• Editorial Editorial

    Assis, Simone Gonçalves de; Avanci, Joviana Quintes; Pesce, Renata Pires
  • The situation of Brazilian children and adolescents with regard to mental health and violence Debate

    Assis, Simone Gonçalves de; Avanci, Joviana Quintes; Pesce, Renata Pires; Ximenes, Liana Furtado

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo reflete sobre as violências cometidas contra crianças e adolescentes brasileiros e suas repercussões sobre a saúde mental, propondo um debate sobre a necessidade das políticas públicas de saúde priorizarem temáticas de tamanha relevância. No país, tem-se verificado que a discussão dos temas "violência e problemas de saúde mental em crianças e adolescentes" vem ocorrendo de forma fragmentada e pouco consistente. Este trabalho traz uma seleção não sistemática de estudos epidemiológicos desenvolvidos em escolas e comunidades brasileiras sobre o assunto. A ampla variedade e a prevalência da violência familiar e comunitária e dos problemas de saúde mental são apontadas, ressaltando-se as diferenças metodológicas dos métodos de aferição e a concentração de estudos nas regiões sul e sudeste do país. A ainda escassa rede de atendimento para os problemas aqui tratados é sinalizada, assim como a falta de preocupação com a prevenção do transtorno mental e com a promoção da saúde mental.

    Abstract in English:

    This article reflects about the situation of mental health and violence against Brazilian children and adolescents, proposing a discussion about the need for public health policies including these extremely relevant issues in their priority agenda. In Brazil, the debate about this problem has occurred in a fragmented and not very consistent way. This article presents a non-systematic selection of epidemiological investigations on this subject conducted in Brazilian schools and communities. The great variety and prevalence of familiar and community violence and of mental health problems is pointed out and the methodological differences between the studies and the concentration of studies in the South and Southeastern regions of the country are emphasized. The article still highlights to the scarce service network for dealing with this kind of problem and the lack of concern with the prevention of mental disorders and promotion of mental health.
  • About research, its consequences and interests Debatedores

    Amarante, Paulo
  • Comments on the article of Assis et al. Debatedores

    Abelha, Lúcia
  • Comments on the text "The situation of Brazilian children and adolescents with regard to mental health and violence" Debatedores

    Reichenheim, Michael Eduardo
  • The authors reply Debatedores

  • Conceptualization about internalizing problems in children and adolescents Article

    Wilkinson, Paul

    Abstract in Portuguese:

    Esta revisão discute o conceito de transtornos internalizantes, descrevendo os dois principais tipos deste problema: depressão e ansiedade. Será discutido o quanto eles têm em comum, mas também as principais diferenças entre eles. Para ilustrar estas características em comum e as diferenças, serão usados dados de estudos modernos usando análise fatorial de sintomas, etiologia, tratamento e prognóstico. Na conclusão, será feita uma tentativa de responder a questão onde os problemas internalizantes deveriam ser inseridos nos esquemas futuros de classificação diagnóstica.

    Abstract in English:

    This review will discuss the concept of internalizing disorders. It will describe the two main types of internalizing disorder: depressive and anxiety disorders. It will discuss how they have much in common, but that there are also key differences. The review will use data from modern studies of symptom factor analysis, aetiology, treatment and prognosis to illustrate the commonalities and differences. It will conclude by trying to answer where internalizing disorders should be placed in future diagnostic classification schemes.
  • When living with violence brings a child close to depressive behavior Artigo

    Avanci, Joviana; Assis, Simone; Oliveira, Raquel; Pires, Thiago

    Abstract in Portuguese:

    O estudo investiga a associação entre o comportamento retraído/depressivo de crianças escolares e a presença/ausência de violências vividas em casa, na escola e na comunidade. É um estudo descritivo com dados seccionais de 479 alunos entre 6 e 13 anos de idade, da 1ª série do ensino fundamental de escolas públicas de um município do Rio de Janeiro. O desenho amostral é do tipo conglomerado simples em três estágios de seleção, com proporção de 50%, nível de confiança de 98% e erro relativo de 5%. Variáveis sociodemográficas da criança e da família, a subescala de retraimento/depressão (CBCL), a Escala de Conflitos e de violência na escola e na comunidade são investigadas. A análise de correspondência múltipla foi a principal técnica estatística empregada. Os resultados indicam que as diferentes vitimizações de violência tendem a estar mais próximas do comportamento de retraimento/depressão a nível clínico e limítrofe. Programas e políticas públicas necessitam abordar a conjuntura da vida infantil, com o foco na intervenção dos problemas de saúde mental, das violências e da condição de vitimização de crianças e adolescentes, com vistas a interromper as revitimizações pela violência, assim como as suas conseqüências.

    Abstract in English:

    The present study investigates the relation between withdrawn/depressive behavior of schoolchildren and presence/absence of violence experienced at home, at school and in the community. This descriptive cross-sectional study is based on data from a sample of 479 schoolchildren between 6-13 years of age, attending the first grade in the public elementary schools of a city of the state of Rio de Janeiro, Brazil, 2005. The multi-stage cluster sampling strategy involved three selection stages with 50% proportion, 98% confidence level and relative error of 5%. Socio-demographic variables of the child and the family, the withdrawal/depression sub-scale (CBCL), Conflict Tactics Scale and school and community violence scale are investigated. Multivariate Correspondence Analysis indicates that the different violence victimizations tend to be closer to clinical and borderline withdrawn/depressive behavior. Programs and public policies must address the life circumstances of the child, with focus on interventions in mental health problems, violence and victimization in order to interrupt the cycle of re-victimization through violence and its consequences.
  • A psychosocial perspective of depressive symptoms in adolescence Artigo

    Aragão, Thais Araújo; Coutinho, Maria da Penha de Lima; Araújo, Ludgleydson Fernandes de; Castanha, Alessandra Ramos

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho objetivou apreender as representações sociais (RS) da depressão entre adolescentes inseridos no contexto do ensino médio. Participaram 222 adolescentes, de ambos os sexos (53% masculino e 47% feminino), com idades entre 14 e 19 anos, que cursavam da primeira a terceira série do ensino médio. Os instrumentos utilizados foram: inventário de Beck para medir depressão (BDI), que serviu de screening na seleção da amostra, sendo o ponto de corte utilizado de 17. Os adolescentes que obtiveram este somatório foram convidados a participar do segundo momento do estudo, no qual foram aplicados os testes de associação livre de palavras com os estímulos indutores: depressão, pessoa deprimida e eu mesmo, posteriormente as entrevistas semi-estruturadas. Verificou-se que os adolescentes ancoraram suas RS da depressão como sinônimo de dor, mágoa, infelicidade, ódio, morte, desânimo, angústia, solidão e choro. As RS elaboradas pelos atores sociais desta pesquisa revelaram uma similitude com a concepção/descrição, tal como descreve a nosologia psiquiátrica. A partir desses resultados, pretende-se, além de compreender o sofrimento provocado pela sintomatologia depressiva, contribuir para uma melhor qualidade de vida desses adolescentes.

    Abstract in English:

    This study aimed at understanding the social representations (SR) of depression among adolescents on high school level. Two hundred and twenty-two (222) adolescents of both sexes (53% male and 47% female), aged between 14 and 19 years and attending the first, second and third grades of high school participated in the study. The instruments used were: the Beck Depression Inventory (BDI) for selecting the sample, using 17 as a cut point. The adolescents who achieved this score were invited to participate in the second part of this study consisting of semi-structured interviews and application of Free Association Tests with the stimulus words: depression, depressed person and me. It was verified that the adolescents anchored their SR of depression as synonym for pain, grief, misfortune, hatred, death, discouragement, anxiety, solitude and tears. The SR elaborated by the social actors of this study revealed a similarity with the conception/description, as described in psychiatry. The purpose of this study besides helping to understand the suffering provoked by depressive symptoms is to contribute to a better quality of life of these adolescents.
  • Epidemiological analysis of morbidity and mortality from suicide among adolescents in Minas Gerais, Brazil Artigo

    Abasse, Maria Leonor Ferreira; Oliveira, Ronaldo Coimbra de; Silva, Tiago Campos; Souza, Edinilsa Ramos de

    Abstract in Portuguese:

    Trata-se de estudo descritivo, com objetivo de realizar análise epidemiológica da morbimortalidade por suicídio na faixa etária de 10-19 anos de residentes em Minas Gerais. Para os dados de mortalidade, utilizou-se o Sistema de Informação sobre Mortalidade - DATASUS/MS, entre 1980 e 2002, e de morbidade, o Sistema de Informação Hospitalar, entre 1998 e 2003. Analisaram-se freqüências simples absoluta e relativa de 2.338 internações e 1.212 óbitos, estratificadas por sexo, faixa etária e meios usados para perpetrar a auto-agressão. Utilizou-se para o cálculo das taxas a população extraída do censo e projeções intercensitárias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Adotou-se a Classificação Internacional de Doenças 9ª revisão (1980 e 1995) e a 10ª revisão a partir de 1996, códigos E950 a E959 e X60 a X84, respectivamente. Os resultados mostraram maior freqüência de internações entre mulheres. A auto-intoxicação foi o meio mais comum nas tentativas de suicídio para ambos os sexos. No entanto, foi observada maior mortalidade entre os homens, cujos principais meios escolhidos foram enforcamento e arma de fogo, formas mais letais do que as utilizadas pelas mulheres (intoxicação). Diante de tais achados, os autores destacam a necessidade de prevenção desse agravo junto à população de adolescentes.

    Abstract in English:

    This study is a descriptive epidemiological analysis of morbidity and mortality from suicide in people aged 10 to 19 years living in the state of Minas Gerais. The source of the mortality data were the data available in the Mortality Information System, DATASUS of the Ministry of Health, over the period 1980-2002. The morbidity data were collected from the Hospital Information System, over the period 1998-2003. Absolute and relative simple frequencies of 2.338 hospitalizations and 1.212 deaths from attempted suicide and suicide over the chosen period were analyzed according to sex, age and method used. The population data used for calculating rates was extracted from the census conducted by the Brazilian Institute of Geography and Statistics. The International Classification of Diseases - ICD 9, from the years 1980 to 1995 and the 10th review since 1996, codes E950 to E959 and X60 to X84, were adopted respectively. The highest hospitalization rates were found among women. Self-poisoning was the most common method for attempting suicide in both sexes. However, adolescent males had the highest mortality rates and the most common methods of suicide (hanging and use of firearms) were more lethal than the method commonly chosen by females (self-poisoning). Based on these findings, the authors emphasize the need for preventing these events among young people.
  • Violence and post-traumatic stress disorder in childhood Artigo

    Ximenes, Liana Furtado; Oliveira, Raquel de Vasconcelos Carvalhães de; Assis, Simone Gonçalves de

    Abstract in Portuguese:

    O artigo apresenta a prevalência dos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) em crianças escolares (6-13 anos) do município de São Gonçalo, Rio de Janeiro. Investiga também a associação entre TEPT, violência e outros eventos de vida adversos. O processo de amostragem utilizado foi por conglomerados em três estágios de seleção. Quinhentos pais dos estudantes foram entrevistados sobre o comportamento de seus filhos. Para avaliar os sintomas de TEPT, foi utilizado a Child Behavior Checklist -Posttraumatic Stress Disorder Scale (CBCL). Também foi aplicada a Escala Tática de Conflitos (CTS), que avalia violência familiar, e outros instrumentos que investigam o perfil socioeconômico da criança, a relação familiar, as características da criança e outros eventos de vida difíceis. Foi construído um modelo hierárquico de variáveis associadas ao TEPT, a partir do critério de 5% de significância. A prevalência dos sintomas de TEPT foi 6,5%. A análise estatística multivariada sugeriu um modelo explicativo de TEPT caracterizado por dezoito variáveis, como algumas características da criança, específicos eventos de vida adversos, violência familiar e outros fatores familiares. Os resultados revelam a necessidade de se trabalhar com a criança em momentos de sua vida especialmente difíceis, com a intenção de prevenir ou minimizar o seu impacto no funcionamento mental e social.

    Abstract in English:

    This study presents the prevalence of symptoms of Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) in 500 schoolchildren (6-13 years old) in São Gonçalo, Rio de Janeiro. It also investigates the association between PTSD, violence and other adverse events in the lives of these children. The multi-stage cluster sampling strategy involved three selection stages. Parents were interviewed about their children's behavior. The instrument used to screen symptoms of PTSD was the Child Behavior Checklist-Posttraumatic Stress Disorder Scale (CBCL-PTSD). Conflict Tactics Scales (CTS) were applied to evaluate family violence and other scales to investigate the socioeconomic profile, familiar relationship, characteristics and adverse events in the lives of the children. Multivariate analysis was performed using a hierarchical model with a significance level of 5%. The prevalence of clinical symptoms of PTSD was of 6.5%. The multivariate analysis suggested an explanation model of PTSD characterized by 18 variables, such as the child's characteristics; specific life events; family violence; and other family factors. The results reveal that it is necessary to work with the child in particularly difficult moments of his/her life in order to prevent or minimize the impact of adverse events on their mental and social functioning.
  • The relation between teachers with psychological distress and schoolchildren with behavior problems Artigo

    Lyra, Gabriela Franco Dias; Assis, Simone Gonçalves de; Njaine, Kathie; Oliveira, Raquel de Vasconcellos Carvalhaes de; Pires, Thiago de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    O presente estudo tem por objetivo analisar a relação entre professores com sofrimento psíquico e crianças escolares com problemas de comportamento. Um total de 151 professores avaliou a presença de problemas de comportamento em 372 alunos, através da escala Teacher´s Report Form (TRF). Os alunos foram selecionados através de amostragem por conglomerados e estavam matriculados na primeira série do ensino fundamental. Os professores também responderam a um questionário auto-aplicado a fim de avaliar algumas características pessoais e a presença de sofrimento psíquico (Self Reported Questionnaire SRQ-20). A prevalência de sofrimento psíquico encontrada entre os professores foi de 21,8%. Os resultados mostram percentuais mais elevados na identificação de problemas internalizantes pelas professoras que apresentam sofrimento psíquico.

    Abstract in English:

    The present article aims to analyze the relation between teachers suffering from psychological distress and school children with behavioral problems. A total of 372 children were evaluated by teachers through utilizing the Teachers Report Form (TRF). The teachers also answered a questionnaire in order to evaluate some personal characteristics and the presence of psychological distress (Self Reported Questionnaire, SRQ-20). The prevalence of psychological distress found was of 21.8%. The results show that the teachers presenting psychological distress identified higher percentages of internalizing problems in the children.
  • A reflection about prevention of violence based on a study on human aggressiveness Artigo

    Andrade, Elaine Vasconcelos de; Bezerra Jr., Benilton

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste artigo é oferecer uma ferramenta que ilumine a compreensão acerca dos comportamentos agressivos e das situações violentas comumente encontrados na instituição escolar. As palavras "violência" e "agressividade" não são utilizadas de forma inequívoca e estabelecer uma cartografia que demonstre tal fato permite a designação de lugares e formas de tratamento específicos aos fenômenos. Seguindo o modelo teórico proposto pelo psicanalista Donald Winnicott, faremos uma discussão das diferenças entre agressividade e violência, ilustrando-a com a apresentação de um caso trabalhado por nossa equipe de saúde em uma escola pública do estado do Rio de Janeiro. Diante dos questionamentos levantados e das dificuldades encontradas, procuramos mostrar que a desnaturalização da violência e a despatologização da agressividade nos oferecem a possibilidade de propor ações que não se restrinjam ao controle e à correção de tais manifestações, mas que possam ser mais eficientes em prevenir a irrupção e a reprodução de situações violentas, por levarem em conta o contexto social em que emergem e as experiências subjetivas nelas envolvidas.

    Abstract in English:

    The aim of the present article is to offer a tool to enlighten the comprehension of aggressive behavior and violent situations often found in educational institutions. The words "violence" and "aggressiveness" are not used in an unequivocal way, and the establishment of a map showing this fact allows designating places and ways of treatment specific for the phenomena. Following the theoretical model of the psychoanalyst Donald Winnicott, we will discuss the differences between aggressiveness and violence, illustrating them through the presentation of a case experienced by our health team in a public school in the state of Rio de Janeiro. In face of the difficulties found and the questions raised, we sought to show that the denaturalization of violence and the depathologization of aggressiveness offer us the possibility to propose actions which are not restricted to the control and correction of such manifestations, but can be more efficient in preventing the irruption and reproduction of violent situations for considering the social context in which they emerge and the subjective experiences involved.
  • Stressing events in socially vulnerable children and adolescents in Porto Alegre Artigo

    Poletto, Michele; Koller, Sílvia Helena; Dell'Aglio, Débora Dalbosco

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo investigou a ocorrência e o impacto de eventos estressores para 297 crianças/adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre (ambos os sexos; 7-16 anos, M = 11,22; SD = 2,13). O grupo 1 (G1) consistiu em 142 participantes, que viviam com suas famílias e o grupo 2 (G2), em 155 institucionalizados. Todos foram entrevistados e responderam individualmente ao Inventário de Eventos Estressores na Infância/Adolescência. Os eventos estressores mais freqüentes para amostra total foram: cumprir ordens dos pais (85,2%); discussão com amigos (72,9%); morte de familiares (71,8%); reprovação escolar (69,2%); e brigas com irmãos (68%). Um teste t de Student revelou diferença significativa entre G1 e G2 (p< 0,001) na variável ocorrência de eventos estressores, sendo que G2 apresentou médias mais altas (M = 26,79; SD = 8,67) que G1 (M = 19,16; SD = 9,37). Os eventos que tiveram maior impacto na amostra estudada foram: morte dos pais e amigos, estupro, rejeição de familiares e sofrer violência. Não houve diferença significativa entre meninos e meninas (p>0,05). A alta ocorrência e impacto de eventos estressores expõem a situação de vulnerabilidade social e familiar, presença de violência e privação de recursos em ambos os grupos.

    Abstract in English:

    This paper investigated the occurrence and impact of stressing events for 297 low- income children/adolescents (both sexes; 7-16 years, M =11.22; SD = 2.13) in the city of Porto Alegre. Group 1 (G1) consisted of 142 participants (living with their families) and Group 2 (G2) of 155 institutionalized individuals. All were individually interviewed and answered the Stressing Events Inventory for Children/Adolescents. The most frequent stressing events for the sample were: follow orders given by the parents (85.2%); quarrels with friends (72.9%); death of relatives (71.8%); failure at school (69.2%); and rivalry of siblings (68%). Student's t-test revealed significant difference between groups (p <0,001) regarding the occurrence of stressing events, G2 presented higher scores (M = 26.79; SD = 8.67) than G1 (M = 19.16; SD = 9.37). The events that caused the greatest impact upon the studied group were: death of parents and friends, rape, rejection by relatives and violence. There was no significant difference between sexes (p>0.05). The high frequency and strong impact of stressing events reveal the situation of social and familiar vulnerability, presence of violence and lack of resources in the whole group.
  • Children and adolescents in street situation: contributions to an understanding of vulnerability and disaffiliation Artigo

    Gontijo, Daniela Tavares; Medeiros, Marcelo

    Abstract in Portuguese:

    O conceito de vulnerabilidade vem sendo discutido no campo da saúde coletiva como um potencial instrumento para transformação nas práticas de saúde, uma vez que possibilita uma articulação entre indivíduo-coletivo. Entendendo a saúde como um processo de subjetivação determinada por contextos sociais, culturais e históricos, o presente artigo pretende abordar o tema crianças e adolescentes em situação de rua, a partir do conceito de vulnerabilidade, com base nas lentes teóricas apresentadas por Robert Castel. Castel entende a situação de marginalidade vivenciada por diferentes indivíduos e grupos sociais de forma dinâmica, através dos eixos do trabalho e da inserção relacional. No que se refere às crianças e adolescentes em situação de rua, acreditamos que elas refletem um processo de intensificação da vulnerabilidade (que culmina na desfiliação) a que estão submetidas milhares de famílias brasileiras, em virtude do quadro de extrema desigualdade social vivenciado em nosso país. Esperamos que nossas reflexões contribuam para a construção de um referencial teórico em saúde coletiva que forneça subsídios para o planejamento e implementação de ações de saúde direcionadas a esta população.

    Abstract in English:

    The concept of vulnerability is being discussed in the public health area as a potential tool toward the transformation of the health practices for allowing an articulation individual-community. Understanding health as a process of subjectivation determined by social, cultural and historical contexts, this article aims to approach the question children and adolescents in street situation on the basis of the concept of civil vulnerability, using the theoretical background presented by Robert Castel. This author understands the social marginalization lived by different individuals and social groups in a dynamic form, determined by the association of work and social insertion. As refers to children and adolescents in street situation, we believe that they are reflecting a process of intensified vulnerability (culminating in disaffiliation) to which thousands of Brazilian families are subject due to the extreme social inequalities in our country. We hope that our theoretical discussion will be able to contribute to the development of a theoretical reference in public health and to the planning and implementation of health actions directed to this population.
  • Mental health in primary care: ways to reach an integral care Artigo

    Tanaka, Oswaldo Yoshimi; Ribeiro, Edith Lauridsen

    Abstract in Portuguese:

    A atenção básica de saúde, impulsionada pela estratégia da saúde da família, tem o grande desafio de incorporar de ações de enfrentamento às situações de violência e problemas de saúde mental. O trabalho analisou a atenção prestada a 411 crianças de cinco a onze anos em uma UBS na cidade de São Paulo. Os dados clínicos foram comparados com um inventário de sintomas padronizados Child Behavior Checklist (CBCL). Entrevistas semi-estruturadas foram aplicadas complementarmente em pediatras. O trabalho mostra que os pediatras têm baixa capacidade de reconhecer problemas de saúde mental em crianças. Os principais fatores relacionados a este baixo desempenho foram: deficiência na formação, carência de possibilidade de atuação concreta frente à queixa ou hipótese diagnóstica. O processo de reorganização do trabalho na atenção básica deveria contemplar a oferta de apoio técnico específico em saúde mental, propiciando a incorporação de tecnologias de intervenção mais apropriadas, como acolhimento e escuta qualificada. A incorporação dos aspectos psicossociais na prática cotidiana da atenção básica possibilitará a ampliação do conceito saúde-doença e abrirá caminho para a abordagem das situações de violência às crianças atendidas na rede básica de serviços de saúde do SUS.

    Abstract in English:

    A great challenge for the primary healthcare system, implemented by the strategy called the Family Health Program, is to incorporate actions for facing situations of violence and mental health problems. This study analyzed the care delivered to 411 children between five and eleven years of age in a primary care unit in the city of São Paulo. The clinical findings were compared to a standard inventory of symptoms (CBCL). In addition, semi-structured interviews were held with pediatricians. The study shows low capacity of the pediatricians to recognize mental health problems in children. This is mainly due to deficiencies in their training and lack of possibilities for concrete intervention to face a complaint or diagnostic hypothesis. The reorganization process of primary care will need to provide specific technical support in mental health, incorporating more appropriate technologies for intervention such as a humanized approach and qualified listening. The inclusion of psychosocial aspects in the everyday practice of primary care will make it possible to broaden the concept of health and open way for an integrated approach to situations of violence related to children assisted by the primary care network of the Brazilian Health System.
  • Measuring child exposure to violence and mental health reactions in epidemiological studies: challenges and current issues Article

    Duarte, Cristiane Seixas; Bordin, Isabel Altenfelder Santos; Green, Genevieve Rachel; Hoven, Christina W.

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo examina os desafios e perspectivas atuais envolvidos na mensuração da exposição a diferentes tipos de violência e problemas de saúde mental em crianças e adolescentes. Instrumentos padronizados apropriados para estudos epidemiológicos, selecionados com base em sua relevância na literatura, são brevemente descritos e comentados. A avaliação de exposição à violência em crianças pode dizer respeito a um evento específico (como sequestro) ou um contexto específico (como guerra) ou mesmo um determinado tipo de exposição (como violência física intrafamiliar). A avaliação da saúde mental infantil após a exposição à violência tradicionalmente concentrou-se na avaliação do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) - freqüentemente avaliado através de escalas não-diagnósticas. Porém, outras reações psicológicas podem ocorrer e instrumentos que podem ser usados para avaliar estas reações também são descritos neste artigo. Dois tópicos de importância emergente - a avaliação de prejuízo funcional e do pesar traumático em crianças - são também apresentados. Instrumentos culturalmente apropriados são essenciais para a identificação de problemas de saúde mental em crianças após a exposição à violência.

    Abstract in English:

    This paper examines challenges and current issues involved in measuring exposure to different types of violence which are associated mental health problems in children and adolescents. Standardized measures suitable for epidemiological studies, selected based on their relevance in the current literature, are briefly described and commented. The assessment of child's exposure to violence may focus on a specific event (e.g., kidnapping), a specific context (e.g., war) or even of a certain type of exposure (e.g., intrafamilial physical violence). The assessment of child mental health after exposure to violence has traditionally focused on posttraumatic stress disorder (PTSD) - most frequently measured through non-diagnostic scales. However, other mental health reactions may be present and screening as well as diagnostic instruments which may be used to assess these reactions are also described. Two issues of emerging importance - the assessment of impairment and of traumatic grief in children - are also presented. Availability of culturally appropriate instruments is a crucial step towards proper identification of child mental health problems after exposure to violence.
  • Resilience: a new perspective in health promotion? Artigo

    Noronha, Maria Glícia Rocha da Costa e Silva; Cardoso, Paloma Sodré; Moraes, Tatiana Nemoto Piccoli; Centa, Maria de Lourdes

    Abstract in Portuguese:

    O estudo é descritivo a respeito de alguns conceitos sobre resiliência, buscando um entendimento, considerando os pressupostos da promoção da saúde no contexto do Programa Saúde da Família (PSF). A resiliência apresenta-se na área das ciências humanas e da saúde como um tema novo. Nas ciências humanas, a resiliência representa a capacidade de um indivíduo construir-se positivamente frente às adversidades, procura abranger outras dimensões mais atentas às condições sociais. Observou-se que não há consenso sobre o tema, mas que este apresenta aspectos concernentes com a promoção da saúde. Destacou-se o entendimento moderno de promoção da saúde de modo a ilustrar aspectos que se relacionam à resiliência, como a ampliação da capacidade dos indivíduos de apropriarem-se dos determinantes das condições de saúde. Considerando que a promoção da saúde é uma das atribuições do PSF, contextualizou-se esse programa, enfatizando a atuação dos profissionais dessa área e sua relação com o tema, buscando a promoção da saúde e trabalhando com a resiliência. A equipe multiprofissional de Saúde da Família é fator de proteção junto às famílias, identificando possíveis fatores de risco e, ao mesmo tempo, se mostrando como uma rede de apoio e de proteção. A ênfase na promoção da resiliência não deve substituir as políticas de combate à desigualdade social e condições de vida precárias de alguns sujeitos.

    Abstract in English:

    This descriptive study deals with some concepts of resilience seeking to understand the concept from the viewpoint of health promotion, one of the basic principles of the Brazilian Family Health Program (FHP). Resilience appeared as a new subject in human sciences and in the health area. In human sciences, resilience means the positive capacity of an individual to construct itself coping with adversities, a dimension more attentive to social conditions. Although there is no consensus with regard to this subject, there seem to be some aspects related with Health Promotion. We emphasize the modern understanding of Health Promotion in order to illustrate some aspects associated with resilience such as the greater capacity of Man to decide about the determinants of his health condition. Given that Health Promotion is one of the attributions of the Family Health Program, we contextualized the program emphasizing the action of the health professionals in this area in relation to the subject, seeking to promote health working with resilience. The multi-professional teams of the Family Health Program represent at the same time a network of support and protection for the families, identifying possible risk factors. The emphasis given to the promotion of resilience however should not substitute the public policies for fighting the social inequality and precarious life conditions of part of the population.
  • Family violence and aggressive and oppositional behavior in childhood: a literature review Revisão

    Pesce, Renata

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo, realizou-se uma revisão da literatura mundial sobre dois temas importantes: violência familiar e problemas de comportamento agressivo e desafiador opositivo na infância. Optou-se por selecionar publicações que utilizaram a CBCL- Child Behavior Checklist como instrumento para mensurar os problemas comportamentais em crianças. Este inventário é internacionalmente conhecido por sua boa confiabilidade e validade, sendo considerado eficiente para rastrear problemas de comportamento na infância. O material encontrado mostrou que a violência conjugal predomina nos estudos como tipo de maus tratos familiar com potencial para causar problemas de agressividade e transgressão em crianças. Outro ponto discutido foi a falta de consenso sobre as nomenclaturas utilizadas nos artigos para referir-se a tais problemas comportamentais. A revisão mostrou que ainda se fazem necessárias pesquisas mais aprofundadas sobre a temática em questão, principalmente para se pensar em prevenção e promoção da saúde na infância e adolescência. Comportamentos agressivos em crianças tendem a manter-se ao longo do tempo e de forma cada vez mais acentuada, fato que aponta para estratégias de prevenção desses agravos a serem desenvolvidas nos contextos escolar, familiar e da saúde.

    Abstract in English:

    This article presents a review of the world literature about two important subjects: family violence and problems of aggressive behavior and oppositional defiant disorder in childhood. We opted for publications that had used the CBCL- Child Behavior Checklist for investigating behavior problems in children. This instrument is internationally recognized for its reliability and validity, considered an efficient tool for identifying behavior problems in children. Our findings showed that marital violence predominated in the studies as kind of familiar violence able to cause problems of aggressiveness and transgression in children. Another point discussed was the lack of consensus on the terms used in the articles to refer to such behavior problems. The review showed the need for in-depth studies into this subject, mainly in the sense of thinking about prevention and health promotion in childhood and adolescence. Aggressive behavior in children tends to remain and increase over time, a fact that points to the need for strategies for preventing these problems in the school, familiar and health environments.
  • Conceptual model of comprehensive research metrics for improved human health and environment Review

    Engel-Cox, Jill; Van Houten, Bennett; Phelps, Jerry; Rose, Shyanika

    Abstract in Portuguese:

    A avaliação de desempenho compreendia predominantemente resultados de curto prazo avaliados através de bibliometria, mas recentemente a ênfase voltou-se à prestação de contas dos investimentos com base em resultados a longo prazo. Nosso objetivo é criar um modelo lógico e métricas associadas através dos quais possamos avaliar a contribuição de programas de pesquisa em saúde ambiental para melhorar a saúde humana, o meio ambiente e a economia. Desenvolvemos um modelo lógico que define os componentes e elos entre os programas de pesquisa em saúde ambiental extramuros subsidiados e os resultados relacionados à saúde e ao bem-estar social, qualidade ambiental e sustentabilidade, economia e qualidade de vida, com ênfase no portfólio de pesquisa em saúde ambiental do National Institute of Environmental Health Sciences (NIEHS), divisão de pesquisa e treinamento extramuros, delineando caminhos para as contribuições de cinco tipos de parceiros institucionais no processo de pesquisa. O modelo está sendo usado em aplicações específicas do NIEHS e na comunidade de pesquisa como um todo. Analisamos brevemente dois exemplos e os pontos fortes e limitações da avaliação baseada em resultados dos programas de pesquisa.

    Abstract in English:

    Performance measurement predominantly consisted of near-term outputs measured through bibliometrics, but the recent focus is on accountability for investment based on long-term outcomes. Our objective is to build a logic model and associated metrics through which to measure the contribution of environmental health research programs to improvements in human health, the environment, and the economy. We developed a logic model that defines the components and linkages between extramural environmental health research grant programs and the outputs and outcomes related to health and social welfare, environmental quality and sustainability, economics, and quality of life, focusing on the environmental health research portfolio of the National Institute of Environmental Health Sciences (NIEHS) Division of Extramural Research and Training and delineates pathways for contributions by five types of institutional partners in the research process. The model is being applied to specific NIEHS research applications and the broader research community. We briefly discuss two examples and discuss the strengths and limits of outcome- based evaluation of research programs.
  • Why are adolescents violent? Opinion

    Garbarino, James

    Abstract in Portuguese:

    O artigo discute como adolescentes tornam-se violentos a partir de uma perspectiva do desenvolvimento humano na qual o processo de formação da criança e do jovem depende de diversas variáveis biológicas, psicológicas e sociais que constituem o contexto de vida desses indivíduos. A perspectiva ecológica do desenvolvimento humano contraria simples relações de causa-efeito entre adversidades e comportamentos anti-sociais e acredita que fatores como gênero, temperamento, competência cognitiva, idade, família, entorno social e cultura combinam-se de forma complexa, influenciando o comportamento da criança e do adolescente. Algumas conclusões apontam para o fato de que a violência na adolescência usualmente começa a partir de uma combinação de dificuldades precoces nos relacionamentos, associadas a uma combinação de dificuldades temperamentais. Além disso, coloca-se que os jovens parecem ser tão maus quanto é o seu entorno social.

    Abstract in English:

    This article discusses how adolescents become violent from the perspective of human development, in which the process of formation of the child and the youth depends on diverse biological, psychological e social variables that constitute the context of life of these individuals. The ecological perspective of human development opposes simple cause-effect relations between antisocial adversities and behaviors and believes that factors such as gender, temperament, cognitive ability, age, family, social environment and culture combine in a complex way influencing the behavior of the child and the adolescent. Some conclusions point to the fact that violence in adolescence usually starts from a combination of early difficulties in relationships associated with a combination of temperamental difficulties. It is concluded that the young seem to be as bad as the social environment surrounding them.
  • Maltreatment: study from the perspective of the police department for the frotection of the child and the adolescent in Salvador, Bahia Temas Livres

    Carvalho, Ana Clara de Rebolças; Barros, Sandra Garrido de; Alves, Alessandra Castro; Gurgel, Clarissa Araújo

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo transversal descreve a ocorrência de maus-tratos em uma delegacia de proteção a crianças e adolescentes em Salvador, Bahia, entre 1997 e 1999. Dados sociodemográficos e físicos das vítimas, agressores e denunciantes foram investigados a partir de uma amostra de 2.073 casos. As vítimas apresentaram idades entre 0 e 18 anos, 56,1% do sexo feminino. De todas as manifestações de maus-tratos, exceto o abuso físico, prevaleceram as sobre o sexo feminino. O subgrupo de pré-adolescentes foi o mais atingido. O tipo de maltrato mais freqüente foi o abuso físico (64,7%). Lesões corporais ocorreram em 22,2% dos casos, a maioria concentrando-se na cabeça e pescoço (65,3%). Observou-se intensa participação do sexo masculino entre os agressores (71,8%). Houve correlação positiva entre sexo feminino e abuso sexual e o sexo masculino e abuso físico, inclusive de forma mais severa em relação à presença de lesões corporais. As denúncias foram feitas pelos pais das vítimas (72,9%), sendo o sexo feminino mais freqüente. Neste estudo, não foi identificada nenhuma denúncia realizada pelos profissionais de saúde, refletindo maior necessidade de comprometimento destes na problemática, conforme as recomendações da política de redução da morbimortalidade por acidentes e violência.

    Abstract in English:

    This cross-sectional study describes the occurrences of maltreatment recorded over three years (1997-1999) in a Brazilian Police Department for the Protection of the Child and the Adolescent. Socio-demographic and physical data of victims, aggressors and denouncers were investigated in a sample consisting of 2073 cases. The victims were aged between 0-18 years, of which 56.1% were girls. Data were entered into EPI INFO 2000 software and analyzed using descriptive statistics and chi-square test to determine significant differences (p<0.05). All manifestations of abuse, except physical abuse, tend to occur more frequently in females, and tend to be more prevalent in the 11-to-15 year-old subgroup. Physical abuse was the most common offense (64.7%). Injuries of face and jaw were found in 65.3% of the cases. Most of the aggressors were males (71.8%). There was a positive correlation between gender (female) and sexual abuse. Physical violence against boys was more intensive, as indicated by the presence of more severe body lesions. Health professionals should increase their diagnostic skills and raise the awareness of their communities to take action for reducing the incidence and the impact of violence upon children and adolescents.
  • Assistance for the adolescent victim of violence: participation of local health managers Temas Livres

    Souza, Mariluce Karla Bomfim de; Santana, Judith Sena da Silva

    Abstract in Portuguese:

    Estudo qualitativo que tem como objetivo geral analisar a participação dos gestores municipais de saúde na atenção ao adolescente, vítima de violência, no município de Itabuna, Bahia. São objetivos específicos: identificar percepções dos gestores municipais de saúde acerca da violência e suas repercussões na adolescência; identificar as políticas públicas de atenção ao adolescente implantadas no sistema municipal de saúde de Itabuna, Bahia, focalizando a violência e descrever as ações desenvolvidas pelos gestores municipais de saúde para a conformação e efetivação das políticas de atenção ao adolescente vítima de violência. Utilizamos como técnica de coleta de dados a entrevista e a análise documental. Os dados foram analisados com base na técnica de análise de conteúdo. Identificamos três categorias analíticas: a violência enquanto qualquer forma de agressão física, moral, psíquica, social, omissão e desrespeito aos direitos humanos; a violência que repercute psicologicamente na adolescência causa dor, sofrimento, desestrutura a vida e o futuro e gera violência; a atenção ao adolescente vítima de violência: limites e avanços de uma política em construção. Os achados apontam que os gestores têm direcionado suas ações para a implementação efetiva do Programa de Saúde do Adolescente com o propósito de incluir a abordagem da violência como foco de ação.

    Abstract in English:

    This qualitative study aimed at analyzing the participation of the local health managers in the assistance provided to the adolescent victim of violence in the city of Itabuna, Bahia, Brazil. Specific objectives of this study were: to identify how the local health managers perceive violence and its repercussions in adolescence; to identify the public healthcare policies directed to the adolescent implanted by the health system of Itabuna-BA, focusing on violence and on the actions developed by the local health managers toward an effective implantation of these policies. The data collected from interviews and documents were analyzed using the technique of content analysis. Analytical categories: Violence as any form of physical, moral, psychical or social aggression, omission and disrespect to the human rights; Violence has psychological repercussions in adolescence, causes pain and suffering, compromises the life and the future and generates violence; Assistance for the adolescent victim of violence: limitations and advances of a policy in construction. The results show that the managers have put forth efforts for the effective implementation of the Adolescent Health Program, with the intention to include violence as a focal issue of their actions.
  • Adolescent transgressors and the weakening of their social network when they return to the community Temas Livres

    Branco, Bianca de Moraes; Wagner, Adriana

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi compreender o sucesso ou não do cumprimento da medida de ICPAE (Interno com Possibilidade de Atividade Externa) na Fase-RS (Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul), à luz das características da rede social desses jovens infratores, bem como da percepção do funcionamento de sua família. Foram investigados quatro adolescentes, no começo e ao final do cumprimento desta medida, através da metodologia de estudo de caso. Utilizou-se o mapa da rede social e, para a avaliação do funcionamento familiar, foi utilizada a escala GARF (Global Assessment of Relational Functioning Scale). Houve uma tendência geral de empobrecimento da rede social desses jovens em relação ao primeiro mapa, bem como de centralização na família. A segunda avaliação do cumprimento da medida de ICPAE teve uma piora significativa em relação à primeira, excetuando-se o adolescente que teve a rede social mais completa, em ambos os momentos.

    Abstract in English:

    The goal of this case study was to understand the success (or failure) of the ICPAE initiative (from Portuguese: Intern with possibility of External Activity) of the Foundation for Social-Educative Services of Rio Grande do Sul in the light of the characteristics of the social network of these young transgressors and of their perception of the functioning of their family. Five adolescents were investigated in the beginning and in the end of the ICPAE experience. We used a social network map, and for evaluating the functioning of the family we used the GARF scale (Global Assessment of Relational Functioning Scale). It was observed that the social network of these youths tended to be poorer than in the first map and also that they were centered on the family. The second ICPAE assessment revealed significantly worse results in comparison to the first, except in the case of one adolescent who had the most complete social network in both moments.
  • Conceptions of normality and mental health among prisoners in a correctional institution in the city of Salvador Temas Livres

    Coelho, Maria Thereza Ávila Dantas

    Abstract in Portuguese:

    Apesar de recentemente no Brasil alguns estudos terem se dedicado à investigação dos conceitos de normalidade e saúde mental, inexistem ainda pesquisas que tratem desta questão entre infratores presos. Este trabalho pretendeu, justamente, investigar tal tema nessa parcela da população. Para tanto, utilizou o referencial metodológico de coleta e análise de dados da teoria dos sistemas de signos, significados e práticas. Verificamos que, na perspectiva dos entrevistados, a normalidade e a saúde mental estão associadas aos comportamentos apontados pela literatura científica como normais e saudáveis, o inverso ocorrendo em relação aos conceitos de anormalidade e doença mental. Um aspecto relevante deste estudo é a forma pela qual a violência criminal foi abordada pelos detentos. Ao mesmo tempo em que eles consideraram tal tipo de violência como característico de uma anormalidade ou doença, não se consideraram nem anormais nem violentos por terem cometido um delito. Esse aspecto parece apontar para a existência de duas diferentes visões: uma que reproduz o primeiro tipo de associação, e outra que admite a co-existência de um momento de violência criminal com o estado de normalidade e saúde mental.

    Abstract in English:

    Although in Brazil some recent studies analyzed the concepts of normality and mental health, there are still no investigations dealing with this question among prisoners. Thus, this work aims specifically at investigating this subject in this segment of the population. The methodology used in this study was collection of data and practical analysis according to the theory of systems of signs, meanings and practices. We verified that the interviewees associated normality and mental health with the behaviors considered normal and sane in the scientific literature. The inverse occurred in relation to the concepts of abnormality and insanity. A relevant aspect of this study was the prisoner's approach to criminal violence. At the same time they considered such type of violence as characteristic of an abnormality or illness, they did not consider themselves abnormal or violent for having committed a crime. This aspect seems to point to the existence of two different perspectives: one considering criminal violence as abnormal or insane and another that admits the coexistence of a moment of criminal violence with normality and mental health.
  • Agency and victimization in the trajectory of women involved in drug trafficking in Rio de Janeiro Temas Livres

    Barcinski, Mariana

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo tem o objetivo de problematizar a tradicional vitimização de mulheres que se envolvem com atividades criminosas, chamando a atenção para o protagonismo e a iniciativa pessoal como motivadores para trajetórias criminosas femininas. A partir da análise discursiva de entrevistas qualitativas com cinco mulheres com uma história passada de envolvimento na rede do tráfico de drogas no Rio de Janeiro, a intenção é captar os dilemas que caracterizam a forma como estas mulheres justificam a sua inserção numa atividade criminosa primordialmente masculina. Ao nível micro, a análise tratará da eficácia retórica dos diversos posicionamentos assumidos pelas participantes¹. De forma complementar, investigará de que forma as entrevistadas se apropriam de discursos hegemônicos acerca da feminilidade para dar sentido às suas estórias pessoais². Os resultados demonstram que as participantes ora apelam para os motivos externos que justificam suas escolhas (como a falta de opção que marca a trajetória de populações marginalizadas como os favelados ou o envolvimento com parceiros criminosos), ora assumem total responsabilidade por terem se envolvido com o tráfico de drogas. Neste último caso, é comum que citem o poder e o respeito que experimentavam como traficantes como o principal motivador para suas escolhas.

    Abstract in English:

    The goal of the present article is to discuss the traditional victimization of women who get involved in criminal activities, focusing on agency and personal initiative as the main motivators. Through the discursive analysis of qualitative interviews with five women with a history in drug trafficking in Rio de Janeiro we sought to capture the dilemmas that characterize the ways in which these women justify their participation in a traditional male activity. At a micro level, the analysis focuses on the rhetoric efficacy of the different positions assumed by the participants¹. At a macro level, the analysis investigates how the participants appropriate different discourses about womanhood in order to give sense to their personal histories². The results show that the participants oscillate between appealing to external causes for justifying their choice (such as the lack of options characterizing the trajectory of marginalized populations and the personal involvement with criminal partners) and assuming responsibility for having been involved in drug trafficking. In this case, they often mention the power and respect they used to experience as traffickers as the main motivator for their criminal trajectory.
  • The perception of domestic violence of pregnant and not pregnant women in the city of Campinas, São Paulo Temas Livres

    Audi, Celene Aparecida Ferrari; Corrêa, Ana Maria Segall; Turato, Egberto Ribeiro; Santiago, Silvia Maria; Andrade, Maria da Graça Garcia; Rodrigues, Maria Socorro Pereira

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo procurou analisar a percepção da violência doméstica referida por mulheres vítimas desse tipo de violência e comparar com a percepção de gestantes, vítimas ou não desse evento, assim como buscar subsídios para o planejamento e execução de estudo de coorte sobre violência doméstica entre gestantes. Realizamos pesquisa qualitativa exploratória com seleção intencional dos sujeitos, utilizando-se a técnica de grupo focal. Os sujeitos constaram de vinte e quatro mulheres subdivididas em dois grupos: (1) treze mulheres acompanhadas no Centro de Referência e Apoio às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e (2) onze mulheres grávidas atendidas no pré-natal de Unidade Básica de Saúde, selecionadas independente de serem ou não expostas à violência. Os conteúdos das falas das mulheres foram organizados em categorias temáticas e analisados, tendo-se percebido que a compreensão sobre violência doméstica é expressa de forma semelhante por mulheres, que vivenciem ou não a situação. A compreensão e discussão dos tópicos propostos para esses grupos possibilitaram o desenvolvimento de uma abordagem mais adequada das mulheres pesquisadas. O conteúdo das perguntas e sua formulação foram considerados de fácil compreensão pelas mulheres de ambos os grupos.

    Abstract in English:

    This study sought to compare the perception of domestic violence of women, victims of this kind of violence, with the perception of pregnant women, victims or not of domestic violence, as well as to search for elements allowing for the planning and execution of a cohort study on domestic violence among pregnant women. A qualitative exploratory research was conducted using the technique of convenience sampling for selecting a focal group. The subjects were twenty four women divided into two groups: (1) thirteen women from a follow-up group from a Referral Center for victims of domestic violence, and (2) eleven pregnant women that were participating in the pre-natal care program in a primary care unit, selected independently of suffering domestic violence or not. The data collected were transcribed, conceptually decoded and qualified for qualitative analysis. The contents of the women's discourse were analyzed on the basis of thematic categories. It was observed that domestic violence was perceived in a similar way by both studied groups, independently from the fact of having or not experienced a situation of this kind. The understanding and discussion of the topics proposed for the groups allowed developing a more appropriate approach to the studied women. The way the questions were formulated in the questionnaire was considered of easy understanding by both groups of women.
  • Marital violence, a social and public health problem: a study in a police station in the state of Rio de Janeiro Temas Livres

    Lamoglia, Cláudia Valéria Abdala; Minayo, Maria Cecília de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo, se apresentam dados de uma pesquisa que traçou o perfil de mulheres e homens envolvidos em situações de violência conjugal, realizada a partir de queixas notificadas em uma delegacia do interior do estado do Rio de Janeiro, no período de 1997 a 2001. Dados dos registros foram cruzados com falas de casais no balcão de atendimento. Os resultados mostram que determinantes culturais têm papel fundamental na construção dos papéis masculinos e femininos, legitimam o poder masculino sobre as mulheres, tornando-os violentos, quando por algum motivo perdem o controle das situações familiares. Mais da metade das queixas das mulheres sobre violência conjugal (53%) ocorreu por lesão corporal, e o restante configura ameaça e tentativa de homicídio (39%) e abuso psicológico (8%) por injúrias e difamações. O rosto é o lugar preferido dos homens para dar socos e provocar lesões que afetaram, especialmente, os olhos e os dentes. O artigo traz informações sobre perfil, status profissional, cor e raça dos agressores e vítimas. O texto conclui que, apesar do movimento de mulheres e de todas as conquistas, a violência conjugal continua a se reproduzir, necessitando de investimentos para ser compreendida, denunciada e superada.

    Abstract in English:

    This article presents data of an investigation for drawing the profile of men and women involved in domestic violence taken from reports made at a police station in a small city in the state of Rio de Janeiro between 1997 and 2001. Data were crossed with the speeches of the couples at the police station. The article highlights the importance of this issue for public health, confirmed both in the feminist literature and in health studies. The results show that cultural determinants have an important influence on the construction of the roles of males and females, legitimating the power of the man over the woman and turning men violent when they cannot control the situation. More than half of the reports of women (53%) was due to corporal injuries, the rest were threats and attempted murder (39%), and psychological abuse (8%) through insults and defamation. The article presents information about the profile, professional status, color and race of aggressors and victims. It is concluded that, despite the feminist movement and other achievements, domestic violence continues reproducing and investments are necessary for understanding, reporting and overcoming the problem and changing behavior patterns.
  • The discourse about adherence of chemically dependent adolescents to treatment in a public health institution Temas Livres

    Scaduto, Alessandro Antonio; Barbieri, Valéria

    Abstract in Portuguese:

    A promoção da adesão ao tratamento da dependência química (DQ) tem se mostrado um desafio em diversos contextos, em especial no caso de adolescentes, relacionando-se a pressupostos sobre quem são estes, o que se entende por dependência e qual é seu tratamento. Foram entrevistados doze profissionais de um serviço de atenção à DQ da região de Ribeirão Preto (SP), abordando os significados por eles atribuídos aos temas adolescência, uso de substâncias/dependência e seu tratamento e adesão a ele. Observou-se por parte dos entrevistados a consideração de diversos determinantes na explicação da adolescência, com a predominância, contudo, de argumentos individualizantes acerca do tema. A DQ foi entendida como uma perda pelo indivíduo do controle sobre si, implicando uma consideração do tratamento como a busca por favorecer reflexões sobre o papel do uso de substâncias em sua vida. Houve por parte dos entrevistados um discurso crítico na busca por fatores institucionais, da equipe e externos a estes na explicação da adesão ao tratamento. São discutidas as inter-relações das formações discursivas com a literatura sobre os temas abordados e suas implicações para o tratamento da DQ.

    Abstract in English:

    Promoting adherence to chemical dependence (CD) treatment has been a challenge in several contexts, especially regarding adolescents. Such challenge has been related to assumptions about who adolescents are, what is understood by dependence and about its treatment. Twelve professionals from a CD outpatient service in the region of Ribeirão Preto (SP) were interviewed about the meanings they attributed to the following subjects: adolescence, substance use/abuse and its treatment and adherence to such treatment. It was observed that the interviewees considered several determinants for explaining adolescence; however, there was a predominance of individualizing arguments regarding this subject. Chemical Dependence was understood as the individual's loss of self-control; consequently the aim of the treatment was favoring this individual's reflection about the role of substance use in his/her life. The interviewees showed a critical discourse, seeking for institutional and staff-related factors as well as for external factors to explain treatment adherence. The discourses of the interviewees are discussed in terms of their interrelations with the literature about the subjects approached in the interviews and its implications for CD treatment.
  • Health and disease processes among institutionalized children: an ecological vision Temas Livres

    Cavalcante, Lília Iêda Chaves; Magalhães, Celina Maria Colino; Pontes, Fernando Augusto Ramos

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo discute aspectos do processo de saúde e doença entre crianças assistidas em um abrigo infantil de Belém, entre 2004 a 2005. Os dados foram coletados em fontes documentais e por meio de entrevista com técnicos da instituição. De um total de 287 crianças, constatou-se que 49,47% apresentavam doenças, deficiências e lesões corporais quando do seu encaminhamento ao abrigo, que podem ser associadas à situação de pobreza e negligência familiar experimentadas desde o nascimento. Em relação ao período de permanência na instituição, verificou-se que as crianças contraíram doenças infecto-contagiosas (42,5%) e manifestaram problemas de ordem emocional (18,83%), que podem estar relacionados às características ambientais da instituição proporção adulto/criança inadequada (1:8), superlotação do espaço (75/mês). Os resultados permitem concluir que a condição de saúde das crianças traduz as situações de privação material e emocional a que foram submetidas no convívio com a família e ao longo de sua permanência no abrigo. Nesses termos, os processos de saúde e doença são discutidos a partir de uma perspectiva ecológica, que reconhece fatores biológicos, sociais e culturais que constituem a família e o abrigo como contextos de desenvolvimento da criança institucionalizada.

    Abstract in English:

    This article discusses aspects of health and disease processes among children attended in a child shelter of the city of Belém between 2004 and 2005. The data were collected from documental sources and through interviews with technicians of the institution. From a total of 287 children, 49.47% presented diseases, deficiencies and injuries when being admitted to the shelter, probably associated to the situation of poverty and negligence they were exposed to since they were born. During their permanence in the shelter, it was verified that the children contracted infecto-contagious diseases (42.5%) and manifested problems of emotional nature (18.83%) that can be related to the environmental characteristic of the institution - inadequate proportion adult/children (1:8) and overcrowding (75/month). The results allow concluding that the children's health conditions reflect the situation of material and emotional privation to which they were exposed when living with the family and during their permanence in the shelter. In this sense, the health and disease processes are discussed from an ecological perspective that recognizes the biological, social and cultural factors that constitute the family and the shelter as developmental contexts of the institutionalized child.
  • The look of teenagers about health: a study on social representation Temas Livres

    Cromack, Luiza Maria Figueira; Bursztyn, Ivani; Tura, Luiz Fernando Rangel

    Abstract in Portuguese:

    O estudo das representações sociais de saúde (RSS) elaboradas por adolescentes objetiva conceber caminhos para avaliar a implantação do Programa de Saúde do Adolescente (PROSAD) no Rio de Janeiro. Baseou-se na teoria das representações sociais na sua abordagem estrutural. Foram utilizados teste de evocação de palavras e questionário com questões fechadas e abertas. Participaram 1.843 adolescentes de 12 a 18 anos distribuídos nas dez áreas programáticas municipais. Compararam-se as estruturas das RSS dos sujeitos com 12/13 e 17/18 anos. São componentes comuns do núcleo central das RSS nesses estratos: importante, alimentação, médicos e hospital; no sistema periférico: corpo e sexo. Ao se associar representações e práticas em saúde, não se quer estabelecer a crença de uma relação linear entre representações sociais e práticas, mas considerar a função reguladora das representações, um saber prático que se estrutura como um guia de opiniões, atitudes e comportamentos. Ao PROSAD cabe o desafio de fazer seus profissionais conhecerem estas RSS, valorizando mais os jovens nos serviços para discutir divergências, incorporar diferenças, explorar mais o seu potencial, criando fóruns que possibilitem aos adolescentes a discussão de seu papel como cidadãos na avaliação e reformulação dos serviços oferecidos.

    Abstract in English:

    Studying the social representations elaborated by adolescents aims to define a purpose to evaluate the Adolescent Healthcare Program (PROSAD) in the city of Rio de Janeiro. The study is based on the Social Representation Theory using its structural approach. A word evocation test and a questionnaire with closed and open questions have been used. Participants were 1843 pupils, 12 to 18 year old from the 10 programmatic areas of the city. A comparison have been made between 12/13 and 17/18 year-old group. The study found as common components at the central core important, feeding, doctors and hospital. Common components of the peripheral system were only body and sex. By associating the representation and practices in health it is not intended to reinforce the belief about a direct relationship between social representations and practices, but to stress the regulatory function of the representation, a practical knowledge which provides a frame for opinions, attitudes and behaviors. To the PROSAD remains the challenge of demonstrating to professionals these RSS, in order to improve participation and partnership that allow to check different points of view, making service suitable to user. As well to provide forums to support adolescent to discuss their role as citizens in evaluating and reorienting the service offered.
  • Actions of education health for child and adolescents in the city of Vitória Temas Livres

    Oliveira, Carla Braga; Frechiani, Janaína Menezes; Silva, Fátima Maria; Maciel, Ethel Leonor Noia

    Abstract in Portuguese:

    Estudo descritivo do tipo corte transversal, realizado em seis Unidades Básicas de Saúde da Família, por observação direta das ações de Educação em Saúde. Teve por objetivo avaliar as ações que abordavam os seguintes temas: planejamento familiar, aleitamento materno, famílias cadastradas no Programa Bolsa Família e crianças em risco nutricional. Para efeito de padronização dos dados, optou-se por considerar neste estudo as atividades que foram realizadas fora do atendimento individual agendado para resolução de problemas específicos. Observamos o despreparo de alguns profissionais para o pleno funcionamento das atividades e poucas ações sobre planejamento familiar para adolescentes. Assuntos relevantes como a importância de comparecer às atividades educativas da unidade foram abordados na maior parte das ações desenvolvidas para as famílias do Programa Bolsa Família. As atividades para crianças em risco nutricional são realizadas juntamente com as famílias do Programa Bolsa Família. Concluiu-se que há necessidade de se garantir que a equipe trabalhe de forma multidisciplinar e integrada nas atividades educativas como forma de contribuir para os ajustes necessários à implementação da Educação em Saúde efetiva, integral e humanizada.

    Abstract in English:

    This was a cross-sectional study carried in six Family Health Units, for direct observation of educative activities. The objective was to evaluate the actions of Education Health carried through in the informative sessions that approached the following subjects: family planning, breast feeding, families registered in Nutrition Programmes and children in nutritional risk. For the study proposed we establish that al action developed out side the individual approach to resolved heath problems will be considerer as health education. The unprepared of some professionals for the full functioning of the activities can still be observed. The findings of this study disclose the little participation of these Units in the accomplishment of educative activities on family planning come back toward the adolescents. Concerning the activities developed for the families registered in Nutrition Programmes, excellent subjects as the importance to appear the educative activities of the unit had been boarded in the most part of the lectures. The social activities for children in nutritional risk are carried out together with the families of the Nutrition Programmes. Although we observed several activities we still need to improved the multidisciplinary work to implement the heath promotion.
  • Child protagonism in the hospital setting: an essay on sociability strategies Temas Livres

    Moreira, Martha Cristina Nunes; Macedo, Aline Duque de

    Abstract in Portuguese:

    Nesse artigo, trabalhamos com a temática da doença crônica e suas marcas na infância. Recorremos à experiência da criação de espaços lúdicos no interior dos hospitais como estratégia para afirmar o lugar de sujeito da criança e sua condição de liberdade para fazer escolhas e questionar valores. Discutimos a visão da socialização como diferenciada da sociabilidade. Abordamos a perspectiva interacionista da sociologia da infância e discutimos conceitualmente a utilização do brincar como ferramenta de humanização das relações. Concluímos apontando a necessidade de realização de pesquisas que tenham as crianças como sujeitos de expressão e apontamos o potencial do brincar enquanto dispositivo de humanização e construção de referência e de uma clínica ampliada.

    Abstract in English:

    In this article we discuss chronic disease and its impacts upon childhood. We discuss the experience of providing play activities for hospitalized children as a strategy to ensure their freedom to make choices and to question values. We discuss the notion of socialization as being different from sociability. We discuss the interactionist perspective of Child Sociology and discuss conceptually the use of play activities as a tool for humanizing relations. We conclude that there is a need for further investigations approaching children as subjects of expression and point to the potential of play as an instrument of humanization.
  • Sexual initiation, masculinity and health: narratives of young men Temas Livres

    Rebello, Lúcia Emilia Figueiredo de Sousa; Gomes, Romeu

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho é analisar narrativas de homens jovens universitários sobre a experiência de iniciação sexual. O referencial teórico-conceitual foi o de scripts ou roteiros sexuais que se caracterizam como aprendizados sociais que informam os sujeitos sobre quando, como, onde e com quem devem ter experiências sexuais, indicando como agir sexualmente e as razões pelas quais devem ter algum tipo de atividade sexual. O método da investigação se configura como um estudo de narrativas, ancorado na abordagem de pesquisa qualitativa a partir da perspectiva hermenêutica dialética. O desenho metodológico envolve a compreensão de contextos, cenários, enredos e personagens das narrativas acerca da iniciação sexual. A análise se refere a narrativas de universitários na cidade do Rio de Janeiro. Dentre os significados da iniciação sexual, destacam-se os de coito, demarcação de uma etapa da vida, despertar para o gênero oposto e descoberta do corpo. Observa-se, ainda, como resultado do estudo, que as narrativas dos jovens foram coerentes com um modo de ser homem que se faz presente no discurso de diferentes gerações. Concluiu-se que é preciso um trabalho conjunto em saúde e educação que privilegie o protagonismo dos homens jovens em ações com vistas à promoção de saúde sexual e reprodutiva.

    Abstract in English:

    The main objective of this study was to analyze the narratives of young university students about the experience of sexual initiation. The theoretical and conceptual references used were the sexual scripts of our society that inform people about when, how, where and with whom they should have their sexual experiences, indicating how to act sexually and the reasons why they have to practice some kind of sexual activity. The method used was a qualitative study of narratives from the perspective of dialectic hermeneutics. The methodological design involves the comprehension of sceneries, contexts, environments and characters of the narratives about sexual initiation. The analysis refers to narratives of university students in the city of Rio de Janeiro. Among the meanings of sexual initiation, we emphasize sexual intercourse, the demarcation of a stage of life, the awakening to the opposite sex and the discovery of the body. We observed that the young men's narratives were coherent with what is considered masculine, present in the discourse of different generations. It is concluded that the young men should be encouraged to participate in actions combining health and education aimed at promotion of sexual and reproductive health.
  • Vulnerabilities in the use of contraceptive methods among youth: intersections between public policies and healthcare Temas Livres

    Alves, Camila Aloisio; Brandão, Elaine Reis

    Abstract in Portuguese:

    O artigo discute situações de vulnerabilidade no uso de métodos contraceptivos nas relações afetivo-sexuais na adolescência e juventude. O material analisado reúne dezessete entrevistas, semi-estruturadas, com jovens de 18 a 24 anos (nove moças e oito rapazes), de classes populares do município do Rio de Janeiro, que haviam tido ao menos um episódio de gravidez na adolescência. Também foram discutidos a recente implementação de políticas públicas voltadas à sexualidade e à saúde reprodutiva dos adolescentes e o posicionamento de profissionais de saúde sobre o tema, no âmbito do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA/SES-RJ). Os resultados mostram que existem descontinuidades no uso dos métodos contraceptivos, tendo em vista que os relacionamentos entre adolescentes são marcados por forte hierarquia de gênero e pela ausência de uma formação adequada sobre sexualidade no contexto familiar e escolar. Há pouco espaço para o acolhimento dos jovens nos serviços de saúde e escolas, impedindo que as questões sobre sexualidade sejam tratadas de maneira a sensibilizá-los. Há também barreiras culturais que dificultam uma abertura maior da sociedade para que o tema seja abordado de maneira menos preconceituosa, tornando a iniciação sexual um processo repleto de silêncios e reprovação moral.

    Abstract in English:

    This article discusses the moments of vulnerability in the utilization of contraceptive methods in the affective-sexual relations in adolescence and youth. The analyzed material consists of 17 semi-structured interviews with young people between 18 and 24 years (9 females and 8 males) of the middle-class of the city of Rio de Janeiro that had passed though at least one episode of pregnancy during adolescence. We also discuss the recent implementation of public policies focused on the sexuality and reproductive health of adolescents and the position of health professionals with respect to this subject within the scope of the Program of Integrated Healthcare for Women, Children and Adolescents (PAISMCA/SES-RJ). The results of the study show discontinuities in the use of contraceptive methods due to the strong gender hierarchy in the relationships between adolescents and the absence of appropriate sexual education in the family and school environments. There is little space for dealing with the sexual questions of the young in health services and schools. There are also cultural barriers that make it difficult for the society to approach the subject in a less prejudicial way, thus turning sexual initiation into a process full of silence and moral disapproval.
  • Problemas de saúde mental em crianças: abordagem na atenção básica Resenhas

    Ximenes, Liana Furtado; Pesce, Renata Pires
  • Exercício da informação: governo dos corpos no mercado da vida ativa Resenhas

    Goellner, Silvana Vilodre
  • Sexualidade masculina, gênero e saúde Resenhas

    Couto, Márcia Thereza
  • Erratum in: Ciência & Saúde Coletiva, volume 13, número 3, maio/junho de 2008

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br