• Analysis of information on health data: 1893-1993, a hundred years of the International Classification of Diseases Novos Aspectos da Saúde Pública

    Laurenti, Ruy

    Abstract in Portuguese:

    A análise da mortalidade por causas, bem como da morbidade, necessita de um instrumento que agrupe as doenças segundo características comuns, isto é, uma classificação de doenças. Atualmente está em uso a Classificação Internacional de Doenças da OMS, na sua Nona Revisão. Esta classificação surgiu em 1893; para 1993 está proposta a implantação da Décima Revisão. O trabalho descreve as raízes de uma classificação internacional, fazendo referências a John Graunt, William Farr e Jacques Bertillon bem como à evolução pela qual passou em suas sucessivas revisões. Inicialmente era uma classificação de causas de morte passando a ser, a partir da Sexta Revisão, uma classificação que incluiu todas as doenças e motivos de consultas, possibilitando seu uso em morbidade, sendo que a partir da Décima Revisão se propõe uma "família" de classificações, para os mais diversos usos em administração de serviços de saúde e epidemiologia. O trabalho também apresenta algumas críticas que são feitas à Classificação Internacional de Doenças.

    Abstract in English:

    The analysis of mortality by cause, as well as of morbidity, calls for an instrument that groups the diseases according to common characteristics, that is to say, a classification of diseases. The WHO Internatinal Classification of Diseases, in its Ninth Revision, is currently in use. This classification first appeared in 1893; its Tenth Revision is being proposed for 1993. This present paper describes the origins of this international classification, making special references to John Graunt, William Farr and Jacques Bertillon as well as describing the evolution that has occurred through its successive revisions. Initially it was a classification that included only causes of death. After the Sixth Revision included all the diseases and causes of medical consultations, thus allowing its use in morbidity. For the tenth and later revisions, a "family" of classifications is proposed, for a great variety of uses in health services, administration and epidemiology. Some critical observations on the current international classification of diseases are also presented.
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@org.usp.br