Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 20, Issue: 4, Published: 2010
  • SUS: análises, reflexões e contribuições Artigos de tema

    Camargo Jr., Kenneth Rochel de
  • Extended clinic in primary care and subjectification processes: reporting an experience Artigos de tema

    Sundfeld, Ana Cristina

    Abstract in Portuguese:

    A proposta da Estratégia de Saúde da Família (ESF) privilegia ações de promoção à saúde, desenvolvidas pela equipe de profissionais junto com a comunidade. Na imanência desse coletivo, encontramos linhas disparadoras de processos reflexivos que podem liberar a produção de um saber-fazer criativo. Neste sentido, a inserção da psicologia nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) pode contribuir para a efetivação de uma clínica ampliada na rede básica, crítica aos modelos ditos saudáveis, na maioria das vezes ortopédicos e modeladores, aberta a experimentações e ocupada em religar clínica-política-produção de modos de vida. Neste artigo problematizamos algumas demandas dirigidas à psicóloga integrante do NASF pelas equipes da ESF, sua produção e implicações ético-políticas para o exercício da clínica e processos de subjetivação resultantes. Trata-se de um estudo de caso que buscou percorrer e mapear nos discursos possíveis interlocuções e agenciamentos, cujas expressões são traduzidas como demanda para os profissionais da saúde. Em muitos casos, tais enunciados exprimem considerações morais, formas idealizadas de saúde e bem-estar. Apostamos que a construção da clínica é produto de um coletivo desejante, capaz de resistir aos mecanismos de captura e disciplinarização da vida. Este trabalho propõe que, a partir das provocações do cotidiano, a equipe dialogue, questione e se fortaleça, para afirmar formas de existir saudáveis e livres de padrões preestabelecidos.

    Abstract in English:

    The Family Health Strategy focuses on actions to promote health, developed by its professionals along with the community. In the immanence of this group we find lines that develop reflexive processes that can release the production of a creative know-how. In this sense, the inclusion of psychology in the Family Health Support Nucleus (NASF) can contribute to the fulfillment of an expanded clinic in primary health, critical to the so-called healthy models, mostly orthopedic and modeling, open to trials and worried about reconnecting clinic/politics/production of ways of life. In this paper we question some demands of Family Health teams addressed to the NASF psychologist, their production, ethical and political implications for clinical practice and resulting subjectivity processes. It sought to analyze and map discourses, possible dialogue and assemblages, whose expressions are translated as demands for health professionals. In many cases, these demands express moral considerations, idealized forms of health and well-being. We bet that the construction of the clinic is the product of a collective desire, able to withstand the mechanisms of capture and disciplining of life. This paper proposes that, starting from the daily challenges, the team will be able to discuss, question and become stronger enough to claim healthy ways, free of pre-established standards.
  • Meanings and practices of humanization in the Family Health Strategy: users' viewpoint in six cities of the Northeast, Brazil Artigos de tema

    Trad, Leny Alves Bomfim; Esperidião, Monique Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo desenvolve uma análise do processo de humanização em saúde no âmbito da Estratégia de Saúde da Família (ESF). São focalizados, particularmente, os sentidos atribuídos pelos usuários à noção de humanização em saúde e suas avaliações sobre condições objetivas (infraestrutura e organização) e relacionais (relação / comunicação profissional-usuário) presentes na ESF. Neste sentido, a análise privilegia os processos de acolhimento e construção do vínculo. Para alcance dos objetivos, foi realizado um estudo de casos múltiplos (seis) de tipo quali-quanti, com primazia do enfoque qualitativo, contemplando municípios de pequeno e grande porte dos estados da Bahia, Sergipe e Ceará. Apreende-se do discurso dos usuários o reconhecimento do empenho das equipes em fomentar relações mais solidárias, dialógicas e horizontais no cuidado, o que reforça a valorização da dimensão subjetiva das práticas de saúde, as quais ganham espaço na estratégia de saúde da família e repercutem nas iniciativas da humanização da atenção.

    Abstract in English:

    The present article develops an analysis of the process of humanization in the scope of the Family Health Strategy (ESF). It particularly focuses on the senses attributed by users to the notion of humanization in health and their evaluation of the objective conditions (such as infrastructure and organization) and relational approaches (such as professional-user communication) in the ESF. Therefore, the analysis privileges the processes of reception and construction of attachment. To reach the objectives, a study of multiple cases (six) was conducted using a qualitative and quantitative approach, with emphasis in the qualitative methods, comprising small and large cities in the states of Bahia, Sergipe and Ceará. The recognition of the solidarity and horizontal relations of the teams can be apprehended by the speech of the users, what strengthens the valuation of the subjective dimension in the health practice, which gains space in the family health strategy and in initiatives for the humanization of care.
  • Group practices as health promotion device Artigos de tema

    Ferreira Neto, João Leite; Kind, Luciana

    Abstract in Portuguese:

    O artigo apresenta e discute dados produzidos por uma pesquisa sobre práticas de grupo desenvolvidas por Equipes de Saúde da Família (ESF) dos nove Distritos Sanitários de Belo Horizonte. Foram realizadas entrevistas com gerentes de Unidades Básicas de Saúde e profissionais das ESF, grupos focais com usuários e observações participantes em grupos em andamento nas unidades. Na análise dos dados, buscamos privilegiar a dimensão processual e de construção histórica das práticas investigadas, através da discussão de cinco aspectos: (1) motivos para a realização dos grupos; (2) mudanças de enfoque das práticas grupais; (3) dimensões informativa e participativa dos grupos; (4) efeitos e (5) avaliação das práticas grupais. As análises apontam que as práticas de grupo apresentam múltiplas facetas quanto à organização dos serviços e da assistência, à função e aos objetivos propostos por diferentes equipes e à sua configuração. Observa-se uma mudança de enfoque, ainda incipiente, de práticas centradas na doença para a composição de grupos por novos eixos estruturantes, em conformidade com o que se preconiza nas diretrizes do município para a atenção básica. Os dados revelam impactos das práticas grupais na diminuição de consultas individuais e na otimização do vínculo entre usuários, profissionais e serviços. Os resultados apontam a tensão entre o dispositivo "consulta individual" e o dispositivo "práticas de grupo". O primeiro se apresenta como marcado pelo foco na doença, enquanto o dispositivo "práticas de grupo" desfocaliza a doença, trazendo à tona outras dimensões de vida, associadas à promoção da saúde.

    Abstract in English:

    This paper presents and discusses data from a research about group practices developed by Family Health Teams of the nine Sanitary Districts of Belo Horizonte city. We conducted interviews with managers and health professionals from Basic Health Units, focus groups with customers and participant observation of regular groups of health units. In data analysis we aimed to highlight the process dimension and the historical construction of the investigated practices through the discussion of five aspects: (1) reasons to promote group practices; (2) changes on the structure of group practices; (3) informative and participative dimensions of the groups; (4) effects and (5) assessment of group practices. The analyses show that group practices have multiple aspects related to services organization and healthcare, the function and objectives placed by different teams, and its configuration. There is an incipient shift of approach concerning practices centered in diseases for the creation of groups by new structural axis, according to the municipal guidelines for primary health. Data show the impact of group practices in reducing the request for individual appointments and in enhancing the bond between customers, health professionals and services. The results indicate the tension between the "individual appointment" device and the "group practices" device. The former is marked by the focus in disease, while the latter produces its blurring, highlighting other dimensions of life associated with health promotion.
  • The community health agent and the consolidation of the Unified Health System: contemporary reflections Artigos de tema

    Gomes, Karine de Oliveira; Cotta, Rosângela Minardi Mitre; Mitre, Sandra Minardi; Batista, Rodrigo Siqueira; Cherchiglia, Mariângela Leal

    Abstract in Portuguese:

    Os agentes comunitários de saúde (ACS) são personagens-chave na implantação de políticas voltadas para a reorientação do modelo de saúde, tendo como base a atenção primária. Este estudo apresenta uma revisão de literatura, dirigida à análise crítica sobre a contribuição deste profissional para a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS). Considerando que as concepções acerca do processo saúde-doença dão sentido à prática sanitária e às ações dos profissionais de saúde, inicialmente discutiu-se a evolução dos paradigmas sanitários e a influência das correntes de pensamentos neste processo, apresentando as principais diferenças entre o paradigma flexneriano e o paradigma da produção social da saúde. Neste contexto, o SUS desponta como um novo sistema de saúde, com princípios e diretrizes que configuram o Programa Saúde da Família como estratégia revolucionária, por apresentar respostas aos problemas não solucionados pelo sistema sanitário hegemônico, baseado no paradigma até então dominante. Assim, por colocar em foco o cuidado, a atenção primária, a prática sanitária da vigilância à saúde e o trabalho em equipe multiprofissional, a formação dos profissionais para a abordagem do processo saúde-doença com enfoque em saúde da família surge como desafio para o êxito do modelo sanitário proposto. Destarte, a reflexão crítica sobre a função do ACS aponta para conflitos entre pressupostos teóricos do modelo e a prática deste profissional, destacando a necessidade de capacitação permanente, crítico-reflexiva e baseada em metodologias problematizadoras, como estratégia de potencialização para a efetiva mudança do modelo de saúde, no contexto da práxis do PSF.

    Abstract in English:

    The community health agents (ACS) are key players in the implementation of policies related to the reorientation of health model, based on primary care. This study presents a literature review, led to critical analysis on the contribution of this work for the consolidation of the Unified Health System (SUS). Whereas the conception of health-disease process gives meaning to the practice and actions of health professionals, first we discussed the evolution of the paradigms of health and the influence of currents of thought in this process, presenting the main differences between the paradigm and Flexnerian paradigm of social production of health. In this context, the SUS emerged as a new health system, with principles and guidelines that make up the Family Health Program a revolutionary strategy which presents answers to the unsolved problems by the hegemonic health system, based on the paradigm dominant so far. So, focusing on care, primary care, health surveillance practices and multi-professional teamwork, professional training to address the health-disease process with a focus on family health poses a challenge to the success of the proposed public health model. Thus, critical reflection on the role of the ACS points to conflicts between the theoretical model and professional practice, highlighting the need for ongoing training, critical and reflective and based on questionable methodology, such as augmentation strategy for the effective change in the health model in the context of the praxis of the Family Health Program.
  • Community health agents: Brazilian experiences and models Artigos de tema

    Santos, Maria Ruth; Pierantoni, Celia Regina; Silva, Lorena Lopes da

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo é parte da tese de doutorado Perfil dos Agentes Comunitários de Saúde da Região de Juiz de Fora-MG e apresenta o perfil dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) sob a ótica das equipes de saúde da família, dos usuários e deles próprios. Discute os modelos e experiências sobre os ACS praticadas no Brasil antes da iniciativa do Ceará, na década de 80. Contextualiza os movimentos ocorridos para o sucesso da reforma dos ACS, que caracterizam um recurso humano central e estratégico para a implementação de ações de promoção da saúde, viabilizando o desenvolvimento de ações básicas voltadas para a comunidade. Demonstra que o agente comunitário de saúde constitui fator chave para viabilizar o apoio, a implementação e o desenvolvimento de ações básicas voltadas para a comunidade, de forma a expandi-las e a fortalecê-las em nível nacional, porém a promoção da saúde não concerne exclusivamente ao próprio setor e nem a um único profissional de saúde. Ela é resultado de ações intersetoriais, agindo nos determinantes gerais e da qualidade de vida.

    Abstract in English:

    This paper is part of the doctoral thesis Profile of Community Health Workers in the region of Juiz de Fora, MG, and presents a profile of Community Health Agents (CHA) from the perspective of family health teams, of users and themselves. It discusses the models and experiences on the CHA practiced in Brazil before the initiative of Ceará State, in the 1980's. It contextualizes the movements for the successful reform of the CHA, which characterize a central human resource and strategic for the implementation of health promotion actions, enabling the development of basic community-related actions. It shows that community health agents are a key factor to enable the support, implementation and development of basic community-related actions, to expand them and strengthen them nationwide, but health promotion concerns not only the sector itself nor a single health professional. It is the result of inter-sectoral actions acting in general and quality of life determinants.
  • The right to health: representations of users of a primary health unit Artigos de tema

    Silva, Marcos Alex Mendes da; Ferreira, Efigênia Ferreira e; Silva, Girlene Alves da

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho objetivou conhecer a representação do direito à saúde elaborada pelos usuários de um serviço de saúde, localizado no município de Valença, Estado do Rio de Janeiro. Utilizou-se a abordagem qualitativa, na qual os dados foram apreendidos por meio de entrevista semiestruturada e organizados segundo a análise temática do conteúdo, sendo os pressupostos da teoria das representações sociais utilizados como referencial para análise. Os usuários representam o direito à saúde como algo legalmente constituído, mas a falta de organização da comunidade e a falta de compromisso dos poderes públicos e dos profissionais repercutem de maneira negativa para que de fato, na prática, se comprove essa efetivação. A representação do direito à saúde elaborada encontra-se associada ao pleno funcionamento da unidade de saúde, à igualdade e à equidade no acesso aos serviços prestados, e indica a necessidade de ações que coloquem o usuário do serviço de saúde como protagonista na efetivação desse direito.

    Abstract in English:

    This study aimed to get to know the representation of right to health made by users of a health care unit at the city of Valença, state of Rio de Janeiro. A qualitative approach was used, data was collected through semi-structured interviews and organized according to thematic analysis of the content, based on the theoretical asssumptions of the theory of social representations. The users represent the right to health as something legally established, but the lack of community organization and of commitment of public authorities and professionals reflect negatively on its full establishment. The representation of the right to health in this study is related to the full operation of the health unit, to equality and equity in access to the health services being offered, and this representation points to need for actions that make the the health service user as protagonist in fulfilling this right.
  • The Psychosocial Care Strategy and family participation in mental health care Artigos de tema

    Dimenstein, Magda; Sales, André Luis; Galvão, Ellen; Severo, Ana Kalliny

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho tem como objetivo discutir como familiares de portadores de transtornos mentais têm experienciado as mudanças nas políticas da área, o que pensam sobre as novas demandas de participação e como as mesmas têm impactado na sua relação cotidiana com os serviços de saúde mental e nas práticas de cuidado junto a seus familiares. A pesquisa foi realizada no ambulatório de saúde mental de Natal entre novembro de 2008 e fevereiro de 2009, como parte de um trabalho de mestrado que objetivava analisar processos de cronificação em curso nesse serviço. Foram realizadas 12 entrevistas, sendo sete com familiares e cinco com usuários. Os resultados evidenciam as inúmeras dificuldades dos familiares junto às novas propostas de cuidados em saúde mental, que interferem diretamente na perspectiva de corresponsabilização posta pela Estratégia da Atenção Psicossocial. Acreditamos que tal construção entre técnicos e familiares deve vir acompanhada de ações de suporte às famílias, de mudanças nos modos de trabalho e gestão, bem como de avanços em relação às políticas de inclusão social e reabilitação psicossocial, de fortalecimento de mecanismos de controle social, de estímulo ao empoderamento dos usuários e familiares no sentido de fazer avançar o processo de desinstitucionalização em saúde mental.

    Abstract in English:

    This study aimed to discuss the way that families of individuals with mental health disturbances experience the political changes in the area, what they think about the new participation demands and about the impact that these demands have on their daily relations with the mental health services, and on their family care practices. The study was conducted from November 2008 to February 2009 in a mental health service in the city of Natal, Brazil. It is part of a master´s dissertation project that sought to analyze the chronic processes in this service. The results brought into evidence the several difficulties experienced by family members with the new mental health care proposals, that directly interfere in the co-responsibility perspective proposed by the Psychosocial Care Strategy. We believe that in order to promote the mental health deinstitutionalization process, the construction of co-responsibility between technical workers and family members must include: supportive actions to the families; changes in the work and management modes; advances in the social inclusion and psychosocial rehabilitation policies; mechanisms for the strengthening of social control; and empowerment stimulus for the client and his family members.
  • Citizen participation and social control in health: challenges of the family health team Artigos de tema

    Soratto, Jacks; Witt, Regina Rigatto; Faria, Eliana Marília

    Abstract in Portuguese:

    O controle social em saúde no Brasil tem em sua trajetória um processo de luta da sociedade, especialmente a partir dos movimentos sociais organizados. Este artigo trata de um estudo de pesquisa-ação com uma abordagem qualitativa, que teve como objetivo construir um processo de participação popular e controle social em saúde, no território de uma Estratégia Saúde da Família, na região sul do Estado de Santa Catarina. Participaram do estudo a população, usuária do serviço de saúde inserida ou não nos movimentos sociais organizados, juntamente com os trabalhadores de saúde. A coleta de dados consistiu na observação participante e entrevistas. A construção do processo de participação popular e controle social se deu em três momentos: conhecimento situacional, diálogo emancipador e momento "D". Constatou-se que a institucionalização de espaços participativos não garante a participação popular e o controle social em saúde. O estudo apresenta alternativas para a construção deste processo. Neste caso, o diálogo foi o instrumento essencial para a fomentação e busca de outros caminhos para o Sistema Único de Saúde.

    Abstract in English:

    Social control in Brazil has come through a process of social struggle, specially starting with the social movements. A qualitative study with the technique of action research was developed, aiming at building a popular participation and social control process within a Family Health Team in the south of Santa Catarina State, Brazil. The subjects of the study were the population who attended the healthcare service, participating or not in the organized social movements, and the health workers. Data collection comprised participant observation and interviews. The construction of citizen participation and social control process was developed in three moments: awareness of the situation, independent dialogue and "D" moment. The study presents alternatives for this process. In this case, dialogue was the essential instrument to encourage and search of other ways for the Unified Health System.
  • The concept of co-management of health institutions: reflections on the production of institutional democracy Artigos de tema

    Guizardi, Francini Lube; Cavalcanti, Felipe de Oliveira Lopes

    Abstract in Portuguese:

    Este ensaio tem por objetivo discutir os elementos necessários à composição do conceito de cogestão, tendo por perspectiva a necessidade de repensar os modos de gestão do Sistema Único de Saúde, já que o cotidiano institucional expõe as limitações que a tradição gerencial enfrenta na concretização das políticas públicas que o estruturam, principalmente quando se apresenta como horizonte desejado a transformação democrática de suas instituições. Para tanto, apresentamos o conceito de cogestão formulado por Gastão Wagner Campos e, em seguida, realizamos uma reflexão teórica sobre três elementos específicos, a saber: a noção de porosidade, a produção de novas lógicas de pertencimento institucional e as relações entre cogestão e conhecimento. Por fim, propomos pensar a cogestão como socialização e democratização da constituição de artifícios institucionais, destacando o reconhecimento de sua dependência direta dos fluxos e redes sociais que promovem a socialização dos saberes, dos dispositivos tecnológicos e organizativos. Ao remetermos o conceito de cogestão para o plano da articulação em rede das atividades de produção de saúde, procuramos refletir sobre o desafio de construção de novas sociabilidades democráticas, capazes de concretizar materialmente o direito à saúde. A cogestão das instituições seria, nessa perspectiva, uma dimensão fundamental da coprodução de saúde.

    Abstract in English:

    This essay aims to discuss the necessary elements to build the concept of co-management from the perspective of the need to rethink ways of managing the Unified Health System, once the institutional routine exposes the limitations that traditional management faces to implement public policies, especially when it is a goal for the democratic transformation of their institutions. We present the concept of co-management formulated by Campos, and then perform a theoretical examination of three specific elements, namely: the concept of porosity, the production of new institutional logics of belonging and the relationship between co-management and knowledge. Finally, we propose that co-management be considered as the socialization and democratization of institutional devices, highlighting the its dependence on flows and social networks that promote the socialization of knowledge, of organizational and technological devices. By referring the concept of co-management to networking activities of health production we seek to reflect on the challenge of building a new democratic sociability, able to materialize the right to health. The co-management of institutions would be, in this perspective, fundamental for the co-production of health.
  • Reading emotions and violent behaviors on the brain Temas Livres

    Arreguy, Marília Etienne

    Abstract in Portuguese:

    O presente ensaio faz uma interpretação de estudos neurocientíficos que relacionam lesões e funções neurofisiológicas ao comportamento emocional violento, tecendo considerações sobre o impacto dessas hipóteses em campo, seja na justiça criminal, na educação ou em outras áreas. Embora até mesmo autores das neurociências afirmem não haver evidências suficientes de que o potencial criminoso possa ser ligado diretamente a funções discretas do cérebro, e ainda ser controverso o apoio em exames neurocriminológicos em julgamentos criminais, há uma tendência atual de mapear cérebros para intervir precocemente no intuito de prevenir a violência. Analisa-se com cautela o investimento em políticas de escaneamento e intervenção nos cérebros de crianças e adolescentes que apresentem comportamento desajustado ou violento. Com base em alguns equívocos históricos, como os estigmas sociais realçados pelo lombrosionismo e pela frenologia, e, também, com base em premissas psicanalíticas e contribuições construtivistas, critica-se a apropriação imediatista dos achados neurocientíficos no que concerne às origens da violência, ressaltando a irredutibilidade do aporte linguístico, social e histórico como planos potenciais de formação e transformação da subjetividade.

    Abstract in English:

    This essay makes an interpretation of the neuroscience's theories that relate neurophysiologic functions and brain damages to the violent behavior in order to present some critical points about the use of these hypotheses in some work fields as criminal justice, education or any others. Although even neuroscientists acknowledge there aren't enough proves that criminal behavior could not be linked to discrete brain's functions, and also being controversial the use of neuroimages in criminal judgments, there is a present tendency to map children and teenager's brains to intervene as early as possible to prevent violence. It analyzes with caution these investments in brain scan polices. It remembers the core of historical mistakes made by Criminal Anthropology and Phrenology in XIX century, to advertise the risk of reducing the multiplicity of human emotions and violent reactions to neural causes, supposedly determining a criminal potential. In such sense, supported by psychoanalytical and constructivist premises, this work criticizes the reductionism of such a criminal neuroscience, showing the irreducibility of the linguistic, social and historical contribution as the potential plans for formation and transformation of subjectivity.
  • The act of breastfeeding: a qualitative study Temas Livres

    Rocha, Najara Barbosa; Garbin, Artênio José Isper; Garbin, Cléa Adas Saliba; Moimaz, Suzely Adas Saliba

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do estudo foi analisar, de forma qualitativa, o conhecimento e percepção de um grupo de mulheres, bem como analisar os determinantes que influenciam a prática do aleitamento materno. Foi adotada a metodologia da pesquisa qualitativa, utilizando como referencial a teoria de representações sociais. Foram entrevistadas 27 gestantes, por um único entrevistador, durante o pré-natal e acompanhadas até o sexto mês do bebê, quando já estavam completamente desmamados. A análise compreensiva das falas permitiu verificar os fatores que levam a mãe a amamentar seus filhos, como "proteção do bebê" e "amor materno". Também foram verificados os motivos que levaram as mães a desmamarem seus filhos, sendo citados "a falta de leite"/"leite secou" e o "trabalho". Verificou-se, a partir das representações das mães, que mesmo que elas demonstrassem conhecimento sobre as propriedades do leite, não foi garantido o sucesso da prática de amamentação natural.

    Abstract in English:

    This study aimed to perform a qualitative analysis of the knowledge and perception of a group of women, and to assess the determinants that influence breastfeeding. It adopted the qualitative research method, based on the theory of social representations. Twenty-seven pregnant women were interviewed by only one interviewer during prenatal period and the babies were accompanied until the sixth month after birth or until they were completely weaned. The comprehensive speech analysis allowed verifying factors that made mothers breastfeed their babies, like: "baby protection" and "mother's love". We also observed the reasons that made mothers wean their babies: "lack of milk" / "the milk dried" and "job". Through the mother's representations we could notice that even if they showed knowledge about properties and advantages of milk, it did not guarantee the successful natural breastfeeding practice.
  • Perception of Family Health Strategy professionals about the service rendered to the elderly: an integrating literature review Temas Livres

    Carvalho, César Junior Aparecido de; Assunção, Rosana Claudia d; Bocchi, Silvia Cristina Mangini

    Abstract in Portuguese:

    A presente investigação é uma revisão integrativa cujo objetivo foi buscar na literatura e avaliar a percepção dos profissionais quanto ao atendimento dispensado ao idoso pelas equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF). Para a seleção dos trabalhos, utilizaram-se duas bases de dados, Medline e Lilacs, compondo a amostra que se constitui de dez publicações. Após a análise dos trabalhos incluídos na revisão, os resultados evidenciaram que os profissionais da ESF reconheceram a falta de preparo da equipe em relação à pessoa idosa, enfatizaram a dificuldade da estrutura organizacional e política da ESF no que se refere à velhice e admitiram a falta de integralização do cuidado das equipes à assistência ao idoso.

    Abstract in English:

    This investigation is an integrating review that aims to search in the literature and evaluate the professionals' perception about the service rendered to the elderly by professionals working at the Family Health Strategy. Two databases have been used to select the works, Medline and Lilacs, amounting to a sample group of 10 publications. After the analysis of the works included in the review, the results show that FHS professionals acknowledge the team's lack of preparation in relation to the elderly, and emphasize the organizational and FHS policy difficulties concerning the care offered to senior citizens.
  • Representations of the relationship between physical exercise and health for patients with fibromyalgia Temas Livres

    Cavaliere, Maria Lucia Alves; Souza, Jerusa Mônica de Abreu; Barbosa, José Silvio de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    Fibromialgia (FM) é uma síndrome caracterizada por dor músculo esquelética crônica generalizada, fadiga, distúrbio do sono e sintomas associados. Preocupação com o controle da síndrome justifica-se por sua crescente prevalência e pelo impacto negativo na qualidade de vida dos afetados. Das opções de tratamento não-medicamentoso, o exercício físico (EF) é elemento terapêutico relevante. Há preocupação como o impacto da síndrome e sua terapêutica sobre a saúde, aqui entendida como um conjunto de dimensões - física, emocional, social, espiritual, intelectual e profissional - de uma pessoa. O objetivo do estudo foi identificar a percepção de pacientes com FM sobre a relação entre EF e saúde. Utilizou-se o referencial teórico-metodológico das Representações Sociais numa amostra de 22 mulheres de um projeto multidisciplinar: Educação Física, Nutrição, Medicina e Psicologia. A análise dos dados foi realizada a partir do conteúdo transcrito das gravações de entrevista semiestruturada e interpretação de ilustrações feitas pelas pacientes. Houve melhora na dimensão física, demonstrada pelo alívio da dor nas falas; houve também melhora na dimensão emocional, evidenciada pela melhora da autoestima indicada nas ilustrações. Com base na teoria utilizada, as pacientes reconhecem a relação positiva entre EF e saúde.

    Abstract in English:

    The fibromyalgia syndrome (FMS) is characterized by widespread chronic musculoskeletal pain, fatigue, disturbed sleep and associated symptoms. Its increasing prevalence and life quality impairment of patients justify researches for its control. Physical exercise (PE) is a relevant therapeutic tool among nonpharmachologic treatments options. It is important to mind the impact of FMS and different therapeutics on health, here understood as a set of dimensions: physical, emotional, social, spiritual, intellectual and professional. This study aimed to identify FMS patients' perception of relationship between PE and health. It used the theoretical methodological reference of Social Representation to study 22 women of a multidisciplinary project: Physical Education, Nutrition, Medicine and Psychology. Data analysis considered transcription of recorded semi-structured interview, and interpretation of patients' illustrations. There were improvements in physical dimension evidenced by pain relief. Positive effects were also observed in emotional dimension, evidenced by self-esteem improvement, which appeared in the pictures. Based on the theory adopted, it was possible to identify that patients recognize a positive relationship between PE and health.
  • The illness' experience: from interview to narrative Temas Livres

    Nunes, Everardo Duarte; Castellanos, Marcelo Eduardo Pfeiffer; Barros, Nelson Filice de

    Abstract in Portuguese:

    O artigo ressalta a importância da narrativa como forma de descrever as experiências vividas, no caso especial da experiência com a doença. Toma como ponto de partida a narrativa como instrumento de pesquisa. O material coletado na entrevista teve dupla finalidade: servir para treinamento de pós-graduandos nas técnicas da entrevista e para situar a problemática de saúde de um grupo de trabalhadores com diagnósticos de doenças crônicas como hipertensão, diabetes, lombalgias, etc. Buscaram-se relatos feitos em uma única entrevista, situando o adoecimento no contexto da história de vida, visando a captar a "vivência" do sujeito e seu enfrentamento do problema da doença como usuários de um centro de saúde de uma cidade do Estado de São Paulo. Em relação à organização do material, optou-se pela reorganização da história oral elaborando uma narrativa com as informações obtidas. Portanto, esta é uma narrativa da narrativa original que, a partir de uma entrevista semiestruturada, foi formatada como um estudo de caso com enfoque biográfico, com o objetivo de entrever elementos da história de vida, da trajetória vivenciada pelo sujeito em seu processo de adoecimento, assim como de seu itinerário terapêutico. Conclui-se que o trabalho narrativo representa um importante recurso na produção do conhecimento, seja na perspectiva do ensino, seja na da pesquisa e do cuidado.

    Abstract in English:

    This paper emphasizes the importance of narrative as a way of describing life experiences, in the special case of the illness' experience. Its starting point is the narrative as a research tool. The material collected in this interview was twofold: served for training graduate students in interviews and placed the issue of health of a group of workers with diagnoses of chronic diseases like hypertension, diabetes, back pain, etc. We searched for reports made in a single interview, putting the illness in the context of life history, in order to grasp the "experience" of the subject and to solve the problem of disease as users of a health center in a city in São Paulo State. Concerning the organization of the material, we chose the reorganization of oral history by developing a narrative with such information. So this is a narrative of an original narrative that, from a semi-structured interview, was organized as case study, with biographic approach, aiming to observe life history elements, personal illness trajectory, and therapeutic itinerary. We concluded that the narrative represents important resources to produce knowledge, in teaching, research and care perspectives.
  • The ambulatory in the speech of resident doctors: reproduction and dynamics of the medical field Temas Livres

    Sabino, Cesar; Luz, Madel T.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo é compreender a função do ambulatório na dinâmica das relações de poder e construção de identidade da profissão de terapeuta da medicina ocidental contemporânea. Para a realização do trabalho, foram coletados dados através de entrevistas abertas e observações diretas, em duas unidades hospitalares da cidade do Rio de Janeiro (Hospital Pedro Ernesto, Posto de Atendimento Médico São Francisco Xavier), com 12 médicos. O ambulatório surge no discurso dos profissionais em início de carreira como instância negativa e monótona que impede o diagnóstico de novas patologias. Surge também como espécie de rito de passagem formador da identidade médica. Marcado pela frequência de pacientes oriundos dos estratos sociais mais baixos, esta dimensão pública das instituições médicas repercute relações de classe e dominação inerentes à nossa sociedade, mas também apresenta sinais de uma dinâmica no campo médico que pode contribuir para a compreensão dos processos sociais.

    Abstract in English:

    This study aims to understand the role of ambulatory in the dynamics of power relations and construction of identity of the therapist's profession of the Western contemporary medicine. Data were collected through open interviews and direct observations in two nosocomial unities of the Rio de Janeiro city (Hospital Pedro Ernesto, Posto de Saúde São Francisco Xavier) with 12 doctors. The ambulatory appears in the speech of the professionals in beginning of career like negative and monotonous persistence that obstructs the diagnosis of new pathologies. It appears also like sort of forming rite of passage of the medical identity. This public dimension of the medical institutions was marked by the frequency of patients from the lowest social strata, transmitting relations of class and domination inherent to our society, but it also presents signs of a dynamics in the medical field that can help understand social processes.
  • Culture, intercultural relations and the health-disease process: healthcare ways among the Guarani Mbyá from the city of Aracruz, State of Espirito Santo Temas Livres

    Pellon, Luiz Henrique C.; Vargas, Liliana A.

    Abstract in Portuguese:

    A ideia de elaborar este artigo surge como uma forma de sistematizar as reflexões suscitadas a partir da temática "Tensões interculturais e os impactos no processo saúde-doença na população Guarani Mbyá do município de Aracruz, Espírito Santo", abordada por seus autores, num processo de construção do conhecimento na pós-graduação em enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Dessa forma, o artigo se propõe a estimular uma reflexão sobre as contradições surgidas dentro da política de saúde indígena no Brasil, cujas normativas não conseguem, de fato, contribuir para a estruturação de novas abordagens que valorizem a diversidade do ponto de vista étnico e cultural. Sua metodologia pode ser tipificada como descritiva, com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso. Os dados foram coletados a partir de entrevistas semiestruturadas realizadas junto a representantes das comunidades Mbyá de Aracruz, Espírito Santo, estando sua análise apoiada nas propostas normativas que subsidiam as práticas de atenção à saúde indígena. Concluí-se que a atenção à saúde indígena costuma sofrer influências dos interesses políticos, econômicos e sociais locais, regionais e globais que em muitos aspectos se sobrepõem ou negligenciam aqueles aspectos indispensáveis à promoção e proteção da qualidade de vida dos Guarani Mbyá aldeados em Aracruz.

    Abstract in English:

    This paper arises as a way of systematizing the reflections based on the "Intercultural tensions and the impacts on the health-disease process in the Guarani Mbyá from the city of Aracruz, State of Espírito Santo, approached by its authors, under a process for knowledge development within the Post-graduation on NUrsery at Rio de Janeiro Federal University (UniRio). The paper aims to stimulate a reflection about the contradictions arising from the health politics for indigenous populations in Brazil, whose guidelines do not contribute for the construction of new approaches that raise the value of diversity in the ethnical and cultural viewpoints. Its approach can be classified as descriptive with qualitative approach of a study case. Data were collected from semi-structured interviews conducted together with members of the Mbyá, Aracruz, Espírito Santo, and its analysis was based on the rules that subsidize indigenous healthcare actions. The conclusion is indigenous healthcare is influenced by local, regional and global political, economic and social interests, that, in many respects, overlap or neglect those aspects so necessary for the promotion and protection on the quality of life of the Mbyá groups living in Aracruz.
  • He (dis)articulation of healthcare levels among the Bororo in the Base-Pole Rondonópolis in the Indigenous Special Sanitary District of Cuiabá, State of Mato Grosso, Brazil Temas Livres

    Vargas, Karem Dall'acqua; Misoczky, Maria Ceci; Weiss, Maria Clara Vieira; Costa, Wildce da Graça Araujo

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo se origina de uma pesquisa cujo objetivo foi avaliar as estratégias locorregionais de articulação entre os níveis de cuidado à saúde, considerando tanto a adequação às normas existentes (estratégia deliberada), quanto os desenvolvimentos criativos (estratégias emergentes) realizados nos contextos locorregionais estudados. A referência para julgamento (ato inerente à pesquisa avaliativa) foi a coerência com os princípios constitucionais definidores do SUS. Na realização do estudo de caso aqui relatado, foram obtidas informações através de documentos secundários, observação direta extensiva, questionários e entrevistas em profundidade com informantes-chave. Os resultados mostraram, com relação à articulação da atenção básica com os demais níveis de atenção à saúde dos Bororo no Polo-Base Rondonópolis, o predomínio de um modelo de organização dos serviços voltado para ações especializadas e de alto custo, em detrimento da valorização dos conhecimentos populares e das práticas de saúde tradicionais. Além disso, a estratégia deliberada para os Distritos Sanitários Especiais Indígenas foi transformada, tendo emergido uma estrutura como a preconizada pela noção de distrito sanitário sem atenção às especificidades da saúde indígena. Confirmou-se a suposição geral que orientou este estudo, segundo a qual existe uma enorme distância entre o que é declarado e formalizado nos planos elaborados de acordo com as normatizações e o que efetivamente ocorre no cotidiano dos serviços e no fluxo dos usuários.

    Abstract in English:

    This paper comes from a study aiming to evaluate loco-regional strategies of articulation between the levels of health care organizations, considering both the adjustment to the existing rules (deliberate strategy), and the creative developments (emergent strategies) built in the contexts studied. The reference for judgment (an act inherent to evaluative research) was the coherence with the Constitutional principles that define the SUS. The case study reported was based on information obtained in secondary documents, by extensive direct observation, questionnaires and deep interviews with key informants. The results showed, in respect to the articulation of primary health care with other levels of attention of the Bororo in the Polo-Base Rondonópolis, the predominance of a model of services organization focusing on specialized high cost activities, in detriment of popular knowledge and traditional health practices. Beyond that, the deliberate strategy of Indigenous Special Sanitary Districts was transformed, having emerged a structure similar to the disseminated notion of health district without considering the specificities of indigenous health. It confirmed the assumption that guided oriented this study, according to which there is a huge gap between what is stated and formalized in plans perpared according to rules and what effectively occurs in everyday services as well as in the flow of patients.
  • Satisfaction and perception of SUS's users about public health care Temas Livres

    Moimaz, Suzely Adas Saliba; Marques, Jeidson Antônio Morais; Saliba, Orlando; Garbin, Cléa Adas Saliba; Zina, Lívia Guimarães; Saliba, Nemre Adas

    Abstract in Portuguese:

    A avaliação do grau de satisfação dos usuários do sistema de saúde é um importante indicador a ser considerado no planejamento das ações. O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de satisfação de usuários dos serviços de saúde pública municipal quanto aos serviços utilizados. Este estudo tipo inquérito foi conduzido em cinco municípios do Estado de São Paulo. A amostra foi selecionada de forma estratificada e aleatória, sendo entrevistados 471 chefes de família ou respectivos cônjuges. Os dados qualitativos foram analisados pelo método de Análise de Conteúdo, e os dados quantitativos foram processados utilizando-se o software estatístico Epi Info. Dentre os usuários dos cinco municípios, 93,0% utilizam o serviço municipal de saúde. Para 72,0%, os serviços de saúde prestados estão resolvendo os problemas e necessidades da população. Com base no acesso ao atendimento, 57,6% da população queixaram-se da presença de filas para o atendimento. Mais da metade (69,5%) afirmou ter confiança na equipe de saúde; no entanto, muitos relatos demonstraram a carência de um atendimento humanizado. Em relação aos serviços de saúde, 61,7% classificaram-os como ótimo ou bom. Conclui-se que a maior parte dos usuários mostrou-se satisfeita com os serviços de saúde municipais, apesar da grande quantidade de queixas quanto ao atendimento, falta de humanização e acolhimento, deficiência de recursos físicos e materiais. A percepção do usuário é de extrema importância ao se dimensionar o reflexo das ações que vem sendo desenvolvidas no setor saúde, e serve como vetor de direcionamento e planejamento do serviço.

    Abstract in English:

    The assessment of the degree of users' satisfaction with the health system is an important indicator to be considered in planning actions. The aim of this study was to evaluate the degree of satisfaction of users of health services and municipal services to be used. This survey was conducted in five municipalities of São Paulo. The sample was selected at random, stratified, and interviewed 471 heads of households or their spouses. Qualitative data were analyzed using content analysis and quantitative data were processed using the statistical software Epi Info. Among the users of the five municipalities, 93.0% attended the public health care. To 72.0%, health services are solving the problems and needs of the population. Based on access to care, 57.6% of the population complained about the presence of queues for care. More than half (69.5%) said they had confidence in the health team, however, many reports demonstrated the lack of a humanized care. In relation to health services, 61.7% rated them as excellent or good. We conclude that most users are satisfied with the municipal health services, despite the large amount of complaints regarding care, lack of humanization and welcoming, lack of facilities. The user's perception is of utmost importance when scaling the result of actions that have been developed in the health sector, and serves as a vector of direction and planning service.
IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br