• Social representations on diabetic foot: contributions to PHC in the Brazilian Northeast Artigo

    Lopes, Geysa Santos Góis; Rolim, Isaura Leticia Tavares Palmeira; Alves, Renata de Sousa; Pessoa, Talitha Rodrigues Ribeiro Fernandes; Maia, Evanira Rodrigues; Lopes, Maria do Socorro Vieira; Morais, Ana Patrícia Pereira; Queiroz, Rejane Christine de Sousa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A investigação tem por objetivo identificar os elementos estruturantes que orientam a formação das representações sociais do pé diabético entre pessoas com diabetes mellitus. Estudo qualitativo, fundamentado na Teoria das Representações Sociais, seguindo a vertente estrutural complementar, realizado em uma capital do Nordeste brasileiro, de fevereiro a maio de 2019, com a participação de 100 pessoas com pé diabético. Para a coleta dos dados, utilizou-se o teste de associação livre de palavras e o roteiro para caracterização do perfil sociodemográfico e clínico. A análise foi realizada por meio do software openEVOC. Os elementos constituintes da representação social do pé diabético referem-se às evocações são “cura” e “muito ruim”, e revelam que viver com pé diabético é desafiador, mas que há uma esperança de cura que se constitui em mola propulsora na busca cotidiana do cuidado. O elemento prevenção apareceu no campo representacional, o que denota uma visão mais crítica, podendo transformar os elementos nucleares identificados. Constata-se que a estrutura representacional encontra-se ancorada em conteúdos subjetivos, valorativos e atitudinais. Conclui-se que este conhecimento pode contribuir com o desenho de intervenções que auxiliem nas práticas de cuidados e rastreamento do pé diabético nos serviços ofertados na Atenção Primária à Saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to identify the structuring elements guiding the establishment of the social representations of diabetic foot among people with diabetes mellitus. This qualitative study is based on the Social Representations Theory and was conducted in a capital of the Brazilian Northeast. The free word association test and a roadmap were used to characterize the sociodemographic and clinical profile to collect data. The analysis was performed using openEVOC software. The constituent elements of the diabetic foot’s social representation “cure” and “really bad”, revealing that living with a diabetic foot is challenging, but there is hope for a cure, which is a driving force in the daily search for care. The “prevention” element emerged in the representational field, denoting a more critical view and a capacity to transform the identified core elements. We found that the representational structure is based on subjective, valuating, and attitudinal contents. This knowledge can contribute to the design of interventions in the provision of care and diabetic foot screening in PHC services.
  • Quality of primary care for child health in states in the Northeast region Artigo

    Gubert, Fabiane do Amaral; Barbosa Filho, Valter Cordeiro; Queiroz, Rejane Christine de Sousa; Martins, Mariana Cavalcante; Alves, Renata de Sousa; Rolim, Isaura Letícia Tavares Palmeira; Lopes, Maria do Socorro Vieira; Vieira-Meyer, Anya Pimentel Gomes Fernandes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é comparar a avaliação das usuárias que participaram do PMAQ-AB acerca da saúde infantil entre os estados da macrorregião Nordeste do Brasil. Estudo transversal, realizado com dados secundários, a partir de entrevista com 5.116 usuárias de 4.190 Equipes de Saúde da Família que atuam nos nove estados da macrorregião nordeste. Quatorze perguntas acerca do acompanhamento da criança de 0 a 2 anos de idade foram avaliadas. Foram calculados proporções e intervalos de confiança de 95% segundo Unidade da Federação da região Nordeste do Brasil. Os indicadores com maiores proporções foram teste do pezinho realizado em até sete dias de vida (84,4%), criança sempre consultada pelos mesmos profissionais (79,1%), acompanhamento do crescimento e desenvolvimento esperado para a idade (84,9%), orientação alimentar (86,3%), vacinação em dia (95,3%). Os indicadores com as menores proporções foram orientação sobre a melhor posição para a criança dormir (45,7%) e se recebeu a caderneta de saúde da criança (46,9%). Em todos os indicadores, houve diferenças significativas entre os estados analisados. Existem divergências na qualidade do cuidado ofertado à saúde infantil segundo a avaliação das usuárias participantes do PMAQ-AB entre estados do Nordeste.

    Abstract in English:

    Abstract The scope of this article is to compare the assessment of users of health services who participated in the PMAQ-AB on child health in the states of the Brazilian Northeast. It is a cross-sectional study conducted with secondary data based on interviews with 5,116 users of 4,190 Family Health Teams in the nine states of the Northeast macroregion. Fourteen questions on the medical monitoring of children from 0 to 2 years old were evaluated. Proportions and 95% confidence intervals were calculated for each Unit of the Federation of the Brazilian Northeast. The indicators with the highest proportions were the Guthrie PKU test performed within seven days of life (84.4%), children always accompanied by the same professionals (79.1%), monitoring expected growth and development for age (84.9%), dietary guidance (86.3%) and up-to-date vaccination (95.3%). The indicators with the lowest proportions were guidance on the best position for the child to sleep in (45.7%) and whether or not the child’s health handbook (46.9%) was received. In all indicators, there were significant differences between the states analyzed. There are differences in the quality of child health care on offer according to the evaluation of users participating in the PMAQ-AB between states in the Northeast.
  • The work of Community Health Workers in light of Communities of Practice Theory Artigo

    Nepomuceno, Raquel de Castro Alves; Barreto, Ivana Cristina de Holanda Cunha; Frota, Amanda Cavalcante; Ribeiro, Kelen Gomes; Ellery, Ana Ecilda Lima; Loiola, Francisco Antonio; Andrade, Luiz Odorico Monteiro de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Analisou-se o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), à luz da teoria das Comunidades de Prática (CdP). Estudo qualitativo transversal, realizado em quatro municípios do Ceará. Realizaram-se seis grupos focais e seis entrevistas com 45 ACS, respeitando os aspectos éticos. O corpus de dados foi analisado pela técnica de análise de conteúdo. Os resultados apontaram que a participação dos ACS na ESF é marcada pela vivência na comunidade, sendo o foco principal o acompanhamento dos grupos prioritários. As práticas os colocam diante das diversas complexidades sociais e familiares, gerando reflexões e construções de novos significados para si e o processo de trabalho. As CdP dos ACS se engajam e compartilham desafios e aprendizados singulares do trabalho, caracterizado pelo contato e relacionamento íntimo com as famílias do território, que revelam necessidades pouco percebidas pelos demais profissionais da ESF. Quanto aos processos de reificação, evidenciou-se o significado de ser ACS como aquele que escuta e acolhe, além do que, percebe as necessidades das famílias invisíveis aos serviços. Os ACS exercem melhor o papel de articulador da ESF nos territórios, quanto maior forem os espaços de diálogo entre eles, os demais membros da equipe e a gestão.

    Abstract in English:

    Abstract The work of Community Health Workers (ACS) was analyzed in light of Communities of Practice (CP) theory. This is a qualitative cross-sectional study carried out in four municipalities in Ceará. Six focus groups and six interviews were carried out with 45 Community Health Workers (ACS), observing ethical aspects. The data corpus was analyzed using the content analysis technique. The results show that ACS participation in the ESF is marked by experience in the community, and the main focus is monitoring priority groups. The practices put them before the diverse social and family complexities, generating reflections and building new meanings for themselves and their work process. The ACS CPs engage and share challenges and unique learning from work, characterized by close contact and relationships with the families of the territory, which reveals needs hardly perceived by other ESF professionals. The meaning of being ACS as one who listens, embraces, and perceives the needs of families invisible to services, is evident in the reification processes. The ACS better exercise their role as ESF articulators in the territories the greater the spaces for dialogue between them, the other team members, and management.
  • Equity and access to mental health care in three Northeastern states Artigo

    Dimenstein, Magda; Simoni, Ana Carolina Rios; Macedo, João Paulo; Nogueira, Natália; Barbosa, Bianca Caroline Noronha Sousa; Silva, Brisana Índio do Brasil de Macêdo; Amaral Filho, João Batista do; Silva, Roberto Cirilo de Araújo; Liberato, Mariana Tavares Cavalcanti; Prado, Caio Lucas do Carmo; Leão, Mateus Villarroel Alcantara Saraiva; Quinto, Bruna Almeida; Soares, Leilany Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetiva-se discutir equidade e acesso em saúde mental por meio da análise da distribuição das equipes da atenção primária (Agentes comunitários de Saúde; Equipes de saúde da Família; Núcleo Ampliado de Saúde da Família) e da cobertura da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) em três estados nordestinos (Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte) nas suas respectivas regiões de saúde. Trata-se de um estudo descritivo, apoiado por análise quantitativa exploratória. Para tanto, recorremos à base de dados do Departamento de Atenção Básica/DATASUS para a coleta dos dados secundários em relação às séries históricas de habilitação das equipes da Atenção Primária. Quanto aos pontos de atenção da RAPS, utilizamos a base de dados disponibilizada pela Coordenação Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde. A investigação concluiu que até 2018 observou-se no país um importante movimento de interiorização e expansão da cobertura em relação à atenção primária e psicossocial, impactando na ampliação da equidade nos territórios de menor desenvolvimento econômico e social. Contudo, verificou-se que os serviços de APS estão mais interiorizados, enquanto os demais dispositivos da RAPS estão mais desenvolvidos nas capitais e grandes municípios.

    Abstract in English:

    Abstract The scope of this study is to discuss equity and access to mental health care by means of analysis of the distribution of primary care teams (Community Health Agents; Family Health Teams; the Expanded Family Health Nucleus) and the coverage of the Psychosocial Care Network in three Northeastern states (Ceará, Piauí and Rio Grande do Norte) and their respective health regions. It is a descriptive study, supported by exploratory quantitative analysis. For this purpose, the database of the Department of Basic Care/DATASUS was used to collect secondary data in relation to the historical trajectory of training of Primary Care teams. Regarding the points of care of RAPS, the database made available by the National Mental Health Coordination of the Ministry of Health was consulted. The conclusion of the investigation was that prior to 2018 there was a major drive in the country into the interior and expansion of coverage in relation to primary and psychosocial care, impacting the expansion of equity in territories of lesser economic and social development. However, it was also observed that Psychosocial Care Network services are more prevalent in the interior while the other related services are more developed in capitals and large municipalities.
  • Mental Health in Primary Care: perspectives of professionals of the Family Health Strategy in Northeastern Brazil Artigo

    Santos, Roseléia Carneiro dos; Bosi, Maria Lúcia Magalhães

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Sistema Único de Saúde (SUS) tem na Estratégia Saúde da Família (ESF) o modelo reorientador da atenção e do processo de trabalho. O artigo analisa concepções de profissionais da ESF relativas à saúde mental e à produção do cuidado em uma Unidade Básica de Saúde, no Nordeste brasileiro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, alinhada à vertente crítico interpretativa, empregando entrevistas, observação livre e análise documental gerando uma rede de significados organizada em dois eixos: a) “Saúde Mental” na perspectiva dos profissionais da Estratégia Saúde da Família e b) O cuidado em “Saúde Mental”: a práxis no contexto da atenção básica. Apesar do potencial dos dispositivos, os resultados do estudo evidenciam concepções acerca da saúde mental circunscritas a uma visão congruente com um projeto de institucionalização e medicalização. No que concerne à dimensão do cuidado, revelam-se lacunas relativas às experiências em saúde mental compartilhadas, através de incipiente parceria entre profissionais da ESF e NASF. Persiste o desafio de reconstruir uma visão alinhada aos preceitos da reforma psiquiátrica brasileira e, na materialidade do trabalho em equipe, criação de espaços que possibilitem no cotidiano da ESF discussões, planejamentos e pactuações.

    Abstract in English:

    Abstract The Family Health Strategy (FHS) of the Unified Health System (SUS) is the revised model that governs health care and the work processes adopted in Brazil. This article analyzes the perceptions of FHS professionals regarding mental health and the care provided in a health center in a Basic Care Unit in the Brazilian Northeast. It involved qualitative research aligned with a critical interpretative approach conducted through interviews, straightforward observation and documentary analysis that led to a series of considerations organized into two main groups: a) “Mental Health” from the perspective of professionals of the FHS; and b) Care in “Mental Health” in the context of practices of primary care. The results of the study reveal conceptions about mental health limited to a view aligned with a project of institutionalization and medicalization. With respect to the dimension of care, gaps are revealed in relation to shared experiences in mental health, through the incipient partnership between professionals of the FHS and the Nucleus of Support in Family Health (NSFH). The challenge remains to reconstruct a vision aligned with the precepts of Brazilian psychiatric reform, teamwork and the creation of spaces that enable discussion and agreements in the daily routine of the FHS.
  • Prescription of potentially inappropriate medications for the elderly: a study in Primary Health Care Artigo

    Farias, Andrezza Duarte; Lima, Kenio Costa; Oliveira, Yonara Monique da Costa; Leal, Adriana Amorim de Farias; Martins, Rand Randall; Freitas, Claudia Helena Soares de Morais

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os idosos são vulneráveis aos riscos do uso de medicamentos, principalmente daqueles considerados potencialmente inapropriados (MPI) em que os riscos superam os benefícios. O estudo buscou avaliar os MPI prescritos na Atenção Primária à Saúde (APS) e seus fatores associados. Realizou-se um estudo transversal, analítico, de março a dezembro de 2019, na APS em Campina Grande, Paraíba, através de entrevistas com 458 idosos. As variáveis independentes abrangeram características socioeconômicas, condição de saúde e utilização de medicamentos e o desfecho foi medicamento classificado como MPI pelo Consenso Brasileiro de Medicamentos Potencialmente Inapropriados. Verificou-se a prescrição de pelo menos um MPI para 44,8% dos idosos e a maioria de atuação no Sistema Nervoso Central (54,4%). No modelo ajustado, depressão (RP=2,01; IC95% 1,59-2,55), utilizar outros medicamentos além dos prescritos (RP=1,36; IC95% 1,08-1,72) e polifarmácia (RP=1,80; IC95% 1,40-2,33) permaneceram como fator associado e autorreferir ser portador de hipertensão arterial sistêmica tornou-se fator de proteção (RP=0,65; IC95% 0,49-0,87). Evidencia-se necessidade de ações que qualifiquem o uso de medicamentos por idosos, de modo a garantir acesso aliado à segurança.

    Abstract in English:

    Abstract The elderly population is vulnerable to the risks of the use of medications, especially those considered potentially inappropriate medications (PIMs), in which the risks outweigh the benefits. The study sought to evaluate the PIMs prescribed in Primary Health Care (PHC) and associated factors. A cross-sectional, analytical study was carried out from March to December 2019 in PHC in Campina Grande, Paraíba, through interviews with 458 elderly individuals. The independent variables included socioeconomic characteristics, health status and the use of medications, and the outcome was classified as PIM by the Brazilian Consensus on Potentially Inappropriate Medications. There was a prescription of at least one PIM for 44.8% of the elderly and the majority affecting the Central Nervous System (54.4%). In the adjusted model, depression (PR=2.01; 95%CI 1.59-2.55), using other medications in addition to those prescribed (PR=1.36; 95%CI 1.08-1.72) and polypharmacy (PR=1.80; 95%CI 1.40-2.33) remained an associated factor, and self-reporting systemic arterial hypertension became a protective factor (PR=0.65; 95%CI 0.49-0.87). This reveals the need for actions to monitor closely the use of PIMs by the elderly to ensure access in conjunction with safety.
  • Development and evaluation of the GISSA Mother-Baby ChatBot application in promoting child health Artigo

    Barreto, Ivana Cristina de Holanda Cunha; Barros, Nardelli Brenda Soares; Theophilo, Rebecca Lucena; Viana, Vielceketlin Franco; Silveira, Francisca Raquel de Vasconcelos; Souza, Osvaldo de; Sousa, Fábio José Gomes de; Oliveira, Antônio Mauro Barbosa de; Andrade, Luiz Odorico Monteiro de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O estudo objetivou desenvolver um protótipo da Aplicação GISSA ChatBot Mamãe-Bebê (GCBMB), um agente conversacional voltado à promoção da saúde infantil, assim como avaliar a experiência de uso e a satisfação com a referida solução tecnológica. Trata-se de uma pesquisa transversal, de metodologia mista, em duas etapas: a 1ª de desenvolvimento dos cenários de diálogo e do protótipo do GCBMB, e, a 2ª, de avaliação da experiência do uso do ChatBot por meio de um questionário estruturado, e análise do percurso de uso da Aplicação através de seu banco de dados. A amostra foi de 142 mulheres puérperas, com idade média de 25,4 anos, onde 38,1% eram primíparas. O nível de concordância das mulheres com a simplicidade, boa qualidade da informação, clareza do conteúdo, utilidade e satisfação com a aplicação, estiveram acima de 90%. Mulheres entre 26 a 30 anos apresentaram maiores médias de quantidade de acessos (5,21), quantidade de cenários acessados (9,26) e tempo de uso (272 segundos) comparando-se as mais jovens e as mais velhas. O uso de ChatBots em smartphones é animador para promoção da saúde das crianças, porém são necessários mais investimentos para o aperfeiçoamento de soluções tecnológicas e pesquisas com metodologias robustas para avaliar a sua efetividade.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to develop a prototype of the GISSA Mother-Baby ChatBot Application (GCBMB), a conversational agent to promote child health and evaluate the experience of use and satisfaction with this technological solution. This is a two-stage cross-sectional research with a mixed methodology. The first stage develops the settings of dialogue and the GCBMB prototype. The second stage evaluates the experience of using the ChatBot through a structured questionnaire where statements are used to assess the respondent’s level of agreement using the Likert Scale and analyzes the application’s use path through its database. The sample consisted of 142 puerperae, with a mean age of 25.4 years, where 38.1% were primiparous. The level of agreement of women with simplicity, good quality of information, clarity of content, usefulness, and satisfaction with the application was above 90%. Women between 26 and 30 years of age had a higher mean number of hits (5.21), settings accessed (9.26), and usage time (272 seconds) comparing younger and older women. The use of ChatBots on smartphones is encouraging to promote the health of children in Brazil. However, more investments are required to improve technological solutions and research with robust methodologies to evaluate their effectiveness.
  • Port and industrial compound of Pecém: an epidemiological survey Artigo

    Nuto, Sharmênia de Araújo Soares; Barreira Filho, Edenilo Baltazar; Oliveira, Beatriz Fátima Alves de; Freitas, Roberto Wagner Júnior Freire de; Couto, Lucas de Oliveira do; Jacobson, Ludmilla da Silva Viana; Hacon, Sandra de Souza; Périssé, André Reynaldo Santos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Esta pesquisa busca analisar o conhecimento dos moradores sobre o território, Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), qualidade de vida das comunidades que vivem no entorno dos empreendimentos, além da prevalência de hipertensão e excesso de peso. Trata-se de um inquérito epidemiológico, de base domiciliar, envolvendo quatro áreas da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Município de São Gonçalo do Amarante e uma de Caucaia, Ceará, Brasil. O estudo foi realizado entre 10/2017 e 03/2018, em que foram realizadas aferições antropométricas e pressão arterial e coletados dados sociodemográficos e o conhecimento sobre comunidade, CIPP e qualidade de vida. Dos 503 adultos entrevistados, 69,8% eram do sexo feminino e a média de idade foi 44 anos. Parada foi a área que relatou o maior percentual de problemas relacionados às partículas aéreas (51,1%), pior conceito em relação ao CIPP (40,1% ruim), maior percentual de piora da qualidade de vida (29,1%) e maior desejo de mudar (31,5%). Pecém apresentou maior percentual de problemas na comunidade relacionados à violência, consumo de drogas ilícitas e prostituição. Conclui-se que se apresenta indícios de impacto na saúde e qualidade de vida das populações locais sem maiores benefícios diretos no trabalho/renda.

    Abstract in English:

    Abstract This research aimed to analyze the dwellers’ knowledge of the territories, Pecém Port and Industrial Compound (CIPP), the quality of life of the communities living in the vicinity of the enterprises, and the prevalence of hypertension and overweight. This is a home-based, epidemiological survey of four areas of the Family Health Strategy (ESF) in São Gonçalo do Amarante and one area of the ESF in Caucaia, Ceará, Brazil. The study was carried out between 10/2017 and 03/2018. Anthropometric and blood pressure measurements were performed, and sociodemographic data and knowledge about community, the CIPP, and quality of life were collected. A total of 69.8% of the 503 adults interviewed were female, and the mean age was 44 years. Parada was the area reporting the highest percentage of problems related to air particles (51.1%), the worst concept regarding the CIPP (40.1% bad), the highest percentage of worse quality of life (29, 1%), and greater desire to move to another place (31.5%). Pecém had the highest percentage of community problems related to violence, consumption of illicit drugs, and prostitution. We concluded that there are signs of impact on local populations’ health and quality of life without more significant direct work/income benefits.
  • Development and validation of a MHEALTH technology for the promotion of self-care for adolescents with diabetes Artigo

    Alves, Larissa de Fátima Pontes Aguiar; Maia, Manoel Miqueias; Araújo, Márcio Flávio Moura de; Damasceno, Marta Maria Coelho; Freitas, Roberto Wagner Júnior Freire de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No cenário do Diabetes Mellitus tipo 1 (DM1), uma prática incentivada é o autocuidado. Dessa forma, objetivou-se elaborar e validar um aplicativo móvel (APP) para a promoção do autocuidado em adolescentes com DM1. O método foi divido em duas etapas: elaboração e validação, que vão desde a revisão de literatura, benchmarking, construção do protótipo e validação por especialistas. A construção do APP foi subsidiada pelos sete passos propostos pela American Association of Diabetes Educators. Foram desenhadas as telas e selecionaram-se as possíveis funções; após o desenho, o protótipo do APP foi desenvolvido e nomeado como “DM Agendinha”. O processo de validação de conteúdo foi mediado pelo instrumento Suitability Assessment of Materials, por meio do qual o percentual obtido foi de 85,3%, caracterizando o APP como “Material Superior”. Para a validação técnica, empregou-se o questionário Smartphone Usability questionnaire, que obteve um Índice de Validade de Conteúdo global de 0,96. Conclui-se, portanto, que o uso desse material por parte dos adolescentes favorecerá a aquisição de novos conhecimentos e a adesão de práticas saudáveis, tendo em vista que se trata de uma tecnologia de caráter eletrônico e de fácil compreensão.

    Abstract in English:

    Abstract Self-care is encouraged in the type 1 Diabetes Mellitus (DM1) setting. Thus, this research aimed to develop and validate a mobile application (APP) to promote self-care for adolescents with DM1. The method was divided into two stages: development and validation, ranging from literature review, benchmarking, prototype construction to validation by specialists. The APP construction was subsidized by the seven steps proposed by the American Association of Diabetes Educators. The screens were designed and possible functions were selected. After the design, the APP prototype was developed and named “DM Agendinha”. The content validation process was mediated by the Suitability Assessment of Materials tool, where the percentage obtained was 85.3%, characterizing the APP as “Superior Material”. The Smartphone Usability questionnaire was employed for technical validation, and the APP reached a global Content Validity Index of 0.96. We concluded, therefore, that the use of this material by adolescents will favor the acquisition of new knowledge and adherence to healthy practices, considering that it is a highly intelligible electronic technology.
  • Family Health Strategy Care Accessibility in West Bahia Artigo

    Mendonça, Milena Marques; Aleluia, Ítalo Ricardo Santos; Sousa, Maria Lidiany Tributino de; Pereira, Marcos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Esse estudo avaliou a acessibilidade ao cuidado na Estratégia de Saúde da Família (ESF) em sistema municipal, sede de macrorregião de saúde no estado da Bahia. Tratou-se de estudo avaliativo em dois níveis de análise: a gestão municipal e a organização local das equipes da ESF. A produção dos dados combinou análise documental, observação não participante e entrevistas com gestores, profissionais e usuários. Utilizou-se imagem-objetivo com critérios e dimensões avaliativas da acessibilidade na Atenção Primária. As Equipes de Saúde da Família (EqSF) ainda não cumprem plenamente a função de contato preferencial nos sistemas municipais de saúde e a acessibilidade ao cuidado reflete interdependência de fatores municipais e locais. Equipes rurais e periféricas tiveram melhor desempenho na acessibilidade organizacional e equipes urbanas centrais melhor desempenho na acessibilidade geográfica. A avaliação centrada em critérios geográficos e organizacionais, na combinação de diferentes fontes de evidência e atores do sistema de saúde, além do uso de níveis de análise considerando a gestão municipal e local da APS, são contribuições relevantes desse estudo, que podem ser ampliadas para outros sistemas municipais com características semelhantes.

    Abstract in English:

    Abstract This study assessed the Family Health Strategy (ESF) health care accessibility in the municipal system, which is the health macro-region headquarters in Bahia. It consisted of two levels of analysis: the municipal management and the local organization of ESF teams. Data production combined documentary analysis, non-participant observation, and interviews with managers, professionals, and users. Goal-image was used with evaluative criteria and dimensions of the accessibility in Primary Care. Family Health Teams (EqSF) still do not entirely fulfill the role of preferential contact in municipal health services, and the health care accessibility reflects the interdependence of municipal and local factors. Rural and peripheral teams performed better in organizational accessibility, and central urban teams performed better in geographic accessibility. The assessment focused on geographic and organizational criteria, combining different sources of evidence and health system players using analysis levels considering the municipal and local PHC management are relevant contributions of this study, which can be extended to other municipal systems with similar characteristics.
  • Sea people’s health: lighthouses for the Family Health Strategy in fishing communities in Northeast Brazil Artigo

    Bezerra, Cleilton da Paz; Linhares, Ângela Maria Bessa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os povos do mar são culturalmente diferenciados por seu modo de vida imbricado com a pesca marítima e com toda sua produção social e simbólica. No nordeste brasileiro, essas populações vêm passando por transformações em suas condições de vida. A Estratégia saúde da Família (ESF) precisa fortalecer vínculos com as diferentes culturas para atender aos seus princípios basilares. Objetivamos refletir sobre os desafios da ESF no contexto dos povos do mar. Realizamos uma pesquisa etnográfica na comunidade de Redonda, Icapuí, Ceará, recorrendo às descrições densas construídas por meio das narrativas de pescadores artesanais e seus familiares. Analisamos a partir da abordagem teórica dos estudos em comunidades tradicionais. Os resultados são apresentados em cinco temas: 1) em comunidades constituídas por parentes, a família tem uma dimensão alargada; 2) as temporalidades da vida na pesca regem os atos comuns da díade terra-mar; 3) os deslocamentos entre ser “nativo” e ser “de fora” criam zonas fronteiriças que dialogam com os rituais de pertencimento; 4) a territorialização do mar e os saberes da experiência; 5) A ESF nas arenas das lutas por justiça ambiental. Reafirma-se aqui a produção da saúde enquanto produção da vida dos povos do mar.

    Abstract in English:

    Abstract Sea people are culturally differentiated by their way of life intertwined with sea fishing and their social and symbolic production. In northeastern Brazil, these people have been changing their living conditions. The Family Health Strategy (ESF) should strengthen links with different cultures to meet its basic principles. We aimed to reflect on the challenges of the ESF in the context of sea people. We conducted ethnographic research in the community of Redonda, Icapuí, State of Ceará, using dense descriptions constructed through the narratives of small-scale fishers and their families. We analyzed from the theoretical approach of studies in traditional communities. The results are shown in five themes: 1) The family has an extended dimension in communities established with relatives; 2) Fishing life temporalities govern the common acts of the land-sea dyad; 3) The shifts between being “native” and “outsider” create border areas that dialogue with the rituals of belonging; 4) Sea territorialization and the knowledge of experience; 5) The ESF in the arenas of struggles for environmental justice. Here, the production of health is reaffirmed as the production of sea people’s life.
  • Field of practice: LARIISA: smart digital solutions to support decision-making in Family Health Strategy management Artigo

    Costa Filho, Raimundo Valter; Souza, José Neuman de; Andrade, Luiz Odorico Monteiro de; Oliveira, Antônio Mauro Barbosa de; Denis, Jean-Louis; Ribeiro, Luzia Lucélia Saraiva; Ribeiro, Kelen Gomes; Andrade, Daniel Barreto de; Pereira, Silas Santiago Lopes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O grupo de colaboradores do LARIISA realiza pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas para apoio à tomada de decisão em sistemas de saúde desde 2009. Dentre as soluções produzidas está o GISSA®, sistema em nuvem resultado da evolução científica e tecnológica do projeto LARIISA. O objetivo do presente artigo é descrever a trajetória de evolução do GISSA®, ferramenta tecnológica que apoia a Estratégia de Saúde da Família no nordeste do Brasil, apontando desafios, caminhos e potencialidades. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, baseado em fontes secundárias do IBGE, INMET, SINAN, SIM e SINASC, com análise quantitativa a partir de modelos de aprendizagem de máquina aplicados na criação de microserviços em saúde digital. Operando nas regiões nordeste e sudeste, o GISSA® disponibiliza informações que qualificam o processo de tomada de decisão de gestores de saúde e, consequentemente, contribui para aperfeiçoar a gestão do sistema de saúde municipal.

    Abstract in English:

    Abstract The LARIISA collaborators group has been conducting research and development of technological solutions to support decision-making in health systems since 2009. GISSA, a cloud system resulting from the scientific and technological evolution of the LARIISA project, is among the solutions produced. This paper aims to describe the developing trend of GISSA©, a technological tool supporting the Family Health Strategy in northeastern Brazil, pointing out challenges, paths, and potentialities. This is a descriptive and exploratory study, based on secondary sources from the IBGE, INMET, SINAN, SIM, and SINASC, with quantitative analysis based on machine-learning techniques applied to create digital health microservices. Operating in the northeast and southeast regions, GISSA© provides information that qualifies health managers’ decision-making process, improving the municipal health system’s management.
  • Planning and support in the work process of PHC teams in the Northeast: analysis of the PMAQ-AB (3rd cycle) Artigo

    Silva, Gladston Thalles da; Carvalho, Ferdinando Oliveira; Vieira-Meyer, Anya Pimentel Gomes Fernandes; Gomes, Gessyka Mayara Soares; Bezerra, Lis Maria Machado Ribeiro; Camelo, Rayssa Veras; Barbosa Filho, Valter Cordeiro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é descrever os indicadores referentes ao planejamento e apoio no processo de trabalho reportados pelas Equipes de Saúde da Família, a partir do 3º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) na região Nordeste do Brasil. Estudo transversal, utilizando dados secundários da avaliação externa do 3º ciclo do PMAQ-AB. Dezesseis indicadores foram utilizados para averiguar as ações do processo de trabalho das equipes. Avaliaram-se 14.489 equipes de saúde da família que aderiram ao programa. Dentre os indicadores avaliados, verificou-se que as equipes realizaram reunião e planejamento das ações, autoavaliação, monitoramento e análise dos indicadores de saúde para reorganização do processo de trabalho, evidenciando os fatores determinantes e condicionantes. Nos indicadores de apoio institucional e apoio matricial para resolução de casos complexos, destacam-se a vigilância em saúde e o Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF). Identificou-se que ocorreram melhorias no processo de trabalho das equipes na região Nordeste, porém, ainda precisa mudar a realidade de trabalho fragmentada e verticalizada, favorecendo um panorama de trabalho em equipe e compartilhado, influenciando diretamente no processo de trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract This paper aims to describe the indicators related to planning and support in the work process reported by the Family Health Teams, from the 3rd cycle of the National Program for Improving Access and Quality of Primary Care (PMAQ-AB) in the Brazilian Northeast. This cross-sectional study employed secondary data from the external evaluation of the 3rd cycle of the PMAQ-AB. Sixteen indicators were used to ascertain the teams’ work process actions, and 14,489 family health teams that adhered to the program were evaluated. Among the indicators assessed, we found that the teams held a meeting and planned actions and self-evaluated, monitored, and analyzed health indicators to reorganize the work process, highlighting the determining and conditioning factors. Health surveillance and the Extended Family Health Center (NASF) stand out in the indicators of institutional support and multidisciplinary support for solving complex cases. We identified improvements in the work process of the teams in the Northeast region, but the reality of fragmented and vertical work still requires a change to promote an outlook of shared teamwork, directly influencing the work process.
  • Leprosy in the context of the Family Health Strategy in an endemic scenario in Maranhão: prevalence and associated factors Artigo

    Lopes, Fernanda de Castro; Ramos, Antônio Carlos Vieira; Pascoal, Lívia Maia; Santos, Floriacy Stabnow; Rolim, Isaura Leticia Tavares Palmeira; Serra, Maria Aparecida Alves de Oliveira; Santos, Leonardo Hunaldo dos; Santos Neto, Marcelino

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo objetivou descrever a prevalência da hanseníase e verificar os fatores associados às formas clínicas multibacilares em cenário da Estratégia Saúde da Família, prioritário para o controle e a vigilância da doença no nordeste brasileiro. Trata-se de estudo transversal, que utilizou dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação relativos aos casos de hanseníase notificados em Imperatriz, Maranhão, entre 2008 e 2017. Determinaram-se as prevalências a cada ano e para o período. Para associar as variáveis e as formas clínicas multibacilares, utilizaram-se modelos de regressão de Poisson, com nível de significância de 5%. Dos 2.476 casos de hanseníase analisados, a maioria referiu-se às formas clínicas multibacilares. A prevalência variou entre 15,6 e 7,8/10 mil habitantes, encontrando-se níveis alto e muito alto de endemicidade. As variáveis sexo masculino, faixas etárias entre 30 e 59 anos e ≥60 anos, escolaridade <8 anos, grau 2 de incapacidade física, episódio reacional tipos 1 e 2 e zona de residência urbana apresentaram associações significativas (p≤0,05) com as formas clínicas multibacilares. Tais achados podem servir de base para elaboração e implementação de medidas de controle e vigilância da hanseníase, direcionando as ações para os grupos mais vulneráveis e tornando-se mais efetivas.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to describe the prevalence of leprosy and verify the factors associated with multibacillary clinical types in a Family Health Strategy priority setting to control and monitor the disease in northeastern Brazil. This cross-sectional study used data from the Notifiable Diseases Information System related to leprosy cases notified in Imperatriz, Maranhão, between 2008 and 2017. The prevalence was determined yearly and for the period. Poisson regression models with a significance level of 5% were employed to associate the variables and the multibacillary clinical types. Most of the 2,476 leprosy cases analyzed referred to multibacillary clinical types. The prevalence ranged from 7.8 and 15.6/10,000 inhabitants, with high and very high endemicity levels. The variables male, age groups between 30 and 59 years and ≥60 years, schooling <8 years, level 2 physical disability, types 1 and 2 reactive episodes, and urban residence area showed significant associations (p≤0.05) with multibacillary clinical types. Such findings can serve as a basis for elaborating and implementing leprosy control and surveillance measures, gearing actions to the most vulnerable groups, and becoming more effective.
  • Where are LGBTT populations in the Family Health Strategy? narratives of health professionals in Teresina, Piauí, Brazil Artigo

    Ferreira, Breno de Oliveira; Bonan, Claudia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As populações de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTT) não têm tido um lugar na "história oficial" da humanidade, a não ser como atores secundários que desviam, distorcem ou mesmo maculam a memória dos povos, orientada pela cis-heteronormatividade. São esses mesmos sujeitos que frequentemente vivenciam obstáculos na assistência ofertada pela Estratégia Saúde da Família (ESF), dentro de um sistema que é universal, integral e equânime. Neste artigo, buscamos analisar experiências narradas por profissionais da atenção básica na assistência à saúde das populações LGBTT em Teresina, Piauí, Brasil. Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada com 32 profissionais que atuavam em uma unidade básica de saúde. A análise foi pautada em três dimensões - relacional, organizacional e contextual - inspirada na discussão teórica de Giovanella e Fleury. A atenção básica, a qual deveria ser uma das responsáveis pelas ações de saúde comunitária, que prioriza a promoção e a prevenção em saúde, é a mesma que tem ofertado negações, violências, e negligência no cuidado às pessoas LGBTT. Aposta-se, portanto, na escuta como uma das chaves para o respeito à diversidade sexual e de gênero, para que essas pessoas sejam, assim, reconhecidas como usuárias da ESF.

    Abstract in English:

    Abstract The populations of lesbians, gays, bisexuals, transvestites, and transsexuals (LGBTT) have not had a place in the "official history" of humanity, except as secondary actors that deviate, distort, or even tarnish popular memory, guided by cisheteronormativity. These same subjects often experience obstacles in the care provided by the Family Health Strategy (ESF) within a universal, comprehensive, and equitable system. This paper seeks to analyze experiences narrated by primary care professionals in health care for LGBTT populations in Teresina, Piauí, Brazil. This is qualitative research conducted with 32 professionals working at a PHC unit. The analysis was based on three dimensions - relational, organizational, and contextual - inspired by the Giovanella and Fleury theoretical discussion. Primary care, which should be one of those responsible for community health actions and prioritize health promotion and prevention, is the same that has provided denials, violence, and neglect in the care of LGBTT people. Therefore, we selected listening as one of the keys to respecting sexual and gender diversity so that these people are recognized as ESF users.
  • Family Health Strategy: contributions of health teams in the nutritional care of children Artigo

    Pedraza, Dixis Figueroa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a estrutura e o processo de trabalho de equipes de saúde da Estratégia Saúde da Família relacionados ao cuidado nutricional da criança. Pequisa avaliativa de 136 equipes de saúde em 45 municípios paraibanos. Os dados de estrutura (disponibilidade de equipamentos antropométricos, suplementos e documentos técnicos) e processo (gestão, intersetorialidade e atividades da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil) foram sintetizados em escores e classificados como incipiente, intermediário ou avançado. Realizaram-se análises segundo características contextuais do município (porte populacional e desenvolvimento humano) e da equipe de saúde (se do Programa Mais Médicos ou convencional e se ampliada ou não com nutricionista). O cuidado nutricional foi classificado no nível intermediário, sendo a disponibilidade de documentos técnicos, o uso do SISVAN ou do e-SUS e a implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil os itens mais deficitários. Municípios de porte grande e equipes de saúde ampliadas com nutricionista apresentaram melhores condições de estrutura e processo, respectivamente. A implantação fragmentada do cuidado nutricional demanda melhorias de estrutura e processo para sua qualificação.

    Abstract in English:

    Abstract The scope of this article is to evaluate the structure and work processes of Family Health Strategy teams related to the nutritional care of children. It involved an assessment survey of 136 health teams in 45 municipalities in the State of Paraíba. The data on structure (availability of anthropometric equipment, supplements and technical documents) and processes (management, intersectoriality and activities of the Brazilian Breastfeeding and Feeding Strategy) were summarized in scores and classified as incipient, intermediate or advanced. Analyses were performed according to contextual characteristics of the municipality (population size and human development) and the health team (whether from the Programa Mais Médicos or conventional teams, and whether accompanied by a nutritionist or not). Nutritional care was classified at the intermediate level, with the availability of technical documents, the use of SISVAN or the e-SUS and the implementation of the Brazilian Breastfeeding and Feeding Strategy being the most deficient items. Large municipalities and expanded health teams with nutritionists had better structure and process conditions, respectively. The fragmented implementation of nutritional care calls for improvements in structure and processes for due fitness for purpose.
  • Family Health Postgraduate Program in the Brazilian northeast: repercussions in the professional exercise of postgraduates Artigo

    Nuto, Sharmênia de Araújo Soares; Vieira-Meyer, Anya Pimentel Gomes Fernandes; Vieira, Neiva Francenely Cunha; Freitas, Roberto Wagner Júnior Freire de; Amorim, Karla Patrícia Cardoso; Dias, Maria Socorro de Araújo; Vasconcelos, Maristela Inês Osawa; Machado, Maria de Fátima Antero Sousa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A pós-graduação no Brasil tem crescido nos últimos anos, porém há uma lacuna do conhecimento em saber se o objetivo formativo planejado do curso está sendo alcançado. Com isso, objetivou-se avaliar a contribuição do Programa de Pós-graduação em Saúde da Família, no exercício profissional de seus egressos. Trata-se de estudo transversal, realizado nos meses de outubro de 2019 a julho de 2020, com 225 egressos. A coleta de dados se deu por meio de questionário on-line contendo distintas variáveis sociodemográficas e de formação, além de competências desenvolvidas no mestrado e identificação dos domínios das Competências de Promoção da Saúde. A maioria dos participantes era do sexo feminino (78,2%), enfermeiros (58,2), concursados (64%) e trabalhadores do SUS (93,3). Notou-se que 222 (98,7%) egressos tiveram a temática do trabalho de conclusão oriunda de uma questão relacionada à prática. Observou-se média elevada nos escores para todas as competências avaliadas. Foram elevados os escores médios dos domínios de Competências de Promoção da Saúde. Conclui-se que o programa de pós-graduação tem contribuído de forma satisfatória na formação de mestres críticos, atuantes, com competências desenvolvidas e sendo realizadas na prática profissional.

    Abstract in English:

    Abstract Brazilian postgraduate education has grown in recent years, but there is a knowledge gap regarding whether the course’s planned educational objective is being achieved. We aimed to evaluate the contribution of the Postgraduate Program in Family Health for the postgraduates’ professional practice. This is a cross-sectional study conducted with 225 postgraduates from October 2019 to July 2020. Data were collected by an online questionnaire containing different sociodemographic and educational variables and competencies developed in the master’s degree program and identifying the domains of Health Promotion Competencies. Most of the participants were female (78.2%), nurses (58.2%), public servants (64%), and SUS workers (93.3%). Two hundred and twenty-two (98.7%) postgraduates’ final paper theme built on a practice-related issue. A high mean score was observed for all competencies analyzed. The mean scores for domains in Health Promotion competencies were high. We can conclude that the postgraduate program has contributed satisfactorily to the formation of critical, active masters, with competencies developed and being realized in professional practice.
  • Association between community-based and workplace violence and the sleep quality of health professionals: a cross-sectional study Artigo

    Silveira, Fabrícia Bezerra de Castro Alves; Lira Neto, José Claudio Garcia; Weiss, Carleara; Araújo, Márcio Flávio Moura de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A violência comunitária e no local de trabalho contra os profissionais de saúde tem causado sentimentos de vulnerabilidade, desgaste emocional e alterações psicológicas, refletindo em distúrbios na qualidade do sono. Assim, buscou-se analisar a associação entre violência comunitária e no local de trabalho e a qualidade do sono de profissionais de saúde que atuam na atenção primária à saúde. O estudo foi realizado com 286 profissionais de saúde que atuavam na atenção primária à saúde, em uma das maiores cidades do Brasil. O desfecho primário foi a qualidade do sono, avaliada pelo Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh. A maioria dos participantes (69,2%/p=0,074) foi classificada como “maus dormidores”, sendo os enfermeiros (73,3%/p=0,049) os que apresentaram a pior qualidade de sono. Ademais, grande parte dos profissionais sofreram algum tipo de violência durante o trabalho (p<0,001), que prejudicou as atividades profissionais (p=0,010), obrigando-os a mudar de conduta (p<0,001), e a cogitar mudança do local de trabalho (p=0,051). Os resultados mostraram que os profissionais têm apresentado episódios de medo, ansiedade e estresse, relacionados à violência no local de trabalho. Isso evidencia a necessidade de políticas públicas voltadas à saúde ocupacional.

    Abstract in English:

    Abstract Community-based and workplace violence against health professionals has caused feelings of vulnerability, emotional exhaustion, and psychological changes, reflecting on sleep quality disorders. Thus, we aimed to analyze the association between community and workplace violence and the sleep quality of health professionals working in primary health care. The study was conducted with 286 health professionals who worked in PHC in one of the largest cities in Brazil. The primary outcome was sleep quality as assessed by the Pittsburgh Sleep Quality Index. Most of the participants (69.2%/p=0.074) were classified as “bad sleepers”, and nurses (73.3%/p=0.049) showed the worst sleep quality. Additionally, most professionals suffered some type of violence at work (p<0.001), which impaired professional activities (p=0.010), forcing them to change their behavior (p<0.001) and consider changing the workplace location (p=0.051). The results showed that professionals have been experiencing moments of fear, anxiety, and stress associated with workplace and community violence. This highlights the need for public policies geared to occupational health.
  • Medical hiring formats in the Family Health Strategy and the performance of their core attributes Artigo

    Lima Júnior, Antonio Leonel de; Barreto, Ivana Cristina de Holanda Cunha; Maranhão, Roberto Ribeiro; Nuto, Sharmênia de Araújo Soares; Benevides, Bruno Souza; Saintrain, Maria Vieira de Lima; Vieira-Meyer, Anya Pimentel Gomes Fernandes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O estudo tem o objetivo de investigar a percepção dos médicos sobre as diversas formas de contratação e sua influência sobre o desempenho dos atributos essenciais da APS, afim de analisar as formas de vínculo que melhor contribuem à sua implantação e fortalecimento. Pesquisa quantitativa e transversal, utilizando-se da aplicação de formulário semiestruturado junto a 268 médicos da ESF de Fortaleza, Ceará. Verificou-se perfil sociodemográfico singular para cada grupo avaliado, que podem influenciar o processo de trabalho e opiniões sobre as formas de contratação. O desenvolvimento dos atributos essenciais da APS foi avaliado positivamente, mas houve diferença nesta percepção de acordo com o vínculo avaliado. O trabalho realizado pelos médicos na ESF é influenciado pela forma de contratação destes (p<0,001). Percebeu-se melhor desempenho dos estatutários (4,4), seguidos dos bolsistas do Programa Mais Médicos/Programa de Valorização da Atenção Básica (3,7), Consolidação das Leis do Trabalho (3,5) e, por último, os atuantes por Recibo de Pagamento Autônomo-RPA (2,4). Analisou-se que a contratação via Regime Estatutário e RPA, são, respectivamente, a melhor (85%) e a pior (96,6%) forma de contratação.

    Abstract in English:

    Abstract The study aimed to investigate the perception of doctors about the different hiring methods and their influence on the performance of the PHC essential attributes to analyze the formats that best contribute to its implementation and strengthening. This is a quantitative, cross-sectional research using a semi-structured form with 268 doctors from the ESF in Fortaleza, Ceará, Brazil. A unique sociodemographic profile was identified for each group evaluated, influencing the work process and opinions about hiring formats. The development of the essential PHC attributes was positively evaluated, but different perceptions were observed by professional hiring method assessed. The work performed by doctors in the ESF is influenced by how they are hired (p<0.001). Better performance of the statutory (4.4) was noted, followed by scholarship holders of the Mais Médicos Program/Primary Care Valorization Program (3.7), Consolidated Labor Laws (3.5), and, finally, those working with Self-Employed Payment Receipt (RPA) (2.4). We analyzed that hiring through the Brazilian Statutory Regime and RPA are, respectively, the best (85%) and the worst (96.6%) hiring formats.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br