Revista Brasileira de Epidemiologia, Volume: 20, Número: 4, Publicado: 2017
  • Desigualdades socioespaciais relacionadas à tuberculose no município de Itaboraí, Rio de Janeiro

    Alves Filho, Pedro; Pellegrini Filho, Alberto; Ribeiro, Patrícia Tavares; Toledo, Luciano Medeiros de; Romão, Anselmo Rocha; Novaes, Luiz Carlos Maciel

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: A tuberculose ainda é um problema de saúde pública mundial e sua ocorrência e distribuição estão associadas às desigualdades sociais. Itaboraí está entre os municípios brasileiros prioritários para o controle dessa doença. Os objetivos deste estudo foram combinar indicadores sociais em um indicador sintético para mensurar as diferenças nas condições de vida da população de Itaboraí, assim como evidenciar prováveis desigualdades em saúde relacionadas à tuberculose. Métodos: Estudo ecológico, com análise espacial da tuberculose e sua relação com a situação socioeconômica e demográfica das famílias residentes. Os dados foram obtidos de indivíduos residentes, declarados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) ou registrados no Sistema de Informação de Tratamentos Especiais de Tuberculose (SITETB), entre 2007 a 2013. Resultados: Evidências indicam associação entre desigualdades sociodemográficas e ocorrência de tuberculose na população. Achados apontam menor percentual de cura e maior percentagem de abandono e óbito em áreas com maior vulnerabilidade social, com risco relativo mais de duas vezes superior ao encontrado nas áreas de menor vulnerabilidade. Conclusão: O estudo demonstrou fortes evidências de que a influência de condições sociodemográficas desiguais tem efeitos perniciosos nas condições de saúde da população em Itaboraí.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: Tuberculosis remains as a global public health problem and its occurrence and distribution is associated with social inequalities. Itaboraí is among the priority Brazilian municipalities for tuberculosis control. The study aimed to combine social indicators into a composite indicator to measure differences in living conditions of the population in Itaboraí, as well as evidence of health inequalities related to tuberculosis. Methods: An ecological study, with spatial analysis of tuberculosis and its relation to socioeconomic and demographic status of households. Data were obtained from individuals declared in the Mortality Information System (SIM), notified in the Notification of Injury Information System - SINAN or Tuberculosis Special Treatment Information System - SITETB from 2007 to 2013. Results: Evidence indicates association between sociodemographic inequalities and occurrence of tuberculosis in the population. Findings point to a lower percentage of healing and a higher percentage of abandonment and death in areas with high social vulnerability, with a relative risk over twice as high than that found in areas of lower vulnerability. Conclusion: The study showed strong evidence that the influence of unequal sociodemographic conditions have a negative impact on health conditions of the population in Itaboraí.
  • Avaliação da consistência de valores de peso, altura e índice de massa corporal no questionário Consumo Alimentar e Atividade Física de Escolares: o controle da qualidade da entrada de dados no sistema

    Jesus, Gilmar Mercês de; Assis, Maria Alice Altenburg de; Kupek, Emil; Dias, Lizziane Andrade

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: O controle da qualidade da entrada de dados em questionários informatizados é etapa importante na validação de novos instrumentos. Este estudo avaliou a consistência de registros de peso e altura no Questionário Consumo Alimentar e Atividade Física de Escolares (Web-CAAFE) entre aplicações repetidas e contra dados aferidos. Métodos: Escolares do 2º ao 5º ano (n = 390) tiveram peso e altura aferidos e, em seguida, preencheram o Web-CAAFE. Uma subamostra (n = 92) completou o instrumento 2 vezes com 3 horas de intervalo. A análise incluiu regressão linear hierárquica, modelo misto de regressão linear, para avaliar vieses, e coeficiente de correlação intraclasse (CCI), para verificar a consistência dos dados. A regressão linear univariada avaliou o impacto de: sexo; desempenho na leitura/escrita; e posse e uso de computador/internet nos resíduos dos efeitos fixos e randômicos. Resultados: O Web-CAAFE exibiu valores altos de CCI entre aplicações repetidas (peso = 0,996, altura = 0,937, índice de massa corporal - IMC = 0,972) e com relação às medidas aferidas (peso = 0,962, altura = 0,882, IMC = 0,828). A diferença entre as médias de peso, altura e IMC aferidos e digitados foi de 208 g, -2 mm e 0,238 kg/m², respectivamente, indicando leve subestimação do IMC em razão da subestimação do peso e da superestimação da altura. Essa tendência relacionou-se ao peso corporal e à idade. Conclusão: Peso e altura digitados no Web-CAAFE foram fortemente correlacionados com medidas diretas e digitação repetida. O viés encontrado foi similar ao relatado em estudos de validação de instrumentos de autorrelato de peso e altura comparados a medidas diretas.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: The quality control of data entry in computerized questionnaires is an important step in the validation of new instruments. The study assessed the consistency of recorded weight and height on the Food Intake and Physical Activity of School Children (Web-CAAFE) between repeated measures and against directly measured data. Methods: Students from the 2nd to the 5th grade (n = 390) had their weight and height directly measured and then filled out the Web-CAAFE. A subsample (n = 92) filled out the Web-CAAFE twice, three hours apart. The analysis included hierarchical linear regression, mixed linear regression model, to evaluate the bias, and intraclass correlation coefficient (ICC), to assess consistency. Univariate linear regression assessed the effect of gender, reading/writing performance, and computer/internet use and possession on residuals of fixed and random effects. Results: The Web-CAAFE showed high values of ICC between repeated measures (body weight = 0.996, height = 0.937, body mass index - BMI = 0.972), and regarding the checked measures (body weight = 0.962, height = 0.882, BMI = 0.828). The difference between means of body weight, height, and BMI directly measured and recorded was 208 g, -2 mm, and 0.238 kg/m², respectively, indicating slight BMI underestimation due to underestimation of weight and overestimation of height. This trend was related to body weight and age. Conclusion: Height and weight data entered in the Web-CAAFE by children were highly correlated with direct measurements and with the repeated entry. The bias found was similar to validation studies of self-reported weight and height in comparison to direct measurements.
  • Prevalências de excesso de peso corporal em universitários: análise de inquéritos repetidos

    Sousa, Thiago Ferreira de; Barbosa, Aline Rodrigues

    Resumo em Português:

    RESUMO: Objetivo: Comparar as prevalências de excesso de peso corporal, entre os inquéritos realizados nos anos de 2010, 2012 e 2014, com universitários de uma mesma instituição. Métodos: Foi realizada uma pesquisa de monitoramento, com a condução de inquéritos transversais em amostras representativas de universitários de uma instituição do estado da Bahia. O excesso de peso corporal foi estimado pelo índice de massa corporal e comparado entre os inquéritos, por meio do teste do χ2 para tendência linear, em cada uma das categorias das variáveis sociodemográficas, de vínculo com a universidade e dos comportamentos relacionados à saúde. Resultados: Participaram 1.069, 1.074 e 1.031 universitários nos inquéritos de 2010, 2012 e 2014, respectivamente. A prevalência de excesso de peso corporal aumentou entre as investigações, de forma geral, em homens (2010: 30,1%; 2014: 36,4%), mas não em mulheres. Também se elevou em relação às categorias das características sociodemográficas, de vínculo com a universidade e dos comportamentos pertinentes à saúde em homens e mulheres. Conclusão: O aumento na prevalência de excesso de peso corporal em universitários foi mostrado entre os inquéritos. A realização de intervenções destinadas à manutenção do peso corporal é essencial para evitar o surgimento de possíveis doenças associadas às concentrações de gordura em níveis inadequados.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To compare the prevalence of excess of body weight between the surveys conducted in the years 2010, 2012 and 2014, in college students from the same institution. Methods: Three cross-sectional surveys were carried out in representative samples of students of a public institution. The excess of body weight was estimated by the body mass index and compared between the surveys, using the χ2 test for linear trend, in each of the categories: sociodemographic, link with the university and health-related behaviors. Results: There were 1,069, 1,074 and 1,031 participants in the surveys in 2010, 2012 and 2014, respectively. Between surveys, the prevalence of overweight increased in men (2010: 30.1%; 2014: 36.4%), but not in women. There was an increased prevalence of excess body weight for the categories of sociodemographic variables link with the university and health-related behaviors in men and women. Conclusion: An increasing prevalence of excess body weight in college students was observed in the surveys. The conduction of interventions aimed at maintaining body weight is essential in order to avoid possible diseases associated with the concentrations of fat in inadequate levels.
  • Fatores associados ao risco de desnutrição em idosos do sudeste do Brasil

    Damião, Renata; Santos, Álvaro da Silva; Matijasevich, Alicia; Menezes, Paulo Rossi

    Resumo em Português:

    RESUMO: Objetivo: O objetivo do trabalho foi avaliar a prevalência do risco de desnutrição e sua associação com fatores socioeconômicos, hábitos comportamentais e condições de saúde em idosos residentes na comunidade. Metodologia: Estudo transversal, realizado com indivíduos com ≥ 60 anos de idade. O estado nutricional foi avaliado pela Mini Avaliação Nutricional e foram obtidas informações socioeconômicas, hábitos comportamentais e de condições de saúde. Para a identificação dos fatores associados ao risco de desnutrição foram realizadas análises brutas e ajustadas por meio da regressão de Poisson, utilizando modelo hierárquico. Resultados: Foram analisados 3.101 idosos e, destes, 28,3% (IC95% 25,3 - 31,4) foram classificados com risco de desnutrição. Na análise multivariada, a prevalência de risco de desnutrição foi significantemente maior entre as mulheres, sem escolaridade, que não vivem com parceiros e cor de pela preta. O risco de desnutrição foi duas vezes maior nos indivíduos sem renda quando comparados aos que recebem acima de três salários mínimos. Os fumantes demonstraram maior probabilidade de risco de desnutrição quando comparados com os não fumantes. Os indivíduos que autorrelataram ter doenças renais, respiratórias e cardíacas apresentaram maior risco de desnutrição que aqueles que não relataram esses problemas. Conclusão: Estes resultados podem servir de subsídio para a formação de políticas de saúde no estabelecimento de programas adequados visando a redução do risco de desnutrição nesta população.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: The aim of this study was to evaluate the prevalence of malnutrition risk and its association with socioeconomic, behavioral, and health characteristics in the community-dwelling elderly. Methods: A cross-sectional study with individuals aged ≥ 60 years. Nutritional status was evaluated using the Mini Nutritional Assessment. Socioeconomic, behavioral, and health information was also collected from all participants. The association between each variable and the risk of malnutrition was calculated and adjusted using Poisson hierarchical regression. Results: The initial sample consisted of 3,101 elderly people, of whom 28.3% (95%CI 25.3 - 31.4%) were at risk of malnutrition. The multivariate analysis showed that the risk of malnutrition was significantly higher in women without formal education, who did not live with a partner, and identified as black-skinned. The risk of malnutrition was twice as high in individuals with no family income as compared to those who earned at least three minimum wages. Smokers were also more likely to be at risk of malnutrition than individuals who had never smoked. Participants suffering from kidney, respiratory or heart disease were at higher risk of malnutrition than those with no history of such illnesses. Conclusion: These findings could be used to help in the development of health policies and in the establishment of adequate programs aimed at reducing the risk of malnutrition in this population.
  • A influência dos locais de refeição e de aquisição de alimentos no consumo de frutas e hortaliças por adultos no município de São Paulo

    Maziero, Carolina Carpinelli Sabbag; Jaime, Patrícia Constante; Duran, Ana Clara

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: Apesar do aumento no consumo de frutas e hortaliças no Brasil, o país ainda está aquém das recomendações. O local de consumo e aquisição desses alimentos ainda é pouco explorado. Objetivo: Avaliar a influência dos locais de aquisição e consumo de alimentos na ingestão de frutas e hortaliças em adultos residentes no município de São Paulo. Métodos: Estudo transversal que avaliou 2 mil indivíduos participantes do “Estudo do ambiente obesogênico em São Paulo”. O desfecho do estudo foi o consumo regular de frutas e hortaliças. As variáveis de exposição foram: local de aquisição (supermercados, feiras, sacolões e mercados de bairro) e consumo de alimentos (restaurantes de serviço completo e restaurantes fast-food). Resultados: A população estudada é composta por 52,3% de indivíduos do sexo feminino, 30,2% com idade entre 25 e 34 anos, 42,8% com 8 a 11 anos de estudo e 34,6% com renda familiar de 2 a 5 salários mínimos. As variáveis demográficas e socioeconômicas associaram-se com o desfecho (p < 0,05). O consumo regular de refeições em restaurantes de serviço completo foi associado ao consumo de hortaliças, ao contrário do consumo de refeições em restaurantes fast-food. Não houve associação entre local de aquisição e consumo regular de frutas e hortaliças. Conclusão: Visitas regulares a restaurantes de serviço completo influenciam positivamente o consumo de hortaliças. Não foram encontradas relações entre o local de compra de frutas e hortaliças e seu consumo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: Despite the increased consumption of fruits and vegetables in the Brazilian population, a great proportion of people do not meet the recommendations. Purchasing sites associated with fruit and vegetable consumption has not been widely explored. Objective: To explore the association between fruit and vegetable purchasing and consumption sites and the consumption of these foods among adults living in the city of São Paulo, Brazil. Methods: Cross-sectional study with 2 thousand individuals living in the city of São Paulo, aged between 20 and 59 years, participants of the “Obesogenic Environment Study in São Paulo”. The outcome was fruit and vegetable consumption measured by weekly consumption. Exposure variables included purchasing sites (supermarkets, open-air food markets, fruit and vegetable specialized markets, and corner stores) and consumption sites (full service restaurants and fast food restaurants). Results: The sample comprises women (52.3%) aged between 25 and 34 years (30.2%), with at least 8 years of schooling (42.8%) receiving 2 to 5 minimum wages (34.6%). Demographic and socioeconomic variables showed association with regular consumption of fruits and vegetables (p < 0.05). The regular consumption of meals in full service restaurant was associated with vegetables consumption. The regular consumption of meals in fast-food restaurants was not associated with vegetables consumption. Food purchasing sites were not associated with fruit or vegetable consumption. Conclusion: The choice of restaurant type was associated with vegetable consumption. In the studied population, food purchasing sites were not associated with fruit or vegetable consumption.
  • Simultaneidade de fatores de risco comportamentais para doença cardiovascular em estudantes universitários

    Paulitsch, Renata Gomes; Dumith, Samuel Carvalho; Susin, Lulie Rosane Odeh

    Resumo em Português:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a prevalência e os fatores associados à simultaneidade de quatro fatores de risco comportamentais - inatividade física, elevado consumo de gorduras, consumo abusivo de álcool e tabagismo - para as doenças cardiovasculares (DCV) em estudantes de graduação da Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Métodos: Estudo de delineamento transversal. Foram analisadas variáveis sociodemográficas, o hábito de tomar café da manhã, a satisfação com a imagem corporal, o índice de massa corporal (IMC) e a autopercepção de saúde. O desfecho foi a simultaneidade de fatores de risco para as DCV. Foi realizada regressão logística ordinal, extraindo as razões de odds com os respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%) e valores p. Resultados: A amostra foi composta por 1.123 estudantes (taxa de resposta de 66,0%); desses, 24,7% apresentavam 2 fatores de risco ou mais. Na análise ajustada, apresentaram associação estatisticamente significativa (p < 0,05) com o desfecho as variáveis escolaridade materna intermediária, não ter o hábito de tomar café da manhã e autopercepção de saúde ruim/regular. Conclusões: Os achados deste estudo indicam uma importante prevalência de estudantes com simultaneidade de dois ou mais fatores de risco. Foi possível traçar quais são os grupos mais susceptíveis a apresentar maior número de fatores, ressaltando a associação com a falta de hábito de tomar café da manhã e a autopercepção de saúde ruim/regular.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To analyze the prevalence and factors associated with clustering of four behavioral risk factors - physical inactivity, high fat intake, harmful use of alcohol and tobacco use - for cardiovascular diseases (CVD) among undergraduate students from Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brazil. Methods: Cross-sectional study. Socio-demographic variables, breakfast habits, satisfaction with body image, body mass index, and self-perceived general health were analyzed. The outcome evaluated was simultaneity of risk factors for CVD. Crude and adjusted analyses were carried out, stratified by gender, using ordinal logistic regression, extracting odds ratio with respective 95% confidence intervals (95%CI) and p values. Results: The sample was composed of 1,123 students (response rate: 66.0%); of these, 24.7% had two or more risk factors. In the adjusted analysis, the variables intermediate maternal education, absence of breakfast habit, and poor or regular self-perceived general health was significantly associated (p < 0.05) with the outcomes. Conclusion: The results indicate an important prevalence of two or more simultaneous risk factors among undergraduate students. It was possible to outline which groups are more susceptible to more risk factors. The association between absence of breakfast habit and poor/regular self-perceived general health are highlighted.
  • Fatores associados à adesão e à persistência na hormonioterapia em mulheres com câncer de mama

    Guedes, Juliana Barroso Rodrigues; Guerra, Maximiliano Ribeiro; Alvim, Mariana Macedo; Leite, Isabel Cristina Gonçalves

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: A hormonioterapia no câncer de mama é fundamental para a transição do tratamento ativo aos cuidados de sobrevivência, pois melhora significativamente os resultados de sobrevida em longo prazo, além de propiciar melhor qualidade de vida e reduzir os custos de hospitalização. Porém, para atingir resultados desejáveis, são importantes a adesão e a persistência no tratamento recomendado. Metodologia: Estudo de coorte retrospectivo com 182 mulheres em tratamento hormonal identificadas em unidade oncológica de alta complexidade da Região Sudeste do Brasil e acompanhadas até 2014. Foram realizadas análise bivariada, para investigar os fatores associados à adesão, e regressão multivariada de Cox, para identificar variáveis associadas à descontinuidade do tratamento ao longo do tempo. Resultados: A adesão geral foi de 85,2% e a persistência, de 45,4% após 5 anos. Não foi encontrada associação entre as variáveis independentes estudadas e a adesão. Mulheres com estadiamento avançado (hazard ratio - HR = 2,24; intervalo de confiança de 95% - IC95% 1,45 - 3,45), que não realizaram cirurgia (HR = 3,46; IC95% 2,00 - 5,97) e com 3 ou mais internações hospitalares (HR = 6,06; IC95% 2,53 - 14,54) exibiram maior risco de descontinuidade. Discussão: As variáveis associadas à persistência refletem a relação entre a maior gravidade da doença e a interrupção do tratamento hormonal adjuvante. Conclusão: Apesar da alta adesão, observa-se aumento progressivo do número de pacientes que não persistem no tratamento, devido a características relacionadas à gravidade da doença, contribuindo para uma resposta terapêutica inadequada.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: Hormonal therapy in breast cancer is essential to the transition from active treatment to care survival, because it improves long-term survival and provides a better quality of life. reducing hospital costs as well. However, adherence and persistence in the recommended treatment are important to achieve the desirable results. Methodology: This is a cohort retrospective study of 182 women on hormonal treatment identified at a high complexity oncology unit, in the southeastern region of Brazil, and followed-up until 2014. We performed a bivariate analysis to analyze the factors associated with adherence and we conducted the multivariate Cox regression to identify variables associated with discontinuity of treatment over time. Results: Overall adherence was 85.2% and persistence was 45.4% at the end of 5 years. No association was found between the studied independent variables and adherence. Women with advanced stage (HR = 2.24; 95% confidence interval 1.45 - 3.45), who did not undergo surgery (HR = 3.46; 95%CI 2.00 - 5.97), and with three or more hospitalizations (HR = 6.06; 95%CI 2.53 - 14.54) exhibited increased risk of discontinuity. Discussion: The variables associated with persistence reflect the relation between the highest disease severity and the discontinuity of adjuvant hormonal treatment. Conclusion: Despite the high adherence level, there is a progressive increase in non-persistence among women on hormonal therapy, influenced by characteristics related to disease severity, which contributes to an inadequate therapeutic response.
  • Iniquidade na suplementação de sulfato ferroso entre gestantes no sul do Brasil

    Linhares, Angélica Ozorio; Linhares, Rogério da Silva; Cesar, Juraci Almeida

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: O uso de sulfato ferroso é recomendado a todas as gestantes a partir da vigésima semana de gestação até o terceiro mês após o parto. Objetivo: Avaliar a cobertura de sulfato ferroso entre as gestantes e diferenciais de acordo com variáveis demográficas e socioeconômicas. Metodologia: Estudo transversal de base populacional com mulheres que tiveram filhos em Rio Grande, Rio Grande do Sul, no período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2013. A cobertura de sulfato ferroso foi avaliada de acordo com idade e escolaridade materna, renda familiar e tipo de assistência médica no pré-natal. A análise estatística incluiu teste do χ2 de Pearson e regressão de Poisson. Resultados: Foram entrevistadas 2.685 puérperas (97% das mulheres elegíveis). A cobertura de sulfato ferroso foi de 63%. As maiores diferenças relativas foram entre os grupos extremos de escolaridade materna (50%) e em relação ao tipo de assistência médica no pré-natal (72%). Mulheres com idade entre 13 e 19 anos mostraram-se significativamente associadas ao uso do suplemento (RP = 1,16; IC95% 1,08 - 1,25) quando comparadas às mulheres com idade ≥ 30 anos. Quem utilizou o serviço público no pré-natal esteve mais fortemente associado ao desfecho quando comparado com quem utilizou o sistema privado (RP = 1,61; IC95% 1,49 - 1,74). Conclusão: São incomuns situações no setor de saúde em que os grupos menos favorecidos são privilegiados. Esses achados são raros e indicam a presença de iniquidade de forma contrária ao esperado. O suplemento deve considerar todas as mulheres, em especial as mais velhas, com maior escolaridade e de melhor nível socioeconômico.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: The use of ferrous sulfate is recommended for all pregnant women from the 20th week of gestation to the 3rd month after delivery. Objective: To evaluate the coverage of ferrous sulfate among pregnant women and differentials according to demographic and socioeconomic variables. Method: A cross-sectional population-based study with women who had children in Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brazil, from January 1st to December 31st, 2013. Ferrous sulfate coverage was assessed according to maternal age, schooling, family income, and type of prenatal care. Statistical analysis included Pearson’s χ2 test and Poisson regression. Results: 2,685 postpartum women (97% of the total) were interviewed and the ferrous sulfate coverage was 63%. The largest relative differences were between the extreme maternal schooling groups (50%) and the type of medical care in prenatal care (72%). Women aged between 13 and 19 years were significantly associated with the use of supplement (RP = 1.16; 95%CI 1.08 - 1.25) when compared to women aged ≥ 30 years. Those who used the public service in prenatal care were more strongly associated with the outcome when compared to those who used the private system (PR = 1.61; 95%CI 1.49 - 1.74). Conclusion: Considering that there are unusual situations in the health sector in which disadvantaged groups are privileged, these findings are rare and indicate the presence of inequality in a way that is opposite to what was expected. The supplement should consider all women, especially older women, with higher education and better socioeconomic status.
  • A implantação do Sistema de Vigilância de Doenças Crônicas Não Transmissíveis no Brasil, 2003 a 2015: alcances e desafios

    Malta, Deborah Carvalho; Silva, Marta Maria Alves da; Moura, Lenildo de; Morais Neto, Otaliba Libânio de

    Resumo em Português:

    RESUMO: Objetivo: Descrever a implantação do Sistema de Vigilância de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Sistema Único de Saúde e os desafios colocados para sua sustentabilidade. Métodos: Foram feitas revisão de literatura e consultas às informações contidas em portarias do governo federal entre 2003 e 2015. Resultados: Foi implantado um sistema de vigilância de fatores de risco (FR) e proteção integrado, capaz de produzir informações e fornecer evidências para monitorar mudanças nos comportamentos de saúde da população. Dentre os avanços, foram citados a organização dos inquéritos epidemiológicos, como o Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para DCNT (Vigitel), a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), e a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), em 2013, que possibilitou o mais amplo diagnóstico de saúde da população brasileira. Em 2011, o Plano de Enfrentamento de DCNT 2011 - 2022 estabeleceu metas para redução de FR e mortalidade por DCNT. Conclusão: A produção de informações do Sistema de Vigilância de DCNT pode apoiar a implementação de estratégias setoriais e intersetoriais, que resultem no apoio à execução do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das DCNT, bem como monitorar e avaliar os resultados periodicamente. Constitui ferramenta relevante para o alcance das metas e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e do Plano Global de Enfrentamento das DCNT.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To describe the implantation of the Surveillance System for Noncommunicable Diseases (NCDs) in the Unified Health System (Sistema Único de Saúde) and the challenges in maintaining it. Methods: A literature review was carried out the information contained in federal government directives between 2003 and 2015 was consulted. Results: A comprehensive risk and protection factor surveillance system was implemented. It is capable of producing information and providing evidence to monitor changes in the health behavior of the population. Among the advances cited are the organization of epidemiological surveys, such as the Surveillance System for Risk Factors and Protection for NCD (Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para DCNT - Vigitel), the National School Health Survey (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PeNSE), and the National Health Survey (Pesquisa Nacional de Saude) from 2013, which enabled the most extensive health diagnosis of the Brazilian population. In 2011, the NCD National Plan 2011-2022 established targets for reducing risk factors and NCD mortality. Conclusion: The information gathered from the NCD surveillance system can support the implementation of sectoral and intersectorial strategies, which will result in the implementation of the Brazilian Strategic Action Plan for the prevention and control of NCDs, as well as the monitoring and evaluation of their results periodically. Finally, it can be a very important tool to help Brazil achieve the goals proposed by the 2030 Agenda for Sustainable Development and the Global Plan to Tackling NCDs.
  • Fatores socioeconômicos maternos e eventos perinatais adversos em duas coortes de nascimento, 1997/98 e 2010, em São Luís, Brasil

    Cavalcante, Nádia Carenina Nunes; Simões, Vanda Maria Ferreira; Ribeiro, Marizélia Rodrigues Costa; Lamy-Filho, Fernando; Barbieri, Marco Antonio; Bettiol, Heloisa; Silva, Antônio Augusto Moura da

    Resumo em Português:

    RESUMO: Vários estudos mostram desigualdades sociais no baixo peso ao nascer (BPN), nascimento pré-termo (NPT) e restrição do crescimento intrauterino (RCIU), que nos últimos anos diminuíram ou desapareceram em determinados locais. Objetivos: Estimar as taxas de BPN, NPT e RCIU em São Luís, Maranhão, Brasil, em 2010, e verificar as associações entre fatores socioeconômicos e esses indicadores. Métodos: Este estudo baseia-se em uma coorte de nascimentos realizada em São Luís. Incluiu 5.051 nascimentos únicos hospitalares em 2010. O teste do qui-quadrado foi utilizado para comparação de proporções, enquanto modelos de regressão de Poisson simples e múltipla com variância robusta foram usados para estimar riscos relativos. Resultados: As taxas de BPN, NPT e RCIU foram de 7,5, 12,2 e 10,3%, respectivamente. O BPN foi maior em famílias de baixa renda, enquanto NPT e RCIU não estiveram associados com fatores socioeconômicos. Conclusão: A ausência ou associação fraca desses indicadores com desigualdades sociais aponta para melhorias na atenção à saúde e/ou em condições sociais em São Luís.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Several studies have identified social inequalities in low birth weight (LBW), preterm birth (PTB), and intrauterine growth restriction (IUGR), which, in recent years, have diminished or disappeared in certain locations. Objectives: Estimate the LBW, PTB, and IUGR rates in São Luís, Maranhão, Brazil, in 2010, and check for associations between socioeconomic factors and these indicators. Methods: This study is based on a birth cohort performed in São Luís. It included 5,051 singleton hospital births in 2010. The chi-square test was used for proportion comparisons, while simple and multiple Poisson regression models with robust error variance were used to estimate relative risks. Results: LBW, PTB and IUGR rates were 7.5, 12.2, and 10.3% respectively. LBW was higher in low-income families, while PTB and IUGR were not associated with socioeconomic factors. Conclusion: The absence or weak association of these indicators with social inequality point to improvements in health care and/or in social conditions in São Luís.
  • Percepção de segurança no bairro e tempo despendido em frente à tela por adolescentes de Curitiba, Brasil

    Prado, Crisley Vanessa; Rech, Cassiano Ricardo; Hino, Adriano Akira Ferreira; Reis, Rodrigo Siqueira

    Resumo em Português:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a associação entre a percepção de segurança (PS) no bairro e o tempo despendido em frente à tela pelos adolescentes e verificar o papel moderador das variáveis sexo, idade e nível socioeconômico nessa relação. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, com inquérito escolar realizado em Curitiba, Paraná. Inicialmente foram selecionadas, de modo intencional, seis escolas (três públicas e três privadas), e em seguida foi sorteada uma turma de cada período de ensino (sexto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio). A PS foi avaliada com a escala NEWS-Y, e o tempo diário despendido em frente à tela foi definido por aquele passado diante da televisão/vídeo/DVD, jogando videogame e utilizando a internet. Modelos de regressão logística multinomial foram utilizados para testar a associação entre a PS e essa atividade, ajustando para as variáveis moderadoras. Resultados: Participaram do estudo 776 adolescentes, com idade entre 11 e 18 anos. A PS relacionada aos crimes foi associada com o uso de videogame por adolescentes mais velhos, no sentido contrário ao esperado (p < 0,05). A PS relacionada ao tráfego de pedestres foi associada inversamente ao uso de videogame por adolescentes de maior nível socioeconômico (p < 0,05). Conclusão: A associação entre PS e tempo despendido em frente à tela é complexa para os adolescentes e difere em relação às variáveis sociodemográficas e o desfecho analisado (televisão/vídeo/DVD, videogame e internet).

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To analyze the association between perceptions of neighborhood safety (PNS) and screen time among adolescents and to assess the moderating effects of sex, age and socioeconomic status. Methods: A cross-sectional study with school survey was conducted in Curitiba, Brazil. First, six schools (three public and three private) were intentionally selected. Next, one class within each educational level (from the sixth year of elementary school to the third year of high school) was randomly selected. PNS was assessed using a NEWS-Y scale, and daily screen time was defined as the time spent watching TV/videos/DVDs, playing video games and using the Internet. Multinomial logistic regression models were used to test the association between PNS and screen time, adjusting for the confounding variables. Results: The sample included 776 adolescents (boys and girls), aged between 11 and 18 years old. Perceived crime was associated with time playing video games among older teenagers (p < 0.05). Pedestrian and traffic safety was inversely associated with time playing video games among adolescents with high socioeconomic status (p < 0.05). Conclusion: The association between PNS and screen time is complex among adolescents and varies according to sociodemographic variables and the screen time outcome (TV/videos/DVDs, video games and the Internet).
  • Análise da situação epidemiológica da hanseníase em uma área endêmica no Brasil: distribuição espacial dos períodos 2001 - 2003 e 2010 - 2012

    Freitas, Lúcia Rolim Santana de; Duarte, Elisabeth Carmen; Garcia, Leila Posenato

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: No Brasil, a distribuição espacial da hanseníase é heterogênea. Áreas com alta transmissão da doença permanecem nas regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste do país. Objetivo: Descrever a distribuição espacial da hanseníase em municípios brasileiros com alto risco de transmissão, nos períodos 2001 - 2003 e 2010 - 2012. Métodos: Trata-se de um estudo ecológico com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Foram incluídos todos os municípios localizados nos Estados de Mato Grosso, do Tocantins, de Rondônia, do Pará e do Maranhão. Os seguintes indicadores de hanseníase foram calculados por 100.000 habitantes: taxa de incidência de hanseníase, taxa de incidência em menores de 15 anos e a taxa de casos novos com grau 2 de incapacidade (por 100.000 habitantes). A estatística espacial scan foi usada para detectar clusters significativos (p ≤ 0,05) na área de estudo. Resultados: No período 2001 - 2003, a estatística espacial scan identificou 44 clusters significativos para a taxa de incidência da hanseníase, e 42 clusters significativos no período 2010 - 2012. No período 2001 - 2003, foram identificados 20 clusters significativos para a taxa de incidência em menores de 15 anos, e 14 clusters significativos no período 2010 - 2012. Para a taxa de casos novos com grau 2 de incapacidade, a estatística scan identificou 19 clusters significativos no período 2001 - 2003, e 14 agrupamentos significativos no triênio 2010 - 2012. Conclusão: Apesar da redução na detecção de casos de hanseníase, há uma necessidade de intensificar as ações de controle da doença, especialmente nos clusters identificados.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: In Brazil, the spatial distribution of leprosy is heterogeneous. Areas with high transmission of the disease remain in the North, Center-west and Northeast. Areas with high transmission of the disease remain in the Northern, Central-Western and Northeastern regions of the country. Objective: to describe the spatial distribution of leprosy in municipalities with high risk of transmission, in the periods from 2001 - 2003 and 2010 - 2012. Methods: This was an ecological study using data from the Notifiable Diseases Information System (SINAN). They included all municipalities in the states of Mato Grosso, Tocantins, Rondônia, Pará and Maranhão. The following leprosy indicators were calculated per 100,000 inhabitants: incidence rate of leprosy, incidence rate in children aged less than 15 years and rate of new cases with grade 2 disabilities. The spatial scan statistic was used to detect significant clusters (p ≤ 0.05) in the study area. Results: In the period 2001 - 2003, the scan spatial statistics identified 44 significant clusters for the leprosy incidence rate, and 42 significant clusters in the period 2010 - 2012. In the period 2001 - 2003, it was possible to identify 20 significant clusters to the incidence rate in children aged less than 15, and 14 significant clusters in the period 2010 - 2012. For the rate of new cases with grade 2 disability, the scan statistics identified 19 significant clusters in the period 2001 - 2003, and 14 significant clusters in the period 2010 - 2012. Conclusions: Despite the reduction in the detection of leprosy cases, there is a need intensify disease control actions, especially in the clusters identified.
  • Avaliação da atenção primária à saúde por profissionais de saúde: comparação entre modelo tradicional versus Estratégia Saúde da Família

    Flôr, Cristina Rabelo; Oliveira, Cláudia Di Lorenzo; Cardoso, Clareci Silva; Rabelo, Cleonice Ferreira; Gontijo, Bernardo Luis; Carvalho, Suzana Freitas de; Bretas, Pedro Messenger Caldeira; Silva, Hygor Cabral; Pereira, Mariana Linhares; Pádua, Cristiane Menezes de

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: A Estratégia de Saúde da Família (ESF) deve ser o primeiro contato do Sistema Único de Saúde (SUS). Contudo dois modelos de atenção operam concomitantemente no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS): a ESF e o modelo tradicional. A expansão da ESF tem sido lenta e heterogênea em muitos municípios, tornando fundamental a condução de avaliações comparativas de atributos relacionados à qualidade dos modelos da APS. Objetivo: Comparar o desempenho dos modelos de atenção da APS de acordo com a percepção dos profissionais de saúde. Métodos: Estudo transversal com gestores e profissionais de saúde da APS do município de Divinópolis, Minas Gerais. Dados foram coletados por meio do Primary Care Assessment Tool. O desempenho dos modelos foi estimado por meio do Índice de Atenção Primária à Saúde (IAPS geral e específico). Regressão logística politômica univariada foi conduzida para comparação do desempenho dos modelos da APS de acordo com os atributos. A força da associação foi estimada por meio do odds ratio com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Três gestores e 81 profissionais de saúde participaram do estudo. A ESF obteve melhor avaliação do que o modelo tradicional com relação ao IAPS geral e aos atributos vínculo, elenco de serviços, enfoque familiar e formação profissional. Conclusão: A ESF obteve escores superiores aos do modelo tradicional, entretanto ainda não atingiu o seu desempenho esperado. Esse cenário aponta para a necessidade de ampliação da cobertura da ESF e para a melhoria da qualidade das unidades de ESF existentes no Brasil.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: The Family Health Strategy (FHS) should be first-contact care in the Brazilian Health System. However, Primary Health Care (PHC) still encompasses two models: the FHS and the traditional health care facilities. The expansion of the FHS has been slow and heterogeneous in many cities, rendering a comparative evaluation of key quality-related elements of PHC models crucial. Objective: To compare the performance of PHC models as perceived by health professionals. Methods: A cross-sectional study involving managers and health professionals from PHC of a medium-size city in South-eastern Brazil. Data were collected by applying the Primary Care Assessment Tool. The performance was estimated through primary health care indexes (general and partial PHCI by attributes). Univariate polytomous logistic regression was performed to compare care model performances according to their attributes. Strength of association was estimated by odds ratio with 95% confidence interval. Results: Three managers and 81 health professionals participated in the study. The FHS had a better index rating than the traditional care model for general PHCI and for the attributes longitudinality, comprehensiveness, family focus and professional level. Conclusion: Although the FHS attained higher scores compared to the traditional model, it has not yet achieved the performance expected. This scenario points to the need for increased FHS cover and quality improvements at the existing units.
  • Análise espacial dos acidentes de trânsito urbano atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência: um recorte no espaço e no tempo

    Mendonça, Marcela Franklin Salvador de; Silva, Amanda Priscila de Santana Cabral; Castro, Claudia Cristina Lima de

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: Os acidentes de trânsito urbano são um problema de saúde pública mundial. Objetivou-se descrever o perfil das vítimas atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no Recife e das ocorrências por acidentes de trânsito urbano, bem como sua distribuição a partir de análise espacial. Metodologia: Estudo ecológico, desenvolvido a partir de dados secundários do SAMU no Recife, referentes às ocorrências dos acidentes de trânsito urbano de 01 de janeiro a 30 de junho de 2015. A análise espacial se deu por meio do índice de Moran. Resultados: As unidades de suporte básico realizaram a maioria dos atendimentos (89,2%). Entre as vítimas, houve predomínio do sexo masculino (76,8%) e da faixa etária de 20 - 29 anos (31,5%). A colisão foi responsável por 59,9% dos acidentes de trânsito, e as motos representaram 61,6% das ocorrências entre os meios de locomoção. A sexta-feira apresentou maior risco e houve concentração de acidentes das 06h00min. às 08h59min. e das 18h00min. às 20h59min. O MoranMap identificou áreas críticas para a ocorrência de atendimentos durante o período analisado. Discussão: As fichas de atendimento do SAMU, a partir da análise espacial, configuraram-se como importante fonte de informação para a vigilância em saúde. Conclusão: A análise espacial dos acidentes de trânsito urbano identificou regiões com correlação espacial positiva, proporcionando subsídios ao planejamento logístico do serviço de atendimento móvel de urgência. Este estudo é pioneiro ao contribuir com tais informações na região.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: Urban transit accident are a global public health problem. The objective of this study was to describe the profile of the victims and the occurrences of urban transit accidents attended to by emergency mobile care services (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência- SAMU) in Recife, and their distribution based on spatial analysis. Methodology: An ecological study, developed through secondary data from emergency mobile care services in Recife, referring to the total number of occurrences of urban transit accidents attended to from January 1 to June 30, 2015. The spatial analysis was performed using the Moran index. Results: Basic support units performed most of the emergency services (89.2%). Among the victims, there was a predominance of males (76.8%) and an age group of 20 - 29 years old (31.5%). Collisions were responsible for 59.9% of the transit accidents, and motorcycles for 61.6% of the accidents among all means of transportation. Friday was the day that showed the highest risk for treatment, and there was a concentration of events between 6:00 am - 8:59am and 6:00pm - 8:59pm. The MoranMap identified critical areas where calls came from traffic accidents during the period analyzed. Discussion: The records of the mobile service from the spatial analysis are an important source of information for health surveillance. Conclusion: The spatial analysis of urban transit accidents identified regions with a positive spatial correlation, providing subsidies to the logistical planning of emergency mobile care services. This study is groundbreaking in that it offers such information about the region.
  • Análise espaço-temporal da doença de Chagas e seus fatores de risco ambientais e demográficos no município de Barcarena, Pará, Brasil

    Sousa Júnior, Alcinês da Silva; Palácios, Vera Regina da Cunha Menezes; Miranda, Claúdia do Socorro; Costa, Rodrigo Junior Farias da; Catete, Clistenes Pamplona; Chagasteles, Eugenia Janis; Pereira, Alba Lucia Ribeiro Raithy; Gonçalves, Nelson Veiga

    Resumo em Português:

    RESUMO: Introdução: A doença de Chagas é uma parasitose considerada um grave problema de saúde pública. No município de Barcarena, Pará, de 2007 a 2014, ocorreu a maior prevalência dessa doença no Brasil. Objetivo: Analisar a distribuição dessa doença relacionada às variáveis epidemiológicas, ambientais e demográficas, na área e no período do estudo. Métodos: Foram utilizados dados epidemiológicos e demográficos da Secretaria Municipal de Saúde de Barcarena e imagens de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Os dados de desmatamento foram obtidos por classificação de imagens de satélites, utilizando rede neural artificial. As análises de significância estatística foram realizadas com o teste do χ2, e as de dependência espacial entre as variáveis, com as técnicas de Kernel e Moran. Resultados: A curva epidemiológica indicou um padrão sazonal da doença. O maior percentual dos casos foi em indivíduos do sexo masculino, pardos, adultos, analfabetos, da zona urbana e com provável contaminação oral. Foi confirmada dependência espacial dos casos da doença com os diferentes tipos de desmatamento identificados no município, bem como aglomerados de casos em áreas urbanas e rurais. Discussão: A distribuição da doença não ocorreu de forma homogênea, possivelmente pela dinâmica demográfica do município, com intensos fluxos migratórios que causam os desmatamentos. Conclusão: Foram observadas diferentes relações entre as variáveis estudadas e a ocorrência da doença no município. As tecnologias utilizadas foram satisfatórias para a construção dos cenários epidemiológicos da doença.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Introduction: Chagas disease is a parasitosis considered a serious problem of public health. In the municipality of Barcarena, Pará, from 2007 to 2014, occurred the highest prevalence of this disease in Brazil. Objective: To analyze the disease distribution related to epidemiological, environmental and demographic variables, in the area and period of the study. Methods: Epidemiological and demographic data of Barcarena Health Department and satellite images from the National Institute For Space Research (INPE) were used. The deforestation data were obtained through satellite image classification, using artificial neural network. The statistical significance was done with the χ2 test, and the spatial dependence tests among the variables were done using Kernel and Moran techniques. Results: The epidemiological curve indicated a disease seasonal pattern. The major percentage of the cases were in male, brown skin color, adult, illiterate, urban areas and with probable oral contamination. It was confirmed the spatial dependence of the disease cases with the different types of deforestation identified in the municipality, as well as agglomerations of cases in urban and rural areas. Discussion: The disease distribution did not occur homogeneously, possibly due to the municipality demographic dynamics, with intense migratory flows that generates the deforestation. Conclusion: Different relationships among the variables studied and the occurrence of the disease in the municipality were observed. The technologies used were satisfactory to construct the disease epidemiological scenarios.
  • ERRATA

Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revbrepi@usp.br