• Primary child health care: the largest population-based assessment in the history of Brazilian National Health System Opinião

    Pinto, Luiz Felipe; Caldas, Ana Luiza Ferreira Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Desde 2019, o IBGE vem ocupando no cenário da avaliação de políticas públicas no Brasil um local de protagonismo. Após a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) avaliar os serviços de atenção primária no Sistema Único de Saúde (SUS) prestados aos adultos, em 2022 a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C) investigou o cuidado infantil. Para isso, utilizou uma das versões do Primary Care Assessment Tool (PCAT), desenvolvido e disseminado por Starfield e Shi para avaliar a existência e extensão dos atributos dos serviços de atenção primária à saúde (APS). O público-alvo pesquisado incluiu crianças menores de 13 anos, e os questionários foram respondidos por seus responsáveis/cuidadores. Contemplou todas as 27 unidades da federação do país, em amostras aleatórias probabilísticas, desdobrando-se ainda pelas regiões metropolitanas e capitais do Brasil. Trata-se do maior inquérito domiciliar sobre avaliação da saúde infantil já realizado no Brasil. A partir da PNS-2019 e da PNAD-C em 2022, o IBGE inaugura seu maior legado para a atenção primária à saúde no Brasil no que se refere à avaliação dos usuários do SUS, com todas as unidades da federação (re)conhecendo como a sociedade brasileira avalia os serviços de saúde no primeiro nível de atenção.

    Abstract in English:

    Abstract The IBGE has been playing a leading role in the public policy evaluation in Brazil since 2019. After the National Health Survey (PNS) evaluated primary care services in the Unified Health System (SUS) provided to adults, in 2022, the Continuous National Household Sample Survey (PNAD-C) investigated child health. To this end, it adopted one version of the Primary Care Assessment Tool (PCAT), developed and disseminated by Starfield and Shi to assess the existence and extent of the attributes of PHC services. The target audience surveyed included children under 13 years of age, and the questionnaires were answered by their guardians/caregivers. It included all the 27 federative units of the country in random probabilistic samples, also unfolding in the Brazilian metropolitan regions and capitals. This is the largest household survey on child health assessment ever conducted in Brazil. With the PNS-2019 and the PNAD-C in 2022, IBGE inaugurates its greatest legacy for Brazilian primary health care regarding the evaluation of SUS users, with all federative units recognizing and understanding how Brazilian society evaluates health services at the first level of care.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br