Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 15, Issue: 2, Published: 2005
  • As ciências sociais e humanas e a saúde coletiva

    Camargo Jr., Kenneth Rochel de
  • Frailty of life and development of social sciences in the field of health

    Herzlich, Claudine

    Abstract in Portuguese:

    A fragilidade da vida humana e a fragilidade da vida social e coletiva são os objetos históricos da medicina e das ciências sociais, respectivamente. Este artigo examina as articulações entre esses dois aspectos da fragilidade da vida, através das relações entre ciências sociais, medicina e saúde pública, em seu histórico de ocasional cooperação mas também de confrontamento e ignorância recíproca, com base em casos históricos - especificamente franceses, ingleses e americanos. Enquanto que na medicina se observa interesse precoce pelos aspectos sociais do adoecer - mesmo que sem maiores conseqüências a longo prazo - nas ciências sociais, exceção feita a Mauss, só após a Segunda Guerra Mundial surgem estudos sistemáticos sobre a saúde, em parte vinculados à implantação de sistemas de proteção social em muitos países no pós-guerra. Em uma conjuntura posterior, de retração econômica e forte crítica social, já na década de setenta do século passado, desenvolve-se na França a sociologia da saúde, dando porém preeminência ao "mercado da saúde" e relegando a reflexão sobre a fragilidade da vida a um plano secundário. Mais recentemente, ao final do último século, a epidemiologia social é resgatada do limbo, enfocando mais uma vez a fragilidade da vida como a um tempo corporal e social, buscando maior aproximação com as ciências sociais. Estas têm uma contribuição fundamental para o campo da saúde pública, analisando sistemas de cuidados médicos e o acesso aos mesmos, o impacto social da fragilidade corporal ou ainda o sentido atribuído pelos indivíduos à experiência da doença. É, por fim, sobretudo na identificação de problemas sociais ligados à saúde de pessoas e populações, demandando ação política, que a contribuição das ciências sociais é fundamental.

    Abstract in English:

    The frailty of the human life and the frailty of the social and collective lives are the historical objects of medicine and the social sciences, respectively. This paper examines the connections between those two aspects of the frailty of life, through the relationships between the social sciences, medicine and public health, in their history of occasional cooperational but also of confrontation and mutual ignorance, based on historical cases - namely, French, English and American. Whereas in medicine there was an early interest on the social aspects of diseases - even though it had no lasting consequences - in the social sciences, Mauss excepted, it is only after the second world war that systematic studies about health are produced, partly linked to the establishment of systems of social protection in many countries in the aftermath of the war. In a later conjuncture, of economical retraction and strong social criticism, in last century's seventies, the sociology of health is developed in France, giving prominence to the "health market" and relegating the reflection on the frailty of life to a secondary plane. More recently, at the end of the last century, social epidemiology was rescued from the limbo, once more focusing the frailty of life as both a corporal and social issue, reaching for a closer cooperation with the social sciences. The latter have a key contribution to public health, analyzing health care systems and the access to them, the social impact of the frailty of the body or the meaning attributed by individuals experiencing it as well. It is, finally, foremost in identifying social problems linked with the health of individuals and populations, demanding in turn political action, that the contribution of the social sciences is fundamental.
  • The molecularized mind and the search for incipient dementia

    Lock, Margareth

    Abstract in Portuguese:

    A autora apresenta uma visão crítica do determinismo genético predominante em parte da pesquisa genética, a partir de uma revisão de seus principais marcos históricos, recorrendo a autores como Kay e Lewontin, entre outros. A partir desta delimitação, aborda a discussão em torno da possibilidade de um diagnóstico precoce da doença de Alzheimer (DA), incluindo-se tentativas de identificar possíveis marcadores de risco para a mesma, a discussão das próprias dificuldades diagnósticas e mesmo taxonômicas da DA, em particular da forma denominada de início tardio (late onset). A autora enfatiza o quanto as várias teorias causais vigentes (relevantes para a idéia de diagnóstico precoce) desvalorizam ou mesmo omitem a participação de fatores sociais no desencadeamento da DA. A seguir, destaca os vários e conflitantes achados sobre possíveis marcadores genéticos de risco para a DA, que apesar de sua precariedade ainda assim levam à produção de testes para sua detecção. Por fim, a autora examina em detalhes o projeto REVEAL, do National Institutes of Health (NIH, órgão governamental norte-americano), ora em curso e que busca identificar o gene APOE na população geral americana. O artigo se encerra com uma descrição das repercussões subjetivas nos indivíduos que participaram desse teste.

    Abstract in English:

    The author presents a critique of the prevailing genetic determinism in part of the genetic research, based on a revision of its main historical landmarks, resorting to the works of authors such as Kay and Lewontin, among others. Building on this delimitation, she examines the discussions on the possibility of an early diagnosis of Alzheimer's Disease (AD), including attempts to identify possible risk markers for it, including the discussion of the very diagnostic and taxonomic difficulties of DA, in particular of the termed late onset form. The author emphasizes the extent that current causal theories (relevant to the idea of early diagnosis) downplay or even omit the role of social factors in the onset of AD. She then outlines the diverse and conflicting findings on possible genetic risk markers for AD, which, even with meager results, still lead to the production of tests for their detection. Finally, the author examines in detail the REVEAL project, of the National Institutes of Health (NIH), currently under way, which aims to identify the APOE gen in the general American population. The article concludes with a description of the subjective repercussions in the subjects that participated in that test.
  • The body and medical visualization technologies: between fragmentation in the culture of the spectacle and the phenomenology of the living body Temas Livres

    Ortega, Francisco

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo tem como objetivo analisar o impacto das tecnologias da visualização médica sobre a corporeidade no contexto da cultura do espetáculo. O sucesso dessas tecnologias para além do âmbito estritamente biomédico deve ser compreendido no contexto da visualidade espetacular. Tanto a visualidade espetacular como a visualidade médica colocam em questão o estatuto do Real corporal e oferecem a imagem do corpo como o próprio corpo, um corpo que é ao mesmo tempo real e virtual. O corpo virtual é um ícone da cultura do espetáculo, na qual a imagem atinge uma materialidade singular que compete pelo estatuto de realidade com a materialidade do corpo físico. A esse modelo se opõe nossa experiência encarnada do corpo físico unificado, como sujeito de ação no mundo, que implica o conjunto dos sentidos e que escapa na mera apreensão visual e objetivante da mídia e das tecnologias de imageamento. Portanto, a corporificação imaterial das tecnologias médicas é uma pseudocorporificação, na qual o que se perde é a substância, o corpo.

    Abstract in English:

    This article aims to analyze the impact of medical visualization technologies on corporality in the context of the culture of the spectacle. The success of such technologies beyond the biomedical field itself should be understood in the context of spectacular visuality. Both spectacular and medical visuality challenge the statue of the corporal real and offer the body's image as the body itself, a body which is both real and virtual. The virtual body is an icon of the culture of the spectacle, in which the image achieves a unique materiality that competes with the materiality of the physical body for the statute of reality. Opposed to this model is our incarnate experience of the unified physical body as the subject of action in the world, involving our senses as a whole and escaping in the mere visual and objectifying grasp of the media and imaging technologies. Thus, the immaterial embodiment of medical technologies is a pseudo-embodiment, in which the substance, the body, is lost.
  • The medicalisation of sexuality. Foucault and Lantéri Laura: a history of medicine or a history of sexuality? Temas Livres

    Giami, Alain

    Abstract in Portuguese:

    O livro de Lantéri-Laura, Leitura das perversões: história de sua apropriação médica, foi publicado em 1979, três anos depois do primeiro volume da História da sexualidade, de Michel Foucault. Os dois livros lidam com a história da sexualidade no século XIX, mas, curiosamente, Lantéri-Laura não cita Foucault. Uma leitura atenta de ambos os textos demonstra dois pontos: (1) enquanto Foucault estava preocupado com a relação entre sexualidade e verdade, poder e conhecimento, Lantéri-Laura trabalhou mais especificamente com perversões sexuais e o modo como a psiquiatria as redefiniu, ao retirá-las do campo da religião e da lei; (2) além disso, Foucault não elaborou uma análise crítica da psicanálise. Ao invés, usou o molde psicanalítico para construir o modelo do "aparato de sexualidade" baseado na linguagem. Por sua parte, Lantéri-Laura evidenciou o limitado distanciamento que Freud tinha das categorias sexológicas de seu tempo e do retorno, na psicanálise lacaniana, para categorias que eram ancoradas na moralidade social dominante do período. Por fim, onde Lantéri-Laura tentou objetificar a psicanálise e colocá-la numa perspectiva histórica e ideológica, Foucault estava ativamente inspirado pelo modelo psicanalítico e o utilizou na construção histórica e social da sexualidade.

    Abstract in English:

    Lantéri-Laura's book, Reading perversion: a history of its medical appropriation was published in 1979, three years after Michel Foucault's first volume of The History of Sexuality. These two books deal with the history of sexuality in the 19th century, yet strangely Lantéri-Laura does not cite Foucault. A close reading of both texts demonstrates two points: (1) while Foucault was mainly concerned with the relationship between sexuality and truth, power and knowledge, Lantéri-Laura worked more specifically on sexual perversions and the way in which psychiatry redefined them by withdrawing them from the fields of religion and law; (2) moreover, Foucault did not undertake a critical analysis of psychoanalysis. Instead, he used the psychoanalytic model to construct the model of the "apparatus of sexuality" based on language. For his part, Lantéri-Laura provided evidence of the limited withdrawal of Freud on the sexological categories of his time and a return within lacanian psychoanalysis to categories that were anchored in the dominant social morality of the time. Finally, whereas Lantéri-Laura attempted to objectify psychoanalysis and to place it within a historical and ideological perspective, Foucault was in the end actively inspired by the psychoanalytical model and used it in social and historical construction of sexuality.
  • A touch of voyeurism Temas Livres

    Henrique, Márcio Couto

    Abstract in Portuguese:

    Por muito tempo, duvidou-se da possibilidade de se penetrar na história íntima dos brasileiros de séculos passados através da leitura de seus diários, tidos como inexistentes. Entretanto, pesquisas mais recentes têm demonstrado que essa vontade de se revelar aos outros através da escrita de diários e de outros registros íntimos também existiu no Brasil do século XIX. Neste artigo, consideramos que a insuficiência ou a falta de visibilidade dos diários íntimos no Brasil é, em grande parte, resultado de escolhas efetuadas por nossos antepassados, que muitas vezes optaram por destruir seus registros íntimos para não correrem o risco de ter sua vida devassada pela curiosidade alheia. Ou ainda escolhas de arquivistas e pesquisadores, que por muito tempo se recusaram a conferir a esse tipo de documentação o status de fonte histórica. Mais especificamente, analisamos o diário de José Vieira Couto de Magalhães (1837-1898), importante político e intelectual do Brasil do século XIX, procurando perceber até que ponto, ao comunicar-se para si mesmo, o autor também comunica um pouco do mundo em que vivia ou como se relacionava com esse mundo. Referente ao período de permanência do autor em Londres (1880-1887), o diário registra seu menoscabo pelas mulheres, seus sonhos eróticos homossexuais, seus cuidados com o corpo, seu pavor diante da possibilidade de adoecer, entre outros temas, o que constitui excelente oportunidade para evidenciarmos a legitimidade da sexualidade enquanto objeto de pesquisa e reflexão das ciências sociais.

    Abstract in English:

    For years many have doubted whether it was possible to delve into the private history of Brazilians from previous centuries by reading their personal journals, considered nonexistent. However, recent research has demonstrated that the desire to reveal oneself to others by keeping diaries and other personal records also existed in Brazil in the 19th century. In this article we contend that the insufficiency or lack of visibility of diaries in Brazil resulted mainly from choice by our ancestors, who often opted to destroy such personal records to avoid having others shuffle curiously through their private lives. In other cases, archivists and researchers neglected to acknowledge and classify such documents as historical sources. More specifically, we analyze the diary of José Vieira Couto de Magalhães (1837-1898), an important 19th century Brazilian politician and intellectual, in the attempt to perceive to what extent the author's communication of himself also conveyed a little of the world in which he viewed himself, or how he related to it. Referring to the time he spent in London (1880-1887), the diary records his belittlement of women, his homoerotic dreams, his preening, his dread at the thought of falling ill, and other topics, thus constituting an excellent opportunity to highlight the legitimacy of sexuality as an object of research and reflection by the Social Sciences.
  • If your symptoms fail to improve, consult a doctor: is this regulation? Temas Livres

    Nascimento, Álvaro César; Sayd, Jane Dutra

    Abstract in Portuguese:

    O tripé formado pela indústria farmacêutica, agências de publicidade e empresas de comunicação tem implementado intensa estratégia de marketing para elevar o consumo de medicamentos pela população. Esta realidade impõe um desafio: na utilização de medicamentos, até onde prevalece a exigência terapêutica voltada para o controle de enfermidades e começa a pressão mercadológica a estimular o seu consumo? Por outro lado, a exploração do valor simbólico do medicamento pela grande mídia passa a representar poderoso instrumento de indução de hábitos para elevar seu consumo. Em novembro de 2000, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária publica a Resolução de Diretoria Colegiada 102, tentando impor limites ao setor. Este estudo analisa cem propagandas de medicamentos veiculadas entre os meses de outubro de 2002 e julho de 2003, compara suas mensagens com os limites da nova legislação e conclui que todas elas agridem um ou mais artigos da Resolução. Para além de um maior esforço fiscalizador, este trabalho discute o próprio modelo regulatório adotado, que não tem conseguido alcançar o objetivo a que se propõe.

    Abstract in English:

    The triad formed by the pharmaceutical industry, advertising agencies, and communications companies has deployed an intense marketing strategy to increase drug consumption by the population. This reality raises a challenge: in the use of medicines, where does the treatment demand for controlling diseases end and the market pressure to encourage consumption begin? In addition, exploitation of medicines' symbolic value by the mainstream media becomes a powerful tool to induce habits and increase drug consumption. Medicines have been the leading cause of human poisoning in Brazil since 1995 (if one includes suicide attempts, they become the second most common cause, according to Annual Statistics on Cases of Human Intoxication and Poisoning, Sinitox, 1995-2002). All medicines entail potential risk, and the adverse reactions multiply with incorrect and indiscriminate use. The elderly, children, and individuals with chronic diseases form a huge contingent exposed to drug advertising, with no warning as to the use of substances that can be harmful to these groups. In November 2000 the National Health Surveillance Agency (ANVISA) published Ruling 102, attempting to place limits on the industry. The current study analyzes 100 drug advertisements published from October 2002 to July 2003, compares their messages with the provisions of the new legislation, and concludes that they all violate one or more articles of the Ruling. Beyond greater surveillance, this study discusses the regulatory model itself, which has failed to reach its own self-defined objectives.
  • Interaction/action by the family health team with the elderly population in Canal do Anil, Rio de Janeiro Temas Livres

    Castro, Magda Ribeiro de; Vargas, Liliana Angel

    Abstract in Portuguese:

    O presente estudo foi realizado em uma comunidade em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, onde foi implantando o Programa de Saúde da Família. Teve como objeto as ações desenvolvidas pela equipe de saúde da família do Canal do Anil aos idosos adscritos no programa, com os seguintes objetivos: distinguir as ações implementadas pela equipe das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde; analisar se essas ações contribuem na melhoria da qualidade de vida dos idosos e identificar a valorização e importância que a equipe dispensa a esse grupo etário. É um estudo de abordagem qualitativa, que utilizou para a coleta de dados a observação participante e a entrevista semi-estruturada. Como resultado, foi possível identificar que as ações realizadas pela equipe multiprofissional contribuem para a qualidade de vida dos idosos, por meio da preocupação com medicamentos, melhora do estado geral, alimentação e preocupação com a socialização. As evidências do estudo apontam, ainda, ser necessário atentar para as questões referentes ao envelhecimento, visando à promoção da assistência para atender às reais necessidades desse grupo e o conhecimento objetivando erradicar o preconceito ainda existente.

    Abstract in English:

    The current study was conducted in a community in Jacarepaguá, Rio de Janeiro, where a Family Health Program has been implemented. The study focused on the actions developed by the family health team in the Canal do Anil community with senior citizens enrolled in the program, with the following objectives: distinguish between the actions implemented by the team and those recommended by the Ministry of Health; analyze whether these actions contribute to improved quality of life for the elderly; and identify how the team values this age group. Methodology: this was a qualitative study, utilizing participatory observation and a semi-structured interview for the data collection. As results, we observed that the actions implemented by the multi-professional team contributed to the senior citizens' quality of life by means of concern for their medication, improved overall health status, nutrition, and socialization. The study's evidence further demonstrates the need to be alert to issues of aging in order to promote the proper care to meet this group's real needs and foster knowledge to eradicate persistent prejudices towards the elderly.
  • Sociabilidade e sociedade de risco: um estudo sobre relações na modernidade Resenhas e Críticas Bibliográficas

    Guedes, Cristiano
  • Dois é par: uma referência fundamental nos estudos de gênero e conjugalidade nas camadas médias urbanas brasileiras Resenhas e Críticas Bibliográficas

    Goldenberg, Mirian
  • A sociologia da saúde: análise de um manual Resenhas e Críticas Bibliográficas

    Castellanos, Marcelo E. P.; Nunes, Everardo Duarte
IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br