Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 29, Issue: 3, Published: 2019
  • As margens da política como parte constituinte e indissociável do Estado em ação Resenhas

    SILVA, GUILHERME DE SOUZA RANGEL DA
  • Aspectos legais e conceituais de estudos epidemiológicos aplicados à avaliação de potencial malarígeno no Brasil Comentários

    ARAÚJO, WALTER SANTOS DE
  • Mourning and medicalization: management of suffering among mothers who lost children Temas Livres

    FARIA, ALINE FERREIRA DE; LERNER, KÁTIA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo coloca em discussão a medicalização como forma de gestão do sofrimento de mães que perderam filhos, evidenciando como o luto é psicologizado e psiquiatrizado na sociedade contemporânea e como os saberes "psi" são apropriados por aqueles que sofrem. O objetivo do trabalho foi compreender como as mães que perderam filhos lidaram com esses saberes na gestão de seu sofrimento. Optou-se metodologicamente pela realização de entrevistas com base em roteiros semiestruturados com mães enlutadas e alguns de seus familiares e amigos, sempre conduzidas a partir de um olhar etnográfico. Ao todo, foram entrevistadas seis mães e seis familiares. Conclui-se que a relação entre a medicalização e o luto é permeada por um constante processo de negociação, pois o saber adquirido pelas mães a partir de suas experiências e o "saber psi" institucionalizado atuam em uma relação de complementaridade.

    Abstract in English:

    Abstract The article discusses medicalization as a way of managing the suffering of mothers who have lost children, highlighting how grief is psychologized and psychiatrized in contemporary society and how "psi" knowledge is appropriated by those who suffer. The study aimed to understand how mothers who lost children dealt with this knowledge in the management of their suffering. Methodologically, interviews were conducted based on semi-structured scripts with bereaved mothers and some of their relatives and friends, always conducted from an ethnographic perspective. In all, six mothers and six family members were interviewed. It is concluded that the relationship between medicalization and grief is permeated by a constant process of negotiation, because the knowledge acquired by mothers from their experiences and the institutionalized "psi knowledge" act in a relationship of complementarity.
  • Diagnosis as a “passport” for recognition and significance of experiences in dyslexia Temas Livres

    LAMEGO, DENYSE TELLES DA CUNHA; MOREIRA, MARTHA CRISTINA NUNES

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Analisamos as implicações do diagnóstico de dislexia na produção de sentidos sobre as experiências relacionadas a esta condição, a partir da ótica de diferentes atores sociais em campos de interações diversos. Utilizamos o método de narrativas em diálogo com os conceitos de “normalidade” e “patologia”, “ideologia” e “cultura” e com o campo teórico-conceitual da “Sociologia do Diagnóstico”. Realizamos 19 entrevistas-narrativas com atores sociais diferentemente posicionados na estrutura social, recrutados a partir da rede social Facebook, no grupo “Dislexia e Pais”. Discutiu-se o contexto sócio-histórico de construção social da categoria diagnóstica “dislexia”; a peregrinação por diagnóstico, barreiras e conflitos encontrados nos sistemas de saúde e educação; a importância do diagnóstico biomédico para a significação da experiência de adoecimento pela dislexia; o papel e as funções do diagnóstico de dislexia para a busca de reposicionamentos e reordenamentos da vida cotidiana, para a construção de marcas identitárias, assim como para o reconhecimento e acesso a direitos em espaços públicos. O diagnóstico de dislexia foi interpretado como um personagem principal que apresenta funções positivas e negativas na vida cotidiana de pessoas vivendo com essa condição.

    Abstract in English:

    Abstract We analyze the implications of the diagnosis of dyslexia in the production of meanings about the experiences related to this condition, from the perspective of different social actors in different fields of interactions. We used the narratives method in dialogue with the concepts of “normality” and “pathology”, “ideology” and “culture” and with the theoretical-conceptual field of “Sociology of Diagnosis”. We conducted 19 narrative interviews with social actors differently positioned in the social structure, recruited from the social network Facebook, in the group “Dyslexia and Parents”. We discussed the socio-historical context of social construction of the diagnostic category “dyslexia”; the pilgrimage by diagnosis, the barriers and conflicts found in the health and education systems; the importance of the biomedical diagnosis for the significance of the experience of illness by dyslexia; the role and functions of the diagnosis of dyslexia for the construction of identity marks, as well as for the search for repositioning and reordering of the daily life and for the recognition and access to rights in public spaces. The diagnosis of dyslexia was interpreted as a main character that presents positive and negative functions in the daily life of people living with this condition.
  • Sustainability analysis of a health promotion intervention in Recife-PE, Brazil Temas Livres

    CAZARIN, GISELE; FIGUEIRÓ, ANA CLÁUDIA; DIAS, SÓNIA FERREIRA; HARTZ, ZULMIRA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Iniciativas de promoção de atividade física têm sido apontadas como relevantes na promoção da saúde. O município de Recife, Pernambuco, idealizou e implantou em 2002 política dessa natureza, denominada Programa Academia da Cidade (PAC). A sustentabilidade de intervenções de promoção da saúde constitui um desafio à manutenção dos seus resultados. Objetivou-se analisar o percurso dos eventos relativos à sustentabilidade do PAC Recife no período de 2002 a 2016. Trata-se de pesquisa avaliativo-qualitativa, tendo como estratégia de estudo o caso único. Para a análise dos dados, empregou-se a análise de conteúdo temática. Recolheram-se dados por meio da técnica do incidente crítico, em 14 entrevistas com informantes-chave e seis grupos focais, em dois períodos: de agosto a dezembro de 2010 e de junho a agosto de 2016, e em documentos oficiais e técnicos. Construiu-se a linha do tempo dos eventos/incidentes críticos relativos à sustentabilidade do programa. Os dados foram analisados conforme as seguintes categorias: eventos de implementação, mistos e de sustentabilidade. Os eventos ficaram classificados de acordo com suas consequências em favoráveis ou desfavoráveis à sustentabilidade. Os resultados indicaram ocorrência de 14 eventos/incidentes críticos, na maior parte com consequências positivas para a continuidade do programa no período estudado.

    Abstract in English:

    Abstract Initiatives for promotion of physical activity have been identified as relevant practices in health promotion. The city of Recife-PE, devised and implemented in 2002 a policy called Academia da Cidade Program (ACP). The sustainability of health promotion interventions imposes a challenge to the maintenance of its results. The goal was to analyze the course of events related to the sustainability of the ACP Recife from 2002 to 2016. It is a qualitative evaluative research with a single case study strategy. For data analysis, the thematic content was used. Data was collected using the critical incident technique from 14 interviews with key informants and six focal groups in two periods: from August to December 2010, and June to August 2016; and technical and official documents. A timeline for critical events/incidents related to the program sustainability was created. Data were analyzed according to the following categories: sustainability, mixed and implementation events. Events were classified according to their consequences: favorable or unfavorable to sustainability. The results pointed out to the occurrence of 14 critical events/incidents, most of them with positive consequences to the continuity of the program in the period.
  • The beats of drums in backyards: the understandings of Umbanda people on health, illness and care Temas Livres

    ROCHA, MATHEUS BARBOSA DA; SEVERO, ANA KALLINY DE SOUSA; FÉLIX-SILVA, ANTÔNIO VLADIMIR

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Durante o processo de escravização africana no Brasil, os negros trouxeram consigo uma imensa bagagem simbólico-cultural, tais como danças, comidas, festividades e cerimônias religiosas. Na esfera religiosa, o processo de intercâmbio das doutrinas africanas com os elementos culturais já existentes em terras brasileiras deu surgimento à religião umbandista. O presente artigo teve como objetivo conhecer as concepções dos praticantes e consulentes de três terreiros de Umbanda sobre saúde, adoecimento e cuidado. Como matriz metodológica, utilizou-se o referencial da Análise Institucional “no papel”. Os participantes foram três sacerdotes umbandistas e os respectivos praticantes e consulentes dos terreiros que os mesmos conduziam. Como resultados, identificamos alguns elementos que explicariam, de acordo com as cosmologias umbandistas, os processos de saúde/doença: desequilíbrios energéticos; pensamentos e condutas negativas diante da vida; nervosismo; obsessores; mediunidade não resolvida ou alguma questão de ordem médica ou psicológica. Pôde-se perceber, portanto, que os conhecimentos dos povos umbandistas sobre saúde em muito destoam daqueles em que se sustentam os saberes hegemonicamente instituídos que direcionam os profissionais da saúde.

    Abstract in English:

    Abstract During the process of African enslavement in Brazil, blacks brought with them an immense symbolic-cultural background, such as dances, food, festivities and religious ceremonies. In the religious sphere, the process of exchanging African doctrines with cultural elements already existing in Brazilian lands gave rise to the Umbandaist religion. This article aimed to know the conceptions of practitioners and consultants of three Umbanda terreiros (meeting places) about health, illness and care. As a methodological matrix, we used the reference of Institutional Analysis “on paper”. The participants were three Umbanda priests and their practitioners and consultants of the terreiros they conducted. As a result, we identified some elements that would explain, according to Umbanda cosmologies, the health / disease processes: energy imbalances; negative thoughts and conduct towards life; nervousness; obsessors; unresolved mediumship or any medical or psychological issue. Therefore, it can be seen that the knowledge of the Umbanda peoples on health is very different from those on which the hegemonically instituted knowledge that directs health professionals is based.
  • “Having cancer changed my life”: Luiza's cartography in the micropolitics of cancer care networks Temas Livres

    CABRAL, MARIANA POMPÍLIO GOMES; JORGE, MARIA SALETE BESSA; FRANCO, TÚLIO BATISTA; FRANCA, EVELYNE VIANA DE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Garantir cuidado integral à saúde de mulheres com câncer cérvico-uterino ainda é um desafio para a Saúde Coletiva, embora se evidencie o enraizamento de políticas, práticas e saberes na conformação de redes oncológicas de cuidado. Este estudo apostou na necessidade de mergulhar nas experimentações da micropolítica do cuidado para conhecer as nuances do fenômeno investigado. Ao fundamentar-se no aporte teórico-metodológico de Deleuze e Guattari, objetivou-se cartografar linhas de composição da produção de cuidado oncológico, na cidade de São Luís-MA, tendo como dispositivo a rede da usuária-guia Luiza. Investigaram-se 28 participantes através de entrevistas em profundidade e rodas de conversas. Como resultado, desenhou-se uma rede vulnerável, fragmentada e centralizada no cuidado biomédico, tendo um hospital que acolhe demandas da doença e uma atenção primária que abandona prevenção e promoção de saúde. Destaca-se a importância de conhecer a mulher com câncer atrelada à comunidade, à religiosidade e aos vínculos familiares. Ter câncer mudou a vida de Luiza e demandou conexões para além do biomédico. Essa cartografia convoca à percepção dos gargalos existentes na produção de redes oncológicas, convidando a quebrar muros tecnoassistenciais e criar enfrentamentos centrados na promoção de saúde e qualidade de vida.

    Abstract in English:

    Abstract Ensuring comprehensive health care for women with cervical-uterine cancer remains a challenge for public health, although evidence of the established policies, practices and knowledge in shaping of cancer care networks. This study focused on the need to deepen in the micropolitics of care experiments to know the nuances of the investigated phenomenon. Based on the theoretical and methodological approach of Deleuze and Guattari, it aimed to map the composition lines of cancer care production in the city of São Luis-MA, Brazil, using the network of the guide-user Luiza as a device. Twenty-eight participants were investigated through in-depth interviews and conversation groups. As a result, a vulnerable, fragmented, centralized network of biomedical care was designed, with a hospital that welcomes demands of the disease, and primary care that abandons prevention and health promotion. The importance of knowing women with cancer linked to the community, religiosity and family ties is highlighted. Having cancer changed Luiza's life and required connections beyond the biomedical sphere. This cartography calls for the perception of narrowing in the production of cancer care networks, inviting the breaking of techno-assistance walls and creating confrontations focused on health promotion and quality of life.
  • Prevenção do suicídio no Brasil: como estamos? Comentários

    DANTAS, EDER SAMUEL OLIVEIRA
  • Autobiographic narratives of women with endometriosis: which phenomena permeate the delays in diagnosis? Temas Livres

    BRILHANTE, ALINE VERAS MORAIS; OLIVEIRA, LUIZ ADRIANO FREITAS; LOURINHO, LIDIA ANDRADE; MANSO, ALMUDENA GARCIA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo objetiva compreender a rede de significados construídos intersubjetivamente que caracterizam o fenômeno da endometriose na vida das mulheres acometidas, equilibrando perspectivas micro e macrossociais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa ancorada na técnica de narrativa autobiográfica do sociólogo Fritz Schütze, que explorou a experiência de 29 mulheres com endometriose. A análise foi realizada de acordo com o método reconstrutivo proposto por Schütze. Para além da estrutura esquemática baseada nos dados indexados, emergiam duas teorias: negligência estrutural legitimada por questões de gênero e barreiras e atalhos na rede de assistência. As narrativas revelam a institucionalização de questões de gênero nos serviços de saúde como reflexo de relações embutidas na estrutura social. Negligência, psiquiatrização do sofrimento feminino, centralidade das ações na função reprodutiva e medicalização precoce do corpo feminino foram fenômenos sociais identificados nas narrativas. Esses aspectos estruturais, legitimados pela violência cultural, relacionam-se de forma simbiótica a lapsos na rede de assistência. O enfrentamento a esse fenômeno demanda mais do que a reorganização das linhas de cuidado segundo o paradigma da integralidade, embora esta emerja como uma possiblidade. É crucial a compreensão das microestruturas relacionadas ao gênero que fundamentam os arranjos sociais e a organização assistencial, produzindo violências institucionais e múltiplos sofrimentos.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to understand the network of intersubjectively constructed meanings that characterize the phenomenon of endometriosis in the lives of affected women, balancing micro and macrosocial perspectives. This is a qualitative research based on the autobiographical narrative technique of sociologist Fritz Schütze, who explored the experience of 29 women with endometriosis. The analysis was performed according to the reconstructive method proposed by Schütze. Beyond the schematic structure based on indexed data, two theories emerged: structural neglect legitimized by gender issues and barriers and shortcuts in the care network. The narratives reveal the institutionalization of gender issues in health services as a reflection of relationships embedded in the social structure. Neglect, psychiatrization of female suffering, centrality of actions in reproductive function and early medicalization of the female body were social phenomena identified in the narratives. These structural aspects, legitimized by cultural violence, are symbiotically related to lapses in the care network. Coping with this phenomenon demands more than the reorganization of care lines according to the integrality paradigm, although it emerges as a possibility. Understanding the gender-related microstructures that underlie social arrangements and care organization, producing institutional violence and multiple sufferings, is crucial.
  • Sociocultural descriptions of febrile syndromes in rural areas of Urabá, Colombia: An exploration of “tick fever” Other Themes

    VÉLEZ, JUAN CARLOS QUINTERO; MIGNONE, JAVIER; QUINTERO, LISARDO OSORIO; ARBELÁEZ, CARLOS ROJAS

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Nos anos de 2006 e 2008, dois surtos letais de riquetsiose foram relatados em áreas rurais de Urabá, caracterizados pela falta de atenção imediata para o diagnóstico e tratamento com antibióticos. Objetivo: Descrever aspectos socioculturais do conhecimento, atitudes e práticas de síndromes febris e "febre do carrapato" em áreas rurais de Antioquia, Urabá. Materiais e métodos: Realizou-se estudo exploratório, através de inquéritos sobre CAP (conhecimentos, atitudes e práticas) e entrevistas semiestruturadas sobre síndromes febris e "febre do carrapato", um nome que se refere às doenças das riquetsioses na área. Foram aplicados 246 inquéritos sobre a CAP foram realizadas aos chefes de agregados familiares e nove pessoas foram entrevistadas. Resultados: Observou-se que as pessoas tendem a identificar os sinais e sintomas clínicos característicos da dengue, malária, leptospirose e até riquetsiose. Um grande número de pessoas demonstra baixo conhecimento sobre "febre do carrapato" e indicou que ela é transmitida por mosquitos (32,93%). Os entrevistados indicaram que as causas das diferentes síndromes febris se devem a parasitas intestinais, malária, dengue ou, como crença cultural, ao "mau olhado". A "febre do carrapato" o associa, pelo nome, com a mordida do carrapato. Além disso, o tratamento das síndromes febris referidas pelos entrevistados está intimamente relacionado ao uso comum da medicina ocidental e ao uso de "plantas medicinais". Conclusões. É necessário ter programas de educação nessas áreas rurais para que essas entidades potencialmente letais tenham um tratamento efetivo e acessível.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: In 2006 and 2008 there were two lethal outbreaks of rickettsioses in the rural areas of Urabá, characterized by the lack of immediate diagnosis and antibiotic treatment. Objective: Describe sociocultural aspects about knowledge, attitudes and practices in relation to febrile syndromes and “tick fever” in rural areas of Urabá. Materials and methods: We conducted an exploratory study using knowledge, attitudes, and practices questionnaires and semi-structured interviews about febrile syndromes and “tick fever”. We surveyed 246 heads of households and interviewed nine individuals. Results: We observed that people tended to identify febrile syndromes with signs and clinical symptoms of dengue, malaria, leptospirosis and rickettsioses. A considerable proportion of individuals (32.93%) knew very little about “tick fever”, thinking that is was transmitted by mosquitos. They mentioned intestinal parasitoids, malaria, dengue, and “evil eye” among the causes of febrile syndromes. “Tick fever” is linked by its name to the bite of the tick. Furthermore, the treatments for febrile syndromes mentioned by interviewees are associated to those commonly used in western medicine and medicinal plants. Conclusions: There is a need for educational programs in rural areas, to raise awareness about these potential lethal conditions that can be effectively treated.
  • Care for drug users in deprivation of liberty Temas Livres

    LIMA, SHEILA SILVA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo visou identificar o cuidado ofertado às pessoas que se encontram presas e fazem uso de drogas, bem como as mudanças ocorridas na assistência à saúde mental após a publicação do Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário e da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica, identificando-se 129 artigos, sendo selecionados seis após a aplicação dos testes de relevância. A literatura aponta que é consensual o uso de drogas durante o cumprimento da pena, apesar da predominância do paradigma proibicionista em detrimento das ações de redução de danos.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to identify the care offered to people who are imprisoned and on drugs, as well as the changes in mental health care following the publication of the National Health Plan in the Penitentiary System and the National Policy for Integral Health Care of Persons Deprived of Liberty. A bibliographic search was performed, and 129 articles were identified; six were selected after application of relevance tests. The literature points out that the use of drugs during sentence execution is consensual, despite the predominance of the prohibitionist paradigm to the detriment of harm reduction actions.
  • The mental health community organizations from Quebec (Canada) Temas Livres

    FRAZATTO, CARINA FURLANETO; BIGATTO, KAREN ROBERTA STEAGALL

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo apresenta os organismos comunitários em saúde mental (OCSM) do Quebec, Canadá. Especificamente, traça reflexões considerando sua origem, inserção no sistema público de saúde, princípios, características e formatos. Os OCSM são serviços autônomos, originados na comunidade, que oferecem atividades sem fins lucrativos no setor da saúde e assistência social. Realizou-se estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com revisão não sistemática da literatura. Os resultados apontaram o surgimento dos OCSM no contexto de desospitalização de pacientes, mas com déficit de recursos substitutivos ao hospital psiquiátrico. Apontaram também sua consolidação como alternativa à psiquiatria tradicional, reconhecimento e financiamento parcial, pelo governo, como parte da assistência à saúde mental. Constatou-se que os OCSM compartilham certos princípios, mas concretizam-se em vários formatos, destacando-se por estimular a defesa dos direitos e a convivência em comunidade de pessoas em sofrimento psíquico. Contudo, observaram-se limitações quanto ao alcance e à interação entre OCSM e estabelecimentos públicos, e questiona-se o papel do Estado frente a tais organismos. Conclui-se apontando aproximações e distanciamentos entre características da assistência em saúde mental promovida pelos OCSM no Quebec e pelo Brasil; e indica-se a continuidade das discussões, visando à sedimentação de políticas e práticas em saúde mental, que garantam o cuidado na comunidade.

    Abstract in English:

    Abstract This study presents the Mental Health Community Organizations (MHCO) from Quebec (Canada). The authors draw up reflections considering its origin, insertion into the public health system, principles, characteristics and formats. The MHCO are autonomous, community-based services that provide nonprofit activities in health and social service fields. A descriptive, qualitative study based on a non-systematic review of the literature was done. The results point to the emergence of the MHCO in a context of dehospitalization of patients, but without enough resources replacing the psychiatric hospital. They were consolidated as an alternative to traditional psychiatry, recognized by the government as part of mental health care, and partially financed by the State. The MHCO share some principles, but they materialize in several formats. They stand out for encouraging the defense of rights, and socially reintegrating people in psychological distress. However, there are limitations considering their reach and interaction with public establishments, and the role of the State over these institutions is questioned. We conclude by pointing out similarities and differences between mental health assistance promoted by the MHCO from Quebec and by Brazil. It is necessary to continue dialoguing, aiming to establish policies and practices in mental health that guarantee community-based care.
  • Group activities in the perspective of individuals in a Family Health Unit Temas Livres

    REGO, LORRAINE SANTIAGO; FIGUEIREDO, GUSTAVO DE OLIVEIRA; ROMANO, VALERIA FERREIRA; BAIÃO, MIRIAN RIBEIRO

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo visa analisar os sentidos que os sujeitos conferem às atividades de grupos realizadas em uma Clínica da Família no Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, aplicadas aos participantes, e observação sistemática dos encontros de três grupos distintos. As informações foram processadas pela adaptação da análise de conteúdo temática, com apoio da perspectiva interpretativista. Foram identificadas três categorias analíticas no material empírico, a saber: “dimensão biológica”, “dimensão psicoafetiva” e “dimensão educativa”. As trocas interpessoais se processaram principalmente pela reflexão proveniente da experiência de vida dos sujeitos, o que possibilitou aproximação diferenciada sobre as necessidades de cuidado dos usuários a partir do acolhimento proporcionado pelo coletivo e dos vínculos construídos. Os resultados demonstram que as abordagens de grupo podem contribuir com a transformação do modelo hegemônico biomédico das práticas de saúde.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to analyze the meanings that individuals give to collective activities performed at a Family Health Unit in Rio de Janeiro. Data were collected through semi-structured interviews with participants and systematic observation of the three different groups. Information was processed by adapting the analysis of thematic content with the support of the interpretative perspective. Were identified three analytical categories in the interviewees' speech, namely: "Biological dimension", "Psycho-affective dimension" and "Educational dimension". Interpersonal exchanges were processed mainly by reflection from the subjects' life experience, which allowed for a different approach to the care needs of users based on the reception provided by the collective and the bonds built. The results demonstrate that the approaches of group can transform biomedical hegemonic model of health practices.
  • Articulation of the Psychosocial Care Network and local continuity of care: problematizing possible relationships Temas Livres

    LIMA, DÉBORAH KAROLLYNE RIBEIRO RAMOS; GUIMARÃES, JACILEIDE

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo discute os modos de articulação da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), considerando a recursividade que se estabelece entre estes e as características do cuidado continuado em território. Trata-se de pesquisa de campo, com abordagem qualitativa, realizada com 22 sujeitos e tendo como cenário os serviços da RAPS Natal-RN. Foram realizados grupos focais e observação descritiva, sendo os resultados submetidos à análise de conteúdo temática e agrupados em duas categoriais: 1) A rede alinhavada: bordando ilhas de resistência entre as reminiscências do manicômio - discutindo-se as características do cuidado em saúde mental de base comunitária desenvolvido no município; e 2) O religar de fios e de nós alinhavando a rede - discutindo-se as estratégias adotadas para promoção de interconexões que favoreçam a continuidade do cuidado de saúde mental em território. Chama-se a atenção para a recursividade que se estabelece entre o cuidado em território e a articulação da RAPS. Um cuidado pautado na especialidade, na medicalização e na fragmentação é produto e produtor de uma rede que se articula pontualmente, em um alinhavo disparado por rótulos e intersubjetividades.

    Abstract in English:

    Abstract The article discusses the ways of articulation of the Psychosocial Care Network (RAPS), considering the recursiveness established between them and the characteristics of continued care in the territory. This is a field research, with a qualitative approach, conducted with 22 subjects; the scenario were RAPS Natal-RN services. Focus groups and descriptive observation were performed, and the results were submitted to thematic content analysis, grouped into two categories: 1) The aligned network: embroidering islands of resistance between the asylum reminiscences - discussing the characteristics of mental health care of community base developed in the municipality; and 2) The reconnection of wires and knots by aligning the network - discussing the strategies adopted to promote interconnections that favor the continuity of mental health care in the territory. Attention is drawn to the recursiveness established between local care and the articulation of RAPS. A care based on specialty, medicalization and fragmentation is the product and producer of a punctually articulated network, in an alignment triggered by labels and intersubjectivities.
  • Judicial demand of the transsexual population in the 2nd Instance of the Court of Justice of the State of Rio de Janeiro: an analysis of the decisions until 2017 Temas Livres

    NELSON, DULCINÉA PEIXOTO; GIRIANELLI, VANIA REIS; BESSO, SANDRA MARIA; SILVA, DANIELLE BARATA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo tem como objetivo analisar as decisões judiciais na 2ª instância do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) referentes às demandas da população transexual disponíveis até 2017. Os dados foram acessados no sítio eletrônico do TJRJ e analisados com base nas legislações e normas vigentes. O estudo identificou 44 recursos, sendo que a maioria (32) para retificação do sexo no registro civil. Destes, 21 foram providos (65,6%), sendo que em 12 (57,1%) os apelantes não tinham realizado cirurgia de transgenitalização. O contingente de práticas na esfera política e social contribuiu para que a maioria dos recursos fosse provida antes do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4275) pelo Supremo Tribunal Federal, que visa ao reconhecimento dos transexuais à substituição de prenome e sexo no registro civil, independentemente da cirurgia de transgenitalização. Contudo, a tutela do Estado permanece, restringindo a autonomia e direitos dessa população.

    Abstract in English:

    Abstract This article aims to analyze the judicial decisions in the 2nd instance of the Court of Justice of the State of Rio de Janeiro (TJRJ) regarding the demands of the transsexual population available until 2017. The data were accessed on the TJRJ website and analyzed based on legislation and current standards. The study identified 44 appeals, the majority (32) for rectification of sex in the civil registry. Of these, 21 were granted (65.6%), and in 12 (57.1%) the appellants had not undergone transgenitalization surgery. The contingent of practices in the political and social sphere contributed so that most appeals were granted before the Direct Unconstitutionality Action (ADI 4275) was judged by the Federal Supreme Court, which aims the recognition of transsexuals to the substitution of first name and sex in the civil registry, regardless of transgenitalization surgery. However, the State tutelage remains, restricting the autonomy and rights of this population.
  • Is free choice for cesarean section really free? Editorial

    RUSSO, JANE A.
  • Clinical-institutional supervision as a qualification device in Psychosocial Care: an experience of partnership with the University Temas Livres

    LIMA, CLAUDIA HENSCHEL DE; SAMPAIO, THALLES CAVALCANTI DOS SANTOS MENDONÇA; CUNHA, JULIA DA SILVA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Apresenta-se a condução da supervisão clínico-institucional em um centro de atenção psicossocial localizado no município de Volta Redonda, no estado do Rio de Janeiro, resultando de projeto de extensão que vigorou entre os anos de 2012 e 2015, em uma universidade localizada no mesmo município. O processo de reforma psiquiátrica no município é apresentado a partir de duas interrogações do projeto de extensão: Em que momento da reforma psiquiátrica se encontra o município de Volta Redonda? Que clínica fora possível, até aquele momento, no CAPS? A partir dessas interrogações, descreveu-se o processo da supervisão clínico-institucional, destacando a psicanálise como marco teórico principal na análise sobre a forma como o cotidiano dos usuários do CAPS-II se situa no horizonte da reforma psiquiátrica, sobre o papel da psiquiatria no CAPS e na construção de um saber alternativo à psiquiatria, que considere a relevância da teoria, da posição subjetiva dos usuários e do saber dos profissionais. Destaca-se, ao final, a relevância da parceria com a universidade, como espaço de formação e reflexão crítica permanente sobre a oferta de serviços em saúde mental no horizonte da reforma psiquiátrica.

    Abstract in English:

    Abstract The conduct of clinical and institutional supervision is presented at a psychosocial care center located in the city of Volta Redonda, state of Rio de Janeiro, Brazil, resulting from an extension project that took place between 2012 and 2015, in a university located in same municipality. The process of psychiatric reform in the municipality is presented with two questions of the extension project: When is the psychiatric reform in Volta Redonda? What clinic had been possible so far at CAPS? From these questions, the process of clinical-institutional supervision was described, highlighting psychoanalysis as the main theoretical framework in the analysis of how the daily life of CAPS-II users lies on the horizon of psychiatric reform, on the role of psychiatry in the CAPS and in the construction of an alternative knowledge to psychiatry, recognizing the relevance of the theory, the subjective position of users and the knowledge of professionals. Finally, we highlight the relevance of the partnership with the university, as a space for formation and permanent critical reflection on the provision of mental health services within the psychiatric reform.
  • Biopolitical aspects of environmental surveillance Temas Livres

    ROMÃO, RODRIGO; MARQUES, MARIA CRISTINA DA COSTA

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo analisa, em uma perspectiva biopolítica, alguns aspectos da temática ambiental na Vigilância em Saúde, mais especificamente na área de Vigilância Ambiental. Tal análise nos remete a noções de biopolítica e governamentalidade elaboradas por Michel Foucault que servem de chaves conceituais para a discussão. Para produzir a análise bibliográfica, utilizamos os principais documentos técnicos e legislações da área de Vigilância Ambiental, Vigilância Ambiental em Saúde e Vigilância em Saúde Ambiental, três denominações utilizadas para o objeto de estudo durante o seu desenvolvimento. Ao separar os documentos, efetuamos a comparação e crítica dos mesmos, atentos aos aspectos biopolíticos explícitos ou implícitos. A pesquisa é parte de uma tese de doutorado que construiu uma genealogia da área da Vigilância Ambiental. No trajeto histórico da formação da Vigilância Ambiental, aspectos biopolíticos foram se delineando na construção das ações de saúde da área. Primeiro, descrevemos brevemente a formação da área; posteriormente, realizamos uma leitura de alguns aspectos da biopolítica que parece estar implícita nas práticas de saúde que vêm caracterizando a Vigilância Ambiental, destacando uma visão das suas implicações na prática do serviço.

    Abstract in English:

    Abstract This article analyzes, from a biopolitical perspective, some aspects of environmental theme in Health Surveillance, more specifically in the area of Environmental Surveillance. This analysis brings us notions of biopolitics and governmentality elaborated by Michel Foucault that serve as conceptual keys for the discussion. To produce the bibliographic analysis, we used the main technical documents and legislation of the Environmental Surveillance, Environmental Health Surveillance and Environmental Health Surveillance, three denominations used for the object of study during its development. In separating the documents, we compare and critique them, paying attention to explicit or implicit biopolitical aspects. The research is part of a doctoral thesis that built a genealogy of Environmental Surveillance. In the historical course of the formation of Environmental Surveillance, biopolitical aspects were outlined in the construction of health actions in the area. First, we briefly describe the formation of the area; then we read some aspects of biopolitics that seem to be implicit in the health practices that have characterized Environmental Surveillance, highlighting a view of its implications for service practice.
  • Urban violence and mental health: first person narratives Temas Livres

    SCHMID, PATRICIA CAVALCANTI; SERPA JUNIOR, OCTAVIO DOMONT

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O artigo apresenta um estudo qualitativo acerca da temática violência urbana e saúde mental através das narrativas de pacientes de uma clínica da família localizada em área muito violenta. Empregou-se a metodologia da Medicina Narrativa e foram entrevistadas três pacientes da clínica da família, selecionadas pelo seu pedido de cuidado em saúde mental e intensa experiência com violência. São analisadas as narrativas, que foram gravadas, e depreendidos elementos que podem indicar os agravos proporcionados pela experiência violenta à saúde mental das entrevistadas, a saber, trauma, “desterritorialização” afetiva, prolongamento do luto, intervenção do poder dos códigos da violência na autonomia subjetiva e identitária.

    Abstract in English:

    Abstract The article presents a qualitative study about the theme of urban violence and mental health through the narratives of patients of a family clinic located in a very violent area. The Narrative Medicine methodology was used, and three patients from the family clinic were interviewed, selected for their request for mental health care and intense experience with violence. The narratives are analyzed, recorded, and pointed the elements that may indicate the harms provided by the violent experience to the mental health of the interviewees, namely trauma, affective “deterritorialization”, prolongation of mourning, and intervention of the power of violence codes in subjective and identity autonomy.
  • Family Health Support Center’s work to strengthening of primary care: experiences of community workers Temas Livres

    MOREIRA, DIANE COSTA; SOARES, DANIELA ARRUDA; CASTRO, CRISTIANE PEREIRA DE; BISPO JÚNIOR, JOSÉ PATRÍCIO

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo do estudo foi analisar o trabalho dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e a metodologia do apoio matricial como elementos de fortalecimento da Atenção Primária à Saúde (APS), a partir das perspectivas e vivências dos agentes comunitários de saúde (ACS). Estudo qualitativo, realizado em seis municípios da Bahia. Os dados foram obtidos por entrevistas semiestruturadas com 43 ACS e observações de campo. Utilizou-se matriz analítica fundamentada nos atributos da APS abrangente: acesso, longitudinalidade do cuidado, resolutividade e orientação para a comunidade. Os resultados evidenciaram barreiras no acesso e limitações na aceitabilidade das ações coletivas. Evidenciaram-se atuação restrita na longitudinalidade e comprometimento no vínculo entre apoiadores e usuários. Destacou-se o incremento de atividades na saúde da família, embora tais ações contribuam timidamente para a resolutividade dos casos. As especificidades do território foram pouco consideradas e a participação comunitária não é devidamente estimulada. Por sua vez, o trabalho dos núcleos fortalece a intersetorialidade. As vivências dos agentes comunitários revelaram potencialidades e novos desafios na atuação do NASF.

    Abstract in English:

    Abstract This study aimed to analyze the work of the Family Health Support Centers (NASF) and the matrix support methodology, as elements for strengthening Primary Health Care (PHC), from the perspectives and experiences of community health workers (CHW). Qualitative study, performed in six towns in Bahia. We conducted semi-structured interviews with 43 CHW and field observations. We used the matrix analytic method based on the attributes of the comprehensive PHC: access, longitudinality of care, solvability and community guidance. The results highlighted barriers in access and limitations in the acceptability of collective actions. We found a limited operation in the longitudinality and in the commitment towards the link between supporters and users. The increase in family health activities was highlighted, although such actions developed contribute to the solvability of the cases bashfully. The particularities of the territory have been little considered and the community participation is not properly encouraged. In turn, we noted that the work of these centers strengthens intersectoriality. The experiences of the CHW revealed potentialities and new challenges in the operation of the NASF.
IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br