• Social impact of literacy in the household: analysis of the association with smoking in illiterate co-residents in Brazil Pesquisa Original

    Ribeiro, Felipe Garcia; Carraro, André; Motta, Janaína Vieira dos Santos; Gigante, Denise Petrucci

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Objetivo Investigar o retorno social da alfabetização em relação ao tabagismo em analfabetos que residem com indivíduos alfabetizados. Método Estudo transversal que utilizou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2008. Foram considerados fumantes aqueles que relataram consumir algum produto de tabaco em frequência diária ou menor que diária. O perfil de alfabetização de indivíduos residentes no domicílio foi identificado. Foram realizadas regressões de Poisson ajustadas para cor da pele, idade e nível máximo de instrução no domicílio. As análises foram separadas em quatro grupos: homens da zona rural; homens da zona urbana; mulheres da zona rural; e mulheres da zona urbana. Resultados Para os homens da zona urbana, observou-se que a presença de apenas mulheres alfabetizadas nos domicílios foi fator de proteção contra o tabagismo (razão de prevalência, RP: 0,77; IC95%: 0,71 a 0,82) em relação aos domicílios onde todos os homens eram analfabetos. Esse mesmo efeito protetor foi encontrado para os homens da zona rural (RP: 0,79; IC95%: 0,73 a 0,85). Já a presença de apenas homens alfabetizados convivendo com analfabetos homens não surtiu efeito de proteção ao tabagismo em nenhum caso (RP: 0,93; IC95%: 0,83 a 1,03 para a subamostra de residência urbana; e RP: 0,99; IC95%: 0,88 a 1,11 para a subamostra de residência rural). Mulheres analfabetas se beneficiaram da alfabetização tanto de homens (RP: 0,77; IC95%: 0,71 a 0,84 na subamostra de residência urbana; e RP: 0,78; IC95%: 0,69 a 0,89 na subamostra de residência rural) quanto de mulheres (RP: 0,81; IC95%: 0,72 a 0,92 na subamostra de residência urbana; e RP: 0,75; IC95%: 0,60 a 0,93 na subamostra de residência rural). Conclusões A alfabetização de mulheres parece ter beneficiado os analfabetos de ambos os sexos residentes no domicílio. Esse resultado corrobora relatos anteriores da literatura que apontam amplas vantagens da escolarização de mulheres.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Objective To investigate the social impact of literacy on the smoking behavior of illiterate individuals who share the household with literate individuals. Method This cross-sectional study employed data from the 2008 Brazilian National Household Survey (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD). Smokers were defined as individuals reporting use of any tobacco product daily or less than daily. The literacy profiles of residents were identified. Poisson regressions adjusted for skin color, age, and maximum level of literacy in the household were performed. Four groups were analyzed: men living in rural areas, men living in urban areas, women living in rural areas, and women living in urban areas. Results For urban men, the presence of literate women only in the household was a protection factor against smoking (prevalence ratio, PR: 0.77; 95%CI: 0.71-0.82) vs. households in which all the males were illiterate. The same protective effect was found for rural men (PR: 0.79; 95%CI: 0.73-0.85). In turn, the presence of literate men only living in the same household with illiterate men did not provide protection against smoking in any case (PR: 0.93; 95%CI: 0.83-1.03 for the urban subsample; and PR: 0.99; 95%CI: 0.88-1.11 for the rural subsample). Illiterate women benefited from the presence of both literate men (PR: 0.77; 95%CI: 0.71-0.84 for the urban sample; and PR: 0.78; 95%CI: 0.69-0.89 for the rural subsample) and literate women (PR: 0.81; 95%CI: 0.72-0.92 for the urban subsample; and PR: 0.75; IC95%: 0.60-0.93 for the rural subsample). Conclusions Literate women seem to have positively affected illiterate co-residents of both sexes. This result is in agreement with reports showing broad advantages of female schooling.
Organización Panamericana de la Salud Washington - Washington - United States
E-mail: contacto_rpsp@paho.org