• Men as a focus for Public Health Editorial

    Gomes, Romeu; Schraiber, Lília Blima; Couto, Márcia Thereza
  • Men and health as targets of the Public Health Debate

    Schraiber, Lília Blima; Gomes, Romeu; Couto, Márcia Thereza

    Abstract in Portuguese:

    Apresenta-se a temática "homens e saúde" como questão contemporânea da Saúde Coletiva e produto da interface entre as ciências humanas e a saúde: o caráter social do adoecimento; a perspectiva de gênero como forma particular da relação saúde-sociedade; e a promoção da saúde como conceituação positiva Elabora-se a temática em torno de três eixos de aproximação, sob a perspectiva dos exercícios das masculinidades: saúde sexual e reprodutiva; violência e gênero e morbi-mortalidade em homens. São apontadas as contribuições que estes eixos produzem como esforço empírico para realizar a categoria gênero, ao tempo em que revelam novas problemáticas para a área de saúde: a paternidade, o exercício interativo da sexualidade, a violência interpessoal no âmbito da vida privada, a hiper-masculinidade na violência entre homens, o cuidado de si e o cuidar em saúde para os homens. Estas contribuições permitirão não apenas inserir as masculinidades como questão de saúde, mas renovar as formas de tratamento de homens e mulheres no campo da saúde.

    Abstract in English:

    It shows the thematic "men and health" as a contemporary matter of the Public Health and interface product among human sciences and health: the social view of illness; the gender perspective as a particular form of the relation health-society and the health promotion while positive means of health. It elaborates the thematic around three approach axises, conformed in the relation between men and health from the perspective of exercises of the masculinity: sexual and reproductive health; violence and gender, and morbid-mortality in men. The contributions that these axises produce are mentioned as empiric effort to accomplish the category gender, the time in which they reveal health new problems to the health's area: the paternity, the interactive exercise of the sexuality, the interpersonal violence in life closet scope, the hipper-masculinity in the violence among men, the care of their self and the caring of health for the men. These contributions will allow not only to insert the masculinities as health matter, but also to renew the treatment forms for men and women in the health field.
  • Comments to the article "Men and health as targets of the Public Health" Debatedores

    Knauth, Daniela Riva; Machado, Paula Sandrine
  • Man's health: a new stage of medicalization of sexuality? Debatedores

    Aquino, Estela Maria Leão de
  • Dangerous liaisons between machismo and violence Debatedores

    Minayo, Maria Cecília de Souza
  • Men and health: several senses in field Debatedores

    Nascimento, Pedro
  • Diagonal comments about the men emergency in the Public Health targets Debatedores

    Carrara, Sérgio
  • Gender, men health and manliness Debatedores

    Villela, Wilza
  • The authors reply Debatedores

  • Epidemiological profile of men: morbidity and mortality Artigos

    Laurenti, Ruy; Jorge, Maria Helena Prado de Mello; Gotlieb, Sabina Léa Davidson

    Abstract in Portuguese:

    São abordados aspectos das diferenças entre a saúde do homem e da mulher, enfocando questões ligadas a fatores biológicos (sexo) e comportamentais (gênero). A sobremortalidade masculina e a resultante menor esperança de vida estão apresentadas; são discutidos o envelhecimento populacional e suas conseqüências, do ponto de vista da saúde, sendo estas mais intensas no homem. O panorama atual no Brasil segue o padrão observado em outros países. Os coeficientes de mortalidade masculina são cerca de 50% maiores e, considerando as idades, a maior razão de sexo acontece no grupo etário de 20 a 39 anos (3 mortes masculinas para cada feminina). Na distribuição segundo causas, sobressaem mortes por doenças do aparelho circulatório seguidas por aquelas relativas a acidentes e violências. Na morbidade, medida pelas internações (excluídas aquelas por parto), há um equilíbrio entre o número de hospitalizações masculinas e femininas. As distribuições das altas segundo os motivos de internação, para ambos os sexos, apresentam semelhanças, com exceção das relativas a causas externas e aos transtornos mentais e comportamentais, respectivamente, com razões iguais a 2,3 e 1,9 internações masculinas para cada feminina. São estudados ainda a Aids e o alcoolismo, como exemplos de importantes agravos na saúde masculina.

    Abstract in English:

    Differences between aspects of women and men health are pointed out and questions about biologic (sex) and behavioral (gender) factors are commented. The higher male mortality and their lower life expectancy, as well as the aging process of the population are discussed. The actual Brazilian male mortality pattern is similar to other countries. The male death rates are 50% higher than the female ones. Considering the age groups, the higher sex ratio occurred in the age group 20 to 39 years (3 male deaths : 1 female death). Observing the distributions of deaths according to the underlying causes, for both sexes, call the attention deaths by diseases of the circulatory system, in first place, and then, external causes (injury, poisoning and certain other consequences). Taking in account morbidity, measured by hospital discharges (excluding all related to childbirth/deliverance), there is an equilibrium between the numbers of male and female hospitalizations. There is similarity among the male and the female distributions of hospital discharges according to the reason of hospitalization, besides the case of external causes and mental and behavioral disorders, with sex ratio of 2.3 and 1.9 male hospital discharges to each female discharge. Aids and alcoholism are discussed as examples of important disorders in the male health status
  • Men's entrance into gender studies: contributions of an historical subject Artigos

    Giffin, Karen

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo resgata conceitos e discussões sobre as questões de gênero que foram apresentados por homens que presenciaram o (res) surgimento do movimento feminista nos países centrais nos anos 60, e participaram de grupos de homens nos anos 70. Situados como sujeitos do conhecimento/de gênero no contexto dos debates críticos sobre a sociedade contemporânea, que foram amplamente disseminados naquela época, adotaram uma visão dialética e histórica da realidade social, trazendo contribuições que ajudaram a desconstruir a ótica binária antes prevalecente.

    Abstract in English:

    This article presents concepts and questions of gender that were proposed by men who were present at the moment that feminism reappeared in central countries in the 1960s, and who participated in men's groups in the 1970s. Situated as subjects of knowledge/of gender in the context of the critical debates that were widely-disseminated at that time, they adopted a dialectical and historical view of social reality, making contributions that helped de-construct the binary focus which had prevailed up till that point.
  • Masculinity and violence in Brazil: contributes to reflection in health field Artigos

    Souza, Edinilsa Ramos de

    Abstract in Portuguese:

    Efetua-se uma reflexão sobre a condição masculina diante da violência, situando o tema no campo interdisciplinar da Saúde Pública. Usam-se dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade e do Sistema de Autorização para Internação Hospitalar referentes às causas externas para o Brasil e suas capitais, de 1991 a 2000. As populações usadas nas taxas foram estimadas pelo IBGE e disponibilizadas na home page do Datasus/MS. Destaca-se que os homens são as maiores vítimas da violência. A taxa média de mortalidade masculina por essas causas na década foi de 119,6/100.000 habitantes, sendo 5 vezes maior que a taxa média observada para as mulheres (24/100.000 habitantes). Dos 15 aos 19 anos, os homens morrem 6.3 vezes mais que as mulheres; dos 20 aos 24 anos suas taxas são 10.1 vezes maior que a das mulheres. Nos homicídios esse risco é de quase 12 óbitos masculinos em relação a cada morte feminina. Macapá é a capital com maior sobremortalidade masculina: 10,3 mortes masculinas para cada óbito feminino. Enfatiza-se que o gênero masculino ainda é fortemente configurado por práticas machistas e de risco e que essas práticas são as mesmas que constituem os homens como maiores vítimas da violência. No Brasil, essas questões são potencializadas pelas intensas desigualdades e outras condições adversas à cidadania.

    Abstract in English:

    This article reflects about the masculine condition in relation to violence. It focalizes this theme in interdisciplinary Public Health field. The period of 1991 to 2000 was considered. The sources of mortality and morbidity data used were Mortality Information System and Morbidity Information System, respectively. The source of population was estimated by IBGE and it is disposed in home page of DATASUS/MS. The results detached major victimization among men to violence fatal and non-fatal. The average risk of masculine mortality by external causes was 119,6/100.000 inhabitants in the decade. It was 5 times bigger than the average risk observed to women (24/100.000 inhabitants). Between 15 and 19 years they died 6.3 more times than women; between 20 and 24 years the men's risk is 10.1 times major than the women's risk. In relation to homicide, this risk is intensified: it is almost 12 masculine deaths by homicide in relation to each female death. Macapá was the city that had presented the major masculine super mortality by external causes: 10,3 masculine deaths to each female death. It finalizes affirming that masculine gender is more vulnerable at violence due their subjectivities are until strongly structured in sexist and risk's practices. These questions are potencialized to intense inequalities and other adverse conditions at citizenship in Brazil.
  • Masculinity, race/color and health Artigos

    Batista, Luís Eduardo

    Abstract in Portuguese:

    Estudos apontam que, no Brasil, os negros possuem menor escolaridade, menor salário, residem nos bairros de periferia das grandes cidades e estão excluídos de vários direitos sociais. Parte-se da hipótese de que o processo saúde, doença e morte é construído socialmente e demarcado pelo espaço social que homens e mulheres, brancos e negros, ocupam na sociedade. Este artigo analisa o perfil da mortalidade de homens brancos e negros, por meio dos registros de óbitos do Estado de São Paulo do ano de 1999. Examina as taxas de mortalidade por causa básica, reunidas por grupos de causas da CID-10, entre a raça/cor: branca e negra. O estudo evidencia que, quando se compara a taxa da mortalidade de homens negros e brancos, os negros morrem mais que os brancos. Dentre as causas de morte dos homens negros, destacam-se os óbitos por transtornos mentais (uso de álcool e outras drogas); doenças infecciosas e parasitárias (tuberculose e HIV/ Aids) e causas externas (homicídio).

    Abstract in English:

    Studies indicate that in Brazil blacks have less formal education, lower salaries, reside in peripheral neighborhoods in large urban centers and are excluded from various social rights. This study is based on the hypothesis that health, sickness, and death are socially constructed processes demarcated by the social space occupied in society by men and women, blacks and whites. This article analyses the mortality profile of black and white men as registered in the death certificates emitted by the State of São Paulo in the year 1999. Rates of mortality were analyzed according to basic causes, according to the groups of ICD-10 [The International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems], and to the race/color: black and white. This study indicates that when rates of mortality of black and white men are compared, mental illnesses (alcoholism and drug addiction); infectious and parasitic diseases (tuberculoses and HIV/Aids) as well as external causes (homicides) are more frequent causes of death among black men.
  • Perspectives on the prevention of male juvenile delinquency Artigos

    Assis, Simone Gonçalves de; Constantino, Patrícia

    Abstract in Portuguese:

    O artigo apresenta uma revisão das principais e atuais teorias de prevenção à violência cometida por adolescentes. Discute como os principais fatores de risco para a infração direcionam estratégias de prevenção primária, secundária e terciária. Apresenta o perfil dos adolescentes brasileiros em situação de privação de liberdade e do atendimento oferecido no País em 2002 e aponta algumas iniciativas de prevenção existentes na realidade brasileira. São destacadas as áreas de prevenção que têm mostrado, através de avaliações sistemáticas, impacto significativo na redução da infração cometida por jovens: intervenções na gravidez e infância precoce para famílias em situação de risco; treinamento para pais; programas de prevenção primária realizados em escolas e intervenções precoces para jovens infratores.

    Abstract in English:

    The article presents some prevention theories for juvenile delinquency. It discusses how the risk factors of delinquency are related to primary, secondary and tertiary prevention. It presents the Brazilian offenders profile and the situation of national institutions in 2002. It indicates some existent prevention initiatives in Brazil. Some prevention areas are presented that have shown significant impact in the reduction of juvenile delinquency through systematic evaluations: interventions in the pregnancy and early childhood for families in higher risk situations; training for parents; primary prevention programs accomplished in schools and early interventions for young offenders.
  • Masculine domination and health: the uses of the body in middle class urban youth Artigos

    Goldenberg, Mirian

    Abstract in Portuguese:

    O artigo analisa os diferentes discursos presentes em jovens, a partir dos dados de uma pesquisa realizada, de 1998 a 2000, com 1.279 homens e mulheres das camadas médias cariocas, de nível universitário, com renda familiar acima de R$ 2.000,00, moradores da Zona Sul do Rio de Janeiro. Para as reflexões deste artigo, foram analisados, sob uma perspectiva qualitativa, 258 questionários aplicados em jovens de 17 a 24 anos, com o objetivo de discutir a dominação masculina, com seus imperativos sociais de usos do corpo e seus reflexos na saúde física e psicológica dos indivíduos. Por meio dos dados encontrados, pode-se concluir que a busca de um determinado modelo de corpo pode significar, para muitos indivíduos contemporâneos, a submissão a uma espécie de "violência simbólica" imposta àqueles que não se disciplinam para se enquadrar nos padrões exigidos.

    Abstract in English:

    This article discusses the representations that determine what is considered to be normal or deviational in the sexual behavior of men and women; how sexuality is valorized; and how the body is used in middle class urban youth in Rio de Janeiro ("cariocas"). The aim of this paper is to analyze the different discourses present in middle class carioca youth. Data were collected from questionnaires distributed in 1998-2000 among 1.279 middle class carioca men and women. The respondents were university-educated, with a monthly family income above R$ 2.000,00. In the initial group, a total of 258 questionnaires were analyzed, 74 being from men and 184 from women between the ages of 17 and 24 years.
  • The construction of the masculine subjectivity and its impact on man's health: bioethics reflection on distributive justice Artigos

    Braz, Marlene

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo tem como objetivo refletir sobre a construção da subjetividade masculina e seu impacto na saúde do homem. Como método, optou-se pelo desenho de ensaio, compreendido como um exercício crítico, exploratório, em torno de um objeto ou tema de reflexão. O início do trabalho enfoca dados de morbidade e mortalidade de homens e mulheres evidenciando uma sobremortalidade masculina que transcende a questão da violência já bem explorada por outros autores. Em seguida, são abordados os fatores socioculturais, referentes à construção da subjetividade masculina, que se pressupõe contribuir para a desvantagem em termos de morbi-mortalidade do homem comparativamente às mulheres. Na terceira parte, sob a perspectiva da bioética, relacionamos esta problemática e seu conseqüente reflexo na justiça distributiva em função da falta de eqüidade no atendimento às necessidades de saúde desta parcela da população. Como conclusão constata-se que a saúde do homem tem sido pouco considerada pelas políticas públicas de saúde o que acaba por redundar numa atenção precária dos serviços de saúde.

    Abstract in English:

    This paper aims to reflect on male subjectivity construction and its impact in man's health. The essay methodology was chosen since we decided to evaluate and explores this issue. First, morbidity and mortality data were analyzed and disclosed an excess of male mortality that transcends the violence figures, already well studied by others researchers. The next part tries to establish a relationship between social and cultural issues related to male subjectivity construction and their contribution to male morbimortality prejudice. On the third part, using the bioethical perspective, how those problems result in unbalanced distributive justice as well as inequity in providing male population health care are discussed. In conclusion, one can realize that public health policies pay little attention to man's health and, as a consequence, settle unattainable health services.
  • Assistance to the men health: a challenge for the services of primary attention Opinião

    Figueiredo, Wagner

    Abstract in Portuguese:

    O texto discute como os serviços de atenção primária podem contribuir para uma prática saudável por parte da população masculina. Tal objetivo implica a discussão de estratégias que envolvem os homens como sujeitos confrontados com as diferentes dimensões da vida; os serviços na maneira como eles se organizam para atender os usuários considerando suas particularidades; e os vínculos estabelecidos entre os homens e os serviços e vice-versa. Como fundamentação teórica, prevalecem os conceitos de gênero e de necessidade em saúde. Esses conceitos são relacionados à experiência prática desenvolvida no Centro de Saúde Escola Samuel B. Pessoa, localizado no bairro do Butantã, na cidade de São Paulo.

    Abstract in English:

    This article discusses how primary health care services may contribute towards men's acquisition of healthy lifes. This objective implies a discussion concerning health strategies focused on men as subjects and contemplating the multiple dimensions of their lives. The way in which health services are organized so as to attend users must be taken into consideration when developing these strategies. The bonds established between men and services and vice versa are also discussed. Gender and necessities of health are basic concepts utilized in the analysis of the practical experience in men's primary health care, undertaken at the Samuel B. Pessoa Health Care and Training Center, located within the Butanta neighborhood, in the city of Sao Paulo.
  • Ritualized daily routine: groups of women to face gender violence Temas Livres

    Meneghel, Stela N.; Barbiani, Rosangela; Brener, Camila; Teixeira, Geovana; Sttefen, Helenita; Silva, Luciano Bairros da; Rosa, Mariza Dalla; Balle, Rosemeri; Brito, Sarita G. R.; Ramão, Silvia

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo avalia a experiência com grupos de mulheres em situação de violência de gênero, desenvolvida em um programa de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Estado do Rio Grande do Sul. Os pesquisadores organizaram três grupos de mulheres durante os anos de 2002 e 2003. Os grupos tiveram o formato de oficina, abertos a toda mulher em situação de violência de gênero perpetrada pelo companheiro e constituíram um espaço protegido de acolhimento e escuta para as mulheres. O objetivo principal das oficinas foi contribuir para o "empoderamento" das mulheres, tornando-as agentes da sua própria transformação. Foram construídas dinâmicas como narrativas e pinturas, objetivando impactar sobre a violência de gênero. O grupo proporcionou troca interdisciplinar, experiência e avaliação contínua para os pesquisadores e as participantes.

    Abstract in English:

    This study represents an evaluation about battered women's group experience developed as part of a university extension program of Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) in Rio Grande do Sul State. The researchers organized three groups of women during the years 2002 and 2003. The groups worked like a workshop open to any woman suffering domestic violence perpetrate by partner and was a protect space to receive and listen to women. The main objective of the workshops was to contribute to the empowerment of women, turning them into agents of their own transformation. Researchers built actions like stories and paintings to impact gender violence. The group provided interdisciplinary exchange, experience and ongoing evaluation for researchers and participants.
  • (Re)thinking nursing management based on Collective Health concepts Temas Livres

    Spagnol, Carla Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Estudos mostram que para gerenciar a assistência de enfermagem, o enfermeiro utiliza métodos e estratégias de gestão oriundos da teoria clássica da administração. Este estilo de gerência não tem permitido aos trabalhadores de enfermagem criarem espaços coletivos de gestão, onde possam atuar como sujeitos sociais. Partindo do princípio de que a gerência em enfermagem necessita, na atualidade, ser vista e exercitada sob um novo olhar, procurou-se neste ensaio teórico elaborar uma reflexão acerca desta prática, utilizando os conceitos de sujeito social e de coletivo, que são fundamentais no campo da Saúde Coletiva. Assim, aproximar deste campo, além de contribuir para ampliar os conhecimentos e os questionamentos acerca da temática, contribuiu também para compreender a equipe de enfermagem como um coletivo de sujeitos sociais em ação, visto que os trabalhadores são seres humanos dotados de interesses próprios, de necessidades e de desejos, que produzem relações sociais, na medida em que interagem constantemente com outros sujeitos e podem adquirir capacidade para intervir na sua realidade. Este coletivo organizado possui como objetivo principal a prestação de uma assistência integral à população, realizando ações de forma ética, digna, segura e humanizada.

    Abstract in English:

    Studies show that in order to manage nursing care, nurses use management methods and strategies based on the classic administration theory. This management does not enable nursing workers to create collective spaces, where they can act as social subjects. Based on the principle that nursing management needs, at the moment, to be seen and exercised under a new view, the author aims at elaborating a reflection on this practice, using the concepts of collective and social subject that are fundamental to Collective Health. Thus, the possibility of approaching this field contributed to expand the author's knowledge and concerns regarding the theme as well as to better understand the nursing theme as a collective of social subjects in action. Therefore, it is important to emphasize that the workers are human beings with their own interests, needs and wishes, producing social relations as they constantly interact with other subjects and are able to build capacities to intervene in this reality. This organized group has the main objective to provide an integral care to the population, performing actions in an ethic, secure and humanized direction.
  • Health between iniquity and justice: contributions of complex equality in Amartya Sen Temas Livres

    Siqueira-Batista, Rodrigo; Schramm, Fermin Roland

    Abstract in Portuguese:

    A justiça, como dimensão das práticas em saúde, corresponde a um problema que segue aguardando por melhores equacionamentos. Todo o debate sobre a eqüidade pode ser recuperado desde a Antigüidade grega, colocando-se, entretanto, como extremamente atual em suas aplicações à saúde, desde uma perspectiva em que se procure a coalizão entre igualdade e diferença. Atualizar o impacto das desigualdades no binômio saúde-doença, matizando este horizonte à luz das contribuições do economista indiano Amartya Sen, é o caminho a ser percorrido no presente ensaio.

    Abstract in English:

    Justice, as a dimension of the medical practice, gives rise to problems that have yet to be solved. The whole discussion on equity can be traced back to Greek antiquity, being however extremely present in its applications to health from a perspective seeking a coalition between equality and difference. Updating the impact of the inequalities in the binomial term health-disease, enlightened by the contributions of the Indian economist Amartya Sen will be the path followed by this essay.
  • Domestic violence against children and adolescents: a supporting program study Temas Livres

    Brito, Ana Maria M.; Zanetta, Dirce Maria T.; Mendonça, Rita de Cássia V.; Barison, Sueli Z. P.; Andrade, Valdete A. G.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo apresenta características gerais de famílias nas quais houve a ocorrência de violência doméstica contra crianças, e avalia os resultados de seu acompanhamento pelo Centro Regional de Atenção aos Maus-Tratos na Infância (CRAMI-Rio Preto). Foram entrevistadas cinqüenta e cinco famílias, que responderam um questionário estruturado. A forma de violência mais prevalente foi a física, presente em 58% dos casos. Sessenta por cento das vítimas são do sexo feminino, e a mãe é agressora em 49% das situações analisadas. Os principais fatores desencadeantes da violência, identificados pelas famílias, são conflitos do casal (58%), características próprias da criança (51%) e histórico de vida dos pais (49%). A maioria das famílias (80%) acredita que a intervenção proporcionou interrupção ou diminuição na intensidade da violência e a forma de acompanhamento que mais houve adesão dos pais foi por meio das visitas domiciliares. Observa-se que a intervenção junto dessas famílias pode ter resultados satisfatórios, desde que a violência possa ser compreendida em seus vários aspectos, ou seja, um sintoma presente no grupo familiar modelado por dificuldades de diferentes naturezas: cultural, social, econômica e das relações interpessoais.

    Abstract in English:

    This study presents general characteristcs of families in which there was the occurrence of violence against the child as well as to evaluate the results of a supporting program made by the Centro Regional de Atenção aos Maus-Tratos na Infância (CRAMI) for these families. Fifty-five families were interviewed, and a structured questionnaire was used. Among the families, the most prevalent type of violence was physical (58%). Sixty percent of the victims were females, and the mother was the main batterer (49%). Some factors to start committing the violence included: conflicts between the couple (58%); the child's own characteristics (51%) and the parent's life history (49%). The majority of families (80%) believes that this supporting program has provided them decreasing the intensity even interruption of the violence. At-home visits was the most useful way for the parent's compliance to the program. This supporting programs can provide these families better results as long as violence is understood in its different aspects; that is, a present symptom in the family group shaped by several difficulties such as cultural, social, economic, and of relationship among the members.
  • Social representations of seropositivity and treatment adherence Temas Livres

    Cardoso, Gisele Pereira; Arruda, Angela

    Abstract in Portuguese:

    A observância ou adesão terapêutica aos anti-retrovirais (ARV) é fundamental para o sucesso a longo prazo do tratamento para a infecção pelo HIV. Devido à complexidade deste tema consideramos interessante analisá-lo à luz da teoria das representações sociais (RS). Deste modo, procuramos traçar o processo de construção das RS da soropositividade em pacientes com HIV/Aids que aderem e não aderem à terapia ARV. Realizamos um estudo exploratório através de técnicas observacionais e entrevistas com roteiro estruturado com 16 homens e 16 mulheres, aderentes e não aderentes. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo categorial. Os resultados mostraram que para os aderentes, a soropositividade aparece associada a uma nova normatividade (tomar remédios). O remédio é objetivado destruindo o vírus e existe a ancoragem no saber científico. Para os não aderentes, a soropositividade é uma vivência ameaçadora. O uso da negação impede a ancoragem no saber científico. Os remédios tornam-se a objetivação da doença. Como conclusão, podemos afirmar que, enquanto nos pacientes aderentes observamos RS bem estruturadas da doença e do tratamento ARV, nos não aderentes tais RS parecem ainda estar em construção.

    Abstract in English:

    Adherence to anti-retroviral therapy (ART) is essential for therapeutic success of HIV infection. Due to the complexity of this theme we consider interesting to analyse it from social representation (SR) theory. Our goal in this study was to outline the processes that give birth to social representations (SR) of seropositivity on HIV/AIDS patients who may adhere or not to antiretroviral treatment (ART). An exploratory research using observation techniques and a structured interview with 16 men and 16 women who adhered and did not adhere to ART was made. The data was submitted to a categorial content analysis (Bardin). The results showed that adherent patients associate seropositivity to a new condition where medications appear to be included. The pills are objectified as destroying HIV virus and an anchorage on the scientific knowledge is identified. For non-adherents seropositivity is a menace. Denial does not allow an anchorage on scientific knowledge. ART is objectified as causing a disease. As a conclusion we can affirm that while to the adherent patients the SR of the disease and the ART appear as an articulated knowledge system, to the non-adherent the social representations are still being elaborated.
  • Attitude of workers with chronic pain in different occupational activities: an approach of the cognitive-behaviorist psychology Temas Livres

    Lima, Mônica A. G. de; Neves, Robson; Sá, Sylvia; Pimenta, Cibele

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo apresenta o perfil da atitude frente à dor em trabalhadores inseridos em atividades ocupacionais distintas com diagnóstico de LER/DORT acompanhados pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador do Estado da Bahia (CESAT/Ba). Foram entrevistados 65 trabalhadores numa amostra de conveniência. Utilizou-se como instrumento o Inventário de Atitudes Frente à Dor, na versão reduzida IAD, adaptado para língua portuguesa, contando com sete domínios ou escalas: cura médica, controle, solicitude, incapacidade, medicação, emoção e dano físico. Na análise procedeu-se a comparação das médias das escalas do IAD-breve entre as atividades ocupacionais e as variáveis socioculturais. A comparação das escalas entre as atividades ocupacionais, sexo e limitação para o trabalho revela diferenças entre as médias do domínio dano físico numa direção mais desfavorável para os industriários, sexo masculino e menor limitação para o trabalho e nos domínios emoção e controle mais favorável entre os praticantes de religião. Esses achados apontam para a possibilidade de utilização dessa abordagem para uma melhor compreensão da complexidade do fenômeno da dor crônica, assim como a necessidade de expandir o conceito da assistência e reabilitação desses trabalhadores tendo como referência um modelo de cuidado integral.

    Abstract in English:

    This study presents the attitude of workers in different activities (bank workers, checkout workers and industrial workers) with chronic pain related to the Repetition Strain Injures (RSI) diagnosed in an occupational outpatient clinic - Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador (CESAT), in the State of Bahia, Brazil. Sixty five workers from a convenience sample were interviewed, using the short version of the Survey of Pain Attitude, adapted to the Portuguese language. This questionnaire contains seven domains: control, emotion, disability, physical impairment, medication, solicitude, medical cure. Student's test and Mann-Whitney test were used for comparing two and more than two means, respectively. Physical impairment was more important among male industrial workers with less limitation to work. The emotion and control domains were more favorable among people who practice a religion. These results suggest the utilization of this approach to better understand the complexity of the chronic pain among workers, and the necessity of expanding the concepts of assistance and rehabilitation in the field of Occupational Health, through an integral care model.
  • AIDS, drugs, risks and meanings: a sociocultural construction Temas Livres

    Paulilo, Maria Angela Silveira; Jeolás, Leila Sollberger

    Abstract in Portuguese:

    O artigo analisa discursos sobre o risco do HIV/Aids e das drogas, extraídos de duas pesquisas qualitativas desenvolvidas entre jovens de escolas públicas e jovens participantes em programas e serviços sociais públicos. Os dados provieram de grupos focais, oficina e resposta escrita a uma questão aberta; e questionário com questões fechadas e abertas. O texto se baseia em dois eixos de análise presentes no caso da aids e das drogas. O primeiro se relaciona à projeção do risco para um território distante estabelecido pela figura do "outro". O segundo se refere à busca do prazer trazido pelo sexo e pelas drogas, prazer constituído pela sensação de vertigem, de êxtase, de perda dos sentidos, componente oposto à racionalidade esperada pelo discurso preventivo. A compreensão sociocultural do risco nos levou a considerar que, embora cientes do discurso preventivo relacionado aos efeitos negativos das drogas e do HIV/Aids, os jovens o incorporam de forma particular, na qual aparecem inconsistências, ambivalências e ambigüidades. Concluímos que a linguagem do risco para os jovens é diferente daquela presente na área da saúde. Os riscos são concebidos e controlados em meio a diferenças culturais e não reduzidos à probabilidade de ocorrência de um evento negativo, como tratado pela linguagem racional moderna.

    Abstract in English:

    The article analyzes the discourse about the risk represented by HIV/Aids and drugs, found in two qualitative researches carried out with youngsters from public schools and from public social services and programs. The data came, for the first research, from focus groups, workshops and a written answer to an open question; and for the second one, a questionnaire with close and open questions. This text is based on two analysis axes which occur in both cases, aids and drugs. The first one is related to the projection of the risk to a distant territory established by the figure of the "other". The second one is related to the search for pleasure provided by sex and drugs, pleasure which derives from dizziness, ecstasy, senses'loss, opposed to the rationality expected by the preventive discourse. The sociocultural comprehension of the risks led us to consider that, in spite of the knowledge about the preventive discourse of the negative effects related to aids and drugs, this is done with inconsistency, ambivalence and ambiguities. It is concluded that the language of the risk for the youngsters is different from the one presented in the health area. These risks are conceived and controlled within the framework of cultural differences, not being reduced to the probability of a negative event, as in the modern rational language.
  • Anencephaly: thirteen years of epidemiological study in Pelotas city Temas Livres

    Fernández, Ricardo Ramires; Larentis, Daniela Zílio; Fontana, Tiago; Jaeger, Gustavo Pêgas; Moreira, Patrick Botelho; Garcias, Gilberto de Lima; Roth, Maria da Graça Martino

    Abstract in Portuguese:

    A anencefalia é a forma letal mais comum dentre as anomalias do SNC. Apesar dos casos isolados, a anencefalia parece ser de causa multifatorial. Este defeito ocorre devido a um não fechamento da extremidade anterior do sulco neural. Este trabalho, que tem como objetivo estudar a freqüência, a etiologia e os fatores predisponentes desta malformação, é um estudo de caso-controle de base populacional que abrange todos os nascimentos ocorridos nas cinco maternidades da cidade de Pelotas, durante o período de 1º de janeiro de 1990 a 31 de dezembro de 2002.

    Abstract in English:

    The anencephaly is the most common lethal form among the CNS anomalies. Although isolated cases occur, the anencephaly seems to be caused by multiple factors. This malformation result from closure defects of the anterior neural sulk, during embryonic development. The aim of this study was analyze the frequency, etiology, and the risk factors of this congenital malformation. This population-based case-control study range all births occurred in five maternities of Pelotas city from January, 1st 1990 to December, 12 2002.
  • Citizenship: instrument and finality of the working process in psychiatric reform Temas Livres

    Oliveira, Alice Guimarães Bottaro de; Alessi, Neiry Primo

    Abstract in Portuguese:

    A reforma psiquiátrica apresentou a necessidade de resgate dos direitos de cidadania para os doentes mentais, no contexto brasileiro, a partir do final do século 20. Busca-se analisar a cidadania como instrumento e finalidade do processo de trabalho das equipes de seis instituições de atenção extra-hospitalar em saúde mental, da rede pública de Cuiabá (M)T, no segundo semestre de 2001. Utiliza-se a dialética marxista como referencial teórico-metodológico. Apesar de se afirmar os direitos de cidadãos para os "pacientes", agora denominados "usuários" dos serviços, o paradoxo entre o conceito de cidadania e "doente mental" não foi problematizado e, portanto, não resulta em atitudes terapêuticas que possibilitem ou assegurem a participação cidadã de profissionais e usuários. A cidadania corresponde a uma abstração, excluída da esfera de trabalho e/ou tratamento. No trabalho alienado não se explicita a situação contraditória na qual os trabalhadores são agentes que operam saberes e práticas tradicionalmente excludentes e, simultaneamente, necessitam superar esse papel e produzir práticas de atenção psicossocial que respeitem o cidadão portador de transtorno mental.

    Abstract in English:

    Within the Brazilian context, starting at the end of the 20th century, the psychiatric reform presented the necessity to rescue the rights of citizenship for the mentally ill. The objective was to analyze citizenship as an instrument and an end of the team work process at six institutions of extra-hospital mental health care belonging to the public network of Cuiabá (MT), in the second semester of 2001. Marxist dialectics was used as the theoretical-methodological framework. It was observed that, even though citizen rights are affirmed for "patients", now called service "users", the paradox between the concept of citizenship and the "mentally ill patient" has not been discussed as a problem and consequently has not resulted in therapeutic attitudes that will permit or insure the participation of professionals and users as citizens. Citizenship is seen as an abstraction, excluded from the sphere of work and/or treatment. In an alienated work there is no explicit consideration of the contradictory situation in which the workers are agents that apply traditionally excluding knowledge and practices and at the same time must go beyond this role and produce practices of psychosocial care that will respect the citizen with mental disorders.
  • Pregnants' social profile in family health unities from the county of Teresópolis, Rio de Janeiro Temas Livres

    Pinto, Luiz Felipe; Malafaia, Magno de Freitas; Borges, Juliana Aguiar; Baccaro, Antônio; Soranz, Daniel Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    Estudo descritivo de mulheres gestantes, com o objetivo de caracterizar as mulheres em relação às condições sociais e à assistência à gestação. As observações pertencem a um estudo transversal, a partir de uma amostra de 69 gestantes, inscritas nas unidades de saúde da família de Beira Linha, Araras e Rosário, residentes em Teresópolis (RJ). A análise comparativa entre gestantes adolescentes x não adolescentes considerou o teste exato de Fisher para mensurar possíveis significâncias estatísticas. No período considerado, 31,9% eram mães adolescentes. Entre essas, 72,7% estavam em sua primeira gestação, e 31,9% das não adolescentes encontravam-se nessa situação (p-valor < 0,01). O papel da família na orientação quanto ao sexo é mais marcante entre as gestantes adolescentes (59,1%) do que entre as não adolescentes (25,5%) (p-valor <0,01). Cerca de 70% das mulheres engravidaram do primeiro parceiro sexual, apesar de não ter planejado a gravidez, e de 25% estar utilizando algum método contraceptivo. Embora a mãe das gestantes adolescentes possuam, em média, um número superior de filhos, quando comparadas às mães das gestantes não adolescentes, essa tendência não se repetiu entre suas filhas, o que pode estar relacionado a melhores condições sociais observadas na população estudada.

    Abstract in English:

    Descriptive study of pregnants, aiming the characterization of women in relation to social condition and pregnancy assistance. The observations are part of a transversal study, considering a sample of 69 pregnants, registered in the Family Health Unities of Beira Linha, Araras and Rosário, residing in the county of Teresópolis, Rio de Janeiro, Brazil. The comparative analysis among adolescent and non-adolescent pregnants considered the exact test of Fisher to measure statistical significance. In the considered period, 31,9% were found adolescent mothers. Among then, 72,7% were in their first gestation, and 31,9 % from the non-adolescent mothers were found in this situation (p-value< 0,01). The family role in the sexual orientation is stronger among adolescent pregnants (59,1%) than among the non-adolescent ones (25,5%) (p-value < 0,01). Near 70% of the women got pregnant from their first sexual partner, although pregnancy have not been planned before, and 25% of them were making use of a king of contraceptive method. Although the adolescent pregnants' mothers have an average of a superior number of children, when compared to the non-adolescent pregnants' mothers, this tendency was not followed by their daugthers, and this maybe related to better social conditions, observed in the researched population.
  • Research use: how to build a theoretical model of evaluation? Temas Livres

    Elias, Flávia Tavares Silva; Patroclo, Maria Aparecida de Assis

    Abstract in Portuguese:

    Diversos fóruns internacionais consideram que investigações podem subsidiar a tomada de decisão em saúde. O artigo tem como objetivo a revisão bibliográfica para propor modelo de avaliação do uso de resultados de pesquisas em políticas de saúde. Dois autores foram selecionados como referencial teórico, pela contribuição no contexto americano (Weiss, C.) e latino-americano (Trostle et al.). Foram selecionados os seguintes componentes como parte do modelo teórico: pesquisa, comunicação, interação, atores, pressão social e financiamento. Nos resultados incluíram-se critérios para avaliar cada componente. Elaborou-se matriz de efetividade da utilização de pesquisa com as categorias de análise: estrutural, operacional, estratégica, sistêmica e específica. Para demonstrar o balanço de forças atuantes no processo pesquisa/política elaborou-se matriz de fatores de promoção e de impedimento. As dimensões sociais, econômica, política, cultural e gerencial foram selecionadas. O conjunto composto pelo modelo teórico e as matrizes subsidiam a seleção de indicadores de monitoramento e avaliação de um programa de utilização de resultados de pesquisas do Ministério da Saúde.

    Abstract in English:

    Many international forums agree that scientific investigations are a subsidy for the decision making process in health. The goal of this article is that of making a bibliographical revision which may allow the proposal of a suitable model for evaluating how results of researches are used in the development of health policies. Two authors were chosen as a theoretical referential due to their contributions in the contexts of America (Weiss, C.) and Latin-America (Trostle et al.). The following components were included in the theoretical model: research, interaction, communication, players, social pressure and funding. Results were seen according to a specific criteria as to better evaluate each component. A matrix to evaluate how efficient the use of research data may be was developed considering categories as follows: structural, operational, strategic, systemic and specific. For demonstrate the balance of forces involved in the process of linking research to policies, an encouragement-obstacle matrix was developed. Social, economic, political, cultural and managerial dimensions were considered. The set including the model and the matrixes subsidize to select the indicators for evaluating and monitoring any program that may base itself on results of researches of the Ministry of Health.
  • The paper of the media in the prevention of HIV/AIDS and the woman's representation in the context of the epidemic Temas Livres

    Gonçalves, Erli Helena; Varandas, Renata

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo questiona o papel da mídia diante da epidemia do HIV/Aids. Toda a discussão é travada à luz da bioética, tentando sempre apreender os dilemas morais subjacentes nas mensagens de prevenção do HIV/Aids. Pautar se a mídia considerou os rumos da epidemia na medida em que essa ia se modificando; refletir se as campanhas educativas do HIV/Aids ponderavam as assimetrias de gênero, a sexualidade e os processos de socialização.

    Abstract in English:

    The present article tries to question the mission of the media before the epidemic of HIV/AIDS. The whole discussion is supposed, in the light of the bioethics, to try to apprehend the tenor of the messages transmitted in the context of the disease. To discuss if the media had considered the different ways of the epidemic while they were being modified; to think if the HIV/AIDS educative campaigns had considered the gender differences, the sexuality and the socialization process.
  • Normatization, State, and health: issues on the formalization of health laws Temas Livres

    Silva, Patrícia Fernandes da; Waissmann, William

    Abstract in Portuguese:

    A atualidade é um ambiente de turbulência em que as bases científicas vêm sendo redefinidas, conforme demonstra o trabalho de vários autores que propõem novas maneiras de enfocar as questões que surgem na sociedade de hoje. Neste contexto, descrevemos a saúde, como conceituada pela Organização Mundial de Saúde e pela Constituição Brasileira de 1988, como matéria transdisciplinar, que requer uma abordagem igualmente ampla e considera os desafios epistemológicos atuais. O direito, ciência da modernidade, é desafiado em seus fundamentos por esta atualidade, que impõe uma busca de novas soluções, de acordo com seus novos caminhos. Este artigo busca apresentar questões sobre Estado, normatização e saúde, ao propor uma leitura a partir de autores vindos da sociologia, ao ampliar o espectro de análise e ao abarcar as questões epistemológicas de maneira transdisciplinar.

    Abstract in English:

    The actuality is a turbulent environment where the scientific basis have been redefined, according to the work of many authors who have proposed new ways to focus the issues arising in today's society. In this context, we describe health, as states by WHO and by the Brazilian Federal Constitution of 1988, as a transdisciplinary subject, requiring an equally wide approach, considering the current episthemological challenges. Laws, as a modern science, has been challenged in its foundations by this actuality which imposes a quest for new solutions, according to its new ways. This article seeks to present issues on the State, normatization and health, proposing an intake from authors coming from the sociology field, widening the range of analysis and seeking to cover the episthemological questions in a transdisciplinary way.
  • A social representation study of oral health among mothers in rural areas, Itaúna (MG), 2002 Temas Livres

    Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães de; Pordeus, Isabela Almeida; Modena, Celina Maria

    Abstract in Portuguese:

    Análise das representações sociais sobre o processo saúde-doença bucal entre 29 mães de escolares residentes no meio rural de Itaúna, em 2002. As entrevistas semi-estruturadas foram transcritas e a análise de conteúdo foi desenvolvida. A análise mostra que as representações sociais sobre saúde-doença estão vinculadas à alimentação e utilização de serviços médicos. Em relação ao processo saúde-doença bucal, identifica-se um discurso associado às normas odontológicas de higiene e dieta. A cárie dentária é vista como uma experiência inevitável, mas a perda dentária, não. Apesar de as condições materiais de vida no meio rural dificultarem a adoção de práticas consideradas favoráveis à saúde bucal, essas mulheres são cobradas em relação ao trabalho de cuidar dos filhos. Essa vivência contraditória causa sentimentos negativos (culpa) e, como conseqüência, queda na qualidade de vida nessa população. Na realidade de vida das entrevistadas, verifica-se que, apesar de as mesmas apresentarem informações sobre o cuidado bucal e desejarem "cuidar dos filhos direito", uma complexa rede de fatores sociais, econômicos, culturais etc., não favorece a promoção de saúde. O planejamento das ações de saúde bucal coletiva deveria levar em consideração não somente dados epidemiológicos quantitativos, mas também as representações sociais sobre saúde bucal.

    Abstract in English:

    The study evaluated social representation on oral health-illness process between 29 scholarship's mothers in rural areas from Itaúna, in 2002. Semi-structured interviews were transcripted and content analysis was developed. The results have showed that social representation of health-illness was associated with food intake and medical service utilization. Discourse on oral health-illness process was related to dental hygiene and diet rules. Dental caries were an inevitable experience, but tooth loss was not. Despite material conditions of life in rural area have not enabled favorable oral health practices, these mothers were considered responsible for their children oral health care. This contradicted life has caused negative feelings (as guilty) and, consequently, bad quality of life. Respondents have had information about oral home care and they desired to "take care of children well". However, a complex net of social, economic and cultural factors has not favored health promotion. Planning public oral health actions should take in account not only quantitative epidemiological data but social representation of oral health.
  • Violência e estilos de masculinidade: violência, cultura e poder Resenhas

    Nascimento, Elaine Ferreira do
  • Masculinidades Resenhas

    Gomes, Romeu
  • A confraria da esquina. O que os homens de verdade falam em torno de uma carne queimando: etnografia de um churrasco de esquina no subúrbio carioca - RJ Resenhas

    Costa, Eduardo
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br