• Untitled document Editorial

    Viacava, Francisco; Leite, Iúri da Costa; Travassos, Cláudia
  • Health information: the relevance of health surveys Debate

    Viacava, Francisco

    Abstract in Portuguese:

    Partindo-se do suposto de que as estatísticas de saúde devem compor um conjunto organizado de dados provenientes dos registros civil, da produção de serviços, das bases de dados de morbi-mortalidade, procura-se enfatizar a necessidade de coletar dados sobre saúde e uso de serviços de saúde, que só podem ser gerados por inquéritos populacionais periódicos, complementando dessa forma as deficiências das informações para monitorar e avaliar as condições de saúde e o desempenho do sistema de saúde brasileiro. Faz-se uma apresentação dos inquéritos desenvolvidos em alguns países, seus enfoques principais e as limitações mais gerais. Finalmente, apresenta-se a produção mais recente de documentos e revisões internacionais sobre os mecanismos que vêm sendo utilizados em outros países para a formulação de uma política de informação em saúde como parte da agenda da reforma do setor saúde, que poderiam de certa forma apontar para alguns caminhos no caso brasileiro.

    Abstract in English:

    Assuming that health statistics should be considered as an organized data system composed by vital statistics, administrative records, morbidity and mortality data, it is stressed the relevance in generating population based statistics on health status and use of health services as a compensation for the limitations of health services data that are based on users of the health system or vital statistics not always associated with social variables. Health surveys are the only way to generate health information to evaluate the health system performance and the monitoring of social inequalities in health and in the use of health services. It is pointed out some main issues concerning the use of health surveys by other countries and the methods employed to build a health statistics system as part of the health sector reform. Some of the possibilities and limitations of the Brazilian health information system are discussed as well.
  • Untitled document Debatedores

  • Factors determining inequalities in the health condition self-assessment in Brazil: analysis of data of PNAD/1998 Artigos

    Dachs, J. Norberto W.

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho apresenta um panorama geral das desigualdades nos determinantes considerados na explicação das desigualdades na auto-avaliação do estado de saúde a partir dos dados da PNAD/1998. Mostra-se como existem gradientes na classificação do estado de saúde autopercebido de acordo com os níveis de educação, de renda per capita, de acordo com a raça ou cor de pele das pessoas, por grandes regiões do país e especialmente com o aumento da idade. Usando modelos de regressão logística, tenta-se explicar quais as determinações importantes dessa autoclassificação. Os resultados mais importantes indicam que educação e rendimento têm efeitos que se somam e que há diferenças entre homens e mulheres e de acordo com populações urbanas e rurais. As desigualdades na classificação do estado de saúde de acordo com a raça ou cor de pele das pessoas deixam de ser estatisticamente significativas depois de se controlar por nível de educação e de renda. Discute-se a utilidade desse tipo de informação sobre classificação autopercebida de saúde e a importância de melhorar, em futuros inquéritos, a qualidade dos dados por meio de sugestões sobre alterações nos procedimentos de entrevista.

    Abstract in English:

    The work presents a general picture of the inequalities in the determinants considered to explain the disparities in the self-evaluation of health status using the data of the PNAD/1998. It is shown that there are large gradients in the classification of health status according to levels of education and income per capita, according to race or color of the skin, for the great regions of the country and specially with age. Using logistic regression models an attempt is made to explain which are the most important determinants of this self-classification. The results show that education and income have separate additive effects and that there are differences between men and women and according to living in urban or rural areas. The inequalities in the self-evaluation of health status according to race or color of the skin are no longer statistically significant after controlling for education and income levels. A discussion is presented of the usefulness of this kind of information on self-reported health status and of the importance of improving the quality of this type of data in future household surveys by presenting suggestions on changes in the way the interview is conducted.
  • Statistical analysis of data from PNAD: incorporating the sample design Artigos

    Silva, Pedro Luis do Nascimento; Pessoa, Djalma Galvão Carneiro; Lila, Maurício Franca

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo descreve como podem ser considerados na análise dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE os diversos aspectos de seu plano amostral complexo: estratificação, conglomeração, probabilidades desiguais de seleção e ajustes dos pesos para calibração. Para isso, inclui: uma descrição resumida porém completa do plano amostral dessa pesquisa; indicação de como seus dados podem ser usados para estimar totais; e também uma descrição resumida dos métodos essenciais para ajustar modelos paramétricos regulares com os dados da pesquisa levando em conta os aspectos de amostragem complexa. Apresenta ainda os resultados de algumas estimativas para características de pessoas e domicílios calculadas com base nos dados da PNAD/1998, para as quais são apresentadas estimativas dos respectivos desvios padrão e dos efeitos do plano amostral. Conclui com uma indicação dos cuidados que os usuários devem ter ao analisar tais dados em sua prática de pesquisa.

    Abstract in English:

    This paper describes how the complex sample design aspects of stratification, clustering, unequal selection probabilities and calibration adjustments of the sample weights affecting the National Household Sample Survey (PNAD) of IBGE can be incorporated into the analysis of its data. For this purpose, it includes: a brief but comprehensive description of this survey's sample design; indication of how its data can be used for estimating totals; and also a description of the essential methods required to fit parametric models taking into account the complex sample survey design aspects mentioned. It also presents some estimates for household and personal characteristics obtained from PNAD/1998, for which standard errors and design effects are computed as an illustration. It concludes with an indication of the precautions users must take when analysing data from PNAD in their survey practice.
  • Segmentation of the demand of the plans and private insurances of health: an analysis of the information of PNAD/98 Artigos

    Bahia, Ligia; Costa, Antonio José Leal; Fernandes, Cristiano; Luiz, Ronir Raggio; Cavalcanti, Maria de Lourdes T.

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo apresenta uma investigação preliminar da presença da seleção adversa e do risco moral (moral hazard) na demanda ativa por planos de saúde no Brasil, a partir dos dados da PNAD/98. O presente estudo compara indivíduos cujas coberturas decorrem do vínculo de trabalho, com aqueles cujos planos resultam de uma demanda individual às empresas que os comercializam e os que não têm acesso a esquemas assistenciais alternativos ao SUS. A elaboração de uma tipologia de planos de saúde, combinada com variáveis relacionadas com as condições de saúde, utilização de serviços e gastos com saúde, sugere a existência de falhas de mercado. A percepção de uma condição de saúde mais desfavorável parece estar associada à busca de cobertura e o tipo de cobertura com o maior uso de serviços de saúde. Quando analisadas através de dois modelos de regressão logística com múltiplos controles, onde a variável de desfecho é indicadora de seleção adversa ou moral hazard, essas diferenças se atenuam, com exceção dos gastos com saúde. Os resultados não evidenciam uma inquestionável assimetria de informações, mas sinalizam a necessidade de aprofundar o conhecimento sobre as relações entre morbidade, utilização de serviços de saúde, gastos com saúde e tipo de cobertura.

    Abstract in English:

    The authors investigate the extent to which adverse selection and moral hazard influence private health insurance demand in Brazil, based on the 1998 National Socioeconomic and Health Survey. Three population groups were compared, namely the one whose private health insurance was acquired by their employers, a second group whose insurance was individually acquired directly from insurance providers, and finally the one without any type of private health insurance and exclusively assisted by public health services. A taxonomy of health insurance plans was developed, and other covariates were also considered in the analysis, namely health states, health care services use, and health insurance coverage. The results suggest the occurrence of both types of market failures. Private health insurance coverage was found to be associated with unfavorable self-reported health states while the type of coverage appears to be associated with a more frequent use of health services. Multivariate logistic regression analyses, with multiple controls, showed that only health care expenditures remained associated with both adverse selection and moral hazard. Although a clear cut pattern of asymmetric information was not observed, results point out the need to further investigate the relations among morbidity, health care services use, health care expenditures and the varying types of health insurance plans.
  • Gender, morbidity, access and utilization of health services in Brazil Artigos

    Pinheiro, Rejane Sobrino; Viacava, Francisco; Travassos, Cláudia; Brito, Alexandre dos Santos

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho é analisar o perfil de morbidade referida, acesso e uso de serviços de saúde em homens e mulheres no Brasil, segundo idade e região urbana e rural. Os dados da PNAD/98 mostram que as diferenças de gênero na morbidade variam com a idade: desfavoráveis aos meninos até os 10 anos e desfavoráveis às mulheres a partir dos 15 anos, aumentando até os 64 anos e reduzindo após esta idade. A alta prevalência de atendimento indica que as barreiras de acesso dos que procuram serviços de saúde são pequenas. No entanto, o elevado percentual de não procura face às necessidades percebidas sugere que as barreiras de acesso são anteriores e dependem da oferta. A cobertura por planos de saúde é bem maior na região urbana, mas não há diferenças de gênero significantes nas regiões. As diferenças entre homens e mulheres nas taxas de uso curativo são pequenas, se comparadas com as de uso preventivo, maiores para as mulheres, assim como as taxas de internação, mesmo excluindo os partos. O financiamento das internações não foi diferente entre homens e mulheres, ao contrário do financiamento de outros tipos de atendimento: maior cobertura por planos para mulheres na região urbana; na região rural, maior uso do SUS para as mulheres e maior desembolso de recursos próprios para os homens.

    Abstract in English:

    This paper analyses the profile of perceived morbidity, access and use of health services among men and women in Brazil according to age and urban/rural situation. Data from PNAD/98 showed that gender differences in morbidity vary with age: unfavorable to boys up to 10 years old and to women after 15 years of age. Differences rise with age up to age 64 and slow down after on. The high prevalence of attendance suggests that barriers for access for those who seek health care are small. Nevertheless, the high percentage of people who did not seek health services among those who believe needed, indicates that access are important and dependent on the supply. The health plan coverage is greater among urban areas, but there is no significant gender differences within the areas. Differences between women and men in acute care rates are low, compared with the preventive care rates, greater for women. Inpatient rates were greater for women, even after excluding delivery. The financing of inpatient hospitalizations was not different between sexes, but there was a higher use of health plan for women in the urban sectors and higher use of the public health system (SUS) for rural women and out of pocket payment for rural men.
  • Inequalities in utilization and access to dental services: a nationwide assessment Artigos

    Barros, Aluísio J. D.; Bertoldi, Andréa D.

    Abstract in Portuguese:

    Para avaliar a situação de utilização e acesso aos serviços de odontologia no Brasil e estudar diferenciais entre os estratos socioeconômicos, utilizaram-se dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD) de 1998, realizada pelo IBGE. A análise, que levou em conta o desenho amostral, indicou um nível baixo de utilização de serviços odontológicos. Setenta e sete por cento das crianças de 0-6 anos e 4% dos adultos de 20-49 anos nunca haviam consultado um dentista. Entre estes adultos, comparando-se os 20% mais pobres com os 20% mais ricos, observou-se que o número de desassistidos era 16 vezes maior entre os primeiros. No grupo de 0-6 anos, as crianças ricas consultaram o dentista cinco vezes mais do que as pobres no ano anterior à entrevista. Cerca de 4% dos que procuraram atendimento odontológico não o obtiveram, 8% dos quais entre os mais pobres e 1% entre os mais ricos. A maioria (68%) dos atendimentos do grupo mais pobre foi financiada pelo SUS, enquanto 63% deles foram pagos pelos mais ricos. As maiores desigualdades no acesso e na utilização de serviços odontológicos foram encontradas, exatamente, nos grupos de menor acesso ou utilização. A participação do SUS nos atendimentos odontológicos é muito mais baixa do que na atenção médica.

    Abstract in English:

    To study the utilization and access to dental services in Brazil, and assess differentials across socioeconomic strata, data from the Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios, 1998 (PNAD/IBGE), was used. The analysis, adjusted for the sampling design, showed a low level of utilization of dental services. Among children 0-6 years of age, 77% had never seen a dentist, and among adults 20-49 years, 4%. In the latter group, the proportion of people that had never been to the dentist in the poorest 20% was 16 times higher than in the richest 20%. The proportion of people visiting a dentist in the year before the interview was greatest in the group 0-6 years of age, rich children presenting a prevalence 5 times higher than the poor ones. About 4% of those who sought dental care did not get it. The proportion was 8% among the poorest compared to 1% among the richest. Most of the attendances (68%) was paid by the national health system among the poorest, while 63% of them were directly paid by the richest. Great inequalities were found in the access and utilization of dental services, maximal exactly among the groups showing smaller access or utilization. The participation of the national health system in dental care is much lower than in medical care.
  • Families' expenses with health Artigos

    Silveira, Fernando Gaiger; Osório, Rafael Guerreiro; Piola, Sérgio Francisco

    Abstract in Portuguese:

    O artigo discute as principais características dos gastos das famílias brasileiras com saúde, a partir de duas fontes distintas: a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Mostra-se a importância do gasto com saúde em relação aos outros grupos de despesas, e se procede à estimativa do montante destes gastos. No artigo, apontam-se as duas principais categorias do gasto das famílias com saúde: os medicamentos e as mensalidades de planos ou seguros de saúde. As famílias das pessoas que estão entre os 30% mais ricos são as responsáveis pela maior parte dos gastos totais. Nas famílias das pessoas que pertencem aos 90% mais pobres da população, a maior parte dos dispêndios com saúde se dirige à compra de medicamentos. Quanto mais pobres são as famílias consideradas, maior é o peso, entendido como porcentagem da renda familiar, representado pelos gastos com medicamentos, planos e com saúde em geral.

    Abstract in English:

    The article discusses the main characteristics of the Brazilian families' expenses with health, based on two different data sources: the Survey on Household Budgets (POF) and the National Survey of Sampled Households (PNAD). The importance of the expenses with health in regard to other groups of expenses is shown, as well its amount is estimated. It is demonstrated that the main categories of families' expenses with health are those related to the purchase of medicine and with the monthly fees of private health insurance. The families of the people who are amongst the 30% richest Brazilians are responsible for the majority of these expenses. In the families of the 90% poorest Brazilians, the greatest part of health expenses are due to medicine purchased. The poorest the families are, highest is the impact of the health expenses in their monthly budget, either if considering expenses with medicine, with private health insurance, or general.
  • Comparison of the information on prevalences of chronic diseases obtained by the health suplement of PNAD/98 and the estimated ones by the study Burden of Disease in Brazil Artigos

    Leite, Iúri da Costa; Schramm, Joyce Mendes de Andrade; Gadelha, Angela Maria Jourdan; Valente, Joaquim Gonçalves; Campos, Mônica Rodrigues; Portela, Margareth Crisóstomo; Hokerberg, Yara Hahr Marques; Oliveira, Andréia Ferreira de; Cavalini, Luciana Tricai; Ferreira, Vanja Maria Bessa; Bittencourt, Sonia Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Neste estudo, estimativas de prevalência de cinco doenças crônicas cirrose, depressão, diabetes, insuficiência renal crônica e tuberculose obtidas pelo Suplemento Saúde da PNAD/98 foram comparadas com as obtidas no Projeto Carga Global de Doença no Brasil. Essas estimativas foram baseadas em análise sistemática de literatura e banco de dados de morbidade disponíveis. Os resultados mostram que a PNAD apresentou número de casos mais elevados para depressão e insuficiência renal crônica, enquanto as estimativas do Projeto Carga de Doença no Brasil apresentou maiores prevalências para cirrose, diabetes e tuberculose.

    Abstract in English:

    In this study, prevalence estimates of five chronic disease cirrhosis, depression, diabetes, chronic rhenal insufficiency and tuberculosis based on the 1998 PNAD Health Supplement were compared to those obtained by the Brazilian Global Burden of Disease Project. These estimates were based on systematic literature review as well as on available data set of morbidities. The results show that PNAD presented higher number of cases for depression and Chronic rhenal insufficiency while the prevalence rates estimated by Brazilian Global Burden of Disease Project were higher for cirrhosis, diabetes and tuberculosis.
  • Prevalence of self reported chronic diseases and health services consumption from the National Household Sample Survey of 1998 in Brazil Artigos

    Almeida, Márcia Furquim de; Barata, Rita Barradas; Montero, Cláudia Valencia; Silva, Zilda Pereira da

    Abstract in Portuguese:

    Com o envelhecimento da população brasileira torna-se cada vez mais importante conhecer a prevalência das doenças crônicas. Essas doenças constituem-se em forte demanda aos serviços de saúde. Foram utilizados os dados da amostra da PNAD/98. Analisou-se o conjunto de doenças crônicas auto-referidas, empregou-se a razão de prevalência e razão de odds ratios com intervalo de confiança de 95% para verificar a presença de associações. Comprovou-se o aumento da prevalência das doenças crônicas com o aumento da idade; padronizando-se a idade identificou-se um gradiente de redução da prevalência com aumento da escolaridade e da renda. Observou-se maior prevalência entre mulheres e entre os que não possuíam plano de saúde. A presença de doença crônica estava associada à má avaliação do estado de saúde e de restrição de atividade. A utilização dos serviços de saúde foi de 1,8 vezes entre os portadores de doenças crônicas; com um consumo significativamente maior do número médio de consultas. Não se verificou diferença significante do número médio de consultas médicas por estrato de renda. Entre os portadores de doença crônica não houve diferença significativa do número médio de consultas entre usuários do SUS e de planos privados de saúde.

    Abstract in English:

    The prevalence and the distribution of chronic diseases became of overwhelming importance with the ageing process of Brazilian population. These diseases are responsible by an increased demand of health services. It was analyzed the data from the sample of the Health Supplement of PNAD/98 (National Household Sample Survey). It was used the data from all self reported chronic diseases by sociodemographic variables and health services consumption. It was employed prevalence ratios and odds ratios, with 95% confidence interval to evaluate the presence of possible associations. As expected it was observed an increase of chronic diseases prevalence with age; and a decrease with educational and income level. It was found higher rates of chronic diseases in women and in the group without access to private health insurance. Consumption of health services was 1.8 fold for the chronic diseases group. It was not found an association between the mean number of medical visits and income level, although it was observed a clear differential in hospitalization rates, with higher rates of hospitalization in the higher income brackets. It was not also found differences of the mean number of medical visits between the owners of private health insurance and the users of the Brazilian National Health System (SUS).
  • Profiles of health services utilization in Brazil Artigos

    Sawyer, Diana Oya; Leite, Iúri da Costa; Alexandrino, Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    Serviços de saúde devem responder às demandas populacionais que resultam da conjugação de fatores sociais, individuais e culturais. Para isso, faz-se necessário o conhecimento do padrão de consumo de serviços de saúde. Neste artigo, quatro perfis de consumo de saúde foram gerados a partir da aplicação da técnica do Grade of Membership (GoM). O modelo teórico de utilização de serviços de saúde proposto por Andersen serviu como marco de referência da análise, permitindo que estimativas da demanda por serviços de saúde fossem feitas segundo níveis altos e baixos de capacitação, necessidade e predisposição para o consumo. Ressalta-se que especial atenção deve ser dada ao grupo de alta necessidade e predisposição, e baixa capacitação, que representa 14% da população brasileira acima de 14 anos de idade (exceto a região Norte) e é composto, predominantemente, por idosos que moram sozinhos e têm alta necessidade de serviços especializados.

    Abstract in English:

    Health care services are responsible for attending to the population's demand, which is the sum of social, individual and cultural factors. A knowledge of health consumption patterns becomes, thus, necessary. Through the Grade of Membership (GoM) technique, four health consumption profiles were generated for this article. Andersen's theoretical model of health service consumption served as a frame of reference, allowing for health service demand estimates according to high and low levels of enabling, need and predisposing consumption factors. Worthy of notice is the fact that 14% of the Brazilian population over 14 years of age (excluding the Northern region) present high need and predisposal despite their low enabling characteristics. This group consists predominantly of elderly people living alone and in dire need of specialized services.
  • Gender differences in the impact of family arrangements on health status of Brazilian elderly Artigos

    Romero, Dalia E.

    Abstract in Portuguese:

    Analisam-se os diferenciais por gênero na relação do arranjo familiar com o status de saúde de pessoas com 65 anos ou mais, incorporando também fatores socioeconômicos e sociodemográficos. Utilizam-se dados da PNAD de 1998. Foram desenvolvidos diversos modelos de regressão logística para duas variáveis dependentes: auto-avaliação da saúde e declaração de doenças. Os fatores explicativos (área rural/urbana, idade, renda per capita, analfabetismo, arranjo familiar e condição no domicílio) foram incorporados seqüencialmente para avaliar as mudanças da inter-relação. Encontrou-se que, embora as mulheres tenham mais desvantagem quanto à declaração de doenças, a auto-avaliação da condição de sua saúde é relativamente similar à dos homens. Os diferenciais de gênero no padrão de arranjo familiar dos idosos são em parte responsáveis pela desvantagem no status de saúde das mulheres. Conclui-se que a formulação de políticas para o melhoramento do status de saúde do idoso deve considerar a existência de importantes diferenças de gênero no padrão da estrutura e arranjo de suas famílias. Existe necessidade de maior disponibilidade de inquéritos para idosos, que permitam aprofundamento na relação entre saúde do idoso, gênero e família.

    Abstract in English:

    In this work one explores gender differences in family arrangement and its relation to the health status of men and women over 65, taking into account socio-demographic and socioeconomic variables. Data were collected through a National Household Survey in 1998 that included a special supplement on health. Several logistic regression models were run for two dependent variables: health self assessment and report of chronic conditions. The explanatory variables (urban/rural area, age, per capita income, illiteracy, family arrangement, and household condition) were incorporated in a sequential way to assess changes in the relationship. It was found that, although women report more chronic conditions, there is a relative similarity in health self-assessment for both women and men. Gender differences in family arrangements patterns are partially responsible for the poorer health status of women. Health policies oriented to the older people must take into consideration the existent of important gender differences in family structure and family arrangements. There is a need of more detailed information on Brazilian household surveys as to disentangle the relationships between the older people´s health, gender and family.
  • Analysis of hospital admissions associated factors in Brazil Artigos

    Castro, Mônica Silva Monteiro de; Travassos, Cláudia; Carvalho, Marília Sá

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo foi identificar fatores associados às admissões hospitalares no Brasil, analisando se essa utilização é eqüitativa e identificando características associadas aos grandes usuários. A PNAD/1998 foi analisada, utilizando regressão logística e regressão logística multinomial, com pesos normalizados e técnicas estatísticas para correção do efeito de desenho. O modelo teórico utilizado foi o Comportamental de Andersen. No modelo ajustado por necessidade de saúde e fatores capacitantes, pessoas com menor renda apresentaram maior chance de se internar; o contrário ocorreu no modelo ajustado somente por necessidade de saúde. Todas as variáveis de necessidade mostraram-se menos relacionadas ao uso nas pessoas com duas internações, em comparação com aquelas com mais do que duas internações. Não houve associação entre variáveis sociais e ocorrência de duas internações, mas essa associação ocorreu para três ou mais internações. A redução das desigualdades sociais nos aspectos que "capacitam" ao uso de admissões hospitalares reduziria as desigualdades neste uso. Um sistema de saúde que ofereça um "serviço de uso regular", além de baixo ou nenhum pagamento no ato do consumo, seriam medidas de impacto positivo na eqüidade do consumo de serviços hospitalares no Brasil.

    Abstract in English:

    The objective was to identify hospital admission associated factors in Brazil, analyzing if that utilization is equitable and identifying which characteristics are associated with heavy users. We analyzed data from the 1998 National Household Survey, using logistic regression and multinomial logistic regression, with normalized weights and statistical techniques to correct for design effect. We used Andersen's Behavioral Model as the theoretical model for this analysis. In model adjusted for health needs and enabling factors, people with smaller income had more chance of being admitted to hospital; and in model adjusted only for health needs people with larger income had more chance. All need variables were less related to use for people with two hospital admissions, in comparison with those with more than two admissions; and there was no association between social variables and occurrence of two admissions, but this association occurred for three or more admissions. The reduction of social inequalities in the aspects that "enable" people to use hospital admissions would reduce inequalities in this use. A health system that offers a "regular health service", besides low or any payment in the moment of use, would have a positive impact in the equity of hospital admission utilization in Brazil.
  • Is the health of older and younger adults in Brazil similarly affected by socioeconomic circumstances? A study using data from a national household survey PNAD/98 Artigos

    Lima-Costa, Maria Fernanda; Barreto, Sandhi; Giatti, Luana

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo utilizamos dados da PNAD/98 para examinar as associações existentes entre a renda domiciliar per capita e indicadores da condição de saúde (relato de doenças crônicas selecionadas, percepção da própria saúde, incapacidade para realizar atividades por problemas de saúde e ter estado acamado recentemente), função física (dificuldade para realizar seis conjuntos de atividades) e uso de serviços médicos e odontológicos. O estudo foi realizado em uma amostra de 197.297 pessoas representativas da população brasileira com idade <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 20 anos, estratificada em dois grupos etários (20-64 e <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 65 anos). As características daqueles com renda familiar per capita situada no quintil mais baixo da distribuição de renda dos idosos foram comparadas às daqueles com renda mais alta (<0,67 vs. <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 0,67 salários mínimos). Os resultados mostraram que a situação socioeconômica afeta igualmente a saúde de idosos e de adultos mais jovens neste país. Indivíduos no estrato mais baixo de renda, independentemente da idade, apresentaram piores condições de saúde, pior função física e menor uso de serviços de saúde. Os resultados deste trabalho indicam que políticas para reduzir as desigualdades sociais podem contribuir tanto para a melhoria das condições de saúde dos indivíduos mais jovens quanto dos idosos neste país.

    Abstract in English:

    In this article we used data from a national household survey in Brazil (PNAD/98) to examine the association between household income per capita and several indicators of health condition (report of selected chronic diseases, self rated health, inability to perform routine activities because of a health problem, and staying in bed recently), impairment (level of difficulty to perform selected physical activities) and use of medical and dental services. A representative sample of the Brazilian population aged <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 20 years (n=197297) participated in the study. The characteristics of people in the lower quintile of the distribution of household income per capita of older adults were compared with those with higher income (< 0,67 vs <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 0,67 Brazilian minimum wage). The data analysis was stratified by age (20-64 and <FONT FACE=Symbol>³</FONT> 65 years). The results showed that the health conditions of both, older and younger adults, were similarly affected by socioeconomic circumstances. Those with lower household income per capita, independently of age, presented worse health conditions and worse physical functioning, and less use of medical and dental services. The results of this study indicate that policies aiming at reducing income inequalities are equally important to improve the health of older and younger adults in this country.
  • Women's work and health among Brazilian elderly Artigos

    Giatti, Luana; Barreto, Sandhi M.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo é estimar e caracterizar a participação de idosas no mercado de trabalho e investigar diferenciais de saúde, segundo sua inserção nesse mercado, após considerar a influência de fatores sociodemográficos. O estudo incluiu 4.607 com 65 anos e mais, residentes em dez regiões metropolitanas brasileiras e participantes da PNAD/98. Foram definidas as categorias: trabalhando, aposentada e outra. A análise incluiu o qui-quadrado e o odds ratio estimado através de regressão logística multinomial. Quase 10% das mulheres trabalhavam, 42% eram aposentadas e 48% não trabalhavam nem eram aposentadas. As idosas ocupadas eram mais jovens, tinham maior renda, e de 4 a 7 anos de escolaridade. O fato de estar trabalhando esteve associado à melhor percepção da própria saúde, menor relato de doenças crônicas, plano privado de saúde, menor relato de consulta e internação hospitalar, melhores indicadores de autonomia e mobilidade física e maior freqüência de consulta odontológica. A permanência das idosas na vida ativa é inferior à dos homens brasileiros no mesmo período. Os diferenciais de saúde relacionados ao trabalho são mais acentuados entre as mulheres. É fundamental determinar se os diferenciais de saúde observados entre idosas, também são encontrados nas mulheres em idade ativa.

    Abstract in English:

    The objective of this study is to estimate and describe the participation of aged women in the labour market, and to investigate health differentials according to their working position, after considering the influence of social and demographic factors. This study comprises 4.607 females aged 65 or more, residents in 10 Brazilian metropolitan regions and participants of PNAD conducted in 1998. The following working categories have been defined: working, retired and other. The analysis was based on qui-square tests and odds ratios were obtained by multinomial logistic regression. Almost 10% of the aged women worked, 42% were retired, and 48% did not work nor were retired. Working women were younger, had higher income and schooling level between 4 and 7 years. Working was associated with better self-perceived health, less report of chronic diseases, having private health plan, less medical visits and hospitalisations, better indicators of autonomy and physical mobility and more dentist visits. Our results show that the proportion of women who remain in the active life in older ages is much lower than that found among Brazilian males in the same period. It is important to determine if the observed differentials in health among aged women are also found among women in active age.
  • Comparison of health information from Brazil PNAD/98 and USA NHIS/96 Artigos

    Beltrão, Kaizô Iwakami; Sugahara, Sonoê

    Abstract in Portuguese:

    Neste trabalho comparam-se informações sobre o estado de saúde geral referido das populações brasileira e norte-americana, desagregado por grupo etário, sexo e raça/cor. São comparadas, também desagregadas da mesma forma, taxas de prevalência de morbidades selecionadas, a saber: artrite/reumatismo, diabetes, bronquite/asma, hipertensão e doenças do coração. Os dados concernentes à população brasileira são oriundos do suplemento saúde da PNAD/1998, e os relativos à norte-americana, da NHIS/1996. Em linhas gerais, com respeito ao estado de saúde referido, as mulheres se declaram em pior estado em ambos os países, e os brasileiros se declaram em pior situação. Com respeito à morbidade, não há comportamento comum, e padrões de diferença raça/cor e sexo, via de regra, não se reproduzem igualmente para os dois países.

    Abstract in English:

    This paper compares reported health status for Brazilians and Americans, further disaggregated by age groups, sex and race. It also deals with reported morbidity for some selected conditions, namely: arthritis and rheumatism, diabetes, bronchitis and asthma, high blood pressure (hypertension) and heart conditions. Data referring to the Brazilian population comes from a special health questionnaire from PNAD/1998, a household survey conducted annually by IBGE. American data comes from NHIS/1996, also a household survey, but conducted by the Bureau of the Census for the National Center for Health Statistics. Generally speaking, with respect the reported health status, women declare themselves in worse condition and Americans declare themselves better off. Regarding morbidity, there is no overall pattern and differences found among race or sex in a given country is not reproduced in the other.
  • National Health Card: the implementation and conception challenges of a national system used to extract information from health services Opinião

    Cunha, Rosani Evangelista da

    Abstract in Portuguese:

    O Cartão Nacional de Saúde, em implantação sob a forma de projeto piloto, utiliza tecnologias de informática para a captura de informações de atendimento em saúde. O desenvolvimento do sistema e as estratégias utilizadas para sua implantação têm sido pautados por princípios que levaram a opções tecnológicas específicas. Merecem destaque: a) o porte do cartão não é condição para acesso aos serviços de saúde; b) o acesso às informações deve respeitar o direito à privacidade dos usuários e a ética dos profissionais; c) a responsabilidade pela guarda da base de dados é dos gestores do SUS; d) adoção de padrões, preferencialmente abertos; e e) respeito ao processo de trabalho e às funcionalidades requeridas no ato do atendimento. Cerca de 13 milhões de pessoas são abrangidas de forma direta pelo projeto piloto, que teve origem em meados de 1999 por meio de uma licitação internacional para contratação da Solução de Informática do Cartão Nacional de Saúde. Com pouco mais de três anos de duração e previsão de término do projeto piloto para julho de 2003, o Cartão apresenta características e desafios próprios de projetos complexos, que são discutidos no presente artigo.

    Abstract in English:

    The National Health Card, currently implemented as a pilot project collects health encounter data at the point of care, allowing for the construction of the national repository of clinical data and the retrieval of information and knowledge to support health care policy makers in their daily decisions. The development of the system, and the strategies used in its implementation are based in principles that lead to specific technological options; among these, the following should be mentioned: a) the possession of the card is not a condition to access the health services; b) the access to information respects the user's privacy and confidentiality and the code ethics of each health professional category; (c) SUS staff is responsible for safeguarding the database; (d) adoption of open standards and; (e) respect to the work flow and functionality of the health care units. About 13 million people are directly affected by the pilot project that started in 1999 through an international bidding for the National Health Card informatics solution. These paper describes the pilot project from 1999 to 2003, date scheduled for completing the pilot deployment in 44 municipalities of the pilot project. The challenges and the project management complexity are discussed in this paper.
  • Health as absence of disease: critique to the functionalist theory of Christopher Boorse Temas Livres

    Almeida Filho, Naomar de; Jucá, Vládia

    Abstract in Portuguese:

    Este ensaio é uma introdução à obra de Cristopher Boorse, filósofo da medicina que criou, nos anos 70, a Teoria Bioestatística da Saúde (TBS). Em primeiro lugar, examinamos o argumento e a estrutura da TBS, destacando seus elementos epistemológicos fundamentais e principalmente as justificativas lógicas e teóricas de sua definição da saúde como ausência de doença. Em segundo lugar, discutimos as numerosas críticas recebidas por Boorse em duas décadas de circulação dos seus textos, buscando estabelecer a pertinência e atualidade dessas críticas. Em seguida, identificamos problemas e pontos fortes da teoria boorseana, retomando as principais críticas dirigidas ao autor, bem como suas tentativas de resposta. Por fim, levantamos algumas questões que podem propiciar uma continuidade e um enriquecimento do debate em torno do conceito de saúde a fim de explorar sua aplicabilidade para uma teoria geral da saúde-doença-cuidado, cada vez mais necessária neste momento em que se pretende uma maior articulação entre abordagens biológicas e ecossociais dos fenômenos da saúde e da doença.

    Abstract in English:

    This paper is an introduction to Cristopher Boorse's work. Boorse is a philosopher of medicine who created, in the 70s, the Bioestatistical Theory (BST). In this paper, we look into the structure of BST and its arguments, focusing on its epistemological basis as well as its logical and theoretical reasons for defining health as the absence of disease. After that, we discuss the critics addressed to Boorse throughout these twenty years of theorization by analyzing their actuality and adequacy. We also identify problems and strong points in the BST, bringing up not only the critics to the BST but Boorse's answers as well. Finally, we add some questions that can provide continuity and enrichment to the debate on the concept of health with the aim of exploring its applicability in a general health-disease-care approach, which is extremely necessary at this moment of articulation between biological and eco-social perspectives on health-disease phenomena.
  • Drug advertisements in medical journals: promoting good prescription? Temas Livres

    Barros, José Augusto Cabral de; Joany, Sabrina

    Abstract in Portuguese:

    Ante a inexistência de estudos no Brasil, este trabalho se propôs a fazer uma avaliação dos anúncios com base nos critérios sugeridos pela OMS e que deveriam incluir-se em qualquer material de divulgação. Foram avaliados todos os anúncios contidos nas edições de agosto/2000 a fevereiro/2001 do Jornal de Pediatria, Revista Brasileira de Medicina e Jornal Brasileiro de Medicina, averiguando a presença nos mesmos de: nome genérico, mecanismos de ação, efeito farmacológico, indicação, contra-indicação, posologia, reações adversas, interações, superdosagem, apresentação e fabricante/importador. Em um total de 1.774 páginas, 539 (30,4%) se destinavam a anúncios, compreendendo 649 ao todo. Nenhum dos critérios propostos pela OMS esteve presente em todas as propagandas, e apenas em cerca de 20% delas há referência a reações adversas, contra-indicações e interações. Os produtos mais anunciados foram antibióticos, hipotensores e os à base da associação de vários fármacos. Omitindo dados importantes, em especial contra-indicações, reações adversas e interações, os anúncios são tendenciosos, atendendo a propósitos mercadológicos, não sendo um meio que subsidie a prescrição e a utilização correta e segura dos produtos anunciados.

    Abstract in English:

    Supply and demand of drugs are influenced by different ways. Manufacturers' promotional strategies are outstanding a particular role being ascribed to advertising (ads) in medical journals. Considering that studies on this issue are not available in Brazil a research was performed aimed at evaluating ads using as parameters WHO criteria for drug information that should be included in any informative material. All advertisements published in Jornal de Pediatria, Revista Brasileira de Medicina and Jornal Brasileiro de Medicina issues from August/2000 up to February/2001 were evaluated verifying the presence of generic name, mechanism of action, pharmacologic effects, indications, contraindications, dosing information, adverse effects, drugs interactions, overdose, types of formulation marketed, manufacturer and/or importer. In the total of 1.774 pages, 539 were occupied by 649 ads. No one of referred criteria was found in all ads and only 20% include contraindications, adverse effects and drugs interactions. The most advertised drugs were antibiotics, antihipertensives and combination products. Instead of subsidize prescription and adequate drug utilization ads are clearly biased obeying to marketing goals since meaningful data are missing.
  • The old age: some theoretical and conceptual considerations Temas Livres

    Siqueira, Renata Lopes de; Botelho, Maria Izabel Vieira; Coelho, France Maria Gontijo

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo procede-se ao exame de algumas obras que discutem o envelhecimento, buscando analisar as diferentes perspectivas de análise: na perspectiva "biológico/comportamentalista" discutem-se aqueles estudos que se ocupam do processo de envelhecimento fisiológico. Na perspectiva "economicista" analisa-se o impacto econômico do envelhecimento social, discutindo questões relativas à demanda por serviços de saúde e benefícios previdenciários. Na perspectiva "sociocultural", a velhice é entendida como uma construção social e se reflete sobre as possíveis formas de representações desta. A quarta perspectiva, "transdisciplinar", representa uma dimensão que se esforça em contemplar o conjunto dos aspectos (biológico, econômico, sociocultural) apontados nas perspectivas anteriores. Considerando o grau de complexidade da realidade acerca da velhice e as dificuldades teóricas e metodológicas de contemplá-la na sua totalidade, este trabalho conclui por um impasse sobre qual seria a perspectiva mais apropriada para analisá-la, e aponta para a necessidade de se ampliar e aprofundar o debate sobre as implicações teóricas e práticas relativas de cada perspectiva.

    Abstract in English:

    In this study, a discussion is accomplished on some papers concerning to the aging phenomenon, whereas looking for the identification of different analysis perspectives: on the "biological/behavioral" perspective are those studies fundamentally related to the physiologic aging process. The "economicist" perspective is focused on the economic impact of the social aging, by analyzing the matters related to the demand for health services and social welfare benefits. On the perspective of the "sociocultural" character, the old age is understood as a social construction, and the papers discuss the possible forms for its representation. The fourth perspective, "transdisciplinary", represents a dimension trying to contemplate a set of different-natured aspects (biological, economic, sociocultural) pointed out in the previous perspectives. Therefore, considering the complexity of the old age reality and the difficulties to approach theoretically and methodologically the hole theme, this paper concludes that there is not possible to decide which perspective is more appropriate to analyze the aging phenomenon, and appoints the necessity of a deeper and wider debate about the theoretical and practical implications of each perspective.
  • Evaluation of health care program: incentives for ambulatory care supply and the decentralization experience in Brazil Temas Livres

    Costa, Nilson do Rosário; Pinto, Luiz Felipe

    Abstract in Portuguese:

    O artigo discute alguns dos resultados da pesquisa Custo e Avaliação do Impacto da Implantação da Parte Fixa do Piso de Atenção Básica (PAB), que avaliou a descentralização dos serviços de saúde pelo Programa PAB. A partir de um estudo longitudinal retrospectivo, são analisadas as mudanças na estrutura das transferências federais para estados e municípios, contemplando a organização da atenção ambulatorial e básica e os recursos humanos em saúde. Por força de incentivos à oferta, torna-se evidente o crescimento da atenção ambulatorial e básica do Sistema Único de Saúde nos pequenos municípios brasileiros na década de 1990.

    Abstract in English:

    The article analyses the results of the research Cost and Evaluation of the Impact of the Implantation of the Basic Care Incentive (Piso de Atenção Básica), which evaluated the decentralization of health services through incentives for primary care services supply. From a retrospective longitudinal study, the changes in the structure of the federal financial incentives for States and Municipalities are analyzed. The article also discusses the impact of the basic care oriented policy on the supply of the ambulatorial care and in the health care labor force at municipal level. The paper shows a meaning increase of the ambulatorial and primary care supply in the public sector in Brazil in the nineties. The small cities has been soundly favored with the new financial incentives from the public policy.
  • Social support and network: connecting solidarity and health Temas Livres

    Andrade, Gabriela R. B. de; Vaitsman, Jeni

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo discute alguns aspectos da participação de usuários de um serviço público de saúde, o Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (IPCEC/Fiocruz), em uma associação de pacientes, a Associação Lutando para Viver (ALpViver). Baseado em pesquisa qualitativa, com entrevistas semi-estruturadas e observação participante, o trabalho analisa o papel dessa associação, na visão de profissionais do hospital e pacientes, a partir dos conceitos de rede social, apoio social e empowerment. A relevância deste estudo se dá a partir da noção de que a valorização de uma cultura participativa dentro das instituições de saúde contribui para aumentar a autonomia e elevar a auto-estima dos usuários, melhorando a qualidade de vida e de saúde dos mesmos.

    Abstract in English:

    This article discusses the participation of patients in health services through social support groups. Based on a qualitative research, with semi-structured questions and participant observation, one of the roles of Associação Lutando para Viver (ALpViver) acting withing Instituto de Pesquisa Evandro Chagas (IPCEC), is analysed. The group's actions were considered as promoting patient's autonomy, increasing their self-steem and avoiding loneliness. It was concluded that it is possible to establish an active place for users of public health services, through the valorization of a participative culture.
  • Untitled document Resenhas

  • Untitled document Errata

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br