monitoramento da saúde mental desses trabalhadores, reduzindo os transtornos de ansiedade.

    Abstract in English:

    Abstract Community Health Agents (CHAs) play a crucial role in assisting the population. Due to the complexity of functions and situations to which they are exposed, they can present with emotional problems. The aim of this article was to verify the prevalence of anxiety symptoms and the association with sociodemographic and occupational factors in community health agents. It is a cross-sectional and populational study that used a questionnaire to collect data on the sociodemographic, economic and occupational conditions and the State Trait Anxiety Inventory (STAI). Descriptive analyses and multiple Poisson regression were performed with robust variation, considering a 5% significance level (p <0.05) for the final model. A total of 673 community health agents were evaluated. The prevalence of anxiety symptoms in the STAI-State was 47.4% and in the STAI-trait, 42.4%. The time working as a CHA longer than five years was associated with the STAI-state (p<0.001) and the STAI-trait (p=0.018), where as the female gender was associated with the STAI-trait (p=0.011). A high prevalence of anxiety symptoms in community health agents was verified. Health promotion strategies aimed at improving and monitoring the mental health of these workers by reducing anxiety disorders is required.
  • Madness and work: comprehensiveness and network care in the SUS Artigo

    Garbin, Andréia De Conto; Chioro, Arthur; Pintor, Eliana Aparecida da Silva; Marques, Margarete dos Santos; Branco, Maria Amélia Cunha; Capozzolo, Angela Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo aborda uma experiência de gestão local do Sistema Único de Saúde (SUS) que logrou implementar o cuidado em rede e tomou o trabalho como um determinante de saúde transversal, por meio da ação integrada entre atores dispostos na atenção básica e nas Redes de Atenção Psicossocial e de Saúde do Trabalhador. Fez-se o acompanhamento de um trabalhador de uma indústria automotiva, cuja atividade laboral o levou a desenvolver um processo de adoecimento por inalação de substâncias químicas. O referencial teórico e o método de análise sustentam-se no reconhecimento do usuário-guia como estratégia de investigação. A biografia do usuário-guia revelou um sofrimento apartado da vida concreta do homem trabalhador. Os aspectos orgânicos deflagradores de um transtorno mental foram banalizados ou negligenciados, em vários serviços, na compreensão do processo de adoecimento que teve origem no seu trabalho. Consoante aos estudos atuais em Saúde Mental relacionada ao Trabalho, os resultados ratificam a necessidade de uma clínica contextualizada do trabalho, da integração entre os serviços e das intervenções intersetoriais, de acordo com as diretrizes do SUS e as políticas públicas de Saúde Mental e de Saúde do Trabalhador.

    Abstract in English:

    Abstract This paper addresses a local the Unified Health System (SUS) management experience that managed to implement networked care and took work as a determinant of cross-sectional health through the integrated action between actors in PHC and the Psychosocial Care and Occupational Health Networks. We monitored one automotive industry worker, whose work activity led him to illness due to inhalation of chemical substances. The theoretical framework and the analysis method are based on the recognition of the user-guide as an investigation strategy. The user-guide biography uncovered distress from the concrete life of the working man. The organic aspects that trigger a mental disorder have been trivialized or neglected in various services, in the understanding of the illness process that originated in their work. According to current work-related mental health studies, the results confirm the need for a contextualized work clinic, integration between services, intersectoral interventions per SUS guidelines, and public Mental Health and Occupational Health policies.
  • Analysis of the causes of pesticide poisoning underreporting in the healthcare network in a municipality in Southern Brazil Artigo

    Tosetto, Eleonora Escobar; Andrioli, Antônio Inácio; Christoffoli, Pedro Ivan

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O uso intensivo de agrotóxicos na agricultura está associado a externalidades negativas, que afetam o meio ambiente e a saúde pública. Sabe-se que o número de registros é menor que os de intoxicações por pesticidas, ocorrendo subnotificações. Com o objetivo de compreender esse evento, analisou-se os dados de dois sistemas de informação de notificações e agravos à saúde e realizou-se estudo de caso com profissionais da 5ª Regional de Saúde e da rede de saúde de um município do Paraná. Confirmou-se que ocorrem as subnotificações nos sistemas de informações, a inconsistência de dados e a falta de comunicação entre eles, dificultando a compreensão da realidade das intoxicações. No estudo de caso identificou-se a ocorrência de subnotificação prévia: quando muitos trabalhadores não procuram os sistemas de saúde; as capacitações dos profissionais são insuficientes e neutralizadas pela grande rotatividade, especialmente de médicos; o diagnóstico, a conduta e o tratamento das intoxicações por agrotóxicos não fazem parte do currículo de muitos dos cursos da área de saúde; e a capacidade dos serviços de saúde de muitos municípios está aquém da demanda, ocasionando sobrecarga de trabalho aos profissionais e a consequente subnotificação.

    Abstract in English:

    Abstract The intensive use of pesticides in agriculture is associated with several negative externalities, which affect both the environment and public health. It is known that the number of records is lower than that of pesticide poisonings, and that underreporting occurs. Aiming to understand this underreporting, we analyzed the data from two information systems for notifications and health injuries and a case study was carried out with professionals from the 5th Regional Health Center and the health network of a municipality in the state of Paraná. It was concluded that underreporting occurs in the information systems, confirming the inconsistency of data and the lack of communication between them, making it difficult to understand the reality of poisonings. In the case study, the occurrence of prior underreporting was identified: when many workers do not seek health systems; the training of professionals is insufficient and neutralized by high turnover, especially among physicians; the diagnosis, conduct and treatment of pesticide poisoning are not part of the curriculum of many courses in the health area; the capacity of health services in many municipalities falls short of the demand, causing work overload to the professionals and the consequent underreporting.
  • Popular health surveillance in traditional fishing communities and the ecology of knowledges in the fight against COVID-19 Artigo

    Trindade, Ana Angélica Martins da; Pena, Paulo Gilvane Lopes; Lima, Mônica Angelim Gomes de; Freitas, Maria do Carmo Soares de; Araújo, Kênya Lima de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Diante da emergência em saúde pública de importância internacional provocada pela COVID-19, trabalhadores da pesca artesanal, em diálogo com lideranças e acadêmicos brasileiros criaram, em março de 2020, um Observatório sobre os impactos dessa pandemia em comunidades pesqueiras. O objetivo deste artigo é analisar a experiência de vigilância popular da saúde de pescadores e pescadoras através de boletins diários produzidos no Observatório. Trata-se de um processo de monitoramento que possibilitou ampliar o reconhecimento da diversidade de modos de vida das populações vulneráveis que entrelaça saúde, ambiente e trabalho. O estudo utilizou metodologia qualitativa, horizontal e emancipatória e buscou aproximações à prática da ecologia dos saberes, tendo como resultados: construção compartilhada de informações e conhecimentos com base em experiências sociais heterogêneas; prática da ouvidoria coletiva com a valorização de saberes construídos nas lutas sociais; avaliação conjunta de iniquidades em saúde pública, conflitos territoriais e racismo ambiental, estrutural e institucional; orientação das lideranças sociais e captação de recursos através de editais públicos. Revela-se, assim, dinamicidade e horizontalidade de aprendizados com base na solidariedade e emancipação social a partir do interconhecimento.

    Abstract in English:

    Abstract Considering the public health emergency of international importance caused by COVID-19, artisanal fishing workers, engaging in a dialogue with Brazilian leaders and scholars, created an Observatory on the impacts of this pandemic on fishing communities in March 2020. The purpose of this article is to analyze the experience of popular surveillance of fishermen and fisherwomen’s health through daily reports produced at the Observatory. It is a monitoring process that allowed broadening the recognition of the diversity of vulnerable populations’ ways of life that intertwine health, environment and work. The study used a qualitative, horizontal and emancipatory methodology and sought approaches to the practice of the ecology of knowledges, with the following results: shared construction of information and knowledges based on heterogeneous social experiences; practice of collective ombudsman with the appreciation of knowledges built in social struggles); joint assessment of public health inequities, territorial conflicts, and environmental, structural, and institutional racism; guidance of social leaders and fundraising through public notices. Thus, the dynamics and horizontality of learning based on solidarity and social emancipation from inter-knowledge are revealed.
  • Asymmetric “partners”: work and health of app drivers in Rio de Janeiro, Brazil Artigo

    Masson, Letícia Pessoa; Alvarez, Denise; Oliveira, Simone; Teixeira, Márcia; Leal, Samara; Salomão, Gabriela Siqueira; Amaral, Sarah de Paulo do; Christo, Cirlene de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo é fruto de resultados preliminares de uma pesquisa em andamento com motoristas por aplicativo e tem por objetivo discutir sobre como tem se dado o jogo de forças nas relações que se estabelecem entre as empresas, os trabalhadores, os órgãos reguladores e a sociedade. O estudo exploratório, com abordagem qualitativa, utilizou análise documental, questionário e entrevistas semiestruturadas com motoristas ligados a associações do Rio de Janeiro/RJ. Tendo como base o referencial teórico-metodológico da Ergologia, e a partir dos espaços micro e macroscópico da vida social, a análise se deu em uma perspectiva tripolar, abarcando os polos referentes à atividade humana, ao mercado e à política. Os resultados apresentam normas antecedentes que vêm sendo construídas sobre este trabalho na relação com as empresas, com os passageiros e entre os próprios motoristas, além de questões trazidas a partir da pandemia de COVID-19. Conclui-se ser necessário não contrapor a evolução tecnológica à conquista de direitos e da saúde dos trabalhadores, sendo imperativo lembrar que nenhuma ação que vise garantir a conciliação entre saúde, trabalho e direitos conseguirá avançar sem contar com uma dinâmica frutífera, e tendencialmente equilibrada, entre os três polos mencionados.

    Abstract in English:

    Abstract This paper is the product of an ongoing research’s preliminary results with app drivers and aims to discuss how the game of forces has occurred in the relationships established between companies, workers, regulatory bodies, and society. This exploratory qualitative study employed document analysis, a questionnaire, and semi-structured interviews with drivers linked to associations in Rio de Janeiro (RJ), Brazil. The analysis was conducted from a tripolar perspective based on the theoretical-methodological framework of Ergology and social life’s micro and macroscopic spaces, encompassing the poles referring to human activity, the market, and politics. The results show a background of norms built on this work about the relationship with companies, passengers, and the drivers themselves, besides issues raised from the COVID-19 pandemic. We can conclude that it is necessary not to counteract technological evolution to achieve workers’ rights and health. We should recall that no action aimed at ensuring the reconciliation of health, work, and rights will advance without relying on a fruitful and balanced trend between the three poles mentioned.
  • Oil spill on the Brazilian coast: (in)visibility of knowledges and disregard for the life of shellfisherwomen Artigo

    Silva, Luiz Rons Caúla da; Pessoa, Vanira Matos; Carneiro, Fernando Ferreira; Andrade, Naila Saskia Melo; Meireles, Antônio Jeovah de Andrade

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Em 2019 um derramamento de petróleo de origem desconhecida afetou várias localidades do litoral brasileiro. Nessa pesquisa, objetivou-se apreender as percepções das marisqueiras do estuário do Rio Jaguaribe, Ceará, acerca da exposição ao petróleo e suas consequências. Utilizou-se o grupo focal como técnica para a coleta de dados e o software Iramuteq para o processamento e análise do material. Os resultados apontaram para a criação de duas categorias analíticas: implicações sociais, econômicas, produtivas e de consumo de alimentos das famílias marisqueiras; e os saberes, a participação e a vigilância no contexto de (in)visibilização da exposição ao petróleo. Percebeu-se que as marisqueiras e suas famílias são uma população muito exposta aos impactos negativos causados pelo derramamento de petróleo por se apresentarem significativos sob as perspectivas socioeconômicas, ambientais, produtivas e de saúde. Chama-se a atenção para as políticas de saúde e assistência social para as trabalhadoras, consequências na segurança alimentar, hídrica e nutricional das famílias e sobre o reconhecimento de seus saberes e práticas, construídos dentro de um modo de vida tradicional que produz e reproduz a existência numa estreita relação sociedade/natureza.

    Abstract in English:

    Abstract In 2019, an oil spill of yet unknown origin affected several locations on the Brazilian coast. The purpose of this research was to capture the perceptions of women shellfish gatherers in the Jaguaribe River estuary, Ceará, about exposure to oil and its consequences. The focal group technique was used for data collection and the Iramuteq software for the processing and analysis of the material. The results indicated the creation of two analytical categories: Social, economic, food production and consumption implications of shellfish gatherer families; and the knowledges, the participation and the surveillance in the context of (in)visibility of exposure to oil. It was observed that shellfisherwomen and their families constitute a population that is very exposed to the negative impacts caused by the oil spill, as they are significant from the socioeconomic, environmental, food production, consumption and health perspectives. Attention is drawn to health and social assistance policies for these fisherwomen/shellfish gatherers, with consequences on the food, water and nutrition security of families and the recognition of their knowledges and practices, constructed within a traditional way of life that produces and reproduces the existence in a close society/nature relationship.
  • People living with HTLV: meanings of the illness, experience of illness and its relationship with work Artigo

    Teixeira, Maria Clara Leal; Hennington, Élida Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Estima-se uma prevalência de 2,5 milhões de pessoas infectadas pelo vírus linfotrópico de células T humanas (HTLV) no Brasil, atingindo sobretudo populações negras e de baixo nível socioeconômico. O artigo apresenta parte dos resultados de pesquisa que objetivou compreender a experiência do adoecimento de pessoas vivendo com HTLV, os modos de andar a vida e as relações com o trabalho. Foram realizadas 31 entrevistas semiestruturadas com usuários de instituto de pesquisa em doenças infecciosas. A análise do discurso utilizou referenciais das Ciências Sociais e as narrativas orais constituíram o corpus analisado com o uso do software Sketch Engine. As manifestações do HTLV trazem prejuízo funcional e influenciam nos modos de andar a vida, repercutindo no trabalho formal, informal e doméstico. As narrativas evidenciaram queixas relativas a sintomas físicos e outros problemas de saúde além de preconceito, falta de apoio familiar e expressivas repercussões no trabalho. As condições materiais, simbólicas e subjetivas dos trabalhadores causadas pela perda progressiva da capacidade física e a aposentadoria precoce afetam não somente a esfera física, assim como a psíquica e social.

    Abstract in English:

    Abstract It is estimated that 2.5 million people are infected with the human T-cell lymphotropic virus (HTLV) in Brazil, mainly among afro-descendant populations with low socioeconomic status. The article presents results of the research that aimed to understand the illness experience of people living with HTLV, the ways of going about life and the relationships with work. Thirty-one semi-structured interviews were conducted with frequenters of an infectious diseases research institute. The oral narratives constituted the corpus that was analyzed using Sketch Engine software. Discourse analysis used references from Social Sciences, with emphasis on the health-work relationship. The manifestations of HTLV cause functional impairment and affect living standards, with repercussions on formal, informal, and domestic work. The narratives revealed complaints of physical symptoms and other health-related problems, in addition to prejudice, lack of family support and significant repercussions on work, namely issues aggravated by the absence of public policies aimed at people living with HTLV. The material, symbolic and subjective conditions caused by the progressive loss of physical capacity and early retirement affect not only the physical sphere, but also the psychic and social areas.
  • Professional practices in occupational health in Primary Care: challenges for the implementation of public policies Artigo

    Silva, Deiviane Pereira da; Freitas, Ronilson Ferreira; Souza, Lucas Faustino de; Teixeira, Nadine Antunes; Dias, Elizabeth Costa; Rocha, Josiane Santos Brant

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Foram analisadas as ações de Saúde do Trabalhador desenvolvidas pelas equipes da Atenção Primária em município de médio porte em estudo transversal analítico. Utilizou-se questionário contendo 35 questões, distribuídas em quatro blocos, respondidas por 289 profissionais de saúde. Os resultados foram analisados segundo a distribuição das frequências absolutas e relativas com o teste de qui-quadrado, ao nível de significância de 0,05. Os resultados demonstraram que são reconhecidas as atividades produtivas desenvolvidas no território assim como o perfil epidemiológico da população trabalhadora residente em sua área de abrangência, entretanto, não foram identificadas intervenções orientadas por esse diagnóstico. Observou-se que, entre os profissionais, o médico identifica com mais frequência o perfil epidemiológico dos trabalhadores e o enfermeiro destaca-se na vigilância dos agravos e no apoio técnico-pedagógico para o desenvolvimento de ações de Saúde do Trabalhador. Com base nos achados, observou-se que as equipes têm dificuldade para incorporar as ações de Saúde do Trabalhador no planejamento das atividades cotidianas de sua práxis, sugerindo a necessidade de qualificação profissional e suporte técnico pedagógico e institucional pelas instâncias especializadas.

    Abstract in English:

    Abstract The actions in Occupational Health developed by Primary Health Care teams in a medium-sized municipality were assessed in a cross-sectional analytical study. A questionnaire consisting of 35 questions, divided up into four sections and answered by 289 health professionals, was used. The results were analyzed according to the distribution of absolute and relative frequencies using the chi-square test with a significance level of 0.05. The results revealed that activities developed in the area, as well as the epidemiological profile of the working population living in the area of coverage, are acknowledged as being productive, however interventions based on this diagnosis were not identified. It was observed that, among the professionals, more frequently it is the physician who identifies the epidemiological profile of the workers, while the nurse takes the lead role in the surveillance of diseases and in the technical-pedagogical support for the development of actions in Occupational Health. Based on the findings, it was observed that teams find it difficult to incorporate actions in Occupational Health in the planning of daily activities in their praxis, suggesting the need for professional qualification and pedagogical and institutional technical support from the specialized units.
  • Civil Construction workers’ struggles at COMPERJ: issues for union action and occupational health Artigo

    Almeida, Hugo Pinto de; Souza, Kátia Reis de; Pina, José Augusto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro é uma das maiores obras da construção civil pesada no Brasil. Em 2014, foi realizada uma grande greve por melhorias nas condições de trabalho que expôs diferentes perspectivas acerca da representação dos trabalhadores e por motivo sindical. Este estudo analisa os sentidos postos pelos modos de ação operária e sindical em suas implicações à defesa coletiva da saúde nesta experiência grevista. Realizou-se uma pesquisa social de caráter qualitativo, lançando mão de técnicas de investigação como observação participante, levantamento documental e entrevistas com trabalhadores e dirigentes sindicais. Nos resultados, produziu-se uma breve reconstrução dessas lutas sob a perspectiva dos trabalhadores analisando as pautas de greve e a organização, mobilizações e tensões presentes entre trabalhadores de base e o sindicato da categoria. Ressaltou-se a formação de uma Comissão de Base, por decisão dos próprios operários, na tentativa de atuar de maneira autônoma ao sindicato oficial. Constatou-se diferentes respostas do Estado, empresas e sindicato representativo como forma de desarticular a luta dos trabalhadores. Ao fim, verificou-se luta para melhoria das condições de trabalho e defesa coletiva da saúde, por parte das organizações de trabalhadores nos locais de trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract The Rio de Janeiro Petrochemical Complex is one of the most significant heavy civil construction projects in Brazil. In 2014, we witnessed a significant strike for improved working conditions, which exposed different perspectives on workers and union representation. This study analyzes the meanings exposed by worker and union action in their implications for the collective defense of health in this strike experience. Qualitative social research employed investigation techniques such as participant observation, documentary survey, and interviews with workers and union leaders. The results produced a brief reconstruction of these struggles from the workers’ perspective, analyzing the strike agendas such as the organization, mobilizations, and tensions between base workers and the union representing the category. Noteworthy was establishing a Base Commission decided by the very workers to act independently from the official union. We observed different responses from the State, companies, and the representative union to stifle the workers’ struggle. Finally, we identified a struggle for improved working conditions and the collective defense of health by workers’ organizations in the workplace.
  • Eradicating slave labour by 2030: the challenge of worker health surveillance Artigo

    Leão, Luís Henrique da Costa; Siebert, Penelope; Trautrims, Alexander; Zanin, Valter; Bales, Kevin

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A erradicação das formas contemporâneas de escravidão é uma relevante questão científica, social e institucional. De fato, esforços globais têm sido feitos para compreender, mapear e eliminar a escravidão contemporânea, como um dos objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas até 2030. Entretanto, pouca atenção tem sido dada para o lugar da vigilância em saúde do trabalhador (VISAT) nas estratégias e lutas pela erradicação dessas relações de exploração. Para suprir essa lacuna, este artigo discute o trabalho escravo contemporâneo (TEC) e suas especificidades no Brasil, na perspectiva da VISAT. Inicialmente, destacamos as relações entre trabalho escravo, saúde do/a trabalhador/a e a vigilância em saúde e, em seguida, apresentamos três desafios da vigilância para o enfretamento do TEC: o desafio de caracterizar setores econômicos, regiões e populações afetadas; o de identificar determinantes, riscos e efeitos à saúde; e o de fortalecer práticas e serviços de saúde do trabalhador para desencadear ações de formação, informação e intervenção em regiões de maior presença de TEC. Conclui-se que a vigilância em saúde do trabalhador pode trazer contribuições significativas para emancipação de trabalhadores em contextos de trabalho escravo.

    Abstract in English:

    Abstract Eradicating modern slavery is a relevant scientific, social, and institutional challenge issue. Indeed, efforts are being made globally to understand, map, and eradicate contemporary slavery as a target of the United Nations Sustainable Development Goals by 2030. However, little attention has been given to the Occupational Health Surveillance (VISAT) in the strategies and struggle against exploiting relationships. In order to fill this gap, the paper discusses contemporary slave labor (CSL) and its specificities in Brazil from an occupational health surveillance perspective. We initially highlight the link between CSL, occupational health, and occupational health surveillance (VISAT). We then present three VISAT challenges to addressing CSL: the challenging task of characterizing economic sectors and populations most affected; identifying determinants, risks, and effects on health; and strengthening occupational health practices and services to trigger specific actions regarding formation, information, and intervention in regions of high CSL prevalence. We conclude that Occupational Health Surveillance can play an essential role in the emancipation of workers engaged in slavery relationships.
  • Work-related violences and associated variables in oncology nursing professionals Artigo

    Santos, Juliano dos; Meira, Karina Cardoso; Coelho, Juliana Chaves; Dantas, Eder Samuel Oliveira; Oliveira, Lannuzya Verríssimo e; Oliveira, Jonas Sâmi Albuquerque de; Almeida, Sheyla Gomes Pereira de; Pierin, Angela Maria Geraldo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A violência ocupacional é um agravo ao qual os profissionais de saúde estão cotidianamente expostos. O objetivo deste artigo é identificar a prevalência de violência no trabalho (verbal/física) e as variáveis relacionadas em profissionais de enfermagem atuantes em oncologia. Estudo transversal, em que a agressão física ou verbal foi avaliada por meio do autorrelato. Analisou-se a relação entre as variáveis sociodemográficas, psicoemocionais e relacionadas ao trabalho violência (verbal/física) por meio dos testes Qui-Quadrado, exato de Fisher, Test T Student e Mann-Whitney. A amostra do estudo foi composta por 231 profissionais de enfermagem. A prevalência de agressão física ou verbal referida no último ano foi de 61,5%. Maior prevalência de agressão foi evidenciada nos profissionais que afirmaram apresentar-se cansados ao final do plantão e com concentração diminuída durante este turno. Destaca-se que os trabalhadores que sofreram violência apresentaram Burnout em alto nível em todas as subescalas, maior escore médio na escala de estresse no trabalho e pior qualidade do sono. Os achados do presente estudo apontam para necessidade de medidas institucionais para prevenção e controle da violência ocupacional.

    Abstract in English:

    Abstract Occupational violence is a problem that health professionals are exposed to daily. This cross-sectional study aimed at identifying the prevalence of violence at work (verbal/physical) and the variables related to it in nursing professionals working in oncology. Physical or verbal aggression was assessed through self-report. The relationship between sociodemographic, psycho-emotional and work-related violence (verbal/physical) variables was analyzed using the Chi-Square, Fisher’s Exact, Student T and Mann-Whitney tests. The study sample consisted of 231 nursing professionals. The prevalence of physical or verbal aggression reported in the last year was 61.5%. A higher prevalence of aggression was evidenced in professionals who stated that they were tired at the end of the shift and presented reduced concentration during the shift. It is noteworthy that workers who suffered violence presented high levels of burnout in all subscales, a higher Mean score on the work stress scale and a lower Mean with regards to sleep quality. The findings of this study point to the need for institutional measures to prevent and control occupational violence.
  • Risk rates of workplace accidents in Brazil: effect of the Accidental Prevention Factor (APF)? Artigo

    Wernke, Amanda da Rosa; Teixeira, Manuella Caroline Luchtenberg; Kock, Beatriz de Oliveira; Sousa, Olga Luiza Oliveira; Melo, Ana Carolina Macedo Carvalho de; Sakae, Thiago Mamoru; Magajewski, Flávio Ricardo Liberali

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A ocorrência de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho são expressões concretas da exposição dos trabalhadores aos riscos presentes no ambiente laboral. Historicamente o conflito de interesses entre empregadores e trabalhadores obrigou o Estado a assumir a função de regulação desta relação, instituindo leis e fiscalizando a aplicação das normas de saúde e segurança no trabalho. O Fator Acidentário de Prevenção (FAP) é uma dessas estratégias. O objetivo deste artigo é analisar a correlação entre as taxas de risco de acidentes de trabalho no Brasil antes (2006-2009) e depois (2010-2016) da vigência do FAP. Estudo ecológico com análise temporal de séries de taxas de acidentes de trabalho registrados nas bases de dados da Previdência Social no período 2006 e 2016. A análise incluiu o cálculo das taxas de risco de acidentes segundo grandes regiões brasileiras, divisões do CNAE, motivo/situação, capítulos do CID-10, sexo e idade. A comparação entre os resultados dos dois períodos foi realizada utilizando-se as taxas de risco médias com a aplicação do teste t de Student e da correlação de Spearman. Basicamente todas as séries de taxas analisadas obtiveram forte tendência de redução no período de vigência do FAP, ao contrário do que ocorreu no período imediatamente anterior.

    Abstract in English:

    Abstract Historically, the conflict of interests between employers and workers obliged the State to assume the role of regulating this relationship, instituting laws and overseeing the application of health and safety standards at work. The Accident Prevention Factor (FAP) is one of these guidelines. This article aims to analyze the correlations between the FAP and the risk rate for occupational accidents in Brazil in the period between 2006 and 2016. Ecological study, which analyzed the occupational accidents, registered in the Brazilian Social Security database in the period between 2006 and 2016. The analysis included the calculation of accident risk rates according to the Brazilian regions, divisions of the CNAE, reason/situation, ICD-10 chapters, sex and age. The comparison between results from the two periods was performed using the average risk rates from the two periods using Student t test, Spearman correlation and beta value. Basically, all rate series analyzed had a strong downward trend in the FAP period, contrary to what occurred in the immediately previous period.
  • Work organization and mental health of workers dealing with organ and tissue donation for transplants Artigo

    Bernardes, Ana Rita Barreto; Menezes, Lucianne Sant’Anna de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste artigo apresentamos os principais resultados de um estudo desenvolvido em um Programa de Pós-Graduação, entre 2016 e 2018, com todos os trabalhadores da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, de um Hospital Público Terciário, em que a proposta geral foi analisar a organização e o processo de trabalho desta equipe, procurando investigar se havia desgaste mental nos trabalhadores envolvidos. Trata-se de uma pesquisa exploratória de base qualitativa no campo Saúde do Trabalhador, com foco na Saúde Mental Relacionada ao Trabalho, em que o material selecionado para o estudo, obtido por meio de levantamento bibliográfico, observação-participante, questionário social e entrevista individual semidirigida, foi submetido à análise de conteúdo temática e remetido à categoria teórica de desgaste mental. A análise da organização e do processo de trabalho demonstrou que os trabalhadores estão submetidos a riscos de acidentes, biomecânicos, biológicos e para saúde mental, quadro que caracteriza o processo de desgaste destes trabalhadores, em particular, o desgaste mental, podendo levá-los a perda da saúde. Apesar disso, os trabalhadores estão afetivamente ligados ao trabalho, que pode ser fonte de sublimação, propiciando prazer e satisfação.

    Abstract in English:

    Abstract This paper presents the main results of a study developed in a Graduate Program from 2016 to 2018 with all workers from the Intra-Hospital Commission for Donating Organs and Tissues for Transplants of a Public Tertiary Hospital, in which the general proposal was to analyze the organization and the work process of this team, investigating mental strain in the workers involved. This qualitative exploratory research in Occupational Health focused on Work-Related Mental Health. The material selected for the study was retrieved by bibliographic survey, participant observation, social questionnaire, and semi-directed individual interview. It was subjected to thematic content analysis and referred to the theoretical category of mental strain. The organization and work process analysis evidenced that workers are subject to biomechanical, biological, and mental health accident risks. This condition characterizes the wear process of these workers, in particular the mental strain, which can lead to health loss. Nevertheless, workers are emotionally connected to work, which can be a source of sublimation, providing pleasure and satisfaction.
  • The work of professors, gender inequalities, and health at public universities Artigo

    Souza, Katia Reis de; Simões-Barbosa, Regina Helena; Rodrigues, Andréa Maria dos Santos; Felix, Eliana Guimarães; Gomes, Luciana; Santos, Maria Blandina Marques dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo do presente estudo foi problematizar aspectos do trabalho docente do ensino superior em relação a gênero, políticas de avaliação e saúde. Para tal, realizou-se uma pesquisa social de caráter qualitativo sob a vertente dos estudos participativos e do enfoque do feminismo materialista. A análise do material foi efetuada por meio da análise de conteúdo, na modalidade temática, e identificados quatro temas principais: conflitos entre trabalho docente e trabalho doméstico; trabalho docente, maternidade e culpa; políticas de avaliação do trabalho docente e relações de gênero; divisão sexual do trabalho e docência. Percebeu-se o quanto as demandas da esfera produtiva têm extrapolado o tempo da jornada de trabalho para a esfera reprodutiva e a vida privada das professoras, comprometendo a luta e a defesa pela saúde que podem levar a processos de sofrimento e adoecimento. O tema da divisão sexual do trabalho em universidades públicas desponta como importante questão que evidencia sobrecarga de trabalho e mal estar psíquico, especialmente em um momento em que o trabalho docente se torna crescentemente competitivo. Concluiu-se pela imperativa necessidade de investimentos em políticas públicas que garantam igualdade de gênero no trabalho do ensino superior.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to problematize aspects of the work of professors in relation to gender, assessment policies, and health. For this purpose, a qualitative social investigation was conducted within the aspect of participatory studies and the views of materialist feminism. An analysis of the material was carried out through content analysis, according to the topic, using four main themes: conflicts between professors’ work and domestic work; professors’ work, motherhood, and guilt; policies for the assessment of professors and gender relations; and the sexual division of labor and teaching. It was possible to perceive just how much the demands of the productive sphere have gone beyond the time of the workday and into the reproductive sphere and the private life of professors, compromising the struggle for health and leading to processes of suffering and illness. The theme of the sexual division of labor in public universities appears to be an important issue that highlights work overload and psychological illness, especially at a time when the teaching profession is becoming increasingly competitive. In conclusion, we believe that there is an imperative need for investments in public policies that can guarantee gender equality in higher education.
  • Health Evaluation and Worker’s Health: the definition of the length of medical leave in focus Artigo

    Pizzinga, Vivian Heringer; Zorzanelli, Rafaela Teixeira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No intuito de analisar temas que ligam as questões dos processos de saúde-doença-trabalho às práticas periciais no serviço público federal e seu diálogo com a Saúde do Trabalhador, este artigo se debruça sobre o tema da definição do tempo para tratamento da própria saúde, na esfera do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor Público (SIASS). Para isso, examinaram-se os parâmetros de afastamento fornecidos pelo Manual de Perícia Oficial e as falas sobre esse tópico por parte dos entrevistados. A importância conferida ao tema se deve ao fato de estar associado ao tempo de recuperação do trabalhador, o que implica menos dias destinados à produtividade. Entrevistaram-se 32 profissionais de 5 instituições de ensino, enfatizando-se, neste artigo, as categorias analíticas que conduziram aos pontos explorados: dias de afastamento, Manual de Perícia e divergências entre profissionais da perícia e médicos assistentes. Os resultados indicam a utilidade de revisar o Manual com base na Saúde do Trabalhador, identificando contradições; a necessidade de construção de uma perícia efetivamente interdisciplinar; e que a queixa dos periciados possa ser manejada da perspectiva do cuidado ao trabalhador, e não apenas com referência no controle e na vigilância.

    Abstract in English:

    Abstract For the purpose of analyzing topics linking the health-disease-work process to medical evaluation practices under the scope of the federal public service and their interaction with Worker’s Health, this article investigates the issue of determining the duration of the sick leave period that a worker is granted for caring for their own health, within the Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (SIASS). To that end, the parameters for granting time off work, as provided by the Manual de Perícia Oficial, and the speeches on this topic by the interviewees were analyzed. The importance given to the topic ‘days off work’ arises from the fact that it is related to the time it takes the worker to recover, which implies fewer days dedicated to being productive. Interviews were conducted with 32 professionals from 5 educational institutions, and this article highlights some analytical categories: days off work; Manual da Perícia and disagreement between medical evaluators and attending physicians. The results point to the usefulness of revising the Manual taking into account Worker’s Health, identifying contradictions; the need for shaping an effectively interdisciplinary evaluation, so that the worker’s health-related complaints can be handled from the perspective of the worker’s care, and not simply concerning control and surveillance.
  • Unemployment and suicide among the Brazilian population in the crisis of capitalism Artigo

    Barreto, Antonio Angelo Menezes; Souza, Luis Eugenio Portela Fernandes de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A atual crise do capitalismo apresenta um caráter múltiplo: econômico, financeiro, social, ambiental, cultural e político. No Brasil, a gravidade da crise não é diferente, podendo ser explicada como resultado do esgotamento do modelo neodesenvolvimentista, bem como de sua incapacidade de resistir à crise mundial. Este estudo compara o coeficiente de mortalidade (CM) por suicídio de acordo com a situação de ocupação dos brasileiros em período anterior e durante a crise econômica. Para isso, foram utilizados os registros de óbitos da população brasileira no período de 2011 a 2016. Os resultados mostram que, entre os desempregados, o CM por suicídio se reduziu de 2,66 óbitos/100 mil, em 2011, para 2,46, em 2016, enquanto, entre os ocupados, aumentou de 5,52 para 6,89 óbitos/100 mil no mesmo período. Compreende-se a complexidade e a multicausalidade da ocorrência do suicídio, sabendo que é um fenômeno socialmente determinado, inclusive pelas estratégias que aumentam a exploração da força de trabalho. Com efeito, estar ocupado, laboralmente, pode ter maior impacto negativo sobre a saúde mental de trabalhadores/as do que estar desempregado.

    Abstract in English:

    Abstract The current crisis of capitalism has multiple economic, financial, social, environmental, cultural and political facets. In Brazil, the severity of the crisis is no different, resulting from the exhaustion of the neo-developmentalist model and its inability to resist global crisis. This study compares suicide mortality rates (MR) among employed and unemployed persons in Brazil prior to and during the economic crisis using death records from the period 2011 to 2016. The findings show that in the period 2011 to 2016 the suicide MR fell from 2.66/100,000 to 2.46 among unemployed persons and increased from 5.52/100,000 to 6.89/100,000 in employed persons. Suicide is a complex, multi-causal phenomenon determined by a diverse range of social factors, including strategies that increase worker exploitation. Indeed, being employed can have a greater negative impact on the mental health of workers than being unemployed.
  • Occupational stress and work engagement among military police officers Artigo

    Santos, Fernando Braga dos; Lourenção, Luciano Garcia; Vieira, Evellym; Ximenes Neto, Francisco Rosemiro Guimarães; Oliveira, Adriane Maria Netto de; Oliveira, Jacqueline Flores de; Borges, Márcio Andrade; Arroyo, Thiago Roberto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo investiga os níveis de estresse ocupacional e engajamento no trabalho entre policiais militares. Estudo transversal, descritivo e analítico, com 268 policiais do 3º Batalhão de Polícia Militar do estado do Paraná. Observou-se níveis importantes de estresse ocupacional em 125 (46,7%) policiais. Os principais estressores foram: falta de perspectivas de crescimento na carreira (3,7; ±1,3); deficiência nos treinamentos (3,4; ±1,2); presença de discriminação/favoritismo no ambiente de trabalho (3,1; ±1,4); longas jornadas de trabalho (3,0; ±1,4); forma de distribuição das tarefas (2,7; ±1,1); tipo de controle (2,7; ±1,1); deficiência na divulgação de informações sobre decisões organizacionais (2,7; ±1,2); baixa valorização (2,7;±1,2). Os níveis de engajamento no trabalho variaram de 3,8 [médio] a 4,1 [alto]. A correlação entre estresse ocupacional e engajamento no trabalho foi baixa para as dimensões ‘Absorção’ (r: -0,284; p<0,001) e ‘Escore geral’ (r: -0,393; p<0,001) e moderada para as dimensões ‘Vigor’ (r: -0,422; p<0,001) e ‘Dedicação’ (r: -0,414; p<0,001). Concluiu-se que há um importante número de policiais com estresse ocupacional que, no entanto, apresentam bons níveis de engajamento no trabalho e mostram-se entusiasmados, inspirados e orgulhosos com o seu trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract This paper investigates the levels of occupational stress and work engagement among military police officers. This cross-sectional, descriptive, and analytical study was conducted with 268 police officers from the 3rd Military Police Battalion of Paraná state. We observed significant levels of occupational stress in 125 (46.7%) police officers. The main stressors were lack of career growth prospects (3.7; ±1.3); inadequate training (3.4; ±1.2); discrimination/favoritism in the work environment (3.1; ±1.4); long working hours (3.0; ±1.4); distribution of tasks (2.7; ±1.1); control type (2.7; ±1.1); gaps in disclosing information about organizational decisions (2.7; ±1.2); low valuation (2.7; ±1.2). Levels of work engagement ranged from 3.8 [medium] to 4.1 [high]. The correlation between occupational stress and work engagement was low for the dimensions of Absorption (r: -.284; p<0.001) and Overall Score (r: -0.393; p<0.001) and moderate for the dimensions Vigor (r: -0.422; p<0.001) and Dedication (r: -0.414; p<0.001). We concluded that an important number of police officers had shown occupational stress. However, they displayed good levels of work engagement and are enthusiastic, inspired, and proud of their work.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br