• Evaluation of alcohol outlet density and its relation with violence Original Articles

    Laranjeira, Ronaldo; Hinkly, David

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Devido às fortes evidências de ligação entre disponibilidade de álcool e números de problemas a ele relacionados, inclusive crimes violentos, medidas para reduzir o acesso ao álcool têm sido escolhidas em programas de prevenção. Ao obter informações sobre as vendas de álcool e os locais de venda, buscou-se investigar a disponibilidade de bebidas alcoólicas em uma região densamente povoada e melhorar o entendimento sobre o acesso a essa substância, para que ações preventivas futuras possam beneficiar-se dessas informações. MÉTODOS: O estudo foi realizado em uma região do Município de São Paulo, SP, Brazil. Foram treinados 24 entrevistadores, moradores da região, para fazerem a coleta de dados. Foi selecionada uma área de 19 ruas, cobrindo uma distância de 3.7 km. Foi feito um perfil de cada ponto de venda de bebidas alcoólicas dessa região. RESULTADOS: Foram registrados 107 pontos de venda de álcool. O número de outras propriedades nessa região foi de 1.202. Duas medidas de densidade de pontos de venda podem ser calculadas: número de pontos de venda por kilômetro de rua (29 pontos/km) e proporção de todas as propriedades de venda de álcool (1 em 12). CONCLUSÕES: Comparado a estudos internacionais principalmente de países desenvolvidos, a área estudada tem a mais alta densidade de pontos de vendas de álcool registrada na literatura médica. As informações sobre as vendas de álcool e os locais de venda contribuíram para melhorar o entendimento do acesso ao álcool na região estudada. Ações preventivas futuras poderão beneficiar-se dessas informações.

    Abstract in English:

    OBJECTIVES: The current study set out to investigate alcohol availability in a densely populated, residential area of suburban São Paulo associated with high levels of social deprivation and violence. Gun-related deaths and a heavy concentration of alcohol outlets are notable features of the area surveyed. Given the strong evidence for a link between alcohol availability and a number of alcohol-related problems, including violent crime, measures designed to reduce accessibility have become a favored choice for alcohol prevention programs in recent years. METHODS: The interviewers were 24 residents of the area who were trained for the study. It was selected an area of nineteen streets, covering a total distance of 3.7 km. A profile of each alcohol outlet available on the area was recorded. RESULTS: One hundred and seven alcohol outlets were recorded. The number of other properties in the same area was counted at 1,202. Two measures of outlet density may thus be calculated: the number of outlets per kilometer of roadway (29 outlets/km); and the proportion of all properties that sold alcohol (1 in 12). CONCLUSIONS: The results of this study is compared with others which are mainly from developed countries and shown that the area studied have the highest density of alcohol outlet density ever recorded in the medical literature. The implication of this data related to the violence of the region is discussed. By generating a profile of alcohol sales and selling points, it was hoped to gain a better understanding of alcohol access issues within the sample area. Future alcohol prevention policy would be well served by such knowledge.
  • Narrowing inequalities in infant mortality in Southern Brazil Original Articles

    Goldani, Marcelo Zubaran; Benatti, Rosange; Silva, Antônio Augusto Moura da; Bettiol, Heloisa; Correa, Joel Cristiano Westphal; Tietzmann, Marcos; Barbieri, Marco Antonio

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Determinar as tendências da mortalidade infantil de 1995 a 1999, segundo a escolaridade materna, medidas em base geográfica, em Porto Alegre, Brasil. MÉTODOS: Estudo baseado em dados secundários de um banco de dados municipal, criado em 1994. Todos os nascidos vivos (119.170 nascimentos) e óbitos infantis (1.934 óbitos) foram considerados. Foram definidas cinco diferentes áreas geográficas segundo os quintis de percentagem de escolaridade materna baixa (menos de seis anos de estudo): alta, médio-alta, média, média-baixa e baixa escolaridade. Foi usado o teste do qui-quadrado para tendências de comparação das taxas entre as áreas. Foi calculada a razão de incidências pela regressão de Poisson para identificar excesso de mortalidade infantil nas áreas mais pobres, em comparação com as mais ricas. RESULTADOS: A taxa de mortalidade infantil decresceu de 18,38 por 1.000 nascidos vivos em 1995 e para 12,21 em 1999 (qui-quadrado para tendência p<0,001). Ambos os componentes neonatal e pós-neonatal foram reduzidos, embora a queda pareceu ser mais intensa no componente pós-neonatal. A maior redução foi observada nas áreas mais pobres. CONCLUSÃO: a redução nos componentes de mortalidade neonatal e pós-neonatal em área de mais baixa escolaridade materna.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To determine the trends of infant mortality from 1995 to 1999 according to a geographic area-based measure of maternal education in Porto Alegre, Brazil. METHODS: A registry-based study was carried out and a municipal database created in 1994 was used. All live births (n=119,170) and infant deaths (n=1,934) were considered. Five different geographic areas were defined according to quintiles of the percentage of low maternal educational level (<6 years of schooling): high, medium high, medium, medium low, and low. The chi-square test for trend was used to compare rates between years. Incidence rate ratio was calculated using Poisson regression to identify excess infant mortality in poorer areas compared to higher schooling areas. RESULTS: The infant mortality rate (IMR) decreased steadily from 18.38 deaths per 1,000 live births in 1995 to 12.21 in 1999 (chi-square for trend p<0.001). Both neonatal and post-neonatal mortality rates decreased although the drop seemed to be steeper for the post-neonatal component. The higher decline was seen in poorer areas. CONCLUSION: Inequalities in IMR seem to have decreased due to a steeper reduction in both neonatal and post-neonatal components of infant mortality in lower maternal schooling area.
  • Environmental impact on the bacteriological quality of domestic water supplies in Lagos, Nigeria Original Articles

    Egwari, L; Aboaba, O O

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar o impacto do planejamento urbano, da infra-estrutura, do saneamento e dos índices pluviométricos sobre a qualidade bacteriológica do abastecimento domiciliar de água. MÉTODOS: Foi realizada cultura de amostras de água obtida de poços superficiais e profundos, fossos e água corrente de bicas públicas para determinar o número mais provável de Escherichia coli e coliformes totais por meio da técnica de múltiplos tubos. Patógenos entéricos foram detectados pelo uso de meios diferenciais e seletivos. Amostras foram coletadas durante os períodos de seca e de chuvas intensas em municípios com características singulares de infra-estrutura, planejamento urbano e saneamento. RESULTADOS: A contaminação de água tratada ou encanada esteve relacionada à distância do ponto de coleta com relação à estação de tratamento. Defeitos na canalização aumentaram o índice de contaminação (p<0,5), principalmente em áreas densamente povoadas com infra-estrutura arruinada. Os despejos de bueiros representaram a principal fonte de contaminação da água encanada. Houve maior contaminação em poços superficiais do que em fossos e durante os períodos de chuvas intensas (p<0,05). E. coli e outros patógenos entéricos foram isolados de fontes de abastecimento contaminadas. CONCLUSÕES: A falta de planejamento urbano, as más condições de infra-estrutura e a localização indiscriminada de poços e fossos contribuíram para a baixa qualidade bacteriológica do abastecimento domiciliar de água. As águas das chuvas agravaram o impacto.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To assess the impact of town planning, infrastructure, sanitation and rainfall on the bacteriological quality of domestic water supplies. METHODS: Water samples obtained from deep and shallow wells, boreholes and public taps were cultured to determine the most probable number of Escherichia coli and total coliform using the multiple tube technique. Presence of enteric pathogens was detected using selective and differential media. Samples were collected during both periods of heavy and low rainfall and from municipalities that are unique with respect to infrastructure planning, town planning and sanitation. RESULTS: Contamination of treated and pipe distributed water was related with distance of the collection point from a utility station. Faults in pipelines increased the rate of contamination (p<0.5) and this occurred mostly in densely populated areas with dilapidated infrastructure. Wastewater from drains was the main source of contamination of pipe-borne water. Shallow wells were more contaminated than deep wells and boreholes and contamination was higher during period of heavy rainfall (p<0.05). E. coli and enteric pathogens were isolated from contaminated supplies. CONCLUSIONS: Poor town planning, dilapidated infrastructure and indiscriminate siting of wells and boreholes contributed to the low bacteriological quality of domestic water supplies. Rainfall accentuated the impact.
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@org.usp.br