• An essay on blindness: mental health in primary care and disputes in the face of the pandemic of covid-19 Artigos Originais

    Mattos, Mússio Pirajá; Pereira, Beatriz Medrado; Gomes, Daiene Rosa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A atenção básica à saúde (ABS) é um importante recurso para o enfrentamento de problemas relacionados ao sofrimento psíquico. A partir disso, o presente ensaio visa discutir a saúde mental (SM) na ABS diante da pandemia da covid-19. A pandemia ilumina problemas antigos em que é observado a lógica assistencialista e medicalizada do cuidado em SM. Além disso, persistem práticas de subaproveitamento e não reconhecimento das potencialidades da ABS como produtora do cuidado num espinhoso cenário político-econômico de disputa de poder e que incentiva a privatização dos serviços públicos. Esse jogo de forças tem influência na produção do cuidado, sobretudo em contextos caóticos, de injustiças e desigualdades sociais, terrenos férteis para a disseminação da covid-19. Assim, torna-se importante um olhar mais atento sobre os efeitos da SM na ABS, visto que gestores, profissionais e usuários podem mergulhar na “cegueira branca”. Portanto, é fundamental reconhecer a legitimidade dos saberes, valores e desejos que movimentam os trabalhadores e usuários dos serviços públicos; ou seja, compreender a SM como um campo relacional e dinâmico. Também é importante depositar um sopro de esperança ao gerar reflexões que acendam as luzes para que esse cuidado se aproxime do cuidado integral.

    Abstract in English:

    Abstract Primary health care (PHC) is an important resource for facing issues associated with psychological distress. Thus, this essay aims to discuss mental health (MH) in PHC in the face of the covid-19 pandemic. Besides bringing to light old problems related to the assistentialist and medicalized logic of the MH care, the pandemic upholds practices that underutilize and disregard PHC potentialities as a care provider in a political-economic scenario of power struggle, which encourages the privatization of public services. Such power play influences care provision, especially in chaotic scenarios of injustices and inequalities - fertile ground for covid-19 spread. This context evinces the need for taking a closer look at the effects of MH on PHC, since managers, professionals, and users can be plunged into the so-called “white blindness”. Thus, recognizing the legitimacy of knowledge, values, and desires that move different types of workers and users is crucial; that is, understanding MH as a relational field in constant movement. Likewise, bringing a glimmer of hope by promoting reflections that turn on the lights so that this care approaches integral care is also important.
  • The meanings of mental health care from the meetings and reports of CAPS users Artigos Originais

    Medeiros, Victor Hugo Rodrigues; Moreira, Maria Inês Badaró

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo apresenta a criação de serviços comunitários em ampla rede e políticas públicas brasileiras no campo da saúde mental, fundamentais para a análise do cuidado nos serviços. O objetivo é analisar a concepção do cuidado em saúde mental por meio da contribuição dos usuários e do entendimento de seus modos de fazer saúde mental. Dessa forma, contribui para o diálogo entre a desinstitucionalização e o panorama atual da saúde mental, com base em experiência de inspiração etnográfica. A metodologia, de natureza qualitativa, teve como componente a observação participante, diários de campo e encontro de grupo focal em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) III, em Santos, município litorâneo no estado de São Paulo. Os dados foram sistematizados de acordo com a análise temática em três principais eixos: abordagem do cuidado e do acolhimento no CAPS; apontamento das necessidades cotidianas reais dos usuários e a percepção da complexidade no cuidado e nos encontros; e o mandato social dessas instituições, de atribuições inúmeras e complexas no território.

    Abstract in English:

    Abstract This study investigates changes in the field of mental health in the Brazilian scenario, analyzing the creation of community services and public policies related to care. With that, it aims to assess the conception of mental health care according to its users, contributing to the dialogue between deinstitutionalization and the field current panorama based on an ethnographic approach. This is a qualitative participant observation research conducted in a Center of Psychosocial Attention (CAPS) III in the city of Santos, Sao Paulo. Data were collected by means of focus groups and field diaries and treated by thematic analysis, resulting in three main discussion axes: care and embracement; real daily needs of users and the perception of complexity in care and meetings; and these institutions social mandate, with numerous and complex roles.
  • Planned obsolescence in public health services: the Prosthetic Mafia case Artigos Originais

    Martarello, Rafael de Almeida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Obsolescência programada é um conjunto de ações empreendidas por parte do produtor com o objetivo de estabelecer o decaimento gradativo de algum atributo de uma mercadoria para, assim, estimular artificialmente a demanda pelo consumo. A literatura sobre o fenômeno tem apontado como vítimas somente indivíduos e, como forma de manifestação do fenômeno, objetos. Este trabalho aponta a ocorrência do fenômeno de obsolescência programada em serviços públicos de saúde. Para isso, é empreendido um estudo exploratório-interpretativo de abordagem qualitativa e utilizado como estratégia de pesquisa o estudo de caso. A unidade de análise foi a nomeada Máfia das Próteses e, para coleta de dados, foram empregadas as técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Como resultado, foram selecionados e expostos três casos da ocorrência do fenômeno em cirurgias. Foi também realizado um esforço interpretativo dos condicionantes, da dinâmica e dos efeitos da prática de sabote cirúrgico com objetivo de estimular a demanda por serviços médicos e equipamentos médico-hospitalares. Como contribuição, este estudo realiza o delineamento dos elementos que caracterizam a ocorrência deste fenômeno em serviços médicos. Além disso, inaugura uma agenda de futuros estudos que abordam tanto o Estado sendo vitimado pela prática, quanto a ocorrência do fenômeno no setor de serviços.

    Abstract in English:

    Abstract Planned obsolescence is a set of actions undertaken by the producer to establish the gradual decay of some attribute of a commodity, artificially stimulating the demand for consumption. The literature on the phenomenon has identified only individuals as victims and objects as forms of expression. This study reports the occurrence of planned obsolescence in public health services. To this end, it consists of an exploratory-interpretative study with a qualitative approach, using the case study of the so-called Prosthetic Mafia. Data were collected by means of bibliographic and documentary research, resulting in three cases that expose the phenomenon occurrence in surgeries. The results were analyzed through an attempt to interpret the conditions, dynamics, and effects of the practice of surgical sabotage to stimulate the demand for medical services and medical-hospital equipment. This study outlines the elements that characterize planned obsolescence occurrence in medical services, inaugurating an agenda of future studies that address both the State being victimized by the practice and the phenomenon in the service sector.
  • The challenge of ageing in Latin America: long-term care in Costa Rica Artigos Originais

    Matus-Lopez, Mauricio A.; Chaverri-Carvajal, Alexander; Jara-Males, Patricia C.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Embora políticas públicas de cuidados prolongados estejam começando a ser implementadas na América Latina, poucos estudos analisam a situação dos países que compõem a região. Este estudo tem por objetivo examinar programas públicos de cuidados prolongados na Costa Rica e estimar a demanda do país por cuidados formais. Os dados foram obtidos por meio de revisão das Contas Nacionais de Saúde, cinco entrevistas com representantes de instituições governamentais, revisão da literatura científica e relatórios oficiais, e análise dos dados extraídos de uma pesquisa nacional de cuidados. Os resultados indicam a existência de programas fragmentados e focados no enfrentamento à pobreza que não foram projetados para atender às necessidades de cuidados prolongados. Estima-se que, atualmente, 13,4% dos idosos da região necessitam de ajuda na execução de atividades básicas da vida diária, e que o trabalho informal de cuidados é intensivo, oferecido principalmente por um membro da família, e não remunerado.

    Abstract in English:

    Abstract Latin America is beginning to implement long-term care public policies. But only a few studies look at the situation of the countries in the region. This study aims to examine long-term care public programs in Costa Rica and to estimate the country’s demand for formal care. For this purpose, we have revised its National Health Accounts, conducted five interviews with representatives of governmental institutions, reviewed the scientific literature and official reports, and analyzed the data drawn from a national care survey. The results show the existence of fragmented, poverty-focused programs that were not designed for long-term care needs. The estimated percentage of older adults in the region that currently require help to perform activities of daily living is 13.4%. The informal care work is intensive, mostly provided by a family member, and unpaid.
  • No “OLSW” in youth and retirement pension at risk: an autoethnography on the activism for the rights of people living with HIV/AIDS Artigos Originais

    Oliveira, Carolina Iara de; Ricoldi, Arlene

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo busca contar as narrativas de jovens que nasceram com HIV apresentadas em rodas de conversa de um Grupo de Trabalho sobre Transmissão Vertical do HIV e Juventudes. Os temas abordados dizem respeito à empregabilidade e benefícios sociais, bem como analisam a perda de aposentadorias por Pessoas Vivendo com HIV/aids (PVHA) no período de 2016 a 2019. O método utilizado para esta pesquisa qualitativa é a autoetnografia de uma ativista travesti negra e intersexo, além da análise documental de atas, notícias, memórias de reuniões, anotações pessoais e legislações, tendo como escolha conceitual de análise a interseccionalidade.

    Abstract in English:

    Abstract This article presents the narratives of young people born with HIV told in chatting circles of a Working Group on Vertical Transmission of HIV and Youth. The themes relate to employability and social benefits, as well as the loss of retirement pensions by people living with HIV/AIDS (PLHA) from 2016 to 2019. Based on the concept of intersectionality, this qualitative research consists of the autoethnography of a Black intersex travesti activist and of a document analysis of minutes, news, meeting memories, personal notes, and legislations.
  • “Health needs:” reflections on the (in)definition of a concept Artigos Originais

    Freitas, Gabriele Carvalho de; Flores, Joyce Andrade das; Camargo Jr., Kenneth Rochel de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Definir um conceito de necessidades em saúde é fundamental para estabelecer limites às intervenções médico-sanitárias, sejam individuais ou coletivas. Como muitas expressões de uso técnico corrente, há uma variação considerável dos sentidos atribuídos à expressão “necessidades de saúde”. A hipótese que guiou este trabalho é de que a literatura especializada apresenta uma falta de rigor na definição e utilização do termo, o que constitui em si um problema ético e político, visto que pode reverberar em questões como alocação de recursos, na definição de estratégias e ações de um projeto terapêutico. Foi realizada uma análise temática em artigos publicados nas bases BVS e Pubmed em português, espanhol e inglês, com os respectivos descritores: determinação de necessidades de cuidados de saúde, evaluacíon de necessidades e needs assessment. Constatou-se que “necessidades de saúde” é um objeto pouco explorado numa perspectiva que envolva sua reflexão. Há uma ausência de definição conceitual nos trabalhos em que aparece, denotando uma falta de uniformidade no entendimento teórico acerca dessa expressão. A falta de um conceito strictu sensu e a complexidade dos fatores envolvendo o descritor resulta em um uso difuso, com problematização incipiente e, por vezes, conveniente ao contexto empregado.

    Abstract in English:

    Abstract Defining a concept of health needs is essential for establishing limits to medical and sanitary interventions, whether at an individual or collective level. Like many expressions in current technical use, the meanings attributed to the expression “health needs” vary considerably. Thus, this work was driven by the hypothesis that the specialized literature lacks rigor in the definition and use of the term, posing an ethical and political problem for it can reverberate in issues such as resource allocation and in the definition of strategies and actions of a therapeutic project. To this end, articles published in the BVS and Pubmed databases in Portuguese, Spanish, and English, with the descriptors determinação de necessidades de cuidados de saúde, evaluacíon de necessidades, and needs assessment were submitted to thematic analysis. The results indicate that reflections on the concept of “health needs” are scarce in the literature. Moreover, the studies addressing the concept show a lack of conceptual definition, denoting a lack of uniformity in the theoretical understanding about this expression. The absence of a strictu sensu concept and the complexity of the factors involving the descriptor results in a diffuse use, with incipient problematization and, at times, convenient for the context used.
  • The others are the others: perceptions of male users about the adverse effects of testosterone Artigos Originais

    Tramontano, Lucas

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa a percepção de homens usuários de testosterona acerca dos efeitos adversos no uso do hormônio, a fim de refletir sobre a eficácia e o alcance de ações em saúde voltadas para essa prática. Os dados empíricos foram obtidos a partir de 21 relatos de história de vida de homens que utilizam a testosterona, com ou sem acompanhamento médico, de perfil variado, coletados em 2016 majoritariamente no Rio de Janeiro. A discussão se apoia nos estudos de gênero e de masculinidades para argumentar como os homens interpretam os impactos do uso da testosterona a partir de uma valorização de características masculinas associadas a um ideal normalizador de masculinidade. Os resultados apontam uma percepção generalizada no campo de que o hormônio causa pouco ou nenhum mal, através de um processo de invisibilização ou ressignificação dos efeitos potencialmente negativos. Além disso, há um movimento de deslocamento dos problemas associados ao uso a personagens estereotipadas, num processo de desresponsabilização de si e reafirmação de atributos de um ideal de masculinidade. Com isso, busca-se contribuir para a construção de ações em saúde mais adequadas ao cotidiano dos usuários e, portanto, mais eficazes.

    Abstract in English:

    Abstract This article analyzes the perception of male users of testosterone about the adverse effects of the hormone, aiming to challenge the effectiveness and scope of health actions for this practice. Empirical data were obtained in 2016, mostly in Rio de Janeiro, from life history interviews with 21 male users of testosterone, with or without medical monitoring, from different backgrounds. In the light of gender and masculinity studies, it discusses how men interpret the impacts of testosterone use from a social valuation of certain traits associated with a normalizing manhood ideal. Results indicate an invisibilization or re-signification of potentially negative effects of the hormone, culminating in a widespread perception that it causes little or no harm. The problems associated with testosterone use acquire stereotyped characters, through a process of denying self-responsibility and reaffirming attributes of an ideal type of masculinity. This study is expected to contribute to the development of more adequate and thus more effective health actions to users’ daily lives.
Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br