Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 28, Número: 2, Publicado: 2018
  • Para defender a ciência, é necessário torná-la acessível, inteligível e significativa

    Camargo Jr., Kenneth Rochel de
  • Implicações da reforma trabalhista na alimentação dos trabalhadores

    Machado, Alisson Diego
  • A testagem do HIV entre “HSH”: tecnologias de prevenção, moralidade sexual e autovigilância sorológica

    Mora, Claudia; Brigeiro, Mauro; Monteiro, Simone

    Resumo em Português:

    Resumo As diretrizes globais de prevenção da Aids têm priorizado a ampliação da testagem do HIV entre grupos mais expostos ao vírus, como os denominados homens que fazem sexo com homens (HSH). Com base em revisão sistemática da produção acadêmica (2005-2015) nas bases PubMed, Sociological Abstract e Lilacs, sobre testagem com gays e HSH e formas de captação para diagnóstico, este trabalho analisa as relações entre produção de estratégias de prevenção e moralidades sexuais. O exame dos 65 artigos revela os modos de identificação dos sujeitos-alvo das estratégias de captação e de responsabilização pela própria vigilância sorológica, incluindo a testagem de rotina. Os achados apontam ainda a diversificação de lugares para testagem. Os pressupostos implícitos sobre sexualidade e afetividade gay se exprimem através da ênfase das intervenções nos espaços de sociabilidade e de sexo ocasional, particularmente quando facilitado pelo uso de aplicativos. Atentos à dimensão simbólica das novas estratégias e tecnologias de prevenção, argumentamos que a ampliação da testagem com foco nos “HSH” opera um deslocamento da intervenção sanitária. Se antes as medidas de controle da epidemia visavam intervir no exercício da sexualidade dos sujeitos, os esforços atuais se concentram em promover a autovigilância do estado sorológico.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Global AIDS guidelines have prioritized the expansion of HIV testing among the groups most exposed to the virus, such as those referred to as men who have sex with men (MSM). This paper analyses the relationships between the production of prevention strategies and sexual moralities based on the results of a systematic review of academic literature about testing with gays and MSM (2005-2015, using the PubMed, Sociological Abstract and Lilacs databases). The analysis of 65 articles reveals the recruitment strategies for identifying target-subjects and how they are held responsible for their serological self-surveillance, including routine tests. The findings also point to a diversification of testing locations. Implicit assumptions about sexuality and gay affection are conveyed through the interventions’ emphasis on sociability spaces and occasional sex, especially when facilitated by the use of apps. Attentive to the symbolic dimensions of the new prevention technologies and strategies, we argue that the expansion of testing with a focus on “MSM” signals a displacement of health interventions. If before actions to control the epidemic sought to intervene in sexual practices, the current efforts are concentrated on promoting self-surveillance of one’s serological status.
  • Itinerário terapêutico de doentes com tuberculose vivendo em situação de rua no Rio de Janeiro

    Zuim, Regina Célia Brazolino; Trajman, Anete

    Resumo em Português:

    Resumo A tuberculose é um grave problema de saúde na população em situação de rua, com altas taxas de prevalência e de interrupção do tratamento. Neste estudo, buscamos compreender o itinerário terapêutico dos doentes com tuberculose que vivem em situação de rua. O estudo teve abordagem qualitativa com informações coletadas por entrevista semiestruturada, revisão de prontuários e busca no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Metodologia: Para organização e análise dos dados, utilizou-se a técnica da Análise de Conteúdo de Bardin. O suporte teórico sobre o itinerário terapêutico foi o modelo de Sistema de Cuidados à Saúde proposto por Arthur Kleinman, que descreve o acesso pelos subsistemas popular, profissional e folk. Resultados e Discussão: Foram realizadas 19 entrevistas. O subsistema popular, representado pelas redes configuradas nas ruas e por desconhecidos, influenciou as decisões dos entrevistados na busca pelo cuidado no subsistema profissional. A principal escolha no subsistema profissional, o mais utilizado, recaiu sobre os serviços de pronto atendimento. Nesse subsistema, as práticas foram diferentes segundo o tipo de serviço acessado, e as trajetórias traçadas foram, também, influenciadas pelo estigma, acolhimento, fragmentação da atenção, regras e normas dos serviços de saúde e precária intersetorialidade. O subsistema folk não foi acessado nesta amostra.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Tuberculosis continues to be a serious and prevalent health problem in this population, who frequently interrupt treatment. This study aims to describe the therapeutic itinerary of homeless persons with tuberculosis, from the initial perception of the symptoms to the moment of hospitalization. Methods: The study used a qualitative approach, containing information and perceptions collected through semi-structured interviews, medical records and the tuberculosis information system. Interviews were interpreted using the discourse content analysis, proposed by Bardin. The theoretical approach adopted to understand their therapeutic itinerary was the health care system model proposed by Arthur Kleinman, in which the popular, professional and folk subsystems can be accessed. Results and discussion: We conducted nineteen interviews. The popular subsystem, represented by the social street network and the general (anonymous) population, influenced the search for care of the professional subsystem. Their main choice in the professional subsystem, the most assessed, was the emergency services. In this subsystem, the practices were different according to the type of accessed service and traced trajectories were influenced by stigma, greeting by health professionals, fragmentation of attention, rules and norms of health services and unsatisfactory intersectorality. The folk subsystem was not accessed in this sample.
  • Vínculo longitudinal na Saúde da Família: construção fundamentada no modelo de atenção, práticas interpessoais e organização dos serviços

    Santos, Renata Oliveira Maciel dos; Romano, Valéria Ferreira; Engstrom, Elyne Montenegro

    Resumo em Português:

    Resumo O vínculo longitudinal (VL) é um atributo essencial da Atenção Primária à Saúde (APS), com um papel fundamental no processo de trabalho em saúde da família e no cuidado. Apresenta-se a descrição dos sentidos sobre o VL para profissionais de saúde e como são desenvolvidas tais práticas no modelo da Saúde da Família. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória, utilizando o método de análise de conteúdo de Bardin. Como resultado, foi encontrada a valorização da relação sistêmica do vínculo em um Modelo da APS que abarca a porta de entrada, integralidade e coordenação, materializando a responsabilização da equipe pelo cuidado de indivíduos, famílias e comunidades; o vínculo como prática organizacional, sendo utilizado o trabalho em equipe, práticas de educação em saúde e visita domiciliar como estratégias para o cuidado e a afinidade interpessoal como fortalecedor da empatia e da relação de confiança entre o profissional de saúde e o usuário, auxiliando na construção de autonomia dos doentes crônicos. O VL é um dispositivo presente e relevante no processo de trabalho em saúde da família, porém ameaçado pelo excesso de trabalho e burocracia e pela falta de tempo para o desenvolvimento das atividades.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Longitudinality is an essential attribute of Primary Health Care (PHC), with a fundamental role in the work process in family health and care. We present a description of the meanings about the longitudinality for health professionals and how this practice is developed in the Family Health model. This is a qualitative, exploratory research, using the Bardin content analysis method. As a result, it was found the valorization of the systemic relationship of longitudinality in an PHC Model that covers the door of entry, integrality and coordination, materializing the responsibility of the team for the care of individuals, families and communities; longitudinality as organizational practice, using teamwork, health education practices and home visits as strategies for care; and the interpersonal relationship reinforcing the empathy and the trust in the relationship between the health professional and the patient, assisting in the construction of autonomy of the chronic patients. Longitudinality is a present and relevant device in the family health work process, but it is threatened by overwork, bureaucracy and lack of time for the development of activities.
  • Crianças nos parques: segurança acima de tudo

    Oliveira, Simone Medeiros de; Santos, Maria Paula Maia dos; Silva, Paula

    Resumo em Português:

    Resumo Os parques públicos são espaços ao ar livre, que podem contribuir para o aumento da atividade física das crianças. O objetivo deste estudo, partindo da avaliação das características ambientais físicas dos parques, é identificar fatores relatados por crianças usuárias de parques que podem influenciar a sua frequência de utilização dos parques. Estudo descritivo e exploratório de abordagem qualitativa com a aplicação do instrumento EAPRS para avaliação da oferta estrutural dos parques e realização de grupos focais com crianças usuárias dos parques. Os resultados deste estudo indicam que a segurança percebida pelas crianças e a manutenção geral dos parques podem contribuir para a maior frequência desse público nos parques. Estratégias transdisciplinares visando a melhorias na segurança e na manutenção geral dos parques públicos são necessárias para promover a maior frequência infantil nesses locais.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Parks are outdoor environment that can contribute to increase the children´s physical activity. This study aimed to identify factors that may influence children parks use frequency of use of parks by evaluating the environmental characteristics of park and identifying factors reported by children. Descriptive and exploratory study with qualitative approach using the EAPRS tool and focal groups with children. Our results suggest that children’s perceptions about park safety and maintenance can influence their park use. Transdisciplinary strategies aimed at improving safety and park maintenance are necessary to promote greater children ´s park use.
  • Às margens do cuidado: regulações de gênero em uma equipe de saúde

    Oliveira, Érika Cecília Soares; Pezzato, Luciane Maria; Mendes, Rosilda

    Resumo em Português:

    Resumo Embasado em uma perspectiva feminista, este artigo analisa como uma equipe de saúde tece as redes de cuidado e define práticas de saúde a partir do percurso de uma usuária. A metodologia utilizada é da pesquisa-intervenção inspirada na perspectiva cartográfica. Na tentativa de reduzir taxas de mortalidade materno-infantil, a equipe oferece à usuária uma rede que obedece a uma lógica burocrática com regras, normas e regulações. É possível observar como políticas voltadas para a maternidade definem processos de subjetivação responsáveis por formatar as usuárias, desenhando atos performativos enrijecidos. A equipe de saúde acaba por requisitar os corpos das usuárias de diferentes maneiras pelo fato de serem mulheres. Usuárias essas que, na maioria dos casos, são mães e pobres, o que traz singularidades em relação às suas trajetórias e nos modos como são vistas pelas equipes. Laqueadura, pré-natal, cuidados com a casa e (as)os filhas(os), acesso a determinados benefícios, todos juntos constituem elementos que orientam as decisões das equipes e agem como tecnologias de regulação de gênero capazes de legitimar violências institucionais cotidianas. A politização das práticas técnico-científicas se faz urgente a fim de assegurar que questões sobre direitos humanos e sociais possam fazer parte do dia a dia das equipes que estão nos territórios.

    Resumo em Inglês:

    Abstract From a feminist perspective, this article analyzes how a healthcare team weaves care networks and defines health practices from the course of a female user. The methodology used is the intervention research inspired by the cartographic perspective. In the attempt to reduce mother-and-child mortality rates, the staff offers female user a network that obeys a bureaucratic logic with rules, norms and regulations. We can notice how policies for maternity define processes of subjectivation responsible for shaping the female users, outlining rigid performative acts. The healthcare team eventually requires the female users’ bodies in different ways by the fact that they are women. In most cases those users are mothers and poor, which involves singularities in relation to their trajectories and to the way the teams regard them. Tubal ligation, pre-natal care, care with house and children, access to certain benefits, together are elements that guide the staffs’ decisions and act as technologies for gender regulation able to legitimate quotidian institutional violence. The politicization of the technical-scientific practices becomes urgent in order to ensure that issues on human and social rights may be part of the daily routine of teams that work in those territories.
  • Rastreamento populacional para o câncer de próstata: mais riscos que benefícios

    Steffen, Ricardo Ewbank; Trajman, Anete; Santos, Marisa; Caetano, Rosângela

    Resumo em Português:

    Resumo Recentemente, inúmeras campanhas nacionais promovidas por hospitais, sociedades médicas e outras organizações têm estimulado o rastreamento do câncer de próstata, em consonância com iniciativas mundiais conhecidas como Novembro Azul. Essas campanhas aconselham a utilização do toque retal acompanhado da dosagem sérica do antígeno prostático específico em faixas etárias definidas. A motivação seria a detecção precoce da neoplasia, com redução de sua mortalidade e das complicações e impactos associados ao seu tratamento. A dosagem do PSA para fins de rastreamento é alvo de grande controvérsia, visto que a maioria dos tumores detectados pelo rastreamento é de evolução lenta e não interfeririam na sobrevida ou na qualidade de vida do paciente. O rastreamento de base populacional não é a indicação de inúmeras instituições estrangeiras e, no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer também não recomenda à organização programas de rastreamento desse tipo. O artigo discute os riscos e benefícios associados a esse tipo de estratégia e reforça a preocupação com o uso inadequado e indiscriminado do rastreamento para o câncer de próstata.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Recently, numerous national campaigns promoted by hospitals, medical societies and other organizations have stimulated prostate cancer screening, in line with worldwide initiatives known as Blue November. These campaigns advise the use of rectal examination accompanied by dosage of serum prostate specific antigen (PSA) levels in defined age groups. The motivation would be the early detection of neoplasia, with reduction of mortality and complications and impacts associated with its treatment. The PSA dosage for screening purposes is highly controversial, since most of such tumors detected by screening are of slow progression and would not interfere with patient survival or quality of life. Population-based screening for prostate cancer is not recommended by numerous foreign institutions, including the National Cancer Institute in Brazil. The article discusses the risks and benefits associated with this type of strategy and reinforces concern about the inappropriate and indiscriminate use of screening for prostate cancer.
  • Metáforas biomédicas e interpretação social: ausências e emergências na esfera pública contemporânea

    Medina, Sebastián

    Resumo em Espanhol:

    Resumen El trabajo problematiza sobre el uso de metáforas biomédicas para interpretar fenómenos del mundo social contemporáneo. A partir de la Teoría Lingüística Cognitiva y la Crítica Postcolonial se analizan las metáforas del “Cuerpo Social” y la “Semántica Inmunitaria” como productos históricos de transformaciones tecnológicas y socio-políticas cuyo carácter es altamente conflictivo. Este tipo de metáforas evocarían una secuencia unilineal de examen/diagnóstico/terapia social que facilitaría cierto manejo centralizado y racional del poder. Se concluye que ciencias biomédicas, ciencias sociales y esfera pública del Norte Global compartirían una matriz metafórica asociada a una racionalidad moderna (capitalista/colonial/patriarcal) plegada sobre sí misma, que comienza, sin embargo, a ser progresivamente fisurada por “otras metáforas” producidas en el Sur Global.

    Resumo em Português:

    Resumo O artigo discute o uso de metáforas biomédicas para interpretar os fenômenos do mundo social contemporâneo. Utilizam-se a Teoria Linguística-Cognitiva e a Crítica Pós-Colonial das Ciências para analisar as metáforas do "Corpo Social" e a "Semântica Imune" da bibliografia selecionada como produtos históricos de transformações tecnológicas e sociopolíticas, cujo caráter é altamente controverso. Este tipo de metáforas evoca uma sequência unilinear de exame/diagnóstico/terapia que socialmente facilitaria uma gestão centralizada e racional do poder. Conclui-se que Ciências Biomédicas, Ciências Sociais e esfera pública do Norte Global compartilham uma matriz metafórica comum associada com a racionalidade moderna (capitalista /colonial/patriarcal) dobrada sobre si mesma, mas que começa gradualmente a ser fissurada por "outras metáforas" produzidas no Sul global.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This paper problematizes the use of biomedical metaphors to interpret the contemporary social world. Using the Cognitive Linguistic Theory and the Postcolonial Studies of Sciences, it analyzes the metaphors of the "Social Body" and the "Immunitarian Semantics" from a selected bibliography as historical products of technological and socio-political transformations of conflicting characteristics. This kind of metaphors evokes a sequence of examination/diagnosis/social-therapy that facilitates a centralized and rational management of power. Finally, the text suggests that Biomedical Sciences, Social Sciences, and the public sphere of the Global North share a common metaphoric matrix associated with the modern (capitalist/colonial/ patriarchal) rationality, folded over itself, which progressively begins to be fissured by "other metaphors" produced in Global South.
  • A clínica entre parênteses: reflexões sobre o papel da arte e da militância na vida de usuários de saúde mental*

    Portugal, Clarice Moreira; Mezza, Martin; Nunes, Monica

    Resumo em Português:

    Resumo O artigo pretende discutir os efeitos transformadores dos contextos militantes e artísticos no cotidiano de usuários de saúde mental. Trata-se de uma pesquisa etnográfica, cuja metodologia envolveu observação participante e realização de entrevistas. A análise dos dados pautou-se na hermenêutica crítica e reflexiva e na perspectiva fenomenológica. Pudemos verificar que o engajamento em grupos artísticos e militantes repercute contundentemente nos mundos da vida dessas pessoas, bem como na elaboração de seu cotidiano. Nesses locais, dá-se a construção de relações empáticas e de alteridade, cujo desenrolar se acentua no momento em que o grupo se encontra reunido, mas também possui repercussões que ultrapassam esse intervalo espaço-temporal. Elementos performáticos e simbólicos contribuem para a reelaboração de um ser-no-mundo desses sujeitos e exigem dos envolvidos a construção de uma cena coletiva na qual são negociados papéis, funções, expectativas e afecções; e esse processo lhes permite acessar de novas posições toda uma diversidade de dramas sociais. É possível, assim, considerar esses espaços sob o viés terapêutico, porém, vimos que é justamente da negação desse estatuto que advém sua eficácia. Dessa forma, reforçamos a importância de espaços abertos ao protagonismo dos sujeitos para uma reforma psiquiátrica pensada enquanto processo social complexo.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article intends to discuss the transformative effects of militant and artistic contexts on the daily lives of mental health users. This is an ethnographic research which methodology was based on participant observation and interviews. Data analysis was based on critical and reflexive hermeneutics and phenomenological perspective. We have been able to verify that the engagement in artistic and militant groups resonates strongly in the life-worlds of these people, as well as in the elaboration of their daily life. In these places empathic relationships and alterity are built, and this development is accentuated when the group is gathered, but also has repercussions that exceed this space-time interval. The performative and symbolic elements contribute to the re-elaboration of a being-in-the-world of these subjects and require them to construct a collective scene in which roles, functions, expectations and affections are negotiated; and this process allows them to access from new positions a whole variety of social dramas. So, it is possible to consider these spaces under the therapeutic bias, but we have seen that it is precisely from the denial of this statute that its efficacy comes. Thus, we reinforce the importance of spaces open to the protagonism of the subjects for a psychiatric reform thought as a complex social process.
  • “Experiência-narrativa” como sintagma de núcleo vazio: contribuições para o debate metodológico na Saúde Coletiva

    Pacheco, Ricardo Azevedo; Onocko-Campos, Rosana

    Resumo em Português:

    Resumo A produção e análise de narrativas é instrumental metodológico utilizado em estudos qualitativos em saúde coletiva. O presente artigo pretende situar alguns fundamentos para o emprego do conceito de experiência-narrativa como estratégia metodológico-conceitual para tal campo investigativo. A articulação paradoxal sempre presente entre os termos “experiência” e “narrativa” é investigada e situada teoricamente a partir do percurso do conceito em Walter Benjamin. Para esse autor, não há experiência exceto na linguagem. Esse é o ponto crucial a partir do qual experiência-narrativa é situada neste texto como sintagma de núcleo vazio, uma forma de cercar o incontornável paradoxo central da transmissão do espírito na linguagem. Isso permite qualificar as bases para o emprego do conceito como mediação entre experiência e cultura e contribuir para o debate metodológico no campo da saúde coletiva.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The production and analysis of narratives is a methodological instrumental used in qualitative studies in the field of Collective Health. The article locates some grounds for the use of the concept of narrative-experience as a methodological-conceptual strategy for this research field. The paradoxical articulation always present between the terms experience and narrative is investigated and situated theoretically from the concept framework in Walter Benjamin. For this author, there is no experience except in language. This is the crucial point from which narrative experience is situated in this text as an empty nucleus syntagm, a way of surrounding the central paradox of the transmission of spirit in language qualifying the bases for the concept use as mediation between experience and culture and contributing to the methodological debate in the field of Collective Health.
IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br