• Clinical epidemiological profile of American tegumentary leishmaniasis at the Pinto Sugar Mill in Moreno Municipality, Greater Metropolitan Recife, Pernambuco State, Brazil Research Note

    Brito, Maria Edileuza Felinto de; Silva, Cláudio Júlio; Silva, Cristiane Máximo; Salazar, Pedro Raposo; Coutinho, Juliana Santos; Reis, Luiza de Campos; Pereira, Valéria Rego Alves; Brandão-Filho, Sinval Pinto; Medeiros, Ângela Cristina Rapela

    Abstract in Portuguese:

    A leishmaniose tegumentar americana incide em todas as regiões do Estado de Pernambuco, Brasil, onde se apresenta em expansão, com o surgimento de focos em novas áreas, como o Município de Moreno, na região metropolitana do Recife. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência da infecção e identificar os casos autóctones de leishmaniose tegumentar americana. Em abril de 2006, realizou-se um inquérito populacional por meio da aplicação de um questionário e do teste de intradermoreação de Montenegro a 481 indivíduos do Engenho Pinto, dos quais 47% eram do sexo masculino e 74% menores de 30 anos. Cento e quarenta e quatro (30%) indivíduos apresentaram reação positiva ao teste. Dentre estes, cinco apresentaram lesões ativas, 41 foram curados após quimioterapia e um curado espontaneamente. A RIFI realizada nos soros de 89 indivíduos apresentou 36% de positividade. A alta prevalência aponta para a expansão epidemiológica da doença nessa área da região metropolitana, fato preocupante, pois não há medidas eficazes para o controle da leishmaniose tegumentar americana, a não ser uma conscientização ecológica para minimizar o risco de infecção.

    Abstract in English:

    American tegumentary leishmaniasis (ATL) is present in all regions of Pernambuco State, Brazil, where it is spreading, with the emergence of foci in new areas like the Municipality (County) of Moreno in Greater Metropolitan Recife. The objective of the current study was to assess the prevalence of infection and identify autochthonous cases of ATL. In April 2006 a population survey was performed using a questionnaire and the Montenegro skin test (MST) in 481 individuals from the Pinto Sugar Mill, of whom 47% were males and 74% were younger than 30 years. One hundred forty-four individuals (30%) showed a positive MST. Of these, five presented active lesions, 41 were cured after meglumine antimoniate treatment, and one showed a spontaneous cure. Indirect immunofluorescence (IIF) was performed on sera from 89 individuals and showed a 36% positive rate. The high ATL prevalence demonstrates the epidemiological spread of the disease in Greater Metropolitan Recife, a worrisome development since there are no effective measures for ATL control except ecological awareness raising to minimize the risk of infection.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br