Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 29, Issue: 2, Published: 2019
  • The claim of freedom: deinstitutionalization movement and practices in the 1990s, through their posters Temas Livres

    Santo, Wanda Espírito; Araújo, Inesita

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo objetiva compreender como as vozes que têm transformado as práticas e as concepções sobre a loucura organizaram seu discurso e disputaram sentidos nos espaços públicos, através da análise de materiais de divulgação do Movimento da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Mais especificamente, de cartazes da década de 1990, um dos momentos sócio-históricos discursivos estudados na tese “Movimentos Sociais em Saúde e Estratégias de Produção de Sentidos: no reclame da liberdade, o novo lugar da loucura”. Os cartazes foram analisados em seus discursos, procurando identificar, compreender e comparar os dispositivos de enunciação do material avaliado, tendo como contraponto sua dimensão temporal e geográfica. Os resultados mostram que os anos 1990 como um tempo de consolidação do movimento e das práticas antimanicomiais, sendo cultura, liberdade e cidadania os principais valores em torno dos quais se articulou a produção de sentidos naquele momento histórico.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to understand how the voices that changed the practices and ideas about madness organized their discourse and disputed meanings in the public space, through the analysis of advertising material for the Brazilian Psychiatric Reform. More specifically in 1990’s posters, one of the social-historical and discursive moments focused in the thesis: "Social Movements in Health and Strategies of Production of Senses: in the claim of freedom, the new place of madness". The posters were analyzed in their discourses trying to identify, comprehend and compare the enunciation devices in the light of their temporal and geographical aspects. The results identify the 1990’s as a moment of consolidation for deinstitutionalization movement and practices (anti-manicomial), when culture, freedom and citizenship were the main values, which built the meaning of that historical moment.
  • Emergency Care Units as hospitalization units: phenomena of the care flow in the emergency network Temas Livres

    KONDER, MARIANA; O’DWYER, GISELE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Rede de Urgência e Emergência (RUE) do município do Rio de Janeiro foi alvo de investimentos e reestruturação com a disseminação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Superlotação, baixa qualidade e integração comprometem a conformação dessa rede. Buscou-se analisar a organização e o funcionamento dos fluxos assistenciais estabelecidos na RUE, a partir do acesso ao leito hospitalar. Foram realizadas 36 entrevistas e análise de dados de bancos de dados primários e secundários, utilizando-se estatística descritiva e a análise exploratória. O acesso ao leito hospitalar é infrequente, sendo atendidas apenas 13% das solicitações totais. As solicitações de leito oriundas das UPAs alcançaram percentuais maiores, 40% para UTI e 36% para clínica geral. No entanto, os cerca de 60% restantes, geralmente, recebem alta ou evoluem para óbito antes de alcançar um leito hospitalar, transformando as UPAs em unidades de internação. Outro fenômeno de destaque foi a relação conflituosa entre os componentes pré-hospitalares (atenção primária e UPA) na dinâmica do fluxo do Vaga Zero, comprometendo a continuidade do cuidado. É necessário aprimorar o nível de integração entre unidades que compõem a RUE bem como expandir e qualificar a retaguarda hospitalar.

    Abstract in English:

    Abstract Emergency Health Care delivery has been a major issue in the city of Rio de Janeiro was the target of investments and restructuring with the dissemination of Emergency Care Units (UPAs). Overcrowding, poor quality and integration compromise the conformation of this network. The aim was to analyze the organization and functioning of care flows established in the RUE, based on access to the hospital bed. Thirty-six interviews and data analysis of primary and secondary databases were performed, using descriptive statistics and exploratory analysis. Access to the hospital bed is infrequent, with only 13% of total requests being met. Bed requests from UPAs reached higher percentages, 40% for ICUs and 36% for general practice. However, the remaining 60% are usually discharged or die before reaching a hospital bed, turning UPAs into inpatient units. Another prominent phenomenon was the conflictual relationship between the prehospital components (primary care and UPA) in the dynamic of the Vaga Zero flow, compromising the continuity of care. It is necessary to improve the level of integration between units that make up the RUE, as well as to expand and qualify the hospital rearward.
  • The guard at the health institution: between the rules and the “Brazilian way” Temas Livres

    CASSEMIRO, PRISCILA DE OLIVEIRA GALVÃO; MENEZES, RACHEL AISENGART

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As unidades de saúde contam com o trabalho de diferentes profissionais. Dentre estes estão os vigilantes patrimoniais, por vezes não considerados tradicionalmente como integrantes de equipes de saúde. É esperado que garantam a segurança física das pessoas e do patrimônio, mas em unidades de saúde o segurança atua em várias atividades. Em algumas instituições são responsáveis pela triagem informal para atendimento de emergência, pelo transporte de enfermos, recepção e orientação de pacientes. No cotidiano de unidades de saúde, regras são burladas para lidar com os desafios de cada contexto. As instituições de saúde tornam-se palco de tensões, com disputas de duas lógicas: a universal e a da relacionalidade. As discrepâncias entre as regras e o trabalho de vigilante patrimonial, entre a norma e o “jeitinho”, apontam um movimento amplo da sociedade brasileira entre o formal e o informal, o universal e o relacional, o indivíduo e a pessoa. Neste artigo abordamos o trabalho realizado por vigilantes patrimoniais em unidades de saúde, com base em pesquisa qualitativa e em entrevistas com 11 vigilantes. A análise revelou contraste entre o trabalho normativo - baseado na legislação - e o que ultrapassa as regras.

    Abstract in English:

    Abstract Health institutions have workers of various areas. Among these professionals are the ones involved in property security, not traditionally considered part of the health team. It is expected that these professionals ensure institutional patrimony and people’s integrity, but in health institutions guards’ work includes a wide range of tasks, such as identifying people in need for urgent care, helping to transport sick people or providing information about clinic and doctor’s offices. Eventually rules are broken by health and security professionals to cope with challenges of any given context. Two different logics are then in disputation in these institutions: the logic of the universal law and the logic of the relations. The differences between the legislation and the patrimonial guards’ work, between the rules and the “jeitinho” (Brazilian way of doing things), points out the movement of the society, oscillating between formal and informal, universal and relational, individual and person. This presentation addresses the guards’ work on health institutions, based on qualitative research, with interviews with 11 patrimonial guards. Data analysis showed difference between the normative work - based on the legislation - and the work that surpasses the rules.
  • Quality of care in the Psychosocial Care Network: experiences of users in the Northeast of Brazil Temas Livres

    MOREIRA, DAIANA DE JESUS; BOSI, MARIA LUCIA MAGALHÃES

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo objetiva compreender, com base nas experiências de usuários, como se revela a qualidade do cuidado na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Trata-se de pesquisa qualitativa crítico-interpretativa, desenvolvida por meio de análise de prontuários, observação sistemática e entrevistas narrativas com usuários (e seus familiares) em três serviços da RAPS de Fortaleza-CE. Os resultados apontaram a humanização e a integralidade enquanto dimensões da qualidade do cuidado, em seus aspectos formais, a centralidade dos psicofármacos, a ambiência e os aspectos relacionais nos modos de cuidar. Conclui-se que somente uma rede pautada pela qualidade do cuidado é capaz de fazer face à complexidade das demandas e de garantir resolutividade e a promoção de autonomia e cidadania às pessoas com sofrimento psíquico.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to understand, based on users' experiences, how the quality of care in the Psychosocial Care Network (RAPS) is revealed. This is a critical-interpretative qualitative research, developed through the analysis of medical records, systematic observation and narrative interviews with users (and their families) in three RAPS services in Fortaleza-CE, Brazil. The results pointed to humanization and comprehensiveness as dimensions of the quality of care, in its formal aspects, the centrality of psychoactive drugs, the ambience, and the relational aspects in care modes. It concludes that only a network based on the quality of care is able to cope with the complexity of the demands and to guarantee resolutiveness and the promotion of autonomy and citizenship to people with psychic suffering.
  • Burnout and stress: between medicalization and psychologization Temas Livres

    VIEIRA, ISABELA; RUSSO, JANE ARAUJO

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Em 1974, o conceito de burnout surgiu para nomear o esgotamento típico das profissões de cuidado. É geralmente definido como síndrome psicológica decorrente do estresse crônico laboral, composta por três dimensões: exaustão emocional, despersonalização/cinismo e baixa realização pessoal. Este artigo analisa o burnout em uma perspectiva sociocultural, a partir dos referenciais teóricos de Loriol/Elias e Duarte/Dumont, investigando sua difusão através da associação conceitual com a noção de estresse laboral, ligada, por sua vez, à individualização e aos processos de medicalização/psicologização. Apesar da origem nas ciências físicas, a força da categoria estresse se deve muito menos a seu caráter técnico (teórico) que a seu aspecto simbólico. Ao promover uma linguagem comum entre biologização e psicologização, o estresse é capaz de circular nos mais diversos meios, do acadêmico ao senso comum, integrando em um código próprio ora representações psicologizadas, ora representações não psicologizadas de pessoa e perturbação. Pode assim funcionar como uma categoria “biopsicossocial”. São essas características que “abrem caminho” para a difusão social do burnout, na medida em que ele é concebido como um tipo de estresse laboral - uma experiência que se encontra, hoje em dia, extremamente difundida, sendo vivenciada como parte da vida.

    Abstract in English:

    Abstract In 1974, the concept of burnout was created to express the exhaustion typical of helping professions. Generally defined as a psychological syndrome resulting from chronic occupational stress, it is composed by three dimensions: emotional exhaustion, depersonalization/cynicism, and low personal accomplishment. This article analyzes burnout from a sociocultural perspective, based on the theoretical frameworks of Loriol/Elias and Duarte/Dumont, investigating its diffusion by means of a conceptual association with the idea of work stress, which may also be associated to the processes of individualization and medicalization/psychologization. Despite its origins in the physical sciences, the category “stress” owes its strength less to its technical (theoretic) character than to its symbolic aspect. By promoting a common language between biologization and psychologization, the category stress is present in many different environments, from academic discussions to common sense conversation, integrating in a particular code psychologized and non-psychologized representations of the person and of physical and moral distress. It can therefore serve as a “biopsychosocial” category. These characteristics pave the way to burnout’s social diffusion, as far as it is conceived as a type of work stress - an experience that, nowadays, is regarded as part of normal life.
  • The Mais Médicos Program in the user’s perspective: an evaluating research Temas Livres

    PADRE, PRISCILA MEIRA MASCARENHAS; MARTINS FILHO, ISMAR EDUARDO; RODRIGUES, VANDA PALMARELLA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Programa Mais Médicos (PMM) surge em 2013 como medida para enfrentar a ausência de médico na atenção básica. Gerou polêmicas na sociedade diante da abertura do mercado brasileiro para profissionais estrangeiros, com desaprovação por parte da categoria médica, mas com aparente aceitação popular. Assim, este estudo objetivou avaliar a implantação do PMM de um município no interior baiano por meio dos usuários. Trata-se de uma pesquisa avaliativa realizada em 11 equipes de saúde da família em um município no interior da Bahia, que possuíam médicos vinculados pelo Programa, tendo a participação de 30 usuários. Realizou-se entrevista semiestruturada e os dados foram analisados de acordo com a técnica de análise de conteúdo temática. Foi também construída uma matriz de julgamento de modo a apontar o mérito alcançado pelo PMM. Os resultados revelaram que a implantação do Programa foi satisfatória, havendo forte aprovação popular em torno dele, mesmo existindo um conhecimento superficial acerca do mesmo, ou até um desconhecimento total. Foi evidenciado ainda que não seria necessária a vinda de médicos estrangeiros para o país, uma vez que fossem realizados os devidos ajustes na base jurídico-operacional do Programa de modo a atrair e fixar os profissionais brasileiros.

    Abstract in English:

    Abstract The Mais Médicos Program (MMP) appeared in 2013 as a measure to face the absence of doctors in primary care. It generated controversy in the society before the opening of the Brazilian market for foreign professionals, with disapproval by the medical category, but with apparent popular acceptance. Thus, this study aimed to evaluate the implementation of PMM of a countryside municipality in Bahia state, Brazil, through the users. This is an evaluative research performed in 11 family health teams in Bahia countryside, that had doctors bound by Program, with the participation of 30 users. A semi-structured interview was conducted and the data were analyzed according to the thematic content analysis technique. A judgment matrix was also constructed in order to point out the merit achieved by the MMP. The results revealed that the implementation of the Program was satisfactory, with a strong popular approval around, even if there was a superficial knowledge about it, or even a total lack of knowledge. It was also evidenced that it would not be necessary for foreign doctors to come to the country, once the necessary legal adjustments were made in order of the Program to attract and fix the Brazilian professionals.
  • Oral health ethical problems in the context of Primary Health Care Temas Livres

    GOMES, DORIS; ZOBOLI, ELMA LOURDES CAMPOS; FINKLER, MIRELE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Diante da ausência de estudos voltados às questões éticas vivenciadas por profissionais de Saúde Bucal no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS) e como primeira etapa de adaptação com validação do Inventário de Problemas Éticos na Atenção Primária à Saúde (IPE-APS) para a saúde bucal, objetiva-se, com esta pesquisa, desvelar os problemas éticos que ocorrem nas relações de trabalho e na produção do cuidado em saúde bucal. Foram realizadas entrevistas com profissionais que atuam no modelo da Estratégia Saúde da Família, no tradicional ou arranjos singulares da APS. Os dados coletados foram qualitativamente analisados à luz da Bioética Clínica Amplificada e de outros referenciais da Bioética Social brasileira. Os resultados evidenciaram 32 problemas ético-políticos em diferentes âmbitos: acesso e acolhimento, gestão, relações com usuários, intra e interequipes, entre os diferentes níveis da rede e relacionados a processos macroestruturais, ficando pouco nítidos os limites de transformação de problemas cotidianos em problemas éticos. Tais problemas, majoritariamente de caráter técnico, administrativo ou estrutural, envolvendo questões materiais, financeiras e organizacionais, possuem uma dimensão ética e, também, política, além da deontológica, pois influenciam os modos de viver, trabalhar e produzir cuidado.

    Abstract in English:

    Abstract In view of the absence of studies focusing on ethical issues experienced by oral health professionals in the context of Primary Health Care (APS) and as the first stage of adaptation with validation of the Inventory of Ethical Problems in Primary Health Care (IPE-APS) for the oral health, this research aimed to disclose ethical problems that occur in work relationships and in oral care production. Interviews were conducted with dentistry professionals within the Family Health Strategy model, in traditional APS or unique arrangements. Data was collected and qualitatively analyzed in light of an amplified clinical Bioethics and other theoretical frameworks of the Brazilian Social Bioethics. The results revealed 32 ethical-political problems in different spheres: access and reception, management, relationships with users, intra- and inter-teams relationships, relations among different network levels, and in macro-structural processes, leaving little limits for transforming everyday problems into ethical ones. These problems, most of which are of technical, administrative or structural nature, involving material, financial and organizational issues, have an ethical and a political dimension, as they influence the ways of living, working and producing care.
  • Canguilhem’s Hippocratic vitalism Temas Livres

    CAIRUS, HENRIQUE F.; GALLUCCI, LÍVIA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O vitalismo canguilhemiano não é evidente, tampouco é uma forma mais conhecida desse tipo de pensamento; não nasce das antigas diatribes que, do século XVIII, invadiram as polêmicas do XIX. Canguilhem reabilita o vitalismo a partir de uma abordagem ontológica única, para a qual ele não hesita em referenciar-se nos antigos e, de modo geral, num Hipócrates que, lido sobretudo por meio da história escrita por Charles Singer, traz à tona outros temas, como a crítica ao conceito de homeostase revivido e nomeado por Walter Cannon. Canguilhem redimensiona a homeostase hipocrática que Cannon cientificizou, dando-lhe uma mobilidade que lhe é conceitualmente essencial, e redesenha o projeto do vitalismo, recusando-lhe a antítese do mecanicismo. Dessa forma, Canguilhem foi buscar ou se respaldar num Hipócrates lido pelos historiadores da medicina (e das ciências biomédicas). Este artigo procurou mapear a contribuição de longa duração de Georges Canguilhem para o discurso médico, bem como seu papel fundador de uma nova concepção de normalidade a partir da sua concepção de vitalismo, que, para ele, é herdeira de um “espírito hipocrático”.

    Abstract in English:

    Abstract Canguilhem’s vitalism is not obvious, neither does is consist of a more known form of this type of thinking; it does not come from the old diatribes that, coming from the 19th century, are still relevant to the 20th century’s discussions. Canguilhem reclaims vitalism from a unique ontological approach, and does not hesitate to allude to the classics and, most of all, to a Hippocrates that, read mainly through the perspective of the history written by Charles Singer, brings to light other themes such as the critic to the concept of homeostasis revitalized and named by Walter Cannon. Canguilhem gives another perspective to Hippocrates’ homeostasis, that was “scientified” by Cannon, giving it mobility that is considered essential to its concept and redraws the vitalism project, rejecting the place of mechanism antithesis. This paper aimed to map Canguilhem’s longue durée contribution to the medical discourse, as well as his funding role of a new conception of normality formulated from his own interpretation of a vitalism that, in his point of view, comes from a “Hippocratic spirit”.
  • Potyguara indigenous health: for other political and aesthetic configurations in Collective Health Temas Livres

    SOUSA, MARIA LIDIANY TRIBUTINO; CAPRARA, ANDREA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Desde seu entendimento como ausência de doença, bem-estar, até direito humano, o conceito saúde indígena, na literatura acadêmica, apresenta-se empobrecido de questões que dizem respeito à vida nas aldeias indígenas. São reduzidas as publicações no Ceará, sendo a maior parte, principalmente, de pesquisadores da Antropologia e da História que trabalham com questões sobre territorialização, etnicidade e espiritualidade. Desse modo iniciou-se, em 2008, em uma universidade do Estado do Ceará, um projeto sobre “Saúde Intercultural”, em três etapas, que prosseguiu de 2015 a 2017, com o desenvolvimento de uma tese de doutorado, com o objetivo de provocar uma cartografia dos modos de saúde potyguara em Monsenhor Tabosa, para deslocar a maneira de percebermos a saúde com arte, política e ética na área da Saúde Coletiva. As danças, os cantos, os gritos, o segredo das rezas, o uso das tecnologias são produções que criam rachaduras e desestabilizam as compreensões que temos de saúde, política e estética. As ações políticas indígenas possuem aberturas às inovações, e os potyguara têm possibilitado deslocamentos no que vem sendo reiterado e reificado como saúde indígena através da literatura acadêmica, trazendo novas estéticas que assumem a saúde como produção de vida.

    Abstract in English:

    Abstract The concept of indigenous health in the academic literature, from its understanding as an absence of disease, well-being, and a human right, is impoverished by questions concerning life in indigenous villages. The publications in Ceará state, Brazil, are reduced, most of them mainly by researchers of Anthropology and History who work on issues of territorialization, ethnicity and spirituality. In 2008, a project on "Intercultural Health" in three stages, which continued from 2015 to 2017, started at a university in the state of Ceará, with the development of a doctoral thesis, with the aim of provoking a mapping of potyguara health ways in Monsenhor Tabosa, to displace the way we perceive health with art, politics and ethics in the area of Collective Health. The dances, songs, cries, secrets of the prayers, use of the technologies are productions that create cracks and destabilize the understandings that we have about health, politics and aesthetics. Indigenous political actions are open to innovations, and potyguara have made displacements in what has been reiterated and reified as indigenous health through academic literature, bringing new aesthetics that assume health as a production of life.
  • Reports and reflections on primary health care in Agrarian Reform settlements Temas Livres

    DANTAS, ANA CAROLINA DE M. T. V.; MARTELLI, PETRÔNIO JOSÉ DE LIMA; ALBUQUERQUE, PAULETTE CAVALCANTI DE; SÁ, RONICE MARIA PEREIRA FRANCO DE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo de caso objetivou analisar o cuidado à saúde de famílias assentadas no interior do Estado de Pernambuco, mediante observação participante, entrevistas individuais com profissionais de saúde e representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST, grupos focais com as famílias de dois assentamentos e diário de campo. Observou-se que as práticas de saúde estavam relacionadas ao cuidado popular por meio do uso de plantas medicinais, ações de prevenção, como vacinação, puericultura, acompanhamento a hipertensos e diabéticos, tratamento da água e destino do lixo. Identificou-se que fatores socioeconômicos, culturais e educacionais impactavam, de maneira negativa, na condição de saúde, enquanto a formação dos profissionais e a capacidade resolutiva da Atenção Primária limitavam a oferta de ações. Apesar de as práticas de saúde estarem de acordo com a Política Nacional da Atenção Básica, havia lacunas entre o fazer saúde técnico e o fazer saúde popular. Destacaram-se as ações realizadas pelo Movimento, como o diagnóstico da condição de saúde e planejamento, a partir da educação popular. As necessidades de saúde apresentadas pelas famílias demandavam das equipes competências e habilidades específicas para o cuidado à saúde integral implicado com a realidade socioeconômica, cultural e sanitária dos assentamentos da Reforma Agrária.

    Abstract in English:

    Abstract This case study aimed to analyze the health care of families settled in the countryside of Pernambuco state, Brazil, through participant observation, individual interviews with health professionals and representative of the Landless Workers Movement (MST), focus groups with families from two settlements and field diary. Health practices were related to the popular care through the use of medicinal plants, preventive actions, such as vaccination, childcare, monitoring of hypertensive and diabetic patients, water treatment and waste destination. We identified that socioeconomic, cultural and educational factors had a negative impact on health conditions, while the training of professionals and the resolving capacity of Primary Care limited the supply of actions. Although health practices were in accordance with the National Primary Care Policy, there were gaps between making technical health and making health popular. The actions carried out by the Movement were highlighted, such as the diagnosis of health status and planning, based on popular education. The health needs presented by the families demanded of the teams specific skills and abilities for the integral health care implied with the socioeconomic, cultural and sanitary reality of the Agrarian Reform settlements.
  • The matrix support in primary health care in Rio de Janeiro municipality: the matrix workers’ perception in Mental Health Temas Livres

    CHAZAN, LUIZ FERNANDO; FORTES, SANDRA; CAMARGO JR., KENNETH R. DE; FREITAS, GABRIELE CARVALHO DE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os cuidados adequados em saúde mental são considerados um desafio para a saúde pública. A integração desses cuidados com a Atenção Primária à Saúde (APS) é a principal estratégia segundo a OMS. Nesta direção, no Brasil, a criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) foi um avanço, composto por uma equipe multidisciplinar que tem como principal ferramenta de trabalho o apoio matricial. O objetivo deste estudo foi analisar e explorar as percepções do trabalho dos matriciadores de saúde mental do município do Rio de Janeiro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que usou grupo focal integrado à técnica do aquário, com 26 matriciadores de oito áreas programáticas. A análise de conteúdo se deu pela Análise Estruturada. Foi possível identificar questões que versam sobre os dilemas da formação de profissionais para APS e Saúde da Família, concepções diversas sobre apoio matricial, os impactos para profissionais e pacientes de questões sobre violência e sobrecarga de trabalho, além do suporte da gestão. Concluiu-se que, embora o NASF tenha apresentado avanços importantes na atenção à saúde, ainda é preciso haver uma integração maior dos profissionais e usuários para maior clareza do trabalho dos matriciadores, visando a um fortalecimento das ações no âmbito do SUS.

    Abstract in English:

    Abstract Appropriate Mental Health care is considered a public health challenge. Integrating this care with Primary Health Care (PHC) is the main strategy according to WHO. In this direction, the creation of the Support Center for Family Health in Brazil was an advance, made up of a multidisciplinary team that has as main work tool the Matrix Support. This study aimed to analyze and to explore the perceptions of the work of the Mental Health matrix workers of the city of Rio de Janeiro. It is a qualitative research that used the Focal Group along with the aquarium technique with matrix workers from eight programmatic areas. Content analysis took place through Structured Analysis. It was possible to identify questions related to the dilemmas of the training of professionals for PHC and Family Health, different conceptions about matrix support, impacts for professionals and patients on issues of violence and work overload, and management support. It was concluded that although the SCFH has presented important advances in health care, there is still a need for greater integration of professionals and users for greater clarity of the work of the matrix workers, aiming at strengthening SUS actions.
  • Controversies about the use of DSM for mental disroders diagnoses Temas Livres

    MARTINHAGO, FERNANDA; CAPONI, SANDRA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O número de diagnósticos de transtornos mentais cresceu significativamente em paralelo à disseminação das edições do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM). Neste contexto, desenvolvemos este ensaio com a finalidade de compreender o uso do DSM como instrumento para fundamentar os diagnósticos de transtornos mentais. Para embasar o presente estudo, lançou-se mão de publicações científicas de autores que discutiram as edições do DSM, assim como as classificações psiquiátricas. Constatamos que há controvérsias em relação ao Manual, as quais descrevemos por um lado como conveniências e, por outro, como críticas. Há lugares em que esta lógica do DSM é conveniente, uma vez que gera benefícios a diversos setores, como seguros de saúde e indústria farmacêutica. As principais críticas ao DSM ressaltam o fato de o Manual transformar o sofrimento psíquico em patologias de cunho cerebral.

    Abstract in English:

    Abstract The number of diagnoses of mental disorders has grown significantly parallel to the dissemination of the editions of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM). In this context, we developed this essay in order to understand the use of DSM as an instrument to support the diagnosis of mental disorders. To do so, we have used scientific publications by authors who have discussed DSM issues, as well as psychiatric classifications. We find that there are controversies regarding the Manual, which we describe on the one hand as conveniences, and on the other, as criticisms. There are places where this logic of the DSM is convenient, since it generates benefits to several sectors, such as health insurance and pharmaceutical industry. The main criticisms of DSM are the fact that the Manual transforms psychic suffering into cerebral pathologies.
  • Home care: care profile of a service linked to a teaching hospital Temas Livres

    NEVES, ANA CAROLINA DE OLIVEIRA JERONYMO; SEIXAS, CLARISSA TERENZI; ANDRADE, ANGÉLICA MÔNICA; CASTRO, EDNA APARECIDA BARBOSA DE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivos: Descrever o perfil dos usuários e cuidadores atendidos pelo Serviço de Atenção Domiciliar; verificar associações e correlações entre as variáveis. Método: Estudo do tipo documental, quantitativo, realizado entre maio e novembro de 2017. A análise dos dados foi feita por meio de estatística básica, teste qui-quadrado e coeficiente de correlação de Pearson. Resultados: Dos 46 usuários, a maioria era idosa, do sexo feminino (71,74%), com renda de até dois salários mínimos (65,22%), dependentes para o autocuidado (89,13%). A variável “grau de dependência” teve associação estatisticamente significante com o sexo (p=0,025), o motivo de inclusão (p=0,003), especialidade médica (p=0,013), classificação no SAD (p<0,001) e a presença de cuidador familiar (p=0,017). Demandavam 7,46 equipamentos de saúde, sendo que 70% eram arcados pela família; e 6,78 procedimentos de enfermagem, dos quais 52% eram realizados pelo cuidador. Houve diferença estatisticamente significante entre os custos e gastos assumidos pelas famílias (p<0,001), o número de equipamentos de saúde (p<0,001) e o número de procedimentos de enfermagem demandados (p<0,001). Sobre os cuidadores, a maioria era do sexo feminino (85,71%), com idade média de 62,3 anos, 50% eram filhos(as) e 23,81% esposos(as). Conclusão: Funções, responsabilidades, custos e gastos são transferidos às famílias, onerando o cuidado domiciliar.

    Abstract in English:

    Abstract Objectives: To describe the profile of the users and caregivers attended by the Home Care Service; to verify associations and correlations among variables. Method: Documentary, quantitative study conducted between May and November 2017. Data analysis was performed using basic statistics, chi-square test and Pearson's correlation coefficient. Results: Of the 46 users, most were elderly, female (71.74%), with income of up to two minimum wages (65.22%), dependent for self-care (89.13%). The variable "degree of dependence" had a statistically significant association with sex (p = 0.025), inclusion motive (p = 0.003), medical specialty (p = 0.013), SAD classification (p <0.001) and presence of caregiver (p = 0.017). They demanded 7.46 health equipment, 70% of which were housed by the family; and 6.78 nursing procedures, of which 52% were performed by the caregiver. There was a statistically significant difference between the costs and expenses assumed by the families (p <0.001), the number of health facilities (p <0.001) and the number of nursing procedures required (p <0.001). Among caregivers, most of them were female (85.71%), with a mean age of 62.3 years, 50% were children and 23.81% were spouses. Conclusion: Functions, responsibilities, costs and expenses are transferred to families, burdening home care.
  • Evaluability of the Brazilian Regulatory Policy within the SUS: a preliminary proposal Temas Livres

    FIGUEIREDO, TATIANA ARAGÃO; ANGULO-TUESTA, ANTONIA; HARTZ, ZULMIRA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os estudos de avaliabilidade permitem determinar os propósitos e o foco avaliativo de políticas, auxiliando o entendimento aprofundado e a apreciação prévia das possibilidades de avaliação. Assim, este artigo busca definir em que medida a Política Nacional de Regulação está em condições de ser avaliada a partir da descrição, elaboração dos modelos lógico e teórico de avaliação, de acordo com o sistema dos sete elementos de Thurston e Ramaliu. Trata-se de estudo de abordagem exploratória e qualitativa, desenvolvido de janeiro a maio de 2018. Os resultados contribuíram para a melhor compreensão da estrutura e operacionalização desta política. Essa Política, entretanto, conforme apresentada e discutida, possui numerosos componentes e atividades, sendo difícil a elaboração de indicadores e de matriz de avaliação. Sugere-se um recorte da política por dimensão ou em menor escala para o possível processo avaliativo. Cabe pontuar que após dez anos de existência, a Política Nacional de Regulação não recebeu proposições de avaliação. Sabe-se que a regulação no setor saúde apresenta diversos desafios, sendo necessária uma proposta para além das dimensões de eficiência e equidade, considerando a formação e as atividades dos profissionais, a acessibilidade aos serviços e as tecnologias em saúde.

    Abstract in English:

    Abstract Evaluability studies allow determining the purposes of the policy and the evaluation focus, assisting a thorough understanding and prior appreciation of the possibilities of policy evaluation. Thus, this article analyzes the evaluability of the Brazilian Regulatory Policy, from January to May of 2018, with an exploratory and qualitative approach, in order to define how this policy can be evaluated and the elaboration of the logical and theoretical models of evaluation, according to the seven-element system by Thurston and Ramaliu. The results contributed to a better understanding of the structure and operationalization of the policy to reach their results and impacts on health. However, the Policy has many components and activities, so it is difficult to elaborate indicators and a global policy assessment matrix. It is suggested a cut of the policy for an evaluation process. The Brazilian Regulatory Policy was published 10 years ago but any proposal to evaluate it has been submitted. It is known that regulation in the health sector brings numerous challenges, and it requires a proposal of evaluation that goes beyond the dimensions of efficiency and equity, including the training and activities of health professionals, accessibility to health services and health technology assessment.
  • The work in the management of mental health substitutive services: between Collective Health, Mental Health and Psychoanalysis Temas Livres

    MOREIRA, ROSÂNGELA MACHADO; ROCHA, KATIA BONES

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetiva-se investigar as inter-relações entre os campos da Saúde Coletiva, da Saúde Mental e da Psicanálise, na gestão de serviços de saúde mental, no contexto do Sistema Único de Saúde. Trata-se de pesquisa qualitativa realizada em quatro municípios do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, com seis gestoras de serviços de saúde mental identificadas com a psicanálise. Os instrumentos de coleta de dados empregados foram uma ficha de dados pessoais e sociodemográficos e uma entrevista semiestruturada. Utilizou-se a análise temática para o exame dos dados, resultando na identificação de três temas centrais: 1) Formação e experiência em gestão e em Saúde Coletiva; 2) Lógica manicomial versus lógica reformista: desafios para o gestionar; e 3) Psicanálise: entre contribuições e limites. Os resultados apontam as dificuldades e os desafios para o gestionar diante da coexistência, nos serviços, de diferentes lógicas de cuidado em saúde mental. A Psicanálise é assumida como um posicionamento ético-político a partir da escuta dos processos inconscientes dos sujeitos, os quais se dão no campo transferencial, contribuindo no suporte à compreensão dos casos e no manejo dos aspectos relacionais e institucionais. Por outro lado, há a necessidade de aproximação da psicanálise com o contexto da saúde mental.

    Abstract in English:

    Abstract The objective is to investigate the interrelationships between the fields of Collective Health, Mental Health and Psychoanalysis in the management of mental health services in the context of the Unified Health System. This is a qualitative research carried out in four municipalities of the state of Rio Grande do Sul, Brazil, with six managers of mental health services identified with psychoanalysis. The instruments of data collection employed were a personal and sociodemographic data sheet and a semi-structured interview. Thematic analysis was used to analyze the data, resulting in the identification of three central themes: 1) Training and experience in management and in Collective Health; 2) Manicomial logic versus reformist logic: challenges to manage it; and 3) Psychoanalysis: between contributions and limits. The results point out the difficulties and the challenges to manage it in the face of the coexistence in the services of different logics of mental health care. Psychoanalysis is assumed as an ethical-political positioning based on the listening of the subjects' unconscious processes, which occur in the transferential field, contributing in the support to the understanding of the cases and in the management of relational and institutional aspects. On the other hand, there is a need to bring psychoanalysis closer to the context of mental health.
  • Between “health” and “tradition”: social representations of the Mediterranean diet

    GASPAR, MARIA CLARA DE MORAES PRATA; VERTHEIN, ÚRSULA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo analisa, através de uma abordagem qualitativa, as representações sociais da Dieta Mediterrânea, a partir de discursos de um grupo de nutricionistas e outro de mulheres leigas de nacionalidade espanhola residentes na cidade de Barcelona (Catalunha, Espanha). A comparação dos discursos permite compreender como um grupo profissional e um grupo leigo incorporam discursos médicos e sociais em suas práticas alimentares. Na modernidade alimentar, o processo de medicalização da alimentação contribuiu com a emergência progressiva de uma racionalidade científica-nutricional. Nesse contexto, a Dieta Mediterrânea se enquadra no campo da medicina, encarnando de forma utópica uma norma nutricional e moral. Ao mesmo tempo, a modernidade alimentar, caracterizada por transformações sociais como a industrialização e a instauração de espaços comuns transnacionais, provocou uma espécie de nostalgia em relação à determinadas práticas alimentares consideradas como “tradicionais”. A Dieta Mediterrânea ganha assim importância como uma herança cultural a ser protegida. Percebemos, portanto, nesse caso concreto, que os discursos médicos e sociais se fundem, se complementam e se confundem, criando novas normas, representações e práticas alimentares.

    Abstract in Spanish:

    Resumen El presente estudio analiza, a través de una aproximación cualitativa, las representaciones sociales de la Dieta Mediterránea a partir de los discursos de dietistas y mujeres legas de nacionalidad española que residen en la ciudad de Barcelona (Cataluña, España). La comparación de los discursos permite comprender cómo un grupo profesional y un grupo lego manejan e incorporan discursos médicos y sociales en sus prácticas alimentarias. En la modernidad alimentaria, el proceso de medicalización de la alimentación ha contribuido a la emergencia progresiva de una racionalidad científica-nutricional. En este contexto la Dieta Mediterránea emerge en el campo médico encarnando de forma utópica una norma nutricional y moral. Al mismo tiempo, la modernidad alimentaria caracterizada por transformaciones sociales, como la industrialización y la instauración de espacios comunes transnacionales, ha provocado una especie de nostalgia respecto a ciertas prácticas alimentarias consideradas “tradicionales”. En este contexto, la Dieta Mediterránea gane importancia como una herencia cultural a proteger. En este caso, percibimos que los discursos médicos y sociales se fusionan, se complementan y se confunden, generando nuevas normas, representaciones y prácticas alimentarias.

    Abstract in English:

    Abstract This study analyses, through a qualitative approach, the social representations about Mediterranean Diet of Spanish dieticians and laywomen living in Barcelona (Catalonia, Spain). The comparison between their discourses allows understanding how a professional group and a lay group deal with, and incorporate, social and medical discourses in eating practices. In food modernity, the process of medicalization of food contributed to a progressively emergence of a scientific-nutritional rationality. In that context, the Mediterranean Diet seems to embody, in a utopic way, a nutritional and moral norm. At the same time, this food modernity, characterized by social transformations such as industrialization and the establishment of a common transnational space, provoked a nostalgia concerning some eating practices perceived as “traditional”. Therefore, the Mediterranean Diet becomes important as a cultural heritage to be protected. Hence, we may realize that social and medical discourses merge, complement and blend, creating new food norms, representations and practices.
  • Considerações sobre o ontem e o hoje da Saúde Mental brasileira Resenhas

    SILVA, JÚLIA ROMUALDO BEZERRA DA
  • Errata Erratum

IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br