• Strategies for changes in primary health care: evaluating the pilot implementation of the Project on Young Men's Health in Rio de Janeiro, Brazil Artigo

    Bursztyn, Ivani

    Abstract in Portuguese:

    Visando aumentar a adesão do homem jovem ao programa de atenção à saúde do adolescente, foi desenvolvido um projeto, implantado de forma piloto em cinco unidades básicas do Município do Rio de Janeiro, Brasil. Este artigo apresenta os resultados de uma avaliação conduzida ao fim do primeiro ano de implantação das ações do projeto, tendo como objetivo identificar características dos serviços que desempenham papel estratégico para mudança, assim com aqueles que contribuem para a resistência. A metodologia empregada baseia-se em técnicas de planejamento participativo e avaliação rápida (RAP). Considerando-se os princípios das práticas programáticas elaborou-se uma matriz com cinco eixos: implantação das ações do PROSAD, equipe interdisciplinar de saúde, organização da assistência, cooperação intersetorial e participação do usuário. Foram realizadas oficinas para auto-avaliação com as equipes locais. Observou-se que, apesar do bom nível de sensibilização dos profissionais, o resultado do projeto variou entre as unidades. Aspectos como a excessiva centralização e falta de flexibilidade parecem estar relacionados com a menor capacidade de incorporação de novas práticas. Por outro lado, nos serviços onde se adotaram estratégias específicas foram registrados resultados de sucesso.

    Abstract in English:

    To improve young men's adherence to a teenage health care program, a project was developed and implemented with a pilot phase in primary health centers in the city of Rio de Janeiro, Brazil. This article presents the results of an evaluation performed at the end of the first year, aimed at identifying characteristics in the health care services that play a strategic role for change, as well as those that contribute to resistance. The methodology was based on participatory planning techniques and rapid assessment procedures (RAP). Considering the principles of the program's practices, a matrix was developed with five categories: implementation of the project's activities, interdisciplinary health team, health care organization, inter-sector cooperation, and user participation. Self-assessment workshops were held with the local teams. Despite good awareness among the health professionals, the project's results varied between health centers. Over-centralization and lack of flexibility appear to be related to lower capacity to incorporate new practices. Meanwhile, the health centers where specific strategies were observed also showed more successful results.
  • Total hair mercury in children from a coastal population in Cananéia, São Paulo State, Brazil Artigo

    Farias, Luciana A.; Santos, Nathália Renata dos; Favaro, Déborah I. T.; Braga, Elisabete S.

    Abstract in Portuguese:

    Os níveis de mercúrio (Hg) total em cabelos estão diretamente relacionados à alimentação, particularmente ao consumo de peixes por populações costeiras com grande representação caiçara. No presente estudo foram avaliados os níveis de mercúrio total em cabelos de crianças com idade entre 4 e 12 anos, pertencente a três escolas públicas da cidade de Cananéia, São Paulo, Brasil. Os resultados obtidos (mediana e intervalo) para mercúrio total foram de: 0,04mg.kg-1 (0,01-0,77mg.kg-1), 0,39mg.kg-1 (< 0,01-3,33mg.kg-1) e 0,39mg.kg-1 (< 0,01-2,81mg.kg-1) considerando as escolas ES1, ES2 e ES3, respectivamente. Em geral, os valores encontrados estiveram bem abaixo do valor preconizado pela Organização Mundial da Saúde para uma população adulta não exposta ao mercúrio (2,0mg.kg-1). Os baixos valores observados e a inexistência de valores de referência para mercúrio total em cabelos de crianças brasileiras possibilitam a consideração desses valores como possível referência nacional em cabelos de populações costeiras, uma vez que foram obtidos em região de baixo impacto ambiental.

    Abstract in English:

    Mercury (Hg) levels in hair are directly related to eating habits, especially fish consumption by coastal populations with a large contingent of traditional fishing families. This study assessed total Hg levels in children's hair. The study group was selected from three public elementary schools in Cananéia, São Paulo State, Brazil (ages 4 to 12 years). The results (median and range) for total Hg levels in children's hair were: 0.04mg.kg-1 (0.01-0.77mg.kg-1), 0.39mg.kg-1 (< 0.01-3.33mg.kg-1), and 0.39mg.kg-1 (< 0.01-2.81mg.kg-1) for schools ES1, ES2, and ES3, respectively. The values were well below the level set by World Health Organization for an adult population unexposed to Hg (2.0mg.kg-1). However, since there are no existing reference values for total Hg in children's hair, these results can be used as a contribution to establishing reference values for total hair Hg in Brazilian children living in coastal areas.
  • Mortality Data System: a case study on municipalities with data underreporting Artigo

    Frias, Paulo Germano de; Pereira, Pricila Melissa Honorato; Andrade, Carla Lourenço Tavares de; Szwarcwald, Célia Landmann

    Abstract in Portuguese:

    Esse estudo foi parte de uma pesquisa realizada em aglomerados de municípios brasileiros com precariedade das informações de óbito, visando à estimação da mortalidade infantil nessas áreas no ano 2000. O artigo discute as principais fontes de informação do óbito infantil nesses municípios, assim como alguns dos problemas relacionados à operacionalização do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). A metodologia adotada foi a de busca ativa de óbitos em fontes oficiais e não oficiais de informações previamente cadastradas. A busca ativa identificou 344 óbitos não processados no SIM (66% do total de óbitos). Foi observado um baixo percentual de óbitos processados no SIM oriundos das fontes oficiais: cartórios e estabelecimentos de saúde, o que assinalou para problemas tanto na notificação do óbito e emissão da declaração de óbito quanto no fluxo de informações. A elevada contribuição do Programa Agentes Comunitários de Saúde/Programa Saúde da Família na identificação de óbitos infantis aponta para a necessidade de busca ativa de informações nesta fonte como rotina nos municípios com precariedade dos dados. A insuficiente capacitação dos profissionais e a alta rotatividade de técnicos foram questões-chave para a deficiente operacionalização do sistema.

    Abstract in English:

    The study was part of a survey conducted in clusters of Brazilian municipalities (counties) characterized by serious underreporting of deaths, with the objective of estimating infant mortality in these areas in 2000. The article discusses the principal sources of information on infant deaths in these municipalities, as well as some problems related to the implementation of the Mortality Data System (SIM). The methodology included an active search for deaths in previously registered official and unofficial sources, which identified 344 deaths not processed in the SIM (66% of total deaths). There were a low percentage of deaths processed in the SIM and coming from official sources (notary public offices and healthcare facilities), thus highlighting problems with reporting of deaths, issuing of death certificates, and data flows. The important contribution by the Community Health Agents Program/ Family Health Program points to the need for active data search in this source as a routine activity in municipalities with underreporting of data. Insufficient training of professionals and high staff turnover were major issues in the system's deficient implementation.
  • Use of outpatient services by the elderly in the South and Northeast of Brazil Artigo

    Rodrigues, Maria Aparecida Pinheiro; Facchini, Luiz Augusto; Piccini, Roberto Xavier; Tomasi, Elaine; Thumé, Elaine; Silveira, Denise Silva; Paniz, Vera Maria Vieira; Siqueira, Fernando Vinholes

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo avaliou a utilização de serviços ambulatoriais por idosos. Foram utilizados dados de 4.003 idosos do estudo de linha de base que avaliou o Projeto de Expansão e Consolidação do Saúde da Família (PROESF) em 41 municípios das regiões Sul e Nordeste do Brasil. O uso de serviços ambulatoriais foi maior e mais adequado às necessidades de saúde dos idosos no Sul do que no Nordeste. A atenção básica à saúde, em ambas as regiões, atendeu a demanda dos idosos em piores condições sócio-econômicas, porém aqueles com maiores necessidades de cuidados foram atendidos em outros locais. Os resultados indicam que é preciso aumentar a oferta de serviços ambulatoriais de saúde e garantir o acesso aos idosos, especialmente os portadores de limitações funcionais, na Região Nordeste. Em ambas as regiões a atenção básica à saúde, além de promover a eqüidade, deve ter abordagens direcionadas às necessidades de saúde dos idosos.

    Abstract in English:

    This study evaluated the use of outpatient services by senior citizens (N = 4,003) drawing on data from the baseline study that evaluated the Project for Expansion and Consolidation of the Family Health Strategy (PROESF) in 41 cities in South and Northeast Brazil. Use of outpatient services was greater and more appropriate to the needs of the elderly in the South than in the Northeast. Primary care facilities in both regions met the demand by lower-income elderly, but those requiring more care were treated at other levels. The results highlight the need to increase the supply of outpatient services and ensure access by the elderly, particularly for individuals with functional impairments in the Northeast. In addition to promoting equity, primary care in both regions should adopt targeted approaches for the health needs of senior citizens.
  • Surveillance of risk factors for non-communicable diseases among adolescents: the experience in Rio de Janeiro, Brazil Artigo

    Castro, Inês Rugani Ribeiro de; Cardoso, Letícia Oliveira; Engstrom, Elyne Montenegro; Levy, Renata Bertazzi; Monteiro, Carlos Augusto

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho apresenta métodos e resultados da implantação de sistema de vigilância de fatores de risco para doenças não transmissíveis entre adolescentes. Uma amostra (n = 1.699) probabilística de alunos de oitava série do ensino fundamental da rede pública municipal de ensino do Rio de Janeiro, Brasil, respondeu a questionário autopreenchido anônimo sobre consumo alimentar, atividade física, atividades sedentárias de lazer e consumo de cigarro. Estimativas de prevalência dos fatores de risco foram calculadas para o total da amostra e segundo sexo. Taxas de não resposta variaram de 0,2% a 13,4%. Foram observados: baixo consumo de frutas (45,8%) e hortaliças (20% e 16,5% para saladas e legumes cozidos), consumo freqüente de refrigerantes (36,7%), balas e doces (46,7%), grande quantidade de horas alocadas em frente à TV, computador ou videogame (71,7% alocam pelo menos 4h/dia nestas atividades), baixa freqüência de prática regular de atividade física (40%) e prevalência de 6,4% de fumantes. Meninas apresentaram menores índices de atividade física e maiores de consumo de cigarro. O sistema testado mostrou-se factível e indicou prevalências relevantes de fatores de risco para doenças não transmissíveis.

    Abstract in English:

    This paper presents the methodology and results of the implementation of a Surveillance System for Non-Communicable Disease Risk Factors in Adolescents. A random sample of 8th-grade students (n = 1,684) enrolled in municipal schools in Rio de Janeiro, Brazil, was studied. Students were asked to complete a confidential questionnaire on food consumption, physical activity, sedentary leisure-time activities, and tobacco consumption. Prevalence estimates of risk factors were calculated for the entire sample and by gender. Non-response rates ranged from 1.1 to 8.9%. The findings included low consumption of fruits (45.8%) and vegetables (20.0% and 16.5% for salads and cooked vegetables, respectively), regular consumption of soft drinks (36.7%) and candies (46.7%), extensive time on TV, computer, and videogames (71.7% spend at least 4h/day at these activities), low frequency of regular physical activity (40%), and 6.4% prevalence of smoking. Girls showed less physical activity and more smoking. The system appeared to be feasible and indicated high prevalence of risk factors for non-communicable diseases.
  • Breaking silence and its barriers: a household survey on domestic violence against the elderly within the scope of a Family Health Program in Niterói, Rio de Janeiro State, Brazil Artigo

    Moraes, Claudia Leite de; Apratto Júnior, Paulo Cavalcante; Reichenheim, Michael Eduardo

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do estudo é estimar a prevalência da violência física contra idosos no ambiente doméstico em população adstrita ao Programa Médico de Família de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Por meio de um inquérito de base populacional, foram entrevistados 322 indivíduos com 60 anos ou mais, selecionados através de amostragem aleatória simples a partir do censo de idosos adstritos a seis equipes de saúde da família. Para detecção de violência física contra idosos, utilizou-se a versão em português da Conflict Tactics Scales (CTS1). A violência física de qualquer gravidade foi relatada por 10,1% (IC95%: 6,7; 13,4) dos entrevistados, enquanto que 7,9% (IC95%: 4,9; 10,8) referiram ter sido vítimas de violência física grave no ano anterior à entrevista. A violência esteve mais presente entre os mais novos, os que moram com maior número de indivíduos, os com história de diabetes e/ou doença articular. A grande magnitude do evento, sua maior prevalência entre indivíduos que apresentam outras vulnerabilidades e suas conseqüências negativas à saúde impõem que a Estratégia Saúde da Família incorpore ações para o enfrentamento da violência física contra idosos às suas atividades de rotina.

    Abstract in English:

    The objective of this paper was to study the prevalence of domestic physical violence against the elderly in an area covered by the Family Health Program in Niterói, Rio de Janeiro State, Brazil. Using a household survey, 322 subjects 60 years or older were randomly selected from the census of seniors assigned to six health teams. Violence against seniors was detected by means of the Conflict Tactics Scales (CTS1). Physical violence in general was reported by 10.1% (95%CI: 6.7; 13.4) of interviewees, whereas 7.9% (95%CI: 4.9; 10.8) referred having been victims of severe physical violence in the preceding year. Violence was more frequent: against the "younger" elderly; in larger households; and against seniors with a history of diabetes and/or arthritis. The extent of violence against the elderly, even higher prevalence among those with other vulnerabilities, and its negative health consequences highlight the need for measures to deal with the problem within routine activities under the Family Health Program.
  • Population aging effects on inpatient care expenditures: a disaggregated analysis for two Brazilian metropolitan areas Artigo

    Berenstein, Cláudia Koeppel; Wajnman, Simone

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste artigo é examinar a importância da composição etária da população sobre os gastos com internação hospitalar no Brasil. São utilizados dados do Sistema de Informação Hospitalar de Curitiba (Paraná) e Belém (Pará), em 2004, para separar o efeito de diferenças na composição etária sobre os gastos com internação no Sistema Único de Saúde, dos efeitos preço (diferenças nos gastos médios por idade) e taxa (diferenças na taxas de utilização por idade). Além disso, o artigo examina o papel do envelhecimento populacional sobre o efeito de composição com base nas mudanças projetadas para a estrutura etária do Brasil em 2050. Os resultados indicam que as diferenças na composição etária explicam apenas 13% das diferenças atuais dos gastos entre as duas cidades. Aproximadamente 72% das diferenças nos gastos totais devem-se ao efeito preço. No entanto, caso a taxa de utilização e o gasto médio por idade mantenham-se constantes no futuro, o envelhecimento populacional explicará mais da metade da diferença nos gastos totais com internação hospitalar, sugerindo o papel significativo da dinâmica demográfica sobre os gastos futuros com saúde no Brasil.

    Abstract in English:

    This paper examines the impact of changes in population age distribution on inpatient care expenditures in Brazil. The authors use data from two highly distinct metropolitan areas, Curitiba (Paraná State) and Belém (Paraná State), in order to determine to what extent current differences in expenditures are explained by differences in: (i) age distributions, (ii) age-specific expenditures (price effects), and (iii) utilization rates (rate effects). The study also looks at the consequences of future changes in age distribution by simulating each of the effects (age distribution, price, and rate) under the projected population age distribution for Brazil in 2050. The results show that only 13% of current differences in health expenditures in Curitiba and Belém are explained by differences in age distribution. Most of the difference is due to price effect (72%), probably because of large socioeconomic and epidemiological discrepancies in these two metropolitan areas. However, simulations for 2050 suggest that most future changes in inpatient care will be explained by population aging effects.
  • Health risk behavior among young offenders Artigo

    Sena, Cláudia Alves de; Colares, Viviane

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi investigar as condutas de saúde entre adolescentes em conflito com a lei, internos em instituição de atendimento sócio-educativo em município da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. A amostra foi composta por 241 jovens do sexo masculino, de 12 a 18 anos de idade. Para a coleta de dados, utilizou-se uma versão reduzida do questionário de autopreenchimento utilizado pelo Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos, traduzido e adaptado para jovens brasileiros. Entre os jovens pesquisados, 79,7% afirmaram ter portado arma, assim como 52,7% estiveram envolvidos em briga com agressão física nos últimos 12 meses. Verificou-se que a maioria dos jovens pesquisados era usuário de tabaco (87,6%) e álcool (64,7%). Grande parte dos jovens afirmou já ter experimentado algum produto inalante na vida (68,9%) e ter feito uso de maconha (81,3%). A maioria dos jovens (95,4%) já tinha tido relação sexual, em geral com mais de um parceiro. Os jovens em situação de conflito com a lei apresentaram vários comportamentos de risco à saúde em percentuais elevados.

    Abstract in English:

    The objective of this study was to investigate health risk behavior among teenage offenders committed to a social-educational institution in a city in Greater Metropolitan Recife, Pernambuco State, Brazil. The sample included 241 males 12-18 years of age. Data were collected with a brief self-completed questionnaire used by the Centers for Disease Control and Prevention, translated and adapted for young Brazilians. 79.7% of subjects reported having carried a gun and 52.7% had been in fights involving physical aggression in the previous 12 months. Most of the young offenders smoked cigarettes (87.6%) and consumed alcohol (64.7%). The majority reported having sniffed inhalants (68.9%), and 81.3% had smoked marijuana. The vast majority (95.4%) reported being sexually initiated, most having had sex with more than one partner. Young offenders showed high rates of various health risk behaviors.
  • Depressive symptoms during adolescence: a study on psychosocial factors in a sample of teenage students in a city in Rio de Janeiro State, Brazil Artigo

    Avanci, Joviana Q.; Assis, Simone G.; Oliveira, Raquel V. C.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo objetiva identificar fatores sócio-demográficos, familiares e individuais potencialmente de risco à sintomatologia depressiva de adolescentes escolares. Baseia-se num estudo transversal com 1.923 alunos das 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e 1º e 2º anos do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de um município do Rio de Janeiro, Brasil. A sintomatologia depressiva foi aferida através de itens da SRQ-20 (Harding, 1980) e da escala de resiliência (Wagnild & Young, 1993). Para análise, utilizou-se a regressão logística hierárquica. Os resultados revelam que 10% dos adolescentes apresentam sintomatologia depressiva. Meninas têm mais que o dobro de chance de apresentar esses sintomas do que os meninos (IC: 1,58-3,67); vítimas de violência severa cometida pela mãe têm 6,49 mais chances (IC: 2,07-20,3); adolescentes que vivenciaram separação dos pais têm 73% mais chances (IC: 1,16-2,57); adolescentes com baixa auto-estima têm 6,43 mais chances (IC: 2,63-15,68) e aqueles que estão insatisfeitos com a vida têm 3,19 mais chances (IC: 2,08-4,89) de apresentar sintomas de depressão. Discute-se a necessidade de políticas públicas eficazes ao atendimento do adolescente, em nível preventivo, contemplando aspectos psicossociais estratégicos, formando uma rede de tratamento.

    Abstract in English:

    This study's objective was to identify individual, social, and familial risk factors for depressive symptoms in adolescent students. The study included 1,923 seventh and eighth-grade (junior high) students and first and second-year high school students in public and private schools from a city in Rio de Janeiro State, Brazil. Depressive symptoms were evaluated with the SRQ-20 scale (Harding, 1980) and resilience scale (Wagnild & Young, 1993). Hierarchical logistic regression was the analytical method used. Symptoms of depression were present in 10% of adolescents. Girls had more than twice the odds of presenting these symptoms (CI: 1.58-3.67); adolescent children of divorced parents had 73% greater odds of depression (CI: 1.16-2.57); victims of serious physical abuse by mothers had 6.49 times the odds (CI: 2.07-20.30); those with low self-esteem, 6.43 greater odds (CI: 2.63-15.68); and those displaying dissatisfaction with their lives, 3.19 greater odds (CI: 2.08-4.89). The findings highlight the urgent need to improve public health policies for adolescents, especially at the preventive level, including psychosocial strategies with the development of a treatment network.
  • Dental caries in a riverine community in Rondônia State, Amazon Region, Brazil, 2005-2006 Artigo

    Silva, Ricardo Henrique Alves da; Castro, Roberta Francisca Martins de; Cunha, Diana Carla Soares; Almeida, Carina Thais de; Bastos, José Roberto de Magalhães; Camargo, Luis Marcelo Aranha

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo foi analisar experiência de cárie dentária na população ribeirinha residente às margens dos rios Machado e Preto (Rondônia, Brasil), em 2005 e 2006. Foram examinados 469 indivíduos com formulário preconizado pela Organização Mundial da Saúde, sob luz natural e utilização de espátulas de madeira e sonda CPI. Na faixa etária de 4-5 anos de idade, ceod = 4,30 e 19,64% livres de cárie; 6-10 anos, CPOD = 1,04, ceod = 3,52, 17,05% livres de cárie; aos 12 anos, CPOD = 2,65 e 30,76% livres de cárie; aos 18 anos, CPOD = 5,41 e 19,51% livres de cárie; 35-44 anos, CPOD = 17,74 e 2,98% livres de cárie; 65-74 anos, CPOD = 21,56 e 4,34% livres de cárie. Na análise por componentes, constatou-se que o componente cariado tem maior prevalência nas idades de 0-3, 4-5, 6-10, 12 e 18 anos. Em adultos e idosos, o componente que mais contribui é o perdido. Conclui-se que a população apresenta índices de cárie dentária elevados, sendo necessária a atuação em âmbito educativo, preventivo e curativo.

    Abstract in English:

    This study aimed to analyze dental caries patterns among riverine people from Rondônia State, Brazil (Machado and Preto rivers) in 2005 and 2006. A total of 469 subjects were examined, using the World Health Organization form, under natural light, using a wooden tongue depressor and CPI probe in cases of doubts about the presence of dental caries. The results were: 4-5-year age bracket, dmtf = 4.30 and 19.64% caries-free; 6-10 years, DMTF = 1.04, dmtf = 3.52 and 17.05% caries-free; 12 years, DMTF = 2.65 and 30.76% caries-free; 18 years, DMTF = 5.41 and 19.51% caries-free; 35-44 years, DMTF = 17.74 and 2.98% caries-free; 65-74 years, DMTF = 21.56 and 4.34% caries-free. When each component was analyzed separately in the dmtf and DMTF indices, decay was most prevalent in the 0-3, 4-5, 6-10, 12, and 18-year brackets. However, in young and older adults, the most prevalent component was missing teeth. In conclusion, the study population showed a high dental caries index, thus highlighting the need for educational, preventive, and curative measures.
  • Hospital beds and mental health reform in Brazil Artigo

    Kilsztajn, Samuel; Lopes, Erika de Souza; Lima, Luciana Zilles; Rocha, Patrícia Avanzini Ferreira da; Carmo, Manuela Santos Nunes do

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho é estimar o número de leitos psiquiátricos ocupados por Unidade da Federação e o valor pago pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nas internações por serviços hospitalares, serviços profissionais, exames e medicamentos no Brasil em 2004. O número médio de leitos psiquiátricos ocupados, estimado a partir do total de dias de permanência no ano, e o valor pago pelo SUS foram obtidos a partir das Autorizações de Internação Hospitalar (AIH). O número de leitos psiquiátricos ocupados pelo SUS era de 45 mil em 2004. O valor total pago pelo SUS para internações de pacientes com transtornos mentais atingiu R$ 487 milhões em 2004. Os hospitais privados eram responsáveis por 78,8% do total de leitos psiquiátricos ocupados pelo SUS. Ainda que a desativação de estimados 15 mil leitos asilares possa gerar anualmente R$ 162 milhões ao ano passíveis de serem realocados para serviços psiquiátricos extra-hospitalares, o planejamento e a execução da Reforma Psiquiátrica têm sido muito tímidos. A precária rede extra-hospitalar tem sido utilizada como impedimento à desativação dos leitos psiquiátricos, embora esta gere os recursos necessários para a ampliação daquela.

    Abstract in English:

    The objective of this study was to estimate the number of psychiatric beds occupied per State in Brazil and the amount paid by the Unified National Health System (SUS) for hospitalizations, professional services, tests, and medicines in the country in 2004. The mean number of psychiatric beds occupied, estimated on the basis of total days of hospitalization during the year, and the amount paid by the SUS were obtained from the Hospital Admissions Authorizations (AIH). A total of 45 thousand psychiatric beds were occupied by the SUS in 2004. The SUS paid a total of BRL$487 million (some U$270 million) for hospitalization of patients with mental disorders in 2004. Private hospitals accounted for 78.8% of all psychiatric beds occupied by the SUS. Although the deactivation of 15 mil psychiatric beds could currently generate BRL$162 million (U$90 million) to be reallocated to non-hospital psychiatric services, planning and implementation of the Psychiatric Reform have been very limited. The precarious extra-hospital network has been used as a barrier to deactivation of psychiatric beds, although the latter generates the necessary resources for the former.
  • Food insecurity as an indicator of inequity: analysis of a population survey Artigo

    Panigassi, Giseli; Segall-Corrêa, Ana Maria; Marin-León, Letícia; Pérez-Escamilla, Rafael; Sampaio, Maria de Fátima Archanjo; Maranha, Lucia Kurdian

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi investigar a associação da insegurança alimentar com algumas variáveis indicativas de desigualdades sociais, como renda, escolaridade, raça/cor, composição familiar, características da moradia e condições de saneamento. Para medida de segurança alimentar, aplicou-se o instrumento EBIA (Escala Brasileira de Insegurança Alimentar) a uma amostra de 456 famílias residentes em área urbana do Município de Campinas. Verificou-se que a insegurança alimentar concentrou-se em famílias com maior número de membros menores de 18 anos, vivendo em construções precárias e com alta aglomeração de moradores, sem rede de esgoto, de baixa renda (menos de dois salários mínimos), cujo responsável não freqüentou a escola, sem membros com nível universitário e nas quais os informantes referiram ter cor da pele preta. Considera-se que a medida direta de segurança alimentar por meio da EBIA seja um importante indicador para monitoramento da iniqüidade, podendo complementar um conjunto de indicadores sociais ou, mesmo de forma isolada, identificar grupos com vulnerabilidade social.

    Abstract in English:

    This study aimed to analyze the association between food insecurity and certain socioeconomic and demographic variables that measure social inequality: income, schooling, race, family structure, household characteristics, and sewage conditions. A sample of 456 families in Campinas, São Paulo State, was interviewed using the Brazilian Food Insecurity Scale (EBIA). Family food insecurity was associated with: more children < 18 years; precarious housing; overcrowding; lack of sewage system; low income (< 2 times the minimum wage); head-of-household with no schooling; no university graduate in the family; and race (black). Directly measuring food insecurity is important for monitoring inequality, and can be used either with other socioeconomic and demographic indicators or alone to identify social vulnerability in population groups.
  • Intra-urban dynamics of dengue epidemics in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil, 1996-2002 Artigo

    Almeida, Maria Cristina de Mattos; Assunção, Renato Martins; Proietti, Fernando Augusto; Caiaffa, Waleska Teixeira

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve como objetivo descrever os padrões espacial e temporal das epidemias de dengue em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, entre 1996 e 2002, analisando o endereço de residência como marcador do local de exposição. Casos de dengue notificados foram agrupados segundo semana epidemiológica do início dos sintomas e setor censitário de residência. O índice de Moran local foi utilizado para avaliar a autocorrelação espacial dos coeficientes de incidência. Também foi verificada a reincidência dos setores nas diferentes ondas epidêmicas. Por meio da função K de Ripley, foram comparadas as distribuições espaciais de dois grupos populacionais, supondo terem diferentes comportamentos em relação ao seu deslocamento pela cidade. Foram analisados 99.559 casos, evidenciando-se sete alças epidêmicas com diferentes durações e intensidades, com concentração de casos numa parcela reduzida de setores e tendência de dispersão espacial e temporal. A distribuição de casos dos dois grupos populacionais evidenciou padrões diferenciados, apontando a necessidade de melhorar o registro do provável local de infecção. O padrão de endemização da doença encontrado requer estratégias específicas e constitui um maior desafio para a vigilância em saúde.

    Abstract in English:

    This study aimed to describe the temporal-spatial patterns of dengue epidemics in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil, from 1996 to 2002 and to analyze residential address as a proxy for exposure. Reported dengue cases were analyzed according to week of onset of symptoms and residential census tract. Local Moran's index was used to assess spatial autocorrelation of incidence coefficients, and recurrent census areas over different epidemic waves were also verified. Ripley's K-function was used to compare spatial distribution patterns between the two population groups, assuming that they were distributed differently around the city. A total of 99,559 dengue cases were analyzed, resulting in seven epidemic waves with different durations and intensities, with cases clustering in a small fraction of areas, thinning out both spatially and temporally. Distinct case distribution patterns were observed according to the two exposed groups, suggesting the need to improve the reporting of possible place of infection. The observed endemic pattern of the disease also requires specific strategies and poses a major challenge for health surveillance services.
  • Evaluation of productive efficiency in the Unified National Health System hospitals in the State of Santa Catarina, Brazil Artigo

    Cesconetto, André; Lapa, Jair dos Santos; Calvo, Maria Cristina Marino

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho avaliou a eficiência produtiva de 112 hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado de Santa Catarina, Brasil, com o objetivo de verificar quais são os hospitais eficientes quanto ao aproveitamento de seus recursos. Os dados do estudo são de 2003, obtidos por meio do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS). Aplicou-se a abordagem DEA (Data Envelopment Analysis) para retornos variáveis às mudanças na escala de produção (modelo DEA-BCC). A abordagem preconizou a avaliação de hospitais gerais com características de especificidade semelhantes. Os resultados do estudo indicaram 23 hospitais eficientes, além de apontar as metas eficientes de produção para cada unidade avaliada. De acordo com o modelo empírico definido, o número de internações com altas poderia ser aumentado em 15% de acordo com o modelo DEA orientado para expansão da produção. Quando se aplica o modelo DEA orientado para a redução de insumos, o número de médicos, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem poderia ser reduzido em 25%, o número de leitos em 17% e o valor de AIH em 13% para a rede hospitalar em estudo.

    Abstract in English:

    This study evaluated the productive efficiency of 112 hospitals under the Unified National Health System (SUS) in the State of Santa Catarina, Brazil. The objective was to verify which hospitals apply the available resources efficiently. The research was based on data from 2003 collected from the SUS Hospital Data System (SIH-SUS). Data Envelopment Analysis (DEA) was applied under the assumption of variable returns to scale. The study focused exclusively on general hospitals with similar characteristics in terms of size and specialization. The results identified 23 efficient hospitals and efficiency targets for each hospital. According to the empirical model, the number of hospitalizations with discharges could be increased by 15%. Application of an input reduction model would result in savings of 25% on human resources (physicians and nurse technicians), 17% on hospital beds, and 13% on admissions costs for the overall hospital system.
  • Underreporting of maternal deaths in Paraná State, Brazil: 1991-2005 Artigo

    Soares, Vânia Muniz Néquer; Azevedo, Elbens M. Minorelli de; Watanabe, Terezinha L.

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo objetiva analisar a subnotificação dos óbitos maternos no Paraná, Brasil, no período de 1991-2005, detalhando as causas básicas que ocultavam os óbitos maternos e o preenchimento dos campos 43 e 44 da Declaração de Óbito em período recente (2003-2005). Os dados foram obtidos no banco de dados dos Comitês de Prevenção da Mortalidade Materna do Paraná, que investigam os óbitos maternos utilizando o método Reproductive Age Mortality Survey (RAMOS). Evidenciou-se pelos dados estudados que a mortalidade materna reduziu 26% em 15 anos, no entanto o nível de subnotificação não se alterou, gerando fatores de ajuste que variaram entre 1,6 a 1,8. Conclui-se que é necessário que as escolas médicas e o conselho de medicina orientem de forma mais incisiva e abrangente o correto preenchimento da declaração de óbito, para minimizar esta subnotificação. Os Comitês de Prevenção da Mortalidade Materna no Paraná contribuem para a correção da subnotificação dos óbitos maternos, identificando as reais causas e os determinantes destas mortes, definindo estratégias para sua redução. Ações mais efetivas para redução das mortes maternas evitáveis no estado, ainda são imprescindíveis.

    Abstract in English:

    The objective of this article was to analyze the underreporting of maternal deaths in Paraná State, Brazil, from 1991 to 2005, identifying details on the basic causes that keep maternal deaths hidden and problems with completing items 43 and 44 on death certificates during a recent period (2003-2005). Data were obtained from the database of the Paraná State Committees for the Prevention of Maternal Mortality, which investigate maternal deaths using the Reproductive Age Mortality Survey (RAMOS). According to the data, maternal mortality decreased by 26% in 15 years, but the level of underreporting remained the same, generating adjustment factors ranging from 1.6 to 1.8. In conclusion, medical schools and the State medical board should provide more incisive and comprehensive orientation on completing death certificates in order to minimize this underreporting. The Paraná State Committees for the Prevention of Maternal Mortality help correct underreporting of maternal deaths by identifying their real causes and determinants and defining strategies to reduce them. More effective measures to reduce avoidable maternal deaths are still needed in the State.
  • Association between dietary patterns and body mass index and waist circumference in women living in Southern Brazil Artigo

    Perozzo, Gabriela; Olinto, Maria Teresa Anselmo; Dias-da-Costa, Juvenal Soares; Henn, Ruth Liane; Sarriera, Jorge; Pattussi, Marcos Pascoal

    Abstract in Portuguese:

    Com objetivo de estudar a associação de padrões alimentares com obesidade, realizou-se estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 1.026 mulheres (20 a 60 anos) em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. A obesidade geral foi avaliada pela utilização de índice de massa corporal (IMC > 30kg/m²) e a adiposidade abdominal, circunferência da cintura (CC> 88cm). Os padrões alimentares foram identificados por análise fatorial. Para análise multivariada, foi utilizada regressão de Poisson. Entre o total de mulheres, 18% (IC95%: 15,66-20,53) tinham obesidade geral e 23,3% (IC95%: 20,72-26,06) abdominal. Após controle para fatores de confusão, o baixo consumo do PA-frutas associou-se positivamente com o IMC (RP = 2,18; IC95%: 1,35-3,53; p = 0,001). Já o baixo consumo do PA-vegetais apresentou efeito protetor para o aumento nos níveis de IMC (RP = 0,64; IC95%: 0,47-0,86; p = 0,004) e o do PA-nozes/oleaginosas para o aumento na medida da CC (RP = 0,93; IC95%: 0,89-0,98; p = 0,008). O estudo aponta para a complexidade envolvida na relação entre padrões alimentares e obesidade e a necessidade de novos estudos, objetivando o melhor entendimento do tema.

    Abstract in English:

    This study focused on the association between dietary patterns and obesity. A cross-sectional population-based study was performed in 1,026 adult women from Southern Brazil. Waist circumference (WC), height, and weight were measured according to a standardized protocol, and body mass index (BMI) was calculated. Obesity was defined as BMI > 30kg/m² and WC > 88cm. Principal components analysis was used to identify dietary patterns. Multivariate analysis used a Poisson regression model to estimate prevalence ratios and respective confidence intervals. After controlling for possible confounders, low consumption of "vegetables" protected against increased BMI (PR = 0.64; 95%CI: 0.47-0.86; p = 0.004), while low consumption of "nuts/oilseeds" protected against increased WC (PR = 0.93; 95%CI: 0.89-0.98; p = 0.008). Low consumption of "fruits" was a risk factor for high BMI (PR = 2.18; 95%CI: 1.35-3.53; p = 0.001). The study indicates the complexity of the association between dietary patterns and obesity. New studies are needed to further clarify the subject.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br