• Integrative and Complementary Practices in basic health care: a bibliometric study of Brazilian production Revisão

    Aguiar, Jordana; Kanan, Lilia Aparecida; Masiero, Anelise Viapiana

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO As Práticas Integrativas e Complementares (PICs) são realidade no Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2006, pela Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC). Este estudo objetivou conhecer as principais características da produção científica sobre PICs na atenção básica em saúde desenvolvida no Brasil durante os 10 primeiros anos de implementação da PNPIC, além de apontar os principais resultados constatados nesses estudos. O método foi sustentado pela bibliometria. Como resultado, destacam-se as pesquisas vinculadas à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e publicações do periódico ‘Ciência e Saúde Coletiva’. O maior número de artigos foi publicado entre 2011 e 2014. Grande parte deles pretendeu analisar o contexto da implementação e do uso das PICs. Foram citadas, especialmente, fitoterapia, homeopatia e acupuntura. Como resultado do uso das PICs, encontraram-se: redução da medicalização; empoderamento e responsabilização dos usuários; redução da frequência de transtornos mentais comuns; baixo custo; ausência de efeitos colaterais; promoção de saúde. Entre os principais problemas tratados estão: transtornos mentais; relações sociais; psicossomáticos; insônia; doenças crônicas. As potencialidades e fragilidades citadas nos estudos merecem mais atenção por parte da academia e dos gestores da área da saúde.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Integrative and Complementary Practices (PICs) are a reality in the Unified Health System (SUS) since 2006, by the National Policy on Integrative and Complementary Practices (PNPIC). This study aimed to know the main characteristics of scientific production on PICs in basic health care developed in Brazil during the first 10 years of PNPIC implementation, in addition to pointing out the main results observed in these studies. The method was supported by bibliometrics. As a result, the researches related to the Federal University of Santa Catarina (UFSC) and publications of the journal ‘Ciência e Saúde Coletiva’ stand out. The largest number of articles was published between 2011 and 2014. Most of them intended to analyze the context of implementation and use of PICs. Phytotherapy, homeopathy and acupuncture were the most mentioned. As a result of the use of PICs, it was founded: reduction of medicalization; empowerment and accountability of users; reduction of the frequency of common mental disorders; low cost; absence of side effects; health promotion. Among the main problems are: mental disorders; social relationships; psychosomatic; insomnia; chronic diseases. The potentialities and weaknesses cited in the studies deserve more attention from academia and managers of the health area.
  • Multiprofessional Health Residency Program: what publications show Revisão

    Silva, Cinthia Alves da; Dalbello-Araujo, Maristela

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O artigo aborda o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMS), através da revisão bibliográfica de 25 artigos, publicados entre 2010 e 2015. A maioria dos artigos vem da região Sudeste do Brasil, foi publicada em 2015 e é fruto de dissertações e teses. Os artigos confirmam a hegemonia do modelo biomédico na saúde e a precarização das condições de trabalho e estrutura dos serviços, fatores que impactam as relações estabelecidas entre residentes e demais trabalhadores, produzindo inúmeros questionamentos sobre a formação e a prática profissional através dos PRMS. É importante dizer que as estratégias para enfrentamento dessas problemáticas e para transformação da realidade também são destacadas nos artigos, evidenciando confiança nas potencialidades dos PRMS e do SUS como política pública e direito a ser defendido.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The article addresses the Multiprofessional Health Residency Program (PRMS), through the bibliographical review of 25 articles, published between 2010 and 2015. Most of the articles come from the Southeast region of Brazil, was published in 2015 and is the result of dissertations and theses. The articles confirm the hegemony of the biomedical model inhealth and the precariousness of the working conditions and service structure, factors that impact the relations established between residents and other workers, producing numerous questions about the training and the professional practice through PRMS. It is important to say that the strategies for coping with these problems and for transforming reality are also highlighted in the articles, evidencing confidence in the potential of PRMS and SUS as public policy and the right to be defended.
  • Culture of people originating from the Amazon rainforest during pregnancy and the puerperium: a scope review from the point of view of food and nutrition security Revisão

    Silva, Angélica Baptista; Andrade Filha, Ianê Germano de; Benevides, Katherine Mary Marcelino; Silva, Deborah Moraes da; Rodrigues, Pedro Máximo de Andrade; Silva, Sandra Cavalcante; Garzón, Martha Inés Camargo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A desnutrição na população indígena é um problema de saúde pública atual e uma das principais causas de morbimortalidade das crianças desses grupos no Brasil. Para subsidiar ações de promoção da educação alimentar e nutricional, abrangendo povos da floresta do estado do Amazonas, Brasil, cujo território faz fronteira com a Colômbia, além da visita de campo em 2018, fez-se necessário, concomitantemente, mapear na literatura como essa população vive e de que maneira o cuidado é prestado. A revisão de escopo buscou tópicos referentes ao modo de vida das mulheres e crianças na Amazônia, à dieta durante o período gestacional e do puerpério, a práticas de aleitamento, à introdução de alimentos sólidos ao bebê e aos cuidados dos serviços de saúde. Como resultado, foram recuperados 21 estudos multidisciplinares. Encontrou-se que a comida tradicional tem valor nutricional maior do que a industrializada, a culinária local é uma fonte de renda das mulheres indígenas no meio urbano e um elo entre etnias. Conclui-se que as pesquisas devem incorporar o paradigma da promoção da saúde e abranger temas como a aculturação indígena nos centros urbanos amazônicos, a chegada da internet nas aldeias e o papel do cuidado à distância, que necessitam ser investigados para melhor enfrentamento do problema.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Malnutrition in the indigenous population is a current public health problem and a major cause of morbidity and mortality of children in these groups in Brazil. In order to support actions to promote food and nutrition education, including forest peoples from the state of Amazonas, Brazil, whose territory borders Colombia, in addition to the field visit in 2018, it was necessary, at the same time, to map the literature as this one. Population lives and how care is provided. The scope review sought topics related to the lifestyle of women and children in the Amazon, diet during pregnancy and the postpartum period, breastfeeding practices, the introduction of solid foods to the baby, and the care of health services. As a result, 21 multidisciplinary studies were retrieved. Traditional food has been found to have higher nutritional value than industrialized food, and local cuisine is a source of income for indigenous women in the urban environment and a link between ethnicities. It is concluded that the researches should incorporate the health promotion paradigm and cover themes such as indigenous acculturation in the Amazonian urban centers, the arrival of the internet in the villages and the role of distance care, which needs to be investigated to better address the problem.
Centro Brasileiro de Estudos de Saúde RJ - Brazil
E-mail: revista@saudeemdebate.org.br