Sort publications by
Interface - Comunicação, Saúde, Educação, Volume: 27, Published: 2023
  • A virtual script about biosocial and biodesertion activism in the User, Ex-patient, and Survivor of Psychiatry Movement Criação

    Santos, Andreza Silva dos

    Abstract in Portuguese:

    A dificuldade em demarcar um termo que designe o movimento indicado no título deste artigo é uma demonstração da heterogeneidade que o caracteriza: consumidores, ex-pacientes, sobreviventes da Psiquiatria são algumas das denominações utilizadas pelos grupos que se organizam em torno da advocacy pelos direitos das pessoas que são submetidas a tratamentos psiquiátricos (incluindo o direito de recusa a esses tratamentos) e da construção de redes de autoajuda, pensadas como alternativas ao sistema de Saúde Mental, no contexto dos Estados Unidos. Convido o leitor a conhecer um pouco dessa história por meio do roteiro de um documentário, que não foi e não será gravado, mas que é virtualmente narrado neste texto com a intenção de situar a atuação desse movimento e propor uma discussão teórica que o articule com os conceitos de ativismo biossocial e biodeserção.

    Abstract in Spanish:

    La dificultad de demarcar un término que designe el movimiento indicado en el título de ese artículo es una demostración de la heterogeneidad que lo caracteriza: consumidores, expacientes, sobrevivientes de la Psiquiatría son algunas de las denominaciones utilizadas por los grupos que se organizan alrededor de la advocacy por los derechos de las personas sometidas a tratamientos psiquiátricos (incluyendo el derecho de rechazarlos) y de la construcción de redes de auto-ayuda pensadas como alternativas para el sistema de Salud Mental, en el contexto de Estados Unidos. Invito al lector a conocer un poco de esa historia por medio del guion de un documental que no fue ni será grabado, pero que se narra virtualmente en este texto con la intención de situar la actuación de ese movimiento y proponer una discusión teórica que lo articule con los conceptos de activismo biosocial y biodeserción.

    Abstract in English:

    The difficulty defining a term to describe the movement indicated in the title of this article illustrates its heterogeneity: users, ex-patients, and survivors of Psychiatry are some of the names used by the groups who advocate for the rights of people undergoing psychiatric treatment (including the right to refuse treatment) and the creation of self-help networks, designed to be an alternative to the Mental Health system in the context of the United States. I invite the reader to understand a little about the history of this movement using the script of a documentary that has not and will never be recorded, but is narrated virtually in this text with the intention of situating the movement’s role and proposing a theoretical discussion that articulates the concepts of biosocial and biodesertion activism.
UNESP Botucatu - SP - Brazil
E-mail: intface@fmb.unesp.br