• Theoretical perspectives on medicine and the medical profession: an anthropological approach Atualização

    Queiroz, Marcos de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Estudou-se teoricamente o campo da medicina e da profissão médica sob o ponto de vista das ciências sociais. Foram focalizadas as obras mais representativas que abordam este assunto. A análise aponta o positivismo conservador e o marxismo ortodoxo como os principais obstáculos para o avanço deste campo de estudos. Sugere-se a introdução do conceito de cultura e do método antropológico de investigação para superar alguns dos principais entraves e contradições que paralisam o seu progresso.

    Abstract in English:

    The medical field and profession are studied from the theoretical point of view of the social sciences. The most representative works on this subject are presented. The analysis shows that conservative positivism and orthodox Marxism are the main obstacles to development in this field of study. At the same time it suggests the concept of culture and the anthropological method of research as the best means for the overcoming of some of the main contradictions which paralyse its progress.
  • Epidemiological aspects of cervical cancer Atualização

    Aleixo Neto, Antonio

    Abstract in Portuguese:

    Foi efetuada revisão dos aspectos epidemiológicos do câncer cervical, um dos mais freqüentes em mulheres de países em desenvolvimento. No Brasil a incidência varia de 23,7/100.000, em Porto Alegre, a 83,2/100.000, em Recife. Nos Estados Unidos a incidência em 1978 foi de 6,8/100.000 entre as mulheres brancas e de 14,7/100.000 entre as negras. Várias observações sugerem a hipótese de que o câncer cervical esteja relacionado com algum aspecto da atividade sexual, possivelmente algum agente transmitido por via venérea. As evidências têm implicado o papilomavirus humano (HPV) como o principal agente etiológico deste câncer. Vários trabalhos foram analisados quanto à validade desta hipótese etiológica, mostrando que há uma relação entre HPV e o câncer cervical. Foram analisados os fatores de risco mais conhecidos, tais como o comportamento sexual, o tabagismo e a contracepção, diante das várias possibilidades etiológicas existentes.

    Abstract in English:

    A review concerning the epidemiological issues relating to cervical cancer, one of the most frequent in the women of developing countries, was undertaken in - Brazil, the incidence rate varies from 23.7/100,000 in Porto Alegre to 83.2/100,000 in Recife. In the United States, the 1978 incidence rate was 6.8/100,000 in white women and 14.7/100,000 among black women. Several studies have suggested the hypotheses that cervical cancer could be related to some venereal agent. The evidences have shown the human papillomavirus (HPV) to be the main etiological agent. Several studies on the validity of such a hypotheses were realyzed and it became clear that there does infact exist a relationship between the HPV and cervical cancer. Finally, the better known risk factors, such as sexual behaviour, smoking and the contraception were studied in the light of the various etiological hypotheses.
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@org.usp.br