• The impact of multidrug therapy on the epidemiological pattern of leprosy in Juiz de Fora, Brazil Articles

    Soares, Luzivander S.; Moreira, Rodrigo de O.; Vilela, Vanessa V.; Alves, Márcio J. M.; Pimentel, Ana Flávia M.; Ferreira, Ana Paula; Teixeira, Henrique C.

    Abstract in Portuguese:

    Investigamos o impacto da poliquimioterapia (PQT) no perfil epidemiológico da hanseníase em Juiz de Fora, Brasil, de 1978 a 1995. Fizemos uma avaliação de 1.283 prontuários, de acordo com o esquema terapêutico adotado em dois diferentes períodos. Desde a introdução da PQT, em 1987, a prevalência da hanseníase caiu de 22 pacientes/dez mil habitantes para 5,2 pacientes/dez mil habitantes em 1995. A incidência da doença foi menor no período II (1987-1995) em comparação ao período I (1978-1986). A diminuição da prevalência e da incidência está mais relacionada à eficácia das drogas que a uma queda na identificação da infecção, já que tanto a procura espontânea quanto os encaminhamentos aumentaram significativamente do período I para o período II. Em ambos os períodos, a forma clínica mais freqüente foi a multibacilar (±68%), e o contato intradomicilicar foi o maior fator de risco conhecido associado à infecção. Um aumento de pacientes muito velhos ou muito novos foi observado no período II. Os resultados indicam que o esquema PQT tem sido eficaz no combate à hanseníase e tem aumentado a conscientização e o conhecimento da doença.

    Abstract in English:

    We investigated the impact of multidrug therapy (MDT) on the epidemiological pattern of leprosy in Juiz de Fora, Brazil, from 1978 to 1995. Evaluation of 1,283 medical charts was performed according to the treatment regimen used in two different periods. Following the introduction of MDT in 1987, prevalence of leprosy decreased from 22 patients/10,000 inhabitants to 5.2 patients/10,000 inhabitants in 1995. Incidence rate of leprosy was lower in period II (1987-1995) than in period I (1978-1986). Decreasing prevalence and incidence appear to be related to drug efficacy rather than decreased case identification, since both self-referred and professionally referred treatment increased markedly from period I to period II. For both periods, multibacillary leprosy was the most frequent clinical form of the disease (±68%), and the main infection risk factor identified was household contact. Leprosy is predominantly manifested in adults, but an increase in the number of very old and very young patients was observed in period II. The MDT program has been effective both in combating leprosy and in promoting awareness of the disease.
  • A Bayesian approach to estimate the prevalence of low height-for-age from the prevalence of low weight-for-age Articles

    Reichenheim, Michael E.; Best, Nicola G.

    Abstract in Portuguese:

    Victora et al. (1998) propuseram o uso de estimativas de prevalência de baixo peso para idade para a estimação de déficit de altura para idade em crianças brasileiras, em virtude da necessidade de simplificar métodos usados em programas de saúde comunitária. Este artigo tenta aprofundar o referido estudo ao propor uma abordagem Bayesiana com base no método de Simulação Estocástica via Cadeia de Markov (SEvCM), para lidar com questões de imprecisão ligadas à modelagem de estimação do déficit de estatura. Para evitar valores inválidos de prevalência estimados pelo modelo linear sugerido originalmente, propõem-se duas alternativas: um truncamento dos valores que extrapolem os limites plausíveis de prevalência ou uma transformação logito das prevalências. A abordagem Bayesiana é ilustrada com um exemplo de um estudo comunitário. Imprecisões oriundas da complexidade do desenho desse estudo também são contornadas com a abordagem Bayesiana, ao se introduzir uma estrutura hierárquica ou multinível. Já que o déficit de crescimento foi efetivamente observado no exemplo, o artigo também serve como instância de validação para o procedimento proposto por Victora et al.

    Abstract in English:

    Victora et al. (1998) proposed the use of low weight-for-age prevalence to estimate the prevalence of height-for-age deficit in Brazilian children. This procedure was justified by the need to simplify methods used in the context of community health programs. From the same perspective, the present article broadens this proposal by using a Bayesian approach (based on Markov Chain Monte Carlo (MCMC) methods) to deal with the imprecision resulting from Victora et al.'s model. In order to avoid invalid estimated prevalence values which can occur with the original linear model, truncation or a logit transformation of the prevalences are suggested. The Bayesian approach is illustrated using a community study as an example. Imprecision arising from methodological complexities in the community study design, such as multi-stage sampling and clustering, is easily handled within the Bayesian framework by introducing a hierarchical or multilevel model structure. Since growth deficit was also evaluated in the community study, the article may also serve to validate the procedure proposed by Victora et al.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br