• Dengue fever continues to challenge and to puzzle Editorial

    Teixeira, Maria Glória; Costa, Maria da Conceição N.; Barreto, Maurício L.
  • Uses of the concept of subjectivity in Public Health Revisão

    Ferreira Neto, João Leite; Kind, Luciana; Pereira, Alessandra Barbosa; Rezende, Maria Carolina Costa; Fernandes, Marina Lanari

    Abstract in Portuguese:

    Analisa-se o uso da noção de subjetividade no campo da saúde coletiva associada às condições históricas e institucionais que o demandaram. A busca em periódicos específicos da área e livros de referência constituiu-se como estratégia metodológica central. Identificamos três funções no uso do conceito de subjetividade, associando-as primariamente às suas variáveis externas (trajetória do movimento sanitário e institucionalização do SUS), e secundariamente às variáveis internas (lógica do campo teórico-conceitual). As funções identificadas discutem a subjetividade (1) como elemento para se pensar a ação social de sujeitos políticos engajados no projeto da Reforma Sanitária; (2) como estratégia de problematizar o cuidado e a gestão como práticas intersubjetivas; (3) como substrato para a produção de autonomia nos indivíduos e coletivos. Em suas variáveis externas, as três funções se estabelecem como processos de construção de estratégias micro e macropolíticas em prol da consolidação do SUS.

    Abstract in English:

    This article analyzes the use of the concept of subjectivity in the public health field, associated with the historical and institutional conditions that demanded it. The main methodological strategy was a search in specific journals and reference books from the field. We identified three functions in the use of the concept of subjectivity, associating them primarily with external variables (trajectory in the health movement and institutionalization of the Unified National Health System - SUS) and secondarily with internal variables (logic of the theoretical/conceptual field). The functions discuss subjectivity as: (1) an element for conceiving the social action by political actors in the Health Reform project; (2) a strategy for problematizing health care and management as inter-subjective practices; and (3) a substrate for the production of autonomy for individuals and collectives. In their external variables, the three functions are established as processes for building micro and macro policies for the consolidation of the SUS.
  • The (in)visibility of psychological family violence in childhood and adolescence Revisão

    Abranches, Cecy Dunshee de; Assis, Simone Gonçalves de

    Abstract in Portuguese:

    A violência psicológica na infância e adolescência, no contexto familiar, ainda é pouco estudada. Este artigo tem como objetivo analisar como a violência psicológica na família relatada por crianças e adolescentes tem sido abordada nos estudos acadêmicos, através de revisão de literatura. A metodologia utilizada baseou-se na pesquisa bibliográfica das fontes de informações das bases de dados da LILACS, MEDLINE, SciELO, PubMed e do Portal Capes, nas bases Scopus e PsycInfo. Entre 51 estudos epidemiológicos, 16 desses se mostraram adequados ao objetivo desse artigo e comprovam a alta prevalência deste tipo de violência. Através dessa revisão pode-se perceber que esse tema tem sido mais estudado na literatura internacional do que na brasileira, e que aumentou significativamente sua visibilidade na última década, porém ainda enfrenta dificuldades quanto à definição, conceituação e operacionalidade. Constatou-se que a violência psicológica ao sair da invisibilidade pode colaborar para o aumento da prevenção e da proteção desta natureza de violência.

    Abstract in English:

    Psychological family violence in childhood and adolescence is still poorly studied, due to difficulties in its definition and detection. This article aims to examine how psychological family violence reported by children and adolescents has been addressed in academic studies, using a literature review (LILACS, MEDLINE, SciELO, PubMed, CAPES Portal, PsycINFO, and SCOPUS databases). Among 51 epidemiological studies, 16 articles met the review's objectives; some of the articles reported a high prevalence of such violence. The study showed that the issue has been studied more in the international literature than in Brazil, which has significantly increased its visibility in the last decade but still faces difficulties involving definition, conceptualization, and operationalization. Eliminating the invisibility of psychological violence in the family could help promote prevention of such violence and protection of children and adolescents.
  • Teenage pregnancy rates and socioeconomic characteristics of municipalities in São Paulo State, Southeast Brazil: a spatial analysis Artigo

    Martinez, Edson Zangiacomi; Roza, Daiane Leite da; Caccia-Bava, Maria do Carmo Gullaci Guimarães; Achcar, Jorge Alberto; Dal-Fabbro, Amaury Lelis

    Abstract in Portuguese:

    A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública comum em todo o mundo. O objetivo deste estudo ecológico é estudar o padrão espacial da associação entre os percentuais de gravidez na adolescência e características socioeconômicas dos municípios do Estado de São Paulo, Brasil. Para isso, foi utilizado um modelo bayesiano com uma distribuição espacial que segue uma estrutura condicional autorregressiva (CAR), baseado em algoritmos Monte Carlo em cadeias de Markov (MCMC). Foram usados dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Verificou-se que a ocorrência de gravidezes precoces apresentou-se maior nos municípios de menor produto interno bruto (PIB) per capita, com maior incidência de pobreza, de menor tamanho populacional, menor índice de desenvolvimento humano (IDH) e maior percentual de indivíduos com índice paulista de vulnerabilidade social (IPVS) igual a 5 ou 6, ou seja, mais vulneráveis. O estudo demonstra uma estreita associação entre gravidez na adolescência e indicadores econômicos e sociais.

    Abstract in English:

    Teenage pregnancy is a common public health problem worldwide. The objective of this ecological study was to investigate the spatial association between teenage pregnancy rates and socioeconomic characteristics of municipalities in São Paulo State, Southeast Brazil. We used a Bayesian model with a spatial distribution following a conditional autoregressive (CAR) form based on Markov Chain Monte Carlo algorithm. We used data from the Live Birth Information System (SINASC) and the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). Early pregnancy was more frequent in municipalities with lower per capital gross domestic product (GDP), higher poverty rate, smaller population, lower human development index (HDI), and a higher percentage of individuals with State social vulnerability index of 5 or 6 (more vulnerable). The study demonstrates a significant association between teenage pregnancy and socioeconomic indicators.
  • Health services utilization by the adult population in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State, Brazil: a cross-sectional study Artigo

    Dias-da-Costa, Juvenal Soares; Olinto, Maria Teresa Anselmo; Soares, Simoni Assunção; Nunes, Marcelo Felipe; Bagatini, Tatiane; Marques, Maximiliano das Chagas; Guimarães, Lisiane Kiefer; Müller, Letícia Possebon; Machado, Fátima Carina de Souza; Barcellos, Eduardo dos Santos; Pattussi, Marcos Pascoal

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do estudo foi descrever as características da população adulta em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, quanto ao uso de serviços de saúde. Avaliaram-se como desfecho: não se consultar com médico no último mês, utilizar serviços do SUS e se consultar nos serviços privados. Foi realizado um estudo transversal com indivíduos de ambos os sexos, de 20 a 69 anos. Das 1.098 pessoas respondentes, 623 (56,7%; IC95%: 53,8-59,7) não haviam se consultado com médico no último mês. Dos 487 indivíduos que tinham se consultado, 51,2% utilizaram os serviços do SUS, 26,9% os serviços privados e 22% outros serviços. Consultar estava associado com sexo feminino e idade elevada. A análise evidenciou que os indivíduos nas categorias intermediárias de renda, escolaridade e classe econômica se consultavam menos do que as correspondentes altas e baixas categorias. Os resultados sugerem que a classe intermediária, por não possuir "capacidade de compra" para serviços privados e/ou por não utilizar o sistema público, tenderia a procurar assistência de saúde com menor frequência.

    Abstract in English:

    The aim was to describe healthcare utilization by adults in a Brazilian city. The outcomes were medical appointments in the previous month and use of public (Unified National Health System - SUS) versus private healthcare services. A population-based cross-sectional study with 1,098 adults aged 20 years or over was carried out. No medical appointment in the previous month was reported by 623 persons (56.7%, 95%CI: 53.8-59.7). Of the 487 individuals who had consulted a physician, 51.2% used the public healthcare system, 26.9% private care, and 22% other services. Consultation was associated with female gender and older age. Individuals in the intermediate categories for income, schooling, and socioeconomic status consulted less than the corresponding high and low categories. The results suggest that the middle class in this city lacks the purchasing power to seek care in the private sector while also using public services less, thus generally seeking healthcare less frequently.
  • Life expectancy at birth: impact of variation in mortality by age group and cause of death in Campinas, São Paulo State, Brazil Artigo

    Belon, Ana Paula; Barros, Marilisa Berti de Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do estudo foi examinar o impacto das mudanças na mortalidade por idades e causas de morte sobre o aumento da esperança de vida ao nascer no Município de Campinas, São Paulo, Brasil, entre 1991, 2000 e 2005. Foram construídas tábuas de vida. O método de Pollard foi aplicado para estimar as contribuições das idades e causas de morte na variação da longevidade. O grupo etário de 0-1 ano foi o que mais contribuiu com o aumento da vida média masculina (31,1%) e feminina (22,9%) em 1991/2000. Entre 2000 e 2005, as idades de 15-44 anos responderam por 79% do ganho masculino. A maior contribuição entre 1991 e 2000 foi gerada pelas doenças cardiovasculares (66,1% entre os homens e 43,5% entre as mulheres). As causas externas subtraíram 1,1 ano entre os homens. Entre 2000 e 2005, com a queda da mortalidade por estas causas, a esperança de vida masculina aumentou em 2,3 anos. As neoplasias provocaram redução de 0,11 ano para homens e 0,15 ano para mulheres. Estes resultados podem auxiliar na orientação de políticas públicas de saúde para redução da mortalidade e aumento da esperança de vida ao nascer.

    Abstract in English:

    This study investigated the impact of variation in mortality by age group and cause of death on gains in life expectancy at birth in the city of Campinas, São Paulo State, Brazil, in 1991, 2000, and 2005. Life tables were constructed. Pollard's method was used to estimate the contributions by age group and cause of death on gains in life expectancy. In 1991-2000, the age group that most contributed was 0-1 year (31.1% for males and 22.9% for females). In 2000-2005, 79% of the gain for males was the result of mortality improvements in the 15-44-year bracket. Cardiovascular diseases made the largest contribution in 1991-2000 (66.1% for males and 43.5% for females). A loss in longevity was seen in men (1.1 year) resulting from increased mortality from external causes. In 2000-2005, the substantial gain (2.3 year) in male life expectancy was due to a reduction in mortality from external causes. Neoplasms had a negative effect on the gain (0.11 year for males and 0.15 for females). These findings should help support public health policies to reduce mortality risks and increase life expectancy.
  • Factors associated with secondary breast cancer prevention in Maringá, Paraná State, Brazil Artigo

    Matos, Jéssica Carvalho de; Pelloso, Sandra Marisa; Carvalho, Maria Dalva de Barros

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo analisou a prevalência e os fatores associados à realização da prevenção secundária do câncer de mama em mulheres de 40-69 anos do Município de Maringá, Paraná, Brasil. Realizou-se um estudo exploratório de corte transversal, tipo inquérito populacional, no Município de Maringá. A prevalência observada de realização do autoexame das mamas foi de 64,5%, do exame clínico das mamas, 71,5%, e de mamografia, 79%. Os fatores que influenciaram na realização dessas ações foram: idade, escolaridade, raça, classe econômica, religião e realização de terapia hormonal. A classe econômica e a escolaridade influenciaram significativamente na realização das práticas preventivas, ou seja, quanto maior o nível socioeconômico, maior a realização. A orientação e realização das práticas preventivas devem estar ao alcance de todas as mulheres na faixa etária de maior risco, diminuindo, dessa maneira, o diagnóstico tardio e mortes desnecessárias e aumentando as chances de cura do câncer de mama.

    Abstract in English:

    This study analyzed the prevalence of secondary breast cancer prevention and associated factors in women 40 to 69 years of age in Maringá, Paraná State, Brazil. Prevalence was 64.5% for breast self-examination, 71.5% for clinical examination, and 79% for mammography. The data suggest that age, schooling, ethnicity, socioeconomic status, religion, and prior hormone replacement therapy influenced the rates of the three types of examination. Preventive practices were significantly more common among women of higher socioeconomic status. Proper orientation and performance of preventive measures and tests should be at the reach of all women in the highest-risk age bracket, thereby decreasing late diagnosis and avoidable deaths and increasing the odds of curing breast cancer.
  • Identification of schistosomiasis risk areas using spatial analysis in Lauro de Freitas, Bahia State, Brazil Artigo

    Cardim, Luciana Lobato; Ferraudo, Antonio Sergio; Pacheco, Selma Turrioni Azevedo; Reis, Renato Barbosa; Silva, Marta Mariana Nascimento; Carneiro, Deborah Daniela M. Trabuco; Bavia, Maria Emilia

    Abstract in Portuguese:

    A disseminação da esquistossomose mansônica vem desafiando o sistema de saúde brasileiro, deixando clara a necessidade da reavaliação das estratégias do programa de controle da endemia. O objetivo deste trabalho foi delimitar as áreas geográficas de risco para a esquistossomose em Lauro de Freitas, Bahia, Brasil, e estabelecer o perfil epidemiológico e socioeconômico da doença no município. Utilizou-se o estimador de densidade de Kernel para a identificação visual de aglomerados de casos e a análise de varredura espaço-temporal de Kulldorff & Nagarwalla para a obtenção de aglomerados com significância estatística e mensuração do risco. As duas técnicas identificaram quatro áreas de risco para a doença no município, com indicadores socioeconômicos mais baixos que as áreas fora dos aglomerados. A análise de correspondência múltipla mostrou um perfil diferenciado nos pacientes positivos para a esquistossomose pertencentes ao aglomerado primário. As técnicas empregadas se configuram em uma importante aquisição metodológica para a vigilância e controle da doença no município.

    Abstract in English:

    The spread of schistosomiasis mansoni defies efforts by Brazil's Unified National Health System, thus demonstrating the need to reassess endemic control programs in the country. The aim of this study was to demarcate geographic areas at risk of schistosomiasis in Lauro de Freitas, Bahia State, Brazil, and to establish the epidemiological and socioeconomic profile of the disease in this municipality (county). Kernel density estimator exploratory analysis was used for visual identification of areas at risk. Kulldorff & Nagarwalla's spatial analysis was used to obtain statistically significant clusters and to measure risk. These technologies identified four risk areas for schistosomiasis. Clusters identified within the risk areas were characterized by lower socioeconomic conditions. Multiple correspondence analyses showed a distinct profile for positive patients in the primary cluster. The techniques employed here represent an important methodological acquisition for tracking and controlling schistosomiasis in Lauro de Freitas.
  • Partial cross-cultural adaptation of the Aberrant Behavior Checklist (ABC) scale for analysis of patients with mental retardation Artigo

    Losapio, Mirella Fiuza; Silva, Lis Gomes; Pondé, Milena Pereira; Novaes, Camila Marinho; Santos, Darci Neves dos; Argollo, Nayara; Oliveira, Ivete Maria Santos; Brasil, Heloisa Helena Alves

    Abstract in Portuguese:

    A ABC (Aberrant Behavior Checklist) visa avaliar a resposta ao tratamento de transtornos comportamentais em portadores de retardo mental. O objetivo deste estudo é descrever a adaptação transcultural parcial da escala ABC para o português do Brasil. Foi realizada avaliação da equivalência conceitual e de itens, foram feitas duas traduções (T1 e T2), suas respectivas retraduções (R1 e R2), avaliação das equivalências referencial e geral, avaliação de especialistas, pré-teste e elaboração da versão final. Em relação à equivalência conceitual e de itens a ABC foi considerada pertinente à nossa cultura. Quanto à equivalência semântica, houve uma boa correspondência entre os itens de R1 e a ABC original, e razoável entre estes e R2. Portanto optou-se por utilizar os itens de T1. Todos os professores compreenderam 94,8% da escala, enquanto todos os parentes entenderam 87,9%. Fica disponível a versão em português do Brasil da escala ABC, respeitando a equivalência conceitual e de itens e semântica.

    Abstract in English:

    The aim of the ABC (Aberrant Behavior Checklist) is to evaluate the treatment response for aberrant behavior in patients with mental retardation. The aim of this study was to describe the partial cross-cultural adaptation of the ABC scale to Brazilian Portuguese. The process included conceptual and item equivalence, two translations (T1, T2) and their back-translations (R1, R2), evaluation of referential and general equivalence, expert evaluations, a pre-test, and elaboration of the final version. Conceptual and item equivalences of the ABC were considered pertinent to Brazilian culture. Semantic equivalence showed good correspondence between R1 items and ABC. Reasonable correspondence was obtained between ABC items and R2. All of the professors understood 94.8% of the items in the scale, while relatives understood 87.9%. The Brazilian Portuguese version of the ABC scale thus is available for use, with the appropriate conceptual, item, and semantic equivalence.
  • Use of diet sweeteners by adults in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil: a population-based study Artigo

    Zanini, Roberta de Vargas; Araújo, Cora Luiza; Martínez-Mesa, Jeovany

    Abstract in Portuguese:

    Estudo de base populacional avaliou o uso de adoçantes dietéticos na população com idade ≥ 20 anos, residente na zona urbana do Município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta de dados ocorreu entre janeiro e julho de 2010, e 2.732 indivíduos foram entrevistados. Além das questões específicas quanto ao uso de adoçante dietético, foram coletadas informações sobre características demográficas, socioeconômicas e de saúde. Para as análises estatísticas, foram utilizados testes qui-quadrado de heterogeneidade e de tendência linear. A prevalência de uso de adoçante dietético foi 19% (IC95%: 17,1; 20,9), sendo 3,7 vezes maior entre idosos do que entre aqueles com 20-29 anos de idade. Nível econômico e estado nutricional apresentaram associação direta e significativa com o desfecho. Quase 98% da amostra utilizou adoçantes na forma líquida, sendo os mais consumidos (89,2%) aqueles constituídos por sacarina e ciclamato de sódio. A mediana de ingestão diária foi 10 gotas (P25; P75 = 6; 18), entre usuários de adoçante líquido, ou 1,5 sachet (P25; P75 = 1; 4), para adoçante em pó. O uso de adoçante dietético foi maior entre mulheres e idosos.

    Abstract in English:

    This population-based study evaluated the use of diet sweeteners by adults (> 20 years) in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil. Data were collected from January to July 2010 (n = 2,732). Besides specific questions on diet sweeteners, demographic, socioeconomic, and health characteristics were recorded. Heterogeneity and linear trend chi-square tests were used for the statistical analysis. Prevalence of sweetener use was 19% (95%CI: 1.1-20.9), and was 3.7 times higher in elderly individuals as compared to 20-29-year-olds. Economic level and nutritional status were significantly associated with sweetener use. Nearly 98% of the sample used liquid sweeteners; the most frequently consumed (89.2%) were those containing saccharin or sodium cyclamate. Average intake was 10 drops of liquid sweetener or 1.5 sachets of powdered sweetener. Use of diet sweeteners was higher among women and the elderly.
  • Smoking among adolescents and young adults in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil: the influence of family setting and social group Artigo

    Abreu, Mery Natali Silva; Souza, Charles Ferreira de; Caiaffa, Waleska Teixeira

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo objetivou estimar a prevalência de tabagismo entre jovens residentes em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e avaliar possíveis fatores associados. Foram incluídas informações de 563 jovens entre 15-24 anos. Utilizou-se a base populacional do Inquérito Domiciliar sobre Comportamentos de Risco e Morbidade Referida de Doenças e Agravos não Transmissíveis, realizado pelo Instituto Nacional de Câncer (2002-2003). O documento contém dados sociodemográficos; atividade física; tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas. Buscaram-se fatores associados ao tabagismo utilizando regressão logística, com entrada hierarquizada das variáveis no modelo e método de estimação GEE. A prevalência de tabagismo foi de 11,7%, e os fatores associados foram: consumo excessivo de álcool (OR = 20,6), idade (OR = 1,2); pai fumante (OR = 4,0), irmão fumante (OR = 2,5) e melhor amigo fumante (OR = 5,2). A prevalência de tabagismo em jovens de Belo Horizonte ainda é considerada alta, aumentando com idade, consumo de álcool e contato com familiares e amigos fumantes.

    Abstract in English:

    The study aimed to estimate smoking prevalence in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil, and related risk factors among adolescents. We used data from the household survey conducted by the Brazilian National Cancer Institute (2002-2003). The following variables were analyzed: demographic data; physical activity; smoking; and alcohol consumption. The study included information on 630 adolescents (15-24 years of age) living in Belo Horizonte. Multivariate logistic regression analyses were carried out, with hierarchical entry of variables into the model and the generalized estimating equation (GEE) method. Overall smoking prevalence was 11.7%. The following factors were associated with smoking: alcohol consumption (OR = 20.6), older age (OR = 1.2), paternal smoking (OR = 4.0), sibling smoker (OR = 2.5), and best friend smoker (OR = 5.2). Smoking prevalence among adolescents was high, increasing with age and alcohol consumption.
  • Cost-effectiveness of community health worker versus home-based guardians for directly observed treatment of tuberculosis in Vitória, Espírito Santo State, Brazil Article

    Prado, Thiago Nascimento do; Wada, Nikolas; Guidoni, Leticia Molino; Golub, Jonathan E.; Dietze, Reynaldo; Maciel, Ethel Leonor Noia

    Abstract in Portuguese:

    Comparar os custos e os resultados associados ao tratamento de tuberculose (TB) supervisionado por domiciliares quanto ao realizado pelos agentes comunitários de saúde (ACS). Participaram do estudo todos os casos de TB pulmonar com cultura positiva tratada na cidade de Vitória, Espírito Santo, Brasil, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2006. Os pacientes escolheram a estratégia de tratamento preferencial. Os custos incorridos pelos prestadores e os doentes foram estimados, e relação custo-efetividade foi avaliada comparando os custos por doente tratado com sucesso. Um total de 130 pacientes foi incluído no estudo, 84 escolheram ACS e 46 escolheram tratamento supervisionado por domiciliares. 45 de 46 (98%) dos doentes tratados com supervisionamento por domiciliares foram curados ou tratamento completado em comparação com 70/84 (83%) dos pacientes ACS (p = 0,01). Regressão logística mostrou o tratamento supervisionado por domiciliares significativamente protetor em relação ao abandono do tratamento da TB ao realizado pelo ACS. Custo por paciente tratado com o tratamento supervisionado por domiciliares foi de US$ 398, em comparação com US$ 548 para ACS. Tratamento supervisionado por domiciliares é uma opção mais custo-efetividade do que a supervisão pelo ACS.

    Abstract in English:

    The objective of this study was to compare the costs and outcomes associated with guardian-supervised directly observed treatment relative to the standard of care Directly Observed Therapy, Short Course (DOTS) provided by community health workers (CHW). New cases of culture-positive pulmonary tuberculosis (TB) treated in Vitória, Espírito Santo State, Brazil, between January 2005 and December 2006 were interviewed and chose their preferred treatment strategy. Costs incurred by providers and patients (and patients' families) were estimated, and cost-effectiveness was assessed by comparing costs per successfully treated patient. 130 patients were included in the study; 84 chose CHW-supervised DOTS and 46 chose guardian-supervised DOTS. 45 of 46 (98%) patients treated with guardian-supervised DOTS were cured or completed treatment compared to 70/84 (83%) of the CHW-supervised patients (p = 0.01). Logistic regression showed only the strategy of supervision to be a significant association with treatment outcome, with guardian-supervised care strongly protective. Cost per patient treated with guardian-supervised DOTS was US$398, compared to US$548 for CHW-supervised DOTS. The guardian-supervised DOTS is an attractive option to complement CHW-supervised DOTS.
  • Factors associated with interruption of exclusive breastfeeding in low birth weight infants receiving primary care Artigo

    Sanches, Maria Teresa Cera; Buccini, Gabriela dos Santos; Gimeno, Suely Godoy Agostinho; Rosa, Tereza Etsuko da Costa; Bonamigo, Andrea Wander

    Abstract in Portuguese:

    Visou-se a identificar os fatores associados à interrupção do aleitamento materno exclusivo (AME) de lactentes nascidos com baixo peso assistidos na Atenção Básica. Estudo transversal com 170 lactentes assistidos em unidades básicas de saúde (UBS) da periferia do Município de São Paulo, Brasil. Incluíram-se nascidos com peso ≤ 2.500g (inclusive gemelares), Apgar (5') ≥ 7 e acompanhados até o terceiro mês. Excluíram-se bebê/mãe com alterações que impedissem o AME e óbitos. Coletaram-se os dados utilizando-se formulários preenchidos nas consultas e prontuários. As razões de prevalência foram obtidas por regressão de Poisson. Identificou-se associado à interrupção do AME no terceiro mês: idade materna < 18 anos; vínculo empregatício informal (como fator de proteção); ingestão de álcool na gestação; < 6 consultas no pré-natal; gestação múltipla; peso ao nascer ≤ 2.000g; dificuldade na primeira mamada; queixa sobre a amamentação no primeiro mês; uso de chupeta no primeiro e segundo meses. O conhecimento desses fatores beneficia o planejamento de ações e políticas locais visando ao aumento da amamentação exclusiva dos lactentes nascidos com baixo peso.

    Abstract in English:

    This study aimed to identify factors associated with interruption of exclusive breastfeeding (EBF) in low birth weight infants receiving primary care. This was a cross-sectional study of 170 infants treated at primary care units on the urban periphery of São Paulo, Brazil. The sample included infants with birth weight ≤ 2,500g (including twins) and 5-minute Apgar ≥ 7, followed until the third month of life, and excluded infants/mothers with complications that would impede EBF, besides infant/maternal deaths. Data were collected from forms completed during consultations and patient records. Prevalence ratios were obtained by Poisson regression. The following factors were associated with interruption of EBF in the first three months of life: maternal age ≤ 18 years; informal employment (protective factor); alcohol intake during pregnancy; < 6 prenatal visits; multiple gestations; birth weight ≤ 2,000g; difficulty breastfeeding in the first month; complaints in breastfeeding during the first month; and use of pacifiers in the first two months. Prior knowledge of these factors can help plan measures and policies to increase EBF rates among low birth weight infants.
  • Critical issues for implementing oral health policy in the city of Salvador, Bahia State, Brazil Artigo

    Soares, Catharina Leite Matos; Paim, Jairnilson Silva

    Abstract in Portuguese:

    O estudo consiste em investigação acerca da implementação de políticas em organizações públicas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, um estudo de caso, exploratório, cujo objeto foi a Política Nacional de Saúde Bucal, Brasil Sorridente, no Município de Salvador, Bahia, Brasil. Buscou-se identificar fatores que facilitaram ou dificultaram a implementação da referida política, com base no ciclo da política pública e à luz do triângulo de governo, no período de 2004 a 2007. Como estratégias de coleta de dados foram consultados documentos municipais, feitas entrevistas com informantes-chave e observação direta em reuniões do nível central da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os resultados apontaram que os principais fatores que dificultaram a implementação da política municipal de saúde bucal foram: a inespecificidade do projeto; os recursos humanos; e a falta de autonomia financeira da SMS. O estudo revelou que a desarticulação entre as variáveis que compõem o triângulo de governo representou obstáculos à implementação da política de saúde bucal no município estudado.

    Abstract in English:

    This study focuses on policy implementation by public organizations. This was a qualitative, exploratory case study focusing on Brazil's National Oral Health Policy, known as "Smiling Brazil", implemented in Salvador, the State capital of Bahia. The study aimed to identify factors that facilitated or hindered the policy's implementation, based on the public policy cycle and Carlos Matus' government triangle concept, for the period from 2004 to 2007. Data collection strategies included analysis of municipal documents, interviews with key informants, and direct observation of top management meetings at the Municipal Health Secretariat. The main factors that hindered implementation of the municipal oral health policy were the project's lack of specificity; lack of human resources; and lack of financial autonomy in the Municipal Health Secretariat. The study showed that the lack of connection between the variables comprising the government triangle raised obstacles to the implementation of oral health policy in Salvador.
  • Sleep, work, and study: sleep duration in working and non-working students Artigo

    Pereira, Érico Felden; Bernardo, Maria Perpeto Socorro Leite; D'Almeida, Vânia; Louzada, Fernando Mazzilli

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo objetivou investigar a duração do sono e fatores associados em escolares trabalhadores e não trabalhadores. Foram coletadas informações sobre o padrão do ciclo vigília/sono de 863 adolescentes de 10 a 19 anos em escolas de São Paulo, Brasil. Análises ajustadas foram aplicadas para comparação da duração do sono entre trabalhadores e não trabalhadores. O porcentual de adolescentes trabalhadores foi de 18,4% e 52% dos jovens que trabalhavam apresentaram oito ou menos horas de sono. A prevalência de baixa duração do sono foi maior nos trabalhadores dos sexos masculino (p = 0,017) e feminino (p < 0,001). Os estudantes trabalhadores apresentaram menor duração do sono mesmo com ajuste pela classe socioeconômica (p < 0,001). Apesar de existirem mais trabalhadores no turno da noite, no modelo ajustado pelo sexo e nível socioeconômico, os estudantes trabalhadores do turno da tarde apresentaram maior prevalência de baixa duração do sono (RP = 2,53; IC95%: 1,68-4,12).

    Abstract in English:

    The aim of this study was to investigate the duration of sleep and associated factors in working and non-working students. Data were analyzed on the sleep-wake cycle in 863 teenage students in São Paulo, Brazil. Adjusted analyses were performed to compare sleep duration in working and non-working students. 18.4% of the group worked, and 52% of the working students slept eight hours or less per night. Prevalence of short sleep duration was higher in working students of both sexes (males, p = 0.017; females, p < 0.001). Working students showed short sleep duration in the analysis adjusted for socioeconomic status, but short sleep was more frequent in older adolescents (p = 0.004) and in lower (p = 0.001) and middle (p = 0.011) socioeconomic classes. Although more working students were in night school, in the model adjusted for gender and socioeconomic status, working students in afternoon courses showed higher prevalence of short sleep duration (PR = 2.53; 95%CI: 1.68-4.12).
  • Socio-demographic characteristics and prenatal and childbirth care in southern Brazil Artigo

    Cesar, Juraci A.; Mendoza-Sassi, Raúl A.; Gonzalez-Chica, David A.; Mano, Patrícia S.; Goulart-Filha, Sirley M.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve por objetivo comparar a assistência à gestação e ao parto entre mães adolescentes e não adolescentes residentes no Município de Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2007 aplicou-se questionário padronizado a todas as mães destes recém-nascidos buscando informações sobre cuidados recebidos do inicio da gravidez até momento do parto. Utilizou-se teste do qui-quadrado para comparar proporções. Um quarto (516) dos recém-nascidos era filho de mães adolescentes. Em relação às demais mães, uma menor proporção de adolescentes completou seis ou mais consultas de pré-natal (61% x 75%), iniciou o pré-natal no primeiro trimestre de gravidez (58% x 77%), recebeu vacina antitetânica (81% x 85%) e fez todo o pré-natal com o mesmo profissional (70% x 78%); no entanto, foram mais comumente suplementadas com sulfato ferroso (66% x 57%), submetidas a fórcipe (11% x 6%), à episiotomia (86% x 66%), e atendidas no SUS (92% x 76%). Estes dados mostram que a assistência recebida pelas mães adolescentes foi sistematicamente pior àquela recebida pelas demais mães.

    Abstract in English:

    This study aimed to compare prenatal and childbirth care received by teenagers and older mothers in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, southern Brazil. From January 1st to December 31st 2007, all mothers were interviewed with a standardized questionnaire on the care they received. The chi-square test was used to compare proportions between adolescent and non-adolescent mothers. One-fourth (516) of the infants were born to adolescent mothers. Compared to older mothers, teenagers showed lower rates of the following: completion of at least six prenatal visits (61% x 75%), initiation of prenatal care in the first trimester (58% x 77%), tetanus vaccination (81% x 85%), and completion of prenatal visits with the same health professional (70% x 78%). Meanwhile, teenage motherhood was associated with more: supplementation for iron deficiency (66% x 57%), use of forceps (11% x 6%), and episiotomy (86% x 66%). The findings show that teenage mothers received worse prenatal and childbirth care than older mothers.
  • Perceptions by patients and families towards treatment outcomes in mental health services Artigo

    Costa, Cecília Silva; Bandeira, Marina; Cavalcanti, Rita Laura Avelino; Scalon, João Domingos

    Abstract in Portuguese:

    A necessidade de avaliação dos resultados do tratamento em serviços de saúde mental, na perspectiva dos usuários, tem sido destacada na literatura. O objetivo deste estudo foi comparar a avaliação dos pacientes e dos seus familiares, em termos das suas percepções de mudanças ocorridas na vida do paciente, em função do tratamento recebido. Para isso, a Escala de Mudança Percebida (EMP) foi aplicada em cem pacientes psiquiátricos e cem familiares, atendidos em serviços públicos de saúde mental. Os resultados mostraram uma alta porcentagem de acordo entre as percepções de mudança dos dois grupos, para a maioria dos itens da escala e para as respostas à questão aberta da escala. Estes resultados confirmaram dados de estudos precedentes que compararam a satisfação de pacientes e familiares em relação a outros aspectos dos serviços. A convergência entre as percepções de mudanças, encontrada no presente estudo, atesta a validade das respostas dos pacientes ao fazer um julgamento sobre os resultados do tratamento em serviços de saúde mental.

    Abstract in English:

    The need to evaluate treatment outcomes in mental health services from the user's perspective has been highlighted in the literature. The objective of this study was to compare the perceptions of patients and their families regarding treatment outcomes, in terms of perceived changes in the patient's life. The Perception of Change Scale was applied to 100 psychiatric patients that used public mental health services and 100 family members. The results showed a high percentage of agreement between patients' and families' perceptions of change on most items in the scale and on the open-ended questions. The results confirmed previous studies comparing patients' and families' satisfaction with other aspects of services. They also attest to the validity of patients' responses in the evaluation of treatment outcomes in mental health services.
  • Anemia in children 6 to 59 months of age and associated factors in Jordão, Acre State, Brazil Artigo

    Oliveira, Cristieli Sérgio de Menezes; Cardoso, Marly Augusto; Araújo, Thiago Santos de; Muniz, Pascoal Torres

    Abstract in Portuguese:

    Examinou-se a prevalência e fatores associados à anemia em estudo transversal com 429 crianças de 6 a 59 meses do Município de Jordão, Estado do Acre, Brasil. Modelos múltiplos de regressão de Poisson foram utilizados com seleção hierárquica das variáveis independentes. A anemia foi altamente prevalente (57,3%; IC95%: 52,5%-62,1%). Ter idade entre 6 e 23,9 meses [razão de prevalência - RP (IC95%): 1,40 (1,09-1,74)], morar na área rural [RP: 1,23 (1,04-1,44)], morar em domicílio com 5 a 14 crianças [RP: 1,23 (1,04-1,44)], ter mãe que fumou na gravidez [RP: 1,29 (1,09-1,53)], mãe anêmica [RP: 1,18 (1,00-1,39)] e apresentar déficit de altura para idade [RP: 1,19 (1,01-1,39)] foram fatores associados ao risco de anemia, e ter mãe que trabalha fora [RP: 0,78 (0,64-0,94)] foi fator de proteção. A anemia é um grave problema de saúde pública nesse município. Estratégias multissetoriais de combate à pobreza, aumento da cobertura e qualidade de serviços de assistência à saúde materno-infantil devem ser implementados.

    Abstract in English:

    This study investigated anemia prevalence and associated factors using a cross-sectional approach with 429 children 6 to 59 months of age in Jordão, Acre State, Brazil. Multiple Poisson regression in hierarchical models was used in the analysis. Overall anemia prevalence was 57.3% (95%CI: 52.5%-2.1%). Age under 24 months [prevalence ratio - PR (95%CI): 1.40 (1.09-1.74)], living in rural areas [PR: 1.23 (1.04-1.44)], households with 5-14 children [PR: 1.23 (1.04-1.44)], stunting [PR: 1.19 (1.01-1.39)], maternal anemia [PR: 1.18 (1.00-1.39)], and smoking during pregnancy [PR: 1.29 (1.09-1.53)] were associated with increased risk of anemia. Children of working mothers were at lower risk of anemia [PR: 0.78 (0.64-0.94)]. Anemia prevalence in childhood was found to be a serious public health problem in this municipality. Multi-sector prevention strategies should be implemented, addressing poverty and maternal-infant healthcare.
  • Prenatal care and management of hypertension in pregnant women in the public healthcare system in Rio de Janeiro, Brazil Artigo

    Vettore, Marcelo Vianna; Dias, Marcos; Domingues, Rosa Maria Soares Madeira; Vettore, Mario Vianna; Leal, Maria do Carmo

    Abstract in Portuguese:

    Neste estudo, avaliaram-se a adequação e o acompanhamento pré-natal de gestantes com hipertensão arterial e as de baixo risco, além dos fatores associados ao manejo adequado do pré-natal nas hipertensas. Um estudo seccional foi realizado com 1.947 gestantes, 187 com hipertensão arterial, na rede SUS do Rio de Janeiro, Brasil, em 2007/2008. Informações demográficas, socioeconômicas, história obstétrica e adequação do pré-natal foram coletadas através de entrevistas e do cartão pré-natal. O manejo adequado da hipertensão arterial foi avaliado pelas dimensões: profissional de saúde, serviços de saúde e mulher. Utilizou-se o teste Χ ² e regressão logística multivariada para comparação entre os grupos e identificação dos fatores associados ao manejo da hipertensão arterial. A adequação do pré-natal foi de 79% e não diferiu entre os grupos. Apenas 27% das hipertensas tiveram manejo da hipertensão arterial adequado, com pior desempenho do profissional. Gestantes hipertensas com melhor assistência ao pré-natal foram aquelas com antecedentes de nati e/ou neomortalidade e aquelas com 35 ou mais anos de idade. Apesar da adequada utilização do pré-natal, o manejo da hipertensão arterial nas gestantes foi inadequado.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to assess the adequacy of prenatal care for pregnant women with hypertension as compared to those at low risk. Adequate management of hypertension and associated factors were also investigated. A cross-sectional study was conducted with 1,947 women, 187 of whom with hypertension, in public prenatal care units in Rio de Janeiro, Brazil, in 2007-2008. Demographic and socioeconomic data, obstetric history, and information on adequacy of prenatal care were collected using interviews and prenatal care cards. Adequacy of management of hypertension was evaluated according to performance of health professionals and health services and women's individual characteristics. Chi-square and multivariate logistic regression were used to compare groups and identify factors associated with management of hypertension. Adequacy of prenatal care was 79% and did not differ between groups. Only 27% of pregnant women with hypertension received appropriate management, with poor professional performance. Hypertensive pregnant women with better prenatal care were those with previous neonatal deaths and/or stillbirths and those with 35 years of age and older. Despite adequate use of prenatal care, management of hypertension in pregnant women was inadequate.
  • Clinicopathological study of salivary gland tumors: an assessment of 303 patients Research Note

    Morais, Maria de Lourdes Silva de Arruda; Azevedo, Paulo Roberto; Carvalho, Cyntia Helena; Medeiros, Lélia; Lajus, Tirzah; Costa, Antonio de Lisboa Lopes

    Abstract in Portuguese:

    Neoplasias de glândulas salivares são notáveis pela sua diversidade histológica e vários estudos apontam para sua ocorrência variada na população. Aspectos clínicos foram histologicamente avaliadas para determinar sua possível associação e definir parâmetros para diferenciar tumores benignos e malignos. Os arquivos de casos diagnosticados como tumores epiteliais de glândulas salivares, entre 1989 e 2005 foram revistos. A maioria (71%) dos 303 tumores de glândula salivar estudados eram benignos e o adenoma pleomórfico foi o mais comum. As idades médias para pacientes com tumores benignos e malignos foi de 49,2 e 58,5 anos, respectivamente. Diferença estatisticamente significativa entre estes tumores foi observado para as seguintes variáveis: idade média, o tamanho do tumor e duração da doença. Uma correlação foi encontrada entre o diagnóstico histológico e consistência do tumor. Os dados aqui apresentados corroboram uma série de estudos anteriores e, portanto, são relevantes para entender as diversas características exibidas por estes tumores.

    Abstract in English:

    Salivary gland neoplasms are remarkable for their histological diversity and several studies point to their varied occurrence in the population. Clinical aspects were histologically assessed to determine possible associations and define parameters to differentiate benign and malignant neoplasms. The case files of patients diagnosed with epithelial salivary gland tumors between 1989 and 2005 were reviewed. A majority (71%) of the 303 salivary gland tumors studied were benign and pleomorphic adenoma were found to be most common. Mean ages for patients with benign and malignant tumors were 49.2 and 58.5 years, respectively. A statistically significant difference between these tumors was observed for the following variables: mean age, tumor size and disease duration. A correlation was found between histological diagnosis and tumor consistency. The data presented here corroborate a number of previous studies and are therefore relevant in understanding the diverse characteristics exhibited by these tumors.
  • Pesquisa em saúde coletiva: fronteiras, objetos e métodos Resenhas

    Hartz, Zulmira M. de Araújo
  • Humanização do parto: política pública, comportamento organizacional e ethos profissional Resenhas

    Dias, Marcos Augusto Bastos
  • Religião, psicopatologia & saúde mental Resenhas

    Siegel, Pamela; Barros, Nelson Filice de
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br