• Prolonged institutionalization, mental disorders and violence: a scientific review on the topic Artigos Originais

    Oliveira, Gustavo Carvalho de; Valença, Alexandre Martins

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Trata-se de uma revisão de literatura sobre institucionalização prolongada, transtornos mentais e violência. Uma busca sistematizada foi realizada nos principais bancos de dados e foram analisados trabalhos dos últimos 22 anos. Os resultados foram divididos em dois grupos: “Estudos relacionando fatores ligados à predição/risco de violência e institucionalização” e “Estudos relacionando risco de violência e desassistência/desinstitucionalização”. Verificou-se que a doença mental isoladamente não é fator diretamente associado ao maior risco de violência, que fatores relacionados à própria institucionalização e à assistência com privação de liberdade influenciam a predição de violência. Conclui-se que abordagens humanizadas, multiprofissionais e com equipe treinada, aliadas ao gerenciamento dos reais fatores de risco de violência, contribuirão para uma melhor assistência e menor necessidade de institucionalização.

    Abstract in English:

    Abstract This study is a review of institutionalization, mental disorders and violence. A systematic search was performed in major databases, focusing on studies from the last twenty-two years. The results were divided into two groups: ‘studies on factors related to the risk of violence/prediction and institutionalization’ and ‘studies on the risk of violence and deinstitutionalization/inadequate mental treatment’. We found that mental illness is not directly associated with high risk of violence. Specific details of the institutionalization and assistance with deprivation of liberty are related to violent behavior. We concluded that humanized, multiprofessional approaches and trained staff, combined with the management of real risk factors of violence can contribute to a better health assistance and reduce the need for institutionalization.
  • “It was like this for me: homosexual, transvestite, and, now, trans”: trans performativity, family, and health care Artigos Originais

    Paulino, Danilo Borges; Machin, Rosana; Pastor-Valero, Maria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A transexualidade é uma experiência identitária que emerge como resposta inevitável a uma forma de organizar a vida social e, consequentemente, o cuidado em saúde com base na produção de sujeitos. Objetivamos compreender como um contexto identitário trans mobiliza, na articulação com família e serviço de saúde, performances identitárias. Realizamos uma etnografia com entrevista semiestruturada e observação participante em um ambulatório especializado no cuidado trans-específico no Sistema Único de Saúde (SUS), entre dezembro de 2017 e julho de 2018. Durante o estudo, destacou-se a história de Marilda, por seu caráter emblemático ao narrar a transição de “homem homossexual” para “travesti” e, atualmente, para “mulher trans”, em uma performance identitária que almeja o reconhecimento e o pertencimento familiar, bem como o acesso à saúde, à educação e a uma profissão distante da prostituição. Sua história permite compreender que as pessoas trans constroem significados diversos para suas vivências identitárias, com elementos que podem reiterar o binarismo e a heteronormatividade. Torna-se importante reconhecer, no âmbito da família e da saúde, que diferentes performances identitárias são possíveis e que seus sentidos poderão compor o cuidado integral em saúde de cada pessoa trans.

    Abstract in English:

    Abstract Transsexuality is an identity experience that emerges as an inevitable response to a way of organizing social life and, consequently, health care based on the production of subjects. We aim to understand how a certain trans identity context mobilizes identity performances, in articulation with family and health service. We performed an ethnography with a semi-structured interview and participant observation in a health service specialized in trans-specific care in the Brazilian National Health System (SUS), between December 2017 and July 2018. The story of Marilda was highlighted for being emblematic when narrating the transition from “homosexual man” to “transvestite” and, currently, to “trans woman,” in an identity performance that aims for family recognition and belonging, access to health, education, and a profession other than prostitution. Her story allows us to understand that trans people construct different meanings for their identity experiences, with elements that can reiterate binarism and heteronormativity. It is important to recognize, within the family and health context, that different identity performances are possible and that their senses may compose the integral health care of each trans person.
  • Response paper Artigos Originais

    Barros, Nelson Filice de; Luz, Madel T.
  • Assessment of organizational culture types in Gaza Strip hospitals Artigos Originais

    Alsaqqa, Hatem H.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste estudo foi descrever os perfis de cultura organizacional e suas dimensões nos hospitais governamentais e não governamentais da Faixa de Gaza da Palestina. Trata-se de uma pesquisa transversal descritiva que envolveu 400 participantes de hospitais governamentais e não governamentais no período de junho a dezembro de 2018. A população de estudo incluiu todas as categorias de trabalhadores dos hospitais como médicos, enfermeiras, paramédicos e administradores. Cerca de 60% da amostra era do sexo masculino e 40% do feminino. A faixa etária da maior parte dos participantes situava-se entre 20 e 40 anos. Destes, 78,2% possuíam bacharelado ou pós-graduação, enquanto 17,9% possuíam apenas diploma de graduação ou níveis menores de formação. O tamanho amostral dos participantes foi diverso de acordo com os tipos e capacidades dos hospitais. O maior número de participantes foi de hospitais governamentais com 82,5%, enquanto 17,5% eram de hospitais não governamentais. Os perfis de cultura organizacional mais comuns nos hospitais da Faixa de Gaza foram a cultura de clãs e de hierarquia. Os hospitais não governamentais apresentaram médias superiores aos governamentais em todos os perfis de cultura organizacional. É recomendável o uso de uma abordagem abrangente da cultura organizacional de modo a estudá-la e perceber sua direção e tendência antes de se estabelecer novos procedimentos ou iniciativas.

    Abstract in English:

    Abstract The aim of the study was to describe the organizational culture types and their dimensions at the governmental and non-governmental hospitals in the Gaza Strip of Palestine. It was a descriptive cross-sectional study that involved 400 participants of the governmental and non-governmental hospitals in the period between June and December 2018. The target population included all the working staff categories at the hospitals as physicians, nurses, paramedics, and administrators. About 60% of the sample was male and 40% was female. Most of the participants’ age was between 20-40 years. Of these, 78.2% were having bachelor’s or higher degrees and 17.9% were having diplomas or lesser degrees. Participants’ sample sizes were diverse according to the types and capacities of their hospitals. The highest number of participants was from governmental hospitals with 82.5%, while 17.5% was from non-governmental hospitals. The highest determined types of management in Gaza Strip hospitals were clan and hierarchy-oriented cultures. The non-governmental hospitals had higher means than the governmental ones in all the organizational culture types. The comprehensive approach of organizational culture is desired to study the organizational culture type and realize its direction and trend before establishing new procedures or initiative programs.
  • Food quality according to the production system and its relationship with food and nutritional security: a systematic review Artigos Originais

    Pereira, Nircia; Franceschini, Sylvia; Priore, Silvia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A garantia da segurança alimentar e nutricional (SAN) por meio da oferta de alimentos de qualidade é essencial para o desenvolvimento humano e fator de proteção para melhores condições de saúde da população. O objetivo deste estudo foi comparar a qualidade dos alimentos, segundo o sistema de produção, e sua relação com a SAN. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura baseada no método Preferred Reporting Items for Systematic Reviews (Prisma), cujo levantamento de dados totalizou 389 estudos, sendo 14 incluídos. Os estudos comparativos entre alimentos produzidos em sistemas convencionais e alternativos de base ecológica mostraram efeitos benéficos destes últimos à saúde, uma vez que possuem qualidade nutricional superior e são mais seguros para o consumo. Em relação ao impacto ambiental, tais alimentos favorecem a produção sustentável. Ao contrário, o modelo de produção convencional mostrou limitações, como a contaminação mundial da cadeia alimentar por resíduos de agrotóxicos e fertilizantes sintéticos que podem causar danos à saúde e ao meio ambiente, levando à insegurança alimentar e nutricional. Informações que contribuam para o fortalecimento dos sistemas agroalimentares sustentáveis são ferramentas essenciais para criação de políticas públicas que atuem como estratégia intersetorial de promoção da saúde e de segurança alimentar e nutricional.

    Abstract in English:

    Abstract The guarantee of Food and Nutrition Security (FNS) through the provision of quality food is essential for human development and a protective factor for better health conditions for the population. The aim of this study was to compare the quality of food according to the production system and its relationship with FNS. It is a systematic review of literature, based on the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews (Prisma) method, whose data totaled 389 studies, 14 of which were included. Comparative studies between foods produced in conventional and alternative production systems based on ecology have shown beneficial effects of the latter on health since they have superior nutritional quality and are safer for consumption. Regarding the environmental impact, these foods favor sustainable production. On the other hand, the conventional production model showed limitations such as the worldwide contamination of the food chain by pesticide residues and synthetic fertilizers, which can cause damage to health and the environment, leading to food and nutritional insecurity. Information that contributes to the strengthening of sustainable agri-food systems is essential tools for the creation of public policies that act as an intersectoral strategy for the promotion of health and food and nutrition security.
  • Naked lives: women with HIV/AIDS in the situation of gender violence Artigos Originais

    Ceccon, Roger Flores; Meneghel, Stela Nazareth; Íñiguez-Rueda, Lupicinio

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Em sociedades patriarcais de países periféricos, as mulheres sofrem os efeitos da exclusão social e de gênero, que as expõe à aquisição do HIV e que permanecem após o adoecimento. O objetivo deste estudo foi explorar as experiências de violência de gênero na trajetória de mulheres que vivem com HIV. É um estudo qualitativo em que foram entrevistadas 61 mulheres vítimas de violência de gênero cadastradas em um Serviço Especializado em HIV/aids de um município do interior do Rio Grande do Sul. Foi realizada análise crítica do discurso das narrativas produzidas por essas mulheres. Todas as entrevistadas relataram ter sofrido violações de direitos ao longo da vida, devido a processos históricos de exclusão, limitações no acesso à escola, ao trabalho, a serviços de saúde e à segurança. Nos serviços de saúde, o cuidado prestado pauta-se no modelo médico biopolítico capaz de postergar a morte, mas não de atendê-las com integralidade. Denominamos as trajetórias dessas mulheres de vidas nuas, conceito do filósofo Giorgio Agamben, tendo em vista que são consideradas desvalorizadas e supérfluas na sociedade, marcadas pelas violências e pelo HIV.

    Abstract in English:

    Abstract In patriarchal societies of peripheral countries, women suffer the effects of social and gender exclusion, which exposes them to the acquisition of HIV, and which remain after becoming ill. The aim of this paper is to explore the experiences of gender violence in the trajectory of women living with HIV. We conducted a qualitative study in which 61 women victims of gender violence registered in a Specialized Care Service for HIV/AIDS in a municipality in the interior of Rio Grande do Sul were interviewed, through a critical analysis of the discourse of the narratives produced by these women. All interviewees reported having suffered violations of rights throughout their lives, due to historical processes of exclusion, limitations in access to school, work, health services, and security. In health services, the care provided is based on a biopolitical medical model capable of postponing death, but not care for them fully. We denominate these women’s trajectories as “naked lives,” a concept of the philosopher Giorgio Agamben, considering that they are considered devalued and superfluous in society, marked by violence and HIV.
  • Health assistantship policy at São Paulo’s First Republic: an analysis of the government’s budget plan Artigos Originais

    Lódola, Soraya; Campos, Cristina de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa como o governo do estado de São Paulo promoveu políticas de assistência pública no início da Primeira República. Neste período, o governo dirigia seus esforços para o controle de epidemias, deixando para as instituições privadas a assistência individual. Por meio dos planos orçamentários, dos relatórios da Secretaria do Interior e dos discursos da Câmara dos Deputados, observamos que existia uma política orçamentária que designava uma parcela das verbas governamentais para as instituições que se propusessem a assistir pobres e imigrantes. Além do repasse anual, o governo promovia aportes financeiros em períodos epidêmicos e desenvolvia vistorias periódicas para averiguar as condições sanitárias das instituições. A partir da análise dos documentos, verificamos que os recursos pecuniários repassados eram elevados e se aproximavam muito aos gastos com o Serviço Sanitário, órgão público criado para combater as doenças infectocontagiosas. Buscando entender a política de subvenções, observamos que o estado tentou implantar uma estrutura própria de atendimentos para combater o tracoma e a ancilostomose, mas que os altos encargos para manter a estrutura e os discursos do período, que apregoavam a redução dos gastos públicos, fizeram com que essa estrutura fosse dissolvida, mantendo-se a política anteriormente adotada de apoiar o arranjo assistencial pré-existente.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyzes how São Paulo state government promoted public assistantships policies during the First Republic. During this time, the government aimed at controlling epidemies and endemics, leaving individual care to private institution. Through budget plans, reports from the Secretary of Interior, speeches at the Chamber of Deputies, and newspaper articles, we observed that there was a budget policy which allowed the government to spend money on institutions that assisted immigrants and poor people. Besides an annual expenditure, the government could also send extra budget during epidemics, and also developed periodic inspections to evaluate the sanitary conditions of the subsidized institutions. The document’s analysis showed that the resources spent were high in value, almost as much as the one available for Sanitary Service, a public organization created in order to fight infectious diseases. The state also used the same system to install its own structures used to fight diseases like trachoma and hookworm in 1906. However, in a time when the main discourses asked for public dispending reduction, the high costs to upkeep these institutions made them to be shut down. The government, thought, kept the old system, sending resources to philanthropic and private hospitals.
  • Do older adults attempt suicide for attention? Artigos Originais

    Gutierrez, Denise Machado Duran; Minayo, Maria Cecília de Souza; Sousa, Amandia Braga Lima; Grubits, Sonia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo analisa parte dos resultados de pesquisa nacional multicêntrica que investigou ideações e tentativas de suicídio em idosos. O texto tem como objetivo problematizar a expressão “chamar atenção”, usualmente empregada por profissionais de saúde e famílias que acompanham esses idosos para referir-se à sua motivação para o comportamento autodestrutivo. Trata-se de pesquisa qualitativa com emprego de entrevista semiestruturada, em que se buscou compreender profundamente o fenômeno. Foram analisados 12 casos de idosos com ideação e/ou tentativas de suicídio e relatos de quatro profissionais que se manifestaram sobre o comportamento de “chamar atenção” atribuído a esses idosos. O material coletado foi submetido à análise hermenêutica dialética. A pesquisa se ateve aos fatores articulados às situações na vida do idoso, buscando relacionar os sentimentos dos que idealizaram ou tentaram se matar e o comportamento do atribuído “chamar atenção”. Como resultado, emergiram duas grandes categorias analíticas: o chamar atenção segundo a percepção dos idosos; e o chamar atenção para os profissionais de saúde. O estudo mostrou que a ligação que, em geral, familiares ou profissionais de saúde estabelecem entre “chamar atenção” e intenção de cometer suicídio é muito tênue, caracterizando-se mais propriamente como manifestação de que algo não corre bem na vida do idoso. Constatou-se o predomínio de compreensões derivadas do senso comum sobre esses fatos que não apresentam relação direta com o desejo ou a intenção de morte autoinfligida, mas uma dificuldade de compreensão dos sentimentos de isolamento e solidão.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyzes part of the results of a multicentric national research that investigated suicidal ideation and suicide attempts in older adults. The text aims to question the so-called “attention seeking” behavior, used by health professionals and families of older patients when referring to their motivation for self-destructive behavior. This qualitative research used semi-structured interviews to thoroughly understand this phenomenon. We analyzed 12 cases of older adults with suicidal ideation and/or suicide attempts and reports from four professionals who expressed their opinion on the “attention seeking” behavior attributed to these patients. The data collected underwent dialectical hermeneutic analysis. The research focused on factors associated with situations faced by older adults, aiming to relate the feelings of those who idealized or tried to commit suicide and the “attention seeking” behavior. As a result, two major analytical categories emerged: attention seeking according to older adults; and attention seeking according to health professionals. The study showed that the connection family members or health professionals establish between “attention seeking” and intent to commit suicide is, in general, very tenuous; rather, it characterizes a proper manifestation that something is unwell in the older adult’s life. We found a predominance of common-sense understandings about these facts that have no direct relationship with the desire or intention of self-inflicted death, but represent a difficulty in understanding feelings of isolation and loneliness.
  • Caring for Parkinson’s disease: response patterns of caregivers who are relatives of older adults Artigos Originais

    Nunes, Simony Fabíola Lopes; Alvarez, Angela Maria; Valcarenghi, Rafaella Vivian; Baptista, Rafaela

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo objetiva conhecer os padrões de resposta de transição dos cuidadores familiares e a influência destes na realização de cuidados ao idoso com doença de Parkinson. Para isso, trata-se de um estudo exploratório, descritivo e qualitativo, realizado com 20 familiares cuidadores de idosos com doença de Parkinson. Os resultados revelaram que, no percurso da saída da transição, os familiares cuidadores apresentam a integração da rotina de cuidados na vida pessoal, a aceitação do estado de saúde de seu familiar por meio da visão positiva da doença, utilizam estratégias para adquirir habilidades relacionadas ao cuidado do idoso com doença de Parkinson e reconhecem em si a identidade de familiar cuidador. São necessárias intervenções para identificar as preocupações específicas dos familiares para fortalecer e facilitar o processo de transição ao exercício do papel de cuidador, frente às diversas mudanças na rotina que a doença de Parkinson suscita.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyzes the transition response patterns of family caregivers and their influence on the provision of care to older adults with Parkinson’s disease. It is an exploratory, descriptive and qualitative study carried out with 20 family caregivers of older adults with Parkinson’s disease. The results revealed that on the way out of the transition, family caregivers present the integration of the care routine in their personal lives and acceptthe health status of their family members through a positive view of the disease, using strategies to acquire skills related to the care of older adults suffering from Parkinson’s disease, acknowledging the role of a family caregiver. Interventions are needed to identify the specific concerns of family members in order to strengthen and ease the process of transition to exercising the role of caregiver, given the various changes in routine that Parkinson’s disease raises.
  • Psychosocial impact of COVID-19 self-isolation on the Brazilian population: a preliminary cross-sectional analysis Artigos Originais

    Bezerra, Carina Bandeira; Saintrain, Maria Vieira de Lima; Braga, Débora Rosana Alves; Santos, Flaviano da Silva; Lima, Ana Ofélia Portela; Brito, Edla Helena Salles de; Pontes, Camila de Brito

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo trata de uma pesquisa quantitativa, descritiva e analítica da população brasileira em isolamento social (IS) durante pandemia do novo coronavírus, com o objetivo de identificar preditores de estresse psicossocial com dados recolhidos por questionário on-line nas redes sociais em abril de 2020. Do total de 3.836 pessoas participantes, prevaleceram: mulheres (2.821; 73,5%); faixa etária de 30 a 39 anos (1.101; 28,7%); com pós-graduação (2075;54,1%); estando em IS (3.447; 89,9%). Houve diferença significativa pelo fato de as pessoas estarem em IS: sentir medo de serem infectadas pelo coronavírus (p<0,001); preocupação se alguém precisava sair de casa (p<0,001); rotina modificada após o IS, destacando “entretanto conseguiram se adaptar à nova realidade”, comparado aos que “tiveram a rotina alterada sem conseguir se adaptar” (p<0,001); tristeza ou preocupação, fazendo outras atividades como exercício físico, práticas religiosas, atividades lúdicas (p<0,001); e não pensaram numa solução para esse problema (p<0,001); além de mudança no padrão de sono (p=0,006). Os achados revelam a necessidade de discussão ampliada dos determinantes sociais da saúde, que devem envolver não só a doença, mas levar em consideração as relações sociais, as manifestações culturais e a economia, que podem impactar a saúde mental das pessoas.

    Abstract in English:

    Abstract This is a quantitative, descriptive, and analytical study of the Brazilian population in social isolation (SI) during the novel coronavirus pandemic whose aim was to identify predictive factors for psychosocial stress using data collected by a social media-based online questionnaire administered in April 2020. Among the 3,836 participants, most were women (2,821; 73.5%), aged from 30 to 39 years (1,101; 28.7%), with post-graduate education (2,075;54.1%), and in SI (3,447; 89.9%). We found significant differences between individuals who were in SI and those who were not regarding: feeling afraid of being infected by the coronavirus (p<0.001) and worried if someone had to leave the house (p<0.001); changes in routine after self-isolating in those who managed to adapt to the new reality compared to those who could not adapt (p<0.001); feeling sad and worried while doing other activities, such as physical exercise, religious practices, or recreational activities (p<0.001); inability to imagine a solution to this problem (p<0.001), and changes in sleep pattern (p=0.006). Our findings indicate the need for further discussions about the social determinants of health, addressing not only the disease per se, but also social relations, cultural manifestations, and the economy, which may impact people’s mental health.
  • Chronic noncommunicable diseases and dilemmas of care: the theory of negotiated order revisited Artigos Originais

    Ferreira, Jaqueline

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As doenças crônicas não transmissíveis são responsáveis por um alto índice de mortalidade no Brasil. Do ponto de vista socioantropológico, elas são exemplares na ilustração da experiência do mundo do doente em todas as dimensões da sua vida, tanto nos aspectos simbólicos como socioeconômicos e na sua interação com os profissionais da saúde. A teoria da ordem negociada, de Isabelle Baszanger, inspirada na perspectiva interacionista, trata da relação médico-paciente diante da doença crônica em que se estabelece uma condição de negociação permanente entre os dois polos. Contrariando a ideia do doente como um agente meramente passivo, a teoria mostra o seu protagonismo onde o médico precisará participar dessa negociação. Essa construção se desenvolve em todas as esferas da vida social: trabalho, família, serviços e profissionais de saúde, nos quais o doente procura a manutenção de sua inserção social. Assim, para o doente, trata-se, antes de tudo, da gestão de sua identidade, em que ele se apropriará de técnicas de controle de sintomas e do tratamento, a fim de manter ou restabelecer uma vida “normal”. Esse ensaio busca revisitar essa teoria dialogando com outros autores e através de reflexões advindas pesquisas etnográficas anteriores.

    Abstract in English:

    Abstract In Brazil, chronic noncommunicable diseases (NCDs) have high mortality rates. From a socio-anthropological perspective, NCD realistically depict patients’ experience in all dimensions of their lives, either regarding their symbolic and socioeconomic aspects or their interaction with health professionals. The negotiated order theory, created by Isabelle Baszanger and grounded on the interactionist approach, deals with physician-patient relationship in chronic diseases, which establishes a permanent negotiation between both parties. Opposed to the idea of the patient as a merely passive subject, the theory postulates patients’ protagonism in scenarios that will require the physician to negotiate. This construction occurs in all spheres of social life: work, family, and health settings, where patients seek to maintain their social integration. For patients, the negotiated order theory represents first and foremost a means to manage their identity, whereby they may adopt techniques for controling symptoms and treatment, aiming to maintain or restore a normal life. This study seeks to revisit this theory by interacting with different authors and reflections offered by previous ethnographic research.
  • Existence and resistance of mad bodies: the body under process and the Brazilian psychiatric reform Artigos Originais

    Benetti, Ângela Slongo; Emerich, Bruno Ferrari; Ricci, Ellen Cristina; Campos, Rosana Onocko

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O cuidado de usuários em crise ofertado em leitos de saúde mental em hospital geral coloca-se como um importante balizador da Reforma Psiquiátrica Brasileira, e em grande medida encontra-se ancorado em modelos biomédicos de compreensão e tratamento do sofrimento. A partir da experiência de formação em residência multiprofissional em saúde mental realizada em enfermaria de psiquiatria de um hospital geral de um município de grande porte, este trabalho discute o corpo enquanto potência no cuidado. A metodologia utilizada foi o relato de experiência por meio de diário de campo, o que possibilitou a reflexão do tema a partir da trajetória clínica de acompanhamento da crise de dois usuários. Tendo como pressupostos referenciais da psicologia e da psicanálise, discute-se o cuidado a partir e pelo corpo, sem reduzi-lo ao lócus de doença, propondo-se construções clínicas condizentes com a atenção psicossocial. Espera-se, assim, contribuir para a qualificação da atenção nestes serviços, fortalecendo o cuidado singular e ampliado, calcado em diferentes referenciais teóricos acerca dos corpos.

    Abstract in English:

    Abstract The practice of care offered to users in crisis at the mental health wards in general hospitals is an essential variable considering the psychiatric reform in Brazil, largely anchored in the biomedical model in how suffering is understood and treated. Based on the experiences of education in health service in the Multiprofessional Residency in mental health, developed in the Psichyatric nursery of a general hospital of a major city, this paper discusses the body as potency in the practice of care. The methodology consists of the narration of experiences accounted in a field journal, which allowed to reflect on the topic departing from the clinical path of the two patients’ crises. With these psychological and psichoanalytical theoretical frameworks, we discuss the practice of care in and of the body, without reducing it to the locus of the disease, suggesting clinical constructions adaptable to psychosocial care. This paper thus contributes to the qualification of care in these services, strengthening a singular and amplified practice of care based on a different theoretical referential regarding the body.
  • Youth protagonism: an analysis of the project Network of Adolescents and Young Health Promoters (Rap da Saúde) the city of Rio de Janeiro, from the perspective of its participants Artigos Originais

    Tasca, Bianca Gonçalves; Brandão, Elaine Reis; Branco, Viviane Manso Castello

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo aborda o projeto Rede de Adolescentes e Jovens Promotores de Saúde (Rap da Saúde), da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, enquanto estratégia de fomento do protagonismo juvenil, na perspectiva de seus participantes. Para tal, realizou-se uma pesquisa documental nos arquivos do projeto, incluindo 150 trabalhos de conclusão de curso dos jovens participantes da turma de 2018, nos quais avaliam tal experiência de formação. A perspectiva analítica adotada buscou valorizar os relatos juvenis sobre o aprendizado pessoal e profissional conquistados no Rap da Saúde, as dificuldades enfrentadas e o quanto tal vivência em grupo e no contato com profissionais de saúde e diversas instituições sociais os permitiu se tornar jovens mais autoconfiantes, inseridos em suas comunidades e atentos às necessidades de seus pares. Em suma, o trabalho reflete sobre o processo de amadurecimento pessoal e como cidadão de jovens que tiveram a oportunidade de ser protagonistas de atividades educativas e de promoção da saúde em suas respectivas comunidades no município do Rio de Janeiro, no período de setembro de 2017 a setembro de 2018.

    Abstract in English:

    Abstract This article addresses the project Network of Adolescents and Young Health Promoters (Rap da Saúde) from Rio de Janeiro’s Municipal Health Secretariat, as a strategy to promote youth protagonism. A documentary research was carried out in the project archives, including 150 graduation papers of the young participants of the 2018 class, in which they evaluated the experience. The analytical perspective adopted sought to value the youth reports on personal and professional learning achieved at Rap da Saúde, the challenges faced by them and how much such experience and the contact with health professionals and various social institutions allowed them to become more self-sufficient, confident, inserted in their communities, and attentive to the needs of their peers. This paper reflects the process of personal development experienced by the participants who had the opportunity to be protagonists of health promotion activities in their communities in the city of Rio de Janeiro from September 2017 to September 2018.
  • Discussing violence against children in family health: thoughts on a health intervention proposal Artigos Originais

    Batista, Mitlene Kaline Bernardo; Quirino, Túlio Romério Lopes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo resulta de uma experiência de intervenção em saúde vivenciada no âmbito da Atenção Básica do município de Jaboatão dos Guararapes/PE. O objetivo foi, por meio da promoção de um espaço de educação permanente em saúde, aproximar os profissionais das equipes de Saúde da Família (eSF) das discussões sobre a violência contra crianças, de modo a viabilizar a construção de estratégias de enfrentamento. Como proposta metodológica, foram realizadas três oficinas de trabalho junto a profissionais vinculados a três eSF da Regional III do município. Os temas abordados nas oficinas envolveram o campo associativo da temática “violência contra crianças”. Para apresentação e discussão dos resultados, realizou-se uma sistematização da experiência, a partir da qual foram definidas três linhas de análise apresentadas como campos de tensão revelados nos diálogos com os profissionais. Observa-se que diversos fatores dificultam o enfrentamento da violência contra crianças pelas eSF, dentre eles: a fragilidade da rede, a falta de preparo dos profissionais e a impotência na resolutividade dos casos. Como estratégia de enfrentamento, os profissionais ressaltam a importância da visita domiciliar. Contudo, um dos maiores instrumentos de combate à violência, a ficha de notificação, ainda é usada por poucos e desconhecida pela maioria. Conclui-se que ainda é grande a necessidade de se trabalhar a temática da violência contra crianças nas eSF, visto que a maior parte dos profissionais relata nunca haver participado de discussões sobre o tema, o que parece repercutir de maneira significativa em suas ações cotidianas.

    Abstract in English:

    Abstract This article is the result of a Primary Care health intervention experiment conducted in the municipality of Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. By promoting a Permanent Health Education space, we brought professionals of Family Health Strategy units (FHS) closer to the discussions on violence against children to facilitate the construction of coping strategies. As a methodological proposal, three workshops were held with professionals linked to three FHS from the III Region of the municipality. The topics covered in the workshops involved violence against children. For the presentation and discussion of the results, a systematization of the experience was performed from which three lines of analysis were defined and that we present as tension fields revealed in the dialogue with the professionals. We observed that several factors make it difficult to cope with violence against children among FHS, among them: the fragility of the network, the lack of preparation by the professionals, and the impotence in the resolution of cases. As a coping strategy, professionals emphasized the importance of home visits. However, one of the greatest tools to combat violence, the reporting form, is still used by few and unknown by the majority. There is still great need to work on the issue of violence against children in FHS, since most professionals report never having participated in discussions on this topic, which seems to have a significant repercussion on their daily actions.
  • The relation between public and private in a health region: influences on the organization of medium complexity supply and demand in small municipalities served by the Brazilian National Health System Artigos Originais

    Silva, João Felipe Marques da; Carvalho, Brígida Gimenez; Domingos, Carolina Milena; Mendonça, Fernanda de Freitas

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo analisa como a relação entre gestores públicos de saúde e prestadores do sistema privado complementar influencia a organização da oferta e demanda de ações e serviços de média complexidade (ASMC) em uma região de saúde formada por municípios pequenos. Trata-se de estudo de caso de natureza qualitativa realizado entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017. Os resultados apontam que a influência da relação entre gestores e prestadores na oferta e demanda de ASMC está relacionada a características envolvidas em três categorias principais: a assistência médica especializada, a contratualização dos serviços e a gestão do sistema. Dentre as características das categorias mencionadas destacam-se a “reserva de mercado” por um grupo fechado de profissionais médicos e prestadores, contratos executados à revelia das normas do sistema e o fato de os profissionais médicos da rede pública serem os próprios prestadores privados das ASMC na região. A influência da relação público-privado na organização da oferta e demanda prioriza recursos municipais para as ASMC e demonstra a fragilidade do processo de regionalização e do papel do ente estadual. Neste contexto, a atenção básica revela-se como política preterida à administração pública.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyzes how the relation between public health managers of small municipalities (SMs) and providers of the supplementary private system influences the organization of supply and demand of medium complexity actions and services (ASMC) in a health region formed by small municipalities. This is a qualitative case study conducted from December 2016 to February 2017. The results show that the influence of the relation between managers and providers in the supply and demand of ASMC is related to characteristics involved in three main categories: specialized medical care, contracting of services, and system management. Among the characteristics of the categories mentioned are the “market reserve” by a closed group of medical professionals and providers; contracts executed according to the system rules; and the fact that public health medical professionals are the private providers of ASMC in the region themselves; among others. The influence of the relation between public and private on the organization of supply and demand prioritizes municipal resources for ASMC and demonstrates the fragility of the health region planning process and the role of the government. In this context, primary health care is revealed as a policy neglected by public administration
  • The relation between the Family Health Strategy and Health Surveillance from the perspective of family health team physicians in Minas Gerais, Brasil: a qualitative analysis Artigos Originais

    Silva, Gabrielly Cristiny Soares; Querino, Rosimár Alves; Borges, Rafaela Defendi; Ivancko, Giovanna Mendonça; Silva, Maria Isabel; Limongi, Jean Ezequiel

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo avaliou o conhecimento de médicos de equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) sobre a Vigilância em Saúde e suas áreas, de modo a compreender como se dá a relação entre estes setores e identificar os pontos positivos e os nós críticos que prejudicam a integração entre eles. Foi realizado grupo focal com oito médicos de municípios do interior de Minas Gerais. O tempo médio de atuação dos profissionais na ESF foi de 5,7 ± 3,25 anos e o tempo médio de atuação no Sistema Único de Saúde foi de 6,8 ± 3,33 anos. Foram identificadas três categorias temáticas, quais sejam: “Compreensões sobre Vigilância em Saúde”, “Vigilâncias Reconhecidas” e “Relações dos Profissionais da Atenção Básica com a Vigilância em Saúde”. A Vigilância em Saúde foi percebida como responsável pelo controle e prevenção de doenças e norteadora do planejamento das ações de saúde. As vigilâncias mais reconhecidas foram a Epidemiológica e Sanitária. Os principais nós críticos identificados estão associados à falta de conhecimento mútuo e interação entre a Atenção Básica e a Vigilância em Saúde, que por conseguinte leva ao pouco envolvimento e integração dessas áreas no processo de notificação, acompanhamento e resolução de doenças e agravos de responsabilidade compartilhada.

    Abstract in English:

    Abstract This study evaluated the knowledge of the Family Health Strategy team physicians about Health Surveillance and related areas to verify the relation between these sectors, allowing to identify the positive points and critical nodes that undermine the integration between them. A focus group was conducted with eight physicians from municipalities in the countryside of Minas Gerais. The average working time of professionals in FHS was 5.7 ± 3.25 years and the average working time in SUS was 6.8 ± 3.33 years. Three thematic categories were identified, namely, “Understanding Health Surveillance”, “Recognized Surveillance” and “Relation of Primary Care Professionals with Health Surveillance”. Health Surveillance was perceived as responsible for disease control and prevention, as well as for guiding the planning of health actions. The most recognized types of vigilance was Epidemiological Surveillance and Sanitary Surveillance. The main critical nodes identified are associated with a lack of mutual knowledge and interaction between Primary Care and Health Surveillance, which consequently leads to the low involvement and integration of these areas in the process of notification, monitoring and resolution of diseases and grievances of shared responsibility.
  • Sanitary inspection of animal products: discussing food quality in Brazil Artigos Originais

    Jacob, Michelle Cristine Medeiros; Azevedo, Elaine

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No Rock in Rio de 2017 a Vigilância Sanitária apreendeu, por falta do selo federal de inspeção sanitária, mais de 160kg de produtos de origem animal, incluindo queijos e linguiças artesanais, de uma renomada chef brasileira. Este evento reacendeu o debate sobre a qualidade dos alimentos no país. Neste artigo, propomos uma discussão sobre a inspeção de produtos animais no Brasil e defendemos um conceito amplo de qualidade, utilizando um método que se baseia na proposta de ensaio de Adorno. Apresentamos o cenário nacional da inspeção, definindo responsabilidades governamentais, conflitos de interesses e propostas em andamento para revisar as normativas específicas vigentes. Em seguida, abordamos a ampliação do conceito de qualidade de alimentos, contextualizando-o no movimento contemporâneo intitulado quality turn. Por fim, apontamos os desafios do cenário político brasileiro e destacamos a necessidade das reformas epistemológica, política e ética para o debate sobre a qualidade de alimentos visando a promover a segurança alimentar e nutricional da população brasileira.

    Abstract in English:

    Abstract In 2017, at Rock in Rio, Sanitary Surveillance seized more than 160 kg of animal products, including cheese and hand-crafted sausages, from a renowned Brazilian chef for lack of a federal sanitary inspection stamp. This event rekindled the debate on food quality in the country. In this paper, we discuss animal products’ inspection in Brazil and advocate for a broad concept of quality. Our method relays on Adorno’s essay proposal. We present the national scenario of the inspection, defining governmental responsibilities, conflicts of interest, and undergoing proposals to review current laws. Then we approach the expansion of the concept of food quality, contextualizing it in the contemporary movement called “quality turn”. Lastly, we indicate the challenges of the Brazilian political scenario and highlight the epistemological, political and ethical reforms needed for the debate on food quality to promote the Food and Nutrition Security of the Brazilian population.
Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br