Sort publications by
Revista Brasileira de Epidemiologia, Volume: 22, Published: 2019
  • Targeted interventions to reduce the rates of cesarean section births in Brazil

    Marin, Daniela Ferreira D’Agostini; Nascimento, Diego Zapelini do; Marques, Gabriela Moreno; Iser, Betine Pinto Moehlecke
  • Traffic accidents among drivers: incidence and differences between motorcyclists and car drivers in population-based study Artigos Originais

    Rios, Polianna Alves Andrade; Mota, Eduardo Luiz Andrade; Ferreira, Luciano Nery; Cardoso, Jefferson Paixão; Santos, Gustavo Jaccoud; Rodrigues, Tailane Borges

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivos: Estimar incidências de acidentes de trânsito entre condutores de veículos a motor e verificar diferenciais do evento entre as vítimas motociclistas e motoristas de automóvel. Métodos: Foi conduzido um inquérito domiciliar no município de Jequié, Bahia, em 2013, com 1.406 condutores selecionados por amostragem por conglomerado. As estimativas de incidência cumulativa de acidentes de trânsito foram ponderadas pelo desenho amostral e, para comparação entre categorias de condutores, foram estimadas razões de incidência (RI) e intervalos de confiança de 95% (IC95%) com regressão de Poisson. Diferenciais do evento entre vítimas motociclistas e motoristas foram avaliados com teste do χ2 de Rao-Scott (p ≤ 0,05). Resultados: O envolvimento em acidentes de trânsito nos 12 meses anteriores à entrevista foi referido por 10,6% dos condutores. Para acidentes que causaram lesão física, a incidência foi de 4,3%. Motociclistas apresentaram o dobro do risco de envolvimento em acidentes (RI = 2,03; IC95% 1,40 - 2,94) e maiores proporções de lesões (p < 0,001), de interrupção de atividades habituais de vida (p = 0,003) e de atendimento em serviços de emergência (p = 0,008). Fatores relacionados ao tempo e local de ocorrência não se diferenciaram entre grupos. Conclusão: Maior incidência de acidentes e proporções mais elevadas de lesões e de outras repercussões desses eventos recaíram sobre motociclistas. Tais achados reafirmam a condição de vulnerabilidade desse grupo e explicitam diferentes impactos que uma causa prevenível de morbimortalidade apresenta em cada grupo de condutores.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objectives: To estimate the incidence of traffic accidents among land vehicle drivers and to verify differences between motorcyclist and car driver accident victims. Methods: A household survey was conducted in Jequié city, Bahia, Brazil, in 2013, with 1,406 drivers who were selected by cluster sampling strategy. Estimates of the cumulative incidence of traffic accidents were weighted by the sample design and, to compare groups of drivers, incidence rates (IR) and 95% confidence intervals were calculated with Poisson Regression. The Chi-Square test were used with Rao-Scott correction (p ≤ 0.05) to evaluate differentials of the event between motorcyclists and car driver victims. Results: Involvement in traffic accidents in the last 12 months before the interview was reported by 10.6% of the drivers. The cumulative incidence was 4.3% for accidents that caused injuries. Motorcyclists had double the risk of being involved in accidents (IR = 2.03; 95%CI 1.40 - 2.94) and higher proportions of injuries (p < 0.001), interruption in daily life activities (p = 0.003) and use of emergency services (p = 0.008). Factors related to time and place of accident were not different between groups. Conclusion: Higher incidence of traffic accidents and higher proportions of injuries and others repercussions of these events were seen in motorcyclists. These findings reaffirm the vulnerability of this group and explains the different impact that a preventable cause of morbidity and mortality has on each driver group.
  • Comments on the Letter to the Editor “Targeted interventions to reduce the rates of cesarean section births in Brazil”

    Mascarello, Keila Cristina; Matijasevich, Alicia; Santos, Iná da Silva dos; Silveira, Mariângela Freitas
  • Violence against women and its association with the intimate partner’s profile: a study with primary care users Artigos Originais

    Leite, Franciéle Marabotti Costa; Luis, Mayara Alves; Amorim, Maria Helena Costa; Maciel, Ethel Leonor Noia; Gigante, Denise Petrucci

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Verificar associação entre a história de violência contra a mulher e características sociodemográficas e comportamentais do parceiro íntimo. Métodos: Estudo transversal realizado com 938 mulheres usuárias da atenção básica de saúde, com idade entre 20 e 59 anos e que no momento da entrevista possuíam parceiro íntimo. Foram coletadas informações sobre as características sociodemográficas e comportamentais, do parceiro íntimo, bem como foi aplicado o instrumento World Health Organization Violence Against Woman (WHO VAW Study) para o rastreamento da violência psicológica, física e sexual vivenciada no último ano. Foi realizada análise bivariada, por meio do teste do c2 de Pearson, e multivariada usando regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: As maiores prevalências de violência psicológica, física e sexual estiveram significativamente associadas aos parceiros que não possuíam ocupação e que recusaram o uso do preservativo nas relações sexuais. Homens que foram considerados controladores e que ingeriam bebida alcoólica estiveram associados a maior perpetração de violência psicológica e física (p < 0,05). Parceiros com até 8 anos de escolaridade apresentam maior frequência de prática de violência psicológica (RP = 1,32; IC95% 1,05 - 1,66), enquanto a violência sexual foi significativamente maior entre as mulheres cujos parceiros fumavam (RP = 1,94; IC95% 1,11 - 3,38). Conclusões: Esses dados evidenciam a importância de os profissionais de saúde atuarem juntamente a outros setores, tais como educação e segurança, no enfrentamento ao álcool e outras drogas, bem como na abordagem das questões de gênero.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To verify the association between the history of violence against women and the socio-demographic and behavioral characteristics of intimate partners. Methods: A cross-sectional study was carried out with 938 women using basic health care, aged between 20 and 59 years, who at the time of the interview had an intimate partner. Information about the sociodemographic and behavioral characteristics of the intimate partner were collected, as well as the WHO VAW Study instrument for tracking the psychological, physical and sexual violence experienced in the past year. A bivariate analysis was performed using the Pearson c2 test and multivariate analysis using Poisson regression with robust variance. Results: The highest prevalences of psychological, physical and sexual violence were significantly associated with partners who had no occupation and who refused to use condoms in sexual relationships. Men who were considered controllers and who consumed alcoholic beverages were associated with greater perpetration of psychological and physical violence (p < 0.05). Partners with up to eight years of schooling present a higher frequency of psychological violence (PR = 1.32, 95%CI 1.05 - 1.66), while sexual violence was significantly higher among women whose partners smoked: 1.94, 95%CI 1.11 - 3.38). Conclusions: These data highlight the importance of health professionals, work together in other sectors such as education and safety, dealing with alcohol and other drugs, as well as addressing issues of gender.
  • Factors associated with perception of loud occupational noise by school teachers in basic education in Brazil Artigos Originais

    Rezende, Bárbara Antunes; Medeiros, Adriane Mesquita de; Silva, Airton Marinho da; Assunção, Ada Ávila

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Estimar a prevalência e os fatores associados à percepção de ruído intenso nas escolas da educação básica no Brasil. Métodos: Estudo transversal com amostra nacional representativa dos professores. A coleta de dados foi realizada com 6.510 professores, de outubro de 2015 a março de 2016. Todos os professores responderam a um questionário via telefone com perguntas referentes à saúde e às condições de trabalho. A medida de associação foi a razão de prevalência (RP), estimada com a regressão de Poisson. Resultados: A prevalência de ruído ocupacional intenso referido foi de 33,0%. Houve associação positiva ao desfecho os relatos de agitação em sala de aula (RP = 3,41; IC95% 3,07 - 3,75), percepção de trabalhar sob alto nível de exigência (RP = 1,33; IC95% 1,22 - 1,45), ter sofrido violência verbal praticada pelos alunos (RP = 1,21; IC95% 1,11 - 1,31), lecionar para diferentes modalidades de ensino (RP = 1,21; IC95% 1,02 - 1,42) e a escola contar com número de professores atuantes superior a 30 (RP = 1,28; IC95% 1,07 - 1,54). Os professores que relataram um ambiente agradável na escola (RP = 0,81; IC95% 0,75 - 0,87), assim como os que atuavam na área censitária rural (RP = 0,84; IC95% 0,75 - 0,95), perceberam menor ruído no trabalho. Conclusão: A prevalência de percepção de ruído intenso nas escolas brasileiras foi elevada e apresentou significância estatística com as características da escola e do trabalho de professores da educação básica. Esses achados demonstram a necessidade de planejamento de políticas públicas que considerem a redução dos níveis de ruído no ambiente escolar.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To determine the prevalence of the perception of loud noise in basic education schools in Brazil and the associated factors. Methods: A cross-sectional study with a representative national sample of teachers. The data collection was conducted with 6,510 teachers from October 2015 to March 2016. All teachers answered a telephone questionnaire with questions related to health and working conditions. The measure of association was prevalence ratio, estimated using Poisson regression. Results: The prevalence of reported loud occupational noise was 33.0%. There was a positive association in the outcome of classroom disturbance reports (PR = 3.41; 95%CI 3.07 - 3.75), feeling of working under high-pressure levels (PR = 1.33; 95%CI 1.22-1.45), having suffered verbal abuse from students (PR = 1.21; 95%CI 1.11-1.31), teaching in different teaching modalities (PR = 1.21; 95%CI 1.02-1.42), more than 30 active teachers in the school (PR = 1.28; 95%CI 1.07-1.54). The teachers who reported a pleasant school environment (PR = 0.81; 95%CI 0.75-0.87), along with the teachers who worked in rural areas (PR = 0.84; 95%CI 0.75-0.95), experienced less noise at work. Conclusion: The prevalence of loud noise perception in Brazilian schools reached high levels and showed statistical significance with the characteristics of schools and teacher’s work environment. These results demonstrate the need for developing public policies that take into consideration the reduction of noise levels in schools.
  • Association between area-level education and the co-occurrence of behavior-related risk factors: a multilevel analysis Original Articles

    Boing, Antonio Fernando; Subramanian, SV; Boing, Alexandra Crispim

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O objetivo do presente estudo foi investigar a associação de quatro diferentes fatores de risco para doenças crônicas e seu acúmulo com o nível educacional da vizinhança de moradia, controlando-se por características individuais. Métodos: Um estudo transversal de base populacional foi realizado no sul do Brasil com 1.720 adultos, em 2009/2010. A ocorrência simultânea de tabagismo, uso abusivo de álcool, hábitos alimentares não saudáveis e inatividade física foi investigada. Modelos multiníveis testaram se a educação da vizinhança estava associada com cada fator de risco e com a co-ocorrência deles, ajustando-se por variáveis individuais. Resultados: Houve variância entregrupos (VPC) de 7,79, 7,11, 6,84 e 1,08% para inatividade física, uso problemático de álcool, hábitos alimentares não saudáveis e tabagismo, respectivamente. O VPC para a combinação dos quatro comportamentos foi de 14,2%. A educação da vizinhança explicou significativa proporção da variância da inatividade física e dos hábitos alimentares não saudáveis. Residentes de vizinhanças que tinham baixo nível educacional mostraram 2,40 (IC95% 1.58 - 3.66) vezes mais chance de hábitos alimentares não saudáveis e 1,78 (IC95% 1.19 - 2.67) vez mais chance de inatividade física. A probabilidade de indivíduos terem dois ou mais fatores de risco simultâneos foi maior entre residentes de vizinhanças com nível educacional mais baixo. Conclusão: Políticas públicas devem considerar características da vizinhança, incluindo a educação, quando tiverem como objetivo controlar os fatores de risco para doenças crônicas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: This study aimed to investigate the association of four different risk factors for chronic diseases and accumulation of these health behaviors with area-level education, regardless of individual-level characteristics in Brazil. Methods: A population-based cross-sectional study was carried out in Southern Brazil including 1,720 adults in 2009/2010. The simultaneous occurrence of tobacco smoking, abusive drinking, unhealthy eating habits, and physical inactivity was investigated. Using multilevel models, we tested whether area-level education was associated with each risk factor and with the co-occurrence of them after controlling sociodemographic individual-level variables. Results: We observed a between-group variance of 7.79, 7.11, 6.84 and 1.08% for physical inactivity, problematic use of alcohol, unhealthy eating habits, and smoking, respectively. The between-group variance for the combination of four behaviors was 14.2%. Area-level education explained a significant proportion of the variance observed in physical inactivity and unhealthy eating habits. Residents of low educational level neighborhoods showed a 2.40 (95%CI 1.58 - 3.66) times higher chance of unhealthy eating and 1.78 (95%CI 1.19 - 2.67) times higher chance of physical inactivity. The likelihood of individuals with two or three/four risk factors was simultaneously higher among residents of low educational level neighborhoods. Conclusion: Public policies should consider the area-level characteristics, including education to control risk factors for chronic diseases.
  • Social support at work: a cohort study with civil servants from a public university Artigos Originais

    Godinho, Marluce Rodrigues; Ferreira, Aldo Pacheco; Moura, Denise Cristina Alves de; Greco, Rosangela Maria

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O apoio social no trabalho, relacionado à interação entre colegas e chefias na cooperação para a realização do trabalho, pode contribuir para a diminuição do desgaste do trabalhador e dos riscos à saúde. Portanto, o presente estudo objetivou analisar o apoio social no trabalho e os fatores associados dos servidores técnico-administrativos em educação de uma universidade pública. Metodologia: Estudo de coorte, com 328 servidores em exercício ativo de sua função, dos quais as informações sobre o apoio social no trabalho e as variáveis independentes sociodemográficas, relacionadas ao trabalho e à saúde, foram coletadas por meio de questionário. Os testes t de Student, do χ2 e a regressão logística foram utilizados, a fim de analisar as prevalências e os fatores associados ao apoio social no trabalho. Resultados: Os trabalhadores eram, predominantemente, homens, com idade média de 47 anos, casados, com filhos, com nível universitário ou mais, apresentaram boas condições de trabalho e de saúde e alto apoio social no trabalho (85,7%). Os fatores associados ao apoio social no trabalho foram o turno de trabalho, a depressão e a capacidade para o trabalho. Conclusão: Os fatores associados ao apoio social devem ser devidamente analisados para que seja conservada essa interação positiva no ambiente de trabalho.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Social support at work - related to the interaction between co-workers and supervisors in cooperation toward work achievement - can contribute to reducing the strain on workers and health risks. Therefore, the present study aimed to analyze the social support at work and associated factors among the technical-administrative staff in education from a public university. Methods: This is a cohort study with 328 active civil servants, who answered a questionnaire providing information about the social support at work and the independent sociodemographic variables related to work and health. We used Student’s t-test, the χ2 test, and logistic regression to analyze the prevalence of and factors associated with social support at work. Results: The workers were predominantly males, with a mean age of 47 years, married, with children, had higher education and beyond, showed good working conditions, health status, and high social support at work (85.7%). Factors associated with social support at work included work shift, depression, and work ability. Conclusion: The factors associated with social support should be properly analyzed in order to maintain this positive interaction in the work environment.
  • Factors associated with lack of mammography: National Health Survey, 2013 Artigos Originais

    Barbosa, Yonna Costa; Oliveira, Ana Gabriela Caldas; Rabêlo, Poliana Pereira Costa; Silva, Francelena de Sousa; Santos, Alcione Miranda dos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O acesso à mamografia, principal exame de detecção precoce do câncer de mama, não é igualitário entre as mulheres brasileiras. Objetivou-se analisar os fatores associados à não realização desse exame num período inferior a dois anos no Brasil e por macrorregião, considerando-se características sociodemográficas, condições de saúde, hábitos de vida e uso dos serviços de saúde. Método: Estudo transversal que utilizou dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). A amostra consiste de 10.571 mulheres (≥ 40 anos) residentes em todas as regiões brasileiras. Modelo de regressão de Poisson com abordagem hierarquizada foi utilizado para estimar razões de prevalência. Resultados: As características associadas à não realização de mamografia foram: idade ≥ 60 anos, baixa escolaridade, viver sem companheiro, avaliar negativamente o próprio estado de saúde, possuir alguma doença crônica, não praticar exercício físico, não realizar o exame clínico da mama até um ano, ou o exame de Papanicolaou até três anos, não ter consultado com médico no último ano, não possuir plano de saúde, sentir-se discriminada por profissional de saúde e ter cadastro em uma unidade de saúde da família. Variáveis sociodemográficas se sobressaíram no Norte e Nordeste; e nas outras regiões, condições de saúde e hábitos de vida. Conclusão: Variáveis relacionadas ao uso dos serviços de saúde tiveram destaque na não realização da mamografia. Ações que reduzam a desigualdade no acesso ao exame devem ser adotadas em cada macrorregião do Brasil.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Mammography is the main screening test for early detection of breast cancer; however, its access is not equal for all women in Brazil. The objective of this study was to analyze the factors associated with not having this examination done in a period of less than two years in Brazil and according to macro-region, considering sociodemographic characteristics, health conditions, lifestyle, and the use of health services. Method: Cross-sectional study using data from the National Health Survey in Brazil (Pesquisa Nacional de Saúde - PNS). The sample consisted of 10,571 women (≥40 years old) living in all Brazilian regions. Poisson regression model with hierarchical approach was used to estimate prevalence ratios. Results: The characteristics associated with not getting a mammogram were: age ≥60 years, low schooling, living without a partner, negative health self-rating, having some chronic disease, no regular exercise, not getting a clinical breast examination for up to one year or a Pap smear for up to three years, not seeing a doctor in the last year, not having health insurance, feeling discriminated by a health professional, and being enrolled in a family care unit. Sociodemographic factors were prominent in the North and Northeast, while in other regions, health conditions and health behavior were predominant. Conclusion: Variables related to the use of health services were especially important in not getting a mammogram. Measures should be taken in each macro-region of Brazil to reduce disparities in access to mammography.
  • Health services utilization to control arterial hypertension and diabetes mellitus in the city of São Paulo Artigos Originais

    Stopa, Sheila Rizzato; Cesar, Chester Luiz Galvão; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Goldbaum, Moisés

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Descrever as prevalências do uso de serviços de saúde para controle da hipertensão arterial (HA) e do diabetes mellitus (DM) no município de São Paulo nos anos de 2003, 2008 e 2015 e analisar os fatores associados a esse uso no ano de 2015. Métodos: Foram analisados dados de população adulta provenientes dos inquéritos de saúde no município de São Paulo em 2003, 2008 e 2015. Foram estimadas as prevalências e seus intervalos de confiança de 95% nos 3 anos para descrever as prevalências do uso de serviços de saúde para controle da HA e do DM. Para 2015, foram estimadas as prevalências para as mesmas variáveis segundo características sociodemográficas, geográficas e de saúde. Utilizou-se regressão logística multinomial para estimar modelos de análise para HA e DM. Resultados: Observou-se aumento significativo no percentual de pessoas que referiram ir ao serviço de saúde de rotina por causa da HA e do DM no período 2003 a 2015. Em 2015, maior uso de serviços de saúde de rotina para controle da HA foi observado entre os idosos e as pessoas que referiram possuir plano de saúde. No caso do DM, houve associação entre o uso de serviços e baixa escolaridade. Ser idoso diminui o risco de não ir ao serviço de saúde para o controle da HA, enquanto ser do sexo masculino e não possuir plano de saúde aumentam esse risco significativamente. Conclusões: Identificar como os indivíduos com HA e DM utilizam os serviços de saúde para controle das doenças é de extrema relevância para reduzir barreiras no acesso e, ainda, orientar políticas de saúde no intuito de reduzir desigualdades.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To describe the prevalence of health services utilization for control of arterial hypertension (AH) and diabetes mellitus (DM) in the city of São Paulo in 2003, 2008 and 2015 and to analyze associated factors to this utilization in 2015. Methods: Data regarding adults who participated in the Health Surveys conducted in the city of Sao Paulo, ISA-Capital 2003, 2008 and 2015, were analyzed. Prevalences and 95% confidence intervals for the three years were estimated to describe the prevalence of the use of services to control HA and DM. For the year of 2015, prevalences of the same variables were estimated according to sociodemographic, geographic and health characteristics. Multinomial logistic regression was used to estimate AH and DM analysis models. Results: There was a significant increase in the prevalence of people who reported routine health services utilization to control AH and DM in the period 2003-2015. For 2015, an increased routine health services utilization to control AH was observed among elderly and those who reported health insurance. For those who reported DM, an association between health services utilization and low schooling was found. Being elderly reduces the risk of not going to the health services to control AH, while being male and not having a health insurance increase this risk significantly. Conclusions: to identify how individuals with AH and DM use health services in way to control these diseases is very important to reduce access barriers and, yet, provide guidance in health policies to reduce disparities.
  • Epidemiological bias in studies with complex sampling

    Andrade, Achilles de Souza; Cecon, Roberta Stofeles; Lopes, Matheus Rodrigues; Lopes, Johnnatas Mikael
  • Clinical and epidemiological aspects of tuberculosis in the Federal District (Brazil, 2006 to 2015) Artigos Originais

    Rodrigues, Olga Maíra Machado; Tauil, Pedro Luiz

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Apesar dos baixos coeficientes de incidência de tuberculose (TB) no Distrito Federal (DF), há discrepâncias socioeconômicas aliadas ao intenso crescimento populacional nos últimos anos que evidenciam a necessidade de estudar a tendência da doença nos diferentes cenários do DF. Objetivo: Descrever a tendência de morbimortalidade por TB no DF de 2006 a 2015. Métodos: Estudo ecológico com componentes descritivo e analítico, do tipo série histórica. Resultados: Houve tendência temporal de queda dos coeficientes de incidência (CI) (15,1/100 mil habitantes para 11,7/100 mil habitantes; r = -0,50) e na proporção de cura (86,0 para 74,7%; r = -0,91); populações em situação de rua e privados de liberdade têm riscos relativos de 5 a 16 vezes maior do que a população geral; maiores CI foram observados no Paranoá (27,5/100 mil habitantes) e na Estrutural (17,3/100 mil habitantes), áreas com indicadores socioeconômicos ruins e com explosão populacional no período; e maiores taxas médias de letalidade foram encontradas em Águas Claras (8,5%) e no Lago Sul (7,0%), regiões que concentram populações em situação de rua e idosos. Conclusão: A TB persiste como importante problema de saúde pública no DF, especialmente em áreas empobrecidas, com crescimento populacional expressivo ou com alta concentração de idosos ou de populações vulneráveis.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Despite the low incidence rates of tuberculosis (TB) in the Federal District (FD), there are socioeconomic discrepancies allied to intense population growth in recent years, which demonstrates the need to study the trend of the disease in different regions of the FD. Objective: To describe the trend of morbidity and mortality due to TB in the FD from 2006 to 2015. Methods: Ecological study, with descriptive and analytical components, historical series type. Results: There was a decreasing trend in incidence rates (IR) (from 15.1 per 100,000 inhabitants to 11.7 per 100,000 inhabitants, r = -0.50) and in the cure rate (from 86.0% to 74.7, r = -0.91); people experiencing homelessness and incarceration have relative risks from 5 to 16 times higher than the general population; higher IR were found in Paranoá (27.5 per 100,000 inhabitants) and in Estrutural (17.3 per 100,000 inhabitants), areas with poor socioeconomic indicators and demografic explosion during the study period. A higher mean lethality rate was found in Águas Claras (8.5%) and in Lago Sul (7.0%), regions that have a high concentration of homeless and elderly people. Conclusion: TB persists as an important public health problem in the FD, especially in impoverished areas, with significant population growth or a high concentration of elderly or vulnerable populations.
  • Prevalence and simultaneity of cardiovascular risk factors in elderly participants of a population-based study in southern Brazil Artigos Originais

    Medeiros, Paulo Adão de; Cembranel, Francieli; Figueiró, Thamara Hübler; Souza, Bianca Bittencourt de; Antes, Danielle Ledur; Silva, Diego Augusto Santos; Zanelatto, Carla; d’Orsi, Eleonora

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Investigar a prevalência da simultaneidade de fatores de risco cardiovasculares e sua associação com características sociodemográficas em idosos no sul do Brasil. Metodologia: Estudo transversal com 1.553 idosos participantes do Estudo Epidemiológico das Condições de Saúde dos Idosos de Florianópolis (EpiFloripa Idoso), Santa Catarina. Os fatores de risco foram: insuficiência no consumo de frutas, legumes e vegetais (FLV), insuficiência de atividade física no lazer, consumo abusivo de álcool e tabagismo. Construiu-se a variável desfecho através da combinação de todos os fatores, categorizada em nenhum, um, dois, três e quatro fatores de risco. Foram realizadas análises bivariadas e multivariadas empregando-se a regressão de Poisson. Resultados: Constatou-se que 57,6% dos idosos convivem com a simultaneidade de fatores de risco para doenças cardiovasculares. A maior prevalência observada tanto nas mulheres quanto nos homens foi da insuficiência de atividade física com a insuficiência no consumo de FLV, sendo de 46,4 e 28,1%, respectivamente. A prevalência observada dos quatro fatores simultâneos foi maior entre os homens (2,5%) em comparação às mulheres (0,3%). O sexo masculino apresentou 11,0% mais probabilidade de acumular fatores de risco comparado ao sexo feminino. E cada ano a mais de escolaridade representa 4,0% a menos de probabilidade de acumular fatores de risco cardiovasculares. Conclusões: As diferenças entre a simultaneidade de fatores de risco e aspectos sociodemográficos devem ser consideradas na abordagem do idoso tanto em nível individual quanto na construção de políticas públicas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To investigate the prevalence of simultaneity of cardiovascular risk factors and their association with socio-demographic characteristics in older adults in Southern Brazil. Methods: Cross-sectional study with 1.553 elderly participants of the EpiFloripa study in Florianópolis-SC. The risk factors evaluated were: Inadequate fruit and vegetable consumption, insufficient leisure-time physical activity, alcohol consumption and smoking. The construction of the outcome was performed by combining all of the factors mentioned and then categorized. Bivariate and multivariate analyzes were performed using the Poisson regression. Results: It was found that 57.6% of the elderly coexist with the simultaneity of cardiovascular risk factors. The combination of inadequate fruit and vegetable consumption and insufficient leisure-time physical activity was the most prevalent. The highest prevalence observed in women and men was the insufficient leisure-time physical activity and inadequate fruit and vegetable consumption of 46.4 and 28.1%, respectively. The observed prevalence of the four factors was higher among men (2.5%), whereas for women (0.3%). Men were 11.0% more likely to accumulate risk factors compared to women. And each additional year of schooling represents 4.0% less probability of accumulating cardiovascular risk factors. Conclusions: The differences between the simultaneity of risk factors and sociodemographic aspects should be considered in the approach for older adults, both at the individual level and in the construction of public policies.
  • Adults and the elderly who received nutritional counseling in a city of southern Brazil: a population-based study Artigos Originais

    Simões, Milena de Oliveira; Dumith, Samuel Carvalho; Gonçalves, Carla Vitola

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O aconselhamento nutricional vem desempenhando um papel de suma importância na prevenção e no tratamento de diversas doenças. Objetivo: Avaliar o recebimento de aconselhamento nutricional em adultos e idosos residentes na área urbana de um município do Sul do Brasil. Métodos: Estudo transversal de base populacional. Os dados foram coletados através de questionário aplicado em domicílio. O desfecho foi o recebimento de aconselhamento nutricional no último ano vinculado a diversos meios, até mesmo aos de comunicação. Foram analisadas variáveis sociodemográficas, consulta médica no último ano, estado nutricional e outras variáveis de saúde. Resultados: Um total de 1.296 indivíduos compôs a amostra (taxa de resposta de 90,7%), sendo a maioria mulher (56,6%) e com idade entre 18 e 59 anos (75,3%). A prevalência do recebimento de aconselhamento nutricional foi de 19,9% (IC95% 17,3 - 22,5), sendo maior em mulheres do que em homens (p = 0,01). Na análise estratificada por sexo, nos homens houve associação significativa (p < 0,05) com o desfecho as variáveis: escolaridade ≥ 12 anos; consulta médica no último ano; baixo peso; obesidade; diabetes e hipertensão. Entre as mulheres, apresentaram associação com o desfecho as variáveis: plano de saúde; consulta médica no último ano; obesidade e diabetes. Conclusão: A baixa prevalência do aconselhamento nutricional e sua associação com doenças já instaladas expõem a necessidade de que o aconselhamento seja realizado não somente para o tratamento mas também como ações preventivas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Nutrition counseling has played a critical role in the prevention and treatment of various diseases. Objective: To evaluate how adults and elderly people, who are residents in an urban area of Southern Brazil, received nutritional counseling. Methods: This was a cross-sectional population based study. Data was collected through a questionnaire applied at home. The outcome was the prevalence of nutritional counseling received in the past year that came from different means, including means of communication. Sociodemographic variables, doctor visits in the past year, nutritional state and other healthcare variables were analyzed. Results: The sample included 1,296 individuals (rate of answer of 90.7%). The results indicate that the majority of the people interviewed were females (56.6%), with their age ranging from 18 to 59 years-old (75.3%). The prevalence of people receiving nutritional counseling was 19.9% (95%CI 17.3 -22.5). It was higher among women than men (p = 0.01). The sex-adjusted analyses showed a statistically significant (p < 0.05) association in men for the variables: schooling ≥ 12 years; medical consultation in the last year; low weight; obesity; diabetes and hypertension. Among the women, the following variables were associated with the outcome: health insurance; medical consultation in the last year; obesity and diabetes. Conclusions: The low prevalence of nutritional counseling and its association with diseases exposes the need for it to be implemented not only for treatment purposes but also as preventive health actions.
  • Prevalence of diabetes in adults and the elderly, medication use and sources of acquisition: a comparative analysis of 2012 and 2016

    Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo; Rodrigues, Patrícia Silveira; Costa, Karen Sarmento; Tavares, Noemia Urruth Leão; Tierling, Vera Lúcia; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Malta, Deborah Carvalho
  • Spatial distribution of hospitalization rates of children due to pneumonia in the Unified Health System, in the municipalities of the state of São Paulo Artigos Originais

    Menezes, Renata Armani Moura; Pavanitto, Drielle Rezende; Nascimento, Luiz Fernando Costa

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Identificar padrões espaciais na distribuição das taxas de internação de crianças por pneumonia no estado de São Paulo, no período de 2009 a 2013. Métodos : Estudo ecológico exploratório com dados obtidos do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) de internações por pneumonia em crianças relativas aos municípios do estado de São Paulo de 2009 a 2013, dados de escolaridade materna e renda familiar; e foram criadas taxas por mil crianças e inseridas numa base digital de municípios obtida do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram construídos mapas temáticos, de Kernel e de Moran para as taxas de internação e calculados os índices de Moran. Foi utilizado o programa TerraView para a análise espacial. Resultados : Foram internadas 43.809 crianças no período. A taxa média por município foi de 11,51 (DP = 8,62). O índice de Moran foi de 0,21 (p = 0,01). Há aglomerados nas regiões norte, noroeste, centro-oeste e sudoeste; o mapa de Kernel mostra densidade maior de taxas no noroeste e centro-oeste do estado; e o mapa de Moran identificou 39 municípios que merecem atenção por parte dos gestores municipais e regionais. Conclusões : O geoprocessamento permitiu identificar regiões com maiores taxas de internação por pneumonia e também municípios que merecem prioridade de intervenção.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To identify spatial patterns in the distribution of hospitalization rates of children with pneumonia in the state of São Paulo, Brazil from 2009 to 2013. Methods: This was an exploratory ecological study with data obtained from DATASUS of hospitalizations of children with pneumonia in the municipalities in São Paulo from 2009 to 2013/ Data on maternal education and family income were obtained and rates per thousand children were calculated and inserted in a database of municipalities obtained from IBGE. Thematic, kernel and Moran maps were constructed for the hospitalization rates and the Moran indices were calculated. The TerraView program was used for spatial analysis. Results: A total of 43,809 children were hospitalized in the study period, with a minimum of zero and a maximum of 69,072. The mean rate per municipality was 11.51 ± 8.62 (SD). The Moran index was 0.21 (p = 0.01). The thematic map showed clusters in the northern, northwestern, midwestern and southwestern regions of the state; the kernel map showed a higher density of rates in the northwestern and midwestern areas, and the Moran map identified 39 municipalities that deserve the attention of municipal and regional managers. Conclusions: Geoprocessing identifies regions with higher hospitalization rates for pneumonia and also municipalities that deserve a high intervention priority.
  • Time trends of physical activity in Curitiba, Brazil: 2006-2015 Artigos Originais

    Lima, Dartel Ferrari de; Silva, Michael Pereira da; Mazzardo, Oldemar; Lima, Lohran Anguera; Sampaio, Adelar Aparecido; Anguera, Maria das Graças; Luiz, Olinda do Carmo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A tendência temporal da participação em atividade física pode auxiliar na avaliação da efetividade de programas voltados à sua promoção no âmbito populacional. O estudo analisou a tendência temporal da participação em atividade física no lazer de adultos residentes na cidade de Curitiba, Paraná, Brasil, no período de 2006 a 2015. Métodos: Estudo transversal com dados secundários de 19.183 participantes, obtidos junto ao Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (2006 a 2015). Foram considerados ativos no lazer os adultos que referiram participar de atividades físicas no tempo livre pelo menos uma vez por semana nos três meses anteriores à realização do inquérito. Resultados: A tendência temporal da prática de atividade de lazer foi estacionária em homens e crescente em mulheres (1,86% ao ano; IC95% 0,55 - 3,37). Os homens reduziram a participação em atividades realizadas 1 a 2 vezes por semana (-3,75% ao ano; IC95% -6,72 - -0,67) e aumentaram a participação em atividades realizadas de 5 a 6 vezes por semana (7,42% ao ano; IC95% 4,54 - 10,38). Conclusão: A continuidade da monitoração dos indicadores de atividade física na cidade de Curitiba pode auxiliar gestores a direcionarem políticas de promoção da atividade física.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: The identification of the time trend of physical activity can help in the evaluation of the effectiveness of programs aimed at the promotion of physical activity at the population scope. To analyze the temporal trend of leisure time physical activity in adults living in the city of Curitiba (Brazil), from 2006-2015. Methods: This is a cross-sectional study with 19,183 adults, obtaining information on duration, intensity and weekly frequency of leisure-time physical activity from the Surveillance System of Risk and Protection Factors for Chronic Diseases by Telephone Inquiry. Adults who reported participating in leisure time physical activity at least once a week in the three months prior to the survey were considered active. Results: Men’s leisure-time physical activity was stable overtime (p = 0.28), while it increased significantly among women (1.86% per year, 95%CI 0.55; 3.37; p = 0.02). Men reported less activities with weekly frequency of one to two times (-3.75% per year, 95%CI -6.72; -0.67; p = 0.03) but more with weekly frequencies of five to six times (7.42% per year, 95%CI 4.54; 10.38; p = 0.001). No changes were observed in the frequency of physical activity among women. Conclusion: Monitoring indicators of physical activity in the city of Curitiba can assist legislators in building policies to promote physical activity
  • Fasting glucose of patients from public health care in the southern region of São Paulo: correlation with glycated hemoglobin and lipid levels Artigos Originais

    Franco, Luciana Ferreira; Mafra, Ana Carolina Cintra Nunes; Bracco, Mario Maia; Franco, Laercio Joel; Naves, Larissa Kozloff; Ribeiro, Glória Maria Ferreira; Mangueira, Cristóvão Luis Pitangueira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A glicemia de jejum é um teste usado para o monitoramento do diabetes mellitus, bem como para seu rastreamento e diagnóstico. O objetivo do estudo foi analisar resultados de glicemia de jejum de pacientes da rede pública e sua correlação com hemoglobina glicada e lipídios. Métodos: Estudo transversal, com 77.581 pacientes, atendidos em 2014. Resultados: A maioria é do sexo feminino (65%), com idade entre 18 e 115 anos (53 ± 15,5 anos). A concordância entre glicemia de jejum e hemoglobina glicada foi moderada (Kappa = 0,416), entretanto foi substancial para níveis compatíveis com diabetes (Kappa = 0,689) e pobre para pré-diabetes (Kappa = 0,188). Glicemia de jejum ≥ 100 mg/dL foi encontrada em 41,1% dos pacientes e hemoglobina glicada ≥ 5,7% em 61,5%. As alterações lipídicas são mais frequentes nos indivíduos com alterações na glicemia. Dos 14.241 indivíduos com glicemia de jejum ≥ 126 mg/dL, a microalbuminúria foi pesquisada em apenas 883 (6,2%) indivíduos, com resultado alterado em 201 (22,8%). Conclusões: Nos indivíduos que realizaram mais de uma dosagem de glicemia de jejum, a maioria permaneceu com exames alterados, principalmente os que apresentavam valores compatíveis com o diagnóstico de diabetes, sugerindo que não conseguem um controle adequado. A baixa frequência de pesquisa de microalbuminúria em indivíduos com glicemia de jejum sugestiva de diabetes reflete a pequena preocupação com o rastreio de suas complicações crônicas. A elevada frequência de dislipidemia nesses indivíduos evidencia ser uma população de elevado risco cardiovascular.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Fasting glucose is a test used for monitoring diabetes mellitus, as well as its screening and diagnosis. The objective of this study was to evaluate fasting glucose results and their correlation with glycated hemoglobin and lipids. Methods: Cross-sectional study, involving 77,581 patients, attended in 2014. Results: The majority of the patients are women (65%). The age of the patients ranged from 18 to 115 years (mean of 53 ± 15.5). The agreement between fasting glucose and glycated hemoglobin was moderate (kappa = 0.416); however, it was substantial for the levels used for the diagnosis of diabetes (kappa = 0.689) and poor for pre-diabetes (kappa = 0.188). Fasting glucose ≥ 100 mg/dL was observed in 41.1% of the patients and 61.5% present glycated hemoglobin ≥ 5.7%. Lipid abnormalities are likeliest in patients with elevated fasting glucose. From those 14,241 individuals that had fasting glucose ≥ 126 mg/dL, the microalbuminuria test was performed in only 883 (6.2%) patients, with abnormal results in 201 (22.8%). Conclusions: The high frequency of fasting glucose with abnormal results may reflect the high proportion of exams performed by individuals with diagnosis of diabetes, to evaluate their glycemic control. The low frequency of requests for microalbuminuria tests in those with probable diagnosis of diabetes reflects the little attention paid for the screening of chronic complications of diabetes. It calls attention the high frequency of dyslipidemia in those individuals, highlighting the fact that this is a population with high cardiovascular risk.
  • The effect of an intervention on physical activity of moderate-and-vigorous intensity, and sedentary behavior during adolescents’ time at school Artigos Originais

    Costa, Bruno Gonçalves Galdino da; Silva, Kelly Samara da; Silveira, Pablo Magno da; Berria, Juliane; Machado, André Ribeiro; Petroski, Edio Luiz

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Este estudo objetivou avaliar o efeito de uma intervenção sobre o engajamento em atividade física (AF) e comportamento sedentário (CS) no período escolar, em aulas de educação física (EF) e nos recreios em estudantes do sexto ao nono ano de escolas públicas de Florianópolis, Santa Catarina. Métodos: Duas escolas foram alocadas em grupo experimental e controle. Os participantes utilizaram acelerômetros no período escolar e o tempo em AF e CS foram estimados no período escolar, aulas de EF e recreios antes e após a intervenção. A intervenção foi composta de quatro componentes: mudanças nas aulas de EF, com formação dos professores; disponibilização de materiais esportivos no recreio; sessões educativas no formato de aulas; e distribuição de folders e cartazes com informações sobre os desfechos da intervenção. Foram empregadas análises de covariância para medidas repetidas comparando a linha de base e pós-intervenção e para amostras independentes, comparando o grupo controle com o grupo intervenção. Resultados: Observou-se uma baixa proporção de AF na escola na linha de base e um elevado volume de CS. O grupo intervenção diminuiu a AF em aulas de EF, enquanto o grupo controle aumentou em todos os períodos. O grupo intervenção também acumulou mais o CS no período escolar e em aulas de EF após a intervenção, enquanto o controle diminuiu o CS no período escolar. Conclusão: A intervenção proposta não foi efetiva em aumentar a AF e diminuir o CS. Fatores ambientais e de organização escolar podem ter impactado os resultados e devem ser considerados no planejamento de intervenções.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: This study evaluated the effect of an intervention on the engagement in physical activity (PA) and sedentary behavior (SB) of sixth to ninth grade students during school-time, physical education (PE) classes, and recesses at two public schools in Florianopolis, SC, Brazil. Method: Schools were divided into control and experimental groups. Participants wore accelerometers during school-time, and PA and SB were estimated for school-time, PE classes and recesses at the baseline and after the intervention. The intervention was composed of four components: changes were made in the PE classes, including giving instruction to teachers; sports equipment was made available for use during recesses; educational sessions on the format of classes were conducted; folders and posters were distributed. Data was analyzed using an Analysis of Covariance for repeated measures comparing baseline data with post intervention data, and for independent samples when comparing control and intervention groups. Results: A low proportion of engagement in PA and a large engagement in SB was observed on the baseline. PA decreased in the intervention group during PE classes, while it increased in the control group with regard to school-time, PE classes, and recess. The intervention group accumulated more SB during school-time and PE classes after the intervention, while a decrease in the control group’s SB during school-time was observed. Conclusion: The intervention was not effective in increasing PA or decreasing SB. Environmental and school’s organizational factors impact how interventions are conducted, and should be considered beforehand.
  • ERRATA: Análise da qualidade da informação sobre mortalidade por homicídio a partir dos óbitos com intenção indeterminada. Bahia, Brasil, 2002-2013

  • Correlated factors of depression among male and female inmates Artigos Originais

    Santos, Maíra Mendes dos; Barros, Claudia Renata dos Santos; Andreoli, Sérgio Baxter

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: As prevalências de depressão em presídios são altas, porém não há clareza sobre os fatores de risco entre os sexos. Analisamos os fatores associados à depressão entre homens e mulheres presos no estado de São Paulo. Metodologia: Estudo transversal, de 2006 a 2007, com amostra probabilística estratificada e em múltiplos estágios. Aplicaram-se o Composite International Diagnostic Interview (CIDI) para diagnóstico psiquiátrico e questionário sobre histórico criminal em 1.192 homens e 617 mulheres. As prevalências foram calculadas para vida e fatores associados, para cada sexo, analisadas por meio da regressão logística multinomial. A variável dependente foi categorizada em: depressão, outro transtorno e sem transtorno mental. Resultados: A prevalência de depressão em mulheres foi de 33,3% (30,3 - 36,5) e em homens de 12,9% (11,1 - 15,0). Entre homens, foram associados à depressão falta disciplinar no presídio, histórico infracional na adolescência, ter companheira e problemas de saúde. Associados a outros transtornos: histórico infracional na adolescência e reincidência. Entre mulheres, as associações com depressão foram: problemas de saúde, crime de drogas e violência, estar presa em penitenciária e reincidência. Outros transtornos foram com problemas de saúde, reincidência, histórico infracional e crime violento. Discussão: Resultados confirmam estudos sobre diferenças entre os sexos para fatores associados à depressão. Conclusão: Há diferenças no perfil de homens e mulheres, que demandam distintas estratégias de enfrentamento, como coping e reabilitação em saúde para as mulheres com depressão.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The prevalence of depression is high in the prison system, and the differences between sex regarding associated risk factors are still not clear. We analyzed the correlated factors of depression among incarcerated men and women in the state of São Paulo, Brazil. Methodology: A cross-sectional study with stratified and multi-stage probabilistic sample was performed. Composite International Diagnostic Interview (CIDI) was applied for psychiatric diagnostic classification, as well as a questionnaire on criminal history with 1,192 men and 617 women. Lifetime prevalence of mental disorder was calculated, and association analysis performed by multinomial logistic regression stratified by sex. A dependent variable was categorized into depression, any other mental disorder and no mental disorder (reference). Results: The prevalence of depression was of 33.3% (30.3 - 36.5) in women and 12.9% (11.1 - 15.0) in men. Depression was associated with disciplinary penalty, being in a stable relationship, physical health problems and history of infringement in adolescence in men. Regarding other mental illnesses, the correlated factors were historical transgression during adolescence and re-offense. Among women, depression was associated with physical health problems, drug crimes, violent crimes and being imprisoned. Discussion: Results confirmed the differences between associated factors with depression regarding sex. Conclusion: Differences in the profile between men and women require effective specialized programs, considering the need for coping strategies for incarcerated men and health-related rehabilitation for women with depression.
  • Interobserver reliability in the classification of pairs of records formed by probabilistic linkage of SISMAMA databases

    Girianelli, Vania Reis; Tomazelli, Jeane Glaucia; Nogueira, Mário Círio; Corrêa, Camila Soares Lima; Souza, Eduardo Oliveira de; Gabrielli, Ligia; Aquino, Estela M. L.; Guerra, Maximiliano Ribeiro; Stavola, Bianca Lucia De; dos-Santos-Silva, Isabel; Silva, Gulnar Azevedo e

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O estudo avaliou a confiabilidade interobservadores na classificação de pares de registros formados durante o processo de relacionamento probabilístico, sendo uma das etapas de validação da metodologia a ser utilizada em pesquisa sobre desigualdades de acesso às ações de controle dos cânceres de mama e do colo do útero no Brasil (DAAC-SIS). Metodologia: O programa RecLink foi usado para relacionar as bases de dados do Sistema de Informação do Controle do Câncer de Mama (SISMAMA) do estado de Minas Gerais, tendo como referência 301 mamografias de rastreamento com resultado provavelmente benigno (categoria BI-RADS 3), registradas em outubro de 2010 e, como comparação, 158.517 mamografias registradas em 2011. Posteriormente, 215 pares de registros, que não obtiveram o escore máximo atribuído pelo RecLink, foram classificados independentemente por dez avaliadores, de quatro centros participantes da pesquisa, como pares verdadeiros ou falsos. Resultados: O coeficiente Kappa variou de 0,87 a 1,00. Seis avaliadores obtiveram concordância perfeita com um ou mais avaliadores de outros centros. O Kappa global foi 0,96 (intervalo de confiança de 95% - IC95% 0,94 - 0,99). Discussão: A avaliação interobservadores foi fundamental para garantir a qualidade do processo de relacionamento, e a sua prática deve ser rotina em estudos dessa natureza. A divulgação desses resultados contribui para a transparência na condução e no relato do estudo em curso. Conclusão: A confiabilidade interobservadores foi excelente, sinalizando homogeneidade satisfatória da equipe na classificação dos pares de registros.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The study assessed interobserver reliability in the classification of record pairs formed during probabilistic linkage of health-related databases, a key step in the methodology validation to be used in a larger on-going study on inequalities in the access to breast and cervical cancer control activities in Brazil (DAAC-SIS). Methodology: The RecLink software was used to link two databases of the Breast Cancer Control Information System (SISMAMA) in the state of Minas Gerais, Brazil: a reference database, which included 301 screening mammograms with probable benign diagnosis (BI-RADS 3 category) recorded in October 2010, and a database comprising 158,517 mammograms registered in 2011. Subsequently, the 215 pairs of records that were not assigned the maximum RecLink score were independently classified as being true or false by ten independent evaluators from four participating centers. Results: The Kappa coefficient ranged from 0.87 to 1.00. Six evaluators were in perfect agreement with one or more evaluators from the other centers. The global Kappa was 0.96 (95% confidence interval - 95%CI 0.94 - 0.99). Discussion: Assessment of interobserver reliability is key to ensuring the quality of the record linkage, and it should be routine practice in studies of this nature. The disclosure of such results contributes to transparency in the conduct of such studies and in the reporting of their findings. Conclusion: Interobserver reliability in this study was excellent, indicating satisfactory team consistency in the classification of record pairs.
  • ERRATUM: Magnitude and variation of the burden of cancer mortality in Brazil and Federation Units, 1990 and 2015

  • Food consumption according to degree of processing and sociodemographic characteristics: Estudo Pró-Saúde, Brazil Artigos Originais

    Berti, Talita Lelis; Rocha, Thalita Fialho da; Curioni, Cíntia Chaves; Verly Junior, Eliseu; Bezerra, Flávia Fioruci; Canella, Daniela Silva; Faerstein, Eduardo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Investigar o consumo alimentar segundo o grau de processamento e associações com características sociodemográficas. Métodos: Estudo transversal de subamostra do Estudo Pró-Saúde, com 520 funcionários públicos de campi universitários, Rio de Janeiro, 2012-13. Questionário de frequência alimentar foi utilizado para classificar o consumo alimentar: 1) in natura, minimamente processados, preparações culinárias à base desses alimentos; 2) alimentos processados; 3) alimentos ultraprocessados. Determinou-se a contribuição energética relativa de cada grupo, e foi utilizado modelo de regressão seemingly unrelated equations regression (SUR) para estimar associações com as características sociodemográficas. Resultados: O grupo de alimentos in natura (1) contribuiu com 59% do consumo energético e foi diretamente associado à idade [45-49 anos (β = 1,8 intervalo de confiança de 95% - IC95% -1,2; 4,8); 50-54 (β = 1,5 IC95% -1,5; 4,5); 55-59 (β = 2,9 IC95% -0,4; 6,3) e ≥ 60 (β = 4,6 IC95% 1,1; 8,2)], comparado à idade ≤ 44. Em contraste, ultraprocessados contribuíram com 27% e foram inversamente associados à idade [45-49 (β = -1,7 IC95% -4,3; 0,9); 50-54 (β = -1,8 IC95% -4,3; 0,9); 55-59 (β = -4,9 IC95% -8,0; -2,0); ≥ 60 (β = -4,5 IC95% -7,6; -1,5)]. Sexo, renda e escolaridade não foram associados ao consumo alimentar. Conclusão: Adultos mais jovens apresentaram maior consumo de ultraprocessados, indicando a necessidade de intervenções principalmente nessa faixa etária. A ausência de associação com demais características sociodemográficas pode ser por conta da influência de fatores contextuais.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To investigate the food consumption according to the degree of processing and associations with sociodemographic characteristics. Methods: A cross-sectional study of the Estudo Pró-Saúde (Pro-Health Study), with 520 civil servants of university campuses, Rio de Janeiro, 2012-13. A food frequency questionnaire was used to classify food consumption: 1) in natura, minimally processed, food preparations based on these foods; 2) processed foods; 3) ultra-processed foods. The relative energy contribution of each group was determined, and a seemingly unrelated equations regression (SUR) regression model was used to estimate associations with sociodemographic characteristics. Results: The in natura food group (1) contributed with 59% of the energy consumption and was directly associated with age [45-49 years (β = 1.8 confidence interval of 95% - 95%CI -1.2; 4.8); 50-54 (β = 1.5 95%CI -1.5; 4.5); 55-59 (β = 2.9 95%CI -0.4; 6.3) and ≥ 60 (β = 4.6 95%CI 1.1; 8.2)], compared to age ≤ 44. In contrast, the group of ultra-processed foods contributed 27% and were inversely associated with age [45-49 (β = -1.7 95%CI -4.3; 0.9); 50-54 (β = -1.8 95%CI -4.3; 0.9); 55-59 (β = -4.9 95%CI -8.0; -2.0); ≥ 60 (β = -4.5 95%CI -7.6; -1.5)]. Gender, income and schooling were not associated with food consumption. Conclusion: Younger adults had higher consumption of ultra-processed foods, indicating the need for interventions mainly in this age group. The absence of association with other sociodemographic characteristics may be due to the influence of contextual factors.
  • Tuberculosis fatality rates in the city of Campinas - São Paulo, Brazil, from 2001 to 2009 Original Articles

    Oliveira, Helenice Bosco de; Marin-Léon, Letícia; Saita, Nanci Michele; Golub, Jonathan Eric

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A letalidade por tuberculose tem sido atribuída à quimioterapia irregular, à demora no diagnóstico, à multidrogarresistência, à coinfecção com o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Objetivo: Analisar letalidade por tuberculose segundo sexo, apresentação clínica, presença da coinfecção pelo HIV, em Campinas, São Paulo, Brasil. Metodologia: Foram verificadas coortes de residentes em Campinas que morreram durante tratamento para tuberculose e aqueles notificados após óbito, agrupados em três intervalos: 2001-2003, 2004-2006 e 2007-2009. As informações foram obtidas no Banco de Dados para Vigilância da Tuberculose da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com captação das notificações no Sistema de Notificação e Acompanhamento de Casos de Tuberculose da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. A significância estatística foi verificada pelo teste χ2 considerando p < 0,05. Resultados: Entre 2001 e 2009, foram diagnosticados 3.416 pacientes com tuberculose: 2.827 (82,8%) sem tratamento anterior e 589 (17,2%) com retratamentos. Entre o primeiro e o segundo triênio, o número de pacientes novos diminuiu 18% sem tratamento anterior e 23% entre retratamentos. Entre o segundo e o terceiro intervalo, a redução foi de 5 e 21%, respectivamente. A letalidade geral declinou de 11,4 para 9,9%, diferença mais significante entre os que haviam abandonado tratamento anteriormente (17,3 para 5,1%). A letalidade entre pacientes com coinfecção tuberculose-síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids) foi 2-3 vezes maior que entre tuberculose sem aids durante todo o período estudado. A letalidade entre o primeiro e o terceiro triênio declinou no grupo com tuberculose-aids (24,8 para 19,5%), enquanto teve ligeiro aumento entre tuberculose sem aids (7,3 para 8%). Conclusão: Embora a mortalidade entre pacientes com tuberculose-aids tenha diminuído de 2001-2009, as taxas no grupo tuberculose sem aids permaneceram estagnadas. Melhorias no diagnóstico e no tratamento são necessárias para a redução da mortalidade entre pacientes com tuberculose em Campinas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The mortality rate among tuberculosis patients (TB fatality) has been attributed to irregular chemotherapy, delay in diagnosis, multidrug resistance, and HIV coinfection. Objective: To analyze TB fatality rates by sex, clinical presentation and HIV coinfection in Campinas, São Paulo, Brazil. Methods: Cohorts of residents in the city of Campinas who either died during treatment for tuberculosis or had the disease confirmed after death were divided into three intervals: 2001-2003, 2004-2006, and 2007-2009. Data were obtained from the database of the Tuberculosis Surveillance System of the University of Campinas, and notifications were gathered through TB-WEB Health São Paulo Secretary. Statistical significance was determined using a chi-square test, considering p < 0.05. Results: Between 2001 and 2009, 3,416 TB patients were diagnosed: 2,827 (82.8%) were new TB cases and 589 (17.2%) were retreatments. Between the first and second triennium, the number of new patients decreased by 18%, and 23% among retreatments. Between the second and third intervals, the reduction was 5% and 21%, respectively. General case fatality rate declined from 11.4% to 9.9% across intervals, and was most significant among patients that had previously abandoned treatment (17.3% to 5.1%). Fatality rates among patients coinfected with TB-AIDS were 2-3 times that of patients not infected with TB-AIDS throughout the intervals. Fatality between the first and third triennium among TB-AIDS co-infected patients declined (24.8% to 19.5%), while increasing slightly among non-AIDS TB patients (7.3% to 8%) during this period. Conclusion: Though mortality among TB-AIDS patients declined from 2001-2009, rates among non-AIDS TB remained stagnant. Improved TB diagnosis and treatment is needed to further decrease TB mortality in Campinas.
  • Sedentary behavior in the city of São Paulo, Brazil: ISA-Capital 2015 Artigos Originais

    Rocha, Betânia Morais Cavalcanti; Goldbaum, Moisés; César, Chester Luiz Galvão; Stopa, Sheila Rizzato

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O excessivo tempo sentado envolvido em atividades de baixo gasto energético (comportamento sedentário) pode contribuir para o desenvolvimento de doenças crônicas. Avaliar fatores associados a esse comportamento numa população é importante para identificação dos segmentos mais vulneráveis. Objetivo: Descrever a distribuição do tempo sentado na população adulta do município de São Paulo segundo características sociodemográficas, ambientais e de condições de saúde. Metodologia: Estudo transversal envolvendo 2.512 participantes do Inquérito de Saúde no município de São Paulo (ISA-Capital) 2015, com idade entre 20 e 65 anos. Os dados referentes ao tempo sentado foram coletados por meio do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), analisados inicialmente na forma contínua e, a seguir, dicotomizados pela mediana, para a análise de dados categóricos. Resultados: A mediana de tempo sentado total para amostra foi de 180 min/dia. As variáveis que após ajuste permaneceram associadas foram: escolaridade (razão de prevalência - RP = 1,41; intervalo de confiança de 95% - IC95% 1,35 - 1,48); estado civil (RP = 1,05; IC95% 1,02 - 1,08); segurança no bairro (RP = 0,96; IC95% 0,93 - 0,99); idade (RP = 0,91; IC95% 0,87 - 0,95); renda (RP = 1,07; IC95% 1,00 - 1,15); autopercepção de saúde (RP = 1,03; IC95% 1,01 - 1,07) e sexo (RP = 0,96; IC95% 0,94 - 0,99) Conclusão: Homens mais jovens, com mais escolaridade e renda, que residem em bairros considerados seguros, não casados e com autopercepção negativa de sua saúde estão entre os mais vulneráveis ao comportamento sedentário nessa população.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The excessive sitting time involved in activities of low energy expenditure (sedentary behavior) can contribute to the development of chronic diseases. Assessing factors related to this behavior in a population is important to identify its most vulnerable segments. Objective: To describe sitting time distribution in the adult population of São Paulo City according to sociodemographic and environmental characteristics and health conditions. Methods: This is a cross-sectional study involving 2,512 individuals, aged 20 to 65 years, who participated in the Health Survey in the City of São Paulo (Inquérito de Saúde no Município de São Paulo - ISA-Capital) 2015. Data relating to sitting time were collected using the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ), initially analyzed continuously, and, afterward, dichotomized by the median to analyze categorical variables. Results: The total sitting time median in the sample was 180 min/day. The variables that, after adjustments, remained related to sedentary behavior were: schooling (prevalence ratio - PR = 1.41; 95% confidence interval - 95%CI 1.35 - 1.48); marital status (PR = 1.05; 95%CI 1.02 - 1.08); neighborhood safety (PR = 0.96; 95%CI 0.93 - 0.99); age (PR = 0.91; 95%CI 0.87 - 0.95); income (PR = 1.07; 95%CI 1.00 - 1.15); self-rated health (PR = 1.03; 95%CI 1.01 - 1.07), and gender (PR = 0.96; 95%CI 0.94 - 0.99). Conclusion: The most vulnerable groups to sedentary behavior in this population are: younger males, with higher schooling and income, who live in neighborhoods considered safe, unmarried, and with negative self-rated health.
  • Prevalence of obesity in rural and urban areas in Brazil: National Health Survey, 2013 Artigos Originais

    Martins-Silva, Thais; Vaz, Juliana dos Santos; Mola, Christian Loret de; Assunção, Maria Cecília Formoso; Tovo-Rodrigues, Luciana

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Investigar o papel da situação de domicílio na prevalência de obesidade geral e abdominal, usando dados da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013. Metodologia: As prevalências de obesidade geral e abdominal, em zonas rural e urbana, foram descritas de acordo com o sexo e a macrorregião do país. A associação entre situação de domicílio e obesidade foi testada por regressão de Poisson bruta e ajustada com nível de significância de 5%. Resultados: Foram incluídos 59.226 indivíduos. Destes, 20,7% apresentaram obesidade geral e 38% obesidade abdominal (maiores em mulheres: 24,3 e 52%, respectivamente). Em zonas urbanas, as maiores prevalências de obesidade geral foram observadas na Região Sul (20,8 e 26,5% para homens e mulheres, respectivamente). Em zonas rurais, na Região Centro-Oeste (17,2%) em homens e na Região Sul (27,4%) em mulheres. Após ajuste por idade e cor da pele, em homens, viver em zonas rurais foi associado à menor prevalência de obesidade geral nas regiões Norte (razão de prevalência - RP = 0,60; intervalo de confiança de 95% - IC95% 0,40 - 0,89) e Nordeste (RP = 0,47; IC95% 0,38 - 0,59) e para a obesidade abdominal em todas as regiões. Para as mulheres, na Região Centro-Oeste, viver em zona rural foi associado a maiores prevalências de obesidade abdominal (RP = 1,11; IC95% 1,01 - 1,23). Conclusão: Os resultados evidenciam o papel da situação de domicílio entre os desfechos em nível nacional, com menores prevalências em homens residentes em zonas rurais, no entanto maiores prevalências foram encontradas entre as mulheres, principalmente para obesidade abdominal.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To investigate the role of the domiciliary situation in the prevalence of general and abdominal obesity through the National Health Survey of 2013. Methodology: General obesity (body mass index ≥ 30 kg/m2) and abdominal obesity (waist circumference ≥ 102 cm in men and ≥ 88 cm in women) in rural and urban areas were described according to sex and macroregion. Crude and adjusted Poisson regression models were used to test the association between obesity and household situation, with the significance level of 5%. Results: The study included 59,226 individuals. Out of these, 20.7% presented general obesity and 38% abdominal obesity (higher in women: 24.3 and 52%, respectively). The highest prevalences of general obesity were observed in southern urban areas, for both sexes (20.8% in men and 26.5% in women). In rural areas, the highest prevalences were observed for the central-west region (17.2%) in men and in the south region (27.4%) in women. In males, after adjusting for demographic variables, living in rural areas was associated with lower prevalences of general obesity in the North (prevalence ratios - PR = 0.60; confidence interval of 95% - 95%CI 0.40 - 0.89) and Northeast (PR = 0.47, 95%CI 0,38 - 0.59), and for abdominal obesity in all regions. For women in the Midwest, the rural household situation was associated with lower prevalences of obesity. (PR = 1.11, 95%CI 1.01 - 1.23). Conclusions: The results evidenced the role of the domiciliary situation among outcomes at the national level, with lower prevalence of general and abdominal obesity in men living in rural areas. However, higher prevalences were found among women, especially for abdominal obesity.
  • Hansen’s disease in children under 15 years old in the state of Tocantins, Brazil, 2001-2012: epidemiological patterns and temporal trends Artigos Originais

    Monteiro, Lorena Dias; Mello, Francisco Rogerlândio Martins; Miranda, Thayza Pereira; Heukelbach, Jorg

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O Tocantins é o estado mais hiperendêmico para hanseníase no Brasil. Objetivo: Descrever as características epidemiológicas e tendências temporais dos indicadores da hanseníase em menores de 15 anos de idade no Tocantins entre 2001-2012. Metodologia: Análise de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Incluíram-se casos novos de menores de 15 anos residentes no estado. Calcularam-se os indicadores e analisaram-se as tendências temporais por meio da regressão joinpoint. Resultados: Houve registro de 1.225 casos em crianças, a média de idade foi de 10,8 anos, e o sexo masculino predominou (52%). O modo de detecção por demanda espontânea prevaleceu (55,8%) e mais de 9% tinha alguma incapacidade física. A detecção em < de 15 anos foi significativamente crescente entre 2001 a 2008 (anual percent change - APC = 3,8%; intervalo de confiança de 95% - IC95% 0,1 - 7,6) e apresentou declínio significativo entre 2008 e 2012 (APC = -9,4%; IC95%: -17,2 - -0,8). Houve estabilidade para a detecção de casos com grau 2 (APC = 4,2%; IC95% -6,7 - 16,3), proporção de casos com grau 2 (APC = 4,1%; IC95% -6,7 - 16,3), proporção de casos com grau 1 (APC = 1,3%; IC95% -6,2 - 9,3), proporção de multibacilares (APC = 2,9%; IC95% -1,7 - 7,7) e proporção de paucibacilares (APC = 2,9%; IC95% -1,7 - 7,7). Conclusão: A hanseníase permanece como um importante problema de saúde pública no Tocantins, com transmissão ativa e persistência de focos de transmissão. A estabilidade dos indicadores aponta a permanência do diagnóstico tardio e as demandas represadas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Tocantins is the most hyperendemic state for leprosy in Brazil. Objective: To describe the epidemiological characteristics and temporal trends of leprosy indicators in children under 15 years old in Tocantins between the years of 2001 and 2012. Methodology: Data analysis of the Notification of Injury Information System (SINAN). New cases under the age of 15 have been included in the state. The indicators were calculated and the temporal trends were analyzed through the join-point regression. Results: There were 1,225 cases in children, mean age of 10.8 years, and male predominated (52%). The mode of detection by spontaneous demand prevailed (55.8%) and more than 9% had some physical disability. Detection in < 15 years was significantly increased between 2001 and 2008 (anual percent change - APC = 3.8%; confidence interval of 95% - 95%CI 0.1 - 7.6), and showed significant decline between 2008 and 2012 (APC = -9.4%; 95%CI -17.2 - -0.8). There was stability for the detection of grade 2 cases (APC = 4.2%; 95%CI -6.7 - 16.3), proportion of grade 2 cases (APC = 4.1%; 95%CI 6.7 - 16.3), proportion of grade 1 cases (APC = 1.3%; 95%CI -6.2 - 9.3), multibacillary ratio (APC = 2.9%; 95%CI -1.7 - 7.7), and proportion of paucibacillary (APC = 2.9%; 95%CI -1.7 - 7.7). Conclusion: Leprosy remains an important public health problem in Tocantins, with active transmission and persistence of transmission foci. The stability of the indicators points out the permanence of the late diagnosis and the repressed demands.
  • The identification of food patterns: a comparison of principal component and principal axis factoring techniques Artigos Originais

    Aguiar, Odaleia Barbosa de; Vasconcelos, Ana Glória Godoi; Barreiro, Patrícia Lima Dias

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O padrão alimentar tem como base conceitual o fato de que os alimentos consumidos em conjunto são tão importantes quanto o consumo de alimentos ou nutrientes isoladamente. Objetivos: Identificar padrões alimentares em amostra de profissionais de enfermagem e explorar a diferença entre os padrões encontrados, utilizando para isso duas técnicas: componentes principais (CP) e principais eixos fatoriais (PAF). Método: O presente estudo foi baseado nos dados de 309 participantes de enfermagem de um hospital público do Rio de Janeiro. Foi utilizado o recordatório alimentar de 24 horas, resultando em 24 grupos alimentares. Para identificar os padrões alimentares, foram aplicadas as técnicas CP e PAF, seguidas da rotação ortogonal Varimax. Resultados: O gráfico de Cattell indicou três fatores a serem extraídos. A comunalidade variou de 0,41 a 0,76, considerando cargas maiores do que 0,30 na composição do padrão. Os dois métodos identificaram padrões alimentares semelhantes, destacando o primeiro padrão, tradicional, nas duas técnicas. Os outros dois padrões foram nomeados de saudável e lanche, tendo posição inversa nas técnicas aplicadas. Conclusão: As diferenças observadas referem-se: ao número de grupos alimentares que entram na composição dos componentes e dos fatores; à magnitude das cargas menores com PAF e à ordem dos padrões alimentares, especialmente aqueles derivados com cargas de menor magnitude. Essas diferenças, entretanto, parecem não impactar na interpretabilidade dos padrões alimentares nessa população.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Dietary patterns are based on the concept that food consumed together or by itself is as important as food or nutrient intake. Objectives: To identify dietary patterns in a sample of nursing professionals and to explore the differences between the patterns found using two techniques: principal components (PC) and principal factorial axis (PAF). Method: The current report was based on data from 309 participants on a nursing team at a public hospital in Rio de Janeiro. A 24-hour dietary recall was used, resulting in 24 food groups. To identify the dietary patterns, we applied a multivariate analysis, specifically the PC and the PAF, followed by a Varimax orthogonal rotation. Results: The Cattell graphic test indicated three factors to be extracted. The communality varied between 0.41 and 0.76. Higher loads than 0.30 were considered in the pattern composition. The two methods identified similar dietary patterns, called traditional patterns. The other two patterns were nominated as healthy and snacks, having inverted position of factors in the applied techniques. Conclusion: The observed differences refer to: the number of food groups that enter the composition of components and factors; the size of the smaller loads in the PAF and the order of the alimentary patterns, especially those derived from loads of a smaller magnitude. However, these differences do not seem to impact the interpretability of dietary patterns in this population.
  • Epidemiological profile of caries and need for dental extraction in a Kaingang adult Indigenous population Original Articles

    Soares, Gustavo Hermes; Aragão, Amanda Silva; Frias, Antônio Carlos; Werneck, Renata Iani; Biazevic, Maria Gabriela Haye; Michel-Crosato, Edgard

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O perfil epidemiológico de cárie dentária dos povos indígenas é complexo e heterogêneo. A saúde bucal do povo Kaingang, terceira maior população indígena do Brasil, ainda não foi investigada. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência e severidade de cárie, além dos fatores associados à necessidade de extração dentária entre adultos Indígenas Kaingang. Métodos: Foi realizado um inquérito de saúde bucal entre adultos Kaingang com idade entre 35 e 44 anos residentes na Terra Indígena Guarita, Rio Grande do Sul. Exames clínicos foram realizados a fim de analisar as condições da coroas dentárias e as necessidades de tratamento, seguindo os critérios e diretrizes da Organização Mundial da Saúde e da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal SB Brasil 2010. Resultados: O total de 107 Indígenas Kaingang foi examinado. O índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD) médio observado foi de 14,45 (± 5,80). Dois terços do escore do indíce foram compostos do componente “perdidos”. A dentição inferior anterior apresentou as maiores taxas de dentes hígidos, enquanto os primeiros molares inferiores apresentaram as menores. Necessidade de extração dentária foi observada em 34,58%, sendo associada com a localização da aldeia, tempo da última consulta odontológica e maior número de dentes cariados. Conclusão: As altas frequências de cárie não tratada e dentes perdidos observados nessa população indicam a falta de assistência adequada. É necessário discutir modelos de atenção à saúde para combater iniquidades sociais e de saúde.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The epidemiological profile of dental caries for Indigenous Peoples is complex and heterogeneous. The oral health of the Kaingang people, third largest Indigenous population from Brazil, has not been investigated so far. Objective: The purpose of this study was to assess the prevalence and severity of dental caries, in addition to the associated factors of the need of dental extraction among Kaingang adult Indigenous. Methods: A cross-sectional oral health survey was conducted among Kaingang adults aged from 35 to 44 years old living in the Guarita Indigenous Land, Rio Grande do Sul. Clinical exams were performed to analyze the conditions of dental crown and treatment needs. Results: A total of 107 Indigenous adults were examined. Mean DMFT score was 14.45 (± 5.80). Two-thirds of the DMFT score accounted for missing teeth. Anterior lower dentition presented the highest rates of sound teeth, whereas the lower first molars had the lowest. Need for dental extraction was observed in 34.58% and was associated with village location, time of last dental visit, and higher number of decayed teeth. Conclusion: The high frequencies of caries and missing teeth observed in this population indicate a lack of adequate assistance. It is essential to discuss health care models in order to combat avoidable social and health injustices.
  • High prevalence of inadequate dietary fiber consumption and associated factors in older adults: a population-based study Artigos Originais

    Silva, Graziele Maria da; Durante, Érica Bronzi; Assumpção, Daniela de; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Corona, Ligiana Pires

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Vários fatores podem gerar mudanças nas práticas alimentares dos idosos, contribuindo para que as recomendações nutricionais não sejam atendidas. Objetivo: Estimar a prevalência de inadequação do consumo de fibras alimentares e seus fatores associados. Metodologia: Estudo transversal de base populacional que utilizou dados do Inquérito de Saúde no Município de Campinas, realizado em 2008/2009, no qual foram analisados 1.509 indivíduos ≥ 60 anos. O consumo alimentar foi estimado por meio do recordatório de 24 horas, e foi calculada a prevalência de inadequação de acordo com o ponto de corte para fibras totais do Institute of Medicine de 30 g/dia para homens e 21 g/dia para mulheres. Os fatores associados foram identificados utilizando modelo hierárquico de regressão de Poisson para estimativa das razões de prevalência, ajustados por variáveis de bloco distal (sociodemográficos) e bloco proximal (condições de saúde e indicadores de estilo de vida). Resultados: A inadequação do consumo de fibras alimentares foi observada em 90,1% da população, significantemente maior no sexo masculino (RP = 1,06), em idosos com parceiro (RP = 1,05), de menor renda (RP = 0,95), inativos fisicamente (RP = 1,05) e naqueles que não gostariam de mudar o peso corporal (RP = 1,05). Conclusão: Considerando que a inadequação de fibras alimentares foi muito elevada, toda a população de 60 anos ou mais deve ser alvo de intervenção nutricional para garantir o aporte adequado desse nutriente.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Several factors can lead to changes in dietary practices of the older adults; which contributes with nutritional recommendations not being met. Objectives: To estimate the prevalence of inadequate dietary fiber consumption and to identify associated factors. Methodology: Population-based, cross-sectional study that used data from a health survey in the municipality of Campinas, SP, Brazil, held in 2008/2009, in which 1,509 individuals aged 60 or older were assessed. Food consumption was estimated through a 24-hour recall, and the prevalence of inadequacy was calculated according to the Institute of Medicine’s cut-off point for total fiber (30 g/day for men and 21 g/day for women). Associated factors were identified using the hierarchical Poisson regression model to estimate the prevalence, adjusted for block distal (sociodemographic) and proximal variables (health and lifestyle indicators). Results: Inadequate consumption was observed in 90.1% of the population, and after adjustments in the final model, this rate remained significantly higher among males (RP = 1.06), seniors with a partner (RP = 1.05), lower income (RP = 0.95), physically inactive (RP = 1.05) and those who would not like to change body weight (RP = 1.05). Conclusion: Considering that inadequacy of dietary fiber was very high, the whole 60-year-old or older population must be targeted for nutritional intervention in order to ensure adequate intake of this nutrient.
  • Principal Component Analysis and Factor Analysis: differences and similarities in Nutritional Epidemiology application Original Articles

    Santos, Roberta de Oliveira; Gorgulho, Bartira Mendes; Castro, Michelle Alessandra de; Fisberg, Regina Mara; Marchioni, Dirce Maria; Baltar, Valéria Troncoso

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Métodos estatísticos de análise multivariada, tais como Análise de Componentes Principais e Análise Fatorial, têm sido cada vez mais utilizados nos estudos em Epidemiologia Nutricional, no entanto equívocos quanto à escolha e aplicação dos métodos são observados. Objetivos: Os objetivos deste estudo são comparar e apresentar as principais diferenças e similaridades conceituais e metodológicas entre Análise de Componentes Principais e Análise Fatorial visando à aplicabilidade nos estudos em nutrição. Métodos: Análise de Componentes Principais e Análise Fatorial foram aplicadas em uma matriz de 34 grupos de alimentos que expressaram o consumo alimentar médio de 1.102 indivíduos de um estudo populacional. Resultados: Um total de dois fatores foi extraído e juntos explicaram 57,66% da variância comum entre as variáveis dos grupos alimentares, enquanto um total de cinco componentes foi extraído e juntos explicaram 26,25% da variância total. Entre as principais diferenças envolvendo os dois métodos estão: pressuposto de normalidade; as matrizes de variância-covariância/correlação, com consequente quantidade de variância explicada; a carga fatorial/componente e o erro associado. Entre as similaridades estão: ambas as técnicas são usadas para redução de dados; necessitam de um grande tamanho de amostra; os dados precisam ser correlacionados e são baseadas nas matrizes de variância-covariância/correlação. Conclusão: Análise de Componentes Principais e Análise Fatorial não devem ser tratadas como métodos estatísticos iguais e intercambiáveis, uma vez que o racional teórico e os pressupostos para o uso dos métodos, assim como a interpretação dos resultados, são diferentes.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Statistical methods such as Principal Component Analysis (PCA) and Factor Analysis (FA) are increasingly popular in Nutritional Epidemiology studies. However, misunderstandings regarding the choice and application of these methods have been observed. Objectives: This study aims to compare and present the main differences and similarities between FA and PCA, focusing on their applicability to nutritional studies. Methods: PCA and FA were applied on a matrix of 34 variables expressing the mean food intake of 1,102 individuals from a population-based study. Results: Two factors were extracted and, together, they explained 57.66% of the common variance of food group variables, while five components were extracted, explaining 26.25% of the total variance of food group variables. Among the main differences of these two methods are: normality assumption, matrices of variance-covariance/correlation and its explained variance, factorial scores, and associated error. The similarities are: both analyses are used for data reduction, the sample size usually needs to be big, correlated data, and they are based on matrices of variance-covariance. Conclusion: PCA and FA should not be treated as equal statistical methods, given that the theoretical rationale and assumptions for using these methods as well as the interpretation of results are different.
  • ERRATUM

  • Congenital anomalies in Rio Grande do Sul State: a time series analysis Artigos Originais

    Luz, Geisa dos Santos; Karam, Simone de Menezes; Dumith, Samuel Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: No estado do Rio Grande do Sul, a incidência de anomalias congênitas varia de 10 a 15/1.000 recém-nascidos vivos. Reconhecer os fatores de risco pode modificar a frequência das anomalias congênitas e a mortalidade neonatal. Este artigo teve o objetivo de analisar a variação temporal de anomalias congênitas no Rio Grande do Sul, de 2005 a 2014, e identificar os fatores associados à sua ocorrência. Método: Trata-se de um estudo descritivo de série temporal, baseado em dados secundários, sobre anomalias congênitas e as variáveis sociodemográficas e de saúde das mães e dos recém-nascidos residentes no Rio Grande do Sul, no período de 2005 a 2014. Resultados: No período investigado, ocorreram 1.386.803 nascimentos oriundos de mães residentes no Rio Grande do Sul, e os casos diagnosticados com anomalias congênitas corresponderam a uma taxa média geral de 9,2 por mil casos, com maior taxa no grupo de mães de recém-nascidos cujo índice de Apgar foi menor que 7; com peso igual ou menor que 1.500 g; com idade gestacional igual ou menor que 31 semanas e residentes na região metropolitana. As anomalias congênitas mais frequentes foram as do sistema osteomuscular, sistema nervoso e aparelho circulatório. Conclusão: Esses dados alertam sobre a mudança no perfil epidemiológico das mães de crianças com anomalias congênitas, mostrando os grupos de maior risco.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: In Rio Grande do Sul Sate (Brazil), the incidence of congenital anomalies ranges from 10 to 15/1,000 live births. Identifying risk factors can change congenital anomalies frequency and neonatal mortality. This paper intends to analyze temporal variation of congenital anomalies in the State of Rio Grande do Sul, from 2005 to 2014, and to identify the factors associated with its occurrence. Method: This is a descriptive, time series study based on secondary data on congenital anomalies and sociodemographic and health variables of mothers and newborns living in Rio Grande do Sul, from 2005 to 2014. Results: In the period surveyed, there were 1,386,803 births of mothers living in Rio Grande do Sul, and the cases diagnosed with congenital anomalies corresponded to a general average rate of 9.2 per thousand cases, with a greater rate in the group of mothers of newborns whose Apgar score was lower than seven; who had a weight equal to or lower than 1,500 grams; with a gestational age equal to or lower than 31 weeks and living in the metropolitan region. The most frequent types of congenital anomalies were those located in the musculoskeletal system, the nervous system and the circulatory system. Conclusion: These data warn us about the change in the epidemiological profile of mothers of children with congenital anomalies, thereby indicating the groups at greatest risk.
  • Sleep bruxism: population based study in people with 18 years or more in the city of Rio Grande, Brazil Artigos Originais

    Pontes, Leandro da Silveira; Prietsch, Sílvio Omar Macedo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivos: Avaliar a prevalência do bruxismo do sono, bem como seus principais sinais e sintomas, na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul. Avaliar a associação do bruxismo do sono com sexo, idade, escolaridade e estresse psicológico. Método: O estudo foi do tipo transversal. Uma amostra representativa da população (1.280 pessoas residentes na zona urbana da cidade com idade maior ou igual a 18 anos de idade) foi entrevistada. A avaliação do bruxismo do sono foi realizada por meio de questionário baseado nos critérios diagnósticos da Classificação Internacional de Distúrbios do Sono. Resultados: A prevalência de bruxismo do sono encontrada na população foi de 8,1% (intervalo de confiança de 95% - IC95% - 6,6 - 9,5). Entre os sinais e sintomas da disfunção utilizados para o diagnóstico de bruxismo do sono, o desgaste dentário (70,3%) e a dor nos músculos mastigatórios (44,5%) foram os mais frequentemente relatados pelas pessoas que declararam ranger os dentes durante o sono. Não houve diferença significativa na prevalência de bruxismo do sono entre os sexos. A faixa etária com mais de 40 anos teve maior prevalência de bruxismo do sono. A disfunção foi associada a um maior nível de escolaridade (razão de prevalência - RP = 1,92; IC95% 1,35 - 2,72) e de estresse psicológico (RP = 1,76; IC95% 1,11 - 2,81). Conclusão: O bruxismo do sono tem uma importante prevalência na população em geral, causando diversos danos ao sistema estomatognático. O estresse psicológico é um fator de risco para essa disfunção.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To evaluate the prevalence of sleep bruxism, as well as its principal signs and symptoms, in the city of Rio Grande. Evaluate the association of sleep bruxism with gender, age, education and psychological stress. Method: The study was cross-sectional type. A representative sample of the population (1280 people residing in the urban area of the city aged greater than or equal to 18 years old) were interviewed. The evaluation of sleep bruxism was by mean of questionnaire based on diagnostic criteria of the International Classification of Sleep Disorders. Results: The prevalence of sleep bruxism found in the population was 8,1% (confidence interval of 95% - 95%CI - 6,6 - 9,5). Among the signs and symptoms of dysfunction used for the diagnosis of sleep bruxism, tooth wear (70,3%) and pain in masticatory muscles (44,5%) were the most frequently reported by people who report teeth grinding during sleep. There was no significant difference in the prevalence of sleep bruxism between sexes. People older than 40 had a higher prevalence of sleep bruxism. The dysfunction was associated with a higher level of education (prevalence ratio - PR = 1.92; 95%CI 1,35 - 2,72) and psychological stress (PR 1,76; 95%CI 1,11 - 2,81). Conclusion: There was a significant prevalence of sleep bruxism in the general population, causing various damages to the Stomatognathic system. The psychological stress is a risk factor for this dysfunction.
  • Association between inflammatory markers and hospitalizations: evidence from the Bambuí cohort of aging baseline Artigos Originais

    Cosso, Raquel Moreira Greco; Torres, Karen Cecília de Lima; Mambrini, Juliana Vaz de Melo; Peixoto, Sergio William Viana; Carvalho, Andréa Teixeira de; Martins Filho, Olindo Assis; Lima-Costa, Maria Fernanda

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A inflamação exerce um importante papel no processo de envelhecimento. Objetivo: Este estudo transversal objetiva examinar a associação entre marcadores inflamatórios e a ocorrência de hospitalizações entre idosos, considerando fatores predisponentes e facilitadores do uso de serviços de saúde e condições de saúde como potenciais fatores de confusão. Métodos: Foram utilizados dados de 1.393 participantes (≥ 60 anos) da linha de base da coorte de Bambuí. Os marcadores considerados foram dez citocinas e quimiocinas (interleucina (IL)-1, IL-6, IL-10, IL-12, fator de necrose tumoral (TNF), CCL2, CCL5, CXCL8, CXCL9 e CXCL10). A variável de desfecho foi a ocorrência de uma ou mais hospitalizações nos 12 meses precedentes. Resultados: Níveis séricos elevados da IL-6 apresentaram associações significantes com a ocorrência de hospitalizações (razão de prevalência - RP = 1,38; intervalo de confiança - IC95% 1,01 - 1,87; e RP = 1,38; IC95% 1,01 - 1,88, para os tercis intermediário e superior, respectivamente). Níveis elevados da CXCL9 também apresentaram associações independentes com o desfecho (RP = 1,38; IC95% 1,02 - 1,89 e RP = 1,46; IC95% 1,07 - 2,00, respectivamente). Os demais marcadores não apresentaram associações estatisticamente significantes com a ocorrência de hospitalizações. Conclusão: Entre os 10 marcadores examinados, IL-6 e CXCL9 apresentaram associação com a ocorrência de hospitalizações.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Inflammation plays an important role in the aging process. Objective: This cross-sectional study aims to examine the association between inflammatory markers and hospitalizations among older adults, considering as potential confounding factors the predisposing and enabling factors for the use of health services and health conditions. Methods: We used data from 1,393 participants (≥ 60 years) in the baseline cohort from Bambuí. The markers assessed were ten cytokines and chemokines [interleukin (IL)-1, IL-6, IL-10, IL-12, tumor necrosis factor (TNF), CCL2, CCL5, CXCL8, CXCL9, and CXCL10]. The outcome variable was one or more hospitalizations in the preceding 12 months. Results: Elevated serum levels of IL-6 were significantly associated with hospitalizations [prevalence ratio (PR) = 1.38; confidence interval of 95% (95%CI) 1.02 - 1.87 and PR = 1.38; 95%CI 1.01 - 1.88 for the intermediate and highest tertiles, respectively]. High levels of CXCL9 were also independently associated with the outcome (PR = 1.38; 95%CI 1.01 - 1.89 and PR = 1.46; 95%CI 1.07 - 2.00, respectively). Other markers showed no statistically significant association with hospitalizations. Conclusion: Among the ten markers analyzed, only IL-6 and CXCL9 were associated with hospitalizations.
  • Validity and reliability of the Brazilian version of the Johns Hopkins Fall Risk Assessment Tool to assess the risk of falls Artigos Originais

    Martinez, Maria Carmen; Iwamoto, Viviane Ernesto; Latorre, Maria do Rosário Dias de Oliveira; Simões, Adriana Moreira Noronha; Oliveira, Ana Paula de Sousa; Cardoso, Carlos Eduardo Alves; Marques, Ifigênia Augusta Braga; Vendramim, Patrícia; Lopes, Paula Cristina; Sant’Ana, Thais Helena Saes de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Avaliar a validade e a confiabilidade da escala Johns Hopkins Fall Risk Assessment Tool (JH-FRAT) para avaliação do risco de quedas em pacientes hospitalizados. Método: Estudo retroativo com 297 pacientes de um hospital privado de São Paulo usando dados de 2014. A validade foi avaliada por meio da acurácia (sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo - VPP e negativo - VPN), da validade de critério, verificando-se as associações entre a classificação do risco pelas escalas JH-FRAT e Morse, e da análise discriminante (comparação dos pacientes com e sem quedas em relação aos itens da escala e verificação de situações prévias de risco em relação ao dano ocorrido). Foram utilizados os testes de associação χ2. A confiabilidade foi avaliada por meio da reprodutibilidade teste-reteste interobservadores, usando as estatísticas Kappa ponderado quadrático e prevalence-adjusted and bias-adjusted Kappa (PABAK). Resultados: A sensibilidade foi de 97,0%, a especificidade, 14,6%, o VPP, 36,2%, e o VPN, 90,6%. A análise de critério mostrou associação (p < 0,0001) entre as avaliações pelas duas escalas. Cinco dos oito itens da escala e a classificação geral mostraram capacidade de discriminação do risco (p < 0,050). A reprodutibilidade interobservadores variou entre itens (PABAK de 0,25 a 1,00) e foi substancial na classificação do risco global (PABAK = 0,71). Conclusão: A JH-FRAT apresentou validade e confiabilidade esperadas para um instrumento de triagem do risco de quedas, podendo contribuir na aplicação de estratégias para a gestão de quedas em hospitais.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To evaluate the validity and reliability of the Johns Hopkins Fall Risk Assessment Tool (JH-FRAT), which assesses the risk of falls in hospitalized inpatients. Method: Study with 297 patients at a hospital in São Paulo, using retrospective data form 2014. Validity was assessed by accuracy (sensitivity, specificity, positive predictive value - PPV and negative predictive value - NPV) and discriminant analysis (comparison of patients with and without falls in relation to the scale items and comparison of previous risk situations in relation to the injury). The χ2 test and Fisher’s exact test were used. Reliability was assessed by reproducibility between methods and interobserver test-retest comparison in a subsample of 60 patients. We used the Kappa, quadratic weighted Kappa and PABAK statistics. Results: Sensitivity was 97.0%, specificity was 6%, PPV was 36.2% and NPV was 90.6%. Five of the eight items of the scale and the overall classification showed risk discrimination capability (p < 0.050). The risk of previous situations did not discriminate the injury resulting from the falls (p = 0.557). Reproducibility between methods was substantial (PABAK = 0.71). The interobserver reproducibility ranged between items (PABAK 0.25 to 1.00) and was substantial to the overall risk classification (PABAK = 0.71). Conclusion: JH-FRAT showed validity and reliability expected of a screening tool for risk of falls, and it can contribute to the implementation of fall management strategies in hospitals.
  • Factors associated with condom use inyoung people-A population-based survey Artigos Originais

    Gutierrez, Eliana Battaggia; Pinto, Valdir Monteiro; Basso, Caritas Relva; Spiassi, Ana Lucia; Lopes, Maria Elisabeth de Barros Reis; Barros, Claudia Renata dos Santos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O objetivo do estudo foi identificar os fatores associados ao uso de preservativo na última relação sexual. Métodos: Inquérito de base populacional com jovens de 15 a 24 anos, residentes no município de São Paulo (MSP), que obteve informações sociodemográficas sobre conhecimentos e comportamentos sexuais por meio de questionário. Resultados: Entre os 821 jovens sexualmente ativos no último ano, o uso do preservativo na última relação foi positivamente associado a: 1) não ter sido casado; 2) uso de preservativo na primeira relação sexual; e 3) receber preservativos gratuitos; adicionalmente, em homens: 4) parceiro casual no último ano; e 5) parceiro do mesmo sexo; e em mulheres: 6) debut sexual após os 15 anos. Ter realizado teste anti-HIV mostrou associação negativa entre as mulheres. O preservativo é amplamente reconhecido; há um padrão de uso na primeira e na última relação sexual; o acesso ao preservativo gratuito é um importante fator para o seu uso pelos jovens; e as pessoas usam preservativo de acordo com padrões que configuram gestão de risco. Conclusões: A estratégia de prevenção primária com preservativos não está esgotada. A partir deste estudo, a cidade de São Paulo adotou a prevenção como política pública e alocou grandes dispensadores de preservativos nos 26 terminais de ônibus urbanos, por onde circulam 6milhões de pessoas diariamente. Em2016 foram distribuídos 75.546.720 preservativos gratuitos, entre os quais 30% apenas nos terminais de ônibus.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: This study aimed to identify the factors associated with condom use in the last sexual intercourse. Methods: A population-based survey with young people aged 15-24, in the city of São Paulo, which collected sociodemographic data referring to knowledge about sex and sexual behavior. Results: Among 821 sexually active young people interviewed in the last year, condom use in their last sexual intercourse was positively associated with: 1) not being married; 2) use of condom at sexual onset; and 3) receiving free condoms; additionally, among men: 4) casual partners in the previous year; and 5) partner of the same sex; and, amongwomen: 6) sexual onset after the age of 15. Having been tested for HIV was a negative association among women. Condoms are widely acknowledged, and there is a pattern of use for the first and last sexual intercourse. Access to free condoms is an important factor for use, and people use condoms according to standards that configure risk management. Conclusions: The strategy of primary prevention with the use of condoms is not yet exhausted. Based on this study, the city of São Paulo takes prevention as a public policy and allocates large condoms dispensers in 26 urban bus terminals, where 6million people circulate daily. In 2016, 75,546,720 free condoms were distributed, 30% in bus terminals alone.
  • Actions for tuberculosis controlin Brazil: evaluation of primary care Artigos Originais

    Baumgarten, Alexandre; Rech, Rafaela Soares; Bulgarelli, Patrícia Távora; Souza, Kellyn Rocca; Santos, Camila Mello dos; Frichembruder, Karla; Hilgert, Juliana Balbinot; Bulgarelli, Alexandre Fávero

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Descrever e avaliar os fatores associados ao conjunto de ações para o controle da tuberculose (TB) na atenção básica (AB) nas cinco macrorregiões brasileiras. Métodos: Trata-se de um estudo transversal de base em serviço com dados obtidos a partir do segundo ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). O desfecho foi construído a partir de um conjunto de itens que caracterizam a realização de ações para o cuidado no controle e tratamento da TB nas unidades básicas de saúde (UBSs). Os dados foram analisados por meio do teste do χ2 e da regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: A prevalência nacional do conjunto de ações para controle da TB foi de 17,22%, sendo que as macrorregiões Nordeste (11,18%) e Norte (12,15%) tiveram o pior desempenho. Os resultados principais apontam que houve associação da presença do conjunto de ações para o controle da TB com as UBSs que realizam ações educativas para TB [razão de prevalência - RP = 1,53 (intervalo de confiança de 95% - IC95% 1,45 - 1,62)], sorologia para HIV [RP = 1,68 (IC95% 1,11 - 2,54)], possuem sala de acolhimento [RP=1,61(IC95% 1,46 - 1,79)] e atividades de educação permanente [RP = 1,73 (IC95% 1,54- 1,95)]. Conclusão: Os resultados demonstram fragilidade nas estruturas e no processo de trabalho da AB em relação ao controle da TB em todas as regiões brasileiras.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To describe and evaluate the factors associated with actions for the control of tuberculosis (TB) in primary care (PC) in the five Brazilian macroregions. Methods: This cross-sectional study was carried out with data from the second cycle of the National Program for Improving Access to and Quality of Primary Care. Theoutcome of the study was constructed based on a set of items that were considered essential for the treatment and control of tuberculosis in Primary Care Units (PCUs). Data were analyzed using the χ2 test and Poisson regression with robust variance. Results: The national prevalence of the set of items to control tuberculosis was 17.22%. TheNortheast (11.18%) and North (12.15%) had the worst performance. The main results indicate association with this outcome for PCUs performing educational actions for TB (PR = 1.53; 95%CI 1.45 - 1.62), those performing HIV serology (PR = 1.68; 95%CI 1.11 - 2.54), those that have a reception room (PR = 1.61; 95%CI 1.46 - 1.79) and those performing continuing education activities (PR = 1.73; 95%CI 1.54 - 1.95). Conclusion: The results show a weakness in the structures and in the work process of PC in relation to the control of tuberculosis in all Brazilian regions.
  • Notifiable Diseases Information System and human poisoning by pesticides in Brazil Artigos Originais

    Queiroz, Paulo Roberto; Lima, Kenio Costa; Oliveira, Tamires Carneiro de; Santos, Marquiony Marques dos; Jacob, Jadson Ferreira; Oliveira, Andréa Maria Brandão Mendes de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar as tendências das taxas de incidência da intoxicação por agrotóxicos nas regiões brasileiras, de acordo com sexo e circunstância da intoxicação, no período de 2001 a 2014. Método: Estudo de séries temporais, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). As taxas de incidência foram calculadas por meio da razão entre o número de casos novos confirmados de intoxicações por agrotóxicos e a população residente no mesmo período e local. Foram realizados análise de regressão polinomial e testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Quando encontradas diferenças significativas, os testes foram seguidos pela penalização de Bonferroni com a finalidade de identificar onde residia a diferença. Resultados: No Brasil, foram registrados 80.069 casos de intoxicação nesse período. Houve um crescimento linear de notificações de intoxicação por agrotóxico, cuja taxa de tendência de crescimento encontrada foi de 0,377 por 100 mil habitantes/ano. As regiões Sul e Centro-Oeste apresentam as maiores taxas de intoxicação. Em relação ao sexo, não foram encontradas diferenças significativas (p < 0,347), sendo a tentativa de suicídio a circunstância de intoxicação mais significativa (p < 0,001). Conclusão: A incidência de intoxicação por agrotóxico no Brasil segue em aumento no século XXI.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To analyze trends in pesticide poisoning incidence rates in Brazilian regions, according to sex and circumstances of poisoning, between 2001 and 2014. Method: Ecological time-series study, with data from the national Notifiable Diseases Information System (SINAN). The incidence rates were calculated by dividing the number of confirmed new cases of pesticide poisoning by the total resident population in the same period and location. Both Polynomial regression analysis and Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests were performed. When significant differences were found, these tests were followed by the Bonferroni penalty, in order to identify the difference more precisely. Results: In Brazil, 80,069 notified poisoning cases were recorded from 2001 to 2014. There was a steadily increasing growth of pesticide poisoning in this population, whose growth trend was 0,377 for 100,000 inhabitants per year. The highest incidence of poisoning occurred in the South and Midest Regions. Regarding sex, no significant differences were found (p < 0,347), and attempted suicide was the most significant circumstance of poisoning (p < 0,001). Conclusion: The incidence of pesticide poisoning in Brazil has been continuously increasing in the twenty-first century.
  • Prevalence of cardiovascular risk factors in the population of Vitória according to data from VIGITEL and the National Health Interview Survey of 2013 Artigos Originais

    Borgo, Mariana Veronez; Pimentel, Enildo Broetto; Baldo, Marcelo Perim; Souza, Juliana Bottoni de; Malta, Deborah Carvalho; Mill, José Geraldo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Comparar a prevalência de fatores de risco cardiovascular na população de Vitória (ES) em pesquisa autorreferida por contato telefônico (VIGITEL) ou por exames clínicos e laboratoriais realizados na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). Método: Os inquéritos foram realizados na população adulta de Vitória (≥18anos). No VIGITEL foram entrevistados 1996 indivíduos (homens = 38%). Na PNS foi feita visita domiciliar seguida de exames clínicos e laboratoriais em 318 indivíduos (homens = 48%) selecionados em 20setores censitários da cidade. Nos dois inquéritos, as prevalências foram ajustadas para a estrutura populacional estimada para o ano de 2013. Os dados são fornecidos como porcentagens e intervalo de confiança de 95% (IC95%). Resultados: Foram encontradas prevalências similares no VIGITEL e na PNS, respectivamente, para tabagismo (8,2%; IC95% 6,7 - 9,7% versus 10,0; IC95% 6,4 - 13,6%) e hipertensão (24,8%; IC95% 22,6- 27,0% versus 27,2%; IC95% 21,8 - 32,5%). Houve diferença estatística (p < 0,01) entre o VIGITEL e a PNS, respectivamente, para as prevalências de obesidade (16,8%; IC95% 14,1 - 18,1% versus 25,7%; IC95% 20,4- 30,9%) e colesterol elevado (≥ 200mg/dL) no sangue (20,6%; IC95% 18,6 - 22,6% versus 42,3%; IC95% 36,9- 47,7%). A prevalência de diabetes também foi maior (p < 0,05) na PNS (6,7 versus 10,7%). Conclusão: A prevalência populacional de hipertensão e tabagismo foi estimada adequadamente no VIGITEL. Isso não ocorreu com a obesidade por provável viés de informação do peso corporal no VIGITEL. Os dados mostram a necessidade de melhorar a cobertura diagnóstica das dislipidemias em vista da importância do controle desse fator de risco na prevenção primária das doenças cardiovasculares.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To compare the prevalence of cardiovascular risk factors in the adult population of Vitória, Espírito Santo, Brazil, in two surveys conducted by telephone interview (VIGITEL) or by clinic and laboratory exams during the National Health Interview Survey (NHIS). Method: Data were collected from adults (≥ 18 years). In VIGITEL, 1,996 subjects (males = 38%) were interviewed. In NHIS, home visit followed by clinical and laboratory tests was made with 318 individuals (males = 48%) selected in 20 census tracts of the city. The prevalence of risk factors was adjusted to the estimated population of the city in 2013. Data are shown as prevalence and 95% confidence interval (95%CI). Results: Similar values of prevalence were found in VIGITEL and NHIS, respectively, for smoking (8.2%; 95%CI 6.7-9.7% vs 10.0; 95%CI 6.4 - 13.6%) and hypertension (24.8%; 95%CI 22.6 - 27.0% vs 27.2%; 95%CI 21.8 - 32.5%). Statistical differences between surveys (p < 0.01) were found for diabetes (6.7%; 95%CI 5.6 - 7.9% vs 10.7%; 95%CI 7.1 - 14.5%), obesity (16.8%; 95%CI 14.1 - 18.1% vs 25.7%; 95%CI 20.4 - 30.9%) and high cholesterol (≥ 200mg/dL) (20.6%; 95%CI 18.6- 22.6% vs 42.3%; 95%CI 36.9 - 47.7%). The prevalence of diabetes was also higher (p < 0.01) in NHIS (6.7 vs 10.7%). Conclusion: Prevalence of smoking and hypertension, but not obesity, was adequately detected in VIGITEL, because there might have been information bias related to body weight during telephone interviews. Datashow the necessity to improve the diagnosis of dyslipidemias in primary care services, as the control of this risk factor is of utmost importance to prevent cardiovascular diseases.
  • Adaptation of DASH diet (Dietary Approach to Stop Hypertension) for postpartum nutritional care at primary healthcare

    Santos, Karina dos; Moreira, Tainá Marques; Belfort, Gabriella Pinto; Silva, Carolina Felizardo de Moraes da; Padilha, Patricia de Carvalho; Barros, Denise Cavalcante de; Saunders, Cláudia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução: A retenção de peso pós-parto é fator preditor para desenvolvimento de obesidade. Entretanto, não existe um protocolo para o cuidado nutricional de mulheres no período pós-parto, no Brasil. Objetivo: Este estudo teve por objetivo adaptar a dieta Dietary Approaches to Stop Hypertension (DASH) para orientação nutricional de mulheres no período pós-parto, no âmbito da Atenção Básica. Método: Estudo metodológico, desenvolvido em 2016, em uma comunidade do Rio de Janeiro. Foi constituído de quatro etapas: tradução, adaptação dos alimentos e grupos alimentares, identificação de acessibilidade geográfica e financeira e avaliação da viabilidade. Resultados: Os grupos de alimentos da dieta original foram estruturados para o padrão brasileiro de consumo. Após avaliação da viabilidade da proposta, observou-se que a orientação deve ser direcionada de forma compatível com a realidade local, para que seja possibilitada maior adesão. Para orientação nutricional, foi elaborado um plano alimentar qualitativo e ilustrado. Conclusão: A adaptação da dieta DASH para cuidado nutricional de mulheres no período pós-parto parece estar de acordo com o padrão alimentar brasileiro, mantendo as características nutricionais que lhe imputam os benefícios à saúde previamente estudados. Atualmente, está sendo utilizada em estudo de intervenção realizado em dois Serviços de Atenção Básica do município do Rio de Janeiro.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Postpartum weight retention has been found to predict obesity. However, in Brazil, there’s no national strategy for nutritional care of postpartum woman. Objective: This study aimed to adapt DASH diet (Dietary Approaches to Stop Hypertension) for nutritional counseling of postpartum woman, at primary healthcare. Method: Methodological study, carried out in 2016, at low-income urban neighborhood in the city of Rio de Janeiro. It was developed in four steps: translation, food and food groups adaptation, identification of geographic and economic access to food and viability evaluation. Results: The food groups of original diet were structured to Brazilian dietary pattern. After viability analysis, it was observed that the geographical access of food should be accounted to enable greater adherence. A qualitative and illustrated meal plan was elaborated for nutritional counseling. Conclusion: The adapted DASH diet for nutritional care of postpartum woman seems to be according to the Brazilian dietary pattern, maintaining nutritional characteristics that provide the health benefits previously demonstrated. Currently, it’s being used in interventional study in two primary healthcare unities at the city of Rio de Janeiro.
  • Racial density and the socioeconomic, demographic and health context in Brazilian cities in 2000 and 2010 Artigos Originais

    Oliveira, Bruno Luciano Carneiro Alves de; Luiz, Ronir Raggio

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A densidade racial ainda não foi explorada nos estudos sobre desigualdades raciais no Brasil. Este estudo identifica categorias de densidade racial para as cidades brasileiras e descreve a situação de vida e saúde nessas categorias nos anos dos Censos Demográficos de 2000 e 2010. Método: Estudo ecológico em que a informação de cor/raça nos dois últimos censos foi usada para calcular a densidade racial (proporçãode pessoas do mesmo grupo racial) nas cidades brasileiras em cada ano. Criaram-se quatro categorias de densidade racial (parda; mistos, mas com maioria negra; branca; e mistos, mas com maioria branca).Paraquais foram descritos indicadores socioeconômicos, demográficos e de saúde. Resultados: As categorias de densidade racial captaram desigualdades importantes ao longo dos censos e apontaram a permanência de piores condições de vida e saúde nas cidades formadas por pardos e mistos, mas com maioria negra, e melhores onde predominaram brancos. As cidades predominadas por pardos e mistos, mas com maioria negra, em relação às demais, apresentam, nos dois censos, estrutura etária mais jovem, piores índices de desenvolvimento humano, maior vulnerabilidade social, concentração de renda, mortalidade infantil e prematura (< 65 anos) e menor esperança de vida de seus moradores. Discussão: Semelhantemente a outros países, a densidade racial espelhou desigualdades na situação de vida e saúde no Brasil, bem como defasagem temporal entre suas cidades. Conclusão: As categorias de densidade racial podem contribuir para os estudos sobre a epidemiologia social e sobre as relações raciais no país.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Racial density has not yet been explored in studies of racial inequalities in Brazil. Thisstudy identified categories of racial density in Brazilian cities and described the living and health context in these categories in 2000 and 2010, when demographic censuses were conducted. Method: Ecological study which used skin color or race information from the last two censuses to calculate racial density (the ratio of people aggregated to the same racial group) of the Brazilian cities each year. Four categories of racial density (Brown; Mixed-race, predominantly black; White/Caucasian; and Mixed-race, predominantly white). Socioeconomic, demographic and health indicators were described to each category. Results: The categories of racial density captured important inequalities throughout the census and also indicated the continuance of worse living and health conditions in the cities composed by Browns and mixed-race people, predominantly Black; better conditions were indicated in cities where White/Caucasians are predominant. The cities, composed mainly of Browns and mixed-race people, predominantly Black, presented younger age structure, worse human development indexes, greater social vulnerability, income concentration, infant and premature mortality (<65 years) and lower life expectancy in both censuses, as compared to other cities. Discussion: Similarly to other countries, the racial density reflected inequalities in the Brazilian living and health context as well as a time lag among the cities. Conclusion: The categories of racial density may contribute to social epidemiology and race relations studies in Brazil.
  • Spatial analysis of AIDS and the social determinants of health Artigos Originais

    Paiva, Simone de Sousa; Pedrosa, Nathália Lima; Galvão, Marli Teresinha Gimeniz

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Os determinantes sociais de saúde (DSS) podem influenciar na distribuição das taxas da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) de uma região. Este trabalho teve o objetivo de analisar os DSS que se relacionam com a AIDS. Método: Estudo ecológico com técnicas de análise espacial. Analisaram-se 7.896 notificações dos casos da doença em um período de 11 anos, cujos indivíduos possuíam idade igual ou superior a 13 anos e eram residentes no Estado do Ceará, Região Nordeste do Brasil. A unidade de análise foi o município, calculando-se a taxa média de AIDS e a taxa média transformada de Freeman-Tukey para a suavização das medidas. Foi feita correlação espacial das taxas de detecção de AIDS com os determinantes sociais de saúde, utilizando-se o modelo de regressão linear simples. Empregaram-se os sistemas de informações geográficas (SIG) para manuseio dos dados georreferenciados. Resultados: Altas taxas de AIDS foram encontradas em municípios que apresentaram melhores condições de vida. Observou-se relação significativa entre cobertura da atenção primária em saúde e baixas taxas da doença no Ceará. Conclusão: Os indicadores socioeconômicos com correlação estatisticamente significativa com a distribuição da AIDS devem servir de base para políticas de combate à doença.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The social determinants of health (SDH) are factors that can influence the distribution of rates for acquired immunodeficiency syndrome (AIDS) in a given region. The objective of this study was to analyze SDHs related to AIDS. Method: Ecological study, using spatial analyses techniques. 7,896 disease case reports were analyzed over a period of 11 years. Subjects were 13 years or older and residents of the state of Ceará, in the northeast of Brazil. The area of analysis was the municipality, calculating both the average rate of AIDS and the Freeman-Tukey transformed average rate for measuring softening. We used the Simple Linear Regression Model to make the spatial correlation between AIDS detection rates and SDH. A Geographic Information Systems (GIS) was used to manipulate georeferenced data. Results: High rates of AIDS could be found in cities with better living conditions. Additionally, there was a significant relationship between primary health care coverage and lower rates of the disease in Ceará. Conclusion: Socioeconomic indicators with statistically significant correlation to the distribution of AIDS should be targeted by strategies policies in the fight against the disease.
  • Dietary patterns and their association with sociodemographic and behavioral factors: 2015 Women’s Health Research, São Leopoldo (RS) Artigos Originais

    Ternus, Daiane Luisa; Henn, Ruth Liane; Bairros, Fernanda; Costa, Juvenal Soares da; Olinto, Maria Teresa Anselmo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Padrões alimentares parecem predizer melhor o risco de doenças do que nutrientes ou alimentos isoladamente. Objetivo: Identificar padrões alimentares e fatores associados em mulheres adultas. Método: Estudo transversal, de base populacional, com 1.128mulheres, de 20 a 69 anos de idade, de São Leopoldo, Rio Grande do Sul. O consumo alimentar foi avaliado por meio de um questionário de frequência. Utilizou-se análise de componentes principais para identificação dos padrões alimentares. Razõesde prevalências brutas e ajustadas foram estimadas por meio de regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: Foram identificados três padrões alimentares que explicaram 25,8% da variância total: saudável (frutas, vegetais e alimentos integrais); de risco (alimentos ultraprocessados); e brasileiro (arroz e feijão). Opadrão saudável apresentou o maior percentual de variância explicada (11,62%). A probabilidade de adesão ao padrão saudável aumentou linearmente com a idade e a escolaridade e foi maior em ex-fumantes (razão de prevalência - RP = 1,22; intervalo de 95% de confiança (IC95%) 1,04 - 1,42). Já mulheres mais jovens e com maior escolaridade tinham maior probabilidade de aderir ao padrão de risco. A probabilidade de adesão ao padrão brasileiro aumentou à medida que diminuiu a escolaridade e foi maior em mulheres de cor de pele não branca (RP = 1,29; IC95% 1,04 - 1,59). Conclusões: Enquanto a adesão aos padrões saudável e de risco comportou-se distintamente segundo a idade das mulheres, ela foi semelhante para a escolaridade. Já a adesão ao padrão brasileiro foi definida pelas condições socioeconômicas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Dietary patterns may be more predictive of disease risk than individual nutrients or foods. Objective: To identify dietary patterns and associated factors among adult women. Method: Population-based cross-sectional study with 1,128 women, aged 20 to 69 years, living in São Leopoldo, Rio Grande do Sul. Food intake was assessed with a frequency questionnaire. The principal component analysis identified dietary patterns. We estimated crude and adjusted prevalence ratios using Poisson regression with robust variance. Results: Threedietary patterns - responsible for 25.8% of the total variance - were identified: healthy (fruits, vegetables, and whole foods); risk (ultra-processed foods); and Brazilian (rice and beans). The healthy pattern showed the largest percentage of explained variation (11.62%). The probability of adherence to the healthy pattern increased linearly with age and schooling and was higher among ex-smokers [prevalence ratio (PR)=1.22; confidence interval of 95% (95%CI) 1.04 - 1.42]. Younger women and those with better schooling had more chances of adhering to the risk pattern. The probability of adherence to the Brazilian pattern increased as schooling decreased and was higher among non-white women (PR = 1.29; 95%CI 1.04- 1.59). Conclusions: While adherence to healthy and risk patterns behaved differently according to women’s age, it was similar regarding schooling. Socioeconomic conditions defined adherence to the Brazilian pattern.
  • Test of health Literacy for Portuguese-speaking Adults Artigos Originais

    Maragno, Carla Andreia Daros; Mengue, Sotero Serrate; Moraes, Cassia Garcia; Rebelo, Marceli Vilaverde Diello; Guimarães, Ana Maria de Mattos; Pizzol, Tatiane da Silva Dal

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O letramento em saúde é avaliado em diversos países por instrumentos adaptados ao idioma e à cultura locais. O objetivo deste trabalho foi realizar a adaptação transcultural para a língua portuguesa do Brasil e validar o Teste de Letramento em Saúde (TLS), a partir do Test of Functional Health Literacy in Adults (TOFHLA). Método: O TLS, traduzido e adaptado à realidade brasileira a partir do original em inglês, foi administrado a 302 usuários de uma clínica universitária em Santa Catarina, entre setembro e outubro de 2013. Coeficiente alfa de Cronbach, correlação de Spearman e análise de variância foram utilizados para verificar a consistência interna, a correlação entre suas partes e a associação entre as variáveis sociodemográficas e a pontuação do teste, respectivamente. Resultados: A pontuação média do teste foi de 72,2, e 54,6% dos participantes apresentaram letramento em saúde adequado, 19,2%, limitado e 26,2%, inadequado. A pontuação média do teste diminuiu com o aumento da idade e aumentou com a elevação da escolaridade. Não houve diferença significativa para as demais características sociodemográficas. O coeficiente alfa de Cronbach foi de 0,953. Para a parte numérica e para os trechos de leitura, os coeficientes apresentados foram de 0,808 e 0,951, respectivamente. Todos os trechos correlacionaram-se positiva e significativamente com o teste, e também entre si. Conclusão: A validação do TLS oferece um instrumento para a determinação do nível de letramento em adultos brasileiros.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Health literacy has been evaluated in several countries by tools developed for local language and culture. This study aimed to adapt and to validate the Health Literacy Test (TLS) for the Brazilian Portuguese language based on the Test of functional health literacy in adults (TOFHLA). Method: The TLS, translated and adapted to the Brazilian scenario based on the Test of functional health literacy in adults, was administered to 302 users of a clinic of a University in Santa Catarina from September to October 2013. Cronbach’s Alpha coefficient, Spearman’s correlation and Analysis of Variance were used to assess the internal consistency, the correlation between the parts of the test and association between sociodemographic variables and the score of the Test, respectively. Results: The average score of the test was 72,2, and 54.6% of participants had adequate health literacy, 19.2% had marginal health literacy and 26.2% had inadequate health literacy. The average score of the test was inversely related to the age of the participants and directly related to the level of education. There was no significant difference in the other sociodemographic characteristics. The internal consistency (Cronbach’s alpha) was 0.953. The coefficients for the numerical and reading passages were 0.808 and 0.951, respectively. All the sections correlated positively and significantly with the Test, and also with each other. Conclusion: The validation of this test provides a new instrument to determine the literacy level in Brazilian adults.
  • Probability of premature death for chronic non-communicable diseases, Brazil and Regions, projections to 2025 Artigos Originais

    Malta, Deborah Carvalho; Andrade, Silvânia Suely Caribé de Araújo; Oliveira, Taís Porto; Moura, Lenildo de; Prado, Rogério Ruscitto do; Souza, Maria de Fátima Marinho de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar as tendências de mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no período de 2000 a 2013 e a probabilidade de morte até 2025. Método: Análise de série temporal de mortalidade das DCNT (doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças respiratórias crônicas), com correções para causas mal definidas e sub-registro de óbitos, e a probabilidade de morte por essas doenças. Resultados: Houve declínio médio de 2,5% ao ano no conjunto das quatro principais DCNT no Brasil entre 2000 e 2013, em todas as regiões e unidades federativas. A probabilidade de morte foi reduzida de 30% em 2000 para 26,1% em 2013, e estima-se que caia para 20,5% em 2025. Conclusões: Dada a tendência de queda, prevê-se que o Brasil atinja a meta global de redução de 25% até 2025.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: Objective: To analyze the mortality trends for Chronic Noncommunicable Diseases (NCDs) in the period 2000-2013 and its probability of death until 2025. Method: time series analysis of mortality from cardiovascular diseases, cancer, diabetes and chronic respiratory disease, with correction for ill-defined causes and underreporting of deaths and calculation of probability of death. Results: There was an average decline of 2.5% per year in all four major NCDs in Brazil. There was a decline in all regions and federal units. The reduced likelihood of death by 30% in 2000 to 26.1% in 2013 and expected decline to 20.5% in 2025. Conclusion: From the trend of reduction is expected to reach Brazil reducing overall goal 25% by 2025.
  • Coverage of food intake assessment in the Brazilian Food and Nutrition Surveillance System: 2008 to 2013 Artigos Originais

    Nascimento, Fabiana Alves do; Silva, Sara Araújo da; Jaime, Patrícia Constante

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: No Brasil, o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) fornece dados contínuos sobre o estado nutricional e o consumo alimentar da população usuária da atenção básica à saúde para a formulação de ações, programas e políticas. Objetivo: Neste artigo, descreve-se o percentual de cadastramento no sistema, o percentual de utilização e a cobertura do acompanhamento de consumo alimentar, entre 2008 e 2013. Métodos: Trata-se de um estudo ecológico, em que a população registrada é descrita segundo unidades da federação, macrorregiões e/ou fases do curso da vida. Os indicadores utilizados foram: percentual de cadastramento e de utilização e cobertura. A análise foi realizada por meio de estatística descritiva, modelo de regressão linear e correlação de Spearman. Resultados: Em 2010, cerca de 100,00% dos municípios apresentou indivíduo(s) cadastrado(s) e o percentual de utilização foi de 22,4%. A cobertura nacional variou de 0,13 a 0,4%, entre 2008 e 2013, com tendência estatisticamente significativa de aumento. O Centro-Oeste apresentou as mais altas coberturas regionais. Todas as fases do curso da vida apresentaram tendências de aumento da cobertura, com destaque para crianças e gestantes. Conclusão: Apesar da continuidade na coleta dos dados, a avaliação do consumo alimentar mostrou-se incipiente e pouco capilarizada nos municípios. A implementação da Política Nacional de Alimentação e Nutrição pode ser potencializada mediante a superação dos problemas centrais, como estrutura física e capacitação dos profissionais, que impedem o avanço da consolidação do sistema.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: In Brazil, the Food and Nutrition Surveillance System (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN) provides continuous data on the nutritional status and food intake of the population user of primary health care to elaborate actions, programs, and policies. Objective: This article describes the percentage of registration in the system, percentage of use, and coverage of food intake monitoring between 2008 and 2013. Methods: This is an ecological study that characterizes the registered population according to federation units, macro-regions, and/or life stages. The indicators used were percentage of registration and use and coverage. The analysis used descriptive statistics, a linear regression model, and Spearman’s correlation. Results: In 2010, approximately 100.00% of the cities had at least one individual registered in the system while the percentage of use was 22.4%. National coverage ranged from 0.13 to 0.4% between 2008 and 2013, with a statistically significant increasing trend. The Midwest showed the highest regional coverage. All life stages presented increasing coverage trend, especially children and pregnant women. Conclusion: Despite the continuous data collection, food intake assessment proved to be incipient, and its distribution in the cities was low. Implementation of the National Food and Nutrition Policy can be enhanced by overcoming central issues, such as physical structure and training of professionals, which prevent the progress of system consolidation.
  • Factors associated with obesity in urban collective transportation workers of the Metropolitan Region of Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Souza, Luís Paulo Souza e; Assunção, Ada Ávila; Pimenta, Adriano Marçal

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar os fatores demográficos, comportamentais e ocupacionais associados à obesidade em trabalhadores do transporte coletivo urbano de cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), Minas Gerais, Brasil. Método: Estudo transversal com 1.448 motoristas e cobradores da RMBH. Dados antropométricos, demográficos, comportamentais, de vínculo com a empresa e condições do ônibus foram coletados, em 2012, por meio de questionário aplicado face a face por entrevistador. Para o cálculo da obesidade, utilizou-se como ponto de corte o índice de massa corporal ≥ 30 kg/m2. Razões de prevalência (RP) e seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%) foram ajustados pela técnica de regressão multivariada de Poisson. Resultados: A prevalência da obesidade entre os trabalhadores foi de 16,1%. O sexo feminino (RP = 1,84; IC95% 1,37 - 2,49), estar nas faixas etárias dos 30 aos 39 anos (RP = 1,66; IC95% 1,17 - 2,37) e dos 40 aos 49 anos (RP = 1,59; IC95% 1,04 - 2,42), tempo no cargo de 5,01 a 10 anos (RP = 1,52; IC95% 1,04 - 2,42) e 20,01 a 47 anos (RP = 1,90; IC95% 1,21 - 3,00) e inatividade física (RP 1,32; IC95% 1,01 - 1,73) permaneceram independentemente associados à obesidade após o ajuste multivariado dos dados. Conclusão: Tais achados evidenciam a necessidade de considerar, nas discussões sobre promoção da saúde dos rodoviários, ações que incentivem a participação dos trabalhadores em atividades saudáveis, assim como a melhoria da organização e gestão do trabalho, para que este seja um promotor de saúde e bem-estar nesta população.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To analyze the demographic, behavioral and occupational factors associated with obesity among urban collective transportation workers of the Metropolitan Region of Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. Method: This is a cross-sectional study conducted with 1,448 drivers and collectors in the Metropolitan Region of Belo Horizonte. Anthropometric, demographic, behavioral data, as well as participants’ link to the company and bus conditions were gathered in 2012 through a questionnaire applied by an interviewer. To calculate obesity, the body mass index cut off point was ≥ 30 kg/m2. Prevalence ratios (PR) and respective 95% confidence intervals (95%CI) were adjusted by Poisson’s multivariate regression. Results: The prevalence of obesity among urban collective transportation workers was 16.1%. Female sex (PR = 1.84; 95%CI 1.37 - 2.49), aging 30 to 39 years old (PR = 1.66; 95%CI 1.17 - 2.37) and 40 to 49 years old (PR = 1.59; 95%CI 1.04 - 2.42), being in the same job role from 5.01 to 10 years (PR = 1.52; 95%CI 1.04 - 2,42) and from 20.01 to 47 years (PR = 1.90; 95%CI 1.21 - 3.00), and physical inactivity (PR = 1.32; 95%CI 1.01 - 1.73) remained independently associated with obesity after multivariate adjustment data. Conclusion: These findings highlight the need to consider actions that encourage employees to participate in healthy activities when discussing health promotion for public transport workers, as well as actions to improve the organization and management of work, so it becomes a health and well-being feature for this population.
  • Associated factors with physical activity and social activity in a sample of Brazilian older adults: data from the FIBRA Study Artigos Originais

    Costa, Taiguara Bertelli; Neri, Anita Liberalesso

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Este trabalho investigou os fatores associados à atividade física em quatro diferentes domínios e o desempenho de atividades sociais em 2.344 idosos (72,3 ± 5,5 anos; 65,6% mulheres) sem déficit cognitivo, residentes na comunidade de seis localidades brasileiras. Método: Uma versão adaptada do Minnesota Leisure Time Activity Questionnaire foi utilizada para avaliar a atividade física em quatro diferentes domínios. Um inventário de atividade social foi desenvolvido para a pesquisa. Idade, gênero e renda familiar foram avaliados por autorrelato. Foram realizadas comparações de frequências e análises de regressão logística. Resultados: Todas as variáveis sociodemográficas demonstraram afetar o perfil de engajamento em atividade da amostra. Ter maior renda familiar comprovou associação a nível elevado de atividade física no lazer, no trabalho e no deslocamento, resultado apoiado pela literatura. O gênero associado a alto nível de atividade variou de acordo com o domínio específico do indicador de atividade analisado. Ter menos idade confirmou ser associado a nível mais elevado de atividade em todos os indicadores integrados à idade, evidenciando o avanço na idade como a grande barreira ao desempenho de atividades físicas e sociais na velhice. Conclusão: Possibilitar o engajamento dos idosos com mais idade é o grande desafio de políticas públicas de fomento ao envelhecimento ativo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: This study investigates associated factors to participation in four domains of physical activity and social activities among 2344 community-dwelling older adults (72.3 ± 5.5 years; 65.6% female) without cognitive impairment, residents in six Brazilian cities. Method: An adapted version of Minnesota Leisure Time Activity Questionnaire was used to measure physical activity in four different domains. An inventory of social activities was developed for research. Age, gender and family income were assessed by self-report. Comparisons of frequencies and logistic regression analyzes were performed. Results: All sociodemographic variables were affecting the activity engagement profile of the sample. Have higher family income showed association with high level of leisure time, occupational and transportation physical activity, result supported by the literature. The gender associated with high level of activity varied according to the specific domain of the analyzed activity indicator. Have less age proved to be associated with higher level of activity in all indicators associated with age, highlighting the increasing age as the major barrier to performance physical and social activities in old age. Conclusions: Allow the active involvement of older people is the great challenge of public policies that promote active aging.
  • Trend in mortality from preventable causes in children: contributions to the evaluation of the performance of public health services in the Southeast Region of Brazil Artigos Originais

    Saltarelli, Rafaela Magalhães Fernandes; Prado, Rogério Ruscitto do; Monteiro, Rosane Aparecida; Malta, Deborah Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a tendência da mortalidade de crianças menores de 5 anos, residentes na Região Sudeste e Unidades Federativas (UFs), utilizando-se a “Lista Brasileira de Causas de Mortes Evitáveis”. Método: Estudo ecológico de séries temporais da taxa de mortalidade por causas evitáveis e não evitáveis, com correções para causas mal definidas e sub-registro de óbitos informados, no período de 2000 a 2013. Resultados: Houve declínio da taxa de mortalidade na infância por causas evitáveis (4,4% ao ano) e não evitáveis (1,9% ao ano) na Região Sudeste e nas UFs, exceto para aquelas reduzíveis por imunoprevenção, que se mantiveram estáveis no período. O estudo chama a atenção para a menor redução das causas de óbitos reduzíveis por adequada atenção à mulher na gestação (1,7%), com aumento das taxas de mortalidade por afecções maternas que afetam o feto e o recém-nascido e a estabilidade nos transtornos relacionados com a gestação de curta duração e peso baixo ao nascer. Minas Gerais apresentou o maior percentual de redução anual dos óbitos por causas evitáveis (5,5%), comparado às demais UFs; no entanto, liderou as taxas de mortalidade até o ano de 2010 e o Rio de Janeiro, entre 2010 e 2013. Conclusão: O declínio da taxa de mortalidade na infância já era esperado nessa última década, levando a acreditar na evolução da resposta dos sistemas de saúde, além das melhorias nas condições de saúde e determinantes sociais.No entanto, o coeficiente se mantém alto quando comparado ao de outros países, mostrando que ainda há muito a se avançar.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: The aim of this study was to analyze the trend in mortality of children under 5 years old living in the Southeast Region of Brazil and states using the “Brazilian List of Causes of Preventable Deaths”. Method: We conducted an ecological time-series study of mortality from preventable and non-preventable causes, with corrections for ill-defined causes and underreporting of deaths, from 2000 to 2013. Results: There was a decline in the rate of childhood mortality due to preventable (4.4% per year) and non-preventable (1.9% per year) causes in the Southeast Region and its states, except for those reducible by vaccine prevention, which remained stable in the period. The study called attention to the smaller decrease in causes of preventable deaths by providing adequate care to women during pregnancy (1.7%), with an increase in mortality rates due to basic causes of death due to maternal conditions affecting the fetus or newborn and stability in disorders related to short-term pregnancy and low birth weight, a fact that possibly occurred due to inadequate quality of prenatal care. Minas Gerais showed the greatest reduction in annual percentage of deaths from preventable causes (5.5%), compared to other FUs, but it led in mortality rates up to 2010, while Rio de Janeiro led between 2010 and 2013. Conclusion: The decline in childhood mortality was expected in the last decade, due to progress in the response of health care systems, and to improvements in health and determinant social conditions as well. However, the rate is still high compared to other countries, showing that there is still much room for improvement.
  • Trends of drug-related poisoning cases attended to at a poison control center Artigos Originais

    Mathias, Thays Lopes; Guidoni, Camilo Molino; Girotto, Edmarlon

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Os eventos toxicológicos relacionados a medicamentos têm alto impacto na morbimortalidade, representando a primeira causa de intoxicação no Brasil. Objetivo: Descrever as tendências de casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos atendidos por um Centro de Informações Toxicológicas. Método: Estudo com abordagem quantitativa (transversal e de tendência), com análise dos dados referentes aos casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos atendidos pelo Centro de Informações Toxicológicas do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina. Os dados foram coletados das fichas de atendimento, referentes ao período de 1985 a 2014. Para a análise estatística, utilizou-se um modelo de regressão linear simples. Resultados: Dos 36.707 casos atendidos pelo serviço, 22,5% (n = 8.608) foram eventos toxicológicos relacionados a medicamentos. Houve um aumento da proporção de casos em ambos os sexos (R2 = 0,195; p = 0,014) e no sexo masculino (R2 = 0,403; p < 0,001). Detectou-se tendência de elevação da proporção de casos envolvendo a classe de analgésicos, anti-inflamatórios e imunossupressores (R2 = 0,521; p = 0,018), antidepressivos (R2 = 0,923; p < 001) e antipsicóticos (R2 = 0,869; p < 0,001). Os antimicrobianos apresentaram tendência de redução da proporção de casos (R2 = 0,773; p = 0,001). Conclusões: Observou-se tendência de aumento da proporção de casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos no sexo masculino. Também houve aumento nas tendências envolvendo analgésicos/anti-inflamatórios/imunossupressores, antidepressivos e antipsicóticos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Drug-related poisonings have a high impact on morbidity and mortality, representing the first cause of intoxication in Brazil. Objective: To describe the trends of cases of drug-related poisonings attended to by a poison control center. Method: A quantitative approach (cross-sectional trend study) with data analysis of cases of drug-related poisonings attended to at the Poison Control Center of University Hospital of the State University of Londrina. Data were collected from service notification records for the period 1985 to 2014. For statistical analysis, a simple linear regression model was used. Results: Of the 36,707 cases attended to by the service, 22.5% (n = 8,608) were drug-related poisonings. There was an increase in the proportion of cases for both sexes (R2 = 0.195, p = 0.014) and males (R2 = 0.403, p < 0.001). There was a trend towards a higher proportion of cases involving the analgesic, anti-inflammatory and immunosuppressive drug classes (R2 = 0.521, p = 0.018), antidepressants (R2 = 0.923, p < 0.001) and antipsychotics (R2 = 0.869; p < 0.001). Antibiotics showed a trend toward a lower proportion of cases (R2 = 0.773, p = 0.001). Conclusions: There was a trend for a higher proportion of cases of drug-related poisonings in males. Also, there was an increased trend towards cases involving analgesics/anti-inflammatories/immunosuppressants, antidepressants and antipsychotics.
  • Tuberculosis and its associated factors in a city in the metropolitan region of Rio de Janeiro Artigos Originais

    Valente, Barbara Campos; Angelo, Jussara Rafael; Kawa, Hélia; Baltar, Valéria Troncoso

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A ocorrência da tuberculose tem sido relacionada à organização espacial e à melhoria das condições de vida da população. Contudo, essa relação não é de forma direta, e o adoecimento por tuberculose envolve processos de diferentes níveis de organização. Método: Estudo ecológico que analisa a relação entre condições de vida e tuberculose no município de Niterói, Brasil. Foram criados dois indicadores, socioambiental e programático, por meio de análise fatorial e analisados por regressão no período de 2008 a 2012. Foram construídos mapas temáticos com os dados referentes à taxa de incidência e aos indicadores, para verificar o padrão da distribuição da taxa de incidência e desses indicadores no município. Resultados: Os resultados apontaram associação direta e significativa entre os dois indicadores com a taxa de incidência de tuberculose. O aumento em uma unidade no indicador programático esteve associado com um aumento na taxa de incidência em 7%. Já o indicador socioambiental associou-se com uma taxa de tuberculose 27% mais elevada. Discussão: Os resultados do presente trabalho foram consistentes ao constatar relação direta entre tuberculose e condições de vida no município de Niterói. Conclusão: Podemos concluir que a dinâmica da transmissão da tuberculose no município de Niterói pode ser explicada pela ocorrência da doença em áreas de periferia social consolidada e pela vulnerabilidade social de grupos específicos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The occurrence of tuberculosis has been related to the spatial organization and improvement of the living conditions of the population. However, this relationship is not directly related and tuberculosis illness involves processes at different levels of organization. Method: An ecological study analyzing the relationship between living conditions and tuberculosis in the city of Niteroi, Brazil. Two indicators, socio-environmental and programmatic, were created by factor analysis and analyzed by regression in the period of 2008 to 2012. Thematic maps were constructed to examine the distribution pattern of the incidence rate and indicators in the city. Results: The results showed a direct and significant association of the two indicators with the incidence rate of tuberculosis. A one-unit higher the programmatic indicator was associated with a 7% higher incidence rate. The socio-environmental indicator was associated with a 27% higher tuberculosis rate. Discussion: The results of the present study were consistent with the direct relationship between tuberculosis and living conditions in the city of Niteroi. Conclusion: We can conclude that the dynamics of tuberculosis transmission in Niteroi can be explained by the occurrence of the disease in areas of consolidated social periphery and by the social vulnerability of specific groups.
  • Prevalence of obesity and associated factors in the Brazilian population: a study of data from the 2013 National Health Survey Artigos Originais

    Ferreira, Arthur Pate de Souza; Szwarcwald, Célia Landmann; Damacena, Giseli Nogueira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A prevalência de obesidade está aumentando em um ritmo alarmante em muitos países. Uma alimentação não saudável e o sedentarismo são os principais fatores de risco para a obesidade. O objetivo deste artigo foi estudar a prevalência e identificar fatores associados à obesidade na população adulta brasileira com base nos dados coletados na Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Método: Amostra de 59.402 indivíduos adultos, excluindo-se as mulheres grávidas. O índice de massa corporal foi calculado por meio das aferições de peso e estatura. A obesidade foi definida por índice de massa corporal ≥ 30 kg/m2. Utilizaram-se modelos de regressão logística para identificar os fatores associados à obesidade. Resultados: As prevalências de obesidade foram de 16,8% para homens e 24,4% para mulheres. Idade avançada (a partir dos 50 anos), nível de instrução baixo (sem instrução ou ensino fundamental incompleto), raça/cor preta e viver com companheiro foram fatores de risco à obesidade. A atividade física no lazer e o hábito de assistir mais de 4 horas de televisão por dia mostraram associações significativas para ambos os sexos. Quanto à morbidade referida, em pessoas obesas, as chances de ter o diagnóstico de hipertensão, diabetes ou de alguma doença crônica não transmissível foram maiores. Homens e mulheres obesos tiveram a pressão arterial sistólica significativamente aumentada. Conclusão: Os achados enfatizam a importância de políticas públicas para a prevenção da obesidade e para a promoção de hábitos saudáveis na sociedade brasileira.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The prevalence of obesity is increasing at an alarming rate in many countries. Unhealthy eating and sedentary lifestyle are the main risk factors for obesity. The objective of this study was to determine the prevalence of obesity and identify the associated factors in the Brazilian adult population on the basis of data collected in the 2013 National Health Survey. Method: We analyzed the data from a sample of 59,402 adult subjects, excluding pregnant women. Body mass index (BMI) was calculated by means of weight and height measurements. Obesity was defined as BMI ≥30 kg/m2. Logistic regression models were used to identify the factors associated with obesity. Results: The prevalence of obesity was 16.8% for men and 24.4% for women. Advanced age (over 50 years), low education level (no schooling or incomplete elementary school), African Brazilian and living with partner were risk factors for obesity. Leisure time physical activity and the habit of watching more than 4 hours of television per day showed significant effects for both sexes. Regarding the referred morbidity, in obese people, the chances of having a diagnosis of hypertension, diabetes, or some non-communicable chronic disease were higher. Obese men and women had significantly increased systolic blood pressure. Conclusion: Our findings emphasize the importance of public policies for the prevention of obesity and for the promotion of healthy habits in Brazilian society.
  • Preventable deaths in childhood, according to actions of the Unified Health System, Brazil Artigos Originais

    Malta, Deborah Carvalho; Prado, Rogério Ruscitto do; Saltarelli, Rafaela Magalhães Fernandes; Monteiro, Rosane Aparecida; Souza, Maria de Fátima Marinho de; Almeida, Márcia Furquim de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a tendência da mortalidade de crianças menores de cinco anos, residentes no Brasil e regiões, utilizando a “Lista Brasileira de Causas de Mortes Evitáveis”. Método: Estudo ecológico de séries temporais da taxa de mortalidade por causas evitáveis e não evitáveis, com correções para as causas mal definidas e para o sub-registro de óbitos informados, no período de 2000 a 2013. Resultados: No Brasil, houve maior declínio da taxa de mortalidade por causas evitáveis (5,1% ao ano), comparadas com as causas não evitáveis (2,5% ao ano). As causas evitáveis por adequada atenção à gestação constituíram a maior concentração de óbitos em 2013 (12.267) e tiveram a segunda menor redução percentual média anual (2,1%) e do período (24,4%). As menores taxas de mortalidade na infância foram evidenciadas nas regiões Sul e Sudeste. Observa-se, no entanto, que a Região Nordeste apresentou o maior declínio da mortalidade infantil reduzível (6,1% ao ano) e o Centro-Oeste, o menor (3,5% ao ano). Conclusão: O declínio da taxa de mortalidade na infância já era esperado nessa última década, levando a acreditar na evolução da resposta dos sistemas de saúde, além de nas melhorias nas condições de saúde e determinantes sociais. Atenção especial deve ser oferecida às causas relacionadas à gestação, ou seja, avançar na qualidade do pré-natal, em particular, em razão da ocorrência de mortes no feto e no recém-nascido oriundas de afecções maternas que apresentaram importante acréscimo no período (8,3% ao ano).

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To analyze the mortality trend of children under five years of age living in Brazil and regions, using the “Brazilian List of Preventable Causes of Death.” Method: Ecological time-series study of mortality rate due to preventable and non-preventable causes, with corrections for ill-defined causes and underreporting of deaths from 2000 to 2013. Results: In Brazil, preventable death rates (5.1% per year) had a higher decrease compared with non-preventable ones (2.5% per year). Preventable causes associated with proper care during pregnancy had the highest concentration of deaths in 2013 (12,267) and the second lowest average percentage reduction in the year (2.1%) and for the period (24.4%). The South and Southeast regions had the lowest mortality rates in childhood. However, the Northeast region had the highest decrease in reducible child mortality (6.1% per year) and the Midwest, the lowest (3.5% per year). Conclusion: The decrease in childhood mortality rates was expected in the last decade, suggesting the progress in the response of health systems, in addition to improvements in health conditions and social determinants. Special attention should be given to pregnancy-related causes, i.e., expand the quality of prenatal care, in particular, due to fetal and newborn deaths resulted from maternal conditions, which increased significantly in the period (8,3% per year).
  • Leptospirosis in Campinas, São Paulo, Brazil: 2007-2014 Artigos Originais

    Lara, Jackeline Monsalve; Von Zuben, Andrea; Costa, José Vilton; Donalisio, Maria Rita; Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a distribuição de casos e óbitos humanos por leptospirose, segundo características sociodemográficas, epidemiológicas, clínicas, tempo de atendimento, pluviosidade e distribuição espacial em Campinas, São Paulo, no período de 2007 a 2014. Método: Estudo ecológico utilizando informações dos casos confirmados de leptospirose. Realizou-se análise descritiva dos casos, segundo variáveis selecionadas. A relação entre casos autóctones e pluviosidade foi verificada pelo coeficiente de correlação de Spearman. Georreferenciaram-se casos/óbitos por áreas classificadas segundo indicadores socioambientais. Resultados: Dos 264 casos, 76,1% eram homens e 58,4% tinham entre 20 e 49 anos. Cerca de 55% foram hospitalizados. Prevaleceu o diagnóstico clínico-laboratorial (89,4%) e a letalidade foi de 10,6%. Na área urbana, ocorreram 74,2% dos casos e, 48,9%, no domicílio. O principal fator de risco foi o local com sinal de roedores. Houve forte correlação entre a incidência de casos e a pluviosidade (p < 0,05) nos anos de 2010 a 2012. Observou-se maior concentração de casos na região centro-sudoeste. A distribuição espacial dos casos/óbitos mostrou aglomerados em regiões classificadas como de menor nível socioeconômico. Conclusão: Os padrões de ocorrência de leptospirose em Campinas, São Paulo, mostraram similaridade com outras cidades brasileiras. A identificação de áreas com maior incidência de casos/óbitos contribui para a adoção de estratégias específicas de intervenção e priorização de recursos na redução do risco de infecção e tratamento precoce dos acometidos pela doença.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: to analyze the distribution of leptospirosis according to sociodemographic, epidemiologic, and clinical characteristics, assistance time, rainfall and spatial distribution in Campinas/SP in the period from 2007 to 2014. Method: This is an ecological study using information from the confirmed cases. A descriptive analysis was carried out according to the selected variables. The relationship between the cases and rainfall was verified through the Spearman’s correlation coefficient. The cases/deaths were georeferenced per areas classified according to socioenvironmental deprivation indexes in Campinas. Results: From the 264 cases, 76.1% occurred in men, 58,4% in the 20 to 49 years old age range. Approximately 55% were hospitalized, with a prevalence of clinical-laboratorial diagnoses of 89.4%, and the lethality was 10.6%. The urban area concentrated 74.2% of the cases, and 48,9% occurred in the household environment. The main risk factor was evidence of the presence of rodents at the site. There was strong correlation between the incidence of cases and rainfall (p < 0.05) in 2010 to 2012. A higher concentration of the cases was observed in the Center-Southwest region. Spatial distribution of cases/deaths showed clusters in regions classified at lower socioeconomic levels. Conclusions: The patterns of occurrence of leptospirosis in Campinas showed similarity with other Brazilian municipalities. The identification of areas with higher incidence of cases/deaths contributes to the adoption of strategies for intervention and prioritization of resources aiming at the reduction of the risk of infection and at early treatment for those affected.
  • Factors associated with the use of anxiolytic drugs among military firefighters Artigos Originais

    Azevedo, Danielle Sandra da Silva de; Lima, Eduardo de Paula; Assunção, Ada Ávila

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O uso de ansiolíticos é uma opção no tratamento de sintomas psíquicos. Contudo, ainda que o uso seja controlado há riscos de dependência, intoxicação e alterações cognitivas. O uso não controlado entre trabalhadores agrava tais problemas. Objetivos: Identificar a prevalência do uso de ansiolíticos e conhecer os fatores associados ao consumo em bombeiros militares. Método: Pesquisa transversal de base censitária investigou 711 bombeiros de Belo Horizonte, Minas Gerais, por meio de autorrelato. Regressão logística multinomial foi utilizada para verificar associação entre características sociodemográficas, condições de vida, trabalho e saúde e consumo de ansiolíticos de modo controlado ou não. Resultados: A prevalência do uso de ansiolíticos foi 9,9%. Para 7,5% dos bombeiros o consumo ocorreu sem indicação e/ou controle terapêutico especializado. O uso controlado foi associado ao relato compatível com Transtorno Mental Comum (OR = 23,6; IC95% 6,54 - 85,11). O uso não controlado foi associado ao tempo de serviço (OR = 2,57; IC95% 1,03 - 6,40), ao tabagismo (OR = 3,22; IC95% 1,50 - 6,91) e ao Transtorno Mental Comum (OR = 4,02; IC95% 2,17 - 7,45). Conclusão: A alta prevalência de consumo indica alerta para as ações dos programas de saúde ocupacional.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Use of anxiolytic drugs is an option for treating psychological symptoms. However, even if their use is controlled, there are risks of dependence, intoxication and cognitive alterations. Uncontrolled use among workers worsens these problems. Objectives: Identify the prevalence of anxiolytic use and to know the factors associated with consumption in military firefighters. Method: Cross-sectional survey of 711 firefighters from Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil, was conducted through self-reporting. Multinomial logistic regression was used to investigate associations between sociodemographic characteristics, living, working and health conditions and anxiolytic consumption in a controlled or uncontrolled manner. Results: Prevalence of anxiolytic use was 9.9%. For 7.5% of firefighters the consumption occurred without indication and/or specialized therapeutic control. Controlled use was only associated with symptoms compatible with Common Mental Disorder (OR = 23.6; 95%CI 6.54 - 85.11). Uncontrolled use was associated with length of service (OR = 2.57; 95%CI 1.03 - 6.40), smoking (OR = 3.22; 95%CI 1.50 - 6.91) and symptomatology compatible with Common Mental Disorder (OR = 4.02; 95%CI 2.17 - 7.45). Conclusion: The high prevalence of consumption indicates alert to occupational health programs.
  • High blood pressure screening in children and adolescents from Amargosa, Bahia: usefulness of anthropometric indices of obesity Artigos Originais

    Quadros, Teresa Maria Bianchini de; Gordia, Alex Pinheiro; Andaki, Alynne Christian Ribeiro; Mendes, Edmar Lacerda; Mota, Jorge; Silva, Luciana Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Determinar o poder preditivo do índice de massa corporal (IMC), perímetro da cintura (PC) e razão da cintura pela estatura (RCEst) e de seus respectivos pontos de corte para triagem de pressão arterial (PA) elevada em crianças e adolescentes brasileiros. Método: Estudo transversal realizado com1.139 escolares de 6 a 17 anos de idade. A massa corporal, a estatura, o PC e a PA foram mensurados. A PA elevada foi classificada como sistólica ou diastólica≥ percentil 95. Curvas Receiver Operating Characteristic (ROC) foram construídas e a área sob a curva, a sensibilidade e a especificidade foram calculadas. Resultados: A prevalência de PA elevada foi de 27,0%. Os indicadores antropométricos apresentaram associação significativa com PA elevada (acurácia variando de 0,62 - 0,81), exceto RCEst entre adolescentes do sexo masculino.Observou-se baixa sensibilidade, independentemente do indicador antropométrico, do sexo e da faixa etária. Conclusão: OIMC, o PC e a RCEst estiveram associados a PA elevada, porém os pontos de corte testados apresentaram baixa sensibilidade. A determinação de pontos de corte específicos para cada população pode viabilizar a triagem de PA elevada por meio de indicadores antropométricos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To determine the predictive power of body mass index (BMI), waist circumference (WC), and waist-to-height ratio (WHtR), and their respective cut-off points for high blood pressure (BP) screening in Brazilian children and adolescents. Method: Cross-sectional study conducted with 1,139 students aged 6 to 17years. Body weight, height, WC, and BP were measured. High BP was classified as systolic or diastolic ≥ 95th percentile. Receiver Operating Characteristic (ROC) curves were constructed, and the area under the curve, sensitivity, and specificity were calculated. Results: The prevalence of high BP was 27.0%. Anthropometric indices showed a significant association with high BP (accuracy ranging from 0.62 - 0.81), except for WHtR among male adolescents.Sensitivity was low, regardless of the anthropometric index, gender, and age group. Conclusion: BMI, WC, and WHtR were associated with high BP, but the cut-off points tested showed low sensitivity. Determining specific cut-off points for each population can enable the use of anthropometric indices in high BP screening.
  • Influence of municipal socioeconomic indices on mortality rates for oral and oropharyngeal cancer in older adults in the State of São Paulo, Brazil Artigos Originais

    Sakamoto, Assahito Joel; Brizon, Valéria Silva Candido; Bulgareli, Jaqueline Vilela; Ambrosano, Glaucia Maria Bovi; Hebling, Eduardo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O câncer de boca e o câncer de orofaringe são doenças influenciadas por fatores socioeconômicos. O risco de desenvolver essas doenças aumenta com a idade, e a maioria dos casos ocorre em idosos, com elevadas taxas de mortalidade. O objetivo deste estudo foi analisar a influência dos índices socioeconômicos municipais nas taxas de mortalidade por câncer de boca (CB) e de orofaringe (CO) em idosos nas 645 cidades do estado de São Paulo, Brasil, nos anos de 2013 a 2015. Método: Dados secundários de óbitos foram obtidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. O número de idosos e os valores da renda média per capita e do índice de desenvolvimento humano por município (IDH-M) foram obtidos a partir dos dados da Fundação SEADE. Realizou-se a análise descritiva e exploratória dos dados, seguida de modelos binomiais negativos descritos pelo procedimento PROC GENMOD e avaliados pelo critério de informação de Akaike corrigido (AICc), pelo grau de liberdade e pelo teste de Wald (α=0,05). Resultados: Cerca de 30% das cidades notificaram óbitos em 2013, 16,74% em 2014 e 18,61% em 2015. Astaxas médias de mortalidade por CB e CO foram, respectivamente, de 20,0 (± 30,9) e 10,7 (± 17,5) por 100milhabitantes. A renda média variou de R$ 434,20 a R$ 2.009,00 e o IDH-M, de 0,65 a 0,89. Houve decréscimo significativo (p < 0,05) nas taxas de mortalidade por CB e CO em idosos com o aumento dos valores das rendas médias e do IDH-M. Conclusão: As desigualdades socioeconômicas das cidades influenciam nas taxas de mortalidade por CB e CO em idosos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Oral and oropharyngeal cancer are diseases strongly influenced by socioeconomic factors. The risk of developing these diseases increases with age and most cases occur in the elderly, with higher mortality rates. This study aimed to analyze the influence of municipal socioeconomic indices on mortality rates for oral (OC) and oropharyngeal cancer (OPC) in elderly residents from 645 cities in the State of São Paulo, Brazil, from 2013 to 2015. Method: Secondary data on deaths were obtained in the Mortality Information System from the Brazilian Ministry of Health. The number of elderly, as well as per capita median income values and Human Development Index by municipality (HDI-M) values were obtained from data by the SEADE Foundation. Descriptiveand exploratory analysis of data was performed, followed by negative binomial models described by the Proc Genmod procedure and evaluated by the corrected AIC (Akaike Information Criterion), the likelihood level, and the Wald test (α = 0.05). Results: Around 30% of the cities notified deaths in 2013, 16.74% in 2014, and 18.61% in 2015. Founded mortality mean rates from OC and OPC were, respectively, 20.0 (± 430.9) and 10.7 (± 17.5) deaths per 100,000 inhabitants. Meanincome ranged, in local currency, from 434.2 to 2,009.00. HDI-M ranged from 0.65 to 0.89. There was a significant decrease (p<0.05) in mortality rates for OC and OPC in elderly with the increase in the cities’ mean income and HDI-M values. Conclusion: Socioeconomic inequalities in the cities the on mortality rates for OC and OPC in elderly residents.
  • Health predictors and conditions associated to moderate and vigorous physical activity among adults and elderly from Southern Brazil Artigos Originais

    Dumith, Samuel Carvalho; Maciel, Francine Villela; Borchardt, Jenifer Lopes; Alam, Vitória Santos; Silveira, Fernanda Castro; Paulitsch, Renata Gomes

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A atividade física (AF) regular promove diversos benefícios à saúde. O objetivo deste estudo foi analisar os preditores da AF moderada (AFM) e da AF vigorosa (AFV), separadamente, bem como alguns desfechos de saúde relacionados a cada intensidade. Método: Estudo transversal, de base populacional, com adultos e idosos da zona urbana do município de Rio Grande (RS), Brasil. A AF foi coletada por meio da seção de lazer do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). Os pontos de corte utilizados para AFM e AFV foram, respectivamente, 150min./sem. e 75min./sem. As condições de saúde analisadas foram: obesidade, estresse, hipertensão, diabetes, depressão e autopercepção da saúde. Resultados: Participaram 1.290indivíduos, com idade média de 46,0 anos (DP = 17,3). Foram classificados como ativos para AFM e AFV 14,3% (IC95% 11,7 - 16,8) e 14,6% (IC95% 12,1 - 17,1), respectivamente. Sexo masculino, maior escolaridade, percepção mais favorável do bairro e mais horas diárias de sono foram associados a maiores prevalências de AFM. Sexo masculino, idade de 20 a 39 anos, cor de pele branca, ausência de tabagismo, maior escolaridade e maior índice de bens foram associados a maiores prevalências de AFV. Com relação aos desfechos de saúde, a AFM conferiu proteção para estresse, enquanto a AFV constituiu fator protetor para obesidade, hipertensão e diabetes. Conclusões: Verificou-se que tanto os preditores quanto os desfechos de saúde diferiram conforme a intensidade da AF.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Regular physical activity (PA) generates several health benefits. This study aimed to analyze the predictors of moderate PA (MPA) and vigorous PA (VPA) separately, as well as some health outcomes related to each intensity. Method: A population-based, cross-sectional study, with adults and the elderly in the urban area of the city of Rio Grande, RS, Brazil. PA was collected through the leisure section of the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). The cutoff points used for MPA and VPA were, respectively, 150min/wk and 75min/wk. The health conditions analyzed were: obesity, stress, hypertension, diabetes, depression and self-perception of health. Results: A total of 1,290 individuals participated in the study, with a mean age of 46.0 years (SD = 17.3); 14.3% (95%CI 11.7 - 16.8) were classified as active for MPA, and 14.6% (95%CI 12.1 - 17.1) for VPA. Male gender, higher schooling, more favorable perception of the neighborhood and more hours of sleep were associated with higher prevalence of MPA. Males, aged 20 to 39 years, white skin color, absence of smoking, higher schooling and higher index of assets were associated with higher prevalence of VPA. Regarding health outcomes, MPA conferred protection for stress, while VPA was a protective factor for obesity, hypertension, and diabetes. Conclusions: It was observed that both the predictors and the health outcomes differed according to the intensity of the PA.
  • Space-time scan for identification of risk areas for hospitalization of children due to asthma in Mato Grosso, Brazil Artigos Originais

    Souza, Elaine Cardoso de Oliveira; Santos, Emerson Soares dos; Rosa, Antonia Maria; Botelho, Clóvis

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A asma resulta de complexa interação entre fatores genéticos, ambientais e socioeconômicos e representa um importante problema de saúde pública mundial. O objetivo deste trabalho foi identificar áreas prioritárias para ações de controle de asma em crianças. Método: Estudo ecológico no qual foi utilizada a varredura espaço-temporal. Selecionaram-se as autorizações de internação hospitalar pagas, não eletivas, de curta permanência (tipo 1), segundo o ano de ocorrência e o local de residência. Os períodos de análise compreendem os anos de 2001-2004 e 2005-2012. Resultados: O cluster primário de alto risco esteve localizado na região do entorno de Barra do Bugres nos dois períodos de estudo (risco relativo = 8,17, no primeiro período, e 10,37, no segundo). O número de clusters de alto risco aumentou de 8, no período 2001-2004, para 9, entre 2005-2012; enquanto os clusters de baixo risco diminuíram de 6, no período inicial, para 4, no último. As áreas prioritárias para atenção e intervenção às crianças com asma são a região do entorno de Barra do Bugres, que se manteve nos dois períodos com clusters primários de alto risco, e a borda leste e nordeste do estado, que apresentou aumento do risco. Além disso, houve aumento de 87% do número de municípios de alto risco e diminuição em 28% dos municípios de proteção. Conclusão: Conclui-se que as áreas prioritárias para a atenção à saúde, nas quais aumentou o risco de internação por asma em crianças, são o entorno de Barra do Bugres e Porto Estrela e a borda leste e nordeste do estado.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Asthma is the result of a complex interaction between genetic, environmental and socioeconomic factors. It represents a serious global public health problem. The goal of this study was to identify geographic areas for priority actions in order to control of asthma in children. Method: Ecological study that space-time statistic Scan was used. Non-elective, short-stay (type 1) paid authorizations of hospitalizations were selected according to hospitalizations year and children place of residence. Results: In the two periods of the study, the high risk primary cluster was located in the region of Barra do Bugres (relative risk = 8.17, in the first period, and 10.37, in the second). The number of high-risk clusters increased from 8, in the period 2001-2004, to 9, in 2005-2012; while low-risk clusters decreased from 6, in the initial period, to 4, in the latest. The priority geographic areas for attention and intervention for children with asthma are the region around Barra do Bugres, which remained in the two periods with high risk primary clusters and the southwest border of the State that presented increase of the risk. Furthermore, there was an increase of 87% in the number of high risk counties and a reduction of 28% of the counties of protection. Conclusion: In conclusion, the surroundings areas of Barra do Bugres and Porto Estrela and the east and northeast border of the state are priority for health care, once there was an increased risk of hospitalization of children due to asthma.
  • Medicine package inserts from the users’ perspective: are they read and understood? Original Articles

    Pizzol, Tatiane da Silva Dal; Moraes, Cassia Garcia; Arrais, Paulo Sérgio Dourado; Bertoldi, Andréa Dâmaso; Ramos, Luiz Roberto; Farias, Mareni Rocha; Oliveira, Maria Auxiliadora; Tavares, Noemia Urruth Leão; Luiza, Vera Lucia; Mengue, Sotero Serrate

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: A informação escrita sobre medicamentos tem sido reconhecida como uma ferramenta importante para a educação em saúde. Objetivo: Analisar o uso e compreensão de bulas de medicamentos pelos usuários e avaliar fatores sociodemográficos e médicos associados ao seu uso e compreensão. Método: Osdados nesta análise fazem parte da PNAUM - um estudo transversal de base populacional realizado nas cinco regiões brasileiras. Estatísticas descritivas e teste de χ2 de Pearson foram utilizados para comparar proporções entre características sociodemográficas e médicas, uso e compreensão das bulas. Resultados: Um total de 28.427 indivíduos responderam a questões relativas a bulas. Desse total, 59,6% (IC95% 57,7 - 61,5) responderam que geralmente leem as bulas e 98,4% (IC95% 98,0 - 98,8) as consideraram necessárias. Entre as pessoas que leram as bulas, mais da metade indicou dificuldades de legibilidade (57,4%; IC95% 55,2 - 59,6) e de leiturabilidade (54,1%; IC95% 52,1 - 56,1) das bulas. As pessoas com menos educação relataram maior dificuldade em compreendê-las. Conclusões: A maioria da população tem o costume de ler as bulas, no entanto as pessoas consideram-nas difíceis de ler e compreender.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The written information on medicines has been acknowledged as an important tool for health education. Objective: To analyze the use and understanding of medicine package inserts by users and assess sociodemographic and medical factors associated with their comprehension. Method: Data in this analysis are part of the PNAUM National Survey - a cross-sectional population-based study conducted in Brazil. Descriptive statistics and the Pearson χ2 tests were performed to compare proportions between sociodemographic and medical characteristics, as well as use and understanding of medicine package inserts. Results: A total of 28.427 individuals responded to questions related to medicine package inserts. From these, 59.6% (95%CI 57.7 - 61.5) said they usually read the inserts, and 98.4% (95%CI 98.0 - 98.8) considered them necessary. Among people who read the medicine package inserts, more than half indicated difficulties with legibility (57.4%; 95%CI 55,2 - 59,6) and readability (54.1%; 95%CI 52.1 - 56.1). People from a lower education level reported greater difficulty in understanding them. Conclusion: The larger portion of the population usually read medicine package inserts. Nevertheless, people have difficulty in reading and understanding them.
  • Socioeconomic factors increase the adverse effects of air pollution and temperature on mortality Artigos Originais

    Rodrigues, Poliany Cristiny de Oliveira; Ignotti, Eliane; Hacon, Sandra de Souza

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Verificar os efeitos do PM2,5 e da temperatura na mortalidade por doenças cardiovasculares segundo status socioeconômico e proximidade do tráfego. Método: Utilizaram-se séries temporais por meio da classe dos modelos aditivos generalizados com a opção de regressão de Poisson, a 5% de significância. Analisou-se interação entre a proximidade do tráfego e o status socioeconômico por meio de estratificação. Aproximidade do tráfego foi dividida em maior e menor que 150 m de distância. O status socioeconômico no entorno residencial foi categorizado em Alto e Baixo a partir da mediana (3,9%). Calculou-se o percentual de risco relativo (%RR) dos óbitos por doenças cardiovasculares para cada aumento linear de 10 µg/m3 nos níveis de PM2,5 e 1ºC na temperatura máxima. Resultados: A mortalidade por doenças cardiovasculares apresentou %RR 1,64 (IC95% -0,03; 3,33) relacionada à temperatura máxima e %RR 4,60 (IC95% 0,78; 8,56) relacionada ao PM2,5, em áreas com alta exposição ao tráfego. Em áreas com condições de vida precárias, observou-se %RR 1,34 (IC95% -0,31; 3,01) relacionada à temperatura máxima e %RR 3,95 (IC95% -0,27; 8,34) associada ao PM2,5. Conclusão: Áreas com condições de vida precárias e com alta exposição ao tráfego apresentaram maior risco de mortalidade por doenças cardiovasculares relacionados à temperatura e ao PM2,5.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To verify the effects of PM2.5 and temperature on mortality due to cardiovascular diseases according to socioeconomic status and traffic proximity. Method: Time series were used, using the generalized additive models with the Poisson regression option, at 5% significance level. Interactionbetween proximity of traffic and socioeconomic status was analyzed through stratification. The proximity to the traffic was divided into distances up to 150m or over 150m. Socioeconomic status in the residential environment was categorized as high and low based on the median (3.9%). The relative risk percentage (%RR) of cardiovascular disease deaths was calculated for each linear increase of 10 µg/m3 at PM2.5 and 1ºC at the maximum temperature. Results: Mortality due to cardiovascular diseases presented %RR 1.64 (95%CI -0.03; 3.33), related to the maximum temperature and %RR 4.60 (95%CI 0.78; 8.56) related to PM2.5, in areas with high traffic exposure. In areas with poor living conditions, %RR 1.34 (95%CI -0.31; 3.01) was observed, related to maximum temperature and RR% 3.95 (95%CI -0.27; 8.34) associated with PM2.5. Conclusion: Areas with poor living conditions and high-exposure to vehicular traffic had an increased risk of cardiovascular disease mortality related to high temperature and PM2.5.
  • Association between use of internet and the cognitive function in older adults, populational longitudinal study EpiFloripa Idoso Artigos Originais

    Krug, Rodrigo de Rosso; d’Orsi, Eleonora; Xavier, André Junqueira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Estimar a associação entre o uso de internet e o ganho/perda cognitivo ao longo de quatro anos em idosos. Método: Estudo longitudinal, de base populacional, com idosos residentes em uma capital do sul do Brasil (≥ 60 anos), entrevistados em 2009-2010 (baseline) e em 2013-2014 (seguimento). O desfecho foi avaliado pelo ganho/perda clinicamente significativo de quatro pontos ou mais no escore do mini exame do estado mental (MEEM) entre as duas entrevistas. O uso de internetfoi avaliado de forma longitudinal (manteve o não uso de internet; deixou de usar; passou a usar; manteve o uso). Foram estimadas razões de chances (OR) ajustadas por sexo, idade, renda familiar, escolaridade e rastreamento de déficit cognitivo no baseline. Resultados: Entrevistaram-se 1.705 idosos em 2009-2010 e 1.197 em 2013-2014. Houve associação significativa entre manter-se usando internet e o desempenho cognitivo, com chance maior de ganho cognitivo (OR = 3,3; IC95% 1,1 - 9,8) e menor de perda cognitiva (OR = 0,39; IC95% 0,17 - 0,88) para os idosos que se mantiveram usando a internet. Conclusão: Idosos que se mantiveram utilizando a internet tiveram chance significativamente maior de apresentar ganho cognitivo e menor de apresentar declínio cognitivo. Promover o uso da internet em idosos pode ser uma estratégia para estimular a função cognitiva nessa população.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To estimate the association between the internet and the gain or loss cognite along of four years in older adults. Methods: Longitudinal study, a population-based, with older adults residents in a capital of southern Brazil (≥ 60 years) surveyed in 2009-10 (baseline) and in 2013-14 (follow-up). The outcome was assessed by clinically significant gain or loss of four or more points in the score of the Mini Mental State Examination between the two interviews. The use of internet was measured longitudinally (maintained or not internet usage, stop use of internet, started using the internet, retained the use of internet). Odds Ratios (OR) were estimated adjusted for sex, age, household income, education level and cognitive screening at baseline. Results: Respondents were 1.705 older adults in 2009-10 and 1.197 in 2013-14. There was a significant association between keep using internet and cognitive performance, with greater chance of cognitive gain (OR= 3.3; 95%CI 1.1 - 9.8) and lower cognitive impairment (OR = 0.39; 95%CI 0.17 - 0.88) for older adults who kept using the internet. Conclusion: Older adults who continue using the internet were more likely to gain significant cognitive and lower cognitive loss. Topromote the internet use in older adults can help a strategy for cognitive stimulation in older adults.
  • Trends in hospitalization and mortality for ambulatory care sensitive conditions among older adults Artigos Originais

    Rodrigues, Mayara Marta; Alvarez, Angela Maria; Rauch, Keila Cristina

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Analisar a tendência das taxas de internação e de mortalidade de idosos por condições sensíveis à atenção primária (CSAP) no estado de Santa Catarina, Brasil, no período de 2008 a 2015. Método: Estudo ecológico de série temporal, com dados do Sistema de Informações Hospitalares (SIH) do Sistema Único de Saúde (SUS), utilizando as autorizações de internações hospitalares como fonte de dados, no período de 2008 a 2015, em Santa Catarina. Os dados foram analisados por sexo e idade, estratificada em duas faixas etárias: 60a 79 anos e 80 anos ou mais. Foram realizadas a padronização das taxas por idade através do método direto e a análise estatística por meio de regressão linear segmentada (joinpoint regression). Resultados: Asinternações por condições sensíveis representaram 41% do total de internações de idosos em 2008 e 32% em 2015. Avariação anual da taxa comportou-se de maneira decrescente [-4,6^ IC (-5,7; -3,6)]. As causas mais prevalentes foram: insuficiência cardíaca, doença pulmonar obstrutiva crônica e doenças cerebrovasculares. As taxas de mortalidade das internações apresentaram redução, independentemente do sexo e na faixa etária até 80 anos, representando variação anual de menos 2,4%, 2,1% para os idosos e 2,7% para as idosas. Conclusão: Por meio da análise do indicador CSAP, que avalia a qualidade da assistência e a efetividade dos cuidados prestados na atenção primária, os resultados desta pesquisa evidenciaram queda nas taxas de internação de idosos, independentemente do sexo e das faixas etárias estabelecidas no estudo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To analyze the trends in hospitalization and mortality rates for ambulatory care sensitive conditions (ACSC) among older adults in the state of Santa Catarina, Brazil, from 2008 to 2015. Method: Ecological time-series study based on data from the Hospital Information System (Sistema de Informações Hospitalares - SIH) of the public health system (Sistema Único de Saúde - SUS), using hospital admission authorization forms as data source, from 2008 to 2015, in Santa Catarina. Data were analyzed by gender and age, which was stratified into two age groups: 60 to 79 years and 80 years or older. We standardized age rates using the direct method and statistical analysis using segmented linear regression (joinpoint regression). Results: Sensitive conditions led to 41% of total hospitalizations of older adults in 2008 and 32% in 2015. The annual rate variation decreased [-4.6^ 95%CI (-5.7; -3.6)]. The most prevalent causes were: heart failure, chronic obstructive pulmonary disease, and cerebrovascular diseases. Hospitalization mortality rates dropped, regardless of gender and in the age group up to 80 years, representing an annual variation of -2.4%, with -2.1% for males and -2.7% for females. Conclusion: Analyzing the ACSC indicator, which evaluates the quality and effectiveness of primary care, the results of this research revealed a reduction in hospitalization rates among older adults, regardless of gender and age groups established in this study.
  • Nutritional status of exclusive breastfed infants in the state of Pernambuco Artigos Originais

    Azevedo, Pedro Tadeu Álvares Costa Caminha de; Caminha, Maria de Fátima Costa; Cruz, Rachel de Sá Barreto Luna Callou; Silva, Suzana Lins da; Paula, Weslla Karla Albuquerque Silva de; Batista Filho, Malaquias

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O aleitamento materno exclusivo (AME), após o sexto mês de vida, como fonte alimentar única não é recomendado. Acredita-se que não é possível suprir às necessidades calórico proteicas, de ferro e vitaminas sem a devida complementação alimentar. Objetivo: Comparar a situação nutricional de crianças com AME por mais de seis mesesversuscrianças com outras práticas de amamentação. Método: Estudo transversal/exploratório com685 crianças (39 em AME > 6meses e 646com outras práticas de amamentação). Situações de déficit antropométrico foram consideradas por valores < - 2 no escore Z, anemia avaliada por hemoglobina (Hb) < 11 g/dL e níveis deficientes/baixos de vitamina A por retinol sérico < 1,05 µmol/L. Resultados: Nãoocorreram déficitsnas relações de peso/altura, peso/idade e índice de massa corporal (IMC) no grupo de crianças em AME > 6meses, enquanto no grupo de comparação esse índice foi de aproximadamente 0,5%. O déficit na relação altura/idade foi de aproximadamente 2,6% nos dois grupos. Na relação peso/altura e no IMC, os resultados variaram de 28,7 a 31,9% para excesso de peso no grupo de comparação. As médias de Hb, retinol sérico, peso e altura foram similares nos grupos. Discussão: A baixa prevalência (≤ 0,6%) de desnutrição energético proteica (DEP) nos dois grupos representa um achado, surpreendentemente, abaixo dos valores encontrados em população de referência de normalidade internacional, padrão da Organização Mundial da Saúde (OMS). Conclusão: As crianças que se mantiveram em AME após seis meses apresentaram situação nutricional equivalente àquelas com outras práticas de amamentação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Exclusive breastfeeding (BF), after the sixth month of life, as a single food source is not recommended. It is believed that it is not possible to supply the caloric needs of protein, iron and vitamin without adequate food supplementation. Objective: To comparethe nutritional statusof children withexclusive breastfeeding(BF)for more than 6monthsversuschildren with otherbreastfeeding practices. Method: Cross-sectionalexploratory studywith685children(39BF >6months and646with otherbreastfeeding practices).Situations ofanthropometricdeficit were considered by values< -2 in Z score, anemia evaluated by hemoglobin < 11 g/dL,and deficient/lowlevels ofvitamin A by serumretinol < 1.05 µmol/L. Results: There were nocases ofdeficitin the anthropometric ratios of weight/height, weight/age andbody mass index(BMI)among childrenBF > 6months,while the comparison group was approximately 0.5%. In theheight/ageratio,the deficitwasaround 2.6% in both groups.Inthe weight/height ratioand BMI,the resultsranged from28.7 to 31.9% foroverweight in group comparisson. TheaverageHb, serumretinol, weightand heightwere similarbetween thegroups. Discussion: The low prevalence (≤ 0.6%) of protein energy malnutrition in both groups represents a surprising finding, below the values found in reference to normal international reference, WHO standard. Conclusion: Children who maintained BF after six months exhibited equivalent nutritional status to those of children with other breastfeeding practices.
  • Analysis of the quality of information on mortality by homicide from deaths with undetermined intent. Bahia, Brazil, from 2002-2013 Artigos Originais

    Souza, Tiago Oliveira de; Souza, Edinilsa Ramos de; Pinto, Liana Wernersbach

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Identificar padrões na distribuição espacial das taxas de mortalidade por homicídio, considerando a proporção de óbitos de intenção indeterminada nos municípios do Estado da Bahia, no período de 2002 a 2013. Método: Foi realizado um estudo ecológico, utilizando os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM). A mortalidade proporcional de intenção indeterminada sobre o total de causas externas e a taxa de homicídio foram analisadas, nos diversos municípios baianos e considerando as Macrorregiões de Saúde (MRSs). Resultados: Observa-se um padrão de distribuição da mortalidade não aleatório, de acordo com o índice de Moran Global, mais claro nos triênios de 2005 a 2007, 2008 a 2010 e 2011 a 2013. As maiores proporções de mortes indeterminadas, ≥ 50%, concentraram-se na região oeste do Estado. Por outro lado, as mais altas taxas de mortes por homicídio foram observadas nas regiões do extremo sul, sul e leste - municípios litorâneos. Conclusão: Os mesmos municípios e regiões identificados com baixas taxas de homicídios apresentaram, concomitantemente, altas proporções de indeterminada e, inversamente, onde tiveram altas taxas, também houve baixa proporção de morte indeterminada. Portanto, é fundamental levar em consideração a qualidade da informação acerca da causa básica.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: To identify patterns in the spatial distribution of homicide death rates, considering the proportion of deaths of undetermined intent in the municipalities of the State of Bahia, from 2002 to 2013. Method: An ecological study was carried out, using data from the Mortality Information System (SIM). Theproportional mortality of undetermined intent on the total external causes and the homicide rate were analyzed in several municipalities of Bahia and considering the Health Macro-regions (HMRs). Results: Anon-random mortality distribution pattern was observed, according to the overall Moran index, which was clearer in the 2005-2007, 2008-2010 and 2011-2013 triennia. The highest proportions of undetermined deaths, ≥ 50%, were concentrated in the State’s Western region. On the other hand, the highest homicide rates were observed in the Far South, South and East regions - coastal municipalities. Conclusion: The same municipalities and regions identified with low homicide rates concomitantly presented high proportions of undetermined deaths, and conversely, where there were high rates, there was also a low proportion of undetermined death. Therefore,it is essential to take into account the quality of information about the underlying cause.
  • Profile of the judicialization of the Therasuit Method and its direct cost in the scope of the state of Rio de Janeiro Artigos Originais

    Moraes, Dominique Souza de; Teixeira, Roberta da Silva; Santos, Marisa da Silva

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O Método Therasuit possui alto custo e não é disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde, o que tem ocasionado a judicialização desse tratamento. O estudo visou traçar o perfil dessa judicialização, bem como estimar os custos diretos decorrentes do cumprimento das decisões judiciais deferidas. Método: Foram analisados processos submetidos ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro entre janeiro de 2013 e janeiro de 2017, no qual foi solicitado o Método Therasuit. Os dados demográficos, clínicos, advocatícios e jurídicos foram extraídos, assim como o tempo da decisão judicial e os orçamentos da tecnologia requerida. Resultados: O total de 11 processos foi analisado. Os autores tinham uma média de idade de 6,8 anos e mediana de 6, sendo a maioria do sexo masculino e residentes na capital do estado. A quadriparesia foi a condição mais relatada. A gratuidade de justiça foi solicitada por todos, e a Defensoria Pública foi utilizada em 9 dos 11 processos analisados. Foram consideradas as decisões judiciais em primeira instância. O tempo da decisão judicial foi em média de 266,5 dias com uma mediana de 35,5. Em todos houve requerimento da ferramenta jurídica tutela antecipada. O índice de deferimento foi de 90%, totalizando um custo direto anual de R$501.894,09. Discussão: A judicialização desse tratamento pode ocasionar um deslocamento não previsto de verba pública, podendo impactar nos princípios da equidade e na integralidade do Sistema Único de Saúde. Conclusão: Constatou-se elevada taxa de processos deferidos, acarretando um alto custo despendido pelo Poder Público para atender a uma pequena parcela de pacientes.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: The lack of availability of the Therasuit Method by the Unified Health System associated with its high cost has led to the prosecution of this treatment. The study aimed to outline the profile of this judicialization, as well as to estimate the direct costs resulting from compliance with the deferred judicial decisions. Method: Weanalyzed the cases submitted to the Court of Justice of Rio de Janeiro between January 2013 and January 2017, in which the Therasuit Method was applied. Demographic, clinical, advocacy and legal data were extracted, as was the timing of the court’s decision and the required technology budgets. Results: Atotal of 11 processes was analyzed. The authors had a mean age of 6.8 years and a median of 6, the majority being male, and resident in thestate capital. Quadriparesis was the most reported condition. The gratuity of justice was requested by all, and the Public Defender’s Officewas used by 9 of the 11 processes. The judicial decisions at first instance were considered. In all of processes there was application of the legal tool called guardianship. The time of the judicial decision was on average of 266.5 days with a median of 35.5. The deferral index was 90%, totaling an annual direct cost of R$501,894.09. Discussion: The judicialization of this treatment can cause an unforeseen displacement of public funds, transgressing the principles of equity and the integrality of Unified Health System. Conclusion: It was observed a high rate of deferred processes, resulting in a high cost spent by the Public Power to attend a small portion of patients.
  • Social determinants of pulmonary tuberculosis in Argentina Original Articles

    Hilal, Fernando Andrés; Herrero, María Belén; Maciel, Elvira Maria Godinho de Seixas; Braga, Jose Ueleres

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Aproximadamente 9 mil novos casos de tuberculose (TB) por ano são registrados na Argentina, representando uma taxa de incidência de 22 casos por 100 mil habitantes. Não há estudos publicados que avaliaram os fatores que influenciam a distribuição desigual da doença na Argentina. O objetivo deste trabalho foi identificar a relação entre a distribuição dos fatores sociais e econômicos e da tuberculose na Argentina entre 2008 e 2012. Método: Foi realizado um estudo ecológico envolvendo 525 departamentos. Na análise procedeu-se uma regressão linear simples, seguida de regressão linear múltipla para cada grupo de determinantes. Um modelo final com os determinantes da incidência de TB foi construído por meio de regressão linear múltipla. Resultados: Os seguintes determinantes explicam 43% da variabilidade da taxa de incidência de TB entre diferentes jurisdições: aglomeração intradomiciliar, proporção de domicílios com rede de esgoto, proporção de pacientes examinados com sintomas respiratórios e proporção de pacientes com tratamento descontinuado. Discussão: Este estudo contribui de maneira importante para uma melhor compreensão dos fatores que influenciam a ocorrência da TB na Argentina, resultado de um processo multidimensional e complexo. Esses fatores fazem parte da determinação social dessa doença. Conclusão: A incidência de TB está associada a diferentes determinantes, de múltiplos níveis. A heterogeneidade na distribuição da tuberculose na Argentina deve-se, entre outros fatores, pela distribuição desigual de determinantes sociais e de acesso às ações de saúde.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Background: In Argentina, approximately 9,000 new cases of tuberculosis (TB) are recorded every year, representing an incidence rate of 22 cases per 100,000 inhabitants. There are no reported studies in Argentina examining the factors that influence the unequal distribution of the disease. The aim of the study was to identify the relationship between the distribution of social and economic factors and TB in Argentina between 2008 and 2012. Method: An ecologic study involving 525 departmental jurisdictions was conducted. Simple linear regression analysis was performed, followed by multiple linear regression for each group of determinants. A final model of determinants of TB’s incidence was constructed from a model of multiple linear regression. Results: The following determinants explain 43% of the variability of TB’s incidence rate among different jurisdictions: overcrowding, proportion of households with a sewage network, proportion of examined patients with respiratory symptoms and proportion of patients who discontinued treatment. Discussion: This study makes an important contribution to a better understanding of the factors influencing the TB occurrence in Argentina, which is the result of a multidimensional and complex process. Thesefactors make part of this disease’s social determination. Conclusion: TB incidence is associated with different determinants, from multiple levels. Inequalities in its distribution in Argentina are driven by the unequal distribution of key social determinants.
  • The 12 city HIV Surveillance Survey among MSM in Brazil 2016 using respondent-driven sampling: a description of methods and RDS diagnostics Original Articles

    Kendall, Carl; Kerr, Ligia; Mota, Rosa Salani; Guimarães, Mark Drew Crosland; Leal, Andrea Fachel; Merchan-Hamann, Edgar; Dourado, Inês; Veras, Maria Amélia; Brito, Ana Maria de; Pontes, Alexandre Kerr; Motta-Castro, Ana Rita Coimbra; Macena, Raimunda Hermelinda Maia; Knauth, Daniela; Lima, Luana Nepomuceno Gondim Costa; Oliveira, Lisangela Cristina; Cavalcante, Socorro; Camillo, Ana Cláudia; Bermudez, Ximena Pamela Diaz; Moreira, Regina Célia; Benzaken, Adele Schwartz; Pereira, Gerson; Pascom, Ana Roberta Pati; Pimenta, Cristina; Grazina Johnston, Lisa

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Este artigo detalha os métodos utilizados na segunda Pesquisa Nacional de Vigilância Biológica e Comportamental (BBSS) do HIV, sífilis e hepatite B e C entre os homens que fazem sexo com homens no Brasil. Métodos: O método Respondent-driven Sampling (RDS) foi utilizado em 12 cidades em 2016. A amostra foi iniciada com cinco a seis sementes em cada cidade. Testes rápidos para o HIV, sífilis e Hepatite B e C foram oferecidos aos participantes. O software RDS Analyst com o estimador de amostragem sucessiva (SS) de Gile foi utilizado para ajustar os resultados como recomendado, gerando um peso para cada indivíduo para análises. Osdados das 12cidades foram unidos em um único banco e analisados usando as ferramentas de dados complexos do Stata 14.0, com cada cidade sendo tratada como seu próprio estrato. Resultados: A duração da coleta de dados variou de 5,9 a 17,6 semanas e 4.176 homens foram recrutados nas 12 cidades. Dois sites não alcançaram o tamanho da amostra alvo devido a uma demora de seis meses na aprovação local do Comitê de Ética. Todas as cidades atingiram a convergência na principal variável estudada (HIV). Conclusão: O BBSS foi representativo e concluído conforme planejado e dentro do orçamento. A descrição dos métodos aqui é mais detalhada do que o habitual, devido às novas ferramentas e requisitos de diagnóstico das novas diretrizes do STROBE-RDS.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: This paper details the methods used in the second national Biological and Behavioral Surveillance Survey (BBSS) of HIV, syphilis, and hepatitis B and C among men who have sex with men in Brazil. Methods: Respondent-driven sampling (RDS) was used in 12 cities in 2016. The targeted sample size was initiated with five to six seeds in each city. HIV, syphilis, and Hepatitis B and C rapid tests were offered to participants. RDS Analyst with Gile’s successive sampling (SS) estimator was used to adjust results as recommended and a weight for each individual was generated for further analysis. Data for the 12 cities were merged and analyzed using Stata 14.0 complex survey data tools with each city treated as its own stratum. Results: Duration of data collection varied from 5.9 to 17.6 weeks. 4,176 men were recruited in the 12 cities. Two sites failed to achieve targeted sample size due to a six-month delay in local IRB approval. No city failed to reach convergence in our major outcome variable (HIV). Conclusion: The comprehensive BBSS was completed as planned and on budget. The description of methods here is more detailed than usual, due to new diagnostic tools and requirements of the new STROBE-RDS guidelines.
  • Nutrition profile of children in Maranhão state Artigos Originais

    Lopes, Amanda Forster; Frota, Maria Tereza Borges Araujo; Leone, Claudio; Szarfarc, Sophia Cornbluth

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: O combate à má nutrição está entre os maiores desafios de saúde e precisa ser norteado conforme a realidade de cada região. Estudos que avaliem o estado nutricional são imprescindíveis para embasar intervenções, principalmente em crianças. Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico nutricional de crianças menores de cinco anos atendidas pela Estratégia Saúde da Família (ESF) no Maranhão. Método: Estudo transversal com crianças de 6 a 59 meses, de uma amostra do tipo probabilística e estratificada, representativa para o estado. Foram coletadas, por entrevistas, as variáveis “idade da criança”, “sexo”, “situação do domicílio” e “classificação de Insegurança Alimentar” (Escala Brasileira de Insegurança Alimentar). Foi realizado o cálculo dos valores de escore z (Z) de estatura para a idade, peso para a estatura e índice de massa corpórea (IMC) para a idade. Oestado nutricional foi classificado segundo as normas do Ministério da Saúde. Para a análise dos dados foram utilizados métodos estatísticos de correlação. Resultados: Das 956 crianças, 9,6% apresentaram estatura baixa ou muito baixa. Segundo o Z de IMC, o excesso de peso foi observado em 23,2% das crianças. As crianças da zona rural têm média Z de estatura e de IMC menor. No total, 70,4% das crianças apresentaram situação de insegurança alimentar, com correlação inversa com a estatura (r: -0,15; p < 0,0001) e sem correlação com o Z de IMC (r: -0,05; p = 0,09). Conclusão: A desnutrição crônica ainda pode ser considerada um problema de saúde pública no Maranhão, a despeito da transição nutricional que já ocorre nessas famílias.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Combating malnutrition is among the greatest health challenges and needs to be guided by the reality of each region. Studies that assess nutritional status are essential to support interventions, especially in children. Objective: To analyze the nutritional status of under-five children attended by the family health strategyin the state of Maranhao. Method: Cross-sectional study with children of a sample of probabilistic and stratified representative for the state, six to 59 months. The variables age of the child, gender, household situation and Food Insecurity (Brazilian Scale of Food Insecurity) classification were collected through interviews. The z-score (Z) values of height for age, weight for height and Body Mass Index (BMI) for age were calculated.Thenutritional status of the children was classified according to the norms of the Ministry of Health. Statistical methods of correlation were used to analyze the data. Results: Of the 956 children, 9.6% had low or very low height for age. According to the BMI for age overweight was observed in 23.2% of children. The rural children have on average less height and body mass index Z. In total 70.4% of children were food insecure with inverse correlation with height-for-age Z (r = -0,15, p < 0,0001) and no correlation with BMI z score for age (r = -0,05, p= 0,09). Conclusion: Chronic malnutrition can still be considered a public health problem despite the nutritional transition that already occurs in these families.
  • Factors associated with the evolution of weight of children in a supplementary feeding program Artigos Originais

    Ortelan, Naiá; Augusto, Rosângela Aparecida; Souza, José Maria Pacheco de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Identificar a influência dos fatores socioeconômicos, dos cuidados e da alimentação sobre o estado nutricional infantil são importantes para avaliação e direcionamento de políticas públicas baseadas em intervenções nutricionais. Foram investigados os fatores sociodemográficos e biológicos associados à saída de crianças da faixa de baixo peso-para-idade (escore z de peso-para-idade < -2), nas idades de 6 a 23 meses, durante sua participação em programa de suplementação alimentar (PSA). Trata-se de estudo de coorte com 327 crianças de baixa renda residentes no interior do estado de São Paulo, que ingressaram no PSA aos 6 meses de idade com baixo peso-para-idade. A variável dependente foi “permanecer com baixo peso-para-idade durante a participação no programa” (dicotômica), e as independentes referem-se a: 1) características maternas: condição conjugal, escolaridade, idade, situação de trabalho; 2) características das crianças: estar desmamada, sexo, peso ao nascer e idade nas pesagens. Foram realizadas modelagens com regressão logística múltipla multinível. Maior idade da criança na pesagem (OR = 1,20; IC95% 1,08 - 1,34; p = 0,001), maior peso ao nascer (OR = 1,0011; IC95% 1,0001 - 1,0019; p = 0,022) e estar desmamada ao ingressar (OR = 0,20; IC95% 0,08 - 0,52; p = 0,001) se associaram positivamente ao ganho de peso das crianças. Ações focadas na promoção do peso adequado ao nascer e do aleitamento materno e na introdução adequada e oportuna da alimentação complementar saudável são estratégias importantes para maximizar o efeito de PSA no ganho de peso nos primeiros dois anos de vida em crianças de famílias de baixa renda.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Identifying the influence of socioeconomic, care, and feeding factors on children’s nutritional status is important for the evaluation and targeting of public policies based on nutritional interventions. We investigated the sociodemographic and biological factors associated with children aged 6 to 23 months leaving the low weight-for-age condition (weight-for-age z-score < -2) during their participation in a supplementary feeding program (SFP). This is a cohort study with 327 low-income children living in the inland of the state of São Paulo, who joined the SFP with low weight-for-age when they were six months old. The dependent variable was “maintained low weight-for-age during participation in the program” (dichotomous), and the independent variables related to: 1) maternal characteristics: marital status, schooling, age, and work situation; 2) child characteristics: being weaned, gender, birth weight, and age at weighing. We used a multiple multilevel logistic regression for the modeling. Factors positively associated with children’s weight gain were higher age at weighing (OR = 1.20; 95%CI 1.08 - 1.34; p = 0.001); higher birth weight (OR = 1.0011; 95%CI 1.0001 - 1.0019; p = 0.022), and being weaned when joining the program (OR = 0.20; 95%CI 0.08 - 0.52; p = 0.001). Actions focused on promoting appropriate birth weight and breastfeeding, and on adequate and timely introduction to healthy complementary feeding are important strategies to maximize the effects of the SFP on weight gain in the first two years of life of children from low-income families.
  • Threshold-effect of income on periodontitis and interactions with race/ethnicity and education Original Articles

    Celeste, Roger Keller; Oliveira, Sara Cioccari; Junges, Roger

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Os objetivos deste estudo foram explorar a relação entre renda e educação com doença periodontal e avaliar a interação entre eles e raça/etnia. Método: Dados individuais do inquérito epidemiológico de saúde bucal da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SB Brasil 2010) foram obtidos para 9.779 indivíduos. A relação entre renda per capita e educação com saúde periodontal foi suavizada usando técnica de Locally Weighted Scatter-plot Smoother (LOWESS). Utilizou-se regressão logística multivariável para avaliar os efeitos independentes de sexo, idade, renda, educação, raça/etnia, posse de bens, última visita ao dentista e número de pessoas por dormitório. Resultados: A prevalência de adultos com doença periodontal moderada e grave foi de 17,6 e 6,5%, respectivamente. A relação entre saúde periodontal e renda foi curvilínea, com limiar de R$ 1.050/mensais, a partir do qual não havia relação entre as variáveis. Na análise multivariavel, após ajuste por covariadas, apenas renda estava associada significativamente com saúde periodontal. Não foram encontradas interações significantes entre renda e educação ou raça/etnia, nem entre educação com raça/etnia. Conclusões: A relação entre saúde periodontal e renda foi curvilínea com a presença de efeito de limar, dando suporte para programas de transferência de renda. Além do limiar, apenas educação mostrou associação linear negativa com periodontite moderada a severa.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objectives: The aims of this study were to explore the shape of the relationship of income and education with periodontal health, and to assess the interactions between them and race/ethnicity. Method: Individual level data from the Brazilian National Oral Health Survey in 2010 (Pesquisa Nacional de Saúde Bucal-SB Brasil 2010) were obtained for 9,779 subjects. Relations between per capita income and education with periodontal health were smoothed using Locally Weighted Scatter-plot Smoother (Lowess) technique. Multivariable logistic regression was used to assess independent effects of income, education, race/ethnicity adjusted for age, sex and time since last dental appointment. Results: Prevalence of adults with moderate to severe and severe periodontitis was 17.6 and 6.5%, respectively. The relationship between periodontal health and income was curvilinear, showing a threshold of no relationship for income levels higher than US$ 600/month. In multivariable analysis, after controlling for covariates, only income was significantly associated with periodontal health. There was no significant interaction of income with race or education, neither between race and education. Conclusion: The relation between periodontal health and income was curvilinear and indicated the presence of a threshold, supporting income transfer programs. Beyond the threshold, only education presented a negative linear relationship with moderate to severe periodontitis.
Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revbrepi@usp.br