• The path of the State Policy of Integrative and Complementary Practices of Rio Grande do Sul: a narrative of potentialities and resistances Artigos Originais

    Terra, Melaine; Pizutti, Paola Lucca

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo tem como objetivo investigar as potencialidades, resistências e peculiaridades envolvidas na elaboração e publicação da Política Estadual de Práticas Integrativas e Complementares (Pepic/RS), publicada em 2013 no Rio Grande do Sul, e que visou institucionalizar práticas em saúde baseadas no princípio da integralidade. No intuito de compreender aspectos importantes dos estágios iniciais do ciclo da política, com maior destaque à formulação, foram entrevistadas três gestoras que participaram da comissão de formulação da Pepic/RS. A pesquisa ocorreu no período de junho a novembro de 2018, utilizando a metodologia da história oral temática, e os dados foram analisados com a metodologia da análise temática de conteúdo. Evidenciaram-se duas categorias: “Pepic/RS: elementos da agenda, formulação e tomada de decisão”, que investigou o caminho da política até sua publicação e “Pics: potencialidades e resistências à Política”, que abordou estímulos e antagonismos à consolidação das Pics como política pública. Verificou-se que, a partir do aproveitamento da janela de oportunidade para as Pics no Rio Grande do Sul, foi desencadeado o movimento para a formulação da política estadual através do protagonismo de atores que reuniram esforços para institucionalizar o acesso às Pics no contexto da saúde pública no Estado.

    Abstract in English:

    Abstract The State Policy for Integrative and Complementary Practices of Rio Grande do Sul (PEPIC/RS) was implemented in 2013 to institutionalize health practices based on the principle of integrality. This study aimed to investigate the potentialities, resistances, and peculiarities underlying PEPIC/RS elaboration and publication. Three managers involved in the PEPIC/RS formulation commission were interviewed about the important aspects of the early stages of the policy process. This study was conducted from June to November 2018 using an oral history methodological approach. Collected data were analyzed based on thematic content. Two categories were emphasized: “PEPIC/RS: agenda setting, formulation, and decision-making,” which investigated the policy path until its publication and “PICS: policy potentialities and resistance,” approaching the incentives and antagonisms around PICS consolidation as a public policy. The protagonism of actors that joined efforts to institutionalize access to the PICS in the context of Rio Grande do Sul public health triggered the formulation of a state policy.
  • A history of scientific, medical and psychological approaches to transsexualities and their critical approach Artigos Originais

    Rodrigues, Liliana; Carneiro, Nuno Santos; Nogueira, Conceição

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste artigo, apresenta-se um breve enquadramento histórico das abordagens científicas, médicas e psicológicas sobre as transexualidades, tecendo um conjunto de considerações sobre a forma como tal enquadramento foi fundacional da noção de patologia associada às pessoas trans e como tem sido responsável pela manutenção da patologização destes indivíduos no imaginário coletivo. Para atingir tal objetivo, é desenhado um mapa cronológico dos acontecimentos que têm vindo a marcar, ao longo da história, o estudo e a intervenção com as pessoas trans a partir do modelo biomédico, referenciando algumas das personalidades que, no contexto ocidental, tiveram responsabilidade nesta visão biomédica das pessoas trans. No final deste trabalho, apresenta-se a discussão em torno da (des)patologização das transexualidades a partir do surgimento do paradigma centrado nos direitos humanos das pessoas trans e em propostas de autodeterminação dos seus corpos e identidades.

    Abstract in English:

    Abstract This study provides a brief historical background of scientific, medical and psychological approaches to transsexualities. It also makes considerations on how such approaches based the concept of pathology that is associated with trans people and how it has been responsible for maintaining the pathologization in the collective imaginary. More specifically, we will establish a chronology of events that, throughout history, have affected the study on and the intervention with trans people, based on the biomedical model. We will also refer to some Western figures responsible for creating this biomedical vision of trans people. Finally, the discussion about the (de)pathologization of transsexualities is presented, based on the emergence of the paradigm centered on the human rights of trans people and proposals for self-determination of their bodies and identities.
  • Meanings attributed to affectivity and experience of sexuality by LGBT school youths Artigos Originais

    Freitas, Sandra; Bermúdez, Ximena Pamela Díaz; Mérchan-Hamann, Edgar

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo é um estudo sobre narrativas de jovens escolares autoidentificadas como parte de segmentos sociais de lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans (LGBT), que atuaram como protagonistas em projetos de promoção da saúde e defesa dos direitos humanos em contextos escolares. O estudo utilizou estratégias metodológicas de natureza qualitativa, tais como o registro da história de vida e entrevistas em profundidade, visando compreender os significados atribuídos às ações desenvolvidas nos projetos e aspectos das experiências vividas. Participaram do estudo uma mulher trans, um homem cis gay e uma mulher cis lésbica, que durante três meses e em diversos cenários dialogaram nas entrevistas. Este artigo contempla quatro categorias centrais identificadas nas narrativas: identidades e diversidade, mapa das violências, vivências afetivo-sexuais de jovens escolares LGBT e promoção da saúde de jovens LGBT no cenário escolar. As violências descritas abrangem aspectos físicos, psicológicos, sexuais, negligência e abandono. A discriminação na família e na escola surgiu como marca de sofrimento. Conclui-se que os projetos de educação em sexualidade e direitos humanos em âmbito escolar podem ser considerados oportunidade de conhecimento e troca entre pares e facilitadores de uma vivência mais humana e protetora da afetividade e da sexualidade de jovens LGBT. Para o processamento e classificação das narrativas foi utilizado o software Atlas Ti, versão 8.

    Abstract in English:

    Abstract This is a study on the narratives of young students self-identified as part of social segments of lesbian, gay, bisexual and trans people (LGBT), who acted as protagonists in projects to promote health and defend human rights in school contexts. The study used qualitative methodological strategies, such as recording the participants’ life history and in-depth interviews, aiming to understand the meanings attributed to actions developed in the projects and to aspects of their life experiences. For three months and in different settings, a trans woman, a cis gay man and a cis lesbian woman participated in the interviews, sharing their life experience. This article contemplates four central categories identified in the narratives: identities and diversity, map of violence, affective-sexual experiences of young LGBT students and health promotion of young LGBT people in the school setting. The violence described shows physical, psychological, sexual aspects, as well as neglect and abandonment. Discrimination in the family and at school scenarios emerged as a mark of suffering. We concluded that sexuality and human rights education projects in schools can be considered an opportunity for knowledge and exchange between peers, allowing for a more humane and protective experience of the affectivity and sexuality of young LGBT people. Atlas Ti version 8 supported the data processing and codification.
  • The coverage of non-communicable diseases in Mozambique: the case of the newspaper Notícias (2006-2018) Artigos Originais

    Bussotti, Luca

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa a cobertura da imprensa moçambicana, especificamente do jornal Notícias, relativo às doenças não transmissíveis (DNT). O texto se inscreve em uma moldura teórica dupla: por um lado, no seio da comunicação para saúde “contextualizada”; por outro, no agendamento político da cobertura de imprensa controlada pelo Estado em países de democracia limitada, como Moçambique. A pesquisa foi do tipo exploratória e, em termos metodológicos, primeiro, foi feito um levantamento quantitativo da amostra de artigos do Notícias sobre DNT, de 2006 até 2018; a seguir, usou-se a análise do discurso aplicada aos artigos julgados mais significativos; finalmente, foram realizadas entrevistas junto a testemunhas-chave que complementaram a pesquisa. Os resultados apontaram para uma elevada politização da cobertura das doenças não transmissíveis. As entrevistas realizadas confirmaram tais conclusões, enfatizando, porém, a importância de uma análise contextual: a linha editorial do Notícias foi sim centrada no protagonismo de importantes figuras públicas comprometidas com a luta contra tais doenças, mas essa foi a única forma julgada possível para iniciar a abordagem das DNT na imprensa pública.

    Abstract in English:

    Abstract This article analyzes the coverage of Mozambican press, in particular, of the newspaper Notícias, regarding the topic of non-communicable diseases. The study uses a two-step approach; the first approach is embedded into the “contextualized” health communication theory, the second in the agenda-setting theory applied to the coverage of state-controlled press in limited democratic countries, such as Mozambique. This exploratory research adopted, as its methodology, firstly a quantitative analysis of the whole population of the articles on non-communicable diseases (NCD) that appeared in the newspaper Notícias for the period 2006-2018. A survey of the most meaningful articles was subjected to the discourse analysis, complemented by interviewing witnesses that had access to confidential information. The results showed a high politicization of the coverage of NCD. The incorporation of the interviews confirmed such conclusions, emphasizing the importance of a contextualized analysis: the editorial line of Notícias showed a dependency to the engagement of important public figures committed to combating such diseases; nevertheless, it was the only possible way to begin to approach DNT in public press.
  • Coronavirus in Brazil: the march of folly Artigos Originais

    Soares, Adilson; Menezes, Ricardo Fernandes de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A circulação do novo coronavírus é um acontecimento sanitário nas dimensões do fenômeno dantesco que se constituiu a Gripe Espanhola, porém, agravado pela globalização. A escolha deste objeto de estudo se impôs em função da preocupação mundial com a covid-19, e pela percepção de que há indagações persistentes e insuficiência de análises que explicitem a intrínseca relação entre o processo saúde-doença e as dimensões políticas, econômicas e sociais a ele associados. A tese defendida é de que o enfrentamento insensato e descoordenado da epidemia no Brasil traria reflexos no número de casos e óbitos. Trata-se de estudo exploratório, apoiado no referencial teórico da hermenêutica crítica, desenvolvido com base na análise de documentos e dados, que tem como objetivo analisar o perfil epidemiológico da covid-19 e, a partir desta análise, discutir as políticas econômicas, sociais e sanitárias adotadas no Brasil diante do quadro pandêmico. Conclui-se que a insensatez política, econômica, social e sanitária na aplicação de políticas públicas, bem como a descoordenação do governo federal do Brasil no enfrentamento da pandemia da covid-19 trouxe como reflexo o aumento exponencial do número de casos e de óbitos pela doença, principalmente em populações mais pobres e vulneráveis.

    Abstract in English:

    Abstract The circulation of the new coronavirus is a health event in the dimensions of the Dantesque phenomenon that constituted the Spanish Flu, but aggravated by the fact that we live in an interconnected world. The choice of this object of study was imposed due to the worldwide concern with the covid-19, and the perception that there are persistent questions and insufficient analyses that explain the intrinsic relationship between the health-disease process and the political, economic and social dimensions associated with it. We defend that the foolish and uncoordinated confrontation of the epidemic in Brazil would have affected the number of cases and deaths. This is an exploratory study, supported by the theoretical framework of critical hermeneutics, developed based on the analysis of documents and data, which aims at analyzing the epidemiological profile of Covid-19 and to discuss economic, social policies and sanitary measures adopted in Brazil in the face of the pandemic situation. We concluded that the political, economic, social and sanitary folly in the application of public policies combined with the lack of coordination of the federal government of Brazil in confronting the covid-19 pandemic reflected in the exponential increase in the number of cases and deaths, especially among the poorest and most vulnerable populations.
  • Delphi Technique in the validation process of the national application of the Questionnaire for Primary Care Assessment (QualiAB) Artigos Originais

    Zarili, Thais Fernanda Tortorelli; Castanheira, Elen Rose Lodeiro; Nunes, Luceime Olivia; Sanine, Patrícia Rodrigues; Carrapato, Josiane Fernandes Lozigia; Machado, Dinair Ferreira; Ramos, Nádia Placideli; Mendonça, Carolina Siqueira; Nasser, Mariana Arantes; Andrade, Marta Campagnoni; Nemes, Maria Ines Battistella

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este trabalho tem como objetivo descrever o uso da Técnica Delphi no processo de atualização e validação de conteúdo do Questionário de Avaliação da Qualidade de Serviços de Atenção Básica (QualiAB) para aplicação nacional. Deste estudo participaram 19 especialistas com experiência em pesquisa em avaliação em saúde, assistência e gestão em atenção primária à saúde (APS). Uma versão revisada do instrumento QualiAB com 105 indicadores foi encaminhada para avaliação quanto ao grau de relevância, aplicabilidade nacional e aceitabilidade. A Técnica Delphi modificada foi realizada em duas rodadas. Os resultados apontam que a taxa de resposta na primeira rodada foi de 73,6%, 40 indicadores foram aceitos e 65 não obtiveram consenso, dos quais 54 receberam sugestões de alteração da questão e/ou do indicador. Na segunda rodada a taxa de resposta foi de 92,8%. Foram reenviados 65 indicadores com incorporação de alterações, dos quais seis foram aceitos. Dos 59 restantes, 51 obtiveram sugestões de alteração. A Técnica Delphi modificada contribuiu para o aprimoramento do instrumento QualiAB enquanto etapa intermediária de um processo de validação iterativa. Contudo, a realização em duas rodadas demonstrou ser insuficiente para validação dos indicadores de qualidade organizacional diante da abrangência e diversidade das ações realizadas pelos serviços de APS.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to describe the use of the Delphi Technique in a process of updating and validating the content of the Primary Care Services Quality Assessment Questionnaire (QualiAB) for national application. In this study, 19 experts with experience in research in health evaluation, care and management in Primary Health Care (PHC) agreed to participate. A revised version of the QualiAB instrument with 105 indicators was submitted for evaluation as to its relevance, national applicability and acceptability. The modified Delphi Technique was performed in two rounds. The response rate of experts in the first round was 73.6%, 40 indicators were accepted and 65 did not reach consensus, of which 54 obtained suggestions to change the question and/or indicator. In the second, the response rate was 92.8%, and 65 indicators were resent with incorporation of changes, of which six were accepted. Of the remaining 59, 51 obtained suggestions for change. The modified Delphi Technique contributed to the improvement of the QualiAB instrument as an intermediate step in an iterative validation process. However, the performance in two rounds proved to be insufficient to validate the organizational quality indicators in view of the scope and diversity of the actions performed by the PHC services.
  • Integrative and complementary practices in the Brazilian National Health System: political-epistemological disputes Artigos Originais

    Glass, Leticia; Lima, Nathan Willig; Nascimento, Matheus Monteiro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo apresenta um estudo de Epistemologia Política sobre a implementação de Práticas Integrativas e Complementares no sistema de saúde do Brasil. O objetivo foi analisar a controvérsia existente entre as recomendações da Organização Mundial da Saúde, as Portarias do Ministério da Saúde do Brasil e as cartas públicas de instituições científicas. Evidenciamos as visões epistêmicas e os interesses políticos subjacentes presentes em cada um dos documentos.

    Abstract in English:

    Abstract This article presents a study of Political Epistemology on the implementation of Integrative and Complementary Practices in the Brazilian health system. The objective was to analyze the controversy between the recommendations of the World Health Organization, the Ordinances of the Brazilian Ministry of Health and the public letters of scientific institutions. We highlight the underlying epistemic views and political interests present in each of the documents.
  • WHOQOL-100 and public policies: assessing the quality of life of people assisted by housing policies Artigos Originais

    Carvalho, Beatriz Ferreira de; Inocêncio, Carla Caroline; Guadagnin, Eduardo; Amorim, Edvaldo; Vianna, Paula Vilhena Carnevale

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O ambiente é um dos determinantes sociais da saúde. No Brasil, as habitações sociais, financiadas por políticas públicas, tendem a ser erguidas em espaços desprovidos de infraestrutura urbana e a posse da casa se acompanha de incertezas na condução da vida cotidiana. Este trabalho visa investigar o uso do questionário de qualidade de vida WHOQOL - 100 como instrumento de análise da qualidade de vida de uma população atendida por política habitacional, integrando os campos da saúde coletiva e do planejamento urbano. O questionário foi respondido por 101 moradores de um conjunto habitacional de São José dos Campos, um município paulista de grande porte. Encontraram-se baixos escores de autoavaliação de qualidade de vida, ambiente e subjetividade comparados aos dados disponíveis em publicações acadêmicas que avaliam, no geral, populações adoecidas. Os resultados permitiram avaliar de modo objetivo a relação entre ambiente e qualidade de vida, subsidiando a formulação e implantação de políticas sociais integradas às habitacionais para garantia dos direitos sociais de populações carentes.

    Abstract in English:

    Abstract The environment is one of the social determinants of health. In Brazil, social housing, financed by housing policies, tends to be built in spaces devoid of urban infrastructure and home ownership is accompanied by uncertainties in the conduct of daily life. This work aims to investigate the use of the WHOQOL - 100 quality of life questionnaire as an instrument for analyzing the quality of life of people attended by housing policy, integrating the fields of public health and urban planning, especially with regard to housing policies. The questionnaire was applied to 101 residents of a housing complex in São José dos Campos, a large city in São Paulo. Low self-assessment scores for quality of life, environment and subjectivity were found, compared to data available in academic publications, which assess, in general, sick populations. The results allowed, in the studied housing complex, to objectively assess the relationship between environment and quality of life, subsidizing the formulation and implementation of social policies integrated with housing policies to guarantee the social rights of the target populations of housing policies.
  • Socio-environmental vulnerability and health in schools in the context of agribusiness Artigos Originais

    Beserra, Lucimara; Pignati, Wanderlei Antonio; Pignatti, Marta Gislene; Oliveira, Luã Kramer de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste estudo buscou-se compreender como estudantes de escolas rurais e urbanas identificam elementos da vulnerabilidade socioambiental no espaço escolar, no contexto do agronegócio, nos municípios de Campo Novo do Parecis, Sapezal e Campos de Júlio, localizados no estado do Mato Grosso, Brasil. Realizou-se um mapeamento participativo por meio do desenho dos processos e elementos destrutivos e protetores da vida no espaço escolar. Os processos e elementos protetores mais citados foram a escola, as árvores e as atividades agrícolas próximas às escolas, pela produção de cereais e algodão e a geração de empregos. Entretanto, a pulverização de agrotóxicos nas áreas de plantio próximas às escolas foi o processo destrutivo elencado de forma predominante nos mapas. Esses elementos compõem as relações e os processos de vulnerabilização socioambiental dos estudantes e das populações envolvidas nessas escolas. As facetas contraditórias (protetoras e destrutivas) evidenciadas sobre a produção agrícola demonstram uma dinâmica política de disputa da narrativa sobre o impacto sócio-sanitário-ambiental positivo e negativo do agronegócio e do uso de agrotóxicos. A construção dos mapas mostrou ser uma ferramenta que pode contribuir para o reconhecimento das vulnerabilidades socioambientais e potencializar a participação popular no processo de vigilância em saúde e ambiente.

    Abstract in English:

    Abstract This study sought to understand how students from rural and urban schools identify elements of socio-environmental vulnerability in the school environment, in the context of agribusiness, in the cities of Campo Novo do Parecis, Sapezal and Campos de Júlio, Mato Grosso, Brazil. A participatory mapping was conducted by the design of processes and protective and destructive elements to life in the school environment. The most cited processes and protective elements were school, trees and agricultural activities near schools, the production of cereals and cotton, and the generation of jobs. However, the spraying of pesticides in the plantation areas near the schools was the destructive process predominantly listed. These elements make up the relationships and processes of social and environmental vulnerability of the students and the populations involved in these schools. The contradictory facets (protective and destructive) evidenced on agricultural production demonstrate a political dynamics of dispute of the narrative about the positive socio-sanitary-environmental impact of agribusiness and the use of pesticides. The construction of the maps has proved to be a tool that can contribute to the recognition of socio-environmental vulnerabilities and enhance the participation of the people in the surveillance process in health and environment.
  • Mental health of university professors in times of covid-19 Artigos Originais

    Gomes, Nadirlene Pereira; Carvalho, Milca Ramaiane da Silva; Silva, Andrey Ferreira da; Moita, Carina Estrela; Santos, Jemima Raquel Lopes; Couto, Telmara Menezes; Carvalho, Laís Chagas de; Almeida, Lílian Conceição Guimarães de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Trata-se de ensaio, embasado na literatura sobre o tema, que tem como objetivo refletir acerca dos eventos relacionados ao processo de trabalho que comprometem a saúde mental de docentes de Instituições de Ensino Superior (IES) em tempos de covid-19. A falta de habilidade no manuseio de tecnologias da informação e comunicação no desenvolvimento das atribuições profissionais, a autocobrança e a pressão das IES para adaptação ao novo modelo de trabalho e a necessidade de gerenciar os afazeres laborais e domésticos constituem eventos que predispõem ao sofrimento psicoemocional em docentes do ensino superior.

    Abstract in English:

    Abstract This essay, based on the literature on the subject, aims to reflect on events related to the work process that compromise the mental health of Higher Education Institutions’ (HEI) professors in times of covid-19. The lack of skill in handling information and communication technology for the undertaking of professional assignments, the act of demanding too much from oneself and the pressure from the HEI to adapt to the new work model, as well as the need to manage work and household chores are events that predispose to psycho-emotional suffering in higher education teachers.
  • Intersectionality and violence against women in covid-19 pandemic times: dialogues and possibilities Artigos Originais

    Barbosa, Jeanine Pacheco Moreira; Lima, Rita de Cassia Duarte; Santos, Gabriela de Brito Martins; Lanna, Solange Drumond; Andrade, Maria Angélica Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este ensaio tem como objetivo problematizar as relações entre a violência contra as mulheres e o isolamento social durante a pandemia de covid-19, a partir do diálogo entre os aportes teóricos dos estudos interseccionais e as contribuições do Movimento Institucionalista, por meio da filosofia da diferença de Gilles Deleuze. O isolamento social na pandemia comparece como operador de análise e categoria de intersecção, o que pode ser compreendido como acontecimento no contexto do institucionalismo. Trata-se, portanto, de vislumbrar a interseccionalidade a partir de uma perspectiva pós-estruturalista. Busca-se viabilizar a construção de espaços de problematização, a partir das contribuições que vão desde a saúde até as ciências sociais e humanas, campo extenso e diversificado da saúde coletiva, refletindo a própria concepção ampliada de saúde em suas inúmeras interfaces. Por meio dessa perspectiva, buscou-se deslocar a relação de causalidade direta entre o isolamento social e violência contra as mulheres, fazendo uma análise sócio-histórico-política que articule o microssocial, singular, com o contexto macrossocial, a fim de descortinar desigualdades e violências já experimentadas.

    Abstract in English:

    Abstract This essay discusses the relations between violence against women and social isolation during the covid-19 pandemic, based on the dialogue between the theoretical contributions of intersectional studies and those of the Institutionalist Movement, using Gilles Deleuze’s philosophy of difference. Social isolation in the pandemic appears both as an analytical framework and as an intersection category, which can be understood as an event in the context of institutionalism. This entails, therefore, to envision intersectionality from the post-structuralist perspective. This study sought to open spaces for discussion based on contributions from the field of Collective Health, ranging from health to social and human sciences, reflecting on the expanded concept of health in its several different interfaces. From this perspective, the direct causal link between social isolation and violence against women was displaced by a social-historical-political analysis that articulates the singular, micro-social and the macro-social contexts, unveiling the inequalities and violence already experienced.
  • Multi-professionalism related challenges in the implementation of harm reduction strategies at the Center for Psychosocial Attention to Users of Alcohol and Other Drugs Artigos Originais

    Pires, Roberto Rocha C.; Santos, Maria Paula Gomes dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo aborda a implementação da estratégia de Redução de Danos (RD) por equipes multiprofissionais nos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (Caps AD) do Distrito Federal. A partir dos aportes teóricos dos estudos sobre implementação de políticas públicas e da sociologia das profissões, buscou-se refletir sobre as implicações do multiprofissionalismo para a tradução da RD em ações práticas junto aos usuários dos serviços. Realizou-se pesquisa de campo nas sete unidades de Caps AD do Distrito Federal, onde as atividades cotidianas foram observadas e profissionais foram entrevistados. A análise revelou que: (1) há variação substantiva na forma como os profissionais atuantes nos Caps AD interpretam e praticam a RD; (2) suas diferentes formas de entendimento e ação associam-se à formação profissional em distintos campos de conhecimento (psicossocial versus biomédico); e (3) estas divergências podem resultar em conflitos entre profissionais e implicar consequências negativas para os usuários dos serviços. Discute-se, também, os meios encontrados pelas gerências para a gestão e mitigação destas implicações. Os achados contribuem para reflexões mais amplas sobre os desafios que se impõem à sustentabilidade do modelo de atenção proposto para os Caps AD.

    Abstract in English:

    Abstract The article focuses on the implementation of the Harm Reduction strategy by multiprofessional teams in the Centers for Psychosocial Attention to Users of Alcohol and other Drugs (CAPS AD) at the Brazilian Federal District. Based on theoretical propositions from the fields of policy implementation and sociology of professions, it sought to reflect upon the implications of different professional perspectives about the concept of Harm Reduction, and its translation into practice, for the aims of the Ministry of Health Care Policy for Alcohol and Other Drugs Users and its beneficiaries. Our study is supported by empirical research involving qualitative fieldwork on the seven units of CAPS AD in the Federal District. Our findings suggest that: (1) there is substantive variation in the way CAPS AD professionals interpret and practice harm reduction principles; (2) this variation is associated with professional education in distinct fields of knowledge (psychosocial versus biomedical); and (3) divergences among professionals may result in conflicts and produce negative consequences for service users. We also discuss the means by which service managers seek to mitigate those negative implications. These findings contribute to broader reflections on the challenges for sustainability of the Caps AD model.
  • Narratives about vaccination in the age of fake news: a content analysis on social networks Artigos Originais

    Massarani, Luisa; Waltz, Igor; Leal, Tatiane; Modesto, Michelle

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A vacina é um recurso fundamental para a promoção da saúde pública. Entretanto, uma crescente hesitação vacinal tem sido associada à desinformação em redes sociais. Nesse contexto, é importante investigar que informações sobre a vacina têm sido mais consumidas nesses espaços. Neste artigo, analisamos os cem links contendo a palavra “vacina” que geraram mais engajamento nas redes sociais entre 22 de maio de 2018 e 21 de maio de 2019, utilizando uma versão adaptada do protocolo de análise de conteúdo desenvolvido pela Rede Ibero-Americana de Capacitação e Monitoramento em Jornalismo Científico. O objetivo é investigar os discursos, enquadramentos e emissores que mais mobilizaram o debate público on-line. Analisando as características gerais, os temas, as narrativas, o tratamento e os atores desses conteúdos, concluímos que, apesar de, em sua maioria, veicularem uma visão positiva em relação às vacinas e trazerem dados verificáveis, existem lacunas na capacidade de sanar possíveis dúvidas quanto às vacinas, bem como em esclarecer de que forma a vacinação deve ser inserida no cotidiano de cuidados com a saúde das pessoas.

    Abstract in English:

    Abstract The vaccine is a key resource for the promotion of public health. However, an increasing vaccine hesitancy has been associated with disinformation on social networks. In this context, it is important to investigate which contents about vaccines have been most consumed in these spaces. In our article, we analyze one hundred links containing the word “vaccine” with more engagement in social networks between May 22, 2018, and May 21, 2019, using an adapted version of the content analysis protocol developed by the Ibero-American Network for Monitoring and Training in Science Journalism. Our aim is to investigate the speeches, frameworks and broadcasters that most mobilized the public debate in these digital platforms. By analyzing the general characteristics, the themes, the narratives, the treatment and the actors mobilized by these contents, we conclude that, although they mostly convey a positive view about vaccines and bring verifiable data, there are gaps in the capacity to remedy possible doubts concerning vaccines and explain how vaccination should be inserted in people’s daily health care.
  • Structural determinants of health, race, gender, and social class: a scope review Artigos Originais

    Galvão, Anna Larice Meneses; Oliveira, Elda; Germani, Ana Claudia Camargo Gonçalves; Luiz, Olinda do Carmo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo do artigo é explorar e sistematizar o conhecimento a respeito dos determinantes estruturais da saúde, por meio da revisão de escopo nas bases de dados: Web of Science, Cinahl, Scopus, Lilacs e PubMed e nas revistas: International Journal of Epidemiology, Journal of Epidemiology and Community Health, American Journal of Public Health e American Journal of Epidemiology no período de 2005 a 2018, pelos termos de busca: Social Determinants of Health, Health Services, Health Policies, e Inequity. Como resultado, foram identificados 1.164 artigos e selecionados 19. Os determinantes estruturais, também chamados marcadores sociais, foram: raça, gênero, identidade de gênero, migração e classe social. As perspectivas teóricas direta ou indiretamente assumiram a saúde como direito. As políticas de saúde propostas tiveram como foco o impacto positivo na equidade através de funções de planejamento; capacitação de prestadores de serviços; redução de barreiras ao acesso e participação dos grupos excluídos. Assim, a literatura científica reforça que todo indivíduo deve ter a capacidade de alcançar seu estado de saúde ideal sem qualquer distinção de raça; cor da pele; religião; idioma; nacionalidade; recursos socioeconômicos; gênero; orientação sexual; identidade de gênero; incapacidade física, mental ou emocional; ou qualquer outra característica ligada à discriminação ou à exclusão de oportunidades sociais e políticas.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims at exploring and systematizing the knowledge about structural health determinants. For such purpose, we developed a scope review in the databases Web of Science, Cinahl, Scopus, Lilacs and PubMed; and in the journals International Journal of Epidemiology, Journal of Epidemiology and Community Health, American Journal of Public Health and American Journal of Epidemiology from 2005 to 2018. We used the search terms “Social Determinants of health”, “Health services”, “health policies”, and “inequity”. We identified 1,164 articles, of which 19 were selected. The structural determinants, also called social markers, were race, gender, gender identity, migration and social class. Theoretical perspectives of these articles, directly or indirectly, assumed health as a right. The proposed health policies focused on the positive effect of planning functions, training of service providers, and reduction of barriers to access and participation of excluded groups on equity. We concluded that the scientific literature reinforces that every individual must have the capacity to reach a personal ideal state of health without any distinction of race, skin color, religion, language, nationality, socioeconomic resources, genre, sexual orientation, gender identity, physical, mental or emotional disability, or any other characteristic linked to discrimination or exclusion from social and political opportunities.
  • Bodily practices/physical activities considered as privilege and not a choice: analysis in the light of Brazilian inequalities Artigos Originais

    Knuth, Alan G; Antunes, Priscilla de Cesaro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo tem como objetivo assinalar as práticas corporais/atividades físicas como mais um privilégio no Brasil, refutando a noção de que sua prática é uma simples escolha no cuidado em saúde. Para tal, apontaremos evidências discursivas e práticas influenciadas pelas graves condições de desigualdade no país. A caixa de ferramentas utilizada reuniu as relações de saber e poder em Michel Foucault, o apelo ao ensaio a partir de Jorge Larrosa e o acúmulo teórico da Saúde Coletiva. Ao assumir que o envolvimento em práticas corporais/atividades físicas de lazer é perpassado por privilégios, colocamo-nos como defensores das políticas públicas em função do seu caráter de acesso. Há um desafio social premente, qual seja, criar condições de vida dignas, reduzir dramaticamente as desigualdades para fortalecer as ações em direção a cuidados com a saúde como direito de todas as pessoas. Conclui-se que as práticas corporais/atividades físicas são manifestações complexas e atravessadas pelas imposições de vida, em que é imperioso observar as condições e modos de viver, refutando a noção amplamente disseminada de que basta acumular minutos de atividade física para se ter saúde.

    Abstract in English:

    Abstract Our article seeks to denounce bodily practices/physical activities as another privilege in Brazil, refuting the hegemonic notion that physical activity practice is simply a choice in health care. To such purpose, we point out discursive evidence and practices influenced by the severe inequality conditions in the country. The toolbox used in this essay brought together Michel Foucault’s views on power relations, Jorge Larrosa’s perspective on essay writing, and the body of research of Collective Health. By assuming that privileges permeate the engagement in bodily practices/physical activities, we place ourselves as advocates of public policies due to their access status. There is an urgent social challenge, namely, to create decent living conditions, to dramatically reduce inequalities, to strengthen actions towards health care as the right of all people. We concluded that bodily practices/physical activities are complex manifestations affected by the impositions of life. Conditions and ways of living must be observed, refuting the widely disseminated notion that it is enough to accumulate minutes of physical activity to be healthy.
Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br