• Best management practices in HIV care: scoping review Revisão

    Celuppi, Ianka Cristina; Metelski, Fernanda Karla; Suplici, Samara Eliane Rabelo; Costa, Veridiana Tavares; Meirelles, Betina Hörner Schlindwein

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este estudo objetivou mapear e examinar as melhores práticas de gestão do HIV disponíveis nas publicações científicas da área da saúde. Realizou-se revisão sistemática da literatura por meio de scoping review, nas bases PubMed, Scopus, Web of Science, Cinahl, Lilacs e Catálogo de Teses e Dissertações da Capes, no período de 2009 a julho de 2020. Dos 427 estudos identificados, 19 foram incluídos, e apesar de não explicitar um conceito de melhor prática, apresentam práticas de gestão do HIV expressas como uma melhor prática por meio da avaliação de estratégias, ferramentas, serviços de saúde, programas de saúde, intervenções e ações que contribuíram para uma melhoria de uma determinada condição de saúde na prevenção e cuidado em HIV. As práticas identificadas nos estudos com uma ‘melhor prática’ justificam-se pela análise dos aspectos de avaliação, os quais expressaram modificações positivas, contribuindo para melhorias das práticas de gestão do HIV. Acredita-se que esses achados podem subsidiar a construção de políticas públicas em diferentes cenários e a instituição de práticas de saúde que visem à melhoria da qualidade das ações direcionadas à gestão do HIV.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study aimed to map and examine the best HIV management practices available in scientific publications in the health field. A systematic literature review was carried out through scoping review, on the basis of PubMed, Scopus, Web of Science, CINAHL, LILACS, and CAPES Thesis and Dissertations Catalog, from 2009 to July 2020. From the 427 identified studies, 19 were included, and although it does not explain a concept of best practice, they present HIV management practices expressed as a best practice through the evaluation of strategies, tools, health services, health programs, interventions, and actions that contributed to an improvement of a given health condition in HIV prevention and care. The practices identified in the studies with a ‘best practice’ are justified by the analysis of the evaluation aspects, which expressed positive changes, contributing to improvements in HIV management practices. It is believed that these findings can support the construction of public policies in different scenarios and the establishment of health practices that seek to improve the quality of actions aimed at managing HIV.
Centro Brasileiro de Estudos de Saúde RJ - Brazil
E-mail: revista@saudeemdebate.org.br