Saúde e Sociedade, Volume: 31, Issue: 3, Published: 2022
  • Reflections on the COVID-19 mortality among the Black population and racial inequality in Brazil Artigos Originais

    Dantas, Marianny Nayara Paiva; Silva, Mercês de Fátima dos Santos; Barbosa, Isabelle Ribeiro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste artigo, fazemos uma análise crítica da literatura que objetiva refletir sobre os antecedentes sociais, políticos e históricos que conduziram às discrepâncias raciais na mortalidade hospitalar da população brasileira pela covid-19. Com o advento da pandemia, a mortalidade da população negra pela covid-19 ganhou notoriedade. Muito além de um fato isolado, esse achado possui raízes históricas que datam da fundação do país e é orientado pelo racismo estrutural, que evidencia condições de vida e saúde degradantes experienciadas pela população negra antes da pandemia. Constatamos que a situação de vulnerabilidade da população negra se repete sistematicamente em múltiplos cenários, é tratada com o descaso inerente ao racismo estrutural, e que a mortalidade hospitalar por covid-19 retrata um dos modos como o racismo impacta e se reproduz na vida e na morte deste grupo.

    Abstract in English:

    Abstract This literature critical analysis reflects on the social, political, and historical background responsible for racial discrepancies in hospital mortality by COVID-19 among the Brazilian population. During the pandemic, the COVID-19 mortality among the Black population gained notoriety. Rather than an isolated fact, this finding has historical roots dating back to Brazil’s foundation and draws on structural racism, which reveals degrading living and health conditions experienced by the Black population before the pandemic. This situation of vulnerability affecting the Black population is a recurring scenario that is treated with the neglect inherent to structural racism. COVID-19 mortality portrays one way in which racism impacts and reproduces itself in the life and death of Black people.
  • Participation and transdisciplinarity in Ecohealth: a social network analysis perspective Artigos Originais

    Mertens, Frédéric; Távora, Renata; Santandreu, Alain; Luján, Anita; Arroyo, Ruth; Saint-Charles, Johanne

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Ecosaúde usa abordagens participativas e transdisciplinares com o intuito de compreender as inter-relações entre os componentes dos sistemas socioecológicos e como estas interações influenciam a saúde das populações humanas. O objetivo do artigo é usar a Análise de Redes Sociais (ARS) para entender o papel das relações de colaboração entre os diversos atores envolvidos nos processos participativos e transdisciplinares em projetos de Ecosaúde. Apresentamos um conjunto de indicadores de ARS para caracterizar a evolução e a equidade de participação e diferenciar a inter e a transdisciplinaridade. A análise foi feita com base na rede de colaboração entre os atores da Iniciativa de Liderança em Ecosaúde para as Enfermidades Transmitidas por Vetores (ETV) na América Latina e Caribe. O processo participativo ficou mais intenso ao longo do projeto, com mais sujeitos envolvidos e um número crescente de colaborações. A cooperação entre os atores das ciências sociais, ambientais e da saúde é pouco equitativa; assim, predominam as ciências da saúde. Os poucos cientistas ambientais presentes estão, porém, ativamente envolvidos em colaborações interdisciplinares. A abordagem tem aplicação ampla para estudar a participação e a transdisciplinaridade em projetos sobre saúde e meio ambiente.

    Abstract in English:

    Abstract Ecohealth uses participatory and transdisciplinary approaches to understand the relationships between the components of socio-ecological systems and how these interactions influence the health of human populations. This article aims to use Social Network Analysis (SNA) to understand the role of collaborative relationships between the various actors involved in participatory and transdisciplinary processes in Ecohealth projects. We present a set of SNA indicators to characterize the evolution and equity of participation and to differentiate inter- and transdisciplinarity. The analysis was based on the collaboration network among the members of the Iniciativa Para el Liderazgo y Desarrollo del Campo de Ecosalud y Enfermedades Transmitidas por Vectores (ETV) en América Latina y el Caribe. The participatory process intensified throughout the project, with more individuals involved and increasing collaborations. Cooperation between members from social, environmental, and health sciences is unbalanced and health scientists predominate. The few environmental scientists are, however, actively involved in interdisciplinary collaborations. The proposed approach has wide application to study participation and transdisciplinarity in projects about health and environment.
  • Psychiatry reform in reports of therapeutic residence care providers Artigos Originais

    Velôso, Thelma Maria Grisi; Oliveira Filho, Pedro de; Araújo, Nuhara de Oliveira; Camelo, Ana Clara Noberto; Silva, Camila Mayara Valdevino da; Porto, Carolina Guimarães

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Reforma Psiquiátrica brasileira criou uma série de dispositivos para substituir o sistema asilar, entre eles o Serviço Residencial Terapêutico (SRT). Com o objetivo de ampliar as reflexões sobre os desafios enfrentados pela proposta reformista, este estudo analisa os discursos construídos pelos cuidadores das residências terapêuticas de Campina Grande (PB), visando detectar estratégias argumentativas favoráveis ou contrárias à Reforma, identificar as identidades que constroem para si próprios, para os demais profissionais da rede de saúde mental e para os usuários do serviço, além de analisar como nomeiam e descrevem o sofrimento psíquico. A pesquisa, de cunho qualitativo, baseou-se na perspectiva teórico-metodológica da psicologia social discursiva. Obtiveram-se 18 depoimentos orais que foram submetidos à análise de discurso. Apesar dos cuidadores se posicionarem a favor da reforma psiquiátrica, apresentam relatos que reforçam a necessidade dos hospitais psiquiátricos, sobretudo, nos momentos de crise dos usuários. Ademais, os profissionais dos hospitais são posicionados, em alguns relatos, como mais capacitados do que os da rede substitutiva. Esses relatos ainda associam o sofrimento psíquico à doença, à periculosidade e à alienação, e caracterizam os usuários como agressivos, perigosos e instáveis. De modo geral, os entrevistados justificam algumas práticas hospitalocêntricas, valorizam o saber médico e reproduzem discursos asilares.

    Abstract in English:

    Abstract The Brazilian Psychiatry Reform has created a number of alternatives to substitute the asylum internment system, among them, the Therapeutic Residential Service (SRT). Aiming at deepening the reflections over the challenges the reformist proposal faces, this study analyzes the discourses constructed by care providers of therapeutic residences in Campina Grande (state of Paraíba), to identify argumentative strategies either in favor or against the Reform, identify the identities they build for themselves and for other mental health network professionals and for the service users, in addition to analyzing how they name and describe psychic suffering. The research has a qualitative character, based on the theoretical-methodological perspective of discursive social psychology. A total of 18 oral reports were obtained and submitted to discourse analysis. Although the care providers revealed their approval of the psychiatric reform, their reports stress the need for psychiatric hospitals, mainly for those users undergoing crises. Besides, hospital professionals are seen, in some of those reports, as more capable than those in the substitutive network. Moreover, these reports associate psychiatric suffering to disease, to dangerousness, and to alienation and characterize the users as aggressive, dangerous, and unstable. On the whole, those interviewed justify some practices typical of hospitals, value medical knowledge and reproduce asylum discourses.
  • The wrong(‘s) place: discrimination against lesbians, gays, and bisexual women in medical education Artigos Originais

    Moretti-Pires, Rodrigo Otávio; Grisotti, Marcia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo objetiva analisar a experiência de estudantes de Medicina que se identificam como lésbicas, gays e bissexuais dentro da corporação profissional da saúde de maior prestígio social na sociedade brasileira contemporânea, a Medicina. As categorias encontradas apontam que o curso de graduação apresenta um currículo oculto que opera na lógica dos excessos, com um ideário médico conservador, masculinista e heteronormativo. Pessoas da comunidade LGBTI+ são invisibilizadas, tanto em termos curriculares como nas relações sociais, em um processo de vigilância excessiva e constante dos estudantes para a adequação a um modelo que privilegia o homem heterossexual, enquanto os demais são considerados abjetos.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to analyze the experience of medical students who identify themselves as lesbians, gays, and bisexuals inside the professional health corporation of highest social prestige in contemporary Brazilian society, the Medicine. The categories found show that the undergraduate course has a hidden curriculum that operates in the logic of excesses, with a conservative, masculinist, and heteronormative medical model. People of the LGBTI+ community are made invisible, both in terms of curriculum and in social relations, in a process of excessive and constant surveillance of students to adapt to a model that privileges heterosexual men, whereas the rest are considered abject.
  • Social Sciences in the context of SUS crossroads Editorial

    Cohn, Amélia
  • The human right to adequate food and sustainable development goals: collective interferences with children in vulnerable urban peripheries Artigos Originais

    Frutuoso, Maria Fernanda Petroli; Viana, Cássio Vinícius Afonso; Mendes, Rosilda; Almeida, Paulo Santos de; Wallerstein, Nina; Akerman, Marco

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo teve como objetivo analisar as relações entre o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) que emergem de ações dialógicas com crianças e adolescentes em periferias urbanas vulnerabilizadas de São Vicente, São Paulo. Utilizando referencial metodológico das pesquisas participativas, a observação e registros de assembleias comunitárias e da parceria entre universidade pública e movimento social apontam para espaços de acolhimento às crianças e adolescentes que viabilizam leituras diagnósticas coletivas sobre a alimentação. Esses processos dialógicos permitem problematizar as dimensões do DHAA a partir da cadeia de produção, comercialização e consumo de alimentos, além da instabilidade a que essas crianças e adolescentes estão submetidos, em uma complexa rede de determinantes que produzem má-nutrição nos territórios onde vivem. Os resultados apontam que estas dimensões dialogam com todos os ODS, na medida em que demandam a sustentabilidade cultural, econômica, social e ambiental da alimentação. A parceria e a integração entre universidade e sociedade fortalece e potencializa os espaços de controle social e formação dos atores para a luta pelo DHAA, e pode também produzir efeitos de transformação nas desigualdades nos territórios e reconhecer a criança como sujeito de direitos com profundo rigor ético na construção de escutas inclusivas e de práticas qualificadas.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to analyze the relation between the Human Right to Adequate Food (HRAF) and Sustainable Development Goals (SDG) resulting from a dialogic experience with children and adolescents in the periphery of São Vicente, São Paulo. Using the methodological framework of participatory research, community assemblies observation, and the partnership between the university and social movements point to a caring place for children/adolescents that enable collective diagnostic readings on food. Dialogical processes enable us to problematize HRAF dimensions based on the chain of food production, trading and consumption, and the instability to which those children/adolescents are subjected in a complex network of determinants that produce hunger and malnutrition in the territories in which they live. Results show that these dimensions dialogue with all the SDGs, as they demand cultural, economic, social, and environmental sustainability of food. The partnership and integration between university and society strengthens and enhances the spaces of social control and training of actors to advocate for the HRAF. It can also change inequalities in the territories and acknowledge children as subjects of rights with deep ethical commitment in the construction of inclusive listening and qualified practices.
  • The concepts of health care according to women from a Quilombola community in the metropolitan area of Fortaleza, in the State of Ceará: an investigation via affections Artigos Originais

    Morais, Tauanaiara Nogueira de; Rocha, Nara Maria Forte Diogo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo foi construído junto a mulheres de uma comunidade quilombola situada na região metropolitana de Fortaleza (CE), a partir da investigação sobre lugares de cuidado em saúde. Destacamos a importância de debater a dimensão afetiva das práticas de saúde com base nos cotidianos das comunidades, considerando questões sociopolíticas como o debate étnico-racial. Nosso objetivo foi reconhecer concepções de saúde e demandas trazidas pelas participantes e, a partir disso, discutir modos de fazer saúde. Foi utilizado o Instrumento Gerador dos Mapas Afetivos para captar questões relacionadas ao cuidado advindas dos afetos. Contamos com 13 participantes, mulheres com idades entre 38 e 77 anos, e, baseadas em suas respostas, categorizamos quatro lugares: igrejas evangélicas, casa, espaços de convivência comunitária e centros comerciais. Outros espaços foram citados secundariamente e tiveram maior variabilidade. Percebemos a relevância que a coletividade, o acesso, o território e os afetos têm na construção dos processos de saúde das participantes. Por fim, discutimos os modos de fazer cuidado institucionalizados nos serviços de saúde e apontamos questões para a construção de processos mais dialógicos e pautados na autonomia.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to investigate the health care settings by interviewing women from a Quilombola community in the metropolitan region of Fortaleza, in the State of Ceará. We highlight the importance of discussing the dimensions of affection within health care practices based on the daily lives of communities, considering socio-political issues, such as the ethnic-racial debate. We aim to identify the participants’ health care concepts and demands and, discuss new ways to think and act in health. The Affective Map Generator Questionnaire was used to capture issues related to health care according to affections. In total, 13 women aged from 38 to 77 years participated in this survey. We categorized four health care settings based on their answers: evangelical churches, home, community spaces, and commercial centers. Participants gave less important to other spaces, which showed greater variability. We found that collectivity, access, territory, and affections are relevant in the development of participants’ health processes. Finally, we discuss ways of conducting institutionalized care in health services and we raised some considerations for the construction of more dialogical processes that value autonomy.
  • Access and right to health for Bolivian migrants in a Brazilian metropolis Artigos Originais

    Carneiro Junior, Nivaldo; Aith, Fernando; Silva, Rubens Antonio da; Wanderley, Dalva Marli Valério; Luna, Expedito José; Shikanai-Yasuda, Maria Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa as condições de acesso do imigrante boliviano ao sistema de saúde brasileiro e a percepção do direito à saúde. É um estudo transversal de metodologia quantitativa e qualitativa, realizado de 2013 a 2015. Foi elaborado um questionário com perguntas fechadas respondidas por 633 bolivianos, e em relação ao acesso à saúde por 472 indivíduos bolivianos maiores de 18 anos. A abordagem qualitativa foi feita por meio da análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas com 55 sujeitos (bolivianos, profissionais de saúde, representantes de Secretarias de Saúde, Consulado da Bolívia, Defensoria Pública da União, Ministério Público Federal e Organizações Não Governamentais). Os bolivianos conhecem o Sistema Único de Saúde (SUS) e utilizam com frequência a Atenção Primária à Saúde (APS). Todavia, barreiras de acesso são descritas, como falta de documentação, condições de trabalho, procedimentos de média e/ou alta complexidades, dificuldades para entenderem o que é dito assim como para serem compreendidos, entre outras. Sobressai-se a obtenção do Cartão Nacional de Saúde (CNS) como porta de entrada para o acesso à saúde, desempenhando papel de integração social. O reconhecimento da Saúde como direito social destaca-se entre os entrevistados, apontado como valor humano e solidário. A garantia desse reconhecimento fica ameaçada quando não se apoia na consolidação de políticas sociais que visem o fortalecimento da proteção social universal.

    Abstract in English:

    Abstract This paper analyzes the health care accessibility conditions afforded to Bolivian immigrants in the Brazilian health system and their perception of the right to health. This was a cross-sectional, quantitative and qualitative study carried out from 2013 to 2015. Data were collected by a questionnaire with closed questions answered by 633 Bolivian individuals; questions regarding access to health were answered by 472 immigrants over 18 years old. Semi-structured interviews conducted with 55 subjects (Bolivians, health professionals, representatives of Health Departments, Consulate of Bolivia, Public Defender’s Office, Federal Public Prosecutor’s Office and Non-Governmental Organizations) underwent content analysis. Most Bolivian immigrants know the Brazilian National Health System (SUS) and often use Primary Health Care; however, they described structural and systemic barriers to health accessibility, such as lack of documentation, working conditions, medium and high complexity procedures, language barriers, among others. The National Health Card (CNS) is an important gateway to access health care, playing a role of social integration. Interviewees recognize health as a social right, pointing it out as a human and solidary value. Ensuring this recognition, when not based on the consolidation of social policies aimed at strengthening universal social protection, is threatened.
  • Women eat, Mothers cook: motherhood and cooking practices in Western Brazilian Amazon Artigos Originais

    Oliveira, Mayara Sanay da Silva; Unsain, Ramiro Andrés Fernandez; Sato, Priscila de Morais; Ulian, Mariana Dimitrov; Scagliusi, Fernanda Baeza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo objetiva descrever e discutir as maneiras como a maternidade é praticada e representada nas práticas culinárias domésticas das mulheres na Amazônia ocidental brasileira. Desenvolvemos um estudo qualitativo descritivo, conduzimos entrevistas em profundidade com 16 mulheres que eram mães e que cozinhavam em domicílio. Os dados foram analisados identificando as unidades de significância regulares, expressivas e significativas coletadas por meio das entrevistas. Essas mulheres, quando não tinham filhos, realizavam práticas culinárias atendendo suas demandas pessoais e horários do trabalho extradomiciliar. A partir da gestação, porém mais marcadamente após o parto, as mulheres modificam suas práticas culinárias se apropriando das ideias hegemônicas pré-construídas do que é ser uma mãe, desenvolvendo atividades culinárias mais rotineiras, não discricionárias, focadas no cuidado dos membros da família e com maior investimento de tempo e esforço. Estas mudanças reforçam a concepção de que a relação mãe e criança deve estar orientada para uma maternidade intensiva.

    Abstract in English:

    Abstract This paper describes and discusses how motherhood is practiced and represented in women’s domestic cooking practices in Western Brazilian Amazon. A descriptive and qualitative study was conducted with 16 women cooks using in-depth interviews. Data were analyzed by identifying the regular, expressive and significant units of significance. These women, when childless, cooked to meet their individual needs and out-of-home work schedules. During pregnancy, but specially after birth, women modify their cooking practices, appropriating the preconceived hegemonic ideas on what it means to be a mother, focused on homemaking and greater investment of time and effort. Such changes reinforce the belief that mother-child relations should involve intensive motherhood.
  • The decline in the fight for the right to health and the necessary repoliticization of the Brazilian Health Reform in Amélia Cohn’s writing Artigos Originais

    Silva, Erika Rodrigues da; Ianni, Aurea Maria Zöllner

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A garantia do direito à saúde no Brasil tem sido bastante discutida nos últimos anos, entretanto, esse é um debate antigo, ao qual este artigo busca resgatar. O objetivo deste estudo é apresentar as contribuições da socióloga Amélia Cohn referentes à Reforma Sanitária Brasileira (RSB), para discutir a atualidade de suas questões e refletir sobre a relação entre saúde e democracia. As teses de Cohn sobre a RSB são discutidas com base nos textos de sua autoria, publicados entre 1989 e 2013. A partir da ideia de “declínio do campo da RSB”, buscou-se sistematizar o conjunto das suas críticas nos diferentes períodos históricos. Enfatiza-se que, já em 1992, a autora afirmou o esgotamento da RSB. No contexto de implantação do SUS na década de 1990, apontou a necessidade de elaboração de um novo projeto de saúde para o país. Na década seguinte, Cohn reconheceu a perda do protagonismo na saúde devido à despolitização do campo da RSB no processo de implantação do SUS, o que fragilizou a distinção entre as novas formas de acumulação de capital - a incorporação da racionalidade de mercado na produção e a oferta de serviços e a garantia do direito à saúde.

    Abstract in English:

    Abstract The guarantee of the right to health in Brazil has been widely discussed in recent years; however, this is an old debate, to which this article seeks to contribute. This study aims to show the contributions of the sociologist Amélia Cohn regarding the Brazilian Sanitary Reform (BSR), to discuss how current are her questions and reflect on the relationship between health and democracy. Cohn`s theses on BSR are discussed based on her texts, published between 1989 and 2013. Based on the idea of “decline on the field of BSR,” we sought to systematize the set of her critical thinking in the different historical periods. Note that, already in 1992, the author affirmed the exhaustion of the BSR. In the context of the implementation of Brazilian National Health System (SUS) in the 1990s, the author pointed out the need to develop a new health project for the country. In the following decade, Cohn’s recognized the loss of protagonism in the health field due to the depoliticization of the BSR in the implantation process of SUS, which weakened the distinction between the new forms of capital accumulation - the incorporation of market rationality in the production and supply of services - and the guarantee of the right to health.
  • Survivors bereaved by suicide and the possibilities of postvention within Brazilian public health Ensaio

    Dantas, Eder Samuel Oliveira; Bredemeier, Juliana; Amorim, Karla Patricia Cardoso

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Após um suicídio, diversas pessoas são afetadas negativamente. Muitos dos denominados sobreviventes enlutados, em algum momento, precisarão de cuidados e apoio, a conhecida posvenção do suicídio. O objetivo deste estudo é discutir as suas possibilidades no contexto da saúde pública brasileira. Metodologicamente, o texto configura-se como um ensaio teórico apoiado na literatura da área, assim como em documentos institucionais e marcos legais. No cenário internacional, a posvenção do suicídio está mais bem estruturada do que no Brasil que, atualmente, tem o enfoque em grupos de apoio aos sobreviventes enlutados centrados em organizações não governamentais. É preciso lançar o olhar para os serviços de saúde de base territorial e comunitária, a exemplo dos Centros de Atenção Psicossocial, e vislumbrar ações de posvenção acessíveis e resolutivas, como as linhas telefônicas gratuitas de acolhimento, as visitas domiciliares precoces, as escutas terapêuticas e o aconselhamento para o luto.

    Abstract in English:

    Abstract Death by suicide leaves many people negatively affected in its wake. Many so-called bereaved survivors will at some point need care and support, known as suicide postvention. This theoretical essay, based on the corresponding literature, institutional documents, and legal frameworks, seeks to discuss possibilities for suicide postvention within Brazilian public health. Suicide postvention is better structured internationally than in Brazil, which currently focuses on support groups for bereaved survivors centered in non-governmental organizations. We must look to territorial and community-based health services, like the Psychosocial Care Centers, and envisage affordable and resolute postvention actions, such as free prevention lines, early home visits, therapeutic listening and grief counseling.
  • Social occupational therapy: epistemological contributions to a decolonial turn Ensaio

    Farias, Magno Nunes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este ensaio tem como objetivo trazer reflexões acerca das contribuições da terapia ocupacional social com base nos estudos decoloniais latino-americanos, a fim de realizar um giro decolonial na área. O texto toma como hipótese que os debates e os referenciais teóricos e metodológicos constituídos por esse subcampo foram - e são - importantes para um movimento de desobediência epistêmica. Entende-se que a terapia ocupacional social se desenvolve como uma proposta contra-hegemônica dentro de um contexto profissional centralmente pautado em perspectivas anglo-saxônicas, que universalizam a experiência euro-norte-americana fincada em relações hierárquicas de colonialidade. Alguns elementos que evidenciam esse fato dizem respeito a uma práxis terapêutico-ocupacional social pautada nas compreensões dialéticas sobre indivíduo-coletivo e cotidiano-estrutura social. Assim, desenvolvemos esses elementos de maneira mais detalhada nos tópicos: (1) a questão social e o compromisso ético-político: articulador social para decolonizar; (2) descentrando referenciais: conhecimentos outros para decolonizar; (3) entre o macro e microssocial: articulação entre dimensão sócio-histórica e cultural, vida cotidiana e atividade para decolonizar; e (4) ação individual-coletiva e territorial-comunitária: superação de práticas individualizadas e individualizantes para decolonizar. Cabe destacar que a terapia ocupacional social ainda necessita de avanços nessa discussão para ser capaz de adensar esse debate dentro de sua complexidade histórica e contemporânea.

    Abstract in English:

    Abstract This essay reflects on the contributions brought about by social occupational therapy based on Latin American decolonial studies for the decolonial turn in the field, arguing that the debates and theoretical and methodological references carried out by this subfield were and are important for an epistemic disobedience. Social occupational therapy establishes itself as a counter-hegemonic proposal within a professional context centered on Anglo-Saxon perspectives, which universalizes the Euro-North American experience based on hierarchical relations of coloniality. Some of its elements refer to a social occupational-therapeutic praxis based on dialectical understandings of individual-collective and everyday life-social structure. Hence, the paper details these elements in the topics: (1) the social question and the ethical-political commitment: social articulator to decolonize; (2) decentering references: other knowledge to decolonize; (3) between the macro and microsocial: articulation between the socio-historical and cultural dimension, daily life and activity to decolonize; and (4) individual-collective and territorial-community action: overcoming individualized and individualizing practices to decolonize. Social occupational therapy still needs to further this discussions to deepen the debate within its historical and contemporary complexity.
  • Elements associated with moral deliberation in family health teams: in search of excellence in professional practice Artigos Originais

    Ferraz, Cecília Maria Lima Cardoso; Brito, Maria José Menezes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo objetiva identificar os elementos associados à deliberação moral na Estratégia Saúde da Família (ESF); utilizando um estudo de caso único de abordagem qualitativa, realizado com trinta e cinco profissionais das equipes de saúde da família. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas, guiadas por roteiro semiestruturado e observação. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo temática. Os resultados evidenciaram que a deliberação moral no contexto concreto da prática dos profissionais da Estratégia Saúde da Família mostrou ser uma construção subjetiva e incipiente, influenciada por fatores internos e externos aos indivíduos. Chegou-se à conclusão de que identificar os elementos influenciadores da deliberação moral no contexto da ESF pode favorecer o aprimoramento ético das práticas em saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This single-case qualitative study aims to identify the elements associated with moral deliberation in the Family Health Strategy (ESF) by interviewing thirty-five professionals from family health teams. Data were collected via interviews guided by a semi- structured script and observation and analyzed using thematic content analysis. The results showed that moral deliberation in the concrete context of the practice of ESF professionals proved to be a subjective and incipient construction, influenced by factors internal and external to individuals. We concluded that identifying the elements that influence moral deliberation in the context of the ESF can favor the ethical improvement of health practices.
  • Environmental health: the profession of recyclable material collector with a critical theoretical study approach Artigos Originais

    Conceição, Rejeane da; Marchi, Cristina; Silva, Aída Cristina do Nascimento

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Sabendo que a Epistemologia é o estudo da ciência com implicações sobre as teorias do conhecimento, este artigo não pretende entrar em seu mérito puramente conceitual, mas conjeturar e apresentar os caminhos da ciência, a partir de uma abordagem crítica em torno da Saúde Ambiental, com suas repercussões na profissão de catador. Na tentativa de transcrever os caminhos da ciência com relação ao tema proposto, este estudo tem como objetivo relacionar a problemática dos resíduos sólidos urbanos com a profissão de catador de materiais recicláveis, focando na saúde ambiental e no uso da abordagem do estudo teórico crítico através de uma revisão da literatura. Entende-se que é necessário questionar os caminhos que levam a profissão de catador de materiais recicláveis a não ser protagonista das possíveis soluções do acúmulo dos resíduos sólidos urbanos, proporcionando o enfrentamento das questões econômicas, políticas e tecnológicas pouco eficazes.

    Abstract in English:

    Abstract Knowing that epistemology means studying science with a view to its implications for theories of knowledge, this study aims not to enter into its purely conceptual merits but rather to conjecture and show scientific paths from a critical approach to environmental health with its repercussions for waste pickers. In an attempt to transcribe the paths of science regarding the proposed theme, this study aims to relate the problem of urban solid waste with the recyclable material collector profession, focusing on environmental health via a critical theoretical study of literature review. We understand that we need to question the paths leading the recyclable material collector profession toward a leading role in the possible solutions for the accumulation of urban solid waste, confronting ineffective economic, political, and technological issues.
  • Contexts of vulnerabilities and the production of care as themes in medical education Artigos Originais

    Sousa, Matias Aidan Cunha de; Sales, Erich Barbosa Albuquerque; Souza, Giovanna Malheiros de Melo; Sampaio, Juliana; Barbosa, Daniella de Souza; Oliveira, Dilma Lucena de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa a oferta de um componente curricular na graduação de medicina da Universidade Federal da Paraíba. O módulo em questão foi ofertado como componente optativo, para estudantes do quarto período do curso, durante o ensino remoto emergencial imposto pela covid-19, em 2020. Seu objetivo era problematizar, por meio de rodas de conversa virtuais e outras estratégias pedagógicas participativas, os processos de vulnerabilidade e a produção do cuidado em saúde de diferentes grupos sociais. Para isso, foi utilizada uma triangulação de métodos (quanti-qualitativa) por meio da aplicação de um questionário eletrônico e entrevistas em profundidade com os discentes do módulo. Os dados do questionário passaram por uma análise descritiva, enquanto as entrevistas passaram por uma análise temática através do software IRAMUTEQ. A análise dos dados permitiu perceber os efeitos do módulo como uma forma contra-hegemônica ao modelo de formação biomédica, proporcionando um (re)posicionamento dos estudantes no âmbito acadêmico, social e médico. Percebe-se que a formação médica ainda é pautada em sistemas de opressão como o racismo, a corponormatividade e o patriarcado, porém o módulo permitiu a transgressão desse modelo biomédico ao proporcionar um processo formativo que abrange os cuidados às populações em situação de vulnerabilidade.

    Abstract in English:

    Abstract This article analyzes the offer of a curricular component in the undergraduate course Federal University of Paraiba. The module in question was offered as an optional component for students in the fourth period of the course, during the emergency remote teaching imposed by the COVID-19 in 2020. It aimed to problematize via virtual conversation circles and other participatory pedagogical strategies and address the processes of vulnerability and production of health care in different social groups. For this, a triangulation of methods (quanti-qualitative) was used by applying an electronic questionnaire and in-depth interviews with the students in the module. Questionnaire data underwent descriptive analysis, whereas the interviews, thematic analysis via IRAMUTEQ. Data analysis enabled us to perceive the effects of the module as a counter-hegemonic form to the biomedical training model, providing the academic, social, and medical (re)positioning of students. We observed that medical training still follows systems of oppression such as racism, corponormativity, and patriarchy but the module enabled students to transgress this biomedical model by providing a training process which encompasses care for vulnerable populations.
  • On gestating and giving birth to a child with congenital zika virus syndrome: a case study Artigos Originais

    Alves, Maria José Cremilda Ferreira; Melo, Ana Paula Lopes de; Valongueiro, Sandra; Santos, Mariana Olívia Santana dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo busca analisar o contexto de gestação, pré-natal e parto de uma criança com Síndrome Congênita do Zika (SCZ). É um estudo exploratório qualitativo, tipo estudo de caso único, delineado a partir de entrevista em profundidade realizada com uma mãe de criança diagnosticada com SCZ em Pernambuco. A análise dos dados ocorreu mediante a categorização do conteúdo da entrevista em quatro núcleos temáticos: contexto da descoberta da gestação; condições da assistência ao pré-natal e ao parto; condições de diagnóstico e assistência à criança; e sentimentos envolvidos na descoberta da gestação e do diagnóstico da síndrome. Esse caso sinaliza falhas no planejamento reprodutivo e na assistência ao pré-natal e parto; despreparo dos profissionais de saúde; e mudanças significativas na rotina da família, que implicam escolhas difíceis num contexto de deficitária assistência pública à saúde. A epidemia da SCZ revelou problemas que vão além do controle vetorial do mosquito. O panorama atual escancara vulnerabilidades dessas famílias, intensificadas com o surgimento e as consequências da covid-19, o que tem exposto ainda mais as fragilidades da atenção integral à saúde da mulher e a necessidade de manter uma rede articulada e resolutiva na assistência e vigilância em saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyzes the context of pregnancy, prenatal care and birth of children with Congenital Zika Syndrome (CZS). A single case exploratory study was conducted with a mother of a child diagnosed with CZS in Pernambuco, Brazil. Data were collected by an in-depth interview and content was categorized into four themes: discovery of pregnancy; conditions of prenatal and childbirth care; conditions of diagnosis and childcare; and feelings involved in the pregnancy discovery and syndrome diagnosis. This case study highlights failures in reproductive planning and in prenatal and childbirth care; unpreparedness of health professionals; and significant changes in the family’s routine, which imply difficult choices under a deficient public health care. CZS epidemic uncovered problems that go beyond mosquito vector control. The current scenario highlights the vulnerabilities of these families, intensified by the emergence and consequences of COVID-19, which has further exposed the weaknesses of women’s comprehensive health care and the need to maintain an articulated and resolute network in health care and surveillance.
  • Vulnerability analysis and quilombola women’s health in a mining area in the Amazon Artigos Originais

    Nascimento, Veridiana Barreto do; Arantes, Ana Carolina Vitorio; Carvalho, Luciana Gonçalves de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O conceito de vulnerabilidade considera diferentes fatores que concorrem para a exposição de indivíduos e grupos a processos de adoecimento. Neste estudo, o referido conceito foi utilizado com o objetivo de avaliar a situação da saúde de 139 mulheres residentes em oito comunidades quilombolas, localizadas em uma área de exploração mineral, nas margens do Rio Trombetas, em Oriximiná (PA). O estudo serviu-se de entrevistas individuais semiestruturadas para coleta de dados, os quais foram submetidos a uma abordagem quantitativa e analisados por meio de estatística descritiva. Embora as comunidades quilombolas sejam historicamente vulneráveis, os dados evidenciaram que as mulheres são ainda mais fragilizadas por fatores individuais, sociais e programáticos que se revelam nas dificuldades de acesso à educação, à informação, ao trabalho, à renda e à saúde. Elas necessitam, portanto, de políticas públicas especialmente adequadas à sua condição de gênero e ao seu perfil sociocultural.

    Abstract in English:

    Abstract Vulnerability encompass different factors that contribute to exposing individuals and groups to the illness processes. In this study, this concept was used to assess the health situation of 139 women living in eight quilombola communities located in a mining area, on the banks of the Trombetas River, in Oriximiná, Pará, Brazil. Data were collected by semi-structured individual interviews, which underwent quantitative analysis and descriptive statistics. Although quilombola communities are historically vulnerable, women are further weakened by individual, social, and programmatic factors, revealed in the poor access to education, information, work, income and health. Hence, public policies specifically suited to their gender and socio-cultural profile are needed.
  • Body concept from the perspective of physical therapists: a critical phenomenological research Artigos Originais

    Cardozo, Rosemeire Monteiro; Campos, Lucas Lima; Leite, João Marcos de Araujo; Melo, Anna Karynne

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O corpo humano, no decorrer da história, foi objeto de estudo de diversas áreas da saúde, que apresentam discursos sobre o seu uso e forma de existir. Este artigo surgiu de um recorte de uma dissertação de mestrado que teve como objetivo compreender a visão de corpo para os profissionais de fisioterapia. Foi utilizado o método fenomenológico crítico por meio do pedido disparador “me fale o que é corpo para você”. O estudo se apoiou na perspectiva teórica e fenomenológica de Merleau-Ponty. Alguns profissionais descreveram uma percepção sobre corpo voltada aos aspectos físicos e biológicos, contemplando esse objeto ora como estrutura, ora como meio de locomoção, ou mesmo como máquina que serve de abrigo para diferentes fases da vida. Outros consideraram o corpo como um todo, a partir de uma integralidade além da noção mecanicista. Contudo, ao se depararem na prática com ideias que fogem ao modelo mecanicista, os profissionais encontraram dificuldade devido a uma formação acadêmica que não considera modos divergentes de entender o corpo. Ressalta-se a necessidade de uma maior discussão do conceito de corpo na fisioterapia, principalmente sobre os aspectos ligados a noções que ultrapassem a normatividade biologizante.

    Abstract in English:

    Abstract The human body, throughout history, has been the object of study of several areas of health sciences, which present discourses about its use and way of existing. This study comes from an excerpt from a master’s thesis that aimed to understand the body view for physical therapy professionals. The critical phenomenological method was used with the triggering question: “tell me what body is for you.” The study had the theoretical perspective of Merleau-Ponty’s phenomenology. Some professionals described a perception of body focused on physical and biological aspects, contemplating this object at times as structure, at times as a means of locomotion, or even as a machine that serves as a shelter for different stages of life. Others considered the body as a whole, that is, from an integrality that goes beyond the mechanistic notion. However, when faced in the practice with aspects outside this model, professionals find it difficult to deal with this, due to an academic training that does not consider divergent ways of understanding the body. The need for a greater discussion of the concept of body in physical therapy is emphasized, especially on those aspects linked to notions that go beyond the biologizing normativity.
  • Medical error in the courts: an analysis of the decisions of the Court of Justice of the Brazilian Federal District Artigos Originais

    Delduque, Maria Célia; Montagner, Miguel; Alves, Sandra Mara Campos; Montagner, Maria Inêz; Mascarenhas, Gisela

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste artigo buscou-se a ocorrência de erros médicos e sua resposta pelo Poder Judiciário, no âmbito do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), situado na capital da República brasileira, entre os anos de 2002 e 2019. Trata-se de pesquisa documental, retrospectiva com análise qualitativa das peças processuais dos processos judiciais tramitados nas varas cíveis do TJDFT e estatística descritiva. Foram levantadas as variáveis: especialidade médica da ocorrência, tipo de dano causado, vínculo do médico, se público ou privado, tipo de pedido do autor(a), decisão judicial e valor da indenização, dentre outros. O número de ações sobre erro médico está em crescimento no tribunal estudado e há uma tendência dos juízes em condenar com valores mais altos os médicos de instituições públicas. Mais da metade dos processos analisados tiveram a decisão judicial final desfavorável ao autor da demanda e mesmo os procedentes tiveram redução de aproximadamente 30% no valor da indenização pedida. Os pedidos de indenização por dano moral e dano material são de maior frequência. Os processos julgados ao longo dos últimos 17 anos pelo TJDFT em matéria de erro médico tiveram crescimento exponencial, caracterizando-se como uma nova forma de judicializar a saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to analyze medical errors and the response of the Court of Justice of the Federal District and Territories (TJDFT) from 2002 to 2019. This is a documentary, qualitative, and retrospective study performed using procedural documents of the lawsuits subjected to the TJDFT. The following variables were considered: medical specialty, type of damage caused, public or private health professional, type of the plaintiff’s claim, court decision, amount of compensation, and others. Data were obtained from the TJDFT website-which provides full case files-and analyzed by descriptive statistics. The number of lawsuits involving medical error increases in the studied court and judges tend to sentence higher compensations to public professionals. The final court decision of most cases analyzed was unfavorable to the plaintiff and even those that were successful showed a reduction of about 30% in the amount of compensation requested. Claims for moral and material damages were the most common. The number of lawsuits involving medical error judged over the last 17 years by the TJDFT increased exponentially and became a new way to judicialize health.
  • Representations of child oral health care in northeastern Brazil Artigos Originais

    Cavalcante, Patrícia Soares; Gonzalez, Ricardo Hugo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O cuidado em saúde bucal com enfoque na integralidade em saúde de crianças em vulnerabilidade social auxilia a desenvolver indivíduos com uma maior consciência de si. Uma das suas dependências está no potencial modelador das ações, atitudes e intenções dos sujeitos em relação à saúde ou doenças bucais e seus modos de cuidar circulantes na sociedade. O objetivo central foi analisar as representações sociais do cuidado em saúde bucal de crianças em vulnerabilidade. Realizou-se uma pesquisa qualitativa e exploratória, cuja amostra foram 26 crianças entre cinco e 12 anos, numa unidade de atenção primária em saúde de Fortaleza, CE, entre maio e julho de 2021. Foi aplicada a técnica do desenho-estória com tema e realizada análise interpretativa das informações, utilizando elementos da teoria salutogênica e revisão narrativa, evocados através de representações sociais, por meio de análise temática do conteúdo. As crianças retratam a prática da escovação dentária enquanto hábito rotinizado ou coercitivo, como cuidado oral. Práticas de autocuidado oral, expressando ludicidade, associando a assistência odontológica e elencando variedade de elementos para a atividade foram pontuais. Nas representações da boca, o significado é atrelado aos dentes e aos lábios, desejos e idealizações para com eles, experiência de cárie e da perda do dente decíduo.

    Abstract in English:

    Abstract Oral health care focused on comprehensive health for vulnerable children helps to develop better self- aware individuals, relying on the shaping potential of the subjects’ actions, attitudes and intentions regarding oral health or diseases and their ways of caring in place. This study sought to analyze the social representations of oral health care for vulnerable children. A qualitative and exploratory research was conducted with 26 children between five and 12 years of age, in a primary health care unit in Fortaleza, between May and July 2021. Data were collected by means of thematic drawing-story and investigated by interpretive and content analysis, using elements from salutogenic theory and narrative review evoked by social representations. Children portray toothbrushing as a routine or coercive habit, such as oral care. Oral self-care practices associated with playfulness, dental care and a variety of elements for the activity were punctual. In representations concerning the mouth, meaning is tied to the teeth and lips, related desires and ideals, the experience of caries and loss of primary tooth.
  • The “Medical Act” and jurisdictional disputes between health professionals Artigos Originais

    Tenório, Marília; Oliveira, Raquel; Morais, Heloisa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo analisou as implicações do Ato Médico na ordenação das relações entre as profissões de saúde e em aspectos relacionados ao controle do campo de conhecimento médico, à prática profissional e ao mercado de trabalho em saúde. Por meio de pesquisa qualitativa, investigou-se o Ato Médico mediante análise documental de material proveniente de 18 edições do Jornal Medicina do Conselho Federal de Medicina (CFM) (223 edições consultadas entre 1998 e 2018). Foram evidenciados interesses particulares no processo de negociação e de efetivação da Lei do Ato Médico, reconhecida como instrumento de controle profissional decorrente das transformações ocorridas no sistema de profissões da saúde e no mercado de trabalho em saúde. A regulamentação profissional dirigida ao exercício exclusivo de atos profissionais considerados atos médicos aparece como uma vantagem para a corporação médica. Ao pretender a exclusividade da prática médica em múltiplas abrangências, o Ato Médico termina por intensificar conflitos com profissões da saúde que compartilham seus atos profissionais. Foi concluído que o Ato Médico poderia ser também entendido enquanto resultado de um movimento pela valorização das bases liberais de atuação, objetivando a defesa da prática individual, da livre escolha, do custeio dos serviços pelo cliente e da prestação direta dos serviços.

    Abstract in English:

    Abstract The article analyzed the implications of the Medical Act in ordering the relations between health professions and in aspects related to the control of the field of medical knowledge, professional practice, and the health labor market. With qualitative research, the Medical Act was investigated by documentary analysis of material from 18 editions of the Jornal Medicina do CFM (223 editions consulted between 1998 and 2018). Particular interests were evidenced in the process of negotiation and enforcement of the Medical Act Law, recognized as an instrument of professional control resulting from the changes that occurred in the health professions system and in the health labor market. Professional regulation aimed at the exclusive exercise of professional acts considered to be medical acts appears as an advantage for the medical corporation. In seeking the exclusivity of medical practice in multiple areas, the Medical Act ends up intensifying conflicts with health professions that share their professional acts. The article concludes that the Medical Act could also be understood as the result of a movement for the valorization of the liberal bases of action, aiming at defending individual practice, free choice, the payment of services by the client, and the direct provision of services.
  • Performance of postgraduate training in collective health and SUS development: Is there a relationship? Ensaio

    Minayo, Maria Cecília de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este ensaio questiona se e até que ponto os programas de pós-graduação stricto sensu em saúde coletiva contribuem para o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A hipótese é positiva, ainda que não se afirme um movimento óbvio e espontâneo, pois evidências científicas nunca são mecanicamente adotadas; a implementação é um ato político de gestão e não uma decorrência de estudos acadêmicos. O argumento é que esses programas se equilibram entre dois compromissos: obedecem à lógica educacional do mais alto nível do ensino superior e ao desenvolvimento da ciência e tecnologia, mas objetivam conhecimento e qualificação do setor saúde. As bases que fundamentam este texto são artigos e relatórios que tratam da significância da ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento mundial e nacional; artigos que tratam do mercado de trabalho dos ex-alunos da pós-graduação; e depoimentos de 16 coordenadores de programas cuja relevância está assinalada na análise do trabalho. Conclui-se que há um efeito, por vezes difuso, por vezes concreto, dos cursos de pós-graduação no desempenho do SUS e de outras instituições nacionais. Diferenciam-se as contribuições dos doutorados, dos mestrados acadêmicos e dos mestrados profissionais, cada um a seu modo é fundamental para a qualificação do SUS.

    Abstract in English:

    Abstract This essay asks whether and to what extent the stricto sensu postgraduate programs in public health contribute to the development of the Brazilian National Health System (SUS). The hypothesis is positive, although an obvious and spontaneous movement is not stated, since scientific evidence is never mechanically adopted; implementation is a political act of management and not a result of academic studies. The argument is that these programs balance between two commitments: they obey the educational logic of the highest level of higher education and the development of science and technology, but they aim at knowledge and qualification of the health sector. The bases that support this text are articles and reports that deal with the significance of science, technology and innovation for world and national development; articles dealing with the job market of postgraduate students; and testimonies of 16 program coordinators whose relevance is highlighted in the analysis of the work. It is concluded that there is an effect, sometimes diffuse, sometimes concrete, of postgraduate courses on the performance of SUS and other national institutions. The contributions of doctoral, academic master’s and professional master’s programs differ, each in its own way is fundamental for the qualification of SUS.
  • Violation of the human rights of patients at risk of suicide attempt in Brazil Artigos Originais

    Lima, Luana; Boeira, Laura dos Santos; Albuquerque, Aline; Marques, Thatiana Ayres

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O suicídio é um grave problema de saúde pública mundial. Este estudo parte de um referencial teórico-normativo fundamentado nas normas de direitos humanos aplicáveis aos pacientes, no contexto dos cuidados em saúde. Objetivou-se investigar a violação dos direitos humanos dos pacientes em risco de suicídio. Foram realizadas 11 entrevistas semiestruturadas com profissionais da saúde, pacientes e familiares em quatro capitais brasileiras. Trata-se de uma pesquisa empírica qualitativa apoiada no método hermenêutico-dialético. Foi identificada a dificuldade dos profissionais em lidar com a temática, especialmente através da reprodução de condutas estigmatizantes, morais, religiosas, paternalistas e/ou hipervigilantes. Observou-se a violação dos direitos humanos dos pacientes, comprometendo o cuidado ofertado, a continuidade do tratamento, o protagonismo, a privacidade e a capacidade decisional do paciente, além do aumento da vulnerabilidade e do risco de novas tentativas. Entre os entrevistados, não houve consenso a respeito da conscientização das violações por parte dos profissionais. A proteção desses pacientes pressupõe a adoção de medidas de capacitação das equipes de saúde, processos de sensibilização e de informação para a sociedade, assim como a criação de políticas e legislações específicas, de modo a ampliar o entendimento sobre direitos humanos e prevenção do suicídio.

    Abstract in English:

    Abstract Suicide is a serious public health problem worldwide. This study’s starting point is the theoretical-normative framework based on human rights standards applicable to the patients in the context of health care. The objective was to investigate the violation of the human rights of patients at risk of suicide. A total of 11 semi-structured interviews were conducted with health professionals, patients, and family members in four Brazilian state capitals. This study is a qualitative empirical research anchored by the hermeneutic-dialectic method. The professionals’ difficulty in dealing with the subject was identified, especially by the reproduction of stigmatizing, moral, religious, paternalistic, and/or hyper vigilant behaviours. The violation of the human rights of patients was observed, compromising the care offered, the continuity of treatment, the protagonism, privacy, and the decision-making capacity of the patient, in addition to increasing the vulnerability and the risk of new attempts. Among the interviewees, there was no consensus regarding the awareness of violations on the part of professionals. The protection of these patients depends on the adoption of training measures for health teams, awareness and information processes for the society, and the creation of specific policies and legislation to broaden the understanding of human rights and suicide prevention.
  • Between guidelines and standards: brazilian booklets on food and nutrition in the context of the covid-19 pandemic Artigos Originais

    Silva, Taísa Alves; Silva, Ana Flávia de Sousa; Japur, Camila Cremonezi; Martins, Poliana Cardoso; Buttros, Thamara Smaniotto; Penaforte, Fernanda Rodrigues de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A pandemia provocada pelo novo coronavírus tem causado impactos nas interações sociais e nos hábitos de vida, incluindo mudanças no contexto da alimentação. Com o intuito de promover educação em saúde, diversas cartilhas sobre alimentação e nutrição foram elaboradas para a população. Este estudo, de abordagem qualitativa, realizou uma análise reflexiva de quatro cartilhas sobre alimentação e nutrição disponibilizadas durante a pandemia de covid-19, por meio da análise de conteúdo, e identificou três eixos temáticos: (1) planejamento das refeições; (2) higienização das compras e alimentos; e (3) alimentação saudável e escolha dos alimentos. As cartilhas analisadas orientam sobre aspectos práticos da alimentação e nutrição nesse período de incertezas em relação à saúde. Contudo, observou-se uma lacuna na abordagem de temas englobando a saúde integral do indivíduo como: segurança alimentar e aspectos culturais, simbólicos e macrossociais relacionados às escolhas alimentares.

    Abstract in English:

    Abstract The pandemic caused by the new coronavirus has impacted social interactions and lifestyle habits, including changes in the context of food. To promote health education, several food and nutrition guides were developed for the population. This study, of qualitative approach, carried out a reflexive analysis of four food and nutrition guides made during the pandemic, by content analysis, and identified three thematic axes: (1) meal planning; (2) cleaning of purchases and food; and (3) healthy eating food choice. The analyzed guides provide guidance on practical aspects of food and nutrition in this period of uncertainty regarding health protection. However, the approach to themes encompassing the individual’s integral health such as: food security and cultural, symbolic, and macrosocial aspects related to food choices, showed a gap.
  • The dimension of health care in Health Promotion: notes on the approach to care, Artigos Originais

    Carvalho, Fabio; Akerman, Marco; Cohen, Simone

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo do presente texto é explorar as interfaces entre a Promoção da Saúde (PS), atenção à saúde e processo de cuidado. Parte-se da premissa de que a dimensão da atenção à saúde é essencial para a construção teórico-prática da PS, de forma que possa contribuir para melhores condições de saúde. Trata-se de pesquisa com caráter qualitativo; foi realizada consulta a gestores(as) e trabalhadores(as) municipais da Atenção Básica, utilizando formulário eletrônico, que teve 215 respondentes; e 13 entrevistas com especialistas, membros do Grupo de Trabalho da Associação Brasileira de Saúde Coletiva; também foi realizada análise categorial-temática. Como resultado, pode-se destacar: não necessariamente há dicotomia entre PS, Clínica e cuidado; a forma como o cuidado é produzido torna-se relevante, já que é necessário considerar princípios e diretrizes da PS; e que o cuidado estaria relacionado à PS ainda que a perspectiva seja a recuperação da saúde em casos de adoecimento. Assim, defender a importância da dimensão da atenção à saúde não é ratificar a hegemonia da assistência à saúde sobre outros componentes do processo de cuidado, sendo essencial considerar necessidades individuais em conjunto com a dinâmica social e o contexto no qual vivem as pessoas.

    Abstract in English:

    Abstract The aim of this text is to explore the interfaces between Health Promotion (HP), health care and the care process. It starts from the assumption that the dimension of health care is essential for the theoretical-practical construction of HP, so that it can contribute to better health conditions. This is a qualitative research, a consultation was carried out with managers and municipal workers of Health Primary Care, using an electronic form, which had 215 respondents; and 13 interviews with experts, so called members of the Working Group of the Brazilian Association of Collective Health; also a categorical-thematic analysis was performed. As a result, stands out that: there is not necessarily a dichotomy between HP, , clinical care; the way in which care is produced becomes relevant since considering HP principles and guidelines is necessary, thus care would be related to HP even though the perspective is the recovery of health in cases of illness. Thus, defending the importance of the health care dimension is not to ratify the hegemony of health care over other components of care process, and considering individual needs alongside the social dynamics and the context in which people live is essential.
Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br